O ponto de encontro dos profissionais de informática

APinfo

Erros comuns que levam a demissão em TI

Convidados : Grupo de Gerentes/Diretores cadastrados no site apinfo.

1 - comentário - 11/06/15 - 13:54:21 - Olival Guerra - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A arrogância para mim é o fator mais comum. Alguns profissionais consideram-se bons demais e não se atualizam, outros se julgam melhores que os usuários e outros colegas da equipe e comprometem o relacionamento pessoal. Outro fator que considero prejudicial é a timidez em excesso, que faz com que o profissional fique muito focado só na parte técnica, sem visão do negócio, sem habilidade de negociação, sem uma boa network e etc.
2 - comentário - 11/06/15 - 14:03:36 - Joaquim Silva - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Em mais de 30 anos de TI, já vi muita gente se dar mal por não saber trabalhar em equipe. A cada dia que passa esta habilidade fica cada vez mais importante.
3 - comentário - 11/06/15 - 14:24:54 - Julio Cesar Vanti - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O erros fazem parte de qualquer pessoa ou empresa, mas fico espantado com a quantidade de relatos de conhecidos e amigos sobre não assumir a responsabilidade.
Ai entram 2 tipos de responsabilidade:

1) Errei e assumo o fato ou não, se assumir acredito que na maioria dos casos o funcionário/gestor sairá fortalecido e com certo reconhecimento por sua coragem e seriedade. Se não assumir, mais dia ou menos dia irão descobrir e o mesmo ficará em mals lençóis.

2) A chefia lhe pede algo e você faz, ai ocorre algum problema e sua chefia garante que não lhe pediu nada, resumo, falta de de coragem em assumir um erro.

Minha dica, sempre que lhe pedirem algo, peça para documentar, assim você evita dor de cabeça, e se fizer algo errado, seja humilde e assuma seu erro.
4 - comentário - 11/06/15 - 14:24:55 - Jose Oliveira Junior - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Certamente um dos principais motivos, é o fato do profissional de TI se sentir no direito de queimar etapas, ou seja, não tem histórico e maturidade profissional e exigem posições de liderança, promoções e aumento de remuneração. A arrogancia e sentimento de superioridade sobre os colegas frustra a quem o contrata.
API
5 - comentário - 11/06/15 - 14:25:23 - Adriano P. Melo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Uma das coisas que, a meu ver, mais contribuem para as demissões no ambiente organizacional de uma forma geral (e no de TI de uma forma específica) é a falta de comprometimento destes profissional com os valores pregados pela empresa. Profissionais que possuem perfil individualista, apresentando grande dificuldade de relacionamento e não sabendo trabalhar em equipe tem grandes chances de serem preteridos. No mundo corporativo atual só conhecimentos técnicos profundos não basta e não garante a permanência de um excelente profissional na empresa. A inteligência emocional é fator de sucesso pessoal e profissional e aqueles que não atentarem para isso estão fadados ao fracasso e o isolamento.
6 - comentário - 11/06/15 - 14:25:52 - Ale Oliveira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A área e o profissional de TI é objeto de minhas pesquisas e escritas acadêmicas. É uma área que gira 24/7 e depende de profissionais que: sejam comprometidos com horário, regime de escalas, trabalho em equipe, ter habilidades de gerenciar múltiplos problemas, habilidades de comunicação com cliente interno e externo, seguir processos e documentar as ações realizadas. A falta de alguns desses quesitos, nos leva a tirar uma pessoa da equipe, principalmente no que tange ao comprometimento com o trabalho. Ainda que pareçam óbvios, e iguais a outras áreas, muita gente negligencia e em áreas 24/7 isso é inaceitável e compromete a operação e entrega de serviços.
7 - comentário - 11/06/15 - 14:28:26 - Ronaldo Corá - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Qualquer profissional que queira que as coisas se concretizem no trabalho e nos negócios deve começar a se comunicar com as pessoas, sair do isolamento. O profissional de TI, em grande parte, tem dificuldades de comunicação do que esta fazendo. Pensar fora da caixa é essencial, ou seja, pensar nas necessidades dos clientes e dos usuários, e não somente no termo técnico que tanto estuda.
Muitos analistas que tem o _rei na barriga_, tendem se especializar muito na tecnologia _caixa_, não conseguindo enxergar que atitudes simples de comunicação e documentação são tão importante quanto.
8 - comentário - 11/06/15 - 14:36:12 - Alexandre - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Boa tarde Caros,

Podemos avaliar ambos os lados do assunto se me permitem.

Concordo com os dois colegas Joaquim Silva e Olival Guerra.

É uma área que demanda atualização frequente em todos os aspectos, acadêmico, técnico e demais.

Do lado do profissional e todos os demais pertinentes a área de TI, a atualização profissional antes era algo optativo, hoje não é mais.

As demandas crescem as necessidades aumentam e as empresas necessitam de urgência em suas contratações.

A rapidez das mudanças, a globalização e o aprimoramento tecnológico transformam incessantemente o ambiente de trabalho, de modo que hoje não há dúvidas de que _conhecimento acadêmico_ e _formação_ não são apenas uma etapa da vida, mas uma constante ao longo da carreira.

Gestores, eles também erram em contratar e nós em aceitar algumas ofertas fora de nossa realidade.
GOC
9 - comentário - 11/06/15 - 14:38:00 - Gustavo Reis - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Creio que um dos erros maiores é o profissional de TI NÃO conseguir convencer a importância da TI para o negócio.

É só ver que 90% das empresas montam a sala de TI nos locais mais inapropriados dos prédios, como em um cantinho escuro, embaixo da escada, onde deu, etc.

O profissional de TI normalmente não é muito comunicativo, pela própria natureza da profissão, e muitas vezes tem que lidar com superiores que não entendem direito o negócio, gerando conflitos que resultam em demissão (afinal, o chefe _sempre está certo_).

Um abraço e boa sorte a todos.

PS nos últimos 10 anos, tenho conseguido empregos através da APINFO, recomendo sempre a meus amigos e conhecidos.
10 - comentário - 11/06/15 - 14:38:28 - Eliezer De Sousa - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

hoje se vive numa sociedade onde o compartilhar informações entre equipe é primordial, um dos motivos que sinto que provoca a demissão de um funcionário é não ter o senso de trabalho em equipe e naturalmente não compartilhar o conhecimento com os demais.

a falta de comprometimento com o perfil que a empresa pede e ações de proatividade simples também provocam o desinteresse por parte de que gerencia funcionários na área de TI.
11 - comentário - 11/06/15 - 14:38:57 - Cleber Branco - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Um dos erros que vejo que acaba ocasionando em demissões é a falta de comprometimento junto a equipe de trabalho, não sabendo trabalhar em equipe, guardar o conhecimento apenas para si achando que com isso irá _garantir_ o seu emprego. Lembre-se, ninguém é insubstituível.
Outro fator é a falta de preparação para situações não esperadas, ou seja, não saber lidar com situações críticas, muitos acabam abandonando a tarefa pelo meio do caminho por não saber lidar com a pressão.
Ao ser questionado em saber de algo, e não souber, de falar a verdade e ao invés disto dizer _EU SEI_ e não entregar o solicitado, ou entregar de qualquer jeito, não ter dignidade e muito menos humildade em conhecer os seus limites, afinal não é vergonha dizer não sei e perguntar se há tempo hábil para deixá-lo aprender e assim adquirir novos conhecimentos.
12 - comentário - 11/06/15 - 14:40:58 - Robson - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Dois pontos comuns que causam a demissão de um profissional de TI são a falta de comprometimento e um mal relacionamento interpessoal. Muitos profissionais não são comprometidos com os resultados da organização e não se preocupam com seu produto gerado. Outra dificuldade que vejo é a falta de um bom relacionamento entre colaboradores e clientes, o que acaba ocasionando um ambiente instável e de desconforto dentro da equipe, sendo assim prejudicando os resultados da organização.
Hospitalhd
13 - comentário - 11/06/15 - 14:41:12 - marcello monarcha - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Eu garanto que a culpa tem 4 vertices:

1 - Empresa não tem políticas claras em relação a Gestão por Competência e Treinamentos.
2 - Gestores despreparados, somente visam resultados sem importar com as pessoas e as relações.
3 - Profissionais desmotivados e desatualizados, levando a perda na qualidade dos serviços e na produção.
4 - RH sem normas ou políticas adequadas de demissão, onde o profissional e valorizado e não enxotado. ( vide casos adversos )

Para pensar: Quem será o real culpado pela demissão !
13 - Réplica - 11/06/15 - 14:47:55 - Funcionário CLT - 187.38.165****

Disse tudo, onde eu trabalho é a mesma coisa, os gestotes totalmente despreparados deixam a equipe desmotivada e estes gestores falam da seguinte forma: EU NÃO QUERO ENCONTRAR CULPADOS, MAIS QUEM CAUSOU O PROBLEMA ESTÁ NESSA SALA.
13 - Réplica - 11/06/15 - 15:08:27 - ELCIO - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Monarcha,

Fez um resumo legal !!
Eu trabalho numa empresa assim...infelizmente.

abraços.
14 - comentário - 11/06/15 - 14:45:53 - George Luiz Garrido - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Eu vejo que o maior erro cometido é o excesso de ?auto confiança?. O ?profissional? que se fecha para o aprendizado_ o famoso ?eu sou o bom?, ?eu sei de tudo?, ?eu não preciso de ninguém? e ainda a falha mais grave, ?sou insubstituível, sem meu serviço a empresa para?.
As pessoas que se acomodam nas suas funções e não focam no empreendedorismo, na inovação e nas relações interpessoais, são fortes candidatos a serem deixados de lado na empresa e como consequência, convidados para assumir ?novos desafios? fora da instituição, de preferência em uma empresa o mesmo se realocando em um concorrente, pois desta forma a falta de resultados consistentes com certeza implicará diretamente na baixa performance e na total falta de qualidade de suas entregas.
dbassocia
15 - comentário - 11/06/15 - 14:48:36 - Carlos Eduardo Molina - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Não só em TI.
1- Dizer que entende de TI muito além do real conhecimento. Acaba ficando sem tempo de aprender enquanto voa.
2- Comprometimento
3- Comportamento. A maioria dos jovem pensam que estão em casa, e não no trabalho.
4- Desilusão e medo do compromisso. Quando ingressam no mercado de TI achando que é fácil de ganhar dinheiro e de subir na carreira, rapidamente se decepcionam e ao invés de pedir as contas para procurar algo que lhe agrade, fica indo _trabalhar_ de maneira desgostosa e desatenta.
5- Desatenção. Whatzap, facebook, etc, etc etc... Prioridade para o fútil ao invés do útil.
6- Falta de desejo de aprender
7- insegurança ou melindre. Aquele que não dissemina conhecimento achando que será substituído ou então pensa que ngm mais pode saber o que ele sabe.
8- Falta de tato com pessoas. Seus clientes serão usuários.
Estes são alguns. 900 caracteres é pouco.
16 - comentário - 11/06/15 - 14:50:37 - Gilberto - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Não puxar o saco do superior.
Já perdi algumas promoções por não fazer isso, em uma vez TODA equipe técnica veio comentar comigo que eu deveria ser promovido e não a outra pessoa e em outras vezes alguns tecnicos me falaram isso e pessoas de outro departamento me elogiaram dizendo que o gerente era eu, mesmo não sendo promovido.
No ultimo emprego (Gerente de TI) fui demitido por não ascender a luz para o diretor e perguntar como esta a familia todos os dias e mesmo demitido recebi elogios de outros gerentes pelo meu profissionalismo.
Já tentei ser puxa saco, mas não consegui :(.
16 - Réplica - 11/06/15 - 16:47:44 - Ubaldo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

É, amigo, se o horse não concordar com os princípios e valores fundamentais do XGHP e se esforçar para entrar no círculo de confiança da empresa, ele certamente será usado como bode expiatório sempre que houver algum problema.
17 - comentário - 11/06/15 - 14:51:06 - Zeca - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Primeiramente gostaria de dizer que sou adepto e praticante PMI, portanto vejo que 80% de sucesso de um projeto está na boa comunicação.
Se o PMP não possuir um bom planejamento, e o profissional de TI não fizer a comunicação adequada nos desvios do projeto, ambos (Projeto e Analista) estão fadados ao insucesso e possível demissão.

Os desvios devem ser comunicados tão logo sejam identificados e evitar surpresas que podem causar a desconfiança e consequente _geladeira_ gerando desmotivação.
GOC
17 - Réplica - 11/06/15 - 15:05:04 - ELCIO - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Concordo meu amigo, mas não vamos esquecer que o PMI precisa de pessoas, não apenas certificadas, mas comprometidas. Se temos colaboradores que não vestem a camisa, não há equipe, nem Metodologia que faça o projeto obter sucesso. Uma vez não cumprido o cronograma e, consequentemente, a entrega, certamente alguém irá se tornar o culpado e à partir dai....um possivel desligamento. Isso é incriíel, mas existem Milhares de empresas que atuam assim. Abraços.
18 - comentário - 11/06/15 - 14:56:46 - Giulliano - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

São muito os casos relatados e cada um com sua devida razão.
Em minha opinião, profissionais que até por mérito crescem na empresa para um cargo gerencial, acabam não tendo o preparo para tratar com as diversidades de funcionários que muitas vezes ficam em sua responsabilidade.
Começam os erros já na contratação, onde não tem uma dinâmica para avaliar o perfil dos candidatos.
Após o erro persiste em falta de perspectiva de crescimento, em sua maioria as empresas não tem plano de carreira e benefícios.
Ainda no quesito dia a dia, profissionais precisam ser aproveitados pelas suas maiores qualidades e terem treinamentos em suas deficiências, portanto faltam base de conhecimento e intranet.
Por fim há um desgaste das duas partes fazendo os profissionais procurarem algo em que se encaixem melhor e as empresas a procura de novos funcionários que entrem em seu ciclo.
19 - comentário - 11/06/15 - 15:00:36 - ELCIO - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Se formos elencar os erros mais comuns, teríamos infindáveis motivos expostos, um verdadeiro leque de opções !
Existem vários erros que, de certa forma, contribuem para o desligamento dos colaboradores. Podemos começar com os erros de estratégia e planejamento, sendo que estes dois tem o AVAL do alto escalão, mas se por ventura, o prazo não for cumprido e a entrega não for efetuada, com certeza o colaborador subalterno será punido. Claro, existem casos de pura displicência do grupo ou má gestão. Este ultimo um pouco mais trabalhoso para se identificar, mas com o tempo e com um pouco de observação, nota-se a inabilidade do Gestor.
Erros acontecem e sempre acontecerão, o grande desafio é minimiza-los e aplicar correções nestes desvios para que o impacto seja o menor possível na organização.
20 - comentário - 11/06/15 - 15:10:54 - Belini - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que o conjunto de coisas, como a contratação de pessoas sem experiência, muito jovens, comodismo, mesmísse, falta de comprometimento e individualismo trazem a tona aspectos para os gerentes refletirem sobre a continuidade do profissional na empresa.
apipesq
21 - comentário - 11/06/15 - 15:13:08 - Valdir Messias - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Para os que trabalham, ou tem a possibilidade de trabalhar, em home office, é achar que os gerentes são tolos. Responder um chamado via instant messenger 40 min depois deixa claro que você não estava na frente da máquina. Para quem trabalha onsite, um dos motivos são os constantes atrasos, sobre tudo quando seu trabalho tem interdependência com outros membros da equipe. Isso causa um desgaste ruim de administrar.
22 - comentário - 11/06/15 - 15:20:49 - Cesar Venaglia - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

São vários ....

Acredito que em grandes empresas o profissional de TI pode chegar a uma demissão a partir do momento em que ele não se mostra comprometido e envolvido com o negócio da empresa. É isso que as grandes organizações buscam. Parceiros que possam fazer da TI um braço estratégico e que participe e se envolva diretamente com os negócios da organização.

Em pequenas de pequeno e médio porte também ocorre a situação acima, contudo, ao meu ver, em menor escala. Nas pequenas e médias empresas e principalmente em empresas de administração familiar o desligamento do profissional de TI (em nível gerencial) dar-se pela falta da habilidade de comunicação. As altas direções dessas empresas enfrentam a grave dificuldade em entender as necessidades da TI e quando isso ocorre surge o vilão do gestor que ?promove altos custos? para a empresa.
23 - comentário - 11/06/15 - 15:35:44 - Júlio Silva - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que as principais causas de demissões nas empresas são, primeiro a postura dos funcionários e segundo a má administração dos líderes, muitas vezes as pessoas/candidatos aceitam uma vaga mesmo sabendo que não tem perfil nem conhecimento necessário para a posição e o gerente por sua vez não consegue _enxergar_ e trabalhar essas limitações nos recursos a tempo de evitar um desligamento. Claro que temos também os casos de desinteressados e os descomprometidos por natureza que pela minha experiência não chega a 5%.
24 - comentário - 11/06/15 - 15:37:39 - Alessandra Rocha - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Pela minha opinião, o mais falta é pessoas comprometidas, não adianta estar capacitada se não se compromete com a empresa?
Vejo muitos gerentes nessa situação!
dbassocia
25 - comentário - 11/06/15 - 15:38:18 - Carlos Cruz - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Poxa todos esta motivos são validos para uma demissão, mais acredito que o principal é sua importância na empresa. Na vida é preciso de política, se você sempre se colocar como pedra angular, por mais que façam você permanecerá na empresa. Caso contrário poderá existir muitas variantes para uma demissão, principalmente em momentos de crise econômico como estamos vivendo atualmente.

Abrço
26 - comentário - 11/06/15 - 15:39:22 - Luiz - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Muitos...
Falta de alinhamento com a estratégia da empresa, mesmo que pareça correto e coerente_ atritos com áreas chaves da empresa_ falhas como problemas com backup e falta de disponibilidade, principalmente para atividades remotas_ entre outras...
27 - comentário - 11/06/15 - 15:50:10 - RODRIGO CONSTANTINO - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Boa tarde, pessoal!

Principais erros que leva a demissão VOLUNTÁRIA (por parte do profissional):
- Querer crescer na mesma velocidade da evolução tecnológica. Comumente me deparo com profissionais, que chegam de manhã e na hora do almoço estão se perguntando porque não foram promovidos ainda.
- Erro na gestão do profissional: Diversos estudos apontam que a grande maior dos profissionais pedem demissão do GESTOR e não da EMPRESA. Isso apresenta claro problema de gestão, seja falta de feedback, falta de postura, perfil etc etc etc.

Principais erros que leva a demissão INVOLUNTÁRIA (por parte da empresa):
- Todos os apresentados pelos membros deste grupo, que vão desde falta de comprometimento, capacidade técnica ou erro no processo seletivo.

Abraços e sucesso!
Rodrigo Constantino
28 - comentário - 11/06/15 - 15:54:54 - Diogo - 161.24.251****

Receita de bolo para ser demitido em 10 passos
01-não ser amigo do chefe
02-não ser puxa saco
03-quando cobrado por algo que não está como deveria, expor os erros do chefe, da equipe ou membros dela
04-não falar...bom dia minha flor! quando chegar pela manhã...um simples bom dia não basta, pois você vai parecer anti-social e mal-educado
05-não fazer parte da panela do chefe
06-não se dar muito bem com um pupilo do chefe
07-não rir das piadas do chefe
08-sempre entregar acima da média e um dia falhar em atender a meta
09-ser sempre sincero em reuniões safe room
10-não ser burro de carga e não se voluntariar para ajudar algum chupim do chefe
Siga os 10 passos acima e será demitido, com certeza.
Hospitalhd
28 - Réplica - 11/06/15 - 16:19:12 - Rogério - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Pensei que eu que havia respondido isso!!!!!!
É triste e impressionante, porém a pura realidade.
28 - Réplica - 11/06/15 - 16:40:22 - Ubaldo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Falou tudo Diogo! Esse passo-a-passo é infalível!
29 - comentário - 11/06/15 - 15:56:04 - Nelson - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Um erro comum para levar a demissão é quando a pessoa insiste em bater de frente com o chefe. Infelizmente a verdade é como diz no post abaixo sobre dez mandamentos de bom relacionamento com o chefe:

https://www.simplescoisasdavida.com/classicos-do-mundo-corporativo-os-dez-mandamentos-do-bom-relacionamento-com-o-chefe/
29 - Réplica - 11/06/15 - 18:17:15 - Nelson - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Eu particularmente nunca vi um chefe com um medo desses pois acredito que quem tem esse tipo de medo nunca vira chefe.
Acredito mais no super profissional com mania de estrelismo. É mais técnico do que político e quando é mandado embora fala que foi o chefe com medo.
GOC
29 - Réplica - 11/06/15 - 16:09:27 - Fabio - 200.169.12****

Já vi também em algumas empresas entrar um profissional muito bom no setor, este mostrar excelentes resultados e o chefe ficar com medo de que "ele tome o cargo" e demiti-lo. É de uma irracionalidade sem precedentes.
30 - comentário - 11/06/15 - 16:10:36 - Daniel Silva - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Olá pessoal!

Acredito que os erros mais comuns são:
1. Não cumprimento de prazos ou metas (low profile)_
2. Falta de qualidade naquilo que se produz (propostas, projetos, programação, etc)_
3. Baixo nível de comprometimento_
4. Postura profissional como brincadeiras excessivas, vestuário, horários, linguajar e informalidade_
5. Conversas demasiadas e as tais fofocas_
6. Não ter iniciativa para novas ideias, tão quanto o fato da acomodação_
7. Falta de liderança, principalmente para média e alta gerência_
8. Intromissões em áreas alheias ou que não são de sua responsabilidade.

Espero ter colaborado!
30 - Réplica - 11/06/15 - 16:39:29 - Ubaldo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Você está desconsiderando o principal processo de trabalho de todas as empresas de TI de sucesso no Brasil, o XGHP. Todos os pontos que você mencionou são irrelevantes, se você não fizer parte do círculo de confiança da firma.
31 - comentário - 11/06/15 - 16:16:24 - Douglas - 191.182.12****

Ser PJ, onde a demissão é inevitável no fim do projeto.
Hospitalhd
32 - comentário - 11/06/15 - 16:17:25 - Carlos Odilon - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A area de TI tem sofrido com uma avalanche de recursos despreparados para o dia a dia das empresas, Comencando com a faculdade que mts vzs esquece de ensinar o lado comportamental e fica somente no tecnico. Qtas vzs ja ouvimos _otimo analista, virou pessimo gerente_.
Outra razao, é a procura pelo curso relacionado a TI porque paga bem... pessoas que nem gostam vao atraz de um emprego por PAGA BEM...e fazem o servico sem vontade e sem muitas vzs entender o que estao fazendo ... pq paga bem... Ai pessoal eh uma questao de tempo... vai ter que procurar novos desafios.... que talvez nao paguem tao bem, mas te dao prazer.
33 - comentário - 11/06/15 - 16:28:55 - Paulo - 187.22.86.****

não ter QI
34 - comentário - 11/06/15 - 16:32:42 - Sergio Suzuki - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Este é um Tema bem crítico, pois Ninguém é demitido de uma empresa sem um motivo!

Em sua maioria está relacionada ao Comportamento do Colaborador.

É importante destacar que sempre estamos sendo _Vistos_ e _Avaliados_ por todos, independente da hierarquia. Sempre conhecemos gente que conhece a gente! rs.

Seja solicito, honesto e disponível a novos desafios, pois as Empresas costuma valorizar e contar com este colaboradores!

Compartilhe informações e Sugestões com seus colegas e sua gestão, isso demonstra o seu interesse em agregar valor e fazer com que a equipe cresça.

O Relacionamento interpessoal é muito importante para que os seus colegas te conheçam e você possa conhecê-los também!

Desrespeitar hierarquias e passar por cima de sua gestão, pode demonstrar certa ingerência e gerar conflitos com seus superiores.

Mentiras e omissões demonstra despreparo profissional
36 - comentário - 11/06/15 - 16:48:46 - Ivanildo PeTiT - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Aspectos comuns que levam a demissão em TI:
1. O fantasma da demissão em época de crise ou recessão, onde atividade econômica está reduzida e mercado de trabalho não é incentivado a investir_
2. Empresas discriminam jovens maiores de 55 anos e não contratam, mas temos raríssimas exceções_
3. Habilidades técnicas e comportamentais não atualizadas_
4. O que o colaborador significa para a Empresa (posição estratégica, entrega-se muito, tem muitas responsabilidades) quanto ao corte de gastos_
5. As relações interpessoais estabelecidas no ambiente de trabalho que contribuem para o clima organizacional desfavorável_
6. Profissionais que estagnam e param de estudar, assim como colaboradores pouco dedicados e acomodados_
7. Mudanças de políticas e metas das Empresas na busca de capital no mercado, principalmente quanto está em crise_
8. Falha em prazos/métodos definidos politicamente.
dbassocia
37 - comentário - 11/06/15 - 16:54:35 - Renilson Andrade - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Muitas empresas já entenderam que a TI é fator principal e parte de um negócio, que o planejamento para qualquer produto ou serviço precisa da TI como centro de decisão.

Mas tantas que não entendem assim veem na TI como um mal necessário.

Então uma empresa sem normas definidas, implantadas e clara em seus objetivos contrata:

Gestor despreparado, forma uma equipe despreparada, não consegue interagir e tratar talentos e valores individuais de cada um, influenciando a ser e estar motivado e fazer entender que o bom resultado depende de sua participação diferencial.

Departamentos disputam entre eles por maior reconhecimento junto ao corpo diretivo e ainda tem disputa interna no próprio departamento.

RH não atuante, existe mas sem normas aplica o que o diretor decide.
Investimento errado.

Falha com disponibilidade e falta de redundância, onde tudo é culpa da TI
38 - comentário - 11/06/15 - 17:25:55 - Marcelo Feijó - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Dos erros que se pode cometer e que pode levar a um processo de demissão, penso que mais fatal para um gerente de projetos, não excluído outros membros da equipe, é negligenciar as expectativas dos clientes, ignorando o poder e influência das pessoas nas organizações. Muitas vezes executamos trabalhos fantásticos, seguindo o que consideramos boas práticas, o processo, o prazo e os padrões de qualidade, mas basta ignorar ou frustrar a expectativa de um stakeholder importante e poderoso para ocorrer uma demissão.
39 - comentário - 11/06/15 - 17:31:23 - Paulo Henrique Rodrigues da Ma - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Um erro comum que leva a esta discussão é todas àqueles comentados, inclusive a entrega deste departamento a diretoria financeira de uma empresa. É o maior erro que se pode cometer. Ainda mais quando a diretoria financeira não tem a visão de que o TI, além de um ma_ necessário, é um provedor de soluções e não um solucionador de problemas, com acontece em muitos empresas.A demissão, quando os bons profissionais por lá passam, é feita por pedido dos próprios,pois, os mesmos têm escrúpulos. Mas, como sabemos, em 95% dos casos, se não há gestão, muito menos ciência dos outros departamentos, o TI vai a deriva.
40 - comentário - 11/06/15 - 17:35:47 - Alex Galho - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Os erros/demissões têm origem e/ou causa. O motorista se acidenta na estrada e uma investigação mais profunda vai confirmar as estatísticas: embriaguez, excesso de horas de trabalho, veículo mal cuidado... em algum desses pontos encontraremos a esmagadora maioria dos acidentes. No trabalho é a mesma coisa. Muitos demissões poderão ser evitados adotando-se algumas precauções com relação às causas típicas de erros. Eis algumas delas:

- O cansaço

- O meter-se em tarefa para a qual não se tem habilitação

- A precipitação ou pressa

- A negligência

- Os vícios e/ou Mal hábitos no trabalho

- A ilusão e/ou Falsa visão de si mesmo

- A confiança exagerada em si e/ou nos outros

- A irritação ou Falta de capacidade de ler as situações

- O excesso de autoconfiança

- A distração

Quando a cabeça não pensa, perde-se o emprego...
GOC
41 - comentário - 11/06/15 - 17:56:59 - Wenderson - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Falta de interesse no business do empregador.
Comodismo
Falta de foco
Estrelismo
Falta de união com a equipe.
Falta do espirito de liderança
Não ter a capacidade de enxergar soluções, somente os problemas.
Falta de Criatividade
Falta de Empenho nos estudos.
Querer inverter suas responsabilidades
_Braço curto_
Fofocas
42 - comentário - 11/06/15 - 18:00:44 - Leonardo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Destaco os principais erros:
a) Não compromisso com a entrega
b) Atendimento ruim ao usuário
c) Falha operacional reiterada
d) Comunicação inadequada
e) Quebra de confiança
43 - comentário - 11/06/15 - 18:23:51 - Eunir Aislan Rodrigues - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

No ramo de varejo, considero o organograma da empresa como o maior problema. Muitas vezes, os gestores se reportam ao Diretor Financeiro e não a um Diretor de TI. Com isso, o resultado é sempre ruim, visto que o Diretor Financeiro está preocupado com o resultado financeiro e não com a performance em geral (exemplo da minha experiência em moda e varejo). Com isso, você precisa trabalhar com equipe reduzida, com orçamento apertado, e acaba não conseguindo entregar o resultado que a empresa espera. Ai, a culpa acaba caindo sempre nas costas do Gerente/Coordenador. Mas posso também considerar, que muitas vezes, a má vontade, falta de qualidade na gestão e atendimento, comportamento, vestimenta, erros de português, comodismo, tudo isso, muitas vezes acaba sendo um motivo para que rescindam o contrato.
44 - comentário - 11/06/15 - 18:47:20 - Raphael Engel - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Em consultoria, os principais fatores para a demissão são:

1 - Falta de conhecimento técnico_
2 - Proatividade com o cliente_
3 - Vontade de conhecer novas ferramentas e ramos de atividades_
4 - Ser mais empreendedor_
5 - Administrar melhor o tempo_
6 - Evitar conflito com superiores quando não conhecem do assunto.
apipesq
45 - comentário - 11/06/15 - 19:21:54 - Leandro M Pereira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

No mundo atual que vivemos, onde as pessoas cada vez mais buscam objetivos individuais e acabam esquecendo dos objetivos coletivos da equipe, achando que se sobressair na parte técnica irá manter seu emprego, no entanto, vejo que cada vez mais as empresas buscam pessoas que somem interpessoalmente, que pensem na equipe, que mantenha o ambiente agradável para se trabalhar. O lado interpessoal de cada pessoa é mais difícil de mudar ao contrário do técnico, que com cursos especializados, você melhora. Então o erro comum que leva a demissão é a falta de interação com o resto da equipe, se isolar, e achar que por ser bom tecnicamente não será demitido. Outros pontos que também colaboram para a demissão são a falta de comprometimento e não entregar os serviços na data solicitada e não justificar o motivo.
46 - comentário - 11/06/15 - 20:02:35 - Leandro Bertanha - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Hoje a principal razão onde acontece os erros e acabam levando a demissão destes profissionais, esta relaciobada a falta de visao de negócio e processos. Cada vez mais jovens são dinamicos e utilizam o conceito de BPM a sério, deixando assim os mais antigos fora das atuais situações de suas empresas.
Com visao de processos fica fácil enxergar o que a empresa precisa e assim solucionar os problemas.
infelizmente a maioria dos proficionais tecnicos puros, não tem esta visão e estão ficam para traz e acabam sendo demitidos.

Dica para eles... Abra a mente para as coisas novas... Não segurem o conhecimento... ensinem... vejam de fato o que sua empresa precisa... mas lwmbre-se... sempre se coloque no lugar do usuario final... pois sao eles, os clientes que pagam nosso salário!

Abs a todos da apinfo2... obrigado pela oportunidade.
47 - comentário - 11/06/15 - 20:44:47 - Alex Soares - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Hoje em dia temos vários motivos que levaram um profissional de TI a demissão, frustações, incentivos, liberdade de criação, estresse entre outros tópicos. Levam profissionais da área perderem empenho em produção e não ter vontade de se especializar. Muitos querem a mudança de empresa e outros não trabalham naquilo que gosta. Mas o que vemos hj é que temos processos e áreas má organizadas, com diversos chefes sem estrutura. Atualmente eu adotei a nova metodologia que é gerenciar meu tempo com atividades e tempo para descanso. Implementei essa metodologia na minha equipe e agora diminui em 80% a taxa de abando e dispensa... Trabalho no modelo Light e o meu nível de produção e da minha equipe so cresce a cada dia.
48 - comentário - 11/06/15 - 21:03:41 - Neander Ferreira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Vamos começar que na área de TI erro gera muita consequência. Bom hoje as demissões não só ocorre com o erro e sim também por afinidade vejo muito isso na area de ti quando a mudança de gerencia isso ocorre muito. Um erro e aceitável umas que se prove que não houve irresponsabilidade na hora de executar o serviço. Falta de bom líder gera erro, falta de uma boa explicação gera erro e a má vontade de executar o serviço com perfeição gera erro.
Pecados
50 - comentário - 11/06/15 - 21:16:50 - Heloisa - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Falta de envolvimento de todas as áreas e comprometimento no levantamento dos requisitos
Gestão de riscos falha
Utilização dos meios de comunicação tecnológicos sem a devida ética e responsabilidade
Não utilização plena das políticas de segurança da informação ou falha ao seguir os processos estipulados
Falta de companherirismo e senso de equipe.
51 - comentário - 11/06/15 - 22:06:28 - Elisa - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Pessoas que não tem a capacidade de se adptar as normas e as pessoas da empresa.
Pessoas que não possuem a humildade de aprendizado e que não colaboram quando as mudanças acontecem.
52 - comentário - 11/06/15 - 22:18:31 - Eduardo Márcio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Tenho visto, que um dos fatos ou o fato que mais leva a demissão na área de TI, é a persistência no erro. Por este motivo, classifico com um bom profissional na área de TI, todo profissional que busca dialogo com outros profissionais de TI e com profissionais de outras áreas, aceitam criticas e novas ideias. Ao descobrir um erro no projeto, consideram um erro da equipe e buscam a solução em equipe e assim, não persistem no erro.
53 - comentário - 12/06/15 - 00:51:58 - Jose Luiz - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Geralmente a dificuldade que o profissional tem em se adaptar a novas maneiras de fazer as coisas.
Pecados
54 - comentário - 12/06/15 - 01:01:20 - Fablicio MS - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Os Maiores Erros comuns que levam a demissão em TI se resume em um só, seria a falta de comprometimento dos profissionais com a empresa!

- Pois isso afeta e prejudica todas as equipes de TI em todos os aspectos, seja da equipe de suporte ao engenheiro de sistemas.

- Falta de comprometimento seja com Horário de Trabalho, EntregaParticipação de Projetos, Trabalho em Equipe.
55 - comentário - 12/06/15 - 01:22:21 - Clayton Passos HeadHunter - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O que vejo nas empresas são profissionais muitas vezes desanimados com excesso de politicas internas.

Desenvolvi métodos de pesquisa de clima onde tenho bons resultados na análise mais profunda e especifica para que o profissional desenvolva sua atividade com 100% de rendimento.

Os empresários preferem dar ouvidos ao chamados leilões de profissionais ao invés de fidelizar o colaborador.

Venho de formações tecnológica com mais de 10 anos em TI, e hoje atuo mais próximo ao RH( seleções, treinamentos, Pesquisa de clima) defendendo uma visão diferenciada que será decisiva para o equilíbrio de custo de vida X qualidade de vida para profissionais de TI.
56 - comentário - 12/06/15 - 06:57:08 - Hsie I Hsuan - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Olá a todos

Acho que o maior erro que levam a demissão de funcionários é a responsabilidade. O funcionário é contratado para resolver o problema, não trazer mais para as empresas. Eu vejo que existem vários funcionários que reclamam por diversos problemas, porém somente aqueles que consideram _colaboradores_ querem realmente ajudar a empresa a crescer e querer manter seu emprego. Pessoas que reclamam temos vários, mas pessoas que querem ajudar são poucos, e esses que eu gosto de manter
57 - comentário - 12/06/15 - 07:39:50 - Maria Cristina Gonçalves - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O erro mais comum que leva à demissão em TI seria a falta de comprometimento do profissional.
Com a flexibilização do horário de trabalho, alguns profissionais tendem a aproveitar da situação e acabam por colocar em risco a entrega de projetos no prazo e compromete todo um trabalho de equipe.
API
58 - comentário - 12/06/15 - 08:00:55 - Luiz Carlos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Cada dia que passa fico mais preocupado com a falta de responsabilidade dos funcionários com os serviços que são prestados.

Não digo só na área de TI, mas em todas as áreas.

Ninguem quer ter responsabilidade, quando tem uma oportunidade para mostrar que é capaz, por causa da preguiça acaba com a qualidade do serviço e com a imagem da empresa.

Está cada dia mais difícil ter um profissional responsável e comprometido.
59 - comentário - 12/06/15 - 08:10:33 - Luciano Nunes - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Muitos reclamam de falta de comprometimento, falta de responsabilidade.

Creio que o maior erro seja ser averso as mudanças.

A TI mudou, está mudando e vai mudar muito. Quem não souber se adaptar bem será um dos primeiros a ser desligado da empresa.

A contrapartida, de oferecer um ambiente minimamente agradável ao funcionário, influencia muito na forma como o profissional trabalha, e afeta diretamente o quesito comprometimento e responsabilidade. Empresas que oferecerem um ambiente agradável (seja com horário flexível ou não, dentre outros mimos modernos), terá um profissional que goste e vista a camisa da empresa.

Mas se o profissional não se adaptar as novidades, sejam elas de tecnologia, de RH ou simples novas normas internas, será um dos primeiros de uma provável lista de corte.
59 - Réplica - 12/06/15 - 09:58:49 - Otávio Siqueira - 191.188.6.****

Concordo com você Luciano, algumas pessoas se apegam a uma determinada tecnologia como se fosse uma religião, não admitem qualquer mudança.

Também não conseguem entender ou acompanhar as mudanças no ambiente de negócios das empresas, na dinâmica de trabalho em equipe e etc.

O que fica cada vez mais claro é que o profissional de TI tem que tirar cabeça de dentro do monitor e olhar mais em volta, para entender as mudanças e adaptar-se a elas.
60 - comentário - 12/06/15 - 08:58:46 - Newton Vieira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que são os mesmos problemas de outras áreas:
1. Falta de vocação.
2. Deficiências técnicas
3. Comprometimento, engajamento, responsabilidade, resiliência, etc. Problemas comportamentais.

1. Tenho profissionais que são menos atualizados tecnologicamente que meu filho. TI que não acredita no produto da TI. Absurdo, comprometedor, limitador de carreira.
2. Tecnicamente há inúuuuuuuuuumeras deficiências. A formação é péssima, e não falo em _branding_ de faculdades, e sim em interesse e profundidade. Aliás, há uma geração formada para ser Diretor de TI, mas que não quer passar pelo Service Desk. Concordo com algumas posições sobre mudanças.
3. o Ponto é clássico em qualquer área.
GOC
61 - comentário - 12/06/15 - 09:01:36 - Wagner Ferreira de Oliveira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Mundo da TI é grande, mais ao mesmo tempo pequeno. Já perdi as contas de quantas pessoas já trabalhei e as encontrei em outra empresa.
Um dos erros mais comuns está ligado ao comportamento e postura dentro do seu ambiente de trabalho, como reclamações, brincadeiras em excesso e outras formas de distração não produtivas. Hoje o analista que você critica e que trabalha com você, pode ser seu chefe amanhã em outra empresa e por já conhecer o seu perfil você já é desclassificado antes da entrevista.
Fique atento para sua postura dentro do cliente de sua empresa.
Mantenha o profissionalismo com uma boa dose de responsabilidade.
O mundo dá voltas e a TI também...rsrs.

abraços
Wagner Oliveira
brothersinvestimentos.com.br
61 - Réplica - 12/06/15 - 09:19:47 - Roberta Sarah - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Concordo plenamente com você. Pois o mundo de TI parece que dá mais voltas que o mundo.
62 - comentário - 12/06/15 - 09:11:22 - Jarlei - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

As razoes, me parecem, sao as mesmas em qq situacao:
1) Nao entender ou perceber o valor do Negocio, o tecnico de TI tem que entender a razao da Empresa, o produto que ela vende, os processos que ele, no papel de tecnico, pode ajudar a Empresa a ganhar_
2) Relacionamento pessoal: este eh um divisor de aguas, eh importante estabelecer estes relacionamentos internos - observe na hora do almoco, quantos vao almocar com pessoas do negocio ?
3) Chefe imediato: Estar proximo e entender as pressoes e perspectivas que o seu chefe passa. As prioridades sao diferentes, e como o responsavel de TI tem demnadas gerencias, os tecnicos precisam estar atentos a estas demandas. Para o tecnico o mais importante eh a customizacao do servidor de Email, para o GErente, eh estar com o servico de email novamente no ar o mais rapido possivel, e ja ter uma estrategia para que ele nao fique indisponivel_
63 - comentário - 12/06/15 - 09:19:00 - Roberta Sarah - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A falta de comprometimento diferenciado e engajamento com metas e cultura da empresa, relações conturbadas, não seguir processos e regras. A impaciência de desenvolver-se, subir degrau em degrau, para obter promoções ( horizontais ou verticais).
Estas questões estão muito relacionadas aos perfis pessoas que estão mudando.
A tecnologia e velocidade das informações com a Internet, inferem diretamente em como os profissionais lidam com as esperas naturais de curva de aprendizagem e desenvolvimento, que não acompanham a velocidade das tecnologias por envolver pessoas.
Assim, a insatisfação e o fato de espalhar este estado de espirito para o restante da equipe, pode também gerar demissões.
Hospitalhd
63 - Réplica - 12/06/15 - 09:33:34 - Ryan - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Existem dois lados da moeda:
A empresa contrata gerentes que não conseguem realizar o um planejamento adequado do projeto e acabam deixando os colaboradores perdidos. Isso é mais comum que se parece.
O profissional também perdendo o foco e principalmente a motivação pelo trabalho e vira uma rotina cíclica.

Hoje tudo mudou, por isso a empresa e o colaborador devem se integrar de forma coesa para não se desgastar com assuntos pequenos.
65 - comentário - 12/06/15 - 09:53:11 - Fabio Cordeiro - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

As relações entre colaborador e empresa estão cada vez mais complexas. As empresas não deixam claro seu objetivo. E os colaboradores não se comunicam o quanto é necessário.

Mais do que conhecimentos técnicos é necessário comunicação.

Quanto mais nos comunicarmos mais teremos informações para as decisões corretas.
66 - comentário - 12/06/15 - 09:59:50 - Henrique Andrade - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Em minha opinião, presume-se ter competências técnicas para atuação em TI. E é nisso que acreditam muitos profissionais, esquecendo-se por completo da outra parte, talvez mais importante, por ser mais difícil de aprender/mudar, que é a parte comportamental. Creio que os profissionais de TI precisam se manter no técniquês, e passar a aprender mais sobre eles mesmos, sobre os outros, e sobre habilidades de inter-relacionamento. Somente a partir daí pode-se ter um profissional completo, que reduz erros comuns, que acabam levando a demissões.
67 - comentário - 12/06/15 - 10:02:44 - João Nelson Pires - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que deva existir um bom relacionamento por parte da empresa e seus colaboradores, e uma excelente comunicação, pois caso contrário fica difícil todo e qualquer processo e alinhamento de idéias. Neste ambiente de TI, exige-se muito dos profissionais e quase nada do empregador, muitas vezes os profissionais não tem os recursos necessários para execução de suas atividades de forma mais ampla em soluções de problemas técnicos, por falta de recursos da empresa.A comunicação deve ser excelente entre as partes envolvidas, para que não ocorram erros ou pelo menos diminuam bastante. Comunicação e alinhamento fundamental.....
dbassocia
68 - comentário - 12/06/15 - 10:09:09 - Paulo Loesch - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A meu ver, não necessariamente nessa ordem:

1. Postura
2. Insubordinação
3. Falta de conhecimento técnico (depende da posição)
4. Pouco comunicativo
5. Fazer leilão para ter aumento
6. Dificuldade em relacionar-se socialmente
7. Intrometer-se onde não deve
8. Excesso de confiança
9. Tentar cuidar da vida dos outros, entre outros....

Att.
69 - comentário - 12/06/15 - 10:19:52 - Marcelo Bittencourt de Oliveir - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acho que um dos principais motivos de demissão em TI é a falta de performance. Quando um funcionário de uma empresa de TI não tem uma boa performance, isso faz com que toda a equipe fique prejudicada, Então na minha opinião esse é o principal motivo de demissão em TI.
70 - comentário - 12/06/15 - 10:24:51 - Wagner Mariano - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Um fator crítico, ao meu ver, é a deficiência de comunicação com as partes interessadas nos projetos em que o profissional atua. Uma comunicação clara de objetivos, de todas as partes, ajudaria no entendimento e na manutenção do foco de atuação.
71 - comentário - 12/06/15 - 10:26:09 - José Roberto Jr. - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Pessoas são demitidas por vários motivos:
- Falta de motivação para realizar as tarefas do dia a dia
- Na tentativa de pular alguns degraus na evolução da carreira, se comprometem com resultados impossíveis de serem atingidos
- Problemas de relacionamento com a equipe ou superiores
E pedem demissão por outros:
- Falta de oportunidades de crescimento profissional dentro da empresa (que nem sempre chegam nas pessoas certas)
- Não darem o devido valor ao seu colaborador (pode ser monetário, ou mesmo respeito)
A questão é apenas uma: as empresas devem procurar perfis de profissionais que as aceitem nas suas atuais condições monetárias e de projeção de crescimento, mostrando onde pretendem chegar à médio/longo prazo com a ajuda deles. Acredito que a sensação de fazer parte de algo maior dando boas condições de trabalho seja um fator muito forte de retenção em qualquer negócio.
GOC
72 - comentário - 12/06/15 - 10:26:40 - Ricardo Aparecido Thomé - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Um dos erros mais comuns é a falta de comprometimento, responsabilidade e postura!
As pessoas querem viver na zona de conforto e não gostam de assumir novos desafios... enfim, tudo muito fácil!!

Esta cada vez mais difícil achar um profissional comprometido com seu trabalho, suas obrigações...

Por isso os bons profissionais devem ser valorizados!!
72 - Réplica - 12/06/15 - 11:48:55 - Fernando Val - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Ricardo,

Não acho que esteja mais ou menos difícil encontrar profissionais comprometidos.

A área de TI sempre foi meio prostituída e lotada de profissionais que trocam de empresa para ganhar mais 10%.

O que está difícil encontra são profissionais que se adaptem à empresa. A grande maioria, dos profissionais da nova geração (digo nova porque eu estou no mercado há mais de 20 anos) quer mudar toda a tecnologia da empresa para aquilo que ele gosta, mesmo que não seja o mais adequado às necessidades do negócio.

E impressionante como vejo desenvolvedores que entram na empresa para trabalhar num projeto onde se usa a linguagem X e depois de 2 semanas na empresa começam a fazer propaganda da linguagem Y que ele usava na empresa anterior e que se o projeto fosse feito nela tudo seria muito mais fácil.
73 - comentário - 12/06/15 - 10:33:05 - Márcio Gonçalves - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Não acredito que a _demissão em TI_ seja um fator que represente um índice alto, pelo contrário, é muito mais fácil encontrar alguém _se demitindo_, mas, pelo que já vivenciei do tema proposto aqui no fórum, a demissão está mais ligada ao vínculo pessoal do profissional do que a parte técnica e científica, pois, a técnica pode ser absorvida e gerada através de treinamentos, porém, a questão emocional de um vínculo não é estabelecida através de intervenções físicas, é algo intangível... ou vc gosta, ou gosta com ressalvas ou não gosta. Um gestor só tem em sua equipe pessoas ao qual ele gosta ou que não representem opiniões divergentes da dele... do contrário ele demite. É estranho trazer este ponto de opinião pessoal a uma discussão que visa opiniões sobre a demissão por fatores técnicos, mas, se o gestor se agrada do profissional, por pior que ele seja, este terá seu emprego garantido.
73 - Réplica - 12/06/15 - 11:42:43 - Fernando Val - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Márcio, você levantou uma questão com a qual concordo, pois é o maior motivo que tenho visto em demissões na área de TI. Gestor que troca o profissional porque não confia porque foi contratado pelo gestor anterior ou porque não diz sim para tudo que ele diz. E é a mais pura verdade que profissionais que concordam com tudo que o gestor diz, mesmo que isso seja mentira, e/ou que são amigo pessoais do gestor são mantidos independente de apresentarem baixo rendimento.
apipesq
74 - comentário - 12/06/15 - 10:33:59 - Artur Martins - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que o excesso de confiança e falta de comprometimento são causas que levam a demissão,
Não ver os problemas pelo angulo do cliente (Interno/Externo) pode gerar uma falha de comunicação e entendimento, provocando demissões.
75 - comentário - 12/06/15 - 10:34:23 - Roberta Ceneviva - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Partindo-se do pressuposto de que hoje as empresas encontram-se em um cenário extremamente competitivo, acredito que é crucial que o profissional contratado alcance os resultados esperados para seu perfil/cargo ou para os quais ele foi designado. Desta forma, em caso contrário, possivelmente ele será substituído por outro.

Além disto, a falta de comprometimento com o trabalho, problemas de relacionamento, insubordinação, também podem levar a demissão deste profissional.
76 - comentário - 12/06/15 - 11:21:20 - Wagner - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Olá pessoal, os que mais vejo são:

- Resistência as mudanças no ambiente de trabalho_
- Excesso de confiança_
- Falta de clareza no entendimento com o cliente_
- Falta de postura ética e profissional.

Abraço
77 - comentário - 12/06/15 - 11:22:01 - Paulo Gomes - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Muitos já destacaram aqui vários motivos pelo qual se demite em TI, a maioria deles comuns a profissionais de todas as áreas (insubordinação, falta de conhecimento técnico, problemas de relacionamento).
Na minha modesta opinião, o grande motivo para demissão em TI é o profissional não compreender o significado que envolve seu trabalho: Confiança.
O profissional de TI deve saber que, acima de tudo, deve ser confiável. Lidamos com informações sigilosas, temos acesso muitas vezes ao íntimo dos usuários, informações totalmente confidenciais e temos uma grande responsabilidade sobre a posse desses dados.
Encontrar alguém confiável e comprometido com as regras de sigilo, discreto e acima de tudo ético é um grande desafio. Esse profissional é mais valioso do que qualquer pseudo-gênio da informática. Edward Snowden que o diga.
dbassocia
78 - comentário - 12/06/15 - 11:35:57 - Fernando Val - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Em minha experiência como gestor, observei que os erros mais comuns que levam a demissão nos setores de TI são: baixa produtividade de profissional, demonstrações constantes de falta de compromisso, teimosia (insubordinação) do profissional em querer aplicar suas preferências em desarmonia com a política/tecnologia escolhida pela empresa, falta de união com o restante da equipe e dificuldade de trabalhar em equipe.

Entretanto os maiores motivos de desligamento de profissionais de TI, em minha vasta experiência, não são ligados a erros dos profissionais. Na verdade, erro pessoal é o que menos leva ao desligamento.

Estatisticamente o que mais leva ao desligamento de profissionais de TI, mesmo que muitos não admitam, se dá pela troca do gestor, que prefere substituir a equipe por profissionais de sua confiança ou com os quais já tenha trabalhado.
79 - comentário - 12/06/15 - 11:48:43 - Humberto - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Na minha opinião são diversos fatores que levam a demissão.
Exemplo:
A falta de respeito com o gestor_
O achar que sabe mais que todos_
Problemas de relacionamento pessoal_
Toda empresa tem superiores de outras áreas que acham que sabem mais que os funcionários da TI_
Falta de resultados_
O Não saber perguntar_
O Não saber ouvir_
A Falta de ética.
E muitos profissionais entram em zona de conforto e não se atualizam ou estudam novas tecnologias.

Volto sempre no assunto, os profissionais de TI necessita de um conselho que regulamenta a profissão.
79 - Réplica - 12/06/15 - 11:57:14 - Fernando Val - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Humberto,

Conselhos não fazem os profissionais e não garantem a qualidade deles. A grande maioria só serve para sugar dinheiro deles.

Existem conselhos de engenharia, enfermagem, medicina, advocacia, etc. e, mesmo assim, o mercado está lotado de maus profissionais nessas áreas.

Sim, concordo com os pontos levantados por você, mas há outro motivo que também leva à demissão que é querer mudar tudo porque aprendeu uma tecnologia nova e quer aplicá-la a qualquer custo no projeto, mesmo que o ganho não justifique. Esse caso se enquadra em insubordinação.
79 - Réplica - 12/06/15 - 12:14:52 - Humberto - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Concordo em parte, mais ainda acho que a criação de um conselho filtra um pouco profissionais. Exemplo profissionais são contratados por adquirirem conhecimentos de forma autodidata e que teoricamente mais baratos, enfim esses profissionais adquirem somente a parte técnica, e não aprendem a lhe dar com negócios, não estão preparados para entrar em uma organização, trabalhar em ambiente coorporativo, e por isso muitas vezes acontece esses problemas que a grande maioria citou.
Hospitalhd
80 - comentário - 12/06/15 - 11:49:18 - Rogério Rosa Ferreira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Na minha opinião, os erros mais comuns que levam a demissão em TI, são gerados quando o profissional perde aquele _interesse_ em trabalhar na empresa.

Quando isso ocorre, ele é acometido de uma grande falta de interesse, que provoca apatia, desânimo, descontentamento, teimosia, insubordinação e o principal, ele se isola de seu time e se torna _solitário_, quando isso acontece, não tem jeito, a demissão torna-se um processo óbvio e justificável.
81 - comentário - 12/06/15 - 11:50:42 - Adauro Nery Pires - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Nessa pequena caminha no mundo de TI entendo que passamos por vários processos de transformação, seja na propriedade tecnológica como nas variáveis tangíveis e intangíveis. Mas entendo que o maior causador é não ser apaixonado pelo que faz. a paixão é o motor propulsor nessa caminha e precisamos sempre ter um tanque cheio para gerar frutos dignos de respeito, com entregar efetivas e eficazes, satisfação profissional e soluções que impressionem nas liderança de alguma forma. Mesmo com a mudança do gestor muitas vezes ele precisa de profissionais comprometidos com os objetivos e metas da organização. Vou balizar minha visão em profissionais competentes e com um nível razoável de amadurecimento. Então minha sugestão é sempre seja um apaixonado pelo conhecimento, ame o que você se propõe a fazer, busque caminho que muitas vezes nos levam a desafios, pessoais, profissionais. Seja Feliz !!!
82 - comentário - 12/06/15 - 12:23:43 - Juliano - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Me desculpe, mas esse é um tipo de pergunta que não tem pé nem cabeça. É a mesma coisa que perguntar, quem é melhor? Maradona ou Pelé?
Enfim, não existem ERROS Comuns, mas sim a questão de Perfil do Profissional x Gestor x Valores e principios (da empresa, do gestor e do profissional)
82 - Réplica - 12/06/15 - 13:46:09 - Rodolfo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Concordo! Mas a questão é interessante. Boa comparação com o assunto futebol x Ídolo, cada um terá o seu e sua opinião... Acho que este questão se respondida pelo Mario Sergio Cortella nos traria um ponto de vista baseado nos princípios e comportamentos. Abraços!
GOC
83 - comentário - 12/06/15 - 13:42:48 - Rodolfo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Atualmente acredito na busca de conhecimento específico de sua área de atuação. A falta de atualização do conhecimento de novos métodos, tecnologias e até mesmo o comportamento podem comprometer o desempenho do profissional e induzir ao erro de achar que se sabe, conhece e executa tudo na sua área de atuação. Um assunto bem complexo para se resumir em uma única opinião.
83 - Réplica - 12/06/15 - 14:03:48 - Edson Monteiro - 200.142.12****

Na minha opinião, os erros mais comuns que levam a demissão em TI, são gerados quando o profissional é contrato apenas com base em um curriculum não na verdadeira experiencia/competência do profissional.
84 - comentário - 12/06/15 - 14:47:15 - Joaquim José Ferreira Martins - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Gostaria de me dirigir especialmente aos que ocupam ou pretendem ocupar cargos de liderança em TI. Todo conhecimento técnico se torna uma base quando se ocupa este tipo de cargo em que você pode ou não construir uma carreira. O que acaba fazendo a diferença é como o profissional blinda sua equipe, como se relaciona com superiores, pares, subordinados, usuários, clientes e como se alinha com o negócio da empresa. Estas questões determinarão seu papel de protagonista na empresa ou sua demissão após um processo de desgaste. O tema é muito longo (por favor entendam que não estou querendo vender livros, até por que não ganho um centavo com isso) e detalho melhor no meu livro CIO Protagonista https://www.saraiva.com.br/cio-protagonista-8177059.html. Obrigado e um abraço à todos.
85 - comentário - 12/06/15 - 15:50:35 - Erick Cardoso - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Posso comentar que os principais pontos de demissão em TI são:

1 - Falta de compromisso com a empresa e equipe_
2 - Falta de respeito em geral_
3 - Falta conhecimento do processo (TI) como um todo_
4 - Insubordinação_
5 - Entrar na Zona de Conforto e não se aprimorar_
6 - Não cumprir com os prazos e objetivos_
7 - O Board das empresas não sabem diferenciar quem troca mouse, com quem é estratégico.
Hospitalhd
86 - comentário - 12/06/15 - 17:52:09 - Rodrigo A Moraes - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Erro Gestão 1: erro no início do processo, contratação, pois é onde se iniciam equívocos: pressa em repor uma posição, solicitação de alocação, novo projeto, etc. Dentro deste simplório cenário, vem o próximo passo, falta de planejamento do gestor em verificar internamente quem poderia suprir a necessidade ao invés de contratar, mas alguns, gostam de equipes numerosas, sem qualidade no trabalho, não interessa, o que importa é ter funcionários pois acham que é sinônimo de poder...dada uma crise, pronto! Demissão! Ok, as vezes é mais fácil contratar do que promover ou transferir.

Erro Gestão 2: diversos profissionais que entrevistei, fazem tudo, sabem tudo, trabalham no final de semana...só até o final da entrevista. Quando começam a trabalhar estão mais preocupados com direitos trabalhistas e não focam no que interessa. Cuidado, apliquem testes, peçam referências, tenham critério!!!
86 - Réplica - 12/06/15 - 22:25:17 - J.Eduardo - 201.83.66.****

Rodrigo, vc está certo, as empresas devem ter cuidado e critério. Isto mesmo apliquem testes exaustivamente, será que conseguem avaliar os mesmos?

Os profissionais também devem estar atentos, diversas empresas tem planos mirabulantes de carreira, que viram pó ao apresentarem os primeiros resultados financeiros.
Diversas empresas efetuam contratações fajutas, sob a fantasia de CLT Flex, cotas ou outros nomes mais pomposos.
87 - comentário - 12/06/15 - 19:51:25 - Caio Feliz - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Todos os funcionários que optei por substituir erravam nos seguintes pontos:

Apatia
Falta de iniciativa
Resistência à mudança
Obrigava-me a realizar microgerenciamento
87 - Réplica - 14/06/15 - 16:30:30 - Flávio - 177.45.214****

Acho que essa é a desculpa fácil, que todo gerente de projetos tem, para dispensar funcionários que não são submissos, que é o que eles prezam, muito mais do que a qualidade da entrega.
Eu costumo me livrar dos que jogam contra o projeto, os que plantam desconfiança no cliente, contrariam as decisões da equipe, ou que querem dar uma de estrelinha e não fazer nada para contribuir.
dbassocia
88 - comentário - 12/06/15 - 22:22:06 - J.Eduardo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Boa parte das empresas, busca atualmente reduzir custos, desta forma deseja contratar profissionais que ainda não possuem a experiência ou os conhecimentos necessários para desempenhar a função, com isto acabam se vendo obrigadas a efetuar a substituição do mesmo, e via de regra acabam por contratar outro com pouca experiência...
Uma outra vertente, é contratar profissionais experientes, mas utilizando a situação em que o mercado de trabalho se apresenta, oferecendo baixa remuneração, desta forma o profissional trabalha sem motivação ou objetivos.
89 - comentário - 12/06/15 - 23:13:22 - Andrea Martins - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O que mais vejo no mercado é a gestão que não sabe obter dos seus profissionais o melhor, ou ainda que não sabem contratar ou contratam às pressas e acabam cometendo erros primários, como não pedir referências acreditando em testes e no curriculum.

Outro grande ponto é o caráter, quanto a isto em nenhuma empresa ou cargo é admissível.

Falta de comprometimento com prazos ou não seguir a metodologia da empresa é um fator agravante onde atuo.

Em resumo, o profissional sendo competente, tendo bom relacionamento com a equipe e o cliente, participativo, dedicado e cumpridor de suas obrigações não deve se preocupar com demissão, pois se assim mesmo for demitido, a recolocação será rápida e garantida.

Para bons profissionais a demissão não é um fantasma, e sim uma alavanca para uma posição melhor e em uma empresa melhor.
90 - comentário - 13/06/15 - 14:54:01 - José Gomes - 201.81.250****

Simples.... +70% de inflação em 10 anos com praticamente nenhuma reposição salarial, logo TI é emprego de criança. Quem chega aos 30 sem se livrar de funções meramente técnicas está praticamente condenado na carreira. Motorista de TAXI em SP está ganhando mais.
91 - comentário - 13/06/15 - 18:43:41 - Kleber Santos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Na minha opinião, a _zona de conforto_ seria um motivo muito forte para demissões na área.
O profissional tanto pode _ficar_ nas _zona de conforto_ por realmente estar acomodado, sem _ver as coisas acontecerem_ ou simplesmente permanecer nessa posição para não ser notado e não virar alvo da _degola_.
O profissional deve buscar o aperfeiçoamento, justamente para não ficar numa situação de _ser dispensável_.
GOC
92 - comentário - 13/06/15 - 20:04:14 - Marco Seixas - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O fato de TI não ser uma profissão regulamentada no Brasil, implica em não haver políticas de cargos e salários, não existe teto salarial, não há exigência quanto ao nível de escolaridade. Consequentemente, qualquer profissional pode exercer um cargo de TI, resultando numa concorrência ingrata entre profissionais novos e mais velhos. Portanto, é fundamental que o profissional de TI busque especializar-se em uma ou mais áreas para não ser substituído por profissionais mais novos e com salários bem mais baixos!
Outro ponto muito importante e que causa muitas demissões em TI é o descumprimento de processos. Evite ao máximo deixar de seguir os processos, pois eles foram elaborados para salvaguardar-nos. Se não concordar com um processo, mande uma sugestão de melhoria para a área de qualidade e aguarde que o mesmo seja modificado. Esta atitude é sempre muito bem vista pelos sueriores.
93 - comentário - 13/06/15 - 21:31:41 - Fabricio De los Santos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

É muito difícil dizer as regras de ouro, em geral a maioria das opiniões aqui e em qualquer matéria de revista falam de um nível de hierarquia gerencial.
Penso que você pode ser demitido por X ou Y dependendo de sua função.
Nos níveis mais técnicos acho que brigar muito com o supervisor pode ser uma dos motivos principais, desrespeitar hierarquias, ser conflitivo, falta de foco, incompetência e não cumprir as metas é suficiente para um cartão vermelho porque o problema se resolve facilmente procurando outro recurso com perfil similar.
Nos níveis gerenciais além de incompetência, falta de compromisso ou desmotivação o maior problema é a falta de habilidade de comunicação, não ser compreendido pela gerencia ou pelos clientes, não ter o profissionalismo e desenvolvimento para manter contentes aos gerentes e ou clientes, alem da comunicação para abaixo em definitiva não ser um bom líder.
94 - comentário - 14/06/15 - 13:08:58 - ADILSON CAETANO MACHADO - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Falta de visão de negócio.
Falta de comprometimento.
Visão de curto prazo.
Falta de resiliência.
Falta proatividade.
Alinhamento estratégico
95 - comentário - 14/06/15 - 17:40:29 - Andre Bonatti - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Não existem regras que se apliquem a todas as empresas, mas em minha opinião são:
Não estar alinhado com as politicas e valores da empresa.
Não estar alinhado com o objetivo da sua área ou departamento, de forma que suas ações reflitam o seu comprometimento.
Não conseguir trabalhar em equipe.
Não ser capaz de gerenciar conflitos.

Acredito que estes itens podem realmente levar a demissão de um colaborador.

Abraços.
apipesq
97 - comentário - 14/06/15 - 22:32:25 - celso lima - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

não existe regra, cada caso é um caso mas em geral a qualificação técnica / especialização é o maior garantidor de empregabilidade. Se vc tiver uma especialidade rara e procurada no mercado, vc terá maior chances de manter-se e maior ganho. O segundo fator é comportamental, não adianta se um bom técnico se não é possivel manter bom relacionamento, trabalhar um equipe, suportar pressões e cobranças e ser resiliente. Seja um bom técnico e uma parceiro gentil, que jogue para o time mas que busque também autonomia, ação e resultados.
98 - comentário - 14/06/15 - 23:26:45 - Fernando Cesar - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Nos dias atuais, cada vez mais é complicado dizer que um ou mais motivos são os mais corretos como motivo de demissão de TI. Acredito, porem que com a atual crise na area e ate mesmo no Brasil, muito e muitos profissionais estão sendo demitidos, com isto a mão de obra fica mais _barata_ e a concorrencia maior. Desta forma, qualquer motivo, qualquer coisa faz com que o profissional que ja estava estabilizado fique proximo ou com o risco de ser demitido. Então em resumo, eu atribuo a concorrencia um dos fatores que levam os profissionais de Ti serem demitidos, independentemente de algum erro ou algo que eles fizeram.
99 - comentário - 15/06/15 - 01:42:47 - marcelo - 191.188.12****

Demissao, ue so existe bico para fazer em TI, uma das poucas profissioes que so se faz a base de bicos, alias projetos de consultoria, porque e feio dizer bico, outra coisa os RH so fazem selecao chocha a base de valor baixo, que resultados vao querer, nos eua salario de programador c++ bom sao de 120 a 160 mil anuais aqui 3000 por mes Pjunto, arquiteto oracle la sao no minimo 140mil anuais aqui tem empresa
100 - comentário - 15/06/15 - 08:17:11 - Edson Pereira da Silva - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

TI como em toda área de suporte ao core business das empresas vive de entregas concretamente efetuadas. Um profissional que não faz entregas dentro de prazos e custos com certeza terá problemas na manutenção de seu emprego. Hoje a maioria das empresas optam por contratações terceirizadas em TI, isto facilita o câmbio de profissionais. Pois é muito simples requisitar à Contratada a substituição do profissional e exigir a continuidade das atividades. A Contratada também não arca com custos de treinamento de um profissional terceirizado o que não cria o problema do retorno de investimento feito no profissional. Muito menos com a possibilidade deste vir a prestar seus serviços no principal concorrente da empresa. Em suma, demitir em TI é fácil, rápido e indolor para as empresas. Para o profissional basta este manter-se atualizado e fazer diariamente o seu melhor e manter um fundo de reserva.
Pecados
101 - comentário - 15/06/15 - 08:42:21 - Gleyber - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Vejo que alguns _chefes_ postam aqui... porém, na minha humilde opinião, qual é a métrica para determinar prazos? Poucos vezes vi aqueles que determinam prazos terem conhecimento do que estão a medir. Falta de conhecimento do ambiente, linguagem, dificuldades, causam prazos impossíveis de serem cumpridos. Para dar prazos é necessário conhecer seu ambiente. E quando isso não acontece... demissão de bons profissionais.
102 - comentário - 15/06/15 - 09:26:59 - Alex Santos Domingos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Dificil determinar os principais fatores que causam demissões na área de TI, falta de qualificação dos profissionais, falta de conhecimento de quem gerencia a equipe de TI que em muitos casos não e da área e não compreende as particularidades da TI. Profissionalismo da área que hoje mesmo com o potencial que tem é muito amadora, dificultante melhores condições de trabalho e melhor visibilidade dentro das companhias. Infelizmente na maioria das empresas TI ainda e visto como um mau necessário e um gasto desnecessário.
103 - comentário - 15/06/15 - 09:32:27 - Leonardo Amorim - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Os erros na grande maioria não é de quem executa e sim de quem manda, ou até mesmo por falta de conhecimento e comprometimento dos mesmo, isso porque quando e dada uma atividade ou uma missão para um colaborador, não e dada a visão do todo, os riscos daquela atividade, aonde ela vai impactar, resumindo temos que trazer os colaboradores para dentro da situação, comprometer de uma forma que a pessoa se sinta importante, independente da atividade a ser executada, sabemos que quando identificamos as melhores habilidades dos nossos colaboradores fica mais fácil qualquer delegação, mas infelizmente na grande maioria essa preocupação não existe, logo fica bem mais fácil queimar um profissional e em conjunto se queimar, Resultado Demissão em massa, pois o resultado mais eficiente e mais eficaz não será alcançado.
104 - comentário - 15/06/15 - 09:49:42 - Ricardo Quezado amaro - 201.86.128****

A falta de comprometimento pode ser encarada como uma das maiores causas de demissão, isso por parte de quem é demitido. Por outro lado, vejo que a falta de preparo dos gerentes e má gestão das empresas é sem dúvida o maior. Empresas bem geridas demitem pouco. Vamos a um exemplo prático: A maioria dos contratos baseados em ponto de função é inviável devido ao baixo valor acertado na assinatura do contrato. Resultado, contratação de profissionais baratos e sem perfil e pressão em cima do Gerente do Projeto que não tem culpa da situação. É mais fácil punir os coitados que trabalham a buscar a verdadeira causa.
Pecados
105 - comentário - 15/06/15 - 10:03:47 - Eduardo A Rodrigues - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A grande maioria dos profissionais contratados conseguem desenvolver suas funções. No entanto, os desafios e demandas frente a complexidade/necessidade de novos projetos evidenciam aqueles que se atualizam profissionalmente, propondo novas soluções/trazendo novas tecnologias contra aqueles que permanecem na zona de conforto. Dessa maneira, quando um profissional já não se adapta aos novos desafios, ele é substituído. Deve haver, nesse cenário, apoio da organização para ajudar o profissional em sua capacitação profissional, mas ficar sentado esperando alguém fazer isso, não vai ajudar, e colocar a culpa na organização, muito menos.
106 - comentário - 15/06/15 - 10:16:25 - Felipe Mina - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Um dos erros principais é que os profissionais de TI, em geral, não se veem como parte do Negócio, não há envolvimento para entendimento das necessidades de Negócios e das áreas clientes. Não há o alinhamento com a cultura da empresa, percebem a notar que não basta simplesmente manter o ambiente disponível, precisam se envolver e ter _algo a mais_, isso hoje em dia é o que cria um diferencial, fazer o básico todos fazem.
Por outro lado, tem as empresas e líderes que não conseguem vender a área de TI como _facilitadora do negócio_ e as mantém apenas como uma _área de solução de problemas_.
107 - comentário - 15/06/15 - 10:31:18 - Alian C. Pazetto - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Na minha opinião os principais erros que levam a demissão em TI não diferem tanto de qualquer outra profissão, dado que envolvem aspectos comportamentais e não unicamente técnicos.

Problemas de conhecimento técnico são relativamente mais fáceis de se resolver do que problemas comportamentais.

Trabalho com TI há mais de 10 anos e até hoje um percentual muito baixo das pessoas com quem trabalhei foram desligadas por falta de conhecimento técnico/funcional.

Muitos dos problemas estão ligados a:
- Falta de comprometimento
- Desmotivação
- Falta de alinhamento com a cultura/valores da empresa
- Problemas de relacionamento entre líder e liderado (comunicação ruim entre ambos, muitas vezes até por problemas do próprio líder).

No meio de TI muitos técnicos bons viram péssimos gestores e essa também é uma grande causa de demissões neste meio.
108 - comentário - 15/06/15 - 10:33:03 - Marcelo - 187.37.63.****

Vamos analisar de uma forma fria, o que é TI no Brasil?
Existem projetos? Existem vagas?
Vamos ser sinceros e criticos, estou nesta area a 17 anos, coisa que me arrepende onde se coloca qualquer pessoa para trabalhar. A minha conclusao e simples, nao existem projetos o que existe e alocaçao de mao de obra SÓ, um projeto nada mais e que uma selecao projetos de 1 mes em que se faz selecao para ir a empresa instalar um banco e fim, ou seja simples alocação e como toda alocaçao o mais baixo valor é aceito na maioiria dos casos, com a lei da terceirizaçao entao vai piorar. O que o bom profissional faz, monta sua locadora de mao de obra e vive, o mal profissional por sua vez nao se qualifica pq e caro e nao e valorizado, resultado demissao, qualquer coisa poe a culpa no profissional, melhor que servir empresas que te pagam pouco e te mandam para _vagas_ em que o cliente te menospresa!
API
109 - comentário - 15/06/15 - 10:38:50 - Edner Lemonte - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado de TI espera que profissionais estejam completamente alinhados com área de negócios. TI tem papel muito importante na estratégia de negócios de qualquer empresa. Profissionais de TI que não estiverem sintonizados com este novo perfil terão dificuldades de se manter ou ocupar novas posições. Do profissional que executa backups ao desenvolvedor, do arquiteto de sistemas ao analista de rede, do estagiário aos níveis gerenciais, estes profissionais devem entender os negócios da empresa, apoiando na solução das dificuldades e principalmente na inovação de modelos de negócios.
110 - comentário - 15/06/15 - 10:41:14 - Franklin Paula - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Durante toda minha carreira na área de TI, vejo três erros principais que levam a demissão de um prof. de TI.

1 - Profissional limitado: Um profissional que se limita a fazer apenas o que sabe ou o que é ordenado. Este profissional não sobrevive em um ambiente dinâmico e concorrido. Vale lembrar que, se este profissional não oferecer algo a mais, tem outros que fazem o que ele faz e muitas outras coisas que agregam valor.

2 - Falta de Compromisso: Este profissional faz levantamentos de requisitos pobres, entrega projetos/produtos ruins e não se preocupa com a imagem (Horário, Roupa, Linguagem e Comportamentos), denigrindo a imagem do time junto ao cliente.

3 - Valorização do Cliente: Muitos profissionais de TI não sabem valorizar o custo que o cliente esta despendendo para ter um projeto implementado e muito menos a visão do que o projeto dará de retorno para o cliente.
111 - comentário - 15/06/15 - 10:55:07 - Mateus Rocha - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A maioria dos erros comuns que levam a demissão em TI estão relacionados em grande parte a:

- Alinhamento com a cultura da empresa:

Parte dos profissionais não se adequam a cultura da empresa. Ex: Necessidade de proximidade com o cliente, horários, natureza do trabalho. Quando a cultura não é assimilada, o profissional dificilmente conseguirá performar na atividade.

- Candidatar-se a um cargo que tem vontade de exercer, mas não possui as competências.

Profissionais que se colocam no mercado buscando perfis que não possuem, mas que querem adquirir. Quando a empresa contrata o profissional para uma atividade, espera que o mesmo possua todos os requisitos para realizar a tarefa. Fazer um _hello word_ não faz de você um desenvolvedor Java. É preciso ser honesto sobre suas competências, solidificar o conhecimento que se deseja adquirir e só depois procurar a oportunidade.
112 - comentário - 15/06/15 - 11:07:43 - Valter Lima - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que todos os profissionais devem sempre esta procurando melhorias, ou seja, certificações, especializações e etc. Sempre temos que dar o nossos melhor e procurar constantemente melhorar profissionalmente, o mundo de TI esta cada dia mais dinâmico, sempre vai surgi novos desafios e quando isso acontecer você deve está pronto atender.
Vejo que também uns dos pontos a ficar atento e sobre o planejamento feio para o projeto, você tendo um bom planejamento não corre os riscos de imprevistos acontecerem durante o projeto, isso principalmente quando você presta serviços para clientes. É fundamental você selecionar profissionais qualificados e que realmente sabem fazer o serviço proposto, vejo muitos casos visando custo, a contratam estagiários e Jr para exercer um serviço que um pleno ou Sr que seria o correto. Não adianta a quantidade e sim a qualidade.
GOC
113 - comentário - 15/06/15 - 11:08:25 - Marcelo Henrique Gonçalves - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Os mesmos erros podem ou não levar a demissão.
São muitas variáveis e não é fácil de definir isso.
Cada empresa tem sua cultura e as vezes times e departamentos se comportam diferentes da empresa.
114 - comentário - 15/06/15 - 11:25:37 - Alexandre Fernandes - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Os erros mais comuns a nível de suporte é a falta de comprometimento e proatividade_ a nível de desenvolvedores é a falta de foco, ou desatenção na execução das tarefas_ a nível de gestores é a falta de controle ou acompanhamento dos indicadores de objetivo.
114 - Réplica - 15/06/15 - 11:31:04 - Marcelo - 187.37.63.****

vamos simular que consultoria tal abre vaga para analista de suporte 1300 reais, programador java /c# 2500 reais e gerente de projeto 6mil PJ, que tipo de profissional vc acha que vai ter?disso ocorre a demissao!
115 - comentário - 15/06/15 - 11:26:43 - Luiz Binoto - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Creio que o erro mais comum esteja ligado com a falta de controle em momentos de stress, neste momento é necessário ter calma e agir com tranquilidade procurando o equilíbrio. Este tema é amplo e existem muitas formas de colocarmos os diversos erros existentes e tidos como comuns.
Hospitalhd
116 - comentário - 15/06/15 - 11:27:31 - CARLOS ALBERTO FERNANDES - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Tenho experiência em atuação em consultorias de TI. Nas consultorias, muitas das demissões ocorrem por incompatibilidade de cargos e salários. O profissional, devido a promoções, dissídios, etc passa a ganhar mais, porém econtinua a executar atividades comuns e não se diferencia dentro do grupo (erro comum) o que o torna alvo fácil numa eventual lista de demissão por qualquer oscilação financeira.
Quanto a execução de projetos, erros comuns que levam a uma má performance dos funcionários e eventuais demissões creio que compreendam: não focar no que o cliente realmente necessita (não ouvir o cliente, não priorizar com o cliente, não ter relacionamento), não estar alinhado com o negócio (entregar algo que não tem valor, seguir um caminho puramente de TI e não de ferramenta para solução de necessidades de negócio).
Abraços a todos !!!
117 - comentário - 15/06/15 - 11:35:27 - Margarete Bispo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Erros tem muitos, mas os mais comuns são:
Violar normas e políticas da organização_
Quebra de sigilo em projetos ou informações_
Utilização de internet em excesso fora do interesse profissional_
Envio de e-mails indevidos a toda corporação por engano ou não_
Falta de atenção na execução de tarefas de alto impacto.
118 - comentário - 15/06/15 - 11:41:58 - Vanildo Reche - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Alguns profissionais de hoje, depois de um certo tempo de empresa, se sentem tão necessários e insubstituíveis que começam, quebrando normas internas, abuso de internet, atrasos, não respeitam o superiores entre outros.
Se acomodam e não tem nenhuma pró-atividade em melhoria da empresa, ficam aguardando uma ordem, sem isso ficam o dia todo oscioso.
118 - Réplica - 15/06/15 - 15:57:08 - Thiago Rosa de Oliveira, - 186.231.59****

Pura verdade, ja vi muito disso.
dbassocia
119 - comentário - 15/06/15 - 11:50:50 - Flávio - 200.166.20****

O erro mais comum, que leva a demissão em TI, é, como em qualquer outra área, a falta de submissão, que é o que a maioria dos chefes buscam.
Outro ponto, é ser identificado como uma ameaça para a chefia direta, seja por competência, amizades, ou qualquer outro motivo.
Portanto ser um funcionário submisso, que não ameace a posição do chefe, é a maior garantia de emprego, seja em TI, como em qualquer área.
120 - comentário - 15/06/15 - 12:10:11 - Fábio Ascoli - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Na minha opinião, os principais motivos que levam a demissão de um profissional são:

1. A falta de compromisso com prazos e metas_
2. A repetição de erros em entregas de software (bugs por falta de testes básicos)_
3. Problemas de relacionamento com pares e, principalmente, clientes internos/externos_
4. Falta de respeito a hierarquia_

Logicamente isso varia de empresa para empresa, mas em maior escala esses são os erros com maior índice de demissão na área de TI.
121 - comentário - 15/06/15 - 13:51:09 - Everton - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Entendo que o erro que leva a demissão é a falta de comprometimento com suas atividades, não entregando seus trabalhos no prazo acordado.
122 - comentário - 15/06/15 - 13:56:32 - Michel Lewin - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Dentro de TI temos cargos técnicos e outros nem tantos e os motivos que geram demissão não são os mesmos.
No perfil técnico o que mais gera demissão é a falta de compromisso (atrasos e faltas) e baixo conhecimento técnico
Para os perfis de gestão a principal causa de demissão é relacionado a problema de relacionamento, seja com chefia, clientes ou pares.
Causas secundárias são relacionadas a falta de foco no trabalho ou postura inadequada no ambiente que está inserido.
GOC
123 - comentário - 15/06/15 - 14:34:47 - Raquel Oliveira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Podemos dizer que não somente em TI mas em todas as áreas. Falta de comprometimento, qualidade no trabalho realizado, individualismo, onde a pessoa terminou as suas atividades e não se dispõe a ajudar a equipe, comportamento, postura, e hoje com o avanço da tecnologia e facilidade de acesso, utilização indevida de celulares, jogos, aplicativos e redes sociais no período de trabalho de forma a até tirá-lo de seus afazeres. Fatores existem diversos, mas cito esses tendo como uns dos principais.
124 - comentário - 15/06/15 - 15:50:02 - Danilo Aspeni, PMP - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Entendo que as causas de uma demissão de alguém da área de TI não são muito diferentes das de outras áreas. Ao longo da minha carreira, as causas que mais presenciei foram, nessa ordem:
1 - ausência de algumas competências comportamentais_
2 - desalinho entre os objetivos da empresa para com aquele profissional e os objetivos do próprio profissional para com sua carreira_
3 - ausência de algumas competências técnicas_
4 - baixa responsabilidade, comprometimento e/ou motivação por causas diversas.
5 - erros (geralmente mais de 1) que causam prejuízo notório, seja financeiro ou de imagem para a empresa, e que geralmente são causados por um dos ou pela combinação dos quatro motivos acima citados.
125 - comentário - 15/06/15 - 16:45:48 - Ederson Garcia - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que os erros mais comuns que levam a demissão são:
1-) Falta de comprometimento com prazos e qualidade_
2-) Falta de comportamento adequado frente a situações do dia-a-dia com colegas e clientes.
126 - comentário - 15/06/15 - 16:54:55 - MARCELO - 187.37.63.****

falta de comprometimento
mentir
tomar as ideis dos outros como se fossem para si e nao dar continuidade
irresponsabilidade ou falsa responsabilidade
prejudicar os outros para se safar de seus erros
ser falso perante seu trabalho e seus colegas
apipesq
127 - comentário - 15/06/15 - 17:49:35 - Andrey Gonçalves dos Santos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Por ser uma área estratégica da empresa, o profissional de TI sempre estará em evidência e, por este motivo, os menores erros levarão à demissão.

Poderia citar uma lista enorme de erros, mas seria redundante com as demais áreas e até óbvio demais. Deficiência técnica ASSUMIDA não é motivo porque estes profissionais eu encaminho para o treinamento adequado. O que não têm como perdoar, no mundo atual de TI:

1) Assumir a responsabilidade de executar uma tarefa que não conhece, apenas para não admitir sua deficiência_

2) Não cumprir prazos_

3) Falta de comunicação no tratamento de problemas (deixar o problema se agravar)_

4) Resistência (ou preguiça) em se reciclar_

5) Criar subterfúgios técnicos que não fazem parte do padrão adotado pela equipe, apenas para criar uma garantia de emprego.

6) Entrega de produto de má qualidade (a informação precisa é imprescindível).
128 - comentário - 15/06/15 - 20:06:41 - Renato Peixoto - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Olá pessoal.

No meu ponto de vista, a área de TI é uma área muito dinâmica, e que não permitem erros, pois erros sempre geram custos indevidos e estragos que dependendo podem ser irreversíveis.

E um dos erros mais comuns e banais, é quando a pessoa perde o foco da importância de seu trabalho, pois por mais que seja simples a atividade, ela deve ser levada com o máximo de seriedade.

Num geral é sempre assim que acontece, inclusive com os profissionais seniores, esse tipo de erro acontece em todos os níveis.

Por isso digo, valorize e dê o máximo de atenção em suas atividades, e logicamente não deixe de estar se atualizando.

Abraços a todos.
129 - comentário - 15/06/15 - 21:39:52 - Denilson - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A falta de comprometimento gera demissão em qualquer área da companhia.
Apesar dos erros em TI, em algumas vezes, gerarem consequências graves, acho que esse não é fator decisivo.
Acredito que na maioria das vezes o desgaste nas relações pessoais, e a falta de sintonia entre as pessoas do grupo de TI, e, principalmente, a má gestão, deflagra a insatisfação entre as pessoas, que culmina a demissão.
O nível da gestão em TI tem melhorado muito nos últimos anos, porém ainda existem muitos gestores, que se baseiam em conceitos dos antigos chefes, colaborando muito com a perda de motivação dos colaboradores. Além do que muitos gestores não têm a habilidade de lidar com diferentes pessoas e diferentes personalidades e idéias, e nessa situação, os que não tem a mesma forma de pensar do gestor tendem a ser desligados.
130 - comentário - 16/06/15 - 08:32:32 - Rodimilson - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Na minha opinião, segue em ordem os principais fatores, sendo bastante objetivo:

1) Falta de caráter ou
2) Falta de ética ou
3) Falta de profissionalismo ou
4) Falta de capacitação tecnológica.

Cada tópico acima desencadeia uma série de fatores que os amigos já estão comentando neste forum.
dbassocia
131 - comentário - 16/06/15 - 08:34:20 - Jorge - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Ego inflado de Supervisores, Gerentes e Diretores. Sem falar na incapacidade de desenvolver-se como pessoa e principalmente como líder. Isso significa que mesmo sendo um bom colaborador, você está sujeito a ser dispensado pois a arrogância dessas pessoas não permite que outros sejam o foco da atenção.
132 - comentário - 16/06/15 - 08:42:25 - Roberto - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Via de regra a falta de conhecimento sobre as novas tendencias tecnologicas para a evolução do ambiente central de processamento de dados, bem como, não estar sintonizado com as melhorias que o mercado veem demonstrando, para hardware, software e principalmente para TI Verde.
133 - comentário - 16/06/15 - 08:53:57 - Gilson da Silva - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Bom dia!
Não minha opinião a carreira de IT é muito conturbada, assuntos evoluindo o tempo todo, e poucas são as empresas que investem em treinamento dos seus profissionais de IT. Geralmente cabe ao IT separar parte dos ganhos para investimento em certificações e curso. Eu acho injusto o profissional bancar esses gastos, uma vez que tudo que é produzido com suas ideias e talento são retidos pela própria empresa que trabalha.
Por fim, também acredito que há uma certa desvalorização do profissional de IT, muitas empresas estão focadas em automação e terceirização, mas esquecem que quem veste a camisa, quem resolve, são seus ativos e geralmente pessoas que se importam e buscam gerar resultados, mas raramente são reconhecidas, porque o IT infelizmente é um profissional de _bastidor_, como dizem, somos lembrados apenas no problema, nunca quando a coisas esta fluindo bem.
134 - comentário - 16/06/15 - 08:54:38 - Ricardo Gavioli, PMP - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Para mim falta de preparo ou capacitação são erros da empresa e não do profissional.
Os erros que podem causar demissão para mim são os realmente pessoais: problema de caráter, omissão, etc.
Hospitalhd
135 - comentário - 16/06/15 - 08:57:39 - Fábio Palma - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

De fato temos N fatores que levam um profissional a sua demissão, sinto falta de um comprometimento no geral, horário de trabalho, capacitação técnica, interesse em conhecer melhor o negócio/necessidade da Empresa, vestir a camisa e ajudar o próximo.

A busca pelo crescimento profissional, carreira e maiores salários mexem com o caráter das pessoas, com isso o objetivo coletivo (da empresa) é deixado de lado e passamos a ter objetivos/metas individuais.

Abraços!
136 - comentário - 16/06/15 - 08:58:22 - Saulo Consalter - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Os profissionais de TI costumam ter ótimo conhecimento técnico e raramente são demitidos por causa disso. Baseado nos últimos desligamentos que fiz eles sempre ocorreram vinculados a uma falha nas habilidades de relacionamento.
Estamos acostumados a tratar o profissional de TI como a figura estereotipada de um gênio tecnológico com falta de habilidades sociais, e com exceção de algumas áreas, esse profissional vai precisar se desenvolver socialmente.
Falha em entender a dinâmica de uma reunião, falar na hora que deveria ouvir, não ter o discurso alinhado ao da gestão, se descontrolar emocionalmente, passar a informação sem clareza e com insegurança geram desentendimentos e conflitos, é o que tem levado profissionais de TI a serem demitidos. O profissional deve fazer uma reavaliação e ter paciência para adquirir essas habilidades fundamentais onde elas faltarem.
136 - Réplica - 16/06/15 - 09:49:22 - Rafael Castellar das Neves - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Concordo contigo, Saulo! Tenho visto isso com uma frequência cada vez maior. Eu acrescentaria a isso a dificuldade ou ausência de comprometimento com as atividades do dia a dia. Não estou falando apenas do resultado final, mas de tudo aquilo que direciona ao resultado final, seja do projeto, da área...
Mesmo em situações em que as equipes são (deveriam ser) auto-organizadas, com conhecimento e entendimento comum das necessidades, que levam a decisões comum e acordadas das atividades e alvos.
Não sei qual a causa, listo algumas que me parecem possíveis, mas a dificuldade em lidar com isso é grande, pois corrompe e atrapalha:
- berço (educação que vem de casa mesmo - valores)_
- carreira (estar ou não fazendo o que gosta, o que tem interesse e sonhos de realizações)_
- comodidade.

Mas para mim, todas levam ao que você falou: a atitude!
__s
137 - comentário - 16/06/15 - 09:28:16 - Fábio Trimarco - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Ao meu ver existem três pontos que podem levar a demissão de um funcionário, são eles:
-Conhecimento
-Comportamento
-Relacionamento
Quando 1 dos três acima deixa a desejar o gestor deve iniciar um trabalho junto ao funcionário para entender o que está ocorrendo e tentar ajudar o funcionário a crescer no ponto de deficiência, só depois desta tentativa deve se levar em consideração a demissão.
Já na área da TI, hoje em dia tenho verificado que a maioria das demissões ocorrem pelo mau comportamento do funcionário, em muitos casos faltas excessivas sem explicação, não comprimento das obrigações e falta de foco no objetivo do seu trabalho.
GOC
138 - comentário - 16/06/15 - 09:50:27 - Alexandre - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O comportamento determina o sucesso ou o fracasso de um profissional, na área de TI não é diferente, muitas vezes a falta de posicionamento ou de pro atividade coloca em cheque todo conhecimento e qualificações de um profissional. A função motivacional de uma empresa também está vinculada com o insucesso de muitos profissionais que por sua vez acabam deixando se levar por uma onda profunda de má conduta e procrastinação.
Fuja sempre da zona de conforto, pois ela poderá leva-lo a demissão, muitas vezes quando encontramos uma zona em que somos os melhores, por mais conhecimento ou certificações técnicas que possamos ter, precisamos sempre estar contribuindo para uma melhoria continua e com isso, fazer parte do amadurecimento da área de TI da corporação.
Lembrando que a honestidade, respeito e equilíbrio são as bases para uma relação saudável entre a empresa e seus colaboradores.
139 - comentário - 16/06/15 - 09:52:05 - Adriano Pelaquim - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sou gestor de TI há 15 anos e, não obstante à minha formação técnica, considero as relações humanas preponderantes para liderar uma área tão estratégica para as empresas neste novo milênio. Haja vista que, por mais avançado que esteja o contexto tecnológico, os resultados somente são alçados através das pessoas. Elas são a matéria-prima mais importante. Portanto, tenho um perfil de atuação que prevalece o desenvolvimento de pessoas, a crença nas fortalezas do ser-humano e o respeito às limitações. Assim, constatei ao longo de minha jornada, que os erros mais frequentes pelos quais fui obrigado a desligar um colaborado estavam muito mais relacionados à questões comportamentais do que técnicas, destacando-se: a falta de criatividade, o relacionamento pessoal de baixa qualidade, o não cumprimento de regras, o melindre e a inversão da ordem natural das conquistas: 1º-Ser, 2º-Fazer, 3º-Ter.
140 - comentário - 16/06/15 - 09:55:12 - mateusleite@bol.com.br - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Mateus Leite,

Eu Trabalhei na área de TI mais de 20 anos e vi algumas coisas que levam
alguns funcionários a serem demitidos ao meu ver.

1ª delas é a falta de conhecimento e/ou interesse em se aprofundar na ferramenta
que o profissional utiliza, digo o um bom dominio. É comum ver analistas que
utilizam uma determida ferramenta e não aprofundam no conhecimento, sempre
no básico. 2ª é quando o funcionário acha, que porque ele fica todos os dias até altas horas,
ele tem o direito de chegar a hora que ele bem entende na CIA. 3ª a falta de interesse em aprender uma ferramenta nova, nos devemos acompanhar a evolução seja ela nos S.O´s, sejam nos clientes ou nas linguagens de programação, etc... 4ª o bom relacionamento hoje em dia á muito importante, principalmente na área de TI, prestar um bom suporte/atendimento ao usuário manter seu emprego.
141 - comentário - 16/06/15 - 09:57:31 - Marco Lofredo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A área de TI de uma empresa deve sempre estar atenta as demandas da mesma, isto é, para onde a empresa deve caminhar conforme suas estratégias.
Muitas vezes a falta de sincronismo e visão entre a área de TI e as estratégias faz com que esta área em específico reme ao contrário se tornando mais um gasto do que uma iniciativa de projetos eficazes. A falta de _Governança_ e visão estratégica faz com que muitos profissionais sejam afastados da empresa por não saberem onde estão navegando e seus subordinados sem saber a que caminho seguir em seu trabalho na empresa.
Para finalizar a área de TI deve sempre estar alinhada aos objetivos da empresa bem como as suas mudanças e impactos que vão gerar nesta área como um todo. O profissional deve traçar estratégias e trabalhar a equipe,a infraestrutura e serviços de suporte adequados bem como saber suas novas necessidades.
Hospitalhd
142 - comentário - 16/06/15 - 10:08:45 - Ana Lucia Pegetti - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Bom dia a todos os Colegas! Agradeço a oportunidade de participação neste fórum.
Creio que, de forma geral, o colega Fabio Trimarco foi bastante assertivo em relação aos principais erros que levam às demissões em TI: falta de conhecimento técnico do funcionário,comportamento (que segundo estatísticas corresponde a 70% dos motivos das demissões) e relacionamento interpessoal. Acrescento a estes, também, a falta de capacitação dos Gestores em liderança, ética, resolução de conflitos e facilitação, conduzindo suas equipes ao sucesso do projeto. Creio ser importante ressaltar que quando se tem uma equipe improdutiva, a responsabilidade é do Gestor e muitas demissões realizadas são equivocadas e realizadas por profissionais incapacitados para exercer gestão. Erro da pessoa e erro da empresa em não desenvolver seus funcionários.
143 - comentário - 16/06/15 - 10:16:18 - Thiago Padovani de Carvalho - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Concordo com os comentários dos participantes do fórum. Como gestor, a maior dificuldade é gerenciar aspectos comportamentais. Atualmente estamos sendo desafiados a lidar com as gerações X, Y e Z. A agitação e ansiedade dessas gerações acabam esbarrando em conflitos como falta de comprometimento, responsabilidade, insubordinação e, por muitas vezes, dificuldade em trabalhar em equipe. Limitações técnicas são fáceis de serem identificadas e ajustadas em conjunto com o integrante, mas quanto existem desvios comportamentais a atuação é mais limitada e, como na sua maioria são recorrentes, optamos pela substituição do recurso. O melhor caminho é o equilíbrio e a busca constante de feed back que garantam a evolução continua.
144 - comentário - 16/06/15 - 10:34:08 - LUIZ GERMANO - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Agradeço a oportunidade de participar deste fórum.
Faço gestão de TI e projetos há 16 anos e, como foi comentado, efetivei poucas demissões por deficiência técnica.
CONTRATAÇÕES SÃO FEITAS COM BASE TÉCNICA MAS, DEMISSÕES SÃO FEITAS COM BASE EMOCIONAL.
Minha avaliação destes 16 anos é que o principal erro comum que leva à demissão é a falta de flexibilidade e adaptabilidade as diferentes culturas entre empresas. Há profissionais de excelência técnica, bem sucedidos em empresas anteriores que acabam adotando os padrões comportamentais destas empresas passadas. Quando entram em uma nova empresa não tem a preocupação de observar ou se adaptar a este novo ambiente, e, mantem o mesmo comportamento que aprenderam nas empresas anteriores. Este erro pode ser fatal porque implica na incapacidade de integrar e interagir em equipes.
145 - comentário - 16/06/15 - 10:57:49 - Ivana Loureiro - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Hoje estamos vivendo uma fase onde não há respeito entre profissionais, muitos acham que por serem tecnicamente ótimos, não precisam de ter gerencias em suas atividades, querem chegar e começar a fazer suas atividades a hora que acham convenientes a eles profissionais e não ao cronograma do projeto. Devemos respeitar sim nossos colegas, sejam lideres ou liderados, devemos seguir os processos e metodologia seja ela qual for, para que no final apresentarmos uma presteza no serviço com excelência e qualidade naquilo que iremos entregar, seja um sistema, um site ou uma montagem de equipamento.
dbassocia
146 - comentário - 16/06/15 - 11:20:18 - Sérgio Luiz Bortolo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Saudações a todos e agradeço a oportunidade de participar deste fórum.

Tenho 20 anos de experiência em gestão de TI, trabalhando em várias áreas. Resumindo minhas conclusões:
- habilidade técnica não é problema: geralmente os funcionários de TI tem ótimo nível de conhecimento. Mesmo que não tenham um nível tão bom, isto pode ser resolvido facilmente com acompanhamento, Coaching, etc.
- comportamento e relacionamento: isto é um problema. os profissionais, em sua maior parte, focam esforços em ter conhecimento técnico, deixando de lado a boa postura social, o trato com colegas e usuários, observação às regras da empresa e do trabalho.
- Gestores mau preparados: alguns gestores agem como _O CHEFE_. Não querem evoluir e optam por demitir antes de se aprofundarem no problema.
148 - comentário - 16/06/15 - 11:46:19 - Rafael Fernando Messias Pinto - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Falta de comprometido com o objetivo/resultado em projetos.
Falhas em estimativas de trabalho de forma recorrente.
Falta de pró-atividade para atualização de conhecimento e evolução tecnológica.
149 - comentário - 16/06/15 - 12:06:38 - Eduardo Santos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Primeiro de tudo gostaria de agradecer o convite deste portal que tanto ajudou e ajuda os profissionais de TI. Sobre mim, Sou Analista de Sistemas com especialização em Gerência de Projetos pelo PMI. Tenho 12 de experiência na área de Desenvolvimento de Sistemas atuando com VB6, Oracle, DB2, JAVA, COBOL e Coordenação de Equipe. Um grande erro em comum que levam a demissões na área de TI, são Gerentes de Projetos ou Gestores da Informação despreparados, sem a menor experiência em TI e que querem sempre dar a palavra final sem muitas das vezes ouvir a sua equipe técnica. Exemplos: Quando há a proposição de um Projeto em TI, muitas vezes reuniões entre GP_s e Gestores de Informação que definem tudo e até estipulam cronogramas sem ao menos alinharem com a equipe técnica. Isso gera um cronograma falho, pressão, nível de stress alto e por fim demissões. O assunto é logo, mas este é um dos.
150 - comentário - 16/06/15 - 12:34:25 - Autair A Barbosa Tieghi - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que o maior erro está em:
- relacionamento
- comprometimento/dedicação
- falta de preparo gerencial
- falta de coragem para divulgar que cronogramas, na maioria das vezes, são irreais.
GOC
152 - comentário - 16/06/15 - 13:11:30 - Iuri Sampaio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

As relações e habilidades interpessoais, tais como atitude, persistência, auto-motivação e principalmente a sabedoria na comunicação são grandes obstáculos na carreira profissional.

Não menos importante, está a ciência do saber gerenciar as diferenças entre o real e o planejado, para que estejam senão iguais, muito próximos.
154 - comentário - 16/06/15 - 13:23:41 - Donizete Sobreira GPTI - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Trabalhei de forma direta com os altos escalões da FORD, VOLKS, GRADIENTE, LAFARGE BRASIL (Cimento Mauá, Gypsum, Cimento Campeão, Britabras, Concrebras, etc). Formação em Eng. Elétrica/Eletrônica autodidata, Eng. de Sistemas da Informação autodidata, Eng. Aeronáutica autodidata, Bacharel em Administração, Pós Graduação Internacional em Gerenciamento de Projetos em Tecnologia da Informação. É Impossível especificar ou nomear erros comuns que levam a demissão ou o desmonte de um Setor / Depto de T.I., pois não são alguns, são milhares de problemas, erros e tomadas de decisões que levam o caos a T.I. Vamos citar algumas das causas_
1) Má formação dos profissionais 2) Desconhecimento das DISCIPLINAS de Gerenciamento de Projetos 3) BUDGET insuficiente a todos recursos necessários, 4) Diretorias sem comprometimento, 5) Gerenciamento incompetente e 6) Visão da realidade de T.I.distorcida.
155 - comentário - 16/06/15 - 13:26:35 - Gabriel Vieira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Prezados, bom dia!

Acredito que os erros mais comuns que levam a demissão como muitos já mencionaram são:

- Falta de compremetimento
- Pontualidade
- Relacionamento com pares e superiores
- Comunicação (item muito exigido em equipe que utilizam metodologia Àgil)
- Qualidade nos entregáveis

O perfil do profisisonal de TI evoluiu, não é mais a pessoa que fica no PC o dia inteiro e se comunica por e-mail. As empresas e equipes querem mais atividade, comunicação, além claro de um ótimo trabalho.

Abraços a todos!

Gabriel Vieira
157 - comentário - 16/06/15 - 14:17:42 - André Menezes - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Boa tarde Senhores!

Tenho observado diversos colegas que passam por esta situação e observo que os erros mais comuns para demissões são:

- Falta de atenção, pessoas que fazem o serviço sem dar a devida atenção, apenas para acabar logo.
- Mau relacionamento com clientes, quando não compreendemos e aceitamos o limite dos clientes e não os atendemos como deve ser.
- Falta de interesse, não saber uma coisa é até aceitável pois ninguém nasce sabendo, o que não pode é não saber e não tentar buscar saber, ficar apenas no _não sei, deixa eu ver se alguém sabe_, é importante pesquisar!
- Preguiça, fazer algo mais rápido e _meia boca_ só por fazer ao invés de fazer _como deve ser feito_
- Falta de se atualizar, como a informática esta sempre evoluindo, nossos conhecimentos também precisam acompanhar.
- Falta de proatividade, afinal SEMPRE tem alguém olhando!

Abraços

André Menezes
apipesq
158 - comentário - 16/06/15 - 14:51:53 - JMarques - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Li alguns comentários e acredito que todos acabam completando bem o cenário para o debate :?erros comuns que levam a demissão em TI?.
Acredito que seja importante complementar a questão de um erro comumente praticado que é: contratação de perfil inadequado à vaga.
Muitos selecionadores, entrevistadores, recrutadores, diretores, gerentes e agentes de contratação, normalmente não contratam corretamente de acordo com os vários itens a serem verificados e equacionados, além do comportamental e técnico do candidato. Uma boa contratação deve partir de uma análise bastante complexa sobre o ambiente que está contratando e a partir dai estabelecer o perfil do candidato a ser selecionado, o que normalmente não ocorre de maneira adequada pelas experiências que tive contratando. Compreendo a dificuldade da questão que não é somente da TI. É de todas as áreas de uma empresa.
158 - Réplica - 16/06/15 - 18:31:43 - Rafael de Lucca - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Concordo com seu ponto vista. Tenho 17 anos de experiencia com TI (contando 5 com computação gráfica). Nos últimos anos passei por grandes e pequenas empresas. Empresas de TI e empresas de outros ramos. O que aconteceu foi que as empresas de TI estão preparadas e entendem as agruras do dia-a-dia de TI, enquanto as empresas de outros segmentos que contratam a TI não compreendem o processo evolutivo da TI e, sendo assim, demitem e contratam erroneamente. Parece brincadeira, mas não é: em uma das empresas presenciei claramente a "história da formiguinha". Empresas (não de TI) gastando milhares e milhares de dolares erroneamente, com alvo desfocado. E acabam culpando as formigas analistas, engenheiros, administradores...
História da formiguinha trabalhadora: https://www.informatico.pt/898/a-actualidade-da-historia-da-formiga-trabalhadora/
159 - comentário - 16/06/15 - 18:26:19 - Roberto - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Motivos de Demissão, nessa ordem:

- Falta de Comprometimento / Responsabilidade do profissional_
- Falta de visão do todo (e desinteresse nessa visão)_
- Falta de profissionalismo (não saber se portar na empresa: comunicação, vestimenta, horários)_
- Falta de pró-atividade e interesse nos problemas e tarefas próprias e adjacentes_
- Contratação errada, com foco no salário e não no perfil do profissional_
- Ignorância total da alta direção sobre o que é TI_
- Erro de priorização de budget, economizando em ferramentas de produtividade e treinamentos_
- _Atolamento_ de atividades nos profissionais de TI, levando-os a fazer as tarefas com má qualidade_
- Insuficiência técnica do profissional_
160 - comentário - 16/06/15 - 19:12:21 - José Roberto Chaurais - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Um erro comum que tenho visto muito: pessoas que entraram na área apenas ou porque acharam que teriam ganhos altos, ledo engano, ou porque não tem perfil algum para a área, programaram algo em casa, fizeram faculdade, mas não tem a menor aptidão para a área, normalmente são mandados embora quando a empresa toma consciência desta falta no profissional.
A outra mais comum e com certeza a mais falha que muitas vezes te haver com a primeira: recrutamento de profissionais de maneira errada e equivocada, a falta de conhecimento do profissional de RH para contratar e mesmo dos chefes, gerente e diretores das empresas são a causa da maior do turn-over de profissionais da área de TI, tanto por demissão voluntária como demissão por parte das empresas.
Pecados
161 - comentário - 16/06/15 - 19:52:03 - Rodrigo de Oliveira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Concordo com os amigos abaixo.
Outro comum e rotineira, são assiduidade, hoje está difícil de conseguir analistas comprometidos.
Também não podemos esquecer o nível técnico, pois na minha humilde visão em TI não existe a palavra eu acho, um técnico que passa respeito e tudo que um cliente precisar na hora do suporte, ou seja falar coisas do tipo_
Talvez dê certo_
Eu não sei não mas acho que vai funcionar_
Levando em consideração uma Central de Serviços o nível técnico é fundamental, o analista tem que ter a humildade de falar que não sabe, já vi muitos analistas ser mandado embora devido a mentira, passa no processo seletivo, mas na hora de atuar não é nada daquilo que foi dito lá trás.
162 - comentário - 16/06/15 - 20:23:17 - Josmar Peixe - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Trabalho com projetos e o cenário que mais presencio é a falta de alinhamento. Projetos que demandam tempo e dinheiro que acabam indo para o buraco na hora de entrega por muitas vezes, por informações nem tão relevantes. Porém, com o tempo esgotado, não tem mais como se planejar ou remediar. Obviamente que essa _conta_ é cobrada e, tem sido o motivo mais frequente da área em que trabalho.
163 - comentário - 16/06/15 - 22:54:24 - fernando conceição - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Na minha opinião atualmente um dos fatores que mais determinam a demissão de colaboradores em T.I. é a falta de qualidade e de comprometimento das pessoas com o trabalho a ser realizado. Não somente a assiduidade ou a extensão do horário de trabalho, mas principalmente o cumprimento dos prazos e padrão de qualidade esperados pela gestão de projetos.
O profissional que eu quero ter na minha equipe é aquele que não faz horas adicionais mas que entrega seus artefatos com qualidade no prazo alinhado no inicio do projeto ou antes do inicio da atividade. Para este profissional pode não estar no holofote, mas certamente terá a preferência da imensa maioria dos gestores para tê-lo na sua equipe
164 - comentário - 16/06/15 - 23:41:01 - Felipe - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Na minha opinião são vários fatores. Primeiro um mercado altamente prostituído, hoje em dia qualquer um que instala um windows já acha que é programador, analista ou administrador de redes. Dessa forma está cheio de gente sendo contratada por baixos salários (isso também é em grande parte culpa das empresas) mas com grandes responsabilidades. Além disso, acredito que a área de TI é muito diferente das demais áreas de mercado e dessa forma deveria ser tratada de forma diferente também, com horários diferenciados, voltada a projetos e não o profissional ser obrigado a cumprir horários. Um outro grande problema, a meu ver, é a ineficiência das empresas em pontuar produtividade, as empresas brasileiras não sabem se seu colaborador é produtivo ou não, o que importa para elas é cumprir horários, entregar projetos (mesmo que mal feitos e cheio de problemas), não reclamar, e por aí vai....
Pecados
165 - comentário - 17/06/15 - 07:53:34 - Lorival Bublitz Junior - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A postura profissional com certeza é um dos principais fatores,onde se inclui comprometimento, reponsabilidade, disposição e vontade de evoluir.
Acredito que tecnicamente um profissional pode ser facilmente trabalhado, desde que tenha uma base mínima e comprometimento.
Já em níveis de gestão, a falta de interação com o negócio pode ser um agravante, existem muitos gestores que olham tanto para dentro da TI que muitas vezes não percebem onde podem contribuir para o negócio, e ainda ocorre o grande equivico de que um bom gestor em TI precisa ter base técnica, ajuda, mas na maioria dos casos você acaba com um bom analista e cria um péssimo gestor, cujo principal papel numa TI é o desenvolvimento de uma equipe de qualidade.
165 - Réplica - 17/06/15 - 10:04:16 - Christiano Oliveira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Concordo totalmente Lorival.

Trabalho com TI a 18 anos, nos últimos 10 na média e alta direção, e neste tempo todos os problemas que tive, onde se fez necessário a demissão do profissional, foram relativos a postura e não ao conhecimento técnico.

Arrisco dizer que um profissional que saiba ouvir e fazer as perguntas certas, pode ocupar qualquer posição que desejar - desde que seu comportamento e atitudes sejam profissionais - no momento em que a pessoa pensa como "individuo" e não como "empresa" para tomar suas decisões e se posicionar, ele esta perdendo pontos e certamente estará fadado a não evolução ou pior, ao desemprego.
166 - comentário - 17/06/15 - 09:29:30 - Antônio Carlos Araújo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Pesquisas sinalizam que aproximadamente 70% dos casos de insucessos dos projetos que envolvem as implementações de softwares integrados, estão diretamente relacionados à não observância de um ou mais dos seguintes aspectos:
? 18% estratégia e cultura organizacional
? 24% análise prévia das necessidades das organizações
? 10% apoio da alta administração para implementação do projeto
? 25% usuários envolvidos e capacitados para a implementação
? 15% ausência de visão integrada do negócio
? 8% infraestrutura de hardware e software
Independentemente do projeto ou aplicativo envolvido, é fundamental que se considere os três aspectos, ou seja, o tecnológico, os processos do negócio e as pessoas envolvidas e interessadas.
Há uma grande possibilidade que quando um Gestor de TI não considera o equilíbrio destes três aspectos, os resultados de sua atuação passam a ser questionados.
168 - comentário - 17/06/15 - 09:54:15 - Fabiano Negreiros - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Olá atuo em TI há mais de 19 anos e com a experiência profissional adquirida ao longo dos anos, percebo que principalmente os mais jovens têm muitas expectativas quando iniciam suas carreiras, não expectativas factíveis, mas ideais que são vendidos à eles como o ideal num mercado de trabalho, eles então encantam-se com um _Mundo Cor de Rosa_ e acabam se frustrando com a realidade as vezes _preto e branco_, essa frustração leva o jovem à perder interesse e seu rendimento, levando ao desligamento das corporações. Em meu blog recém criado Blog do Negreiros (blogdonegreiros.blogspot.com) cito essa questão em um artigo chamado _Mundo Cor de Rosa_ e em outros artigos falo de mais características da geração Y que em alguns casos são fatores que corroboram para uma eventual demissão.
API
169 - comentário - 17/06/15 - 10:02:45 - Daniel Beltrami - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Eu concordo com o comentário do Sr. Lorival:
_A postura profissional com certeza é um dos principais fatores, onde se inclui comprometimento, reponsabilidade, disposição e vontade de evoluir._.

Nós sabemos que esse assunto é muito mais complexo e existem diversas situações que podem causar a demissão de um colaborador:

- Falta de foco no cliente
- Gestor incompetente ou inseguro
- Empresa sem investimentos necessários para prosperar
- Situação econômica do país

Tem uma frase que um dos meu diretores que acho muito pertinente:
_Nós temos que ter foco no nosso cliente, ajudando-o nas questões de TI, pois nem sempre o nosso cliente sabe o que quer. Cabe a nós prover a melhor solução possível, levando em consideração Budget e Prazo_.

Cliente feliz = novos projetos!

Abraços
170 - comentário - 17/06/15 - 10:03:22 - Alexandre Soares - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Focando no tema do debate, entendo que a falta de visão sistêmica e negócios por parte do profissional de TI acaba por levar a demissão do mesmo. Este erro já vêm sendo trabalhado, tanto que hoje já temos o profissional _Analista de Negócios_, seja êle na pessoa exclusiva do analista ou suas funções incorporadas por outro profissional qualquer de TI ( hoje até mesmo por profissionais de outras áreas ).

Outro ponto a ser avaliado são as novas tecnologias, pois ao mesmo tempo que temos de estar _antenados_ no novos conceitos, temos q
170 - Réplica - 17/06/15 - 10:07:03 - Alexandre Soares - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Perdão, faltou concluir o pensamento rsrs "... temos que ponderar sobre a aplicabilidade do mesmo na necessidade da empresa e confiabilidade da solução. vemos muitos profissionais indicando uma solução simplesmente por ser novidade e pela aparente solução "mágica" que o novo aplicativo diz que faz, sem avaliar a relação custo x beneficio para sua empresa"
171 - comentário - 17/06/15 - 10:06:48 - Eduardo Souza - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Posso falar sobre a área de Desenvolvimento de Software , que é a que atuo. Acredito que as demissões e o insucesso nesta área estão envolvidos em grande parte a várias pessoas que procuram se tornar _consultores_ , _programadores_ , etc e não tem aptidão vocacional para exercer estas funções. Uma grande quantidade e pessoas são atraídas para estas funções única e exclusivamente vislumbrando um ótimo salário, mas não possuem o perfil vocacional correto para exercer estas atividades. Visam única e exclusivamente o benefício dos rendimentos acima da média quando comparados as demais profissões , mas não se atentam as exigências que o mercado faz as pessoas deste setor, como comprometimento, constante atualização e reciclagem de conhecimento, lidar com pressão e com prazos apertados, etc.
GOC
172 - comentário - 17/06/15 - 10:14:00 - Tales Caviquioli - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Infelizmente a questão financeira é o 1° item avaliado pelos novos interessados em ingressar na área de TI e as universidades não tem interesse em passar o cenário real de um ambiente de TI.
Acima de mais nada a pessoa deve ser um apaixonado pela operação da companhia e pela a operação do departamento de TI, sinto que muitos profissionais não tem a real ideia da importância que exercem, não tem o real senso de urgência necessário para suprir a crescente demanda das empresas pelos serviços de TI, há uma busca frenética pelo rápido crescimento profissional sem ter executado nada, sem criar valor algum, sinto que alguns profissionais creem que só o fato de existir os faz merecer uma promoção. Cadê o resultado? Essa situação cria funcionários frustrados e apáticos, para mim não há nada pior do que apatia, creio que questões técnicas são fáceis de adquirir mas a capacidade comportamental não
173 - comentário - 17/06/15 - 10:17:29 - Sérgio Moura - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Olá pessoal, concordo plenamente com todas as situações envolvidas, estou no mercado de TI há 31 anos e percebo que um dos principais fatores que levam o profissional de TI a demissão, além é claro de todo o conhecimento técnico e experiência que o profissional exige, é a _FALTA DE INTUIÇÃO PROFISSIONAL_ e _APOIO DA ALTA ADMINISTRAÇÃO_, acreditar que o profissional realmente faz a diferença, desde que tenha a liberdade de conduzir o processo e que seja consultado nos momentos importantes de tomada de decisão. O LÍDER CARISMÁTICO consegue facilmente motivar sua equipe e fazer com que os projetos que envolvam a área de TI, focado é claro para o Desenvolvimento da Empresa, aconteça de maneira mais tranquila e homogênea. Exitem vários fatores que influência a decisão da Alta Administração, é difícil numerar.
174 - comentário - 17/06/15 - 10:33:04 - Dagmar Nakamura - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1. Postura
Sem comprometimento,so faz o necessário e não se envolve.

2.Zona de conforto
Braço curto,aquele que já sabe tudo na empresa...

3.Absenteismo e Presenteismo
Pessoas q faltam muito ou quando estão, se dedicam a atividades fora do trabalho...

4.Resistencia a mudanças... Isso não vai dar certo...

5.Trabalho em equipe e dificulfade de relacionamento.

6.Falta de competencia técnica
175 - comentário - 17/06/15 - 10:39:14 - Ricardo Souza - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Posso afirmar que boa parte das demissões em TI são relacionadas a falta de planejamento.
As empresas e gestores devem planejar e gerir bem os recursos sejam eles financeiros ou humanos. Existem N ferramentas de gerenciamento de projetos que auxiliam a gestão de recursos, com base nestas ferramentas certamente será mais fácil tomar decisões.
Porém este cenário que citei anteriormente é surreal, poucas empresas trabalham desta forma. E são justamente estas que tanto demitem profissionais, sejam de TI ou não.
Hospitalhd
176 - comentário - 17/06/15 - 10:45:57 - FLAVIO INACIO - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Segue o meu ponto de vista abaixo_

Outsourse TI: Prometem tudo para pegar ter um acúmulo de clientes, após isto não dão o foco acordado no contrato e não atendem o contratado. Após não cumprir o contratado acaba perdendo o cliente e tendo o resultado abaixo_


Resumo: Vários analistas, técnicos, DBA e desenvolvedores desempregados

Causa:

- Falta de foco no cliente
- Gestores sem experiência técnica ou inseguros
- Empresa sem investimentos necessários para prosperar, visando somente acumular inúmeros clientes, não pensando em qualidade e sim quantidade.
177 - comentário - 17/06/15 - 10:52:48 - Leandro Barreto - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Os principais _erros_, por assim dizer, são os já elencados aqui.
1. Falta de comprometimento_
2. Zona de conforto_
3. Resistencia a mudanças_ etc.
Mas também penso que a empresa tem sua parcela de culpa pois, quando algo não está bem com algum funcionário, acredito que a empresa deveria entender as necessidade do funcionário antes de levá-lo ao desligamento (salvo em crises econômicas).
Quando não há interessa da empresa, às vezes o funcionário nem sabe que está fazendo algo de errado (talvez seja apenas sua personalidade, que o RH não viu). Há muitas personalidades em questão, até mesmo porque ninguém é igual a ninguém. Cabe a empresa pensar se está disposta a pagar outra pessoa para substituir e respeitar sua curva de aprendizado ou tentar investir mais no funcionário que esteja descontente com a empresa_ às vezes, o problema dele, pode ser o mesmo de muitas outras pessoas.
178 - comentário - 17/06/15 - 11:09:32 - Milton Nunes de Oliveira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Não há uma preocupação com o profissional, coloca-se um analista para fazer gestão, não se contrata gestores de tecnologia, o analista atua para resolver os problemas dos clientes e o gestor dar condições para o analista realizar o seu trabalho. Nas empresas tem profissionais de mesmo cargo com diferença salarial muito grande. Não adianta apenas visar o lucro, tem que investir em qualidade, dar condições de trabalho, treinar, certificar ajudando o profissional, que muitas vezes atira para qualquer lado em busca de mais dinheiro. O profissional de TI tem que conhecer praticamente todo o universo de TI, ter inúmeras certificações, trabalhar muito para ter o devido reconhecimento. Poucas profissões no mercado tem que estudar, se atualizar tanto como o profissional de tecnologia, e com pouco apoio empresarial, muito pouco incentivo, muito do que ganha acaba gastando com qualificação.
179 - comentário - 17/06/15 - 11:29:03 - Flavia M. Teles - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que os motivos que levam a demissão em TI não são exatamente _erros_ como a pergunta induz, mas sim, atitudes, ou melhor, a falta destas. Tenho me deparado com profissionais saindo das universidades cada vez mais despreparados, nem tanto tecnicamente, mas sim no que diz respeito ao comportamento e visão ampla do funcionamento de uma empresa, o que, dificulta e muito até mesmo o processo de contratação.
Na contramão dos que estão chegando ao mercado de trabalho, por vezes encontramos colaboradores não comprometidos, com pouca habilidade interpessoal e alto índice de absenteísmo e no meu ponto de vista, estes são fatores determinantes para uma demissão.
Acredito que questões técnicas são sempre contornáveis e cabe ao gestor avaliar no perfil daquele profissional, se o investimento é válido ou não.
dbassocia
180 - comentário - 17/06/15 - 11:37:39 - Diego Mendonça - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Bom dia

Como alguns já disseram também acredito que o mais ocasiona demissões, não somente em TI, são as atitudes do profissional. A falta de profissionalismo, de ética, o comprometimento com os interesses da empresa, a proatividade são valores muito mais observados e valorizados nas empresas hoje.O conhecimento técnico é algo secundário e erros são normais no processo de aprendizado. Isso é uma questão previsível para os gestores, observando a capacidade técnica de cada profissional e sabendo utiliza-lo da maneira correta.
181 - comentário - 17/06/15 - 11:44:03 - Gil - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Atualmente vejo que muitas pessoas mentem para conseguir entrar em determinada posição, dizendo que sabe tecnicamente e se questionado se a pessoa tem a famosa pró-atividade, ela afirma categoricamente que sim, mas na prática, quando precisamos do conhecimento técnico e da pró-atividade, a pessoa não tem. Pró-atividade é fundamental num mundo tão dinâmico como é a TI, e em minha opinião é isto que falta nos profissionais de TI.
Outro ponto muito delicado é a comunicação. Geralmente profissionais de TI não tem uma comunicação clara e objetiva, e isso causa problemas, principalmente dentro de Projetos complexos.
182 - comentário - 17/06/15 - 11:45:48 - Gabriel Molina - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Olá à todos!

Além do comportamento e relacionamento, hoje um dos fatores mais importantes, não somente na área, mas em qualquer iniciativa, é o comprometimento com tempo, custo e qualidade. Qualquer equação final de um projeto na qual não seja atingida, tempo, custo e qualidade, ainda mais em tempos de crise, cortes e redução de custo, pode ser fatal.

Para qualquer profissional da área, seu papel é extremamente importante no processo. NÃO se comprometam com tempo, custo e prazo que não possam entregar.

Um abraço e Sucesso!
183 - comentário - 17/06/15 - 11:48:21 - Sebastião Pereira Filho - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Concordo com o Fabiano Negreiros. É exatamente o que acontece. O jovem entra cheio de expectativas e ao frustrar-se, perde o interesse e seu rendimento cai assustadoramente e com isso vem a demissão.
GOC
183 - Réplica - 18/06/15 - 11:03:11 - Fernando Cruz - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sebastião, todo jovem se frustra em um grau maior ou menor quando ingressa no mercado de trabalho. É inevitável, pois as realidades da vida começar a se mostrar e é tudo muito duro, difícil. O que está acontecendo, aparentemente, é que essa nova geração não está muito preparada para essas decepções, pois acredita que o sucesso virá de forma rápida e sem maiores sacrifícios. Por outro lado, essas novas gerações estão trazendo uma postura mais realista quanto ao relacionamento funcionário/empresa. Enquanto o pessoal da geração X "vestia a camisa" sob qualquer condição, esse novos profissionais da geração Y, e os Millenials, já acreditam que é necessário haver um equilíbrio real entre a força de trabalho que é oferecida e o retorno que a empresa oferece. Isso é interessante.
184 - comentário - 17/06/15 - 12:09:51 - Samuel Lara - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Um dos erros mais comum que levam a demissão em TI é o comportamento, ou seja, temos um grande choque de gerações X e Y nas empresas.
Estamos acostumados com a geração X que são mais comprometidas com a empresa, não pensam somente em seu crescimento, contra a geração Y que é mais criativa entretanto está mais comprometida com o seu crescimento do que o da empresa. Dessa forma há a necessidade de gerenciar essas gerações de forma a estimula-las no que elas tem de melhor.
O importante é que os gestores possuam a sensibilidade de colocar os profissionais conforme seu perfil comportamental na área correta, pois técnicas podemos ensinar, mas comportamento é algo da personalidade, o que é mais difícil de ensinar. E na minha opinião é um dos maiores motivos de demissão em TI.
185 - comentário - 17/06/15 - 13:09:22 - Lindomar - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A geração X está sendo muita desvalorizada pelos empresários e automaticamente absorvendo a geração Y sem informações e sem experiencia (mas graças a terceirização maldita)
185 - Réplica - 17/06/15 - 14:16:50 - Clécio - 189.29.196****

Com certeza! Gostei do comentário.
apipesq
185 - Réplica - 17/06/15 - 19:51:50 - Marcos - 186.237.11****

Bela observação, Gostei
186 - comentário - 17/06/15 - 13:24:47 - Luiz Gimenez - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O principal problema está relacionado ao comportamento de alguns profissionais. Tenho percebido que existem lacunas não preenchidas, durante a fase de maturidade profissional e que impactam no dia-a-dia. Vejo bons técnicos que se tornaram líderes, mas não estavam preparados para o desafio da liderança e o que fatalmente ocorre, é que a empresa perde um bom técnico e ganha um péssimo gestor e isso geralmente é motivo para uma rescisão.
Outro ponto, é a ausência de uma visão estratégica, ou seja, o espaçamento entre o operacional e o tático, pode gerar um afastamento das decisões do negócio, fazendo com que a TI, fique a _reboque_ e não tenha o seu espaço reconhecido como estratégico.
187 - comentário - 17/06/15 - 14:59:15 - Alexandre Di Monaco Borges - 189.83.248****

Na verdade, os gestores (cuja maior habilidade é o relacionamento), possuem a ilusão de que um ótimo profissional de TI também agirá e pensará como eles. Porém, todo gênio é excêntrico. Não gostamos de fazer da forma rápida ou quebrar galhos ou puxar saco de cliente. Gostamos de fazer da forma correta. E este conflito de valores, a longo prazo, acaba dando no que dá. O cara que manja é mandado embora e o idiota do gestor fica.
187 - Réplica - 18/06/15 - 10:53:40 - Fernando Cruz - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Alexandre, a base de qualquer relacionamento é o respeito. Portanto, se você inicia o trabalho em algum lugar onde você não respeita a liderança do seu gestor, você deve imediatamente começar a buscar outra colocação, antes que aconteça o que você descreveu. Ou seja, você deve buscar desenvolver o seu trabalho onde você terá outros ótimos profissionais ao seu lado. O relacionamento com os clientes finais é essencial, pois são eles que pagam a conta. Quem deve definir se o gestor é "idiota" (procure não usar mais este termo) são os outros profissionais que exercem a função para isso (avaliar), ou pelo superior imediato na hierarquia da empresa. O mercado de Ti é vasto, carente de bons profissionais. Se você se julga um deles, vá em busca de uma vaga onde seu talento será reconhecido.
dbassocia
188 - comentário - 17/06/15 - 16:27:04 - Moroni Roriz - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Minha visão neste caso é que as empresas não sabem como tratar os funcionários. Em busca cada dia mais de metas esquecem que estão lidando com pessoas e pessoas tem sentimentos, problemas pessoais e de saúde.
Os funcionários viraram números e com isso os gestores tem cada dia menos tempo de observar, orientar, ajudar e gerir seus subordinados e com isso vira esse ciclo vicioso.
Trocar nem sempre é a melhor solução e muito menos a mais barata, precisamos olhar mais para cada funcionário que na na verdade são nossos _parceiros_ na busca do melhor para a empresa e automaticamente para nós profissionais.
Recentemente fui demitido de uma empresa depois de ajudar a criar a área de negócios e colocar todos os projetos em ordem e a justificativa foi _custos_. Sei que fiz um excelente trabalho, pois era reconhecido por todos os clientes internos e externos.
188 - Réplica - 18/06/15 - 10:44:29 - Fernando Cruz - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Moroni, a maré está mudando. Devegar, mas está mudando. Portanto, empresas que tem essa postura que você descreveu tendem a não ter sucesso por muito tempo, pois os profissionais, principalmente os que estão chegando no mercado, não estão aceitando tão diretamente posturas pouco éticas. A questão do "vestir a camisa" está sendo questionada e as empresas também estão sendo cobradas para fazer a sua parte: o reconhecimento real de quem apresenta resultados.
189 - comentário - 17/06/15 - 16:42:34 - Fernando Fornazieri - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Independente da nível hierárquico, o profissional de TI é um prestador de serviços, seja para os clientes internos ou externos e precisamos nos portar como prestadores. Desta forma conseguimos interagir e entender o que as áreas de negócios realmente precisam, somente com esta postura poderemos ganhar o sonhado prestigio e valorização, mais do que digna para profissionais que estudam muito para ter o conhecimento que tem. Mas precisamos sair do mundo fechado, onde a área de TI é quase intocável e partir para a parceria com as áreas de negócios. Outro erro comum na nossa área é atender exatamente o que o cliente pede, sendo ou não a melhor opção, quando as vezes o cliente precisa de sugestão de soluções que realmente farão progresso com o seu negócio. Ou seja, precisamos dar alternativas aos projetos/solicitações dosclientes.
190 - comentário - 17/06/15 - 17:02:54 - Sérgio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Profissionais excêntricos que não tem humildade e que não trabalham em equipe são os primeiros candidatos a disponibilizar seus cargos nas empresas, depois vem os aduladores, os oportunistas, profissionais paraquedistas que migraram para a área de TI mais sem formação técnica, depois vem os desmotivados, os reclamadores, os _sem experiência_ ou _com muita experiência_ e por último vai realmente o bom profissional que apesar de tudo tem que ser dispensado para corte de gastos.
Por isso para mantem seu emprego seja humilde, respeite a opinião alheia, mantenha-se atualizado tecnicamente, seja proativo mesmo que isso cause um desconforto para alguém, mantenha uma boa politica de vizinhança as vezes atender um cliente interno sem chamado não mata ninguém, se constrói amizades mais mata estatísticas, por isso informe seu chefe. Seja um bom observador e proponha mudanças. E não fique velho.
Hospitalhd
191 - comentário - 17/06/15 - 17:36:03 - Anônimo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Um erro comum é não está atento às mudanças no alto escalão da empresa. Não acreditem na famigerada frase: _Nada vai mudar. Tudo vai continuar como era antes_. Este é o recado que vai mudar e pode ser para pior. E se você for um bom profissional e aliado ao seu superior e este for substituído por outro, vindo de fora da organização, tenha certeza de que há grandes chances de você ser demitido por simplesmente ter a _genêtica_ que existia antes. Infelizmente, nos dias de hoje, só existem predadores, oportunistas que querem fazer carreira na empresa, trazer o time deles e na primeira oportunidade vão, todos, embora.
192 - comentário - 17/06/15 - 17:44:21 - Marcelo Cunha - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Gestores ruins geram profissionais ruins, os gestores por sua vez tendem a se manter no cargo devido ao grupo de membros do mesmo nível hierárquico na empresa. Se o profissional se destaca e é pro-ativo, acaba gerando desconforto para o seu gestor e na sua grande maioria é demitido. isso acaba atraindo profissionais júnior ou mesmo sem experiência para ocupar a vaga gerada, o gestor não se destaca e não coloca o seu posto em evidência. Com essa filosofia os erros são comuns e o profissional qualificado acaba sendo penalizado com a demissão.
192 - Réplica - 18/06/15 - 10:33:19 - Fernando Cruz - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Olá Marcelo. Qualquer empresa séria busca evitar esse tipo de comportamento, que é nocivo tanto para ela mesma e também para todos os profissionais envolvidos. As equipes precisam funcionar em sintonia, assim todos crescem e ajudam a empresa a se desenvolver. De fato, essa prática de colocar funcionários sem a devida qualificação para resolver problemas complexos é o ponto que mais gera frustração para todas as parte envolvidas, principalmente o cliente. E o resultado é que "a corda sempre arrebenta do lado mais fraco", ocorrendo as demissões.
193 - comentário - 17/06/15 - 22:11:12 - PMP - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Falta de comprometimento com o cliente
GOC
193 - Réplica - 18/06/15 - 00:50:42 - MARCELO - 187.37.63.****

mas quem tem que ter comprometimento com o cliente é dono da consultoria!
193 - Réplica - 18/06/15 - 10:48:27 - Antonio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Concordo com o comentário de "PMP" e discordo do comentário de "MARCELO": qualquer funcionário representa sua empresa perante o público, não apenas no momento da consultoria, mas em qualquer outra situação. Como em qualquer outro tipo de grupo, Marcelo, deve funcionar, sempre, o espírito de equipe (dono e funcionários trabalhando juntos) e a responsabilidade do profissional em saber que está se pronunciando em nome da empresa para a qual trabalha. Esse comportamento individualista do profissional brasileiro compromete negativamente com a forma pela qual sua empresa é percebida pelo mercado.
194 - comentário - 18/06/15 - 10:34:25 - Ivan Iglesias Ramalho - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Aos membros, vi alguns dos comentários e em meu ponto de vista o que mais se leva a demissão na área de TI, são algumas, mas as principais elenco abaixo:
-Falta de atualização. Nossa área requer um constante aprimoramento do conhecimento, pois vive a ser modificado, porém, técnicas ditas como antigas ainda fazem-se necessárias devido ao fato de serem necessárias em questões de otimização de processos_
-Falta do conhecimento de processos: O profissional de TI sempre foca em inovações tecnológicas, sendo que muitas vezes soluções de fluxo de processo podem resolver a necessidade do cliente_
-Procura dourar a pilula: Afirmação mais usada do que teclado hoje em dia, porém é um fato. Foque no que foi estabelecido, valide junto ao cliente se realmente essa nova necessidade é válida, caso detecte outra, comunique de forma clara ao seu gestor e apresente uma solução, pois o executivo gosta.
195 - comentário - 18/06/15 - 10:43:17 - José Luciano - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Os erros mais comuns que vejo relacionados a demissão no ambiente de TI são 4:

1 - Falta de comprometimento e alinhamento com negócio_

2 - Comodismo , principalmente para profissionais com mais de 3 anos de casa (Não estou generalizando)_

3 - Falta de foco nas tarefas executadas, faltas excessivas_

4 - Renovação do conhecimento : Muitos profissionais simplesmente deixam de buscar novos conhecimentos e acabam ficando com conhecimento obsoleto_

Conclusão: Com isso concluo que se os profissionais de hoje desejem manter seus empregos devem sempre aprimorar seus conhecimentos , manter o foco alinhado com o negócio e evitar a todo custo cair na rotina buscando sempre inovar em seu ambiente de trabalho.
Hospitalhd
196 - comentário - 18/06/15 - 10:44:55 - Leonardo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Olha, já vi de tudo em TI, brincadeira em demasia dentro do cliente, falta de comprometimento com o projeto com impactos no cliente e na equipe, problemas interpessoais entre a figura do GP e o profissional, entre o profissional e o cliente, enfim, já vi até todos os casos ao mesmo tempo.

Mas nada supera o fato da falta de aprimoramento, a área de TI é como a área médica, quem não se atualiza fica pra traz, existem varias maneiras de se atacar um problema e para se ter um leque de ferramentas a mão, somente se especializando. Trabalho com pessoas que dizem estar farta do trabalho, e que não querem reaprender, maneiras novas de se atacar um problema.
Isso gera, insatisfação por parte do profissional, porque ta sempre dando manutenção na mesma coisa, onera o cliente com manutenções desnecessárias, e acaba contagiando a equipe, enfim a palavra é falta de profissionalismo.
196 - Réplica - 18/06/15 - 11:34:03 - Fernando Cruz - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Perfeito, Leonardo. Isso acontece em qualquer área de conhecimento. O aprimoramento constante é uma necessidade essencial, e isso é responsabilidade do próprio profissional, em sua maior parte. A empresa deve ajudar, de alguma forma, sempre que possível. E, acima de tudo, reconhecer e orientar o profissional na utilização dos conhecimentos adquiridos. As fórmulas para que todos estejam minimamente bem, empresas, funcionários e clientes, são amplamente conhecidas. Só precisamos ter mais seriedade na aplicação dessas fórmulas.
197 - comentário - 18/06/15 - 10:47:00 - Erika Azibeiro - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Olá queridos colegas,
Considero muito pertinente todas as colocações até aqui.
Adiciono que também parte das demissões de nossos profissionais, tem relação a qualidade da gestão. Muitas vezes como liderança não buscamos ferramentas e nosso próprio desenvolvimento no contexto humano e relacional, para saber promover um ambiente motivacional adequado para elas crescerem e desbravarem. Não aplicamos o desafio para a pessoa certa, não acompanhamos a evolução, não respeitamos o tempo de maturação e por vezes expomos profissionais excelentes ao fracasso e frustração.
Tenho balizado minhas decisões neste eixo, e visto resultados sensacionais.
Nossa tendência _tecnera_ e agora a nova onda de sermos também excelentes gestores financeiros e orçamentários, pode se tornar um vilão que nos afasta da sensibilidade de lidar com pessoas e investir nos talentos. E o assunto e vai longe.. abs, :)
198 - comentário - 18/06/15 - 10:53:23 - Mauricio Boro - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que o erro mais comum ainda seja o cumprimento do horário, fui muito mais advertido por horário que por meta, ainda que pense da maneira inversa. Minha experiência mostrar que os gestores controlam o horário como uma representação de interesse e comprometimento com as metas acima do próprio resultado. Cansei de ver exemplos de pessoas que chegavam 10h, 11h e davam o sangue na empresa e pessoas que chegavam religiosamente as 9h que passavam o dia sem produzir uma linha de código.
dbassocia
199 - comentário - 18/06/15 - 10:57:44 - Antonio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A falta de profissionalismo do pessoal da área de TI devido a várias razões:
- formação acadêmica mal-feita (seja pelas faculdades de quinta categoria espalhadas por aí, seja pela falta de comprometimento do aluno em se dedicar seriamente aos estudos)_
- não apresentar nenhuma formação profissional adequada: aquele técnico _doméstico_ que aprendeu em casa, por pura curiosidade e conta com o _poderoso Google_ para esclarecer suas dúvidas. Esse profissional JAMAIS deveria ser contratato como profissional de TI, mas infelizmente não é isso o que acontece em nosso mercado_
- baixa remuneração, o que leva as empresas a contratar de forma preferencial, pseudo-profissionais com a característica citada acima (arcando com as péssimas consequências que se seguirão)_
- demissões não são causadas apenas por péssimos profissionais, mas também por péssimas escolhas (ganância) das empresas.
199 - Réplica - 18/06/15 - 11:20:37 - Fernando Cruz - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Olá Antonio. Eu acredito que a má formação e a falta de experiência são decisivas quando um profissional é colocado para resolver um problema específico. Ele precisa contar com essas duas características para que tenha sucesso. Ou, em começo de carreira, uma boa orientação é essencial. Aliás, em muitas vezes, uma boa orientação até sobrepõe a deficiência na formação acadêmica. Em uma análise geral, as empresas que seguem o caminho de contratar levando em consideração o valor do salário, geralmente, não seguem por muito tempo. O volume de "turnover" é um ponto importante na escolha de uma boa consultoria. E essas informações circulam no mercado. É necessário ter um equilíbrio sempre. E, acima de tudo, respeito com a equipe que trabalha e gera valor para a empresa.
200 - comentário - 18/06/15 - 11:16:39 - Paulo Pollo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Tenho 28 anos trabalhando com TI, já demiti e já fui demitido, existem vários motivos para demissão, muitos já abordados por companheiros e todos são fatos motivadores para uma demissão, mas o que me chama atenção nos dias de hoje são 2 motivos, um ligado diretamente ao profissional, onde realmente é difícil encontrar comprometimento, hoje em dia vivemos numa sociedade muito individualista, onde o seu problema não é meu problema, mas o engraçado é que mesmo não sendo meu problema eu quero opinar, criticar, falar mal. Tem muita gente opinando e pouca gente fazendo, precisa mudar esse comportamento. O outro motivo é com relação aos gestores, não é porque uma pessoa conhece bem de um determinado assunto que pode ser gestor, as vezes as pessoas não têm perfil de liderança e isso precisa ser observado, vi muita gente boa ser demitida porque o gestor tinha medo e não tinha perfil de liderança.
200 - Réplica - 18/06/15 - 12:01:35 - Marcelo Siqueira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

COMPROMETIMENTO, Concordo, hoje em dia é muito dificil encontrar profissionais comprometidos com o negócio.
Existem pessoas que opinam demais, mas RESOLVER que é bom, ninguém resolve e acho que a geração de hoje em dia só tende a piorar com o tal da praticidade, é muito simples hoje, devem pensar:
- Comprometimento pra que? O que eu ganho com isso? Se não quiserem me mande embora que resolve.
E aí é que mora o perigo, os profissionais mais comprometidos que conheci, hoje são lideres em suas funções, então quer dizer, o comprometimento sempre te traz alguma coisa, pode demorar, mas você terá o retorno sempre. Se não tiver, aí sim vale a pena trocar de empresa.
GOC
200 - Réplica - 18/06/15 - 13:20:12 - David Pereira dos Santos - 201.52.4.1****

É verdade Paulo o seu ponto de vista.
Pois fui demitido em uma empresa multinacional, porque o meu coordenador não tinha perfil de lider, ele percebeu que eu tinha, aí começou a fazer de tudo para me queimar e conseguiu.
Percebi que depois de um mês que entrei nessa empresa, ele começou a ficar indiferente comigo.
200 - Réplica - 18/06/15 - 11:28:43 - Fernando Cruz - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Olá Paulo. Muito boa sua colocação. Concordo que as pessoas estão um tanto mais "individualistas". Mas ao mesmo tempo que isso traz certo descompromisso, por outro lado também estamos vendo que os novos profissionais não aceitam mais "vestir a camisa" sob qualquer aspecto. Eles questionam isso, o que é saudável para todos, profissionais e empresas. Precisamos procurar o equilíbrio, como você citou. E, de fato, ótimos técnicos não são necessariamente ótimos gestores. E é impressionante como isso é conhecido há muito tempo e não conseguimos gerenciar esse fato de forma apropriada. As empresas precisam gastar mais tempo (investindo, consequentemente) nessa identificação de talentos. Da mesma foram que eu acredito que a formação é mais responsabilidade do profissional do que da empresa, essa questão da identificação da liderança real é uma responsabilidade total da empresa.
201 - comentário - 18/06/15 - 11:18:11 - Rubens Costa - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Erros, o que são erros... Um homem abriu uma empresa, então contratou dois funcionários, então a demanda aumentou e a ganancia do dono da empresa com ela. Então os dois foram demitidos para novas contratações.
202 - comentário - 18/06/15 - 11:25:48 - MATEUS SANTOS - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Quem nunca cometeu um erro que atire o primeiro mouse. Faz parte da nossa essência humana, mas não aprender com os erros é tolice. Infelizmente profissionais considerados ótimos técnicos ou detentores de grandes conhecimento em TI têm feito papel de tolos, deixando oportunidades escorrer entre os dedos. O maior erro, é achar que sabe de mais, e nunca estar aberto a aprender algo novo com o outro, e por que não com o _usuário_ ou aquele _cliente chato_. Eles podem ser sua maior fonte de aprendizado. Não basta ser certificado _Zeta_, ou ter uma outorga do papa da tecnologia xyz, antes de ser de IT lembre-se que é um profissional que lida com pessoas acima de tudo. Quanto mais rápido entender isso, menos erros irá cometer. Como um pilar, listo os erros comuns em 3:
1) Ser dono da verdade absoluta_
2) Ouvir de menos e falar de mais_
3) Se arriscar pouco.

Excelencia, a chave do sucesso
apipesq
203 - comentário - 18/06/15 - 11:33:21 - Dorival Melero Junior - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Vi a maioria dos comentários e a maioria está relacionada aos fatores mais comuns.
Se eu pudesse criar um ranking, colocaria como os 3 principais motivos:
1) Falta de preparo
2) Falta de comprometimento
3) Falta de habilidade técnica e interpessoal
204 - comentário - 18/06/15 - 11:41:42 - Eric Gomes da Silva - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Procrastinação - Não apenas dos profissionais de TI, mas de todos os segmentos, este é o tumor pelo qual surgem os problemas.Quando um profissional não trabalha de forma preventiva e proativa, surgem os problemas, que em TI, tendem a causar grandes impactos.
Comportamento - Diante dos colegas de trabalho e ao seu superior direto, é outro motivador de demissões, uma vez que vivemos numa sociedade onde o respeito já está sendo esquecido, a insubordinação adentra nas organizações pelos profissionais.
Capacidade Técnica - Só é um causador em duas ocasiões: Quando a empresa não sabe o que realmente quer ou quando o profissional, mesmo quando não qualificado, não evolui com as oportunidades que lhes são ofertadas.
Pontualidade - Outro fator crítico, mas particularmente, não faço gestão pelo horário de entrada e saída mas pelo resultado, salvo quando o cargo exige a pontualidade.
205 - comentário - 18/06/15 - 11:54:22 - Marcelo Siqueira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1º Comportamento - Já li e várias revistas e sites especializados, que 80% do motivo dos desligamentos, saõ devido a questão de comportamento, entendo que na área de TI não é diferente, as vezes, pode até ser pior, pois na nossa área existem várias pessoas com problemas de comportamento, tais como, não saber se comunicar, exagerar nas brincadeira dentro do ambiente de trabalho, as famosas conversas de corredor que queira ou não sempre aparecem as fofocas, então sempre existem algumas pessoas que fazem mais isso, que são os causadores, essas pessoas acabam pagando o _pato_.

2º Excesso de confiança - Entendo que na nossa área, existem algumas pessoas que são predestinadas, Bill Gates, Mark Zuckerberg, Steve Jobs, esses caras são extra-série.
Mas pra chegar lá, leva tempo e precisa ter um pouco de sorte, porém a HUMILDADE as vezes é necessária, sempre peça Feedback ao gestor.
206 - comentário - 18/06/15 - 12:10:21 - eric oliveira leite - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado hoje esta bem competitivo e com isso não podemos para no tempo, devemos estar em constante aprendizado.
O comportamento dos profissionais de TI hoje e um foco bem visado nas empresas, a maioria tem dificuldade de relacionamento e de se expressar fora do ambiente de TI, a maioria das empresas ainda veem o profissional de TI como o menino do computador que esta lá apenas para resolver os seus problemas.
Devemos prezar sempre a humildade e a ética, expondo nossas opiniões de forma claro e direta, e sempre se atentar as fofocas como já foi dito por outro colega.
Postura e conhecimento hoje são os pontos das demissões na minha opinião.
Pecados
207 - comentário - 18/06/15 - 12:46:46 - Nestor de Oliveira Junior - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Olha considero o comodismo um dos principais erros que levam a demissão, achar que a empresa nunca vai encontrar alguém que faz o que você, e por isso não buscar uma melhora de suas falhas um reciclagem ou pior não enxergar suas falhas.
O profissional da área de TI deve estar aberto a novos conhecimentos buscar sempre algo mais.
207 - Réplica - 18/06/15 - 13:22:45 - Walter Ap. Romão - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Eu considero as seguintes faltas e no mesmo patamar de tolerância:

1)comprometimento - TI tem que sentir-se dono do produto e do sucesso ou fracasso do serviço prestado pela TI, ou seja a palavra da moda Resiliência.

2)flexibilidades - adaptar as condições adversas de (sistemas ou pessoas), que se faz para o sucesso de TI, sem perder a ética, isso exigi muita maestria na condução.
"É melhor a paz do que você esta certo".
208 - comentário - 18/06/15 - 13:35:57 - Cleverton Santos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Inúmeros problemas podem levar a demissão em TI.
- Desconhecimento do gestor sobre a sua pessoa
- Redução de custos na empresa - sempre as primeiras áreas atingidas são as áreas de apoio
- Ambiente de trabalho horrível, logo o profissional não se sente à vontade e não consegue expor seu talento. Temos que lembrar que o perfil do profissional de TI de hoje em dia é completamente diferente de 20 anos atrás.
- Gestor não saber avaliar melhor momento de produtividade do seu colaborador e acaba demitindo o colaborador.
- Falta de comprometimento do colaborador.
- Falta de iniciativa do colaborador

Acho que é isto que eu posso colocar como principal.
209 - comentário - 18/06/15 - 13:58:00 - Gamaliel Alexandrino da Silva - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Entendo que os motívos são vários, se são erros posso afirmar o seguinte:
a) Falta de planejamento
b) Planejamento equivocado ou errado
c) Não estar alinhado as espectativas da empressa
d) Não cumprir com as metas da empresa
e) Não cumprir as ordens de seus superiores
f) Falta de comprometimento com a empresa e suas metas e negócio
g) Falta de visão de Negócio alinhado à TI
h) Não ter o perfil adequado para a função ou formação adequada
i) Falta de liderança da equipe
j) Não estar atento as mudanças, inovações e tendências do mercado, da empresa e de TI
k) Não se reciclar, não procurar treinamentos para se manter à frente

Tenho certeza de que se eu procurar vou achar mais, mais este são os que vem a minha mente agora.

É isto.
Pecados
210 - comentário - 18/06/15 - 14:29:06 - Douglas Olivencia - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Vários são os motivos,
Falta de interesse por aquilo que faz
Indisciplina
Falta de conhecimento profissional
Reclamar sem ao menos sugerir ideias
Não transferir base de conhecimento
e por ai vai...
211 - comentário - 18/06/15 - 14:45:57 - Jomar Soares - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Falta de Comprometimento e Responsabilidade
Falta de Conhecimento
Ouvir pouco e falar muito
Reclamar de tudo e de todos
212 - comentário - 18/06/15 - 16:23:09 - Claudio Thorschmidt - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Falta de capacidade de aprender - Ninguém tem a obrigação de nascer sabendo, mas não ser capaz de aprender coisas novas e não ser capaz de olhar por outros pontos de vista é uma das coisas que fazem um profissional ficar esquecido no tempo, e pode fazer com que ele seja visto como uma pessoa desinteressada pelo seu próprio trabalho.

Falta de respeito - Entender que o seu certo pode não ser o certo do outro, e dar ao outro o direito de pensar diferente é uma das bases do bom relacionamento entre as pessoas. Desgastes geram distâncias, e isso prejudica qualquer atividade profissional.

Falha de comunicação - A falta de habilidade de comunicação pode gerar mal entendidos, ou até mesmo dar a impressão de falta de transparência, isso acaba em tomadas de decisão erradas, e frequentemente prejudica muitas pessoas ao mesmo tempo.
213 - comentário - 18/06/15 - 17:35:11 - Marcelo Bombarda - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Rotina, sem objetivos, metas crescentes e tangíveis.
Desmotivação provinda de métodos ortodoxos de administração, levam algumas vezes nossos colaboradores a desanimarem, fazendo com que o desempenho diminua aparentemente.
Pois na maioria de nossas demissões, não fechamos o posto de trabalho, mas sim trocamos o ser humano, ou então redesenhamos cargos, mas sempre, necessitando de um ser humano para substituir outro.
API
214 - comentário - 18/06/15 - 18:42:01 - Glauber - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Falta de comprometimento, de interesse pelo trabalho, e pouca especialização.
Funcionários que não conseguem trabalhar em grupo,não ter visão de solução rápida para os problemas do dia à dia.
215 - comentário - 18/06/15 - 19:03:04 - Marcelino Augusto Barreira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Se atualizar sempre. Pois o ostracismo transforma um grave erro nesta área. Ocasionando a possível demissão.
216 - comentário - 18/06/15 - 19:07:58 - Priscila - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O maior erro de um funcionário, é acreditar que, estando empregado, já se fez todo o esforço necessário quando na época da entrevista. Todo funcionário cobra da empresa por aumento de salário, mais benefícios, plano de carreira, dentre outros, mas por outro lado, o que esse funcionário fez por si? Qual o nível de conhecimento quando entrou na empresa, e o nível atual? Que cursos fez? O que realmente trouxe de novo para a empresa?
217 - comentário - 18/06/15 - 22:11:35 - Ricardo Cerqueira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Está desalinhado com os objetivos da Empresa, do negócio e dos clientes
GOC
218 - comentário - 18/06/15 - 23:35:06 - Roberto Raimondo Junior - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Saber levar as pessoas influentes _na boa_. Infelizmente, não controle muito as pessoas, elas te queimam. Se atualize sempre, mesmo que vc nem vá usar o conhecimento todo. Infelizmente tenha sempre técnicos de reserva, pois eles retém o conhecimento e nunca são mandados embora.....sempre os gerente é que pagam o papo. Pedreiro tem vaga sempre em qualquer obra, mas engenheiro e arquiteto e chefe......é ruim.......só sendo amigo do dono, ou um carrasco que todos tem medo, ou um manso demais que não faz falta, pois não tem power para tomar decisões e não vai mexer com você, Desculpe a sinceridade.
219 - comentário - 19/06/15 - 00:15:41 - Ely Christna S. de Araujo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Não estar comprometido com o negócio e com sua função, reincidir mais de 3 vezes no mesmo erro sem mostrar tentativa de melhora e aprimoramento em sua função, não alcançar as metas estabelecidas pela gestão em comum acordo com a equipe.
220 - comentário - 19/06/15 - 00:29:05 - Renato Ucha - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Falar mal do trabalho que realiza ou da empresa/pessoas com quem trabalha_
2 - Fazer leilão de salário_
3 - Falta de proatividade_
221 - comentário - 19/06/15 - 05:30:31 - Fabio de Jesus Araujo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Falta de um ou mais consultores externos/neutros na mediação de desavenças.
Como gestor, antes de tomar uma decisão extrema, sempre optei por ouvir a interpretação da história relatada pelas partes envolvidas, vindas de dois membros não envolvidos no caso.
Estes _ouvintes_ não podem ter relação de interesse com as partes envolvidas (quase como uma consultoria externa do problema).
Assim eu tenho a versão dos envolvidos (parcial/emotiva) e dos telespectadores (imparcial/fria).
Comparando as versões numa matrix, a decisão tende a ser mais justa.
Geralmente isso resultou em ajustes internos, replanejamento de carreiras e evitou a demissões.
Hospitalhd
222 - comentário - 19/06/15 - 07:07:44 - João Rueda - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Ser qualificado, pró ativo, rápido nas soluções e criativo caracterizam um excelente colaborador. As falhas mais comuns são envolvimento no que não condiz com o trabalho, que acabam gerando o descontentamento do próprio colaborador e por fim levando a demissão. Geralmente são: - Falar negativamente sobre a empresa, local de trabalho, pessoas ou clientes_ - Ser arrogante, se considerar mais que o restante da equipe_ - Não cumprir com algum dos serviços por não achar importante ou necessário o que tem que ser feito_ Concluindo, a principal causa nem sempre é a qualificação mas o super ego que muitos em TI desenvolvem erroneamente, humildade e trabalho em equipe é fundamental em qualquer empreitada de sucesso. Saber que está lá justamente porque sabe mais que os demais mas com a finalidade de igualar os talentos e ajudar, não se pode perder o foco.
223 - comentário - 19/06/15 - 10:29:02 - José Antonio Bossolani - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Para que você não caminhe para um processo de demissão, é importante que zele pelos pontos abaixo descritos. Cuidando para que eles sejam sempre positivos, saberá caso ocorra uma demissão, que a empresa não está saudável e não teria como garantir um bom futuro para você, sendo assim melhor mudar de empresa.
? Você deve se sentir importante com o que está fazendo.
? Você deve estar fazendo ?a diferença?.
? Você deve trabalhar com quem gosta e deve haver reciprocidade.
? Você deve estar se divertindo.
? O trabalho deve ser uma fonte de aprendizado.
? A vida deve estar harmoniosa, ter equilíbrio.
224 - comentário - 19/06/15 - 11:51:45 - Wesley da Silva - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Um Funcionário Descompromissado, que não respeita a equipe, muito menos a chefia.
Não digo o respeito em educação, mas a ação. Por exemplo, um funcionário que falta a toa, não se preocupa com a sobrecarga que está deixando para os demais colegas.
De nada adianta ser pontual, se não é cooperativo.
De nada adianta também, relacionar-se bem com as pessoas de toda a empresa, e não saber fazer um atendimento com qualidade.
224 - Réplica - 20/06/15 - 12:03:26 - Francisco Neto - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Concordo com você Wesley, bem lembrado os seus argumentos.

abs
Francisco Neto.
dbassocia
225 - comentário - 19/06/15 - 12:04:53 - Alex Fonseca - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Minha experiência profissional me permite dizer que a falta de motivação por parte do funcionário em executar o trabalho de forma respeitosa e adequada, geralmente resulta em demissão, embora sua falta de motivação esteja muito relacionada com a falta de perspectiva de crescimento que por muitas vezes é negligência da empresa ou contratante.
226 - comentário - 19/06/15 - 13:12:00 - Ricardo Lex - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Li todos, acreditem. São quase 200 comentários valiosos. Mas pelo que já passei em diferentes empresas o aumento das atribuições (acumulo de cargos) sem o consequente aumento salarial é uma das principais causas.
227 - comentário - 19/06/15 - 13:49:59 - Flavio Aguilar - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Entendo que um dos maiores desafios para os profissionais de TI, principalmente aqueles que são extremamente técnicos, é a capacidade de traduzir a necessidade do Negócio para um produto ou serviço (criado e/ou suportado por TI). Este desalinhamento pode gerar frustração das partes (tanto negócio, quanto do profissional de TI), conflitos (nem sempre oportunos) e até mesmo à prejuízos ao negócio e consecutivamente à TI. Em caso de persistência, duas são as possibilidades: A empresa demite o profissional ou ele se demite.
228 - comentário - 19/06/15 - 16:51:25 - Silvio Alberto Pitanga - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Comprometimento, creio que esta seja a principal característica que quando não esta presente no perfil de um profissional de TI dispara um processo de avaliação para uma possível demissão. Comprometimento engloba cumprimento de metas, qualidade do código desenvolvido, alinhamento com a tecnologia e arquitetura definidas pela Empresa, compromisso com a satisfação do Cliente, entre outros.
Quando falamos de um Profissional com perfil de Liderança ou Gerencia de Projetos, o comprometimento vem acompanhado da necessidade da Proatividade que movimenta o Profissional no sentido de questionar a Organização com objetivo de gerar mudanças que agreguem valor, ampliação da visão de cumprimento de metas com valores agregados, criatividade, contribuição em melhoria de processos, entre outros.

Constante aprimoramento do conhecimento técnico, Profissionais com este perfil permanecem.
GOC
229 - comentário - 19/06/15 - 21:17:35 - Marcelo Lima Gomes - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

- Profissionais não estão comprometidos com suas funções diretas e indiretas.
- Falta de reconhecimento.
- Profissionais desmotivados
- Salários incompatíveis.
- Não querer fazer além de suas funções. A TI é um quebra cabeça. Quanto mais envolvido nas soluções, melhor o profissional e técnico.
- Falta de conhecimento ou capacitação profissional.
- Ainda temos empresas que enxergam a TI como despesa e não como estratégia. Cortes ocorrem por necessidade.
- Falta de conhecimento dos profissionais de Recrutamento e seleção que olham os _canudos_ e aprovam os candidatos. Muitos profissionais não sabem o que fazem aprendendo na hora.
- Falta de espirito de equipe.
- As condições financeiras das empresas.
- As condições e instabilidade governamental.
- Solicitações de demissões.
- Muito tempo trabalhando na empresa. Acomodação.
- Profissional ganhando acima do mercado.
230 - comentário - 20/06/15 - 11:57:19 - Francisco Neto - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Esta é uma situação muito complexa de se responder,mas se falando em erros, acredito que estamos falando dos colaboradores, nos erros que elas comentem para causar uma demissão, eu diria falta de comprometimento (não faz nada direito, não oferece o algo a mais, não é pontual em relação aos horários, chega atrasado, mau caráter da pessoa (mentiras, fofocas, intrigas,inveja), não saber trabalhar em equipe (egoísta), pior quando a pessoa não faz minimo esforço para mudar este quadro. Eu sempre falo isto, conhecimentos técnicos, uma pessoa pode aprender estudando, agora problema de caráter, de mau comportamento, este não tem jeito,onde estiver, vai causar problema, e tao logo sua demissão.
231 - comentário - 20/06/15 - 20:16:06 - Marcos Melero - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A área de TI é estratégica para que qualquer empresa possa se manter ativa e competitiva no segmento que atua, desta forma os colaboradores responsáveis por ela, devem estar além de muito bem preparados tecnicamente, comprometidos com o sucesso de toda organização, portanto entendo que as demissões em TI estejam ligadas diretamente a falta de comprometimento do colaborador.
232 - comentário - 21/06/15 - 14:35:00 - Marcos Pawloski - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Um conjunto de fatores devem ser considerados quando se fala em demissão, como competência/preparo técnico, socialização, pontualidade, confiabilidade, ética e caráter.

Respondendo à questão propriamente, acredito que após terem sido esgotados todos os meios para a adequação deste profissional ás necessidades da empresa, podemos afirmar que é falta de resultados o fator culminante para a demissão.

De nada adianta manter um profissional se este não consegue cumprir as funções básicas para as quais foi contratado e comprovadamente não possui os requisitos necessários para que possa ser plenamente capacitado.
dbassocia
233 - comentário - 22/06/15 - 09:27:09 - Troquei de área - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Continue gastando com certificações, cursos e reze para trabalhar em uma empresa séria pois se conseguir um emprego em uma empresa de caráter não vai ter que se preocupar com o lado podre do mercado de TI se vc for um bom profissional não tem que se preocupar com fatores mesquinhos e podres. Se não está em uma empresa séria corra para salvar sua carreira pois ninguém pode demitir alguém que nem carteira de trabalho assinada tem 80% trabalha com um contrato de gaveta.
** Foque seu currículo em uma especialização um bom exemplo, olhe para seu carro quem faz alinhamento, balanceamento, motor, injeção, parte elétrica existem profissionais especializados e os quebra galhos seja um especialista e não um quebra galho.
** Domine o inglês se tiver a oportunidade de trabalhar em uma empresa ao qual vai viajar para o exterior fantástico.
234 - comentário - 22/06/15 - 09:28:40 - Profº Silas Serpa, MBA, PMP - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Todas abordagens apresentadas neste fórum são muito apropriadas, mas é relevante a colocação de mais um item que não ví abordado. Dentre todos que levam a uma demissão acredito que o mais recorrente seja o não entendimento ou o desconhecimento do Contrato Psicológico de Trabalho, este tipo de contrato é o vinculo, formado com base em um conjunto de expectativas que se estabelece entre o empregado e a empresa.
Por ser um processo social, humano e compartilhado, o contrato psicológico de trabalho é continuo e mutável.
Quando as expectativas entre as pessoas e a empresa não estão em sintonia, surgem problemas de desempenho, como erros e omissões no trabalho, faltas sem motivo aparente, acomodação e outros sinais.
A partir deste momento toda e qualquer ação, tanto da empresa quanto do empregado, se origina deste ponto.

Prof. Silas Serpa, MBA, PMP, CSM, ITIL, MSP
235 - comentário - 22/06/15 - 09:50:27 - Samuel Gonsales - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Em minha jornada, me deparei com uma série de profissionais que cometem os mesmos erros que levam às suas demissões, em especial, poderia destacar alguns:

- Zona de conforto - acreditar que a empresa depende dele (profissional de TI e que só ele é capaz de executar tal função - ledo engano!)_

- Não acompanhar o ritmo do mercado ou do negócio - os mercados e empresas estão cadas vez mais velozes e os profissionais de TI (alguns deles) não acompanham o ritmo e por isso são desligados_

- Falta de ética no trabalho - dispensa comentários_

- Não alinhar a TI às estratégias do negócio - incrível como nos idos de 2015 ainda vejo colegas que acham que TI independe do negócio e por isso não alinham as estratégias de TI às estratégias do negócio - resultado, demissão!

- Apego à Tecnologia - TI tem que ser ferramenta para ajudar o negócio. Se não for, seu emprego está em risco.
236 - comentário - 22/06/15 - 09:52:16 - Wagner Cavalcante Burdino - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que além do acumulo de tarefas e a falta de aumento de remuneração alguns pontos são para mim essenciais para o desligamento estes quais são o desinteresse, falta de integração, atrasos e faltas, individualismo, criticas com a tarefa a se executar, agora também percebi ao longo do tempo que as empresas buscam um perfil terceirizado ex: só querem PJ para não ter encargos más não querem pagar o justo ao PJ. Visando sempre o baixo custo ou seja as empresas preferem a rotatividade de colaboradores e não um profissional da área contratando assim garotos de 18,19,20 no máximo até 25 anos ai ocasionam os problemas não por culpa deles mas por falta de experiência por exemplo tenho 40 anos já mandei mais 1000 currículos sou formado e Pós Graduado e ninguém me chama ou seja para visão de RH estou velho, as empresas deveriam procurar qualidade ao invés de redução de custo.
Hospitalhd
237 - comentário - 22/06/15 - 10:04:40 - Ronaldo Luis Gonçalves - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Muitos são contratados pelo valor do currículo, e TODOS são demitidos por causa do relacionamento com a equipe. Então o motivo de demissão é sempre o mesmo, independente do setor.
238 - comentário - 22/06/15 - 10:20:41 - Diego - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Minha opinião os erros mais comuns que levam a demissão em TI são alguns fatores:

Com a crise no Brasil muitas empresas estão em busca de profissionais que saibam trabalhar de forma multi tarefa e de maneira multidisciplinar.

Hoje em dia é difícil encontrar perfis com esse tipo, e muitos gestores não entendem isso e faz com que os profissionais seja demitidos.

Outro fator tem a ver com motivação, a partir do momento que a empresa não motiva o funcionario a ficar nela ele acaba procurando outros ares.
238 - Réplica - 22/06/15 - 10:59:07 - marco braga - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Realmente com a crise cada vez mais as empresas e seus gestores estão preocupados com os custos, esquecendo o resultado final e principalmente a qualidade. Preferem demitir especialistas e contratar estagiários cobrando a mesma performance, mas que no final já sabemos o resultado .
Infelizmente este e um reflexo do nosso corrupto governo do PT sem investimentos em infra estrutura e tecnologia cada vez mais o encolhimento das empresas de prestação de serviço em BPO ou ITO .
Este e um quadra que desmotiva a todos de TI , o contratado perdendo motivação acaba cada vez mais perdendo o foco na sua atividade , ciclo de perdas totais . PT destruindo o Brasil .
Desejos a todos uma boa semana.
239 - comentário - 22/06/15 - 10:48:03 - Alexandre Barros - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Como Gestor, um dos grandes problemas que enfrento hoje é a qualidade dos profissionais de nossa área. E quando falo isso não me refiro única e especificamente ao aspecto técnico, que é muito importante, no entanto não é a única característica que define um profissional. Tenho percebido de uma maneira geral recursos com pouco compromisso com o resultado e satisfação do cliente, seja este quem for. Recursos com postura sempre reativa, a tal visão do copo meio vazio, e ao que parece, por acreditarem que esta posição é defensiva e os protege de se expor a erros e insucessos. De uma maneira geral as empresas e corporações esperam produtividade e resultado e este tipo de postura é contraproducente, estando em desalinho com a essencia de nossa área de atuação, onde se espera pessoas criativas que encarem desafios e os abracem na busca pelos resultados.
GOC
240 - comentário - 22/06/15 - 11:06:52 - Vanderlei C. Marcelino - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Empresas e funcionários tem responsabilidade sobre a empregabilidade na área de TI.
Muitas empresas não reconhecem o valor, tempo e empenho dedicados na formação de um profissional de tecnologia. São muitas horas de estudo, cursos caros, práticas, certificações, provas, etc, para se tornar um bom profissional na área.
Também muitas empresas favorecem ao funcionário oportunidades para a sua carreira e aí são estes é que não aproveitam.
Procurem os recursos necessários, tempo, dinheiro, para seu aperfeiçoamento e faça a organização saber disto. Demonstre interesse, disponibilidade, sociabilidade e existirá reconhecimento e estabilidade no emprego.
É claro que a economia e política tem muita influência na empregabilidade, mas essa está além da relação funcionário x empresa.
241 - comentário - 22/06/15 - 11:11:06 - Fabio S. Yagyu - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Tenho como princípio de trabalho uma frase de um amigo: _O relacionamento entre empresa e empregado é bom apenas quando é bom para ambas as partes_. Assim, de uma forma ou outra, acredito que a demissão é a consequência de fatores de relacionamento e comportamento entre os envolvidos.
Primeiramente, conhecer o chefe é fundamental. O que não fazer, o que devo fazer e o que posso fazer.
Conhecer esses 3 fundamentos é demorado e envolve tempo... mas há também que considerar o relacionamento com os colegas de trabalho, pois devemos lembrar que estamos em campo, jogando. Por fim destaco o auto-conhecimento, afinal. É necessário se conhecer, costumamos enchergar as pessoas ao nosso redor mas dificilmente nos observamos e reconhecemos nossas fraquezas.
Finalizando, considero o conhecimento como principal ferramenta de trabalho, isso envolve a base técnica, de negócios e de mercado.
242 - comentário - 22/06/15 - 11:11:31 - Edilon Albuquerque - 201.119.10****

Acho que o mercado de TI passa por uma transformação, semelhante ao ocorrido a 20 anos atras com a entrada da Internet. As empresas precisam de mudanças administrativas e de uso de tecnologia. Não do uso de tecnologia convencional de estações de trabalho e servidores, mas de automação e serviços on-line. A mudança de paradigma afetou diretamente o mercado de trabalho que na sua maioria oferece apenas a informatica tradicional como infraestrutura de telecomunicações e sistemas de informação. Os empresários e administradores ainda não perceberam a sua necessidade porém o reflexo disto é a redução de vagas de emprego e demissão de profissionais mais experientes. Nos dias atuais as empresas utilizam serviços básicos de TI geralmente voltados para suporte administrativos. Onde está o uso de TI nas atividades fins das empresas? Como os profissionais de TI podem ajudar nesta mudança?
243 - comentário - 22/06/15 - 11:24:25 - Juliano Rodrigues - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Serei direto e sem delongas.
Na minha opinião o principal erro é a falta de Comprometimento.
Também existem outros, tais como: falta de responsabilidade, atrasos na entrega de projeto, má comunicação entre equipe, etc.
Hospitalhd
243 - Réplica - 22/06/15 - 11:49:47 - Alejandro - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Com as novas tecnologias o ser humano que está no comando deve-se atualizar e adaptar-se ao que se encontra no presente, claro que a experiencia ajuda em tomadas de decisões mais o essencial é entender que os projetos já são planejados com antedecendencia para que corrijam um problema ou se antecipem ao mesmo, para isso já existe uma equipe comprometida com a responsabilidade de entregar com sucesso.
244 - comentário - 22/06/15 - 12:29:03 - Marcelo Oliveira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O tema é complexo, porque o _comum_ é uma variável muito grande. Para mim um erro primário está relacionado as expectativas do empregador e do empregado. A falta de alinhamento e comunicação recorrente em TIC leva os profissionais a deduzirem atos e ações sem alinhar expectativas. Para o empregado é importante entender a relação como profissional onde o mesmo tem obrigações e metas. Para o empregador é importante colocar claramente quais são essas. Feedbacks formais ou não são deveras importante para mitigar esse risco, mas não o eliminam. Importante que um erro não deveria levar a demissão, a recorrência deste sim, desde que feito o devido alinhamento de expectativas. Como disse o assunto é abrangente, foquei apenas em um item, pois acredito que seja de alta incidência no mercado de TIC.
245 - comentário - 22/06/15 - 12:29:14 - Anderson Marques - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que podem haver vários erros que possam levar a demissão em TI. Dentre elas falta de comprometimento e principalmente comodismo. Um profissional de TI não pode se acomodar e não buscar melhorias no seus ambiente de trabalho. Ele precisa ser versátil no sentido de conseguir apresentar soluções cada vez mais eficientes. Não dá pra um profissional de TI parar no tempo e fazer o mesmo sempre. Visto que a tecnologia esta em evolução continua. Por isso acredito que um bom profissional precisa buscar essa evolução sempre.
246 - comentário - 22/06/15 - 12:46:07 - Sérgio Monteiro - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Concordo com muitas das opiniões colocadas neste fórum. Certamente, existem diversos fatores que levam à demissão de um profissional de ti e isso, inclusive, pode não ser algo ruim para o profissional, ao contrário pode dar-lhe uma oportunidade de amadurecimento e impulsionar-lhe a buscar por novas colocações no mercado. Dentre os fatores que podem levar um profissional a ser demitido estão, por exemplo. a questão econômica do país, bem como mudanças de prioridades dentro na empresa. Esta última é bem comum, quando ocorrem mudanças de gestão. De um modo geral, o profissional deve manter um bom relacionamento com colegas de trabalho e desenvolver outras habilidades que possam ajudá-lo a buscar por recolocação no mercado.
dbassocia
247 - comentário - 22/06/15 - 13:09:44 - Alexandre Beltrami - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Na minha opinião e por experiência própria, uma péssima gestão é a cauxa não só de demissões, mas de perdas de contratos, alto índice de turnover e a desmotivação do time. O gestor que se omite, que ao invés de delegar ele delarga, é o pior tipo de profissional que uma empresa pode ter em seu quadro de colaboradores. Diferentemente do líder, que anda com o time, motiva, é assertivo, agrega valores, conhecimento e soluções ao negócio. Enfim, a maneira de liderar é determinante no momento de se demitir na área de TI.
247 - Réplica - 22/06/15 - 20:02:23 - Marcelo Raphael - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Concordo e gênero, número e grau com você. Independente da área, gestores ruins é o maior motivo dos profissionais pedirem demissão. A gestão de recursos precisa ser tratada pelas empresas com mais atenção.
248 - comentário - 22/06/15 - 14:22:33 - Jackson Araujo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Através da minha experiência em algumas empresas, tenho observado alguns fatores responsáveis por demissões na área de TI, entre elas estão: descontentamento de profissionais, devido as condições de trabalho ou falta de perspectiva profissional_ despreparo e má gestão dos líderes sobre as suas equipes, em virtude dos gestores não exercerem uma gestão individual sobre seus colaboradores, mas uma gestão conjunta, que na maioria das vezes é ineficiente_ falta de comprometimento profissional_ contratação de profissionais especialistas, para desempenho de funções diferentes das especificadas no momento da contratação, etc...
Estes fatores tem sido os que tenho observado e as empresas que não estão buscando um aperfeiçoamento de suas equipes de RH e dos gestores, para resolver estas questões, tendem a perder muitos outros profissionais, gerando prejuízo financeiro e técnico em suas equipes.
249 - comentário - 22/06/15 - 15:33:40 - Ronaldo de Oliveira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Divergência no posicionamento do projeto em relação a situação real do projeto, replanejamento de entregas, não conhecimento do assunto tratado, falta de habilidade na condução da equipe, assertividade com o compromisso com a empresa.
GOC
250 - comentário - 22/06/15 - 15:54:23 - Bernadete Miranda - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A visão que tenho, vem de trabalhos exercidos em empresas com administração familiar e de pequeno/médio porte. Os problemas apresentados que levam á demissão são as condições de trabalho (falta de equipe completa, excesso de viagens, falta investimento no profissional, etc), falta de perspectiva profissional, despreparo e má gestão dos líderes sobre as suas equipes, falta de comprometimento profissional, contratação de profissionais entitulados sem a visão de negócio da empresa ou sem o conhecimento da necessidade que o cargo exige e outros.
251 - comentário - 22/06/15 - 16:42:06 - Carlos José de Souza - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A falta de comprometimento e de preparo dos profissionais são os fatores mais impactantes na minha visão. Tenho tido experiência no comando de equipes e comento levo até 12 meses para conseguir aprovar um currículo visto a falta de preparo dos candidatos.
252 - comentário - 22/06/15 - 18:50:11 - Alexandre Neves - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Na minha visão, um dos pontos que observo é o desalinhamento entre os valores da empresa e de seu colaborador. Ou a empresa dispensa seu recurso ou o profissional se desmotiva e vai a procura de novas oportunidades.
Infelizmente observo também a questão politica. A meritocracia existe só no papel e consequentemente o profissional que se expõe mais, acreditando que seus esforços serão reconhecidos, pode ter o efeito contrário levando-o ao desligamento enquanto os que não se expõe e só aparecem na hora da entrega do resultado levam os louros.
252 - Réplica - 23/06/15 - 09:05:37 - Antônio Carlos LeiteFeitosa - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Todos os comentários relacionados anteriormente tem seu peso nesta realidade, contudo, não estão completas e abrangentes quanto a clareza e causa raiz da demissão de IT.

Em minha opinião a demissão é racional e orgânica, começa no processo de planejamento da demanda que sera atendida, a partir daí, devia-se juntar a melhor e mais atualizada equipe de recrutamento e seleção , serem utilizadas e aplicadas técnicas de gestão de competencias, pessoais e profissionais , traçadas essa linha tênue do que se precisa, plano de carreira, e por fim, seleção do profissional no mercado. lembrando que, qualquer variável dessas que não conte com transparência e honestidade pode levar o processo todo a ser abortado. Assim, dentro de tudo que já foi dito, acrescentando:
- Clareza da demanda a ser atendia
- Job description pessoal e profissional traçados
-,expectAtivas pessoais e (continua)
apipesq
253 - comentário - 22/06/15 - 20:31:57 - André Santos Duarte Fonseca - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Continuação...

Há carestia de habilidade política nas rotinas empresariais e corporativas, por parte dos profissionais e gestores de T.I.

Resumindo, a leitura que eu faço da atual situação do mercado de T.I., é que falta cada vez menos técnicas e cada vez mais habilidades humanas e sociais.

Fim.
254 - comentário - 22/06/15 - 20:32:34 - André Santos Duarte Fonseca - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Continuação...

Quantas vezes durante a minha carreira, tive a oportunidade de observar técnicos serem intolerantes com algum usuário por motivos banais mas factíveis! Quantas vezes também, observei gestores tratarem de seus subordinados como propriedade sua! E isso, a despeito de possuírem excelente qualificação profissional!

O que falta hoje no mercado, é tolerância e sensibilidade no trato interpessoal_ é colocar-se no lugar do outro e tentar imaginar como é não ter acesso àquela informação ridiculamente simples, mas que faz toda a diferença.

O mercado não carece de profissionais e gestores qualificados, mas de profissionais e gestores qualificados e que estejam dispostos a baixar o nível de sua linguagem para que outros possam entender e se beneficiar do seu conhecimento.

Continua...
255 - comentário - 22/06/15 - 20:33:00 - André Santos Duarte Fonseca - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Continuação...

Partindo do princípio que estamos falando de bons profissionais e gestores, voltemos então à questão: o que está por trás das demissões em T.I.? Quais são os erros que as causam?

Entendo que existe apenas um fator, e é o mesmo que causa os erros que desdobram nas demissões em TODAS as outras áreas: o fator puramente humano, pessoal e particular.

Não adianta possuirmos um cartel de excelentes profissionais e gestores, se todos eles são falhos enquanto produto humano! Não adianta o mercado estar recheado de excelentes mestres em suas áreas, se estes não se enxergam como portadores da informação, mas sim como detentores da informação ? e sim, há diferença!

Continua...
256 - comentário - 22/06/15 - 20:33:24 - André Santos Duarte Fonseca - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Continuação...

Particularmente, acredito que os fatores que levam a esta polarização vão muito além do quesito do preparo técnico, tanto por parte dos dirigentes de empresas, quanto dos profissionais de T.I. Obviamente, não excluo aqui o fato de que em alguns casos, o problema constitui-se realmente de um mau profissional ou de um mau gestor. Mas com o mercado cada vez mais exigente como temos experimentado, é difícil imaginar um mau profissional que consiga trilhar uma carreira de sucesso ou um mau gestor que consiga manter sua empresa de pé. Portanto, nos dois casos, a ?seleção natural? do mercado globalizado trata de levar estes dois espécimes a uma rápida extinção. Logo, restam-nos apenas os profissionais e gestores que, ou tem algum talento, ou são de fato bons no que fazem.

Continua...
Pecados
257 - comentário - 22/06/15 - 20:33:42 - André Santos Duarte Fonseca - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Em minha opinião, todos os comentários que li até agora apontam corretamente para uma polarização de erros e falhas.

De um lado, temos dirigentes de empresas que não atingiram a maturidade tecnológica necessária para compreender que determinadas boas práticas não são ?frescurite de gente que não tem mais o que inventar?.

Do outro lado, temos uma grande maioria de ótimos profissionais ? quando faço uso da definição predicativa ?profissional?, excluo automaticamente os aventureiros de plantão e demais técnicos de final de semana ?, mas esta avaliação positiva ocorre se apenas se avaliarmos o âmbito técnico.

Continua...
258 - comentário - 22/06/15 - 21:49:57 - Sergio Rissuto - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Trabalho em uma companhia na qual a área de TI foi totalmente desintegrada, pasmem, desfeita completamente.
O pessoal de infraestrutura foi transferida para a área de Supply Chain, o pessoal do ERP foi para o financeiro e eu, da área de Web, para a área de Marketing.
Percebi que com essa nova estrutura todo o sistema está capengando, não temos mais metas, novos projetos e cada diretoria pensa de uma forma diferente e secundária da área de TI.
É notório que a empresa, como qualquer outra, é dependente da área de Tecnologia, pois é essa área que tem o motor propulsor da empresa, pois processamos dados, divulgamos a empresa, fazemos a contabilidade, o financeiro e por fim, geramos dados gerenciais para que a alta diretoria tomem decisões.
Enfim, venho percebendo a pouca valorização do profissional, seja na sua carreira, na sua motivação e reforçando, na sua remuneração.
259 - comentário - 22/06/15 - 22:43:04 - Ricardo Caceres - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O que leva a demissão é não cumprir os objetivos e metas estabelecidas do seu superior, tais como não reportar antecipadamente os objetivos não alcançados, querer a qualquer preço cumprir as metas de forma anti profissional, além dos motivos como fofocas, falar mal do chefe, aprender a dizer não em alguns momentos de metas abusivas, tente ser uma pessoa proativa e não reativa, se você exerce algum tipo de serviço não espere o chefe te passar mais serviço seja proativo, vista a camisa da empresa, procure sempre se atualizar .
Fique atento de como voçê age na empresa, como voçê se comporta em vários estilos de liderança, aprenda a escutar e não ouvir..tente se comunicar corretamente , tenha postura , avalie seu comportamento e postura seja mais objetivo, organize-se e nunca chegue atrasado em uma reunião ou compromisso, além de outras informações que não dá para escrever tudo.
260 - comentário - 22/06/15 - 23:06:57 - Carmo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O profissional é geralmente afastados da empresa na minha visão por folta doa três pilares que faz a TI e o trbalho em equipe darem errado, sao eles:
1- Humildade,
2-Comprometimento_
3-Entrega

Detalhes:
1: Humildade para reconhecer que outros sabem coisas que voce precisa e voce não sabe_ humildade para reconhecer oa seus erros_ humildade para poder aprender coisas novas com profissionais que estão iniciando_ este na TI é ótimo pilar para aprender_

2: Comprometimento não é fazer tudo que o usuário iu gerente quer, é estudar o processo da empresa, entender se a proposta de TI agrega valor e dizer a verdade sobre a proposta.

3: Entrega não é apenas dividir e módulos os Sistemas, é determinar datas e torna-las uma entrega pessoal, o importante e mesmo não cumprimindo 100% das datas que o cliente veja o quanto evoluiu, para isto marque entregas visíveis para o cliente final.
Pecados
262 - comentário - 23/06/15 - 00:14:07 - Rafael Pécora - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O profissional de TI em geral é orgulhoso sob o ponto de vista do conhecimento. O profissional _comete pecados_ principalmente pela falta de comprometimento com o horário, mau entendimento das tarefas e realização de atividades sem entender ou questionar o propósito.
263 - comentário - 23/06/15 - 11:08:09 - Edilson Gama - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

As demissão em TI são geradas tanto pelo lado do profissional como pelo lado das empresas que perdem bons profissionais por conta de um problema bem simples: a falta de Feedback.

O Profissional de TI geralmente cometem alguns erros no ambiente de trabalho, são eles:
- Não respeitar hierarquia
- Uso abusivo da internet
- Conversas paralelas durante o expediente
- Usar o telefone e o e-mail da empresa para conversas pessoais
- Brincar fora de hora
- Não saber trabalhar em equipe
- Não saber se comunicar de forma adequada
- Falta atitude

Antes de qualquer demissão, por qualquer situação, no trabalho ou nas relações pessoais, dar feedback é uma manifestação de respeito e afeto. As empresas precisam investir mais tempo para criar um Processo de Coaching efetivo, melhorando assim o Feedback e a comunicação.

Vai Demitir? Você já deu Feedback?
264 - comentário - 23/06/15 - 11:35:35 - LEANDRO - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Falta de energia ao executar uma tarefa a voce confiada
265 - comentário - 23/06/15 - 11:39:05 - Alexandre Lopes - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Atualmente podemos citar que quando a demissão ocorre pode parte do profissional de TI, na grande maioria acontece por incompatibilidade do Gestor e/ou péssimo Chefe e em alguns caso pode também ocorrer por falta de reconhecimento ou por a empresa possuir uma estrutura hierárquica pequena na empresa (Diretor, Gerente, Supervisor e Analistas), com esse cenário a chance de crescer profissionalmente diminui.
Quando a empresa procede com a demissão pode ser pela falta de visão empresarial que não enxerga os profissionais de TI com sendo essencial para o negocio tornando-se o primeiro alvo a ser descartado (nesse contexto não estou incluindo empresas de TI), pois os profissionais de TI, são vistos com geradores de gastos, e não como um departamento que pode ajudar a gerar informações que ajudam a visualizar o negocio e gerar analises que possibilitam um estudo para lucrar.
API
266 - comentário - 24/06/15 - 09:15:46 - Diego Costa - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

As demissões atualmente na área de TI ocorrem primeiramente pela falta de contratos, com a crise atual diversos contratos não estão sendo fechados, também por falta de gestão, vários gestores hoje em dia não sabem conduzir suas equipes e não sabem solicitar o que querem com clareza, por exemplo solicitar uma capacitação do seu profissional ou até mesmo orientar.
267 - comentário - 24/06/15 - 09:17:33 - Leandro - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Um dos principais motivos de demissões são:
1- Estar exercendo um cargo ou atividade, no qual você não está preparado_
2- Falta de motivação_
3- Falta de sinergia com a equipe_
4- FOCO
268 - comentário - 24/06/15 - 09:23:09 - Dic - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Vou classificar as demissões em duas categorias, basicamente por culpa do profissional e por culpa da empresa (em Inglês essa distinção é feita utilizando-se termos diferentes para a demissão: fired ou laid-off, respectivamente):
1) por culpa do profissional: nesse cenário a empresa está indo bem, teria como continuar bancando o profissional na folha de pagamento, mas o desempenho está abaixo do esperado.
Erros comuns: você escolheu a área errada, não tem perfil para trabalhar com TI_ você está desatualizado, precisa separar um tempo para estudar_ você está desmotivado por algum motivo (salário, tipo de trabalho) e está deixando isso afetar o seu desempenho no trabalho.
2) por culpa da empresa: nesse caso acabou o dinheiro e mesmo tendo interesse em te manter a empresa não tem mais como pagar o seu salário. Nesse caso é melhor cair fora mesmo...
270 - comentário - 24/06/15 - 09:44:38 - Renato Murasaki - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Os _soft skills_ prevalecem sobre os _hard skills_ numa decisão de desligamento. Pessoas com dificuldades de comunicação, relacionamento interpessoal e que apresentam baixo comprometimento e aderência à cultura da empresa, mesmo apresentando excelentes conhecimentos técnicos, têm dificuldades de permanecer numa empresa. Outro fator motivante nas demissões em níveis gerenciais é a incapacidade do gestor de TI em alinhar os processos de trabalho e as soluções tecnológicas ao plano estratégico da empresa, agregando valor aos produtos e serviços que são oferecidos.
GOC
271 - comentário - 24/06/15 - 09:55:34 - Ricardo M. Tavares - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Os profissionais da TI carregam o estigma de serem bons com equipamentos e sistemas, mas péssimos no relacionamento interpessoal.
Na verdade, muitos o são mesmo. Assim, dificultando o entrosamento com os outros departamentos e colaboradores. Logo, uma equipe que possua esse perfil, terá um alinhamento com o negócio, estratégico, deficitário.
Isso, resulta em:
- não atendimento da necessidade do negócio e suas áreas_
- dimensionamento incorreto de infraestrutura, equipamentos e sistemas_
- antipatia aos profissionais da TI e dos mesmos com o resto da empresa.
Dessa forma, acredito que os erros mais comuns que levam a demissão na área de TI são:
- falta de entrosamento das ações do profissional da TI com o objetivo do negócio e suas necessidades. Assim, levando a não agregar valor ao seu trabalho, sendo dispensável_
- arrogância e falta de comprometimento_
- falta de sigilo.
272 - comentário - 24/06/15 - 09:58:15 - Armando - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O que leva a demissão, é o profissional de T.I. capacitado não evoluir, ou seja, não acompanhar a evolução tecnológica nem as novas estratégias da empresas, fazendo o que sempre fez.
274 - comentário - 24/06/15 - 10:08:18 - MARCOS ROMUALDO - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Podemos afirmar que erros comuns para um desacordo levando ao desligamento de profissionais ou ao insucesso de um projeto ou equipe, estão associados dentre muitos outros a esses 3 pontos:
- Contratação de pessoas não qualificadas
- Falta de gestão de gente
- Falta de comprometimento
275 - comentário - 24/06/15 - 10:11:29 - CVA - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Neste momento crítico da economia, as empresas estão procurando sempre inovar, buscando novidades que sejam atraentes aos seus Clientes. Com isso a área de tecnologia é bastante acionada e tem como responsabilidade trazer estas novidades ao custo mais baixo possível (Que pressão. Não?).
Sendo esta a realidade, a acomodação, em minha opinião, é o erro mais comum que um profissional de TI pode cometer que leva a sua demissão.
Deixar que um sentimento de segurança prevaleça a seu espirito empreendedor pode ser muito ruim para a empresa e perigoso para o profissional.
A acomodação pode gerar cobranças maiores para o profissional, que por sua vez pode se desmotivar, por consequência gera um clima organizacional ruim e por fim sua demissão.
Estude... Inove... Proponha novidades... Erre, mas demonstre que está empenhado em somar...
Hospitalhd
276 - comentário - 24/06/15 - 10:16:48 - Elvio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que os itens abaixo levam a demissão

- Falta de capacitação
- Pessoas acomodadas
- Falta de motivação
- Colaboradores sem foco pessoal e profissional
277 - comentário - 24/06/15 - 10:19:55 - Leonardo Neves - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Posso citar dezenas de motivos para demissões na área de TI, como falta de comprometimento, baixo desempenho, falta de adequação ao ethos corporativo, falta de integridade, entre outros. Mas na minha opinião o maior culpado pelas demissões são os próprios líderes, pois são eles os responsáveis por contratar e desenvolver as suas equipes. Líderes medíocres possuem equipes medíocres. É mais fácil demitir um funcionário medíocre do que demitir um líder medíocre, pois o poder de demissão está nas mãos do líder. Segundo pesquisa conduzida pela Development Dimensions International, cerca de 55% dos trabalhadores consideram deixar os seus empregos por causa do seu chefe, e 45% acham que poderiam ser mais eficazes que o seu chefe. Em contrapartida 87% dos líderes classificaram como boa ou excelente as suas habilidades de liderança. Eles veem deficiências nos outros líderes mas não em si mesmos.
278 - comentário - 24/06/15 - 10:21:13 - SERGIO BARBOSA DA SILVA - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que a falta de follow up, a transparencia, trabalhar como aliado e não somente como centro de soluções. Fazer mais com menos recursos, inovação. e mostrar que TI está disponível para agregar valor, não somente para suportar a operação.

Estes são os maiores desafios dos profissionais de TI, que na maioria das vezes são vistos como meros suporte a sistema.

Att_
Sergio Silva
279 - comentário - 24/06/15 - 10:29:14 - Flavio Bolognese Jorge - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Falta de comprometimento no negócio do cliente, falta de dedicação com a empresa, falta de comunicaçao, falta de trabalho em equipe
dbassocia
280 - comentário - 24/06/15 - 10:51:34 - N.Codo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Um dos motivos, dentre tantos ja citados aqui, é o baixo nivel dos líderes, que ao se depararem com um profissional mais capacitado que eles, sentem suas posições ameaçadas. Em uma época de vacas magras, tanto de negocios como de empregos, e importante as empresas não perderem nenhuma oportunidade/cliente, eliminando profissionais realmente capacitados e comprometidos com os objetivos da empresa, e que seus clientes recebam a atenção que esperam..
281 - comentário - 24/06/15 - 11:05:06 - Rodrigo Francisco - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Hoje estamos passando por uma situação mais complicada. O cenário econômico e político viabiliza a demissão de ótimos profissionais devido ao momento ruim das empresas. Fora isso, hoje, o principal motivo de demissões em TI é a desmotivação dos profissionais quando olham para a sua carreira contra aquilo que foi planejado. Quando esse distanciamento é muito grande e a empresa não possibilita um plano de carreira eficiente, ele tende a se desmotivar e isso leva a um efeito cascata: passar por cima da hierarquia, implantar um clima ruim na equipe e principalmente não estar alinhado com os objetivos estratégicos da companhia. Acredito muito que fatores comportamentais são mais decisivos do que técnicos na hora de fazer demissões, mas ainda assim existe um pequeno percentual de profissionais que são desligados porque não atendem a demanda técnica que se propuseram a atender.
282 - comentário - 24/06/15 - 11:18:24 - Douglas Jorge Monteiro - 189.120.12****

Li alguns comentários postados pelos participantes do Fórum e concordo com alguns. Mas o que acho relevante destacar a demissão de muitos dos profissionais gabaritados no ramo é a falta de ÉTICA da empresa e sua gestão.
283 - comentário - 24/06/15 - 11:25:26 - Nestor N. de Albuquerque - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Certamente podemos todos relacionar aqui centenas de motivos a essa questão, mas ao tirarmos questões como falta de gestão e ética (bem colocada essa, inclusive), cairemos em alguns poucos pontos comuns que podem ser alerta para todos, independente da função e mesmo de cargos. Eu escolhi comentar de um específico, que (IMHO) acho crucial nesse assunto: a falta de planejamento de carreira! Claro que isso pode acontecer _para o curto prazo à frente_ (por ex., o próximo ano), mas quando o profissional não tem uma visão muito clara sobre o que pretende ser e fazer na profissão, com metas que gostaria de atingir nos próximos meses, ano seguinte e a 3, 5 e 10 anos à frente, qualquer ocasião e evento pode trazer risco à sua carreira. O plano em si não é garantia de coisa alguma (como se aprende em Gestão de Negócios, Projetos, etc), mas é a sua _tábua de salvação_ nas emergências... (continuem)
GOC
285 - comentário - 24/06/15 - 12:37:55 - Rédson Rocha - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Na minha opinião, em Primeiro Lugar, é você não ter amor por aquilo que faz, e consequentemente, não haverá qualidade nos projetos, rendimentos. Um de outros e tantos fatores, é não haver trabalho em equipe,que dizer, não respeitar os colegas de trabalho, mentir, etc. Entre todo esse cenário, tudo que é inadequado, se torna obscuro, desfavorável.
286 - comentário - 24/06/15 - 13:01:52 - Fernando Nunes Medeiros - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O hiato entre a visão/objetivo dos líderes e liderados dificultam o alcance das metas nas empresas, com isso, a renovação se torna inevitável. O cenário macroeconômico e o despreparo dos profissionais _seja o nível que for_ também influenciam significativamente.
Entendo como salutar o processo de renovação constante de parte da força de trabalho através do uso de meritocracia. Como isso funciona? As empresas devem estabelecer metas anuais alcançáveis e ao final de cada semestre seria realizada a avaliação, a intenção é separar os 20% melhores, os 70% intermediários e os 10% piores. Assim, identifica-se quem está comprometido e quem somente está envolvido. Ao terminar o ano premia-se os melhores, alerta-se e motiva-se os intermediários e cria-se alternativas para os piores através de realocação em outro departamento ou até mesmo com o inevitável desligamento.
287 - comentário - 24/06/15 - 13:38:05 - Mauro Jabur - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Além dos vários pontos já mencionados, com os quais concordo em grande parte, existem alguns fatores que contribuem fortemente para as demissões em TI:
- Contexto econômico: pressão por redução de custos levam a decisões muitas vezes incorretas de trocar profissionais experientes, com maiores salários, por profissionais menos experientes.
- Falta de estabelecimento de metas claras: os gestores, nem sempre líderes verdadeiros, falham em passar à sua equipe uma visão mais clara do que se espera de cada um e do time, e, em uma avaliação de resultados, utilizam critérios injustos e perdem talentos no processo_
- Desvalorização do comprometimento: gestores e equipes passam a visar somente ganhos econômicos imediatos, e deixam de _vestir a camisa_ da empresa, atuando mais como _envolvidos_ do que _comprometidos_ com os processos corporativos.
288 - comentário - 24/06/15 - 14:27:32 - Alex - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Profissionalmente um erro muito comum e que não é exclusividade na área de TI, é referente a uma tendencia de nos acomodarmos, criarmos uma zona de conforto deixando muitas vezes de nos aprimoramos,relegarmos a segundo plano um curso,uma pós-graduação e isso é tão danoso a empresa como para o profissional quando este tem o duro golpe de uma demissão especialmente em uma época de incertezas como as que estamos vivendo agora.
No pessoal posso emitir uma opinião com base em minha experiência com seleção e supervisão de departamento, a pró-atividade é um artigo raro hoje em dia, boa vontade, interesse, disposição são características que são absolutamente indispensáveis em um bom profissional, por vezes, superando até mesmo os quesitos técnicos tamanha a escassez destas qualidades em quem está ingressando no mercado.
apipesq
289 - comentário - 24/06/15 - 15:59:47 - Cláudio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado de TI sofre mutações constantemente, seja tecnológica ou no que diz respeito a boas praticas. Estamos em um seguimento que requer aprimoramento, dinamismo, novos conhecimentos e especialização. Classifico a zona de conforto como a principal causa das demissões, levando a incerteza de novos horizontes, falta de fomento por novos conhecimentos e consequentemente as demissões. A falta de liderança esta em segundo plano, pois a falta de comprometimento, tomada de decisão, zona de conforte estão ligadas diretamente ao líder.
290 - comentário - 24/06/15 - 16:31:49 - Paulo Vaz - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acho que falta um pouco de maturalidade profissional por parte dos gestores, pois desde que eu entrei na empresa não recebi nenhum feedback nem por parte do RH. Fiz uma proposta de melhoria profissional com uma realização de curso para a equipe. Informou que o custo e muito alto e isso deveria partir do meu bolso. Em todas as empresas que eu trabalhei recebia um feedback e sempre as outras empresas pagavam curso de melhorias continua na equipe. As vezes falta expertise por parte da Gestão, para não desanimar a equipe, pois isso causa efeito cascata na equipe desmotivando em geral todos ..
291 - comentário - 24/06/15 - 17:21:34 - João Guimarães - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que em grande parte das vezes falta um olhar mais apurado dos dirigentes das empresas e/ou gestores para entender o momento do profissional no projeto/equipe. O que percebo é a total falta de feedback dos dirigentes, que acabam cometendo o grave erro de demitir, assumindo os altos custos envolvidos nessa decisão ao invés de procurar corrigir o rumo de algo que ele acredite estar errado.
292 - comentário - 24/06/15 - 17:43:09 - Carlos Miranda - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

8 anos na gerência de equipes e minha opinião é que demissões se dão pelos seguintes fatores, nessa ordem: 1º - RH dificilmente consegue saber exatamente o tipo do profissional que a empresa realmente precisa, na ânsia de contratar o filtro fica raso, contratou errado tem que demitir, 2º - Formação brasileira está muito aquém da expectativa das empresas e com expectativas muito altas para pouco investimento, querem contratar o melhor pelo preço do pior, quando dá errado, demissão, 3º Poucas empresas investem em treinamento e carreira, desmotivação e depois demissão, 4º falta de um acompanhamento correto da gerência e diretoria, feedbacks são quase inexistentes, vem a desmotivação e a demissão.
dbassocia
293 - comentário - 24/06/15 - 20:37:27 - Luiz Jonas - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Boa noite ,

Acredito que a demissão , tenha alguns pontos , vou iniciar pelos dois mais comuns :
O funcionário é contratado para uma vaga , onde não tem o preparo, achando que apenas a certificação ou a faculdade será suficiente , e após alguns meses , fica evidente que o profissional não tem o preparo para o cargo , desta forma não atinge as metas da empresa , é o caso principalmente , dos profissionais que tem apenas certificações ,porem não tem experiencia e acreditam que apenas a certificação o transformará em um super profissional .
Outra situação , chefia mal preparada , que fica com medo dos subalternos , aparecerem mais do que ele , é o caso de coordenadores,supervisores e lideres , que com medo da concorrência , acabam demitindo o funcionário , sem nenhum tipo de justificativa.Para este caso , se o funcionário bajular o ego do chefe , ele fica na empresa
293 - Réplica - 25/06/15 - 14:29:10 - Diogo - 177.110.15****

Concordo com você com respeito aos profissionais que somente tem a certificação. Mas acho que neste caso não é erro exclusivo do profissional que é demitido, assumindo que deve ter ficado claro no processo de seleção que ele somente tem certificações, a graduação, nenhuma experiência e talvez uma confiança exagerada de que ele é muito bom naquilo que "nunca" fez na prática. Acho que nestes casos a maior culpa é do profissional de RH que contrata a pessoa errada para o cargo e depois que tudo dá errado, não resta outra opção, a não ser demitir (os dois, o do RH e o de TI).
294 - comentário - 24/06/15 - 20:47:35 - Alexandre Meneghin - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Um grande erro que um profissional de TI pode cometer é não estabelecer politicas claras e um SLA bem definido para que as responsabilidades e a entrega de serviços estejam bem definidas junto aos departamentos da Empresa. Outra fator, muito importante é estar alinhado com seu CFO/CEO/CIO para que os projetos e ações do pessoal de TI tenham respaldo superior e assim as possíveis reclamações dos Usuários perante aos problemas de TI tenham um peso menor na avaliação do departamento de TI.
295 - comentário - 24/06/15 - 22:10:07 - Wilson - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Alem dos fatores já citados aqui no Fórum, existe um erro por parte de muitos profissionais, que uma vez empregados, tem suas energias direcionadas no sentido de ser um empreendedor, começam a fazer trabalhos paralelos as vezes até mesmo concorrendo com o seu empregador.
Entendo que se quer ser empreendedor, faça-o, dedique-se e assuma os riscos inerentes.
Já o profissional comprometido e focado, vai crescer, tornar-se parte fundamental na empresa onde trabalha.
O radar do empregados não falha, este tipo de profissional, deve seguir sua vocação de empreendedor e não ocupar o lugar de quem quer o contrário.
Hospitalhd
296 - comentário - 24/06/15 - 23:01:23 - Luiz - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Durante anos de profissão em programação, análise e gestão, vivênciei várias situações que podem levar a demissão em TI. Focando nos erros mais comuns, falta de responsabilidade e comprometimento com os objetivos pré-estabelecidos (ausência de accountability), que é causa-raiz de outro problema sério de gereneciamento, que é a microgestão das atividades dos membros da equipe. Falta de qualidade das entregas que pode comprometer os processos de negócio e até impactar a rentabilidade e perda de clientes. Abuso de confiança repassando usuários e senhas à colegas. Falta de atenção quando repassa informações confidenciais a terceiros tais como contas, saldos, telefones de clientes. Uso das ferramentas de trabalho indevidamente tais como uso de email da empresa para situações particulares ou visita a sites indevidos. Burlar controle de ponto das horas trabalhadas. Extravio de dados da empresa.
297 - comentário - 25/06/15 - 09:20:28 - Cláudia Isnoldo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Tenho visto situações diversas, mas a que mais tem me chamado a atenção é justamente algo diferente do que os meus colegas abaixo comentaram, as empresas precisam ter Governança, estratégias bem definidas e objetivo, e todos os funcionários devem enxergar esse objetivo, o que acontece muitas vezes é que o profissional é contrato para realizar uma atividade e conforme as mudanças constantes de direcionamento acaba sendo alocado no desenvolvimento de vários produtos que por vezes são abandonados e colocados em stand-by e logo depois são alocados para outros projetos, essa rotina desmotiva o profissional que não se sente agregando valor algum e provocando sua própria demissão, é claro que considero sim as questões de comprometimento, responsabilidade e etc, porém precisamos ter coragem para aplicar a análise de swot.
298 - comentário - 25/06/15 - 09:21:20 - Thiago Cabral - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Eu acho que é difícil descrever erros como sendo a causa de uma demissão, pois hoje na grande maioria das empresas, senão em todas, TI tem acesso a todos os dados, desde todos os e-mail da empresa até a folha de pagamento de todos os funcionários. Vazar uma informação é muito fácil e a área se torna muito vulnerável com isso, qualquer mínimo erro pode se transformar numa catástrofe. Por isso temos que ter profissionais com muita responsabilidade.
No caso de desenvolvimento de sistemas, pode ser até pior, pois o código está na mão do desenvolvedor, um ponto decimal errado, um código não tão testado, coisas simples podem se transformar em um problema grave.
No meu ponto de vista não existe uma lista de erros pois são muito específicos, depende de casa caso, erros corriqueiros acontecem e não só levam a demissão em TI como em todas as áreas.
299 - comentário - 25/06/15 - 09:48:38 - Marcelo Prado - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Na minha opinião, os erros comuns que levam a demissão em TI ou qualquer outro área, é a falta de comprometimento, a falta de integração com o time e com a empresa, não saber se comportar em situações de conflito, as mentiras e o não comprimento das diretrizes das politicas internas.
GOC
300 - comentário - 25/06/15 - 10:19:07 - Wellington Paiva - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Tenho um ponto de vista onde erros são tolerados, portanto não os vejo como preponderantes para uma demissão. Eu sempre pondero questões relacionadas a caracter, comprometimento e responsabilidade na minha equipe além da honestidade. Erros podem sempre ser resolvidos, e quando ocorrem, tem de ser expostos rapidamente para traçarmos um plano de ação para resolve-los.
Agora se um erro é cometido e não informado já passo para questões relacionadas a caracter o que podem sim comprometer um profissional.
301 - comentário - 25/06/15 - 17:12:14 - Fernando Cruz - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Muitos aprendem com seus erros e só conseguimos identificar quem consegue evoluir desta forma observando o comportamento em situação similar. Claro que o gestor pode ser o responsável pelo erro de uma pessoal da equipe, mas acho que não cabe abordar isto aqui.
O assunto deste fórum começa com _erros_. Entendo que não é um erro que levará à uma demissão, mas sim mais de um. Alguns fatores podem contribuir para que a demissão ocorra, como: o profissional erra constantemente e não está interessado em melhorar_ a alta gestão exige o desligamento do profissional pois já não é o primeiro prejuízo causado pelo profissional_ ou, já vi acontecer, um profissional é sacrificado para o bem do time.
Eu procuro evitar uma demissão, pois a contratação eventual de um novo profissional é cara e difícil.
302 - comentário - 25/06/15 - 17:35:30 - Rubens Antonelli - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Há três grupos de fatores que, combinados ou isoladamente, determinam demissões: Ética, Desempenho Técnico e Comportamento.
Quanto à Ética, ou à falta dela, dispensam-se explicações: a desonestidade na apropriação ou uso de bens alheios, especialmente a Informação, carreirismo exacerbado, mentiras e outras condutas destrutivas, são motivadores claros e inquestionáveis para uma demissão específica.
Deficiências de Desempenho Técnico também resultam em demissões pontuais. Porém, este é um fator complexo que, muitas vezes, é injusto para com o demitido. A falha maior pode ter sido de quem designou o profissional inadequado para o serviço.
Já os aspectos comportamentais são hoje os maiores motivadores de demissões. Liderança, comprometimento, trabalho em equipe, espírito inovador e outras virtudes de comportamento fazem a diferença entre quem fica e quem sai, na Era da Colaboração.
303 - comentário - 25/06/15 - 23:06:01 - Sergio Araujo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Concordo com os colegas que:
1) O fator comportamental é o mais crítico. Não é possível fazer um bom trabalho com equipes que não estejam comprometidas. Uma pessoa assim pode contaminar o restante da equipe e pode sim estar cavando sua demissão.
2) Dificilmente uma demissão corre por causa de um único erro, mas sim por erros repetidos em 1 ou mais dos 3 grupos de fatores

Uma situação difícil de medir é a conjuntura econômica no momento da demissão. Num momento de pleno emprego o empregadfor (obviamente) é mais cuidadoso e _dá mais chances_ ao empregado que não está tendo uma boa avaliação. Entretanto, em momentos de crise econômica é possível encontrar demissões _mal explicadas_, ou seja, o funcionário tem boa avaliação, bom rendimento, mas é demitido porque o salário é _alto_ , pela _idade_, ou ainda porque toda uma equipe é _extinta_.

E aí, houve erro do empregado?
Hospitalhd
304 - comentário - 26/06/15 - 10:28:25 - Celso Neves - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Existem muitas variáveis que podem influenciar no rendimento, convivência e sucesso da equipe de TI: não depende somente do gestor, não depende somente do analista, não depende apenas da empresa_ é necessário que todas as partes estejam alinhadas num mesmo objetivo.

Há alguns itens que podem levar ao desligamento, tais como:
? mau desempenho na função,
? um erro grave que leve à empresa a ter perda financeira,
? uma questão (de falta de) ética e integridade,
? algum problema de comportamento.

O importante é pensar em ações para evitar esse desfecho. Para isso, não tem receita revolucionária: o gestor ainda tem um papel fundamental. É preciso que o gestor se responsabilize pela sua equipe e tenha claro quais são as metas que a área de TI deve atingir, e quais as competências técnicas e comportamentais que ele precisa que a equipe tenha e/ou desenvolva.
304 - Réplica - 26/06/15 - 14:48:17 - Lilian Vieira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O feedback individual é fundamental para que a equipe esteja alinhada com os objetivos da área e evitar que erros e problemas comportamentais não se tornem repetitivos..
Saber ouvir também é essencial para que o gestor avalie problemas eventuais de mal desempenho, etc.
305 - comentário - 27/06/15 - 01:41:58 - Sergio Ramos Sobral - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

As causas são diversas e na minha opinião é quando o funcionário não esta atento as mudanças na empresa, não se empenha para resolver os problemas diários, não apresenta alternativas de solução, não é inovador, tem medo de dar opiniões, reclama de tudo e de todos, fofoca, fala mal das pessoas e dos erros cometidos pelos outros, não sabe elogiar e valorizar a equipe em público, mal educado, não se comunica mesmo sendo um gênio da programação, precisa saber falar. Penso que o comportamento garanta a empregabilidade, salvo casos da empresa estiver indo mal e precise cortar funcionários, coisas que nos dias atuais e com os governantes atuais causam grande instabilidade no mercado de tecnologia. Vide a quantidade de bancos que existem no mercado financeiro (cada vez menos). Para funcionários que estão desanimados, peçam aos seus chefes buscar o mercado de inovação, TI é uma mudança constante.
306 - comentário - 28/06/15 - 19:18:17 - Leo Pellegrini - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Alem da Problemas de performance do Profissional, em alguns casos de crises, como estamos vivendo no momento, causam reengenharia nas empresas e podem causar demissões dos profissionais que não estejam com rendimento muito superior ao considerádo satisfatorio.
dbassocia
307 - comentário - 28/06/15 - 19:46:05 - Dalva Tagliamento - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Além das crises, cancelamento de contratos, concorrência acirrada do mercado de trabalho, que acabam gerando demissões, acredito que um dos erros mais comuns que acabam levando a demissão, muitas vezes começam juntamente na contratação.
O candidato por subestimar os requisitos da posição, e logo nos primeiros meses no novo trabalho, ter muita dificuldade de acompanhar o ritmo dos outros colegas. Outras vezes não se adapta à cultura. Ou aceita a contratação porque precisa estar empregado, mesmo sabendo que não é o que queria fazer, isso acaba afetando diretamente a performance e fatalmente pode acarretar em demissão.
308 - comentário - 28/06/15 - 20:40:21 - Isaltino Lemos Filho - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Não vou considerar em minha opinião situações sazonais, tais como: crises e reestruturações, incluídos nesta categoria: fusões, incorporações e re-estruturações.
Baixa performance: esse é o principal motivo de perda de trabalho. O equívoco que leva à demissão nem sempre é do(a) colaborador(a). Muitas vezes, a empresa contrata o(a) profissional sabendo que ele(a) está aquém da necessidade, entretanto questões de negócio urgentes fazem com que a contratação avance.
Quando o cliente identifica baixo desempenho, imediatamente é procurado novo(a) profissional no mercado para substitui-lo.
Do lado do(a) profissional, a proposta é aceita como um desafio a ser superado, mesmo que o perfil não se encaixe 100% no seu perfil, até porque, não é incomum vagas com super qualificação em relação à necessidade do cliente.
309 - comentário - 29/06/15 - 08:30:45 - Flávio Thomazele - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Na minha opinião diversos erros levam a demissões em TI, dentre eles os principais são: Falta de atualização na função que exerce, Falta de um bom relacionamento com a equipe e o não comprometimento com os projetos da empresa... estes são os pilares que devemos desenvolver diariamente, pois em possível redução de equipe, acredito ser estes os pontos a serem analisados
310 - comentário - 29/06/15 - 08:45:33 - Sandra Santos - 201.149.20****

Ao longo da minha carreira percebi quem nem sempre quem faz um excelente trabalho é o que será mantido. Existem muitos comprometidos em executar um bom trabalho, proativos, e dedicados para obter os melhores resultados, mas existem pseudos _profissionais_ que conseguem se promover sobre o trabalho de outros, sem nem ter noção do que e como deve ser executado, Estes pseudos profissionais acumulam certificações e fazem tipo ao invés de trabalhar e aparecem para o alto escalão divulgando conquistas das quais não tem mérito, e na verdade até desmerecem aqueles que realmente sabe o que estão fazendo. E então quando quando a empresa precisa realizar cortes, a decisão é de cortar justamente o profissional sério e que realmente sabe realizar o trabalho, e ficam com aqueles que apenas viajavam em méritos e conquistas que nunca foram produzidas por eles.
GOC
310 - Réplica - 01/07/15 - 11:20:47 - Vinícius de Moraes - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Olá Sandra, concordo completamente com seu ponto de vista! Com 20 anos de carreira, em empresas de todos os portes e em ambos os setores (público e privado), com raras exceções, foi exatamente o que aconteceu!
Só não vejo isso em pequenas empresas pois o empresário tem controle sobre a produção de cada um de seus empregados. O mais importante como profissional de TI é se desprender de executar trabalhos com perfeição técnica e focar em atender os objetivos reais da empresa. O motivo é simples! Em TI o setor de produção sempre tem atritos com o setor comercial por terem visões e objetivos diferentes.... e normalmente a chefia e alto escalão estão no setor comercial! Minha dica é sempre manter um excelente relacionamento com sua chefia direta e sempre que possível com o alto escalão da empresa de forma que eles conheçam sua importância e capacidade profissional.
311 - comentário - 29/06/15 - 17:39:35 - Marco Aurélio Papp - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O que vejo que demissões estão muito, alias muito ligadas diretamente relacionadas ao custo x beneficio da empresa.
É obvio que o profissional demitido cometeu algum erro ou vários por algum tipo de problema, ou pessoal que pode desestabilizar o profissional, ou o lado profissional mesmo.

1 - A pouca evolução na carreira profissional.
2- A conduta e postura.
3 - O comprometimento e envolvimento não somente no que o profissional esta envolvido mas também com os objetivos e politica da empresa na qual trabalha.

Não vou falar aqui sobre falta de ética, caráter, etc... são atributos que as pessoas já deveriam ter e ser.
Concordam.

Obrigado pela oportunidade.
312 - comentário - 30/06/15 - 07:53:09 - Paulo Marques - 177.129.23****

Recentemente, pedi demissão... Posso dizer com propriedade que decisões erradas, falta de visão e Gestão desastrosa foi fator determinante para tal atitude. Falta na realidade competencia, atitude, liderança. O problema continua sendo as pessoas, muito fraco a atuação de gestores de TI. Desafio alguém aqui no site alguém indicar com propriedade o seu Gestor como sendo determinante para seu sucesso.
313 - comentário - 01/07/15 - 13:25:52 - Daniel Yahara Barboza - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Assim como em qualquer outra área profissional, a falta de capacitação ou interesse profissional e a falta de capacitação no relacionamento interpessoal são os erros mais comuns.
Estas características adicionadas a um profissional, direcionam a demissão vinda por parte da empresa ( devido aos problemas causados pelo funcionário) ou de origem do próprio funcionário ( quando pede o desligamento por não suportar mais o ambiente).
Saber lhe dar com situações delicadas e muitas vezes inesperadas, é a parte mais notada por gestores e profissionais ao seu redor.

A palavra _demissão_ é vista como uma palavra negativa pela a maioria dos profissionais.

Mas para um profissional esforçado e com um bom relacionamento pessoal, a demissão torna-se um caminho de oportunidades a ser explorado.
apipesq
314 - comentário - 02/07/15 - 09:41:44 - Paulo Corrêa - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Falta de adaptabilidade por parte do gestor com pessoas que pensam e agem diferente. Em TI é comum pessoas que são excelentes tecnicamente, mas que tem dificuldade em se relacionar seja por timidez, _tolerância zero_ ou até problemas psicológicos. Muitos gestores não tem sabedoria para lidar com isso e procuram pares iguais.
315 - comentário - 02/07/15 - 13:17:51 - Antonio Tessari - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Um erro comum que pode levar a demissão não só na área de TI mas em qualquer área é o profissional que muitas vezes tem uma experiência grande e sólida ou talvez um conhecimento muito vasto achar que o que há de melhor em termos de técnicas ou cultural, seja gerencial ou puramente técnico mesmo, é o melhor para a empresa. Para cada empresa existe uma postura, uma conduta e até um produto ideal, nem sempre o que comprovadamente é melhor para o mercado, será bom naquela empresa em específico. Muitos profissionais relutam indignados por saber o que o mercado tem ou pratica de melhor e encontram resistência em aplicar onde trabalham. Você já pensou que sua empresa pode não querer isto e sua insistência pode ser uma rota de colisão? Um amigo aqui embaixo citou adaptabilidade, talvez esse seja um bom termo.
316 - comentário - 02/07/15 - 13:33:16 - Ricardo Mazer Teixeira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Lembram do Livro _Quem Mexeu no Meu Queijo?_

Pois é... recomendo fortemente a leitura. Acredito ser um erro comum, acreditar que nunca podemos ser o escolhido.

Tive um professor na pós graduação, que recomendava a análise de saúde financeira não somente da empresa que você está trabalhando, mas ampliar essa análise e procurar saber como está a saúde financeira dos clientes da empresa que estamos trabalhando.

Não confiar na percepção (estar alerta ao risco) que o queijo está apodrecendo é um grande erro.

Permanecer na zona de conforto percebendo que a empresa não está indo bem é outro erro.

Mudando de assunto, acredito quando o pessoal de RH preconiza: _Muitos profissionais são contratados pelas habilidades e desligados por fatores comportamentais_.

Como gestor sempre entendi que Conhecimento e Habilidade podem ser desenvolvidas em pessoas com boa Atitude.
317 - comentário - 02/07/15 - 16:45:25 - Ricardo Rocha - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Olá caros colegas, acredito eu que um dos fatores determinantes na demissão de um profissional de TI no cargo de gestor da área seja o choque de realidades de ambos tanto empresa quanto profissional, em muitos mas muitos mesmo a empresa busca no mercado um excelente profissional a um valor cada vez mais baixo, quando encontra exceções tenta dissolver todo conhecimento do mesmo e que ele possa crescer no quadro com novas experiencias da própria cultura da empresa e com seus comandados, o que em muitos casos isto é uma atitude desastrosa, pois em alguns casos de amigos tenho percebido que até existem boas intervenções dos gestores mas a empresa acaba _podando_ muito o que leva o profissional a se desmotivar muito e centralizando o poder sem dividir para conquistar novos espaços e métodos a ajudar a empresa.
Pecados
318 - comentário - 03/07/15 - 07:36:15 - Paulo de Jesus - 189.27.179****

Em minha opinião o salário e os benefícios são preponderantes para a demissão, já vi empresas que se dizem de TI oferecer VR de 6,00 ao dia para o cargo a ser contratado. Muitas vezes o profissional está desempregado, cheio de dívidas, hoje em média gastamos entre água, luz, internet, fora os telefones fixo e móvel cerca de R$280,00 mês. Pra quem está desempregado pode doer no bolso. Devido essa dificuldade de emprego, mão de obra barata com atravessadores que aceitam a proposta dessas empresas, além do governo que não faz nada pela categoria, estipulando um teto base de salário, e atribuindo normas tais como: Para trabalhar na área tem que ser formado ou graduado no cargo. Como isso não acontece, esse profissional vai aceitar essa vaga por que a qualificação e experiência dele é boa para essas empresas, mas logo ele se sentira desmotivado e pedira a sua demissão.
319 - comentário - 03/07/15 - 13:17:09 - ALEXANDRE TORTORETTO FIM - 177.21.122****

Atuo na área de tecnologia faz 15 anos e trabalho com manutenção de sistemas legados. Na minha opinião, o que causa a demissão é justamente quando o contratante (geralmente consultorias) oferece uma vaga ao profissional onde o tempo de projeto é sempre _ideterminado_. Não é. Este _tempo indeterminado_ quem define é o cliente, e, apesar deste gostar e elogiar otrabalho do profissional, não demosntra interesse em contratá-lo e até fazendo _manobras_ para não gerar vículo empregatício com este profissional. Quando não há prorrogação de contrato e este profissional retorna à consultoria, não existindo outras oportunidades, ele é DEMITIDO, gerando um _pinga-pinga_ entre consultorias e clientes. Vale lembrar que a demissão nem sempre é iniciativa do consultor e sim da consultoria/cliente.
320 - comentário - 07/07/15 - 14:40:48 - WDN - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

As razões são as mais variadas possíveis, que vão desde falta de empatia, por parte da gestão/direção da empresa, até falta de atitude por parte do funcionário/colaborador. Concordo com alguns colegas que indicam que há uma tendência a utilizar contratos indeterminados para suportar períodos de curta duração, mas acho que aos profissionais, por vezes, falta a capacidade de fazer uma correta leitura da realidade da empresa/gestão, ou seja, como está o relacionamento e o que devo fazer para melhora-lo. Hoje, a competência técnica não é mais o único atributo utilizado para a avaliação dos profissionais, existe uma forte tendência para dar mais peso aos aspectos de relacionamento e proatividade.
321 - comentário - 14/07/15 - 22:02:56 - Carlos Godoy - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Meus caros, comparto com vocês que um dos maiores motivos de demissão de colaboradores em TI sejam a sua obsolescência prematura além do perfil pouco colaborativo comum a muitos. Atualmente encontramos ambientes altamente voláteis do ponto de vista de negocio demandam profissionais qualificados e flexíveis com a capacidade de não somente implementar soluções, mas de propor novos processos.
Perfis que não estejam alinhados com estas novas tendencias enfrentarão ambientes cada vez mais restritivos.
Pecados
Página 1 de 1
Pular para a página:
X