O ponto de encontro dos profissionais de informática

APinfo

Comente a pesquisa apinfo 2016 salários e mercado de TI

Convidados : Grupo profissionais de TI

2 - comentário - 12/08/16 - 09:54:49 - Joaquim Oliveira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Trabalho em TI a mais de 20 anos e tenho observado esta queda drástica nos salários, é impressionante que um DBA Oracle já tenha ganho o equivalente a 66 mil reais hoje.

O nível de exigência em conhecimento, experiência, certificações e idiomas e cada vez mais alto e os salários não acompanham. Tem excesso de gente na área, muitos com baixa qualificação, que estão dispostos a trabalhar por qualquer coisa.
3 - comentário - 12/08/16 - 10:09:22 - Carlos Eduardo Ferreiro Corrêa - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Trabalho com desenvolvimento há 12 anos, acho que os salários realmente cairam, porém quem tem mais experiência consegue manter um salário compatível. O mercado está ruim pra quem está começando ou com pouca experiência
5 - comentário - 12/08/16 - 10:17:38 - Hamilton Ribeiro - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Não se iluda com o mercado de Trabalho em TI. Apenas profissionais qualificados e competentes tentem a ser reconhecido. Valorize-se profissionalmente pois só assim o Sucesso é garantido e sua taxa hora também..
6 - comentário - 12/08/16 - 10:21:00 - Renan OLiveira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Fiquei impressionado com a questão da faixa etária, em 2006, 49% dos profissionais tinham entre 23 e 28 anos, agora somente 26% estão nesta faixa. Provavelmente o pessoal mais novo já percebeu que existem outras áreas onde é possível ganhar mais com menos esforço.

O bando de gente que veio para TI, pensando em ganhar muito dinheiro, mesmo sem ter muita afinidade com a área, prejudicou todo mundo.

Agora quem entrar vai ser realmente o pessoal que gosta.
dbassocia
7 - comentário - 12/08/16 - 10:21:11 - Samuel Monteiro - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Trabalho com TI a 15 anos, trabalho na área de suporte, os salários realmente estão defasados, outro problema que vejo é que as empresas aproveitam a crise para não promover etc.
Outro ponto, as empresas exigem várias certificações, idiomas etc. Mas não querem pagar o que a pessoa merece.
Na minha opinião, a área de suporte/service desk está muito ruim.
8 - comentário - 12/08/16 - 10:27:23 - Marcelo Kiilian - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Com toda essa crise fiquei impressionado como o mercado esta bom, entrei em aviso na empresa, enviei 4 curriculos e todos retornaram, fiz algumas entrevistas e no caso que o valor oferecido não era o que eu procurava, recebi retorno depois aumentando a proposta, no final o aviso na empresa foi cancelado e não precisei recorrer ao mercado.
Trabalho com desenvolvimento na área financeira desde 2006, não tenho o que reclamar e estou na área pq gosto.
9 - comentário - 12/08/16 - 10:34:56 - Anderson - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Já trabalhei nos principais mercados de TI do Brasil, ao longo de quase 20 anos.
Percebo que nos últimos 6 ou 7 anos, a desvalorização dos profissionais de foi mais acentuada no Brasil, de maneira geral. Talvez pela falta de maturidade das empresas brasileiras, por ainda não terem percebido que, ao investirem em TI podem otimizar processos e potencializar seus lucros exponencialmente.

Fica o apelo para os nossos empresários.
Seja você a mudança que você gostaria de ver no Brasil.
10 - comentário - 12/08/16 - 10:35:52 - Ana Julia Okamoto - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Importantíssima a pesquisa pois nos permite analisar como anda o mercado de TI, através das opiniões e características dos profissionais que realmente compõem o mercado. Como mulher, a pesquisa somente comprova o que vejo todos os dias nos ambientes de trabalho de TI, somos minoria.
GOC
12 - comentário - 12/08/16 - 10:42:17 - HSM - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O resultado só comprova o que vemos na prática: o mercado está retraído na maioria dos lugares, a reposição de profissionais acontece na base de _menor salário, mesma responsabilidade_, sempre com muitos requisitos - nem sempre de fato necessários, e muita gente acaba não se qualificando por que não tem como investir, gerando um mercado cinza onde faz bicos ao invés de uma carreira formal.
Regulamentação da profissão, ao meu ver, não trará benefícios - a não ser para a máfia dos sindicatos.
As oportunidades estão escassas - mesmo para os mais qualificados - e as pessoas acabam saindo da área por necessidade -- conheci alguns motoristas de UBER, em BH, que são/eram de TI_ afinal, as contas não param de chegar...
13 - comentário - 12/08/16 - 10:42:27 - Dinosauro Dev - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Há mais de 30 anos estou na área de desenvolvimento de sistemas e posso afirmar que nossa área está insustentável, onde os salários tem despencado e as empresas não tem cumprido os prazos acordados nas entrevistas. Não há nenhuma garantia sendo mantida e as empresas querem tantas exigências técnicas que na prática nada está sendo usado. Estou me sentido literalmente explorado e não digo que estou passado fome, mas a cada dia, vejo que falta pouco para se viver de desenvolvimento e as vagas cada vez mais difíceis e longo da nossa região.
14 - comentário - 12/08/16 - 10:42:43 - Célia Regina Maciel - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Eu tenho uma experiência em documentação de sistemas fazem 16 anos. Estou fora da área por cerca de quase dois anos. Não consegui recolocação no mrecado de trabalho, acredito por conta de minha idade e salário. Mas vale a pena ainda investir em atualizações e não desistir. Apinfo sempre deu bons resultados e ótimo Feedback.
15 - comentário - 12/08/16 - 10:45:27 - Marcos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A cada dia que passa vejo mais e mais a desvalorização dos profissionais de TI, vejo pessoas vendendo projetos a preços de banana, e exigindo de seus funcionários, uma infinidade de conhecimentos ditos com o _Desejáveis_ na hora de uma contratação, porém com salario que não acompanham o investimento que o profissional tem que fazer diariamente para ficar a frente de novas tecnologias e domina-las
apipesq
16 - comentário - 12/08/16 - 10:47:01 - isabel regina - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A área de TI assim como todas as demais áreas estão sofrendo ajustes salariais por conta da economia atual.

Acompanho algumas vagas onde solicitam conhecimentos diversos e divergentes, várias certificações, inglês fluente e muitas vezes nem 1/4 dessa solicitação é utilizada pela empresa.

Quanto ao salário o que pagam depende muito de empresa para empresa. Vejo que empresas que não tem uma política de cargos e salários ajusta sempre o valor para baixo. Já as que aplicam essa política mantém um valor de mercado e negociam bem de acordo com o perfil do candidato.

O que vale para a área de TI é obter bastante conhecimento. Certificações são muito válidas, mas é preciso ter um foco. Inglês fundamental. E manter o olho em novas tecnologias.
17 - comentário - 12/08/16 - 10:48:34 - Rodrigo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Apenas minha opinião, empresas pedem certificações, inglês (fluente).
Informal, questionei uma pessoa fluente (Inglês) e o mesmo disse.
_Você sabe ler muito bem, agora você sabe se comunicar?_
Estive atuando em empresas onde não me adequei a forma de trabalho por todos os dias ser um incêndio, propunha melhorias (nada aceito), explicava uma resolução (nada aceito), fez barulho novamente e o gerente ligou para um colaborador.
Ué, meus serviços não servem para nada aqui pois querem um bombeiro então pedi para sair em um período anterior a 90 dias.
Não sou qualificado então para o mercado?
Pedem tanto conteúdo que mais um pouco querem te contratar para servir café.
Informa sua pretensão de acordo com seu skill (nada de retorno).
Quero fazer MBA, especializa-me com certificações, inglês e eu que me sustento como fica?
18 - comentário - 12/08/16 - 10:48:56 - Kleiton Silva - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Isso mostra nosso real cenário no mercado, vejo que a recessão o que muitas vezes não atingia diretamente TI agora atinge em cheio, isso se mostra no tempo maior de recolocação e média de salários baixando. Me impressiona o afastamento dos jovens para área, para as empresas isso é ruim pois sempre é necessário renovar a base a pirâmide. Que os bons ventos retornem a nossa área, é sempre bom manter o otimismo.
19 - comentário - 12/08/16 - 10:49:25 - Thiago - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Tenho 13 de carreira e o que tenho notado é muito investimento em automação dos sistemas, a terceirização chegou a um nível impensado com os sistemas de cloud e isso diminuiu a demanda por mão de obra. Meu primeiro emprego foi em um escritório de 40 funcionários em 2003, esse escritório tinha como funcionários CLT eu, como analista de suporte, e meu gerente/administrador de redes, para manter além do suporte as estações, havia um pequeno _cpd_, como era chamado na época, com servidores como exchange, AD, proxy. Qual escritório com 40 funcionários nos dias de hoje mantém dois profissionais, servidores e nobreaks internamente? No máximo o menino do suporte normalmente mal pago, servidores todos em cloud em um data center qualquer a preços bem acessíveis. Quando comecei a trabalhar com Linux o minimo que vc precisa era saber compilar um Kernel, hoje vem tudo pronto então qualquer um faz!
Pecados
20 - comentário - 12/08/16 - 10:49:35 - José - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Trabalho na área de TI a 13 anos, e realmente os salários caíram muito. Na minha opinião, a terceirização ajudou um pouco nesta queda. Algumas empresas que terceirizam os serviços de TI contratam com salários mais baixos, para manter seus custos também baixos. Isso fez com que os CLT_s também seguissem esta tendência. Somente um profissional com _muitas_ qualificações consegue manter um nível de salário satisfatório.
21 - comentário - 12/08/16 - 10:49:35 - Fernando - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A fase de achar que o dinheiro vem fácil para quem trabalha em TI criou uma geração de jovens frustrados, que ao pensar só no dinheiro se esqueceram do esforço para a conquista e acabam abandonando a área por falta de afinidade.

Empresas em geral, não investem em colaborador de nenhuma área, muito menos TI, devido ao alto valor dos cursos e certificações de maneira geral.

A queda do salário é evidente, e somente pessoas com mais tempo na área conseguem minimizar o prejuízo. Pessoas mais jovens certamente irão buscar outras opções com menor cobrança e dedicação e remuneração parecida.

A médio prazo, profissionais mais experientes tendem a ser mais valorizados pela falta de recursos especializados, pois a pesquisa demonstra a diminuição dos jovens no setor.

Parabéns pela pesquisa! Importante para a reflexão!
22 - comentário - 12/08/16 - 10:49:52 - Wagner - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Trabalho com Segurança da Informação. Esse cargo não tem um padrão de salário tanto para Jr., Pleno ou Senior. Porém as empresas estão pagando de R$4000,00 para cima e pedem conhecimentos, certificações exorbitantes onde o salário pago poderia ser de R$8.000,00. Fora que nessa área as empresas querem contratar PJ ao invés de CLT.
23 - comentário - 12/08/16 - 10:56:55 - Joaquim Macedo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Muito boa esta pesquisa, com toda esta evolução histórica, trabalho em TI a mais de 40 anos e passei por todas estas fases. No inicio um pessoal super qualificado, que trabalhava só com mainframe IBM em grande empresas, programava em assembler e Cobol. bons tempos ...

Depois veio o downsizing, o cliente servidor, o pessoal continuava ganhando muito e a solução para as empresas foi a terceirização. Nós anos 90, programador andava de carro importado, Audi, roupa de grife e etc.

Ai todo mundo começou a migrar para TI, era biólogo, advogado, engenheiro, administrador, muitas faculdades de informática e a coisa foi degringolando aos poucos. Nos anos 2000, veio o bum da Internet, o bug do milênio, os softwares ERP e muita gente ganhou muito dinheiro. depois disto foi só ladeira abaixo, com as aplicações mobile e as startups houve um suspiro, mas nada que lembre os velhos anos dourados.
Pecados
23 - Réplica - 12/08/16 - 17:02:50 - Lucas - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Onde eu trabalhava tinha um cara que tinha feito turismo e outro formado em economia, que tinham migrado para a área de informática. Parecia serra pelada, todo mundo vinha atras da grana. Realmente foi o começo do fim...
24 - comentário - 12/08/16 - 11:11:18 - Marcelo Valle - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Me da nos nervos ver que gerentes de projeto sao mais valorizados que desenvolvedores no Brasil.

Precisamos urgentemente de um melhor mercado de start ups, com mais competitividade e sem o Estado defendendo tanto empresas grandes e oligopolios.

Os salarios estao completamente defasados, sao os mesmos de anos atras ou menores, e a coisa tende a piorar. A maioria dos empregos em TI estava em bancos e telecom, onde encontravamos os salarios mais altos. Essas empresas tem uma cultura largamente hierarquizada, o que explica o salario dos gerentes antes aos salarios dos desenvolvedores, e contam com reserva de mercado para ter alto lucro e pagar esses salarios.

Agora, com netflix e Amazon substituindo a TV no Brasil e apos todo e qualquer governo continuar impondo regulamentacoes inuteis, o futuro dos salarios na area e sombrio.
25 - comentário - 12/08/16 - 11:14:05 - Rogério - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Comente a pesquisa apinfo 2016 salários e mercado de TI : Os salários de TI está muito defazado, pois as empresas estão aproveitando cada vez mais da situação de Mercado e Baixando os Salários. Isso não é Bom, pois os Profissionais de TI tem muita despesas com treinamentos, graduações, pos-gradiuações, etc.
26 - comentário - 12/08/16 - 11:18:10 - Rinaldo Gama - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Boa Pesquisa
API
27 - comentário - 12/08/16 - 11:18:15 - Edmar Silva - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Primeiramente, parabéns pela pesquisa. Até o momento, me sinto realizado como profissional de TI. Inicialmente trabalhei como autônomo e desde de 2005 trabalho sob o regime da CLT. Quanto ao futuro, estou um pouco preocupado, pois ouvi muito sobre relaxamento das leis trabalhistas e um incentivo muito forte à terceirização. Tudo isso somado à crise econômica do país, muitos profissionais no mercado, enfim, tenho um pouco de medo do futuro.
28 - comentário - 12/08/16 - 11:20:21 - Luiz - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

No momento de crise em que o nosso pais esta vivendo TI muitas vezes é a solução para as grandes e medias corporações. Para o pessoal de 35 anos para baixo que nunca viveu esse momento de incertezas na economia sendo economicamente ativo e anda assustado, você esta na área certa. As empresas vão precisar investir muito em TI a nossa area é solução para um monte de problemas que vivemos hoje.
29 - comentário - 12/08/16 - 11:27:49 - Daniel Santana - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Pela primeira vez vi a crise chegar na nossa área e também tenho acompanhado ela gradativamente tirar o pé do acelerador. Para todos, deixo aqui a estratégia que adotei: adapte-se, estude (muito) e acompanhe as tendências tecnológicas de mercado. Tudo ficou muito mais dinâmico e antes, 10 anos de conhecimento de uma tecnologia era garantia de renda. Hoje, um profissional que não se atualiza constantemente sofre muito mais do que no passado para se re-colocar no mercado pois as empresas estão também atualizando seus sistemas com uma dinâmica muito maior. Boa sorte e bons estudos a todos.
30 - comentário - 12/08/16 - 11:44:32 - Marcelo L Rezende - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado de TI é volátil, creio que o salário pago aos profissionais de TI são acima da média de outros profissionais em relação a empresa, fomos acostumados assim e não estou reclamando, porém o mercado está retrátil e as empresas cada vez mais exigindo absurdos e pagando menos, o equilíbrio do mercado está muito relacionado a economia, se ela está aquecida a chance de um bom profissional arrumar uma colocação é mais tranquila, se está retrátil ou se contenta com valores menores ou tenham aquela lista infinita de requisitos que exigem para receber o que eles querem.
GOC
31 - comentário - 12/08/16 - 11:58:02 - Eduardo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Olá, tenho sentindo pessoalmente esse momento de transição que o Brasil vive, falo transição porque estou vendo o país sair de uma crise e voltar a dar sinais de melhora.
Percebo também empresas querendo tirar proveito dessa crise contratando profissionais com perfil com muitas qualificações, mas pagando por profissionais com menos experiência e qualificação. Fazendo que as médias salarias acabem sendo prejudicadas.
Como poderemos fugir disso? Estudar e buscar sempre estarmos atualizados.
Vamos lembrar que também ser profissional de TI é estudar e não ter um conselho regional para nos resguardar.
32 - comentário - 12/08/16 - 13:23:21 - Danuek - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Consultor SAP PI/PO/GRC/ABAP Taxa 100/hora
33 - comentário - 12/08/16 - 13:33:04 - Eduardo Winogradow Corredato - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado de trabalho está muito ruim. Como a economia está praticamente parada os projetos de investimentos estão também parados. Sendo assim, para a minha profissão em especial, que é Gerente de Projetos, está muito difícil uma recolocação. Estou fora do mercado há 6 meses e não consigo sequer uma entrevista. Estou vivendo de reservas financeiras e tenho muito receio de que ela se acabe e eu não consiga me recolocar. Realmente não sei o que será desse país esse ano e no próximo.
34 - comentário - 12/08/16 - 13:33:47 - Marssel Vilaça - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Muito boa pequisa. Parabéns.
Hospitalhd
35 - comentário - 12/08/16 - 14:51:09 - Tiago Leocadio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Excelente pesquisa e realmente reflete o mercado de TI hoje.
Parabéns a equipe Apinfo.
36 - comentário - 12/08/16 - 14:53:39 - CASSIO LUIS DO NASCIMENTO - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O planeta inteiro está em crise. É preciso acreditar mais em DEUS. Quando se agradece a DEUS por tudo que nos deu de GRAÇA, aí então, DEUS faz chover na horta.
37 - comentário - 12/08/16 - 14:58:50 - eduardo.suzuki@gmail.com - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A minha visão acho que é a mesma da maioria, devido a crise as oportunidades pedem o extremo de qualificações, as vezes inclusive qualificações não utilizadas no dia a dia, e a remuneração cada vez mais baixa. Acredito que a crise tem sim sua parcela de contribuição, porém me parece que _promoção_ de profissionais sem experiência e a um custo muito mais baixo está nivelando a faixa salarial por baixo, o que é bem ruim para a área em geral.
38 - comentário - 12/08/16 - 15:25:46 - Simro - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

.Net Senior a partir de R$ 8000
dbassocia
39 - comentário - 12/08/16 - 15:37:09 - Eduardo Paula Santos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Legal saber que 67% estão realizados trabalhando em TI, este é o pessoal que mesmo em época de dificuldade continua em frente. Gostar do que faz é muito importante para chegar ao sucesso. Felizmente faço parte deste grupo, não sou rico, mas tenho uma vida confortável e devo tudo a área de informática e ao meu esforço, claro...
40 - comentário - 12/08/16 - 15:57:31 - Thiago Rodrigues - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Caraca !!

Muito boa esta pesquisa, estou na área a dois anos e é muito difícil conseguir informações detalhadas de como funciona o CLT-Flex, quanto se paga para contador, que linguagem ou certificação vale mais a pena e etc.

Aqui encontrei tudo que queria, obrigado, valeu !
41 - comentário - 12/08/16 - 16:42:56 - PFPC - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Na minha opinião o mercado para TI esta muito ruim, com essa crise piorou, pois as empresas querem pagar salário de Junior para quem tem anos de experiencia e devido a crise os profissionais se sujeitam a essa situação. No meu caso fiquei desalocada por 9 meses, a situação me obrigou a aceitar um cargo que não era do meu interesse e ainda rebaixar o salario da minha carteira. Mas paciência, tenho esperança de que as coisas melhorem e ja que tive que ir para outro cargo espero conseguir algo mais pra frente no cargo que gostaria de trabalhar.
42 - comentário - 12/08/16 - 16:58:58 - Rogério Gomes - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado de T.I deu uma esfriada, muitas empresas deixaram de contratar, e estão sobrecarregando de serviços os profissionais contratados. E quando contratam pagam o mínimo do salário base, e exigem várias experiências e certificações e línguas estrangeiras, está difícil acompanhar o mercado, pois está muito competitivo e exigente, o profissional de T.I tem que ser multi-profissional.
GOC
43 - comentário - 12/08/16 - 17:10:05 - João Ferreira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Boa tarde,
A crise econônica chegou, esta indo embora e aos poucos o mercado começa a aquecer novamente. Os salários para o pessoal de TI/Telecom tem variado bastante. Na hora de uma contratação, o ideal é que o profissional busque uma oportunidade com salário correspondente ao ao seu perfil, seja ele auxiliar, junior, pleno ou sênior, nada muito abaixo da média do mercado para que as vagas fora deste limiar fiquem sempre em aberto e assim, consigamos elevar o nível salarial de nossa classe. Somente com aperfeiçoamento constante, poderemos pleitear salários melhores e para tanto, estudar e desenvolver-se é a solução mais apropriada. Nunca parem de estudar. Boa sorte a todos!
44 - comentário - 12/08/16 - 17:35:58 - Junior - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Nesse ano de 2016 fui contemplado com o desemprego pq a empresa que trabalhava não tinha condições de pagar meu salário mais. Notei que ao voltar para o mercado percebi um movimento forte de consultorias jogando salário dos profissionais para baixo afim de ter algum lucro.. Isso é Péssimo.Cheguei a responder para uma recrutadora que se ela achava caro contratar um profissional.. ela não imaginava o quanto era mais caro contratar um INCOMPETENTE.Enfim.. torço para que o mercado melhore pq nós profissionais de T.I. sabemos o quanto nosso trabalho é desgastante e com certeza merecemos atenção também.
45 - comentário - 12/08/16 - 19:09:10 - Carlos Dornelas - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Excelente, sinônimo de qualidade e confiança!
46 - comentário - 13/08/16 - 09:52:32 - Octavio Danna - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Bom dia,
Parabéns pela excelente pesquisa.
A situação do Brasil está bem ruim e isso alinhado com o grande numero de profissionais de TI no mercado gera um achatamento salarial muito grande. As empresas pedem cada vez mais qualificação e querem pagar cada vez menos aos profissionais. Elas pecam em promover profissionais muito novos e sem experiência de mercado em detrimento aos profissionais Senior, com muitos anos de experiencia.
Meu conselho aos profissionais que estão na ativa é: Invistam agora um Plano B e mantenham os dois andando junto enquanto for possível para que no futuro não sejam pegos de surpresa.
E para os que estão á procura de uma nova recolocação: Não se deixem abater e sigam em frente, sempre há uma luz no final do túnel. Se possível, faça um curso de atualização e nunca aceite menos do que voce merece, de acordo com a sua experiencia.
apipesq
47 - comentário - 13/08/16 - 11:50:15 - Henrique Messa - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Na minha Opinião , o mercado de TI não está favorável para ninguém , principalmente para os Profissionais com mais de 50 Anos de Idade , que é o meu caso . A Experiência não conta nada , na maioria dos casos, quando você arruma uma oportunidade , tem que se sujeitar ao baixo salário , e escala de trabalho aquela loucura.
48 - comentário - 13/08/16 - 13:02:53 - José Augusto Agnello - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Antes de tudo, parabéns pela pesquisa.
Segundo The Network Skills in Latin America, a demanda por profissionais de TI na América Latina será maior do que a procura até 2019, ou seja, há mais vagas do que profissionais interessados. Mais detalhes no link: https://computerworld.com.br/falta-de-profissionais-de-ti-na-america-latina-chegara-32-ate-2019
Acredito que a crise econômica que existe no Brasil afetou sim o mercado de TI, mas ainda acho que esse mercado, quando comparado com outros no Brasil, ainda é muito bom, principalmente nas capitais da região Sudeste.
49 - comentário - 13/08/16 - 17:34:08 - Alessandro Esequiel M de Lima - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Na minha opinião o mercado para TI esta muito ruim, com essa crise piorou, pois as empresas querem pagar salário de Junior para quem tem anos de experiencia e devido a crise os profissionais se sujeitam a essa situação. Mas paciência, tenho esperança de que as coisas melhorem e ja que tive que ir para outro cargo espero conseguir algo mais pra frente no cargo que gostaria de trabalhar.
50 - comentário - 13/08/16 - 19:09:05 - Alcide Duarte - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Infelizmente com a crise muitas portas foram fechadas. À econômica encolheu levando muitas oportunidades embora.
Apesar de estar empregado, pude observar entre meus contatos a diminuição das vagas de emprego e conseguente dificuldade em recolocar-se no mercado. Além é claro da diminuição dos ganhos ou salários.
Um ponto que gostaria de ressaltar é a entrada de muitas pessoas que ingressam na área de TI pelo puro oportunismo, sem nenhuma qualificação ou talento. Incentivando a gerar uma queda nos salários, acredito que um bom profissional sempre terá seu lugar, mas no geral acaba desvalorizando a profissão.

Minha dica é que o profissional sempre se mantenha sintonizado com a situação da área e as novas tendências para investir bem na carreira.
dbassocia
51 - comentário - 13/08/16 - 19:45:39 - Ricardo Aparecido Orrico - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O Mercado esta complicado, as empresas não querem pagar o justo para o trabalhador especializado!!!
Querem pagar pouco para pessoas com vários conhecimentos!!!
É muito triste isso!!!
Estudamos vários assuntos para especialização e a empresa quer pagar pouco!!!
lamentável!!!
52 - comentário - 13/08/16 - 20:31:27 - Andrade - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Há profissionais qualificados, mas as empresas não querem pagar por suas qualificações.
Recebi um contato sobre uma oportunidade e me exigiram certificados e ofertaram metade da minha remuneração atual
53 - comentário - 13/08/16 - 23:44:52 - Marcelo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que o mercado esta mais exigente e para piorar as coisas a crise econômica que o pais esta vivendo esta esta fazendo a balança pender para o lado do empregador que em alguns casos pode pagar menos e exigir mais a oferta de profissionais esta maior que a procura.
54 - comentário - 14/08/16 - 12:08:08 - Denis Cyrillo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A crise econômica e política associada as exigências absurdas e salários baixos ofertados pelas empresas ao cargos de TI estão cada vez mais sufocando os candidatos e muitos estão deixando a área, mesmo os mais especializados. A grande taxa de desemprego, principalmente na área de TI que é uma área em que sempre existiram muitas vagas, é assustadora. Todos nós sabemos que os investimentos em nossa área são muito altos, como certificações e cursos especializados, que são mandatórios, porque nossa área está em constante desenvolvimento e faz-se necessário adquirir novos conhecimentos constantemente. Minha opinião é que, enquanto a demanda for igual ou menor à procura, enquanto aceitarmos os baixos salários e altas exigências, enquanto nossa classe não se unir , estaremos à mercê destas condições de trabalho e salários que nos são impostos.
Hospitalhd
55 - comentário - 14/08/16 - 20:45:51 - Vagner - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Eu acho que as pesquisas de salários e mercado de TI são apenas para especulação e não para para por em pratica o que realmente um profissional da área deveria ganhar em media, os salários que oferecem oscilam muito e muitas da vezes pedem uma toleladas de conhecimento e o salario é muito baixo e devido a crise os profissionais se sujeitam a ganhar o que oferecem e depois se arrependem.
56 - comentário - 14/08/16 - 22:22:27 - Alessandro - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Cada vez mais procuram profissionais com muito conhecimento técnico e especializações. Com atitudes e ações de liderança. Com fluência em idiomas. Sempre para atender a prazos muito agressivos.Más o salário não condiz com o que é solicitado! Sempre abaixo do real valor.

Meu caso:
A empresa/banco atual que trabalho, usa a pratica de CLT COTAS, que para meu advogado é uma forma trabalhista fraudulenta.
Nesta forma a empresa/banco paga para o CTL as horas que realmente trabalhou como se fosse um PJ. E assim não tenho benefícios, nas ferias passo apuros, pois os dias das férias não recebo. Pago meu plano medico, meu VA e VR..
57 - comentário - 14/08/16 - 23:38:12 - Juliano José Vilar - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Muito boa a pesquisa, sempre confiei nestas informações para ter uma base sobre o quanto está valendo a minha posição no mercado de trabalho e poder entrar em novas concorrências podendo solicitar um valor atualizado das minhas pretensões para um novo cargo/salário.
58 - comentário - 15/08/16 - 08:02:25 - Lucas - 189.85.77.****

Sempre gostei muito de informática, desde garoto. Segui a cartilha: graduação de ponta, diversas certificações, inglês fluente e muita experiência em projetos. Mas depos de muito insistir, desisti. Estudei para concursos e após algum esforço hoje sou Auditor Fiscal. Minha carreira não está lá essas coisas. O trabalho é bem enfadonho (pouco intelectual). Mas toda vez que desanimo, faço questão de lembrar dos meus tempos em TI e percebo que, infelizmente, ainda estou muito melhor que antigamente. Boa sorte a todos.
GOC
59 - comentário - 15/08/16 - 10:22:09 - Gabriel - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

APInfo tem sido uma ótima empresa, dentro da área de TI...
Parabéns
60 - comentário - 15/08/16 - 10:23:33 - Hilton Sousa Lima - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado de TI é fantástico e uma área que amo trabalhar, mas infelizmente este nicho esta cada vez mais prostituído. As empresas massacram os profissionais com exigências absurdas e descabidas oferecendo um salário que mais parece um insulto do que uma proposta. O pior que muitos profissionais estão se rendendo a isso e deixando que as empresas se acostumem com esta prática. Com isso as empresas não procuram mais qualificação, querem salário, assim tratam os profissionais como mercadorias ou objeto que se _vendem_ por qualquer valor deixando o mercado como está. Muitos profissionais excelentes estão saindo para outras áreas, o que vai restar no futuro será apenas profissionais de youtube aceitando salários de mil reais e qualidade 0.
60 - Réplica - 15/08/16 - 10:39:06 - Anoum - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Falou tudo. Dá desânimo em ver tanta prostituição.
61 - comentário - 15/08/16 - 10:24:28 - Everson - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Tenho a minha profissão como uma escolha de vida. Gosto do que faço e cheguei a Líder técnico usando de muito estudo, dedicação e profissionalismo. Creio que a remuneração é consequência do trabalho.
Hospitalhd
63 - comentário - 15/08/16 - 10:32:02 - Ulysses Monteiro Duarte - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado de TI está amadurecendo. A oferta de profissionais vai se aproximar da demanda. Cada vez menos serão encontrados autodidatas e carreiras meteóricas. Os salários vão se aproximar aos de outras áreas e a base do conhecimento será cada vez mais importante que a linguagem que se domine. A evolução será cada vez mais lenta.
O que ainda está demorando a normalizar é o volume de manobras de elisão fiscal, outrora via Cooperativas, agora com CLT Flex.
64 - comentário - 15/08/16 - 10:35:10 - Rodrigues - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Uma área cada vez mais prostituida.

Pra quem fica e se sujeita a isso só lamento. Exigências incompatíveis com salários insultantes.

Eu tomei outro rumo e fui bem sucedido. Claro que sai do TI depois de anos.
65 - comentário - 15/08/16 - 10:35:17 - Domingos Alfredo Giuntini - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Quanto a salários: Vem caindo gradualmente a mais de 20 anos. Creio que no inicio até é interessante, pois não é tão difícil ganhar 2500,00. Com o passar do tempo e a quantidade de pessoas que entram e não tem formação na área, faz com que a divisão de tarefas especificas desqualificam o profissional.
Quanto ao mercado, vejo com muitas diversificações de conhecimento, que dificultam o acesso as vagas existentes. Ficou muito pulverizado, sem perspectivas futuras e com muitas limitações para o profissional que está ativo.
66 - comentário - 15/08/16 - 10:41:07 - Convidado Especial - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Creio que a sua remuneração vem atráves de muitos estudos e dedicação.
dbassocia
67 - comentário - 15/08/16 - 10:45:55 - Luciano Alves de Oliveira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Moro no interior Paulista e infelizmente aqui salários sempre foram muito baixos para o ramo de TI, que como sempre é taxado de despesa. O profissional de TI na minha visão tem que se atualizar constantemente, porque a cada 2 anos praticamente muda-se 50% a 70% das coisas que se aprende, e nessa área você se torna jurássico muito cedo, a velocidade não é a mesma em outras áreas.
E tome investimento para se atualizar, muito vezes um tiro no escuro, você paga caro por uma reciclagem sem saber se vai ter retorno. E por último não menos importante, as empresas aceitam qualquer pessoa para trabalhar no TI, mesmo sem qualificação e exigência em formação, basta saber um pouco, ter alguém que indique, como sempre, e o sujeito está trabalhando, puxando o salário de todo mundo que se preparou para baixo.
68 - comentário - 15/08/16 - 10:48:57 - Fábio Capelossi - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Infelizmente estamos ganhando menos e sendo menos valorizados a cada ano... O mercado nacional ainda não reconhece a importância e não consegue ver o valor agregado na área de TI (ao menos na grande maioria das empresas). A falta de uma regulamentação da profissão também atrapalha muito.
69 - comentário - 15/08/16 - 10:51:00 - Adriana Peres - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O salário realmente ficou menor com o passar dos anos, acho que devido a grande procura de vagas e muitos profissionais desempregados as empresas oferecem salários baixos para profissionais com formação e certificações, na área de gestão de projetos existe muita vaga de analista de projetos (pagando salário de analista) cuja função é de gerente de projetos exigindo inclusive a certificação PMP, sem falar do CLT Cotas, CLT Flex, PJ, Cooperativa que ao meu ver só beneficiam o empregador.
70 - comentário - 15/08/16 - 11:11:53 - Wesley Rodrigues - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que muitas empresas tem aproveitado a situação do Brasil para empregar pessoas com baixos salários. Estava numa situação muito boa numa Multinacional e de repente fiquei desempregado, e foram longos 7 meses até conseguir uma recolocação, e tive que reduzir meu salário pra isso. Tenho experiência, sou formado, tenho certificação e hoje pelo que vejo, conseguir um salário bom no mercado atual, só através de concursos ou por uma boa indicação, caso contrário, é uma tarefa bem complicada.
GOC
71 - comentário - 15/08/16 - 11:24:20 - Bugado - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Estou insatisfeito com meu emprego atual, não pelo trabalho em si, mas pela gestão sem menor conhecimento da área. Como sempre dizem, trocamos de chefes e não de emprego.
Infelizmente com esta crise não está fácil encontrar outro emprego para ganhar mais ou igual, há muita gente desempregada que, para não ficar parada, aceita salários menores, o que faz com que o mercado baixe os salários gradativamente.
Atualmente curso MBA, minha intenção é de abrir negócio próprio ou investir em cargos de gestão, o duro é aguentar meu emprego atual até essa crise passar.
Quanto ao inglês, não investi mais, pois há 5 anos no mesmo emprego, nunca usei para conversar, se bobear vou precisar estudar espanhol. Sei que preciso voltar a estudar inglês caso eu queira um cargo de gestão, mas por enquanto estou focado no MBA.
Trabalho numa multinacional de telecomunicações.
72 - comentário - 15/08/16 - 11:31:03 - Claudio Cezar Carrara Boaretto - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Os salários foram achatados, isso é um fato !
Com a nossa economia em franco declínio nos últimos anos, não poderíamos ter registrado outra realidade. O que incomoda além disso são ofertas muito abaixo do mercado ou que fugiram completamente a qualquer parâmetro ou referência.
73 - comentário - 15/08/16 - 11:55:02 - Fernando Moreira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O ano passado começou uma crise onde as empresas começaram a mandar embora profissionais com remunarações maiores, com isso eles foram amedrontando o quadro atual de funcionarios, muitos tiveram que reduzir salarios. Mas muitas pessoas ainda são atraidos por melhores salarios, mesmo que os mesmos foram reduzidos. Eu acredito que a area de TI no Brasil em 2016 continuara devagar, porque nenhuma empresa quer arriscar e investir. Os salarios continuaram diminuindo em areas que tem muitas pessoas fazendo a mesma coisa. Porque muitas outras irão querer fazer.
74 - comentário - 15/08/16 - 11:56:05 - Lyv - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A economia afetou diretamente a área de TI, o que vi nesses últimos anos, regionalização de suporte, mais com menos (pessoas sendo demitidas e vagas sendo extintas), projetos que não fecham, projetos sem GP ou GP JR. O valor do GP diminuiu muito, meu emprego anterior e o atual, ao invés de subir o valor, caiu, aceitei por estar desempregada. Sinto que nossa profissão está se desvalorizando, pode ser pela demanda maior que oferta, porém sigo confiante que irá melhorar.
apipesq
75 - comentário - 15/08/16 - 12:00:54 - Carlos Eduardo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Cada ano que passa os salários diminuem e os requisitos que a vaga requer são cada vez mais amplos. A crise afeta o país, mas a perspectiva de melhores condições de salários e oportunidades de crescimento dentro da empresa, na realidade, não acontecem. Há também um fato importante, a falta de gestão, pois, existem profissionais (não estou generalizando) que não tem um mínimo de preparo para estar no cargo e por meios de camaradagem, acabam assumindo. Ou seja, há uma grande inversão de valores, onde o profissional de TI está dia a dia perdendo o seu valor (Mesmo que o cara tenha várias certificações, cursos, idiomas) o salário quase nunca é compatível com as funções e cargos que desempenha.
76 - comentário - 15/08/16 - 12:01:27 - Ailton - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Os salários de muitas empresas que contratam profissionais de TI estão oferecendo uma pretensão muito baixo, as que oferecem um pouco mais estão exigindo muito, certificações, inglês e por ai vai.
O salário precisa ser avaliado de acordo com o profissional, porem muitas empresa não colocam a pretensão a combinar, exigem muito e estão pagando pouco, isso desmotiva o profissional fazendo com que ele procure uma outra oportunidade, além disso muitas empresas não oferecem plano de carreira para profissional, o salário só aumenta com dissídio em muitos casos.
77 - comentário - 15/08/16 - 12:02:26 - Fabiola - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O que vejo no mundo SAP Brasil, é que a grande massa de empresas já passaram pela fase de implementação SAP, com isso o mercado esta sendo sustentado por demandas de melhorias e suporte AMS. algumas empresas de médio porte estão contribuindo com novas implementações porem um numero muito menor do que a 10 anos atras ( quando havia muita demanda e poucos profissionais) situação que inverteu atualmente. Isso fez com que os salários automaticamente fossem decaindo.
78 - comentário - 15/08/16 - 12:06:34 - Eli Chicarelli - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado funciona com oferta e procura, em época de crise a procura é maior do que a oferta, então é natural se exigir mais e pagar menos e a economia melhorando será natural a oferta ser maior que a procura que naturalmente os profissionais de TI terão uma melhor negociação de valores.
Pecados
79 - comentário - 15/08/16 - 12:13:22 - Nelson - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O atual momento do pais ainda mais eh convidativo a boas oportunidades para profissionais de TI. Vejo que os salários são um grande problema principalmente quando não estamos perto ou dentro de grandes áreas como São Paulo. Estou fora do mercado e tentando uma recolocação após uma não boa experiência profissional na região de são jose do rio preto onde os salários são bem menores que aqui em SP e vejo que os anúncios tem sido pedindo muitas experiências porém com salários e prazos curtos. O que gera ainda mais insegurança para os profissionais que procuram se candidatar
80 - comentário - 15/08/16 - 12:19:10 - Helio Menezes - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A pesquisa esta muito boa, o salário em sí é apenas mais uma informação, pois ele varia muito dependendo da empresa, experiência, formação e etc.

Acho mais importantes os dados sobre faixa etária, certificações e linguagens mais frequentes, percentual de prof. fluentes em inglês e etc, o conjunto destes dados dá uma visão muito abrangente da área.

Não adianta reclamar do salário, o que precisa fazer é planejar bem a carreira e se não estiver satisfeito mudar de área.
81 - comentário - 15/08/16 - 12:31:09 - Ivan Kovalski da Rocha - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Tenho observado que o salario de analista, esta muito degradado, acredito que é devido a situação atual de nosso pais, espero que esta _crise_ passe o quanto antes para que se possa ter vagas com salários condizentes ao que pedem.
82 - comentário - 15/08/16 - 12:52:03 - Thiago Chagas - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Esse é um grande problema em nossa área, estudamos, nos especializamos, gastamos tempo e dinheiro para que possamos dar aos nossos empregadores mão de obra melhor fornecida, mas o que vejo (não só hoje) que nossa área está prostituída, muitos como eu sem recolocação há 2 (dois) anos e o salário chega ser uma piada pelo valor gasto pelo que gastamos conosco_ Mas enfim, espero que nossa área seja bem melhor vista e remunerada!
Sorte para que possamos chegar aos 50% (cinquenta do cento) _satisfação X valorização_!
Pecados
84 - comentário - 15/08/16 - 13:08:51 - Diego Marcos Moreira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Ainda é ilusório a afirmativa de que com as certificações em T.I. no geral, elevam em até 30% os salários no Brasil. Os profissionais de T.I., de uma forma abrangedora, agregam subjetivamente conhecimentos em outras áreas correlacionadas (ou não) sem qualquer efeito salarial. Hoje o mercado de T.I. objetivam profissionais com perfil _Michelangelista_, ou seja, que tenha conhecimento / experiencia em mais de uma área, propondo salários incompatíveis com a função.
85 - comentário - 15/08/16 - 13:23:07 - Christian Greggio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Precisamos de regulamentação em nossa área. Não que seja fundamental mas, é o mínimo que se deve ter. Assim, pode-se melhorar a capacitação, qualificação e, e remuneração.
86 - comentário - 15/08/16 - 13:28:17 - Nunes - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Gostei da pesquisa, posso dizer que hoje estou no brasil mas trabalho para uma empresa americana e o que me preocupa é somente a taxa cambial. meu salário está de acordo com o que faço, estou home office full time e o que fez realmente a grande diferenca para estar onde estou hoje foram os pontos: inglês fluente, ser pró-ativo, ser um programador poliglota mas ter alguma especialidade (no meu caso é performance em java) e sempre assumir responsabilidades mesmo que não fosse remunerado ou reconhecido, pois se na empresa que estamos atualmente nao ta valendo a pena o esforço, logo aparece outra oportunidade e ai é a hora de pular fora e tentar navegar em outro barco, e uma hora voce encontra o barco certo pra voce. ps: nao tenho nenhuma certificação (se um dia precisar eu tiro)
87 - comentário - 15/08/16 - 13:48:41 - Reinaldo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Além da lei da oferta/procura hoje em dia estão valorizando muito a área burocratica na área de TI, ou seja 1 trabalha e quatro ou cinco criam processos dizendo como ele deve fazer, Grupo de mundanças, governança, planilhas , apontamentos são importantes, mas faltam técnicos no mercado e o salário deles diminuiu pois tem que pagar outros para colocarem travas,processos,etc.
API
88 - comentário - 15/08/16 - 13:55:51 - Fabio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado de TI só reflete a situação da economia no país. Poucas vagas e muita capacidade de trabalho ociosa. Este é um momento oportuno para que os _picaretas_ famosos intermediários que atendem pelo nome de consultoria atacar. Baixa remuneração e alto requisito de conhecimento é uma situação que na prática não se sustenta. Mais um reflexo de que quem contrata não faz a menor idéia do que precisa e quanto custa. E quando se lembra de regulamentação para o setor que vai discutir isso são os dinossauros do congresso que não tem a menor idéia do que esse tal profissional de TI deve fazer. O resultado é que o que está ruim ainda pode ficar pior.
89 - comentário - 15/08/16 - 14:15:06 - BRUNO - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Os profissionais de T.I., de uma forma abrangedora, agregam subjetivamente conhecimentos em outras áreas correlacionadas (ou não) sem qualquer efeito salarial. O mercado funciona com oferta e procura, em época de crise a procura é maior do que a oferta, então é natural se exigir mais e pagar menos e a economia melhorando será natural a oferta ser maior que a procura que naturalmente os profissionais de TI terão uma melhor negociação de valores.
90 - comentário - 15/08/16 - 14:45:51 - Eduardo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado com essa crise deu uma agitada. Muitas vagas foram cortadas, porém novas surgiram também. As empresas estão atualizando seus sistemas para tecnologias mais modernas e com baixo custo, pois manter sistemas legados e antigos tem um custo maior com o tempo e com profissionais. Como dica eu dou a de se atualizar sempre, aprender algo novo pelo menos 1x ao ano, mesmo que seja por lazer, no final vale a pena.
91 - comentário - 15/08/16 - 15:56:19 - Leonardo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Com esta crise muitas empresas de grande porte e multinacionais, aproveitaram para fazer uma verdadeira limpeza na casa. Principalmente com os profissionais mais antigos e ate mesmo aqueles a beira da aposentadoria. Conclusão, contrata-se mão-de-obra a um custo bem mais baixo, muitas vezes sem vinculo (consultorias), de qualidade questionável, ou para apenas projetos pontuais a um valor hora irrisório.
GOC
92 - comentário - 15/08/16 - 16:30:02 - Wagner - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Trabalhei por 3 anos em um grande banco nacional, onde nos últimos anos houve forte redução do quadro de TI. Quando não havia redução ocorria a demissão de funcionários mais antigos e com altos salários para a contratação de pessoas mais jovens, não qualificadas e obviamente com um salário bem menor.
93 - comentário - 15/08/16 - 16:30:30 - Felipe Caparelli - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Está muito clara a movimentação do mercado pela redução do custo de TI, em busca de profissionais com salários abaixo do que estavam sendo praticados, em todas os níveis, de júnior a arquiteto. Além disso, a busca por tecnologias de menor custo total como javascript, python, etc. vem se sobressaindo frente a outras bem mais custosas e tradicionais como o Java e .Net
Acredito que esse momento prejudica um pouco a evolução da área no país, mas ao mesmo tempo é uma atitude necessária para manter a saúde das empresas, que depende de um caixa saudável para sobreviver.
94 - comentário - 15/08/16 - 17:22:57 - Rafael Jordão Proença - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Desempregado desde Março/2016. Minha opinião. Sei que talvez esse comentário possa me prejudicar junto as empresas mas_ Vejo que as empresas estão _adorando_ essa situação pois tem vagas para Analista de Suporte com salário de R$1.100,00 pedindo MySQL, SQL Server. Isso realmente é um absurdo pois esse mesmo perfil de vaga antes o mínimo que pagavam era R$2.200,00. Ter um país em crise já é terrível e ainda os gatunos (empresas) se aproveitam da desgraça alheia. Como que a economia de um país vai pra frente quando as empresas tiram o poder aquisitivo do trabalhado ou até pior, tiram os seu _ganha pão_. Mas o efeito é uma bola de neve, as vezes você está longe de ser atingido e por isso não dá importância ao trabalhador, mas mais cedo ou mais tarde você será atingido. Um país assim nunca vai pra frente. O governo nos rouba e as empresas se aproveitam ao invés de tentar reverter o quadro.
95 - comentário - 15/08/16 - 17:57:41 - Leandro Salvador - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

T.I é uma área muito abrangente, porém, no meu caso, Analista de Suporte, posso dizer que está parada no tempo. Salário só cresceu devido aos dissídios que vem sofrendo ao longo de 15 anos. As grandes empresas não querem pagar o que o Técnico vale, e em contrapartida muitos de nós se submetem a salários mínimos mesmo com alto nível de graduação, isso se deve um pouco a crise de mercado, mas mesmo que o país saia do buraco, não vejo tal valorização para um futuro próximo e muito menos distante. Meu ultimo salário foi de R$1243,00 vale refeição de R$13,00 e vale transporte.
dbassocia
96 - comentário - 15/08/16 - 18:45:27 - Americo Souza - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A pesquisa mostra claramente que aquele período de deslumbramento com a área de TI faz parte do passado. Pessoas de todas as áreas, curiosos e paraquedistas em geral, migraram para a área de informática, em busca dos grandes salários.

Creio que a tendencia no médio prazo e haver menos profissionais disponíveis e somente aqueles que realmente gostam da área e querem se especializar. Com isto os salários vão subir, não vão voltar ao que era antigamente, mas também não vai ficar da forma como esta.

Como muita gente tem micro em casa, fica a impressão de que todo mundo mexe ou sabe alguma coisa de informática, pode até ser, mas em se tratando de profissionais realmente e de solução de problemas complexos, o buraco é mais embaixo.
97 - comentário - 15/08/16 - 21:57:50 - José Mario Barduchi - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Em minha opinião vivemos um momento muito complicado na área de TI em geral. De um lado as empresas usando muitas vezes a desculpa da crise para exigir cada vez mais e pagar cada vez menos. Do outro muitos aventureiros que se dizem especialistas em TI e que jogam os valores que já são baixos, mais para baixo ainda para conseguirem se manter no mercado. Eu só lamento por empresas que tomam TI como custos e não como investimento e que tem essa mentalidade de só cortar gastos e não se importam com a qualidade dos profissionais. Lamento também notícias do tipo as que vemos por ai dizendo que temos vagas sobrando mas pouca gente especializada. Mas como atender as exigências absurdas feitas para as vagas - querem profissionais SR e pagam como Jr. Nunca seremos especializados o bastante. Vendo os valores declarados na pesquisa é percebemos como sub-valorizam uma área tão estratégica e vital.
98 - comentário - 15/08/16 - 22:27:32 - Anônimo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Infelizmente não vejo com bons olhos o cenário de TI atual, do qual só tem piorado, e as projeções futuras não são boas.
Cada vez paga-se bem menos aos profissionais.
As empresas usam argumentos não válidos, na minha opinião, para justificar tais valores.
Muitos _profissionais_ que se aventuraram na carreira também ajudaram a piorar tal cenário. Quer seja por aceitarem baixos valores, quer seja por qualificação suspeita para atender as demandas.
Por fim, vejo cada vez mais o preço que as empresas pagam por essa _política_... Baixa qualidade no trabalho, aumento de custos e prazos não cumpridos.
Com meus pouco mais de 23 anos na área, é difícil acreditar, mas espero que tal cenário se reverta.
99 - comentário - 15/08/16 - 23:35:58 - Roberto - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

As previsões para o PIB 2017 é +1,1%. Esta questão é muito controversa _ infelizmente no brasil a carga trabitária (em cascata) é alta , e no passado recente estávamos com uma demissão a cada quatro minutos...e com isto,,,,salários foram achatados , demissões em massa , etc....tenho quase vinte anos de TI.....tudo na vida é uma evolução , um ciclo de melhoria............e se for planejado, você será recompensado.Do ponto de vista do gestor...riscos x custos é uma equação difícil de equalizar.Infelizmente.
GOC
100 - comentário - 16/08/16 - 02:27:20 - HAIFA BACHOUR - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Prezados,
Atuo com Gestão de Projetos e Processos de Negócio e percebo que vivemos um momento muito difícil na nossa área,.
Divulgam que não há profissionais suficientes e sobram vagas.
Por outro lado cada vez mais exigem certificações e novos cursos para acompanhar a evolução da tecnologia, e nem sempre somos remunerados de acordo.
O mercado está cada vez mais competitivo, e o critério é VALOR , quando ao meu ver deveria ser CONHECIMENTO e EXPERIÊNCIA.
Vivemos um dilema ... continuamos investindo em certificações e novos cursos para acompanhar a tecnologia ou buscamos novos rumos em outras áreas ?
101 - comentário - 16/08/16 - 03:33:11 - Marcos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Tenho a percepção de que ao longo do tempo a maioria das oportunidades de TI sofreu uma redução salarial considerável, no entanto existem excelentes vagas abertas no mercado que não são preenchidas devido falta de qualificação por parte da maioria dos profissionais. Para quem deseja se destacar na área, sem dúvidas o melhor caminho é o dos estudos, quanto mais informação melhor.
102 - comentário - 16/08/16 - 08:34:38 - Evandro Lopes da Rocha - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Bom dia,

Lendo algumas postagens me chama a atenção aquelas que discorrem sobre qualificação vs salário, alguns acham justo outros não a forma como o mercado está tratando isso, de maneira a exigir sempre a mais alta qualificação oferecendo menor remuneração. Na minha opinião é um absurdo, geralmente você se qualifica para ter um ganho profissional e principalmente financeiro, daí as empresas simplesmente querem pegar o seu ganho real de experiência e conhecimento e transformar em vantagem única e exclusivamente para elas, exigindo especialização em áreas que não dizem respeito a função desqualificando-nos de certa forma e gerando a impressão de que não estamos preparados e assim obter maior lucro e sugar cada vez mais da nossa experiência.
102 - Réplica - 16/08/16 - 08:46:13 - Evandro Lopes da Rocha - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Só complementando... quero deixar uma mensagem para os colegas que acreditam que é necessário baixar a sua remuneração para que consiga se encaixar no mercado, não façam isso, a nossa área é uma das poucas nesse país que se sobressai em época de crise. Outros acreditam que temos que baixar a guarda para manter a saúde das empresas para que elas se mantenham no mercado, mas elas é quem são responsáveis pela sua própria saúde e são elas que tem que investir, contratar e valorizar os profissionais capacitados que estão aí no mercado, só assim elas terão a saúde que precisam.
apipesq
103 - comentário - 16/08/16 - 09:42:53 - Ricardo Kurz dos Santos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Recentemente li diversas reportagens que exaltam o aumento das vagas especializadas e a falta de profissionais de TI para preencher estas vagas, a seis anos atrás eu era um profissional de banco de dados mediano concluindo a faculdade nesta área, hoje sou altamente especializado com certificações de ponta e somente em SQL SERVER, mas o mercado e principalmente os que terceirizam os profissionais estão focados no _Mais com Menos_, vejo vagas de DBA pedindo MCSA SQL Server e exigindo experiência de Exadata/Exalogic, estas tecnologias são Oracle e especialização no banco Oracle, mas o salário, benefícios, e qualidade de vida são os itens mais reclamados por todos os profissionais.
104 - comentário - 16/08/16 - 09:59:20 - thiago guimaraes - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Eu acredito que, em momentos de crise, algumas empresas usam de oportunismo para demitir e depois contratar por um valor consideravelmente menor. Isso sempre aconteceu e é um dos fatores que resultam no que estamos vivendo hoje.
105 - comentário - 16/08/16 - 10:00:34 - Humberto Marques - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O que percebi nos últimos anos é que os grandes consumidores de TI optaram por trabalhar com até 2 fornecedores grandes, que na esmagadora maioria só tem recursos CLT, com salários abaixo dos praticados como PJ. O espaço para consultorias menores foi reduzido. A crise econômica aumentou a contratação pelo critério de preço, quando não é possível congelar o projeto. Acredito que muitas demandas estão engavetadas esperando a melhora do cenário econômico, e quando acontecer o volume de contratações vei melhorar rápido, porém acredito que os salários demorem um pouco mais para melhorar.
106 - comentário - 16/08/16 - 10:02:11 - Relson - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Percebi que nos dias que Hoje as empresas estão exigindo mais e pagando fora do padrão!
dbassocia
107 - comentário - 16/08/16 - 10:06:44 - Marcio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sou profissional de TI formado há 8 anos, e hoje o que vejo no mercado é a imprensa informando que faltam profissionais qualificados para este ramo. Mas a realidade, é que tem muitas empresas querendo contratar um faz tudo, porque é um absurdo as exigências que solicitam para um profissional de TI. As vagas geralmente solicitam no mínimo umas 8 qualificações e conhecimentos de linguagens diferentes, sendo que para um desenvolvedor WEB por exemplo, basta saber HTML, CSS, JQuery, PHP ou Asp.Net e ele fará maravilhas com este skillset. Então vejo muita exigência em relação a linguagens, e salários muito abaixo. Com isso a maioria dos profissionais, estão optando por abrirem suas próprias agências ou trabalharem como freelancer em seu home-office.
108 - comentário - 16/08/16 - 10:14:34 - Filipe - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O que me parece é que a crise econômica acirrou ainda mais a briga salário oferecido (empresa) x salário pretendido (empregado). O desemprego não atingiu o setor de TI com tanta violência quanto outros setores, mas os salários oferecidos estão cada vez mais baixos e as tecnologias solicitadas pelo mercado, está mais abrangente. As empresas querem funcionários cada vez mais completos e equipes mais enxutas, mas oferecem salários, benefícios e condições de trabalhos que extrapolam o bom senso. É vergonhoso.
109 - comentário - 16/08/16 - 10:14:56 - Diego Fontes Gonzalez - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Mercado de Ti anda muito restrito, se você estuda e tem muita qualificação você quer ganhar demais, se você não estuda, não busca conhecimento você é inexperiente para o mercado, falo isso por experiência própria 9 meses desempregado atualmente, participei de várias entrevistas, vários processos seletivos mais até o momento nada, aparecem várias oportunidades o problema é questão salarial e plano de carreira, e o que cada Empresa exige, em uma determinada oportunidade você é qualificado em 3 ou 4 exigências que a vaga pede o problema que você tem que conhecer várias ferramentas do mercado para mesma vaga, só que na hora de ver a proposta salarial da vontade de chorar, o investimento na área de Ti é enorme mais o retorno é ridículo, qualquer curso de especialização na área não sai por menos de 3000,00 reais pode ver aí nas escolas.
110 - comentário - 16/08/16 - 10:15:34 - Marcos Lima - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado hoje está exigindo coisas fora da realidade para o que querem pagar. O pior é ver profissionais despreparados fazendo o serviço por até 1/3 do salario que alguém capacitado deveria receber. O que as vezes acaba nivelando os salários para baixo, que por querer entrar no mercado rápido aceitam sem ver o tamanho do problema. Hoje vemos uma grande onda de vagas divulgadas exigindo conhecimento de um nível até sênior para uma vaga de estagiário pagando um salario mínimo. É inacreditável como as áreas de rh não se informem e formulem melhor o que realmente precisam para a vaga.
Hospitalhd
111 - comentário - 16/08/16 - 10:15:48 - Marcia - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Trabalho em TI há 22 anos e tenho percebido uma queda no salário e desvalorização dos profissionais.
Muitas ofertas PJ representam apenas uma ilusão de boa remuneração, pois os impostos consomem demais.
Tenho a impressão, que espero ser falsa, de que muitas das vagas publicadas pelas empresas nem sequer existem, sendo uma maneira de _sondar_ o mercado.
Também concordo com as opiniões que salientam a quantidade absurda de qualificações exigidas.
Nossa profissão precisa ser mais respeitada.
112 - comentário - 16/08/16 - 10:30:25 - Markus - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Trabalho com TI desde 2009, porém trabalhava em Pernambuco, onde o mercado de trabalho é bem diferente (ou era) do RJ e SP. Em 2008 fui trabalhar no RJ e notei que o mercado era muito bom, com ótimas ofertas e salários bastante atrativos. Na maioria das vezes como CLT.Trabalhei no RJ até 2015, quando o mercado começou a cair, as ofertas salariais estavam bem baixas e havia uma grande desvalorização da nossa classe, que acredito ter sido motivada pela crise/escandalos na Petrobras, que deixou muitos profissionais desalocados.
Hoje moro e trabalho na Europa, onde o mercado está bem aquecido e a demanda por profissionais brasileiros é alta, uma vez que a maioria de nós tem uma qualidade e competência muito boa e valorizada aqui. A princípio, conseguir um oferta _gorda_ aqui não é muito fácil, mas uma vez que já esta aqui, pode-se ver o quão movimentado está o mercado de TI na Europa.
112 - Réplica - 16/08/16 - 10:37:52 - Carlos Victor - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Concordo totalmente,

Tenho colegas que retornaram recentemente da Europa e dizem que o mercado é ótimo lá para quem é especializado e a idade independe. No entanto, a preferência é para quem já tem cidadania europeia. As empresas não tem fornecido visto de trabalho.
113 - comentário - 16/08/16 - 10:30:46 - Carlos Victor - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Tenho visto colegas altamente capacitados tendo que assumir posições de nível pleno, por conta da remuneração e para sua subsistência. É fato que a situação econômica do país é grave como resultado das péssimas escolhas das _lideranças_ políticas. Nesse ínterim, observamos muitas empresas reduzindo pessoal que, apesar da alta lucratividade anunciada na mídia especializada, usam a crise como justificativa para eliminar posições e incentivar o _fazer mais com menos_ independente da qualidade das entregas.
Os profissionais seniores ou especialistas que dedicaram tempo e dinheiro na busca por qualificação ao longo dos anos de experiência tem buscado oportunidades fora do país. Mas enganam-se aqueles que pensam que no exterior o caminho é mais fácil.
GOC
113 - Réplica - 16/08/16 - 10:36:34 - Markus - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Depende da qualificação do profissional.
É incrível a quantidade de profissionais em nossa área que não tem conhecimento suficiente de inglês para poder pleitear uma vaga fora do país. Com isso realmente fica difícil, mas existem muitas vagas aqui na Europa e não é complicado. A maior barreira, pelo que escuto das pessoas do RH, é o nível de inglês mesmo.
Tem uma boa quantidade de empresas por aqui que estão bancando o visto para "importar" profissionais brasileiros.
114 - comentário - 16/08/16 - 10:31:44 - BonusJah - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado nunca foi tão ruim como está sendo agora. Vagas relativas a suporte pleno e senior, seja infraestrutura ou sistemas estão desvalorizadas devido a crise e ao aumento em massa de desemprego.
Esse ano já foi. Vamos torcer para ser um melhor 2017.
115 - comentário - 16/08/16 - 10:32:58 - JOSE VALTER DE BARROS - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Estou no mercado de tecnologia há 30 anos e já vi a área passar por bons e maus momentos, altas e baixas de oportunidades, mas o que se vê hoje em dia é algo que assusta, o mercado está com muitos profissionais ( não vou entrar no mérito se são bons ou ruins ) e as empresas tentam pinçar um profissional que seja polivalente, que além de programar/desenvolver ele tem que ser o analista de negócios, o documentador , testador , QA ....... ou seja, pessoas de TI tem que ser multi-funcionais e o pior é que o salário é para mono.
116 - comentário - 16/08/16 - 10:37:55 - Ewerton - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Trabalho com TI desde meus 15 anos.
Atuei como digitador no início de carreira, passei para o suporte, depois para a programação na época de faculdade,
Depois de formado atuei na área de implantação, infra, e voltei a programação em 2012, fui promovido para encarregado em 2014.
Tenho uma bagagem de quase 12 anos atuando com TI.
Faz três anos, que venho me especializo em Java, fiz mais de 20 cursos ligados a essa linguagem.
Porém infelizmente, tenho visto uma desvalorização muito grande do profissional de TI, as empresas exigem uma gama muito grande de conhecimento, certificações e em meio a essa _crise_ financeira que o país atravessa os salários estão cada vez menores...
Hoje se paga a média de R$ 4.500,00 para um Analista Programador Java Pleno, certificado...
Não existe sistemas pequenos e simples em Java, são enormes e complexos. E usados por grandes empresas.
É uma pena...
Hospitalhd
117 - comentário - 16/08/16 - 10:39:03 - **** - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Na minha opinião, as empresas estão se aproveitando deste momento de crise no país para explorar seus funcionários, pessoal de TI não caim nesse golpe, principalmente agente que é PJ, eles se aproveitam da situação, muitas empresas estão querendo negociar salário alegando que a crise é assim mesmo, tudo conversa fiada. Eu sou exemplo disso, recentemente eu juntamente com alguns colegas fomos demitidos porque a empresa alegou que não tinha como pagar nossos salários e que se eu quisessemos ficar seria para pagar menos, nós não aceitamos, depois de 2 semanas apenas, consegui outro trabalho, muito melhor do que o anterior, e depois descobri que nos mês que fomos demitidos, foi o mês que a empresa mais lucrou e contratou juniors. Como assim um junior fazendo trabalho de um sênior, absurdo, pura exploração.
118 - comentário - 16/08/16 - 10:39:47 - Carlos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Estou na área de TI há mais de 15 anos e tenho notado que cada vez mais as empresas estão procurando profissionais com bastante experiência, mas quando chega no requisito salario elas não querem pagar o que o profissional vale de fato ou querem fazer o famoso ?FLEX, COTAS, PJ entre outras? eu sou extremamente contra a estas modalidades pois criam concorrência desleal com as empresas de TI que trabalham corretamente. Com relação ao PJ eu não concordo pois até hoje eu não vi nenhuma empresa (cliente) contratar um PJ diretamente ela sempre contrata uma consultoria de TI que contrata um PJ e aloca o mesmo neste cliente.
119 - comentário - 16/08/16 - 10:42:48 - Renato Augusto - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Quem tiver a curiosidade de olhar a pesquisa antes de fazer algum comentário, vai observar que a crise apenas amplificou uma situação que já vem se deteriorando ao longo do tempo.

O salário é apenas uma consequência de vários outros fatores, quem analisa somente o salário fica com uma visão distorcida da área.
120 - comentário - 16/08/16 - 10:44:32 - Fernando Gutman Barbosa - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Trabalho no mercado de TI há pelo menos 20 anos, vejo que atualmente as empresas para se tornarem mais competitivas e lucrativas precisam explorar cada vez mais os seus colaboradores.
Justamente estes que impulsionam a empresa e as tornam líderes de mercado.
Todos os profissionais precisam ser valorizados com boas remunerações e principalmente ter educação financeira para conseguirem atravessar por todas as situações críticas como crises econômico e financeiras sistemáticas em que o nosso país passa.
dbassocia
121 - comentário - 16/08/16 - 10:53:22 - Rogério Sigrist Clauss - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Salários de TI hoje são ridículos, as empresas aproveitaram a crise pra achatar os salários e pedir muito mais qualificações do que se pedia antes, Hoje um profissional de TI tem que ser generalista e fazer de tudo um pouco, e isso acaba com a qualidade do trabalho.
Existem muitas vagas no mercado, mas com salários até 60% menor do que a 2 ou 3 anos atras e exigindo certificações que exigem muito estudo e investimento e pra pagar salários de junior.
Eu fui demitido a 4 meses e hoje minha vaga ainda está aberta na empresa por um saláriio 60% menor e hoje pedem mais qualificações do que me pediram no ano passado quando entrei. Detalhe, não pagam horas extras, tem que se trabalhar por turno 7x24 e sem ajuda de custo nem pra refeições quando exigem que se trabalhe nos finais de semanas ou feriados. Nos dias 25/12 e 01/01 todos tem que trabalhar nos seus horários sem plantões.
122 - comentário - 16/08/16 - 10:55:10 - Vivian - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A crise somente acentuou o que já existia, as empresas estão pagando menos e exigindo mais. A participação feminina sempre será menor pois a área não é atrativa para a maioria das mulheres. Nós ganhamos menos por n justificativas, mesmo as vezes possuindo mais expertise que outros colegas. No mais é mais do mesmo, não somos valorizados mesmo sendo uma das áreas mais importantes da cadeia econômica no mundo.
123 - comentário - 16/08/16 - 10:56:52 - Ricardo Omizzolo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Trabalho no mercado a 14 anos, infelizmente ainda vejo algumas empresa caracterizar o TI como custo e não como solução, umas não investem na área por falta de conhecimento de seus gestores, outras por necessidade.....mas a cobrança sempre é como se estivesse trabalhando na NASA com alta tecnologia e computadores robustos, quando na verdade muitas vezes temos sucatas.
Todos os profissionais precisam ser bem remunerados e reconhecidos profissionalmente para Boa execução do seu trabalho. Uma pena que a area de TI não tenha um órgão regulamentador para fiscalizar outras profissões como exemplo OAB, CRECI, CREA, CRM. Um grande abraço e vamos seguir nossa luta.
124 - comentário - 16/08/16 - 11:01:52 - Paulo Paschoal - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A crise está ai a 3 anos. Varias empresas quebrando e as grandes tirando investimentos.
Os salários estão mais baixos, pelo motivo da crise.
Agora quem está trabalhando segura o seu e quem está fora tem que sujeitar ou mudar de área.
GOC
125 - comentário - 16/08/16 - 11:06:21 - Ronaldo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Gostei bastante da pesquisa, já tinha ouvido falar em CLT-cotas, mas nunca tinha tido uma ideia de como realmente funciona. O mesmo vale para os valores pagos aos contadores, para quem quer ser PJ.
127 - comentário - 16/08/16 - 11:08:28 - Luciano Fidelis - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A pesquisa da Apinfo é fundamental para ter uma visibilidade macro em quesito remuneração. Colabora de forma significativa para que nós consultores tenham uma visão pessoal de cada colaborador e possamos traçar a melhor estratégia para definir qual o salário que possamos pedir em uma contratação. Agregou profundos valores para minha pessoa. Parabéns !!!
128 - comentário - 16/08/16 - 11:21:19 - Miriam Alencar - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Segundo a pesquisa antigamente 9% das vagas eram para estagiário, agora baixou para 2%, é por isto que esta cada vez mais difícil para quem quer começar na área.

Será que realmente valeu a pena alterar a lei do estágio ?

PJ no início também apareceu como a salvação da lavoura, mas no longo prazo provocou um grande achatamento nos salários.

Temos que pensar de uma maneira mais global nas coisas que desejamos, pois o que pode ser bom no curto prazo pode trazer grandes prejuízos no futuro.
130 - comentário - 16/08/16 - 11:38:26 - Antonio Dias - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A pesquisa APInfo continua sendo a melhor referência no mercado. Os assuntos pesquisados são diversos e oferecem uma visão detalhada da nossa área.

Parabéns pelo excelente trabalho, prestado de forma gratuita e acessível para todos os profissionais da nossa área.
apipesq
131 - comentário - 16/08/16 - 11:56:22 - Wagner Luiz - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Atuo já a mais de 10 anos comTI, já trabalhei como consultor terceirizado e hoje atuo como CLT. Tenho também esta visão onde as empresas estão exigindo muito e cada vez mais reduzindo os salários. Na minha região do Paraná, se fala muito em vagas oferecidas, porém com os salários baixos. Um exemplo é uma vaga com o título de _Gerente de Projetos_, sendo ofertada por R$ 2.500,00. Quero realmente acreditar que isso foi um equívoco na questão do título da vaga. E também espero como todos uma melhora após este momento que passamos.
132 - comentário - 16/08/16 - 12:01:40 - Joseli de Araújo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sempre que preciso ter uma base salarial, é no site da Apinfo que pesquiso! É realista e uma ótima referência. O único detalhe que falta é ter as opções Jr, Pleno e Sênior, além de CLT e PJ, deste modo seria perfeito!
133 - comentário - 16/08/16 - 12:04:03 - Vera Santos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Trabalho com TI desde 98, cooperativas, PJ, CLT Cotas, Flex, CLT full. Prefiro trabalhar com CLT full e meus direitos trabalhistas. Sem ser CLT full tem que ter muita disciplina do profissional, não conheço ninguém que guarde o dinheiro para 13º, 1/3 de férias, FGTS, pague o INSS para receber o teto de aposentadoria (aposentadoria pelo governo). É difícil, geralmente quanto mais se ganha mais gasta. Enfim, além disso as empresas realmente exigem que um único profissional faça tudo, conforme os vários posts comentados aqui. Exemplo, vaga de web designer precisa saber as linguagens de desenvolvedores. Há uma diferença imensa entre designer e desenvolvedor. Espero muito que as empresas respeitem cada profissional em sua área específica e reconheçam seus anos de experiência na contratação. Em TI as maiores experiências profissionais acontecem com o tempo (anos) nos projetos realizados.
134 - comentário - 16/08/16 - 12:04:26 - Luiz Ferreira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Excelente referência para o mercado.
Pecados
135 - comentário - 16/08/16 - 12:27:38 - Cortez - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sou Dinossauro em TI e já estou a mais de 15 ano como PJ, e nos anos anteriores trabalhei como CLT full, e vejo que hoje as empresas , seja por instinto de sobrevivência ou má fé, utilizam todos os argumento possível para achatarem os salários dos profissionais de TI, ora é a falta de inglês fluente, ora é a falta de conhecimento nesta ou naquela linguagem, ora é a falta de graduação ou pós graduação, enfim sempre a uma desculpa para a redução.Na pesquisa, vi que um dos itens é o excesso de mão de obra que causa a redução, porém atualmente trabalho com Cobol e mesmo havendo falta de mão de obra a empresa não melhora a remuneração pois sabe que os profissionais não tem pra onde ir..com relação às novas linguagens, o mercado ainda não da oportunidades para quem se atualiza, não há vagas quem tem muita experiência e se atualizou , porem naquela linguagem não tem a mesma bagagem....
136 - comentário - 16/08/16 - 12:48:42 - Luciana - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Bom dia, quero parabenizar a apinfo, pois é o melhor para recolocação no mercado, atuo a mais de 15 anos com TI e sempre me recoloquei através de vocês. Observo que as empresas cada vez exigem mais, o que obriga a todos se manterem atualizados o que é muito bom para o profissional. Porém entendo que deve se exigir o que se pode proporcionar, logo a meu ver, as empresas deveriam ter uma política de incentivo e auxílio para capacitação dos seus próprios colaboradores para então exigir dos candidatos. Lamentavelmente estas exigências na maioria dos casos é uma estratégia para diminuir os salários, pois depois da contratação efetuada normalmente não são utilizados conhecimentos solicitados.
136 - Réplica - 16/08/16 - 14:08:05 - Paulo Marques - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Olá, tudo bem Luciana. Percebo isso também, temos algumas manias culturais enraizadas nas Empresas que são praticadas pela a maioria da boiada. É assim por que todo mundo faz assim e pronto.
137 - comentário - 16/08/16 - 13:40:36 - Kleber Santos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Entendo que para ter um preço um preço competitivo em seu produto final, quaisquer que sejam o seguimento, estrangula-se M.O com a redução de gastos, entre elas com F.P e despesas correlatas. Entendo que hoje vivemos em circulo vicioso que a justificativa de não haver m.o qualificada não é mais justificativa para vagas e baixas remunerações. Temos alguns casos aonde há M.O qualificada, mas M.O qualificada custa mais caro, então opta-se pelo recurso menos qualificado por um preço mais baixo e assim mantendo orçamento de gastos com F.P baixos. Varia da estratégia de cada empresa. Ao meu entender falta a criação de politicas que permitam regulamentação que a remunerações da classe sejam preservadas ou até mesmo para que seja protegido seus direitos trabalhistas, o que hoje estamos retrocedendo p/trabalhador. Exemplo de trabalhadores PJ, sem beneficio algum, ainda possua baixa remuneração.
Pecados
138 - comentário - 16/08/16 - 13:59:39 - Paulo Marques - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Olá! A APinfo continua sendo um trampolim para os profissionais de TI. A pesquisa em si é muito simples, objetiva... Só assim mesmo para reter a atenção de quem odeia lê. Senti falta da Equipe de Redes de Computadores nessa pesquisa... Também não vi nada sobre Empreendedorismo. Gente, o futuro de qualquer profissional não está em quanto ele vai ganhar e sim e quanto ele vai _Entregar_. O futuro será muito mais conectado, muito mais rápido do que já é, acostume-se! Novas profissões irão surgi e mais qualidade de vida será a busca de qualquer pessoa. Estamos cansados de trabalhar tanto tempo para Empresas e não ter tempo ou _Qualidade de Vida_. O engraçado é que temos tanta tecnologia para fazer as coisas serem mais rápidas, menos burocráticas, mais eficientes que vai chegar o momento que algo muito complexo conseguirei resolver com um simples toque no meu smartphone. Inspirem-se!
139 - comentário - 16/08/16 - 14:03:33 - Cavaleiro Solitário - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Em um mundo globalizado, em que a informação ser tornou o ativo mais valioso das empresas. O profissionail de Tecnologia da Informação está cada vez mais procurado para o mercado de trabalho, porém esta procura, faz com que os empresários se torne muito exigentes e o profissional que se destaca, que procura conhecimentos, que é proativo, comunicativo, inovador. Este está sendo privilegiado no mercado.
140 - comentário - 16/08/16 - 14:15:31 - Filipe Marcos Borges - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sou do Mercado SAP e tenho percebido que as remunerações em consultorias e PJ, que sempre foram atrativas, estão equiparadas às de empresas clientes. para se ter uma base um consultor SR SAP em 2000 recebia mais que nos dias atuais. Acredito que muitas pessoas novas entraram no mercado nos últimos 5 anos e isso ajudou a reduzir os salários. A capacitação não foi cosiderada pelo mercado e só o conhecimento do módulo SAP
141 - comentário - 16/08/16 - 14:29:08 - Victor Freidinger - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Toda vez que me lembro sobre alguma busca por vaga ou alguém procurando um perfil específico, a primeira resposta é a apinfo.
Utilizo ela desde que lembro que estou na área e sempre tive ótimos retornos.
Sobre a pesquisa, ela aborta em geral o que todos nos passamos em algum momento de nossa carreira.
Felizmente e infelizmente é dessa forma. Como há muito mais gente do que antes, a tendencia da oferta-procura é gigantesca. Vence quem tem a melhor referencia, o melhor trabalho a um custo menor. O que não ajuda muito nos anos e anos de estudo e trabalho.
De qualquer forma, parece animador esse segundo semestre e acredito que o próximo ano será mais promissor.
API
142 - comentário - 16/08/16 - 14:29:24 - Fabio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A pesquisa nos dá diversas idéias sobre a saúde do mundo da TI.

Parabéns APINFO pela informação livre, gratuita e direta. Aliás, todo site é simples e direto ao ponto, sem mais delongas.

A eficiência na procura de recolocação é impressionante, diferente de outros sites mais sofisticados que existem por aí, cujo não propicia retorno algum (logo, de nada adianta tal sofisticação e o custo com mensalidade).

APINFO: surpreendendo cada vez melhor.
143 - comentário - 16/08/16 - 14:48:57 - Neusa Faustina - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Comecei como instrutora de informática naquele período a remuneração era muito mais atrativa, como meu foco sempre foi T.I, fui me qualificando, só que no decorrer do tempo, fui percebendo que quanto mais estudava, mais o mercado de trabalho exigia qualificação Profissional, conhecimento em varias linguagens (Java, C#, PHP, ASP e outras), Servidores (Windows, Linux), Banco de Dados (MS SQL Server, Oracle), inglês, e certificações e assim exigindo cada vez mais, mas na hora da contratação não querem pagar por nossas devidas qualificações, nenhum reconhecimento por anos de estudo e dedicação que tivemos para adquirir por todos esses conhecimentos.
A T.I e necessária em todas as áreas, a valorização deste profissional e essencial, independente com ou sem crise econômica no Pais.
Excelente pesquisa. Sucesso a todos.
144 - comentário - 16/08/16 - 14:52:48 - Flavio Souza - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Atuo desde 1998 na área de TI e quase todos os empregos que consegui foram através da Apinfo. Hoje estou em vaga de coordenador e a pesquisa tem importância ímpar para mim. Desde entender como está o mercado (sendo que há 3 anos não busco recolocação) como também para entender o que posso ou não oferecer a minha equipe.

Importante entender que muitas áreas estão em momento de redução financeira e que estamos em um momento delicado, com investimentos menores pelas empresas, maior concorrência. Importante principalmente em momento onde estou pensando em mudanças sérias.
145 - comentário - 16/08/16 - 15:26:47 - Marcio Guilherme - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Parabéns a Apinfo pela pesquisa e o trabalho que vem realizando. O mercado de TI é muito abrangente e envolve profissionais de varias atividades correlatas ao desenvolvimento, por isso é complicado opinar, mas o que me chama a atenção na pesquisa, é o _consenso_ de que o mercado esta _em baixa_, alem do baixo salários é exigência de cada vez maiores e _qualificações_, que são exagerada em muitos aspectos, noto um tendência crescente nas empresas em concatenar atividades de criação (programação, analise, arquitetura, designer etc.) e gerenciamento (coordenação, administração, etc.), por isso o aumento da procura de certificações com foco na organização, controle, frameworks e padrões para serviços. vejo o crescimento da demanda e o fato da tecnologia esta mais acessível, como um contraste com distribuição de vagas onde a maioria terá salários e qualificações desigual.
GOC
146 - comentário - 16/08/16 - 15:40:57 - Adilson Borges das Neves - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A participação da Apinfo no mercado proffisional de TI é indiscutivelmente alta. Uma prova disso é o trabalho serio e imparcial em suas ações. Nós profissionais de TI quando pensamos em um novo emprego logo pensamos em Apinfo.
Não é surpresa que a Apinfo tenha realizado uma pesquisa tão imprtantnet para o mercado de TI, pois isso ajuda a nortear os rumos do mercado de TI e quais são os pontos a serem _atacados_ pelos novos profissionais.

Parabéns pelo trabalho.
147 - comentário - 16/08/16 - 18:52:03 - Lander Herrera - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Uma pesquisa intuitiva e abrangente para quem quer mudar de área dentro da TI, ja que com as tecnologias em constante mudanza sempre devemos ter um norte consistente para obter nossas metas.
148 - comentário - 16/08/16 - 23:54:19 - Jackson Franco - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A pesquisa nos mostra como anda o mercado de TI neste momento dificil que o Brasil atravessa.

Parabéns APINFO pela iniciativa. Um site com pesquisas simples e objetiva.

Acompanho a APINFO deste 2002 e onde em 2003 fui contrato para trabalhar na EDS. Tenho 30 anos de experiênciaa na área de TI e vejo este site como uma referencia.
149 - comentário - 17/08/16 - 09:59:50 - JANAINA MARTINS TEIXEIRA - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acho importante esse tipo de pesquisa pois o que se percebe e estou vivendo na pele é que os salários foram reduzidos e a busca por profissionais de determinadas área dentro da TI também caíram em vista dos anos anteriores, a pesquisa nos mostraria esse status atual e como lidar com essa situação atual.
Hospitalhd
150 - comentário - 17/08/16 - 10:20:45 - Fernando Aguiar - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Parabéns ao APINFO pela iniciativa e pelas informações adquiridas. Para nós profissionais é muito importante ter essas informações, até mesmo para quem almeja entrar na área, mesmo sendo pouco atrativo nesse período de crise em que estamos vivendo.

O site em minha opinião é o melhor para empregos relacionados à área de T.I, pois 98% dos empregos que consegui até hoje foi através do site, nunca arrumei outro emprego por qualquer outro site, exceto quando indicação. Mesmo sendo em sua maioria das vagas voltadas para programação, sempre consegui achar vagas com meu perfil, mesmo que poucas.

De qualquer forma o site está de parabéns mesmo assim pelo excelente serviço prestado à área de T.I e a nós profissionais e temos que agradecer por termos a melhor opção de procura de empregos em nossa área e ainda GRATUITO.

Obrigado APINFO.
151 - comentário - 17/08/16 - 10:25:33 - Daniel G. C. - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O site APinfo é minha referência para trabalhos em TI. Estas pesquisar ajudam muito a tomada de decisão na hora de decidir por aceitar um convite de emprego ou não, para avaliar a própria posição no emprego atual. Parabéns aos mantenedores do site!!
152 - comentário - 17/08/16 - 10:28:59 - Christian Junior dos Santos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Congratulações ao APINFO, que presta um serviço muito importante aos profissionais de TI!
Estou há 2 meses em busca de uma nova colocação na área de suporte, e acredito que com ajuda deste espaço atingir este objetivo!
153 - comentário - 17/08/16 - 10:31:44 - Jason Bonatelli - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sempre foi um grande portal de oportunidades para profissionais qualificados em Tecnologia da Informação. Acredito que o bom trabalho da equipe vem sendo fruto de muitas vitórias dos profissionais de todo o Brasil.

A pesquisa realizada pela Apinfo retrata o atual cenário Brasileiro, a crise realmente existe e muitas empresas seguram novas contratações e aumento de salários. Espero que um dia isso mude e volte a ser o que era como alguns anos atrás.
dbassocia
154 - comentário - 17/08/16 - 10:41:20 - Adriana de Freitas - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Com a atual crise, os salários têm sofrido quedas. A concorrência está muito grande, pois são mais de 11 milhões de desempregados, muita oferta. As empresas têm aproveitado a situação para contratar profissionais com salários mais baixos e exigir mais especializações.
Existem outros fatores que dificultam uma colocação: idade, gênero e formação muito elevada.
Os profissionais têm recorrido à indicações e redes sociais para uma recolocação. O que nos resta é utilizar a tecnologia em nosso benefício.
155 - comentário - 17/08/16 - 10:43:16 - Edward Venturin - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Concordo com a pesquisa, porém tenho dúvidas quanto a remuneração voltar a ser um atrativo, visto que como as empresas achataram os salários e ainda assim a demanda contibua baixa , elas aproveitam para continuar com a prática de exigir excelência pagando pouco...
156 - comentário - 17/08/16 - 10:44:52 - Vinicius Morais - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Gostaria de parabenizar a APINFO por mais esta iniciativa e todos os serviços já prestados aos profissionais de Tecnologia da Informação, sem dúvidas a fonte mais completa e confiável para embasar os profissionais da área no que tange a pesquisa, busca por empregos e difundir o conhecimento de T.I de modo geral. Obrigado, APINFO.
157 - comentário - 17/08/16 - 10:46:01 - Dalmer da Motta Vieira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O que vemos com os resultados mostrados por esta pesquisa, é que o mercado de TI como um todo ainda precisa de regulamentação e que muitas empresas exigem altos níveis de especialização, pagando salários baixos para os padrões. Os profissionais estão ficando mais velhos e a garotada, que já percebeu a desvalorização da área, não tem procurado tanto a carreira de TI. A redução de profissionais favoráveis à regulamentação mostra que a crise pode influenciar na forma como encaramos nossa carreira a longo prazo, pois uma categoria desregulamentada abre espaço para profissionais menos capacitados e consequentemente menos valorizados.

Parabéns a APInfo pela iniciativa e pela colaboração para com os profissionais da área de TI.
GOC
158 - comentário - 17/08/16 - 10:49:46 - Douglas Caniato - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Em primeiro lugar quero elogiar o grande trabalho que esse site presta a comunidade da T.I pois frequentemente envio currículos para as enumeras vagas publicadas no site e geralmente tenho retorno, tanto quanto positivo.
Como gestor de projetos e responsável pelo recursos humanos da minha equipe, 98% dela foi encontrado neste site e a base salarial de cada integrante foi adquirida pela apinfo.
Parabéns pelo grande trabalho, acredito que possamos mostrar ao povo brasileiro que ainda empresas honestas como essa para fazer um Brasil melhor
159 - comentário - 17/08/16 - 10:50:51 - Vinicius - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A Apinfo é um site de excelência para procura de trabalhos em TI. Acredito que seja o único site que apresente retorno efetivo.
Excelentes resultados e muitas das afirmações servem para tomada de decisão.
Além disso, seguem minhas observações:
- Considerando a retribuição e a inflação, meu salário possui o mesmo poder de compra de 2008, quando era pleno, confirmando o resultado da pesquisa.
- Formação e certificação não tem ajudado a cargos ou salários superiores.
- Não me é dada escolha quanto a forma de pagamento. Ou é aquilo ou até logo.
160 - comentário - 17/08/16 - 10:51:22 - JULIANA BRITO - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Eu acompanho este site acho que desde 2004/2005 ultimamente tenho acompanhado pouco, mas tenho ele como um site super confiável e sério diferente de outros que nos deixa a desejar.
Totalmente útil para o profissional de TI esta pesquisa visto que estamos em decadência só vejo esta área cada vez mais importante e ao mesmo tendo em descrédito e desvalorizada causando muita insatisfação à todos que dedicaram anos de suas vidas.
Obrigada APinfo por estar sempre apoiando esta classe.
161 - comentário - 17/08/16 - 10:52:06 - Antonio Carlos França - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Primeiramente parabenizar a APINFO pela pesquisa realizada.

Alguns dos itens já não é novidade, como a faixa salarial que se pagava no início dos anos 2000 com os valores de hoje, mas não fazia ideia que a diferença era tão gritante.

Outro ponto destacado na pesquisa, foi a diminuição de interesse dos jovens pela área de TI, o que é um item preocupante, pois nosso dia a dia depende de TI e caso a mão de obra fique cada vez mais escassa, o país pode ter sérios problemas futuros, como por exemplo ter que fazer programas para atrair mão de obra qualificadas do exterior, isso em um país que a população não é pequena.
apipesq
162 - comentário - 17/08/16 - 10:54:37 - Fábio Santos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Parabéns pela pesquisa.
Os dados coletados estão muito bem explicados, e é excelente ter uma entidade que conheça bastante da realidade do mercado e dos profissionais de TI. Várias informações confesso que me surpreenderam, pois alguns indicadores estão bem longe da realidade que eu imaginava, como por exemplo, a distribuição de faixa etária e também da participação das mulheres no mercado de TI (que eu imaginava ser muito maior).
O nível da formação melhorou, mas um grande problema continua sendo a visão que as empresas possuem sobre a TI: existe uma reclamação por parte dos recrutadores sobre a carência de profissionais, porém existem um problema maior ainda no que diz respeito à estruturação de projetos e processos: muitas vezes, é exigido do profissional competências e habilidades que a própria empresa não irá explorar.
Esperamos por mais pesquisas completas como esta!
163 - comentário - 17/08/16 - 10:58:12 - Jaderson Almeida Rodrigues - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Gostaria, num primeito momento, parabenizar e agradecer a APINFO pelo serviço prestado ao mercado de TI. Tenho 8 anos de carreira passando por 3 empresas e inumeras entrevistas, todas alcançadas através da APINFO.
Com relação ao atual cenário do mercado de TI, vemos q os salarios defasaram e a oferta diminuiu devido a crise vivida, mas ainda é satisfatório para quem tem qualificação e busca oportunidade.
164 - comentário - 17/08/16 - 10:59:04 - Danilo José - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

As informações da pesquisa são assertivas e realistas ! Infelizmente, temos uma demanda por pessoas qualificadas, mas muitas empresas preferem pagar menos e ter uma rotatividade maior na área de TI . Observo também, que existem muitas consultorias no mercado e ocorre uma grande quarteirização dos serviços - e isto tem reduzido muito os salários. É necessário um comprometimento tanto do profissional quanto da empresa/consultoria.
165 - comentário - 17/08/16 - 11:06:03 - Antonio Rosa - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

É fato que a crise econômica afetou também o mercado de trabalho em TI, porém, vejo essa crise como um motivo a mais para investir nesse segmento. Toda crise faz com que as empresas aumentem seus controles e é sabido que os ERP_s são peças fundamentais para que dados importantes sejam extraídos e compilados, favorecendo a tomada de decisões com mais assertividade.
Tenho comigo, e isso eu levo muito a sério, de que todo profissional de TI DEVE ter conhecimento também de Negócios para poder auxiliar o seu cliente na melhor utilização da ferramenta.
Profissional de TI temos muitos. O que está faltando são profissionais especialistas de fato.
Sou um profissional de TI há pelo menos 12 anos, formado em Contábeis,e pelo meu conhecimento e a forma com que faço meu trabalho, já tive inúmeras propostas para assumir posições importantes nas empresas e digo mais, não são posições na área de TI.
dbassocia
166 - comentário - 17/08/16 - 11:14:08 - Gilson - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Bom dia
Creio que nossa profissão estão muito desvalorizada, as empresas exigem qualificações em excesso para alguns cargos que não necessitam das mesmas e o salário pelo exigido é vergonhoso, muitas vezes um cargo de suporte de TI por exemplo se paga muito pouco e exige demais com relação a qualificação para a vaga onde na vdd muitas delas não são precisas e ou nem utilizadas no desenvolvimento da vaga durante o dia a dia. Espero que em um futuro breve nós possamos ser valorizados pela escassez de profissionais na área assim como é hoje a área da construção civil mais especificamente o pedreiro.
167 - comentário - 17/08/16 - 11:15:04 - Crenee - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Atualmente as empresas tem exigido muito dos profissionais e pagando muito pouco em relação ao exigido e quando o profissional tem todas as qualificações exigidas a empresa opta por dar a oportunidade para uma pessoa de outra área empresa.
Não contratando um profissional que está no mercado e com isso os salarios estão cada vez mais baixos e caindo o nivel de profissionais dentro das empresas
168 - comentário - 17/08/16 - 11:19:04 - Fabio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Há muito tempo faço parte do APINFO e ele tem me ajudado muito, meus últimos 2 empregos (incluindo o atual) consegui por aqui. É um dos pouco que mantém a serenidade, imparcialidade e profissionalismo em primeiro lugar. Estão de parabéns.

Estou totalmente de acordo com a pesquisa, conheço muitos colegas que estão desempregados e estão buscando novas oportunidades há bastante tempo, efeito claro da crise que afeta o país. Salários defasados sempre existiram e nos dias de hoje não mudou muita coisa. A questão da terceirização da area ainda afeta muito aqueles que preferem trabalhar como CLT.
169 - comentário - 17/08/16 - 11:22:29 - Juliana - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O que eu vejo é o impacto da crise. Trabalho em uma prestadora de serviços, e vemos mês a mês profissionais excelentes serem dispensados por falta de alocação, e não por mal desempenho. Diante disso, qual a possibilidade de se pleitear um reajuste salarial? o jeito é rezar pelas vitórias do sindicato...
Hospitalhd
170 - comentário - 17/08/16 - 11:24:28 - Eduardo Portes - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Primeiramente gostaria de parabenizar a APinfo por uma pesquisa tão abrangente em praticamente todas as áreas da TI.

É notável que a atual situação do País contribui para um mercado mais disputado e assim tornar mais complicada a valorização de bons profissionais, que acabam por optar por cargos inferiores e menores salários. Principalmente se tiverem alguma deficiência de alguma demanda, como uma segunda linguá, por exemplo.

A pesquisa foi bem realista, com ela temos uma bela documentação para consultar e usar como base para diversos campos na TI.
171 - comentário - 17/08/16 - 11:26:18 - André - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Crise no setor de TI existe desde sempre, a partir do momento como empresas que terceirizam os profissionais praticamente escravizam os mesmos com salários pífios e requerimentos que nem um Super Humano consegue atender.
Acho que pro mercado de TI se reaquecer no Brasil, so se reinventando.
Profissionais que são mais técnicos, que é o meu caso, são tratados como _Meninos da Informática_ pra ganhar um salário rídiculo e o pior de tudo é que tem profissionais que se sujeitam a isso para não ficar sem trabalho. Mercado de TI em território nacional é mais que uma piada. É um stand up completo
173 - comentário - 17/08/16 - 11:40:23 - Paulo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Concordo plenamente com a pesquisa muito bem elaborada e simplificada.
O mercado de TI tem altas e baixas, nos últimos anos obtivemos um inchaço de profissionais na area, crise e outros interferes, com isso uma grande demanda, salarios estagnados e recesso do mercado. Imagino que daqui um tempo estaremos confortáveis novamente, devido a menor procura de jovens pela area e devido a novas tecnologias ( quem for esperto se renova e renova seu salario também )
175 - comentário - 17/08/16 - 12:46:30 - IVAN QUADRINI - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Infelizmente enquanto não existir uma legalização para área de TI, como por exemplo o Crea para técnico ou Eng. Eletrônica... isso não vai mudar.
Pois existem _técnicos_ e _analistas_ em TI , que não possuem nenhuma formação na área, se sujeitam a salários baixos, pois para eles _esta bom demais_..coisas que já ouvi destas pessoas.
Agora a moda é as empresas falarem da crise..para salários baixos e cortes..mas na verdade são desculpas para obterem mais lucros e sobrecarregarem ainda mais seus profissionais..principalmente as empresas prestadoras de serviço de terceirização.
GOC
175 - Réplica - 17/08/16 - 13:38:41 - Joel - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Isso jamais existirá, pois não permitiremos. Sabemos que o CREA é uma máfia, um órgão que só existe por força da lei, pois não presta nenhum serviço aos profissionais de engenharia. É mais um órgão sanguessuga, que não garante os direitos dos profissionais.
176 - comentário - 17/08/16 - 12:52:15 - Alex Carvalho - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Claro que não podemos desanimar, mas é frustrante lembrar de todo seu investimento para concluir uma faculdade ou um curso de especialização e até tirar uma certificação que muitos da área sabe da dificuldade. E com a situação atual do país você não consegue o retorno deste investimento ficando desvalorizado e levando muitos profissionais a mudarem de área em busca de um bom salário que possa sustentar sua família e manter seus compromissos em dia!
Na minha opinião o sucesso de uma empresa é conquistado quando se segue os passos dos três P (Pessoa, Processo, Produto), e que prioriza o principal: _Pessoa_ , pois elas que fazem os resultados!
Valorizar a pessoa é o ponto chave para o sucesso de qualquer empresa!
177 - comentário - 17/08/16 - 13:25:48 - Carlos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

É fato que nos últimos meses devido a crise os salários ofertados diminuíram muito. Existem empresas ofertando R$ 5.000,00 para sênior e outras exigindo conhecimentos de sênior em uma oportunidade júnior. A crise coopera para a diminuição de ofertas de trabalho, mas quando existe a necessidade de contratação de mão de obra, as empresas precisam ter coerência e equilibrar o que exigem de conhecimento com o que estão dispostos a pagar, de maneira a evitar desmotivações, trabalho sem qualidade e prostituição de nosso mercado de TI.
177 - Réplica - 18/08/16 - 07:44:36 - Katarina - 201.108.20****

Gostei da sua última frase, em especial quando menciona as palavras desmotivação, trabalho sem qualidade e prostituição. Bem por ai mesmo. Brincadeiras a parte, até a prostituta ganha mais.
Hospitalhd
178 - comentário - 17/08/16 - 13:40:57 - Katarina - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Não há como negar que a crise não tenha afetado a área de TI, apesar de ser vista no mercado e dentro das empresas como a base de suporte a seus negócios, e para muitas, a própria existência.
Eu mesma senti os efeitos da crise. Até 2013 recebia no mínimo uma proposta de emprego por mês. E foi neste ano que fiquei desempregada. A partir de 2014, eu dificilmente encontrava vagas na minha área de atuação (auditoria de TI). Enquanto nos EUA, por exemplo, você é caçado, ainda mais se possuir certificação CISA, por motivos óbvios claro, pois lá estar SOX compliance é obrigatório. E o que mais me impressiona é ver, o que foi constatado pela pesquisa, a baixa remuneração oferecida pela quantidade de requisitos exigidos pelas empresas. Você investe em certificações caras e para tentar se recolocar no mercado após um grande período se vê obrigado a aceitar menos.
179 - comentário - 17/08/16 - 14:07:08 - Allan Paparotti - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado de TI foi um atrativo que _descobriu_ personalidades especificas para área_ uma vez que sua população é compostas por alterados níveis de consciência_ digo isto com base em todos os _bons_ que conheço e conheci, pessoas com capacidade lógica além da sociedade_ os verdadeiros _matadores_ de problemas e criadores de soluções. Somos pessoas em desequilíbrio, em contrapartida do sucesso em TI temos as dificuldades de diagnósticos médicos como DDA, Agorafobia, anti-social e muitas outras qualidades diminuídas em prol de uma concentração da informação maior. Nos _enfiaram guela abaixo_ certificados, cursos superiores e ISOs que afunilam este rio de pessoas excêntricas ao contrario. Escondendo em lares por ai excelente profissionais capazes de reduzir custos e horas de trabalho das vidas de milhões de pessoas. Somada a crise atual, logo o salario não será um problema. Aguardem...
180 - comentário - 17/08/16 - 15:01:49 - William Calabró - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado de TI sempre foi visto como uma área a parte nas empresas que geram um gasto além do esperado, pois para que o negocio funcione devemos sempre usar boas tecnologias e boas praticas, mas com essa crise _Medo de investir_ as coisas ficaram piores o corte se torna um fato neste momento, vejo cargo Sênior ser ofertados como cargo Junior devido a cortes em demasiado assim dificultando a recolocação do profissional de TI, investimos em Cursos, Certificados e Faculdade para que no final o retorno seja fraco ou nem chegue a existir, é lamentável saber que quanto mais tempo passa mais difícil a recolocação se torna, seja ela por idade por tempo fora do mercado,.
181 - comentário - 17/08/16 - 15:09:58 - Alan Ferreira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Não há como negar que a crise afetou o país inteiro. As empresas estão contratando profissionais há baixo custo, o reajuste de salário nunca acompanhou a inflação e nessa crise menos ainda. Mas por outro lado a área de TI uma grande oportunidade, não que eu esteja de acordo com esse oportunismo, mas com as empresas demitindo empregados elas acabam procurando soluções de TI tanto em forma de produto como também de processo, para _tapar_ os buracos feitos pela falta de pessoal como serviços de comunicação digital, documentos digitais, pedidos digitais, estatísticas e etc. Eu também concordo plenamente que os nossos órgãos reguladores, não falo somente do sindpd, são muito mais do que coniventes com a nossa inferiorização. Não há movimentos há nosso favor, nem de nós mesmos, mesmo todo mundo sabendo sobre o descontentamento geral. O único lugar onde ainda se pode dar credito é o APInfo hehe
dbassocia
182 - comentário - 17/08/16 - 15:25:08 - Hugo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Não participei da pesquisa, mas atento os pontos que concordo: crise afetou o número de vagas_ Salários em decréscimo ou mantiveram o mesmo patamar_ Cargos que envolvem qualquer interação com a programação pagam menos que os de gerência (dicotomia arquitetura e engenharia)_ Teste de software em alta_ Cachorro velho não larga o osso_ Certificações são dúbias_ Java, PHP e seu irmão Python ficam de mãos dadas, C# não é surpresa mais. PJ e Flex merecem margens menores, ora se o profissional não custa acima do temeroso 10k não vejo razão de ser para esses tipos de contratação malucas_ PJ que não recebe todos os benefícios da CLT (férias, 13º, etc) em dinheiro é brincadeira_ Tempo de recolocação está o mesmo, se o profissional quer assumir outro cargo ou mudar a área de atuação em TI, esse tempo é menor_ Se oferecerem 90K USD/ano, qualquer um pularia do barco chamado Brasil.
183 - comentário - 17/08/16 - 15:31:16 - Marcelo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sofremos sempre com o problema de falta de entidade de classe, como outras áreas (Engenharia, Medicina, etc), o que torna a área _promíscua_, fazendo com que as empresas cada vez mais contratem profissionais, muitas vezes sem a mínima formação oficial, puxando os salários cada vez mais para baixo.
184 - comentário - 17/08/16 - 15:37:22 - Alexandre Oliveira dos Santos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que a pesquisa para alguns cargos retratam o cenário real do mercado de trabalho, porém sinto que algumas empresas estão criando ramificações de alguns cargos para se pagar cada vez menos, na empresa em que trabalho mesmo existe uma função chamada analista de suporte SQL Server, o que se equivale a um DBA SQL Server e pagasse um valor bem menor.
185 - comentário - 17/08/16 - 16:04:03 - Molina - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que o melhor caminho para todos é a Celetização, onde todos os trabalhadores terão seus direitos. O fato é que o momento atual de mercado, as empresas estão investindo menos devido a oferta e procura. Ficamos na torcida para esta realidade mudar e o mercado voltar a ficar mais competitivo.
GOC
186 - comentário - 17/08/16 - 16:28:44 - Eric - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

É triste ver o mercado de TI hoje, eu venho de 10 anos, de muito estudo, onde eu acreditava que valia a pena ser muito esforçado, afinal ser de TI não era para qualquer um, conforme a pesquisa eramos muito bem remunerados, em minha opinião fazíamos jus a isso. Não desmerecendo as outras áreas, mas falando da nossa, nenhuma empresa funciona 1 dia sem TI, e sendo uma área tão importante com certeza tem que ser muito bem valorizado. E não é o que vemos, ganhamos um salário muitas vezes que nos da vergonha, fora a questão da oferta e demanda, vagas exigindo conhecimento de Sr e salários de Jr, infelizmente esse é nosso cenario atual, desvalorização acho que é a key-word em que vivemos. Claro que existe mals profissionais também, mas o minimo que eu espero é que o mercado saiba diferenciar a maçã podre no cesto, espero poder ter mais esperança de que isso um dia volte ao que já foi.
187 - comentário - 17/08/16 - 18:33:36 - Convidado - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Devido a crise não só TI mas a maioria das áreas estão com grandes esforços para cortar custos.
Vejo como um período e acredito que isso ira mudar.
Acho que o segredo e fazer o que realmente gosta, porem fico muito triste pois vejo alguns amigos desempregados.
Tenho mais de 15 anos de experiencia e acompanhei algumas áreas serem promissoras e depois sumirem, e profissionais terem que se posicionar novamente.

Sou Grato por expor minha opinião!!!
188 - comentário - 17/08/16 - 19:28:02 - Daniel - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Fiquei desempregado durante 3 meses, nunca havia ficado tanto tempo desempregado, porem foi um alivio sair da antiga empresa.
Hoje estou em uma empresa em que posso usar todo o meu conhecimento e que o funcionário é tratado com respeito.
189 - comentário - 17/08/16 - 20:56:34 - Thiago Oliveira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A pesquisa é real, porém as vezes tenho impressão que o que levou isto foi a supervalorização que alguns profissionais de TI se colocaram e a _prostituição_ dos profissionais do setor, isto levou as empresas a precarizarem os salários para evitar perdas econômicas grandes com o entra e sai de profissionais em determinados cargos.
apipesq
190 - comentário - 17/08/16 - 22:36:55 - Edilson Silveira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O profissional de TI praticamente ficou refém da situação econômica do país onde os empresários diante da alta taxação de impostos pelo governo e a necessidade de reduzir custos para manter a empresa viva e funcionando, são praticamente obrigados a baixar DRASTICAMENTE o salário do profissional da área. Por contra partida o profissional precisa ter um emprego para pagar as suas contas e assim também manter funcionando a sua vida pessoa e profissional. Tudo isso leva o que já vem se falando no meio a muitos anos, que há desvalorização deste profissional e o termo popular, a PROSTITUIÇÃO, onde você acaba tendo que vender todo o seu conhecimento caro e de valor, por salário mínimo. Área de TI nas empresas não tem valor algum para o empresário e prova disto é que quase 100% são praticamente TERCEIRIZADAS. Viramos na verdade uma espécie de FAXINEIRO DIGITAL.
191 - comentário - 17/08/16 - 22:59:22 - Gabriel de Souza Prestello - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

É incrível o que fizeram e fazem com a área de TI neste país. Não querem investir, e quando o fazem, querem o menor valor possível. Fazendo com que a terceirização e quarteirização de mão de obra aumente e fazendo, assim, com que o salário seja despencado para o profissional final. Trabalho na área de suporte geral, Windows, Linux, Sistemas (não desenvolvimento) etc., e o que mais vejo são empresas pedindo cada vez mais qualificação, mas para pagar um salário pífio. Além de pedirem um poliglota.
Espero que um dia haja para a área de TI, uma entidade tal qual existe para os advogados, médicos, etc..
192 - comentário - 17/08/16 - 23:50:22 - Emerson Conceição - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A crise tem papel importante na desvalorização do profissional, mas também estão aproveitando o cenário para diminuir número de profissionais para efetuar uma mesma tarefa. Isso leva a desvalorização e desgaste do profissional, o que afeta diretamente a saúde.
Outro ponto, que não é de hoje, mas existe o preconceito velado de pessoas com mais de 45 anos. Nenhuma empresa assume, mas quem aqui já não vivenciou ou teve noticia de algo do tipo?
Sem contar, que com o mercado estagnado, exigem qualificações demais para salário de menos.
Profissionais estão precisando ser mais flexíveis e suportar situações que antes não suportariam.
Não vejo melhora a curto prazo. Enquanto isso precisamos continuar investindo em nossa carreira e aguardar tempos melhores.
193 - comentário - 18/08/16 - 08:02:54 - Priscila Montanher - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A tecnologia mudou o jeito que a gente se comunica e o jeito que gente faz muitas coisas. Serviços que antes você era obrigado a fazer pessoalmente estão sendo substituídos pelos aplicativos.

Em um clique você pede comida_ outro clique, lá vem um táxi_ no outro, paga uma conta e, em outro, coloca filtros nas fotos. Parece tudo muito simples, mas por trás de cada clique tem centenas de pessoas trabalhando para criar os códigos e programas que fazem tudo isso funcionar.

Estou em busca de uma oportunidade desde Setembro/2015. O mercado está muito difícil devido a crise,
Pecados
194 - comentário - 18/08/16 - 08:11:02 - Davi Duarte - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Aqui na região onde moro, vale do Itajaí, o setor de TI não sofreu muito com a crise, porque no fim, todos precisam de TI. Contratos foram renovados com descontos consideráveis, porém o profissional de TI que é funcionário não tem sofrido, pois pra ele nada mudou, ele continua desvalorizado. Eu por exemplo, depois de faculdade, fazendo pós, várias certificação em diferentes segmentos de TI, experiência de mais de 10 anos ativo no mercado em grandes empresas. Continuo com o salário igual do professor Raimundo, da escolinha. E para poder chegar em um salário digno, vou precisar estudar mais, gastar mais em educação, com certificados, cursos, outra faculdade e sair do TI talvez, consiliando com esposa, casa, filha, saúde. O grande impacto da crise está nas empresas de TI que reduziram em 15% no mínimo seu ganho, mas a demanda continuou a mesma, e em muitos casos que vi, oferecendo até mais.
195 - comentário - 18/08/16 - 08:24:11 - Adriano dos Santos Rocha - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Hoje trabalho na indústria metalúrgica e como o setor está em crise a área de TI sofre junto com ele e por consequência existe uma grande defasagem nos salários.
196 - comentário - 18/08/16 - 08:28:09 - Anderson - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Passamos por mais um processo de revolução industrial e, como outros, têm impacto direto nas pessoas, seja na forma de remuneração ou quantidade de mão de obra.
Se diferenciar de acordo com as tendências do mercado é uma saída para se manter como profissional bem requisitado ou ainda trabalhar com uma tecnologia pouco difundida, mas de uso primordial.
Infelizmente a grande parte dos profissionais vive a realidade do país que está buscando um alinhamento salarial próximo de países emergentes como Índia para manter competitividade em seus produtos ou serviços.
197 - comentário - 18/08/16 - 08:44:16 - Marcelo Lima - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Atualmente estamos enfrentando uma enchente de más notícias, tanto setor industrial quanto no setor de comercio, acredito que apenas o Agronegócio tem respirado no meio de tantas notícias ruins.
Realmente tenho notado e sofrido no bolso, uma enorme desvalorização do profissional de TI, outro fato interessante é a escassez de vagas para engenheiros, bom, mas isso comentarei em outra oportunidade. O que podemos retirar de positivo deste momento, e que quando temos apenas más notícias sendo publicadas, é o sinal que a crise está próxima do seu fim, e me faz acreditar que poderemos ter melhoras no mercado de TI, para início de 2017, com uma remuneração mais justa a todos nós.
Pecados
198 - comentário - 18/08/16 - 08:46:07 - Daniel - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Depois de ficar desempregado em 2010 optei por ir para o serviço público.

Hoje o salário para o cargo em que estou está na faixa dos 4mil e mais 1000 de benefício alimentação, metade do que ganhava em 2010.

Ganho menos do que na iniciativa privada, mas ganhei um pouco em qualidade de vida e estabilidade.

Aguardo convocação em outros concursos que passei para a faixa salarial de 9mil, mas devido a crise estão demorando a ocorrer.

No serviço publico há boas oportunidades e vantagens, mas é preciso ter paciência. É investimento de longo prazo e foi também uma forma de escapar da dificuldade em se recolocar depois de uma certa idade, negociar salario cada vez menor, etc
199 - comentário - 18/08/16 - 08:46:09 - Ricardo Rosolia - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sou Gerente de projetos de TI e atuo bastante na área comercial em busca de novos negócios, vejo uma certa dificuldade em trazer novos negócios pois as empresas estão bastante receosas e vejo que não há novos investimentos e sim uma grande preocupação com a crise financeira
200 - comentário - 18/08/16 - 08:52:33 - Dante - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

De fato a crise atual complicou muito a vida dos bons profissionais de T.I, lembro que a 2 ou 3 anos atrás, a oferta de vagas e salários era mais ampla, hoje parece que a insegurança tomou conta do mercado de T.I e os salários estão cada vez mais baixos.
A saída que vejo no momento é apostar em pequenos projetos free-lance, menor custo para a empresa e um extra para o profissional.
201 - comentário - 18/08/16 - 08:54:13 - Marta Fernandes dos Santos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sou Analista de Sistemas, mas desde 2014 tenho realizados trabalhos pontuais, com salários indecentes, fiz intercâmbio na Inglaterra, fiz vários cursos novos para melhorar o meu curriculum, e tentar atender as exigência do mercado, mas acredito por causa da minha idade, o mercado está bem complicado. Bem, agora é ter paciência que as coisas melhorem, e melhores oportunidades apareçam.
API
202 - comentário - 18/08/16 - 09:10:38 - Nicoli Ferrari - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Percebo que desde 2011 o valor hora dos .NET Sênior está entre 50 e 55 reais.
203 - comentário - 18/08/16 - 09:16:22 - Sergio Neves de Souza - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sou coordenador de projetos e percebo que atualmente os valores estão bem defasados. Quando precisamos buscar novas oportunidades no mercado esta cada vez mais difícil encontrar valores iguais aos projetos anteriores, já tive que baixar o valor na negociação para pegar o projeto. Mesmo assim o nosso mercado ainda é, ao meu ver, o que mais emprega e mesmo nessa crise bons profissionais dificilmente ficam parados, infelizmente nem sempre com valores que valem muito a pena.
204 - comentário - 18/08/16 - 09:29:13 - Elias Araújo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Mercado esta frio para mercado em TI, muitas consultorias trabalhando de graça, assim caindo a qualidade de serviço e salários abaixo do padrão, sindicatos fracos no ramo, que não ajudam nem com o vale refeição e alimentação.
205 - comentário - 18/08/16 - 09:30:12 - Paulo Rodrigues - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Todo os setores sofreram com a economia em baixa nos últimos 3 anos. Com TI não foi diferente. Mas, vejo que ainda é uma área profissional com muitas opções. É certo que devemos procurar mais, por mais tempo, acabar aceitando mais por menos. Porém, tudo é fase, tudo passa. E, com certeza, quando os indicadores estiverem melhores a área de TI será das primeiras a ter melhor retorno. Aproveito para agradecer o site APinfo, que há pelo menos 26 (que eu conheço) ajuda os profissionais a terem uma recolocação no mercado de trabalho.
GOC
206 - comentário - 18/08/16 - 09:51:47 - Bruno Arruda - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Todos os setores sofreram e estão sofrendo com a economia nos ultimos 3 anos, mas com a TI eu acredito que seja uma área com muitas opções. Eu acredito que tudo passa. Gostaria de agradecer a APinfo que ajuda a todos nos profissionais de TI em recolocação no mercado de trabalho.
207 - comentário - 18/08/16 - 10:04:14 - Victor Oliveira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Na área que trabalho tenho recebido ofertas consideráveis com salários compatíveis. Acredito que alguns setores estão sim sofrendo com problemas sobre projetos, entretanto outros estão em crescimento. Na crise um lado está caindo, mas outro está subindo.
208 - comentário - 18/08/16 - 10:09:52 - Sandra Barros - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Tenho recebido ligações e entrevistas mas não consegui me recolocar até o momento desde março. os salarios oferecidos em geral tem sido compatíveis. A pesquisa parece bem fundamentada e nos ajuda a nortear as pretensões salariais.
209 - comentário - 18/08/16 - 10:15:55 - Elcio Broisler - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado de TI vem sofrendo também com a crise há algum tempo. Salários baixos, propostas ruins ou péssimas! Percebo que algumas empresas se aproveitam da crise para _forçar_ a queda dos salários, o que considero falta de respeito para com os profissionais. Fazer uma faculdade, uma Pós-graduação, cursos caros, ter anos de experiência e receber propostas de salários entre R$ 1.000,00 e 2.000,00, com todo respeito, é inaceitável e improvável, além de falta de respeito e de bom senso!!!! Infelizmente, para se trabalhar com TI não se exige uma comprovação, assim como um advogado precisa da OAB, ou que o médico precisa de um CRM, e isto com certeza _incha_ a área e contribui também com esse declínio cada vez mais acentuado dos salários!!!
Hospitalhd
210 - comentário - 18/08/16 - 10:21:41 - Maik Sousa - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Estou a um ano buscando a alocação devida. Recebo diversas propostas com condições absurdas de remuneração. As requisições profissionais/salariais assustam. Sorte que por tbm executar a vida financeira com senioridade tenho ganhado tempo para analisar propostas com mais crivo. Penso que o ideal é consultar sempre fóruns como esse com o objetivo de enxergar as bases válidas para o perfil profissional particular de cada um. Essas pesquisas são excelentes como métricas.
211 - comentário - 18/08/16 - 10:47:21 - João Freitas - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Percebo que empresas estão explorando profissionais de TI.
Salários absurdos....Já consegui muitas oportunidades legais pela Apinfo.
Mas nunca consegui salário nem perto da média Salarial que aqui é divulgada.
Caros colegas por favor se valorizem não aceite a desculpa da crise...
212 - comentário - 18/08/16 - 10:49:10 - Anderson - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A área de TI esta muito desvalorizada, eu mesmo já recebi uma ligação para uma vaga, e que a HeadHunter, falou que o candidato tinha que ser certificado, e o salário seria de 1.500,00, eu falei pra ela isso só pode ser brincadeira né? E ela disse não. Estou parado desde dezembro, fui em algumas entrevista, porem a maioria congelão a vaga .
Eu assim como muitos aqui, sou formado na área de TI, tenho cursos, e sempre estou estudando referente a tecnologia em que atuo. Trabalhei em uma empresa onde Gerentes tanto de Infra quanto Dev, e até um administrado de Servidor, não tinha formação nenhuma em TI, eram tudo formado em Admin. de empresas, e estavam lá ocupando vaga de quem é da área, que estudou para isso, batalhou para ter o mínimo de formação na área, eu fico indignado com esse tipo de atitude por parte das empresas, acho um desrespeito com quem estuda para trabalhar com TI.
213 - comentário - 18/08/16 - 10:51:56 - Edson Barbosa - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Cada um tem uma especialização e habilidades específicas dentro do mundo de TI, e é difícil o entendimento dos salários de uma forma genérica. Porém acredito que independente do cargo ou função todos sofreram reduções na remuneração de alguma forma. Sou Analista Middleware Senior, e de 2009 à 2015 atuei como PJ quarteirizado e com uma boa remuneração. Porém tive que encerrar a empresa e voltar a CLT ganhando 60% menos, pois não havia mais oferta de qualidade para minha àrea como PJ. Acredito que as empresas em geral têm dificuldades de avaliar a real necessidade em TI terceirizando o processo às Multinacionais que acabam ditando um padrão de cargos e salários com avaliação deficitária do profissional. Necessário seria uma entidade (independente) de avaliação profissional nas diversas àreas do mercado de TI para um balizamento de jornada cargos e salários. Os sindicatos pouco ajudam nisso
dbassocia
214 - comentário - 18/08/16 - 10:52:23 - Paulo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Estou procurando por uma oportunidade no mercado há muito tempo porque não aceitei os salários imorais que me foram oferecidos. As exigências são absurdas. Graças ao meu forecast eu me preparei para esta terrível situação. Sabemos que esta é a maior crise que o país atravessa mas isso não deveria ser desculpa para muitos empregadores das áreas de TI e Telecom abusarem dessa forma. Infelizmente não temos quem nos defenda dessa imoralidade.
215 - comentário - 18/08/16 - 10:55:42 - Uilson Roberto de Souza Junior - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

As empresas usam o momento econômico do País para explorar os profissionais da área. Vejo com frequência vagas de nível sênior pedindo as mais variadas competências e um salário ridículo. Em meio a uma suposta crise em que os empregos caem, mas, salários de juiz aumenta em 40%, o medo e a insegurança fazem com que profissionais extremamente qualificados aceitem valores abaixo dos 4.000 para vagas de Arquitetos de Solução...que deveria pagar no mínimo 8 a 10.000 reais. Precisamos também de um sindicato descente que realmente nos represente, pois o tal do SindPD só presta pra cobrar a taxa anual e mais nada.
216 - comentário - 18/08/16 - 11:30:15 - Helio Gomes - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Ficar só reclamando e culpando terceiros não leva a nada.

Algumas pessoas só olham para o salário, ou vão para o caminho mais fácil de reclamar que estão sendo explorados pelas empresas.

O caminho é analisar a pesquisa, ver quais são as áreas e oportunidades que estão apresentadas, aproveitar o momento atual e estudar, reavaliar a carreira e preparar-se, pois assim quando a crise acabar, a pessoa estará bem posicionada para aproveitar as oportunidades que certamente virão.

TI é uma área que muda muito, quem identifica e se prepara melhor, pode aproveitar mais as ondas.

Salário é uma consequência de tudo o que você faz, ou deixa de fazer ...
217 - comentário - 18/08/16 - 11:34:08 - Fernando - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

As empresas de TI exigem profissionais que falem vários idiomas, que tenham faculdade, MBA, certificações, etc. E tudo isso para pagar salários baixíssimos. A área ainda carece de uma maior valorização, das empresas entenderem que sem o TI, a empresa (seja o ramo que for) não consegue resultado algum.
GOC
218 - comentário - 18/08/16 - 11:53:37 - Leonardo Maximo Ferreira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado de TI atual está em um momento complicado, onde a Lei da Procura prevalece. A economia está triste e as consultorias, como sempre oportunistas, se aproveitam do momento para diminuir o salário, muitos profissionais estão procurando recolocação e isso aumentou consideravelmente o tempo para que um profissional consiga a tão sonhada recolocação, logo as empresas se aproveitam do _desespero_ de um pai de família desempregado a 6 meses para jogar os salários para baixo. Não há como julgar este tipo de comportamento, mas se está deste jeito é porque há profissionais que aceitam ofertas abaixo do aceitável.
219 - comentário - 18/08/16 - 12:05:52 - Isaque Guedes - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A área de TI sofre das mesmas dificuldades encontradas nas demais áreas, os profissionais de TI necessitam adequarem-se à nova realidade, principalmente deixando de enxergarem-se como um profissional técnico reativo e esperando por demandas, mas sim como um profissional estratégico e que pode participar da geração de valor ao negócio, participando ativamente da tão desejada reinvenção de negócios afim de sobrevivência ao atual momento econômico. A recuperação econômica acontecerá em médio prazo (18 meses aproximadamente) e cada setor econômico estimulará a demanda e crescimento dos demais. É o momento para mostrarmos que podemos agregar valor ao negócio e participar ativamente da recuperação econômica do país, seja através da otimização de recursos como no desenvolvimento de novas ideias e modelos de trabalho.
220 - comentário - 18/08/16 - 12:49:00 - Pedro del Valle - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A matemática é simples: Há muito desemprego e a economia está em baixa, logo, as poucas vagas são disputadas a tapa e as empresas se reservam o direito de pagar pouco e exigir muito.
221 - comentário - 18/08/16 - 12:54:16 - Frederick Ramos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Ótima pesquisa. Interessante verificar que a questão do inglês continua subestimada pelos profissionais de TI. Ainda vejo muitas vagas não serem completadas por falta de requisito de inglês _fluente_.
Interessante tbém o encaminhamento para certificações PMP, Cobit, ITIL.
Creio q com o amadurecimento do profissional acaba saindo da área técnica para área de gestão, que é o meu momento profissional.
Parabéns pela pesquisa e compilação. Muito útil.
apipesq
222 - comentário - 18/08/16 - 12:59:28 - Alex - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A crise também esta em nossa _Desktop_

A área da TI, já sofria com os despreparados _Selecionadores - RH_, que não tem culpa, apenas não é sua função saber o que significa e para que serve aquela sopa de letrinhas que eles copiam e colam na descrição da vaga em aberto, que muita das vezes nem é o que a empresa realmente utiliza no dia a dia. Agora a TI também é alvo de reportagens informando ao público _leigo_ que o Brasil carece de profissionais de TI, ou seja a médio prazo fazendo com que a oferta de mão de obra seja maior que a demanda, isso acarretara na desvalorização do profissional. A crise não chega para a TI como chega para outras áreas, ela vem em forma de redução de salários e aumento das exigências, há vagas! mas o salário é outro, a perspectiva é outra... temos que fazer o que os demais profissionais brasileiros podem fazer também, investir em conhecimento e network
223 - comentário - 18/08/16 - 13:27:08 - Alessandro Ferreira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Ola.
Hoje vejo algumas oportunidades boas no mercado, mas com exigências maiores.
O que vale ainda é a máxima, em que o currículo é um _prato feito_ para os selecionadores.
Aqueles que possuem um conhecimento sobre a área de TI sabem exatamente o que buscam, já outros deixam a desejar.
224 - comentário - 18/08/16 - 13:51:07 - Fábio Andrade - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Olá.
Trabalho com informática aproximadamente 15 anos e já vivenciei desde as linguagens estruturadas até as chamadas metodologias ágeis e gerenciamentos. A questão é que para sobreviver no mercado é necessária atualização constante por parte dos recrutadores como dos profissionais que se oferecem. Dependendo da vaga ofertada como JR, algumas empresas requerem que o candidato seja proveniente de conhecimentos a nível Pleno/Sênior. Acredito que a regulamentação dos cargos voltados a área de TI poderia sanar alguns desses problemas. Caso contrário haverá descontamento com os famosos: _ - Finge que te pago e você finge que está trabalhando_ e no final frustração de todas as partes envolvidas.
225 - comentário - 18/08/16 - 13:54:24 - Guilherme Bernardelli - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Boa tarde,

A crise que ocorre no mercado de trabalho e entre as empresas é sempre um oportunidade para os profissionais da área de TI, o objetivo do profissional deve estar alinhado com esse aumento de demanda. Para melhor aproveitar as oportunidades é importante o profissional fortalecer os pilares do conhecimento, da habilidade e da atitude.
Hospitalhd
226 - comentário - 18/08/16 - 14:04:00 - Ygor Nascimento - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Tenho 8 anos na area de TI e sinceramente, é a primeira vez que vejo aqui no Brasil uma situação muito ruim para novas oportunidades e recolocação. Acredito que, seja necessário sim, a atualização constante da parte do profissional e acredito ainda mais que, esse profissional não deve jamais se prender ao mercado nacional.
227 - comentário - 18/08/16 - 14:29:55 - Paulo Martins Vieira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Atualmente com tabelas fuca mais facil de negociar quanto a reajuste salariais
228 - comentário - 18/08/16 - 14:36:27 - Fábio Luis - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Boa tarde,

Trabalho na área a 11 Anos, em T.I hoje no mercado creio que no Brasil não estamos com graves problemas, ainda é uma das áreas que está em crescimento e com vagas disponíveis, porem o problema é a qualificação para as vagas hoje em dia as empresas estão exigindo muito mais qualificações do candidato para cargos JR, vejo que as empresas não estão dando preferencia por qualificar seus funcionários e ajudar no desenvolvimento profissional ao invés disso preferem procurar alguém já qualificado e muitas vezes dispensar os que já tem uma gama de experiencia grande na empresa. Com relação ao salário, vejo muita desigualdade salarial e de cargo entre funcionários de T.I do mesmo departamento que realizam as mesmas funções , más não acho que os salários estejam muito abaixo da média e sim as pessoas estão ficando muito acomodadas.
229 - comentário - 18/08/16 - 15:03:28 - ANTONIO OLIVEIRA - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Atuo no mercado de TI desde 1999 e percebo que as vagas mais técnicas não ficaram escassas. Além disso, as oportunidades para as áreas de sustentação creio que não irão acabar. Agora, os salários, tendem a cair, infelizmente, pois há uma grande ofertas de profissionais no mercado e também a terceirização faz esse salário cair. Já as vagas para gerente de projetos, estão escassas e claro, é reflexo total da crise que estamos passando. O empresário com o medo de investir não gera projetos e com isso as vagas ficam cada vez mais difíceis.
GOC
230 - comentário - 18/08/16 - 15:07:18 - Anderson Carlos Messias Alves - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Eu fiz curso de sap-pp no ano de 2010 e não consegui vaga na área, trabalhava com suporte telefônico ao site do banco real entre os anos de 2006 e 2012 e desde que sai do banco não consegui emprego. Não sei se é por ter um currículo ruim ou por conta do mercado.
231 - comentário - 18/08/16 - 15:13:14 - Herton Lopes - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Complicado em falar deste tema, porque temos vários fatores que implicam nas remunerações, cito alguns deles: política interna e externa do país, democratização do ensino superior, democratização no estudo de linguás(Inglês, Espanhol, Frances e etc), certificações de todos os sabores (redes, sistemas operacionais, virtualização, banco de dados, programação/desenvolvimento, aplicações e etc), tipo de contratação(Consultor, Terceirizado e Contratado) e por fim a a barganha na hora da contratação.

Juntando isso tudo e muito mais, é difícil termos um padrão de remuneração da área de TIC.
232 - comentário - 18/08/16 - 15:19:20 - Flávia Santos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Boa tarde,

Trabalho na área de TI há mais de 15 anos e me considero uma ótima profissional. Sempre atuei na área de suporte e infraestrutura, sendo que ao longo dos últimos 5 anos resolvi mudar minha forma de atuação, saindo um pouco dessa área mais técnica e migrando gradativamente para a área de gestão. Infelizmente, essa crise veio no meio desse movimento, e, assim como muitos outros ótimos profissionais, hoje me encontro fora do mercado de trabalho, parte devido a grande quantidade de certificações que possuo e parte pela falta de oportunidades condizentes com minha especialidade. Entendo que o mercado tem exigido muito dos profissionais, e não quer pagar o que deveria. Exigem demais e não oportunizam as pessoas, como eu, que precisam galgar experiência em outra área de atuação. Já querem o profissional pronto. Só tenho a lamentar essa postura e esperar que dias melhores cheguem.
233 - comentário - 18/08/16 - 15:54:17 - André - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Olá, creio que o único site sério para se procurar emprego atualmente é o APinfo, sempre tenho retorno em minhas procuras. A questão dos salários atuais, creio que devido ao problema que o país enfrenta, as empresas estão abusando do momento, eu mesmo fui desligado recentemente de minha empresa que adotou o seguinte padrão: desliga funcionários Pleno e Sênior, e contrata novos funcionários Júnior que, geralmente são profissionais Pleno e Sênior que aceitam a proposta pela falta de emprego. Então este é o momento que enfrento no momento, ou aceita um trabalho Sênior registrado como Júnior ou fica desempregado.
Hospitalhd
234 - comentário - 18/08/16 - 17:04:56 - CProsini - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A demanda de TI caiu junto com a economia no pais. É a pior crise de todas. Isto leva a corte e paralisação de projetos e seus custos - salários e remunerações a PJs. Resta manter o que é necessário e muitas vezes trabalhar por muito menos. Sinais de melhoria surgem, mas todos os dias observamos novos cortes. Vamos continuar atentos.
235 - comentário - 18/08/16 - 17:06:06 - Solange Ferreira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Eu trabalho na área de TI a 30 anos e só tenho a agradecer ao site APinfo sempre me recoloquei no mercado através da APinfo e o melhor sempre gratuito e de excelente qualidade, muito profissional, e claro sempre com uma perfeita equipe de atualização das vagas. Houveram várias mudanças nos sistemas, linguagens, gerenciamento dos projetos, documentação e evolução na implantação, mas o acontecimento mais relevante foi baixa na remuneração dos profissionais de TI há mais de 10 anos. Sem falar da crise que faz os profissionais se submeterem as vagas que as empresas oferecem caso contrário ficam sem trabalho.
236 - comentário - 18/08/16 - 17:10:13 - Rosemberg Rangel - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Entendo que hoje o grande problema de boa parte das empresas de TI, assim como outras, sobre a questão salário é a política do máximo pelo mínimo, onde costumeiramente demitem os profissionais mais experientes e com salários mais altos e contratam outros profissionais com cargos e salários menores mas com a mesma experiência, mas que sujeitam ganhar menos em função do desemprego. Essa política predatória acontece muito anterior a crise atual e tem desvalorizado nossa profissão. Ao meu ver um caminho seria a regulamentação da área e o fortalecimento da classe através de um conselho ou sindicato nacional.
237 - comentário - 18/08/16 - 17:18:57 - Leandro Godoy - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

De que estamos vivendo um momento difícil é claro para todo mundo. O grande problema é que isto afeta todo mundo. As empresas estão faturando menos e portanto estão querendo pagar menos. Existem aquelas que se aproveitam da situação e trocam profissionais antigos por novos pagando menos e/ou buscam contratar pelo menor valor (as vezes fazendo leilão).
Sei que é difícil, mas os profissionais sabem o seu valor e se puderem, devem manter a sua expectativa salarial de acordo com sua experiência e valor agregado.
O primeiro a se valorizar deve ser o próprio profissional!
dbassocia
238 - comentário - 18/08/16 - 19:30:50 - Pedro HT - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Pesquisa muito interessante e rica de informações
239 - comentário - 18/08/16 - 20:23:44 - Carlos Eduardo Oliveira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A Tecnologia da Informação no Brasil cresceu de uma forma absurda, mas a infraestrutura deixa a desejar a cada ano é cobrado mais e pagado menos, tem crescido o numero de cargos e diminuído os salários em gera, isso é uma falsa evolução, pois não se valoriza a formação acadêmica somente, deve se ter mais um monte de complementares fora da área para ser qualificado, lamentável.
240 - comentário - 18/08/16 - 21:53:31 - Eric Lopes Pedroso - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Achei bem legal a pesquisa que auxilia a tirar várias dúvidas sobre a profissão. Ela não foca em salários/cargos como outras pesquisas mais sim sobre os reflexos da crise do pais e expectativas futuras.
241 - comentário - 18/08/16 - 21:54:10 - Allan Mazola - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Por Tópicos:
Padronizar área de TI é possível sim,criar categorias, fazer com que essas pessoas se profissionalizem de acordo com futuras tendências tecnológicas.
Quer um absurdo maior, deveríamos ser biligue basicamente, mas não somos e as empresas que exige não se aplicam normalmente no dia a dia.
Brasil talvez seja do tipo mesmo, quem oferece por menos VENDE.
O quanto é justo ter certificação e pagar maior grana em Dólar por um simples pedaço de papel que mostra que fez a prova, mas não diz que memorizou tudo.
Empresas são assoladas por Impostos e funcionários por depressão da economia e quem fica de boa que não tem medo de recessão é(desde Político ate aquele que não mexe mais uma palha do que sua obrigação).Poucos ganhando MUITO e muitos ganhando nada.
Eu sou prova de ter ido a um projeto na região Norte e em 2dias teria que enviar proposta de no máximo 500 mil por 2 Milhões.
GOC
242 - comentário - 18/08/16 - 21:55:32 - Alexandre - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Achei a pesquisa muito interessante.
243 - comentário - 18/08/16 - 23:23:32 - Flávia Silva - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Que bom que temos o site da APinfo para nos mostrar a realidade da TI! Parabéns pela iniciativa.
Sou analista de requisitos e atualmente liderando uma equipe com outros seis analistas como eu. O que posso dizer é que, um ano atrás (set/15) tive que baixar R$1.500 da minha pretensão salarial para começar a fazer entrevistas. Hoje, provavelmente, o cenário se mantém ou está pior. A crise pegou um pouquinho a nossa área sim e tem influenciado os salários. Acredito que as exigências aumentaram por parte dos contratantes e querem pagar menos aos contratados. Fora o desdém das equipes de Rh (que na verdade não tem nada a ver com a crise - chega a ser um _clássico_).
244 - comentário - 18/08/16 - 23:50:37 - Palmiro - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Como de costume a pesquisa foi muito bem feita e serve como ferramenta para auxiliar para que possamos nos posicionar no mercado de trabalho.
Vale ressaltar que a pesquisa aponta que estamos menos otimistas e que esse cenário não deverá mudar no próximo ano.
245 - comentário - 18/08/16 - 23:55:04 - Josivan Santos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Quero agradecer o trabalho realizado e dizer que a pesquisa é muito importante para termos um parâmetro dos próprios profissionais que trabalham e com isso podemos ter um comparativo de nossa realidade com a média de mercado e o principal, poder comparar com as ofertas das empresas.
apipesq
246 - comentário - 19/08/16 - 09:08:18 - ewerton.network@gmail.com - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Salários baixos a cada ano
247 - comentário - 19/08/16 - 09:09:43 - Alethea Carlini - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Muito bacana a pesquisa, não só para que tenhamos base de quanto valemos no mercado hoje, mas também para vermos como os salários estão se defasando com o tempo. Será uma característica da área de TI? Sempre fomos apontados como profissionais bem remunerados e com vagas permanentes, mas cada vez mais esse cenário está mudando, e essa pesquisa prova isso. Além da questão da remuneração, percebo também que a recolocação está mais demorada com o passar do tempo - fica aí minha dica de uma próxima pesquisa!
248 - comentário - 19/08/16 - 09:28:30 - Luã Mollo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sabemos a situação atual do país e que isso afeta toda e qualquer área de atuação, talvez algumas empresas estejam em alta, e outras não, mas a questão salarial ainda e um quesito que considero como defasado, independente da empresa atuante, e torna-se cada dia mais difícil buscar por um salário que não seja igual ou menor que o anterior.
249 - comentário - 19/08/16 - 09:29:04 - Cristiam Rossi - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Gosto muito deste site, é muito útil.

A pesquisa é esclarecedora e ajuda os profissionais a tomarem decisões em suas carreiras.

parabéns aos idealizadores e os participantes.

Me coloco a disposição para ajudar os profissionais.

abraço

Cristiam
Pecados
250 - comentário - 19/08/16 - 09:29:53 - André Mietti - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Empresas querem um dev como PJ e pagam CLT. Lamentável essa postura pois como todos sabem o _funcionário_ PJ não tem benefício algum e ainda precisa arcar com as despesas de transporte, alimentação dentre outras.
250 - Réplica - 19/08/16 - 09:49:15 - André Mietti - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Esclarecendo: Contratam como PJ e pagam salário de CLT. *
251 - comentário - 19/08/16 - 09:30:07 - Guirado - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Parabéns pela iniciativa, o mercado necessita de uma referência, tanto para quem procura, quanto pra quem oferece.
252 - comentário - 19/08/16 - 09:33:55 - Minotauro - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que os profissionais de TI em um modo geral está muito desvalorizado no Brasil, a media mundial e de 45 dólares por hora para um profissional sênior e aqui no Brasil estamos longe disso...
Pecados
253 - comentário - 19/08/16 - 09:36:51 - Reynaldo Pinto da Silva Junior - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Me sinto desmotivado a continuar na área de suporte devido à desvalorização do mercado. Um salário que deveria se aproximar aos R$3.500,00 como mínimo, estão oferecendo entre R$1.000,00 a R$1.500,00.
Me espanta os contratantes não pensarem que por mais que se tenha benefícios, fica muito difícil para uma pessoa se manter com um salário desses.
254 - comentário - 19/08/16 - 09:37:21 - Diana Timoteo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Bem interessante a pesquisa, mas a cada ano que passa temos cargos e salários desvalorizados.
255 - comentário - 19/08/16 - 09:42:16 - Bruno Barauskas - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Estamos em um momento complicado para o país. Devemos ter cuidado com duas coisas, uma delas é a entrada de profissionais despreparados e _aventureiros_ atrás de um novo nicho de mercado para ganhar dinheiro em tempos de crise, assim como também devemos ter cuidado com empresas que querem se aproveitar do momento ruim para fazer ofertas de negócios com valores abaixo da média alegando que o mercado está ruim querendo se aproveitando da situação. Todos sabemos quanto nosso trabalho vale, devemos brigar por isso.
256 - comentário - 19/08/16 - 09:52:10 - Thiago Sabino - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Foi-se o tempo em que o profissional de tecnologia era bem valorizado no Brasil. Salários baixos, exploração, nenhum reconhecimento e ainda por cima poucas vagas no mercado. Estudando outra área profissional para sair dessa draga de IT.

Sou um profissional graduado e pós graduado na área de tecnologia.
API
257 - comentário - 19/08/16 - 09:53:01 - Renan - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

No contexto da crise instalada no Brasil, a área de TI também enfrenta problemas.
Algumas empresas aproveitam-se da situação para contratar pagando salários abaixo do mercado (aconteceu comigo no ano passado), e os profissionais têm a dura escolha entre manter o patamar salarial e a necessidade de trabalhar. No final, muitos aceitam para sair na primeira oportunidade de receber um salário condizente com sua capacidade/experiência (foi o que efetivamente fiz). A meu ver é uma opção errada da empresa, já que todos perdem.
Outro problema muito importante na nossa área é a terceirização generalizada. Isso gera um turnover elevadíssimo em uma área estratégica como a informação, o que a meu ver é ruim para as empresas que vêem a inteligência ir embora ao final do projeto e para os profissionais, que estão sempre na expectativa do que vai acontecer depois.
258 - comentário - 19/08/16 - 09:58:46 - Jonivaldo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Baixas demandas de trabalho aliados a corte de investimentos das Empresas estão levando o mercado a praticar valores cada vez mais baixos, porem os gestores de TI se esquecem que já existe um ambiente a ser gerido na empresa e que este ambiente necessita de profissionais qualificados. Este cenário favorece o aparecimento de _profissionais despreparados_ que aceitam valores incompatíveis com as demandas propostas pelos contratantes. Muitos já viram aqui mesmo anúncios de empresas que pedem por exemplo DBA Junior com perfil de Sênior oferecendo salario de Junior.
259 - comentário - 19/08/16 - 10:04:51 - Wanderson Guimarães - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado parece estar em flutuação constante ultimamente.Ora bom,ora ruim,acredito que esteja pior para quem está ingressando agora no mercado de trabalho,já que tem bastante concorrência.
260 - comentário - 19/08/16 - 10:05:40 - Andre Barros Longo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Vários Fatores implicam nesta desvalorização:
- Oferta vs Procura_
- Aprendizado Técnico muito mais acessível ( via Internet )_
- Qualquer um pode competir a vaga, independente da formação academica (basta ter o conhecimento tecnico). Diferente de Médicos, Advogados, etc. que tem suas vagas de certa forma protegidos pela exigencia de formação academica.
- Competimos em mercado global_
- Atualização profissional continua, quem não o faz perde o _bonde__
- Muitos profissionais mau qualificados, certificados via _Dump/Testking_, isso ajuda na desvalorização salarial visto que esses profissinais aceitam trabalhar por qualquer mixaria, pois sabem que não são devidamente especializados.

Bom, existem outras considerações, mas ai meu texto vai ficar grande demais! :)
GOC
261 - comentário - 19/08/16 - 10:12:37 - Thiago - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Bela iniciativa. Foi-se o tempo que o mercado de TI era valorizado. Com a desculpa da crise, as empresas estão oferecendo baixos salários, com isso estão contratando profissionais inexperientes e que acabam não dando o retorno pretendido por elas. Fora isso, ainda tem um grande número de empresas que preferem a opção de PJ, que em um momento inicial, parece ser vantajoso ao profissional, mas a vantagem é só da empresa.
262 - comentário - 19/08/16 - 10:20:59 - Pokemon - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Hoje em dia existe uma falta grande de profissionais qualificados na área de TI, não em certificações e cursos, mais sim o profissional que pense no negocio, estamos em uma busca de um profissional que vá em busca de rentabilidade um para o negocio, hoje a maioria dos profissionais, pensa apenas no retorno e fazer o seu, acredito que isso está em todas as áreas.
263 - comentário - 19/08/16 - 10:28:39 - Guilherme - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Infelizmente o profissional de TI brasileiro não se valoriza, na verdade isso ocorre com o brasileiro em geral. Nós não nos organizamos em categorias de forma eficiente, não participamos dos sindicatos, não exigimos melhores salários, enfim, nos vendemos pelo mínimo possível.
Enquanto a mentalidade não mudar, nossos salários continuarão figurando entre os mais baixos do mundo.
264 - comentário - 19/08/16 - 10:30:20 - ArquitetoCoodenador - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Bom dia!
Infelizmente, pelo menos no Rio de Janeiro , a Petrobras foi a grande vilã pela baixa dos salários de TI no mercado.

Foram demitidos mais de 1.000 profissionais experientes que tiveram muita dificuldade para se recolocarem.
( Eu trabalhei 10 anos lá como Arquiteto e fui demitido).

As Empresas estão se aproveirando pela grande oferta de profissionais para oferecerem salários de JÚNIOR para profissionais SÊNIOR !

Mas eu acho que será uma questão de tempo para o jogo virar !

E a Petrobras se não recontratar alguns profissionais terá um grande problema no futuro dada a complexidade dos sistemas.

Boa sorte a todos !
Hospitalhd
265 - comentário - 19/08/16 - 10:32:16 - Ruy Moraes Leite - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Vejo uma grande contradição, as empresas dizem que faltam profissionais qualificados e vejo muitos profissionais qualificados desempregados além de uma grande quantidade que não quer mudar de empresa justamente pelos valores praticados hoje em comparação a 2 anos. Com as duas ultimas 2 crises (2008 e 2015/2016), vi uma desvalorização dos pagamentos em 40% no mínimo, que as empresas estão aproveitando a crise para arrochar os salários, isso é de longe descarado, que os contratos estão escassos para consultorias, sim, mas os valores pedidos estão bem mais altos se comparado com anos anteriores. Vejo que tem muita empresa ganho dinheiro, se com a crise o pessoal está perdendo dinheiro, com certeza tem gente (empresas) ganhando.
266 - comentário - 19/08/16 - 10:40:42 - Anderson - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Como já acontece ano após ano, e agora agravado pelo momento politico e econômico do país, o profissional de TI tem sido cada vez mais explorado com demandas absurdas que exigem jornadas de trabalho desumanas, exigências cada vez maiores quanto formação e capacitação (algumas vagas para cargos na base da pirâmide profissional exigem experiência e conhecimento que só pessoas com anos de profissão possuem) e tudo isto em troca de salários muito baixos.
Adicionalmente, os profissionais mais experientes, devido aos altos níveis de desemprego, estão tendo que aceitar oportunidades que na verdade deveriam ser preenchidas pelos recém formados. Por sua vez, os recém formados contam cada vez menos com vagas disponíveis no mercado.
Isto tudo trará a médio prazo resultará em menos investimento em qualificação dos profissionais por falta de recurso e desmotivação.
267 - comentário - 19/08/16 - 10:49:21 - Adailson - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Grande maioria das empresa esta usando a _crise_ como desculpa para demitir pessoas e sobrecarregar as que ficam e se precisam contratar, pagam o salario que querem.
E as empresas que não são do ramo de tecnologia veem o departamento de TI como despesa e só dão o devido valor ao profissional quando a água bate na bunda.
268 - comentário - 19/08/16 - 11:26:42 - Thiago Cano Garcia - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

No mercado SAP assim como outros de TI, temos uma saturação profissionais migrados de outras profissões, fazendo com que as certificações sejam banalizadas.
Consultorias contratam essas pessoas em larga escala e vulgarizam seus salários pela necessidade de coloca-los no mercado de trabalho. Geralmente estas consultorias vendem seus profissionais com uma senioridade maior do que capacidade deles, fazendo com que os valores pagos a consultores experientes sejam vistos como artigo de luxo e mal aos olhos das empresas.
Pela atual situação do país e pela escassez de vagas (dominadas por consultorias), atualmente os bons profissionais estão se sujeitando a valores injustos, fazendo com que a cada dia os salários sejam reduzidos no mercado de TI.
dbassocia
269 - comentário - 19/08/16 - 11:29:13 - Leandro Justino Silva - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A situação atual do pais é bem complicada. Os profissionais de todas as areas encontram dificuldades de se realocar no mercado. E isso também vem afetando o profissional de TI. Antes um CV enviado era pelo menos um índice de retorno. Hoje você envio o CV e nao tem mais retorno das empresas.
Fora que o profissional de TI precisa manter-se sempre atualizado, se não fizer isso é certeza de estar fora. Porem acredito que muitas empresas tem exigido muito de um profissional Junior.
Quando vejo vagas solicitando diversos conhecimentos como se fosse uma vaga de Pleno e contrata o funcionário como Junior, acho isso um absurdo.
270 - comentário - 19/08/16 - 12:13:36 - LLL - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Devido a atual situação que o país enfrenta, as empresas querem e precisam (?) diminuir os custos, estão banalizando a qualificação dos funcionários, demitindo os menos produtivos ou de custo elevados, segurando e sobrecarregando os funcionários que tem baixo custo, aumentando assim a tensão e estresse sobre os funcionários remanescentes, que ganham remunerações de JR exercendo a função de qualificação SR, e em grande volume (trabalhando por 2 ou mais).
271 - comentário - 19/08/16 - 12:14:55 - Fabio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Resumo de tudo:
*País em crise e empresas de TI que aproveitam dessa desculpa para pagar menos.
*Acredito que há MUITO menos vagas no mercado de TI do que se imagina, já que abre-se uma vaga e vem 20 consultorias divulgar a mesma vaga, logo parece haver muito mais em sites de empregos.
*Profissionais não se valorizam.
*Esta difícil conseguir emprego na área atualmente, já foi MUITO mais fácil.
É isso.
272 - comentário - 19/08/16 - 12:20:14 - Marcos Gonçalves - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O cenário economico tanto para mercado de TI como para outras áreas é influenciado pela demanda. A maioria das empresas, por não dizer todas, aproveitam
esses momentos para se darem bem e garantir seu budget e outras e outras ate reduzem horas dos profissionais para garantir sua mão de obra, pois entendem
que se trata de _soluços_ economicos.

Mas de qualquer forma, o profissional que não tem outra fonte onde possa ampara-lo nesses momentos sinoidal acabam recebendo salarios com até 50% a menos.

O que sugiro para maioria de meus clientes (coachees) fazerem um bom plajenamento financeiro. Não prospectando para os momentos dificies, senão certamente irão
usá-los para isso, mas para fazere com que o dinheiro trabalhe a favor dele.

Com algumas práticas nesse pilar o profissional terá uma boa estrutura, e avaliará qualquer proposta salarial que não se enquadre dentro do seu skill
GOC
273 - comentário - 19/08/16 - 12:40:13 - Leandro de Queiroz - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Hoje posso dizer que estou apenas 250% fora da faixa salarial ao cargo q
274 - comentário - 19/08/16 - 12:50:21 - Leandro de Queiroz - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Hoje posso dizer que estou apenas 250% fora da faixa salarial ao cargo que exerço. O que observo no atual mercado de TI não é somente a crise financeira, pois não é apenas o Brasil que está passando por isso.
O que vejo atualmente é um aumento no número de recursos despreparados, nos quais buscam mais e mais certificações como prova de conhecimento. Isso se deve ao fato do despreparo de muitos recrutadores, nos quais não possuem noções para classificar quem atende ou não aquela vaga.
Outro caso é a busca incessante por corte de custos, nos quais reflete diretamente ao profissional. Empresas utilizam-se de processos baseado nas melhores práticas para transforma-los em manual de instrução, acreditando que com isso possam reduzir para recursos mais juniores. Ainda vejo o mercado de TI no Brasil pouco reconhecido no mercado, que ainda não vê uma estratégia de negócio, mas como ferramenta.
276 - comentário - 19/08/16 - 13:26:46 - Karina Pereira de Carvalho - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Eu acho que para minha função e a empresa que eu trabalho a faixa salarial está bem abaixo do mercado Infelizmente com essa crise mundial acontecendo não podemos exigir muito.
279 - comentário - 19/08/16 - 13:58:35 - Renato Duarte - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Atualmente o profissional de TI vem sendo obrigado a trabalhar com péssimas condições salariais. Hoje há no mercado vagas do tipo: Certificação, Inglês Fluente, anos de experiência, e por aí vai... Salário oferecido: R$1800,00. Vejo vagas para Analista de Suporte, pagando R$1400,00. O cara se dispõe a fazer uma faculdade para ganhar essa mixaria. Hoje se este profissional optar em sair da TI e virar motorista de coletivo, vai passar a ganhar R$2400,00. Nada contra essa área, mas isso mostra que eles estão valorizados, e nós não. Difícil acreditar que tem uma luz no fim do túnel, e que não sejamos mais os _auxiliares de serviços gerais da TI_.
apipesq
280 - comentário - 19/08/16 - 14:00:37 - Ageu Lima Ribeiro - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

No mercado atual, existe muita demanda por profissional qualificado, porém o salário é muito abaixo do esperado que muitas das vezes não compensa estudar bastante para certificar o mercado de que o profissional realmente tem o conhecimento exigido, Muita das vezes pedem-se muito e paga-se pouco e ainda exigem qualidade nas atividades. É necessário pensar pelos dois lados, tanto da empresa quanto do funcionário!
281 - comentário - 19/08/16 - 14:55:46 - Giovanna - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Com o mercado de trabalho sendo disputado a cada dia por milhares de pessoas, as empresas se veem no direito de colocar a faixa salarial bem abaixo do que realmente aquele candidato qualificado espera e merece.
Infelizmente é um cenário que não agrada, pois se exige muito e paga-se pouco, porem o mais importante é estar sempre buscando o aperfeiçoamento, cursos e certificações irão fazer de você uma pessoa ímpar.
Para um profissional bem preparado, não faltará boas oportunidades.
282 - comentário - 19/08/16 - 15:36:44 - Heitor - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Os salários de TI vêm caindo no Brasil, devido a dois fatores, primeiro pela entrada de muitos profissionais na área e segundo pela crise financeira, embora aonde se deveria mais investir para redução de custos seria justamente na área de TI.
Hoje um consultor ganha a mesma coisa que ganhava a uns 5 ou 6 anos atrás, ou seja, não existe inflação para esses salários, isso se não tiverem ganhando menos.
As empresas e consultorias, não estão se preocupando com experiência para exercer funções de tamanha responsabilidade, ou seja, visam somente lucro e com isso preferem pagar menos para profissionais ainda em formação aos mais experientes.
Quantas vezes, quando precisamos de algum serviço, seja ele qual for, sempre os atendentes culpam o sistema pela lentidão nos atendimentos. Isso ocorre comigo com frequência e denota que os investimentos em TI vêm reduzindo muito ultimamente.
283 - comentário - 19/08/16 - 17:21:06 - HUMBERTO PEREIRA DOS SANTOS - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Os salários de TI de um modo geral tem caído pouco, mais a demanda de serviço para o profissional da área está aumentando, cada dia mais o cara tem que saber de mais coisas, agora o programador não pode ser especialista em uma área somente, ele tem que programar em diversas plataformas, em infraestrutura, tem que saber de programação, que tem que saber de redes e tudo mais. E ainda estão dando mais preferência aos mais novos, 35 anos já está velho, temos que começar a rever os conceitos. E com tudo isso, ainda a demanda por mão-de-obra ainda está faltando em algumas áreas e outras tem de sobra.
dbassocia
284 - comentário - 19/08/16 - 19:32:21 - MARISTELA PEREIRA - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O Salário de TI tem caído muito desde 2014, nas vagas anunciadas solicitam vários requisitos e qualidades do profissional e salário baixo. Já vi solicitar MBA, Certificados ISO e PMI etc. e salário abaixo de 6mil Reais. Creio que há muita consultoria terceirizando o já terceirizado o que baixa demais o salário.
285 - comentário - 19/08/16 - 20:57:21 - Karina Alenski - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Tenho visto uma queda constante dos salarios em TI, e, em contrapartida tenho visto que a cada dia que passa exigem mais conhecimentos, hoje um administrador de redes é mais generalista, quando vemos a descriçao das vagas, o profissional deve ser quase um Super Saiyajin, ou seja saber de todas as areas de TI.
286 - comentário - 19/08/16 - 21:22:11 - Fábio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

As empresas estão exigindo conhecimento de analista sênior e pagando como se fosse estagiario, infelizmente com o mercado em baixa, pessoas acabam se _prostituindo_, pois as contas não param de chegar.
287 - comentário - 19/08/16 - 21:39:59 - Denis Vieira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Tenho 14 anos de experiência na área de TI e as mudanças são enormes,os salários que oferecem não condizem com a importância da área para um empresa seja ela o tamanho que tiver. Os perfis que procuram para preencher as vagas são completos (graduação, pós, mestrado, doutorado, mba, certificação, poliglota) e quando vai olhar o salário e coisa redicula. Na minha opinião a maior responsabilidade por isso são dos próprios profissionais onde me incluo, somos desunidos, não temos um sindicato descente, não temos pessoas brigando por nossa categoria, aceitamos ser despesa dentro de uma empresa e escutar coisas como _o menininho da TI_, _a culpa é sua_, lamentavelmente vivemos dessa forma e precisamos mudar esse quadro.
Hospitalhd
288 - comentário - 19/08/16 - 23:09:29 - JEFFERSON ALVES - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Como muitos já falaram, o caso é que o salário não condiz com a realidade que esperamos e merecemos e reconhecimento nunca houve nessa área, ilude-se quem acha que já teve um dia ou tem. Somos números.
É exigido que sejamos muito qualificados o que exigi de nossa parte investimento pesado porem o retorno é pouco bem pouco.
O que mais prejudica é novos ingressantes na área que se iludem com um salário baixo com a ânsia de ingressar na área e aceitam.
289 - comentário - 20/08/16 - 06:58:32 - Luisa - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O percentual de profissionais que gostam do que faz esta acima dos 50% mas, não significa que gostam do jeito que fazem. Tenho 20 anos de TI e observo esta profissão se perdendo dentro das instituições, sofrendo com imposições e ameaças. E importante entender - A área de tecnologia usa ciências exatas no seu produto final mas o projeto como um todo, é um feito notável e de grande esforço -. Em outro lugares no mundo, não existe a função de técnico em programação ou desenvolvimento, todos lá são considerados engenheiros nesta função. Tenho visto o RH e gerencias de grandes empresas se mobilizando para destruir e diminuir a moral e o valor dos profissionais de TI e, colocando na liderança dos projetos vendedores que só fazem é vender horas de projetos.
290 - comentário - 20/08/16 - 11:06:19 - Julio Leme - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Caros parceiros e colaboradores no mercado de TI, minha opinião sobre este tema só vem a confirmar o que tenho visto, presenciado e vivido nos últimos 3 anos. É notória a defasagem dos salários nesta área_ tudo o que foi apresentado pela pesquisa do fórum procede, é o reflexo da lei natural sobre a oferta e a demanda. Eu mesmo sou um que ingressei no mercado de TI por opção, aprendi a gostar e obtive razoável sucesso profissional,e isto não tem nada de mais, o grande problema que visualizo não é só a grande oferta de profissionais e a crise especulada que é difundida em nosso país, mas sim o aproveitamento desta situação pelas empresas contratantes de TI.
291 - comentário - 21/08/16 - 00:18:24 - Rodrigo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que os tópicos referentes a recolocação tendem a sofrer ainda mais alteração nos próximos, infelizmente pesando contra nós profissionais de TI, pois nas maiorias das empresas cujo produto não seja tecnologia, e onde a TI é apenas prestadora de serviços, a tendência é a redução de custos para essa área. Sendo assim, redução de vagas e de salários é inevitável.
Acredito que a migração de profissionais para outras áreas mais próximas, como testes, projetos, negócios/vendas tende a aumentar para compensar essas reduções.
Uma questão que me desaponta é o fato dessa transformação do mercado nos últimos anos desvalorizar o especialista e dar mais espaço a funcionários multidisciplinares, que tendem a ganhar mais oportunidades, mas como consequencia acaba contribuindo para a redução de posições e salários.
GOC
292 - comentário - 21/08/16 - 11:13:29 - Rodrigo Vieira Pinto - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Entendo que essa pesquisa mostra o que muitos já disseram nos comentários: os salários estão sendo achatados e muitas empresas nos vêem apenas como números.

No entanto, ainda existem empresas que caminham no sentido contrário. Estão pagando bons salários e tratam bem as pessoas. A quantidade é menor do que anos atrás, é verdade. Mas cabe a nós entendermos o que a empresa que trabalhamos precisa, e ver se os valores dela são os mesmos que os nossos. Se não forem, é hora de procurar outra.

Entendo que, para esse quadro melhorar, não há muita saída, a não ser nós nos preocuparmos cada vez mais com nossa profissão e sempre exigir mais das empresas onde trabalhamos, e não o contrário. O país está em crise, é verdade, e é difícil falar em exigir algo do seu empregador numa situação dessas, mas desde que seja algo relacionado à profissão, à qualidade do seu trabalho, é possível sim.
293 - comentário - 21/08/16 - 12:51:08 - Luiz Fernando - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A pesquisa da APInfo para salários do mercado de TI é muito importante para quem está empregado conferir se seus vencimentos estão em acordo com o mercado e para os profissionais que buscam uma recolocação consultarem os salários para melhor negociação.
Trata-se de um trabalho muito sério que consulto a anos. A APinfo está mais uma vez de parabéns em manter a pesquisa e auxiliar nós profissionais de TI.
294 - comentário - 21/08/16 - 18:12:04 - PTG - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Gostei da pesquisa por ela mostrar o cenário atual de TI e não somente salários X cargos como ocorre em outros sites. Esta pesquisa serve como base tanto para quem é da área se direcionar, como para quem quer entrar na área verificar se suas expectativas serão atendidas em determinado segmento de TI.
Visto que tecnologia é uma das áreas que desatualiza mais rapidamente, sugiro na próxima pesquisa, se possível, analisem qual o percentual de profissionais que trabalham em empresas que incentivam e promovem o aprendizado contínuo.
295 - comentário - 22/08/16 - 08:59:02 - Mario Miranda - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Gostei muito da pesquisa.
Particularmente, gosto das iniciativas em geral do ApInfo. Estou cadastrado a anos e ainda uso o ApInfo para obter diversas referências.
Hospitalhd
296 - comentário - 22/08/16 - 09:08:41 - Fabio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Adoro a área de TI, mas infelizmente somos mal valorizados, dada a sua importância em qualquer negócio, e temos muitos maus profissionais se prostituindo, o que degrada ainda mais o reconhecimento e a valorização.
297 - comentário - 22/08/16 - 09:22:09 - Fernando FS - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Trabalho na área de TI e possuo amigos que também na área, posso afirmar que enquanto boas empresas pagam bem seus funcionários e sabem motivá-los de diversas formas, outras os desmotivam fazendo com que exerçam funções que não dizem respeito a seu cargo, aos meus amigos que estão no segundo cenário, sempre sugiro duas coisas:
1ª Aproveitar a oportunidade e manter o currículo atualizado, nem que seja para adicionar uma palavra ao campo experiência_
2ª Estar atento as oportunidades que surgem em diversos sites, inclusive ao APinfo (é claro).

Com a saída de um amigo, passei por uma experiência que no começo resisti bastante, mas com o passar do tempo aprendi a tirar proveito.

Resumindo, tire proveito de tudo pois toda experiência é válida, se você estiver fazendo o trabalho certo e na _empresa certa_ será reconhecido, caso contrário, prepare-se para encarar novos desafios.
298 - comentário - 22/08/16 - 09:36:12 - Vithor Carvalho - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Dificilmente encontro vagas com os Salários indicados, mas sempre uso como base para as buscas de Vagas.
299 - comentário - 22/08/16 - 09:50:09 - André Camargo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Olá Amigos,

Já atuo na área de TI a 10 anos e na região aonde trabalho (Jundiaí-SP) as empresas oferecem salários pequenos por mão de obra especializada. Meu conselho para quem esta começando agora ou já tem certa experiencia e esta desempregado no momento, não aceitem essas propostas absurdas saiba qual é o salario justo e vá em busca dele. Fazendo isso essas empresas irão ter que buscar o profissional que precisam e vão pagar o preço justo por ele, e você estará ajudando na nossa categórica a se valorizar.

Att..

André Camargo
dbassocia
300 - comentário - 22/08/16 - 10:07:15 - Arthur Magalhaes Fonseca - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A área de TI é vista por muitos como uma fonte de renda fácil e estável, porém, inúmeros fatores interferem para o dito sucesso profissional. É uma área em que a renovação de conhecimento deve ser constante, pois tecnologias são consagradas e transformadas em legado em pouco tempo, que o diga o Flex. Barreiras como distância tem sido quebradas, conheço pessoas que vivem exclusivamente de trabalhos remotos nessa área, porém, novos requisitos como idiomas tem sido exigidos. Enfim, uma área em que você precisa constantemente sair de sua zona de conforto a fim de buscar crescimento
301 - comentário - 22/08/16 - 10:08:40 - MARCOS CREDIDIO MELLO - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Trabalho em uma consultoria de TI e a realidade é a apresentada na pesquisa mesmo. Os profissionais em geral são pouco valorizados, tratados apenas como custos para a empresa.
Percebo que a pressão por contratação de profissionais com baixos salários acaba por aumentar muito os custos com falta de eficiência, eficácia e retrabalho, que são mais difíceis de medir que o custo de folha de pagamento. Com isso, se gasta mais dinheiro e tempo com os projetos, mas a folha de pagamento mensal fica baixa, dando a falsa sensação de que a empresa esta economizando.
A falta de profissionais no mercado também é um problema, pois permite que um recurso com 3 anos de experiência já possa ser reconhecido como sênior, pressionando o salário dos verdadeiros seniores para baixo.
Em resumo, o que vemos atualmente é banalização do trabalho em TI, e como consequência a piora na remuneração.
302 - comentário - 22/08/16 - 10:10:50 - Zero - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado de TI 2016 mesmo com a crise ainda continua bem , vejo muitas vagas e algumas até pagando um salário bom, mas essas vagas são poucas a maioria está com redução de salário e com as exigências cada vez maiores e com o mercado um pouco saturado de profissionais o diferencial do profissional e o que conta.
303 - comentário - 22/08/16 - 10:11:26 - Enio Junior - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Salário na área de TI em geral está muito abaixo do ideal. Sabe-se que o país não oferece boa remuneração aos trabalhadores, mas do jeito que está, por muitas vezes, profissionais de qualidade acabam por sair da área por falta de motivação. Geralmente é MUITO trabalho pra pouco ganho, e com os não profissionais aceitando qualquer coisa por um emprego, a tendência é piorar.
GOC
304 - comentário - 22/08/16 - 10:13:27 - Gisele Lima - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A situação econômica do país infelizmente faz com que todos os mercados estejam com baixa oferta e grande procura por posições de trabalho, o que infelizmente, faz com que os salários se achatem.

Por mais que os colegas não estejam totalmente felizes com seus salários ou com os salários encontrados no mercado, nossa área ainda é privilegiada em detrimento das demais. Tenho tido forte contato com profissionais altamente gabaritados de outras categorias profissionais (finanças, controladoria, marketing, produção industrial) que se quer conseguem encontrar uma vaga para se candidatar e estão sem posto de trabalho alguns a mais de 12 meses.

Após 10 anos trabalhando numa empresa de grande porte e com evolução contínua de carreira, não tenho muitas esperanças de conseguir um posto equivalente pelo mesmo valor, a realidade para os próximos tempos serão realmente de salários mais baixos.
305 - comentário - 22/08/16 - 10:14:09 - Emerson J Lima - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Profissionais horriveis a cada ciclo de renovação, reclamam demais e fazer por merecer pouco. Não estiudam, nao se preparam, ficam passivos das Empresas que por sinal, valorizam o puxasaquismo, a politicagem e menos ainda valorizam os profissionais altamente técnicos que, diga-se de passagem estão cada vez mais escassos e é também por isso que os salarios estão cada vez menores. Isso também se dá a não regulamentação em definitva por parte da nossa classe de _nobres politicos_.
306 - comentário - 22/08/16 - 10:16:10 - Heliton Vieira Rezende - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

As informações sobre cargos e salários que contem no site da APINFO ajuda bastante para
ter um parâmetro no momento em que estamos buscando novas oportunidades.
Essas informações estão coerentes com o que o mercado oferece para os profissionais de TI, tem
muita gente reclamando dos salários realmente não estão nada tentadores como a 10 anos atras, mas
isso é puro efeito da lei da oferta e demanda a área de TI esta saturada qualquer um que faz um curso qualquer pronto já começa a concorrer com os que estão ha bastante tempo no mercado. Onde os empregadores não estão ligando muito pra qualidade de seus serviços se um candidato tem domínio em uma determinada ferramenta basta pra estar atuando.
307 - comentário - 22/08/16 - 10:22:01 - Fubekao - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

É notório a defasagem salarial, mas percebo que em mais de 10 anos pouco mudou em relação a capacitação dos profissionais de trabalho e a procura aumentou muito. É natural essa situação. Mas também acredito que as empresas deveria incentivar mais capacitação com os profissionais que tem em mãos. Agora percebo claramente a diminuição salarial dos profissionais de TI e de postos de tra trabalho. Principalmente nos contratos do próprio governo que esta em cada estado falindo. Reflete nitidamente nesse relatório, principalmente na região onde moro (Brasilia, que gira basicamente em torno da máquina do estado).
apipesq
308 - comentário - 22/08/16 - 10:23:53 - Cida Iha - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sou tecnóloga em Construção Civil e migrei para TI em 1984 em desenvolvimento em baixa plataforma. Naquela época eu comecei a ganhar 40 % a mais que na área de engenharia. Meu marido continuou atuando em engenharia e atualmente ganha 120% do que eu ganhava quando empregada há 7 anos em uma multinacional. Creio que a crise que atravessamos está contribuindo em muito para reduzir o nível salarial em todas as categorias. Parece simples dizer para não aceitar ofertas que desvalorizam o profissional mas quando as contas não fecham no fim do mês não há muito o que se negociar.
309 - comentário - 22/08/16 - 10:38:44 - Cristiane Lohana - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Considerando os últimos dois anos, realmente houve uma redução muito grande em relação à oferta/procura para profissionais na área de TI_ o curioso é que não houve queda de demanda (pelo contrário).
Mas por conta das oscilações do mercado e até mesmo receio por parte das empresas em contratar, volta-se novamente para uma prática insana de sobrecarga aos que estão internos e barateamento de mão de obra para suprir está demanda com os que estão de fora.
Infelizmente, vê-se exploração nestas situações, quando na verdade deveríamos unir forças para manter a qualidade dos serviços. lsso relativamente afeta cada indivíduo, que vai agir de acordo com o caráter que possui para ver suas próprias necessidades ou do bem comum. Automaticamente alguns reproduzem aquilo que mais se crítica na liderança do país, a corrupção.
310 - comentário - 22/08/16 - 11:11:21 - Silva - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Eu tenho a impressão que existem muitas variáveis no mercado brasileiro quando o assunto é salário. Crise, custo, resultado, etc.
O que é mais comum, e também é um fato cultural do nosso mercado, são as companhias tentando pagar o menor salário possível, ou em outras palavras ter o menor custo, sempre desejando ter um profissional ?faixa preta? com o custo de um ?faixa branca?. E se tratando de consultorias, elas vendem o ?preta? e entregam o ?branca? e nem se preocupam com a qualidade do serviço, passando a viver administrando o estresse dos projetos, que nesse caso sempre serão muitos, e vivem assim de cliente em cliente.
Se os dissídios anuais forem altos o profissional que possui o salário na média não passará uma década no mesmo emprego.
A cultura de pagar baixo salário é a relação direta do ganhar muito no resultado da companhia, é assim no mundo capitalista e não vai mudar.
311 - comentário - 22/08/16 - 12:02:45 - Vinicius G Bolelli - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Tenho a impressão que com a crise que estamos passando nesse momento, as empresas estão em busca de profissionais que tenham um ótimo currículo porém as mesmas não estão dispostas e desembolsar um valor alto por esse profissional, ou seja, devido a crise tenho a sensação de que os salários estão sendo achatados cada dia mais e mais e as empresas estão em busca do profissional que tenha tudo e se sujeite a receber pouco ou seja o famoso _mais com menos_.
Pecados
312 - comentário - 22/08/16 - 12:27:01 - Paulo Uechi - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A área de TI do nosso país vai ficar nessa tendencia baixa pelo menos por uns 5 anos, nem preciso repetir os motivos, é só ler os comentários abaixo. Uma solução? Sair do país, a uma grande oportunidade para profissionais de TI lá fora. Mas tem que se preparar para fazer isso, não fazer nenhuma loucura, e nem nada ilegal, pois se der errado, você vai precisar voltar.
313 - comentário - 22/08/16 - 12:55:24 - Josimar Almeida - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Infelizmente o momento que vivemos hoje em nosso País, muitas empresas divulgam as vagas, exigindo muito, sem a devida remuneração adequada pela exigência de experiências e certificações solicitadas. Percebo que na maioria das vezes, o candidato se submete a receber pouco para não ficar parado, assim diz o velho ditado _ Melhor pingar que faltar _, não concordo com este ditado, porque somos profissionais que ficamos de dois (Tecnólogos) à quatro (Bacharel) anos estudando e pagando
caro, mas é a realidade brasileira. Mas acho que muitas empresas aproveitam desta coisa chamada _ Crise _, e ofertar salários baixos e com muitas exigências curricular, sendo que as vezes o candidato ver aquela vaga, acaba até desistindo de se candidatar por não ter as experiências solicitadas. Espero que a crise passe logo,e termos novamente boas ofertas de emprego,sejamos mais valorizados profissionalmente.
314 - comentário - 22/08/16 - 13:07:33 - Marcos Henrique Bonfante - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Estou no mercado a mais de vinte anos. É o que eu gosto de fazer e sempre me esforço para melhorar.
É uma ótima carreira com múltiplas possibilidades, porém segue lentamente uma tendência desanimadora.
Os salários seguem arroxados. Há muito tempo não vejo uma melhora financeira tanto no valor hora (PJ) como no salario base (CLT).
Para iniciantes ainda é pior, pois abrem-se outras opções/carreiras mais _fáceis_ e menos desafiantes. ( veja o gráfico por idade , somos uma classe que esta se tornando _senil_ - é preocupante )
315 - comentário - 22/08/16 - 13:39:32 - Felipe Campos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Percebi que nos últimos tempos as empresas estão querendo praticar remunerações CLT de 5 anos atrás, houve uma retração nos salários dos profissionais de TI. Tenho 15 anos de TI e essa é minha percepção.
Pecados
316 - comentário - 22/08/16 - 13:52:31 - Ricardo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Estou há 29 anos no mercado de TI, 20 anos em PJ e os últimos 9 anos em CLT. Porém fui dispensado em abril desse ano e estou enfrentando dificuldade de recolocação. Estou de pleno acordo com os comentários dos demais colegas. Quando saí de PJ para CLT tive uma redução de 25% nos meus rendimentos, porém compensados com os benefícios oferecidos. Passaram-se 9 anos e estou voltando ao mercado, porém as ofertas que aparecem em CLT, estão com os salários abaixo de 9 anos atrás, isso sem contar a inflação do período. Mas as exigências para o preenchimento das vagas estão cada vez mais seletivas. Infelizmente, para quem já está um bom tempo na área, não há perspectivas de melhoras. Ou se submetem a uma exploração do trabalho ou se mudam de área. Por isso achei muito boa a iniciativa da APInfo em realizar e divulgar a pesquisa 2016. Parabéns a toda equipe da APInfo.
317 - comentário - 22/08/16 - 14:10:03 - Rafael - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Apesar de mesmo diante a crise em que estamos passando, o mercado de TI permanece muito bem aquecido, porém principalmente as consultorias estão trabalhando com salários abaixo do mercado, justificando-se no fato da crise. Os reajustes são escassos, sempre abaixo da inflação, o resumo do cenário é esse, muita vaga, pouco salário e exige-se todas as tecnologias possíveis e aplicáveis.
318 - comentário - 22/08/16 - 14:14:30 - FERNANDO - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A atual situação econômica das empresas, muitas divulgam as vagas mas pagando um valor menor do que se espera na média tendo uma tabela de salários como base. Na maioria das vezes, o candidato se submete a receber pouco para não ficar parado e isso pode tirar o brilho e o merecimento que o candidato possui em seu currículo.
319 - comentário - 22/08/16 - 15:20:29 - Margarete Bispo dos Santos Sil - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Os salários onde ainda tem vaga estão menores, e em alguns casos estão até descendo degraus na carreira para manter a vida financeira em equilíbrio. Toda esta crise está levando os jovens a não se empolgarem mais pela carreira de TI, afinal o atrativo para muitos era e é o salário alto, e não o amor a TI...
API
320 - comentário - 22/08/16 - 15:26:48 - Carlos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A crise esta inflacionando o mercado para profissional Cobol, fazendo com que um senior chegue a aceitar um cargo de nivel junior.
321 - comentário - 22/08/16 - 16:10:21 - Virgilio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Embora crise financeira tenha fechado algumas vagas de emprego, por outro lado os que estão empregados tem a oportunidade de mostrar seu valor por cooperar com empregadores na busca de redução de custos e sugestões de melhorias dos processos da empresa.
322 - comentário - 22/08/16 - 16:16:16 - Alex L. Pandini - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Hoje estamos passando por uma instabilidade no mercado em geral, e como consequência, está deixando muitos profissionais fora de atuação. Se pararmos para analisar, o ramo de tecnologia em comparação com os demais, teve uma queda menos agressiva, porem mesmo assim, deixando muitos profissionais fora do mercado. O momento para as empresas, é de selecionar os colaboradores mais comprometidos e substituir os menos motivados. Tendo muitos profissionais qualificados a procura de mercado, faz com que as empresas consigam negociar melhor a remuneração. Então como uma dica, se você está empregado, não se acomode, a empresa precisa de alguém com quem ela possa contar. Se você pretende ingressar para o mercado de TI, ele é o mercado que ainda está em crescimento, pois tecnologia nunca para de evoluir.
323 - comentário - 22/08/16 - 17:06:30 - Edson Martins de Souza - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Minha opinião sobre o mercado de TI, está até em alta pela situação do País, o que ainda acho o problema que seja que falta profissionais capacitados para algumas áreas. E o problema disso é falta de cursos, treinamentos e apoio ao funcionário de buscar algo, acredito que as empresas poderiam ajudar dando treinamentos e ferramentas especificas.
Em questão do salario acho que caiu um pouco, certas profissões caiu a faixa salarial e nesse ponto também acho que ajuda para desanimar certos candidatos.
GOC
324 - comentário - 22/08/16 - 17:06:45 - Alex de Sousa - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

De acordo com as pesquisas de 2015 o mercado de tecnologia no Brasil já cresceu mais do que a média mundial e de acordo com as agências de pesquisas a situação para 2016 é de aumento no crecimento ainda.

De acordo com a Associação Brasileira das Empresas de Software (Abes), a expectativa para 2016 é de um crescimento de 3% no Brasil ante média global de 2,4%.

Sabemos sim que estamos passando por uma crise mas mercado não para de crescer e de acordo com a Associação para a Promoção da Excelência do Software Brasileiro (Softex) o Brasil pode chegar em 2020 com um déficit de até 408 mil profissionais de TI.

A organização Code.org prevê que, no mesmo período, 1,4 milhão de vagas sejam abertas em todo o mundo, mas apenas 400 mil delas serão preenchidas. Não à toa, multiplicam-se os cursos de graduação e especialização na área.

Portanto mão à obra, aperfeiçoar nunca é demais.
324 - Réplica - 22/08/16 - 17:41:23 - Hernandez - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Alex, você, as empresas e as faculdades estão certos, o que falta á profissional qualificado no mercado.
A única coisa que eu não entendo é que com esta falta toda, os salários continuam caindo, como mostra a pesquisa e a opinião de quase todos os profissionais aqui.
325 - comentário - 22/08/16 - 17:17:42 - Ibrahim Brumate - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A pesquisa mostra uma realidade que tende a aumentar. As vagas que vejo exigindo 1 milhão de qualificações com salários a 1600 reais são o cúmulo. Pedir pretensão salarial, fazer o candidato passar por inúmeros testes e entrevistas e no final querer negociar a pretensão é outro absurdo.Vejo profissionais com pouco ou nenhum conhecimento sendo contratados no lugar de pessoas que tem anos de experiência por causa de um simples diploma. Isso quando além de todas as qualificações existentes no mercado, a vaga não pede graduação e inglês fluente. Vagas com tantas exigências deveriam oferecer salários acima da média. Ofertas PJ que se forem bem calculadas vão render ao empreendedor menos do que o teto padrão CLT mostra ser plausível. Infelizmente hoje, as pessoas aceitam ofertas de trabalho discrepantes por desespero, desvalorizando muito o setor de TI. A mudança precisa vir de ambos os lados.
326 - comentário - 22/08/16 - 17:35:26 - André - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Boa tarde,

Pesquisando as vagas e empresas que estão oferecendo vagas, fica claro que a terceirização está acentuada, o que reduz os salários e benefícios. Ao meu ver, isso é reflexo (ou pretexto) da crise, em que as grandes corporações deixam de contratar funcionários e contratam empresas para prestar os serviços. Além disso, as empresas estão realizando um leilão de profissionais, em que o mais barato ganha, oferecendo um serviço de baixa qualidade, que com certeza irá gerar um rompimento de contrato futuro e insatisfação da empresa contratante, mas que, num futuro próximo, abrirá novas e melhores possibilidades de emprego, visto que a terceirização será precarizada diante dos problemas que irão ocorrer no momento atual.
Hospitalhd
327 - comentário - 22/08/16 - 21:22:56 - Sherly Guedes Remedi - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A diminuição de empresas do setor financeiro, principal fonte de empregos de TI, principalmente na área de Mainframes, fez com que a oferta de emprego diminuísse drasticamente, causando grande concorrência entre as vagas disponíveis ofertadas.
Os profissionais terão que se renovar para manter seus empregos enquanto o valor do seu trabalho diminui.
328 - comentário - 22/08/16 - 21:30:34 - Regina Almeida Longo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Minha opinião sobre a atual cena do mercado de trabalho esta em crescimento mas vejo que não há opções principalmente no interior para aumentar a qualidade do conhecimento. Acredito que essa barreira fica longe de atingir os cargos que vemos anunciados na TV, que acaba para um publico restrito além da característica do perfil definido, o que vejo que essa situação vai ficar por um bom tempo assim, as faculdades ou cursos específicos precisamos buscar em grandes centros. Também é preciso valorizar e acreditar no potencial das mulheres pois temos capacidade e encorajamento para qualquer atividade.
329 - comentário - 22/08/16 - 22:54:46 - Wagner Oliveira Nascimento - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado retraiu até o mês de maio, porém há um crescimento, porém em primeiro estágio há uma necessidade de reabsorver os profissionais que sofreram com essa retração, nesse momento vi um queda de salário no mercado, e uma maior oportunidade para profissionais de menores senioridades.
330 - comentário - 22/08/16 - 23:54:08 - Marcelo Strippoli - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sobre a situação atual do mercado, é evidente que as empresas sofreram com a crise e foi inevitável realizar alguns cortes pontuais para se readequar à realidade, MAS, muitas empresas se aproveitaram dessa oportunidade para enxugar seu quadro de funcionário e sobrecarregar aqueles que ficaram, o famoso _mais por menos_. Graças a Deus, as minhas qualificações e minhas experiências, eu consegui uma realocação no mercado rapidamente. Por isso que sempre reforço para as pessoas a necessidade de se investir na carreira, nessas horas que temos noção da importância do valor investido.
dbassocia
331 - comentário - 23/08/16 - 07:03:28 - Orlando Dias - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Tenho observado uma sensível melhora no mercado. Essa melhora ainda não refletiu sobre a remuneração.
332 - comentário - 23/08/16 - 07:17:23 - Daniel - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Verifiquei que existem outros meios de dar mais liquidez à remuneração com o clt- cotas em resumo é um bom negócio, porém não sei se os riscos de ficar sem projeto e o baixo investimento no FGTS e INSS valam a pena.
333 - comentário - 23/08/16 - 08:30:20 - Reinaldo da Silva Paranhas - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A área de TI no Brasil precisa urgentemente de valorização e obter sua regulamentação.
Estudamos muito e sempre cobrado se paramos desatualizamos e ficamos fora das melhores recolocações ou do mercado.
O governo poderia nos isentar em alguma forma sendo na folha de pagamento ou cursos realizados, pois o País depende de nossa criatividade tecnológica para o desenvolvimento econômico.

Obrigado
334 - comentário - 23/08/16 - 08:44:42 - Allan Fabian Santos Souza - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A área de SAP esta um prostituída, pois não temos uma associação ou sindicado para nos representar.
Esta praticamente um leilão, só que desvalorizando o profissional, devido a crise que estamos.
Muitos consultores desalocados, e devido a isso, acabam tendo que reduzir suas taxas, para poder sobreviver.
GOC
335 - comentário - 23/08/16 - 09:23:22 - Marco Antonio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A situação atual do mercado é triste, visto que os investimentos em TI das empresas foram cortados nos últimos anos em função da crise. Pior para as empresas que não são do ramo, como a transportadora que trabalho. Aqui os investimentos em TI foram todos cortados e a previsão de investimento é para somente abril do ano que vem.
No entanto, regiões como São Paulo capital e arredores estão, ainda, mantendo o nível salarial bo. Visto meu caso, que moro em Campinas/SP mas venho para Osasco/SP todos os dias por causa do salário.
Acredito que os grandes centros tecnológicos terão folego até que melhoras cheguem. O Brasil ainda é uma potência economica em ascendência.
O mercado ainda carece de bons profissionais, que precisam de mais oportunidades e reconhecimento dos trabalhos realizados. Precisamos de mais exposição, mais meios de divulgação de trabalhos desenvolvidos, como no meu caso.
336 - comentário - 23/08/16 - 10:14:43 - Luiz Fontanini - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Bom dia pessoal, estou na área de T.I mais de 15 anos atuando em infra e servidores Windows, vejo hoje o mercado desvalorizado nessa área, as vagas de mercado para quem está em busca de recolocação é absurda em exigências e com salários muito baixo, o mercado de T.I tem um potencial grande para crescer, porem nós temos que parar de aceitar qualquer coisa, sei que a crise está ruim, mais é preciso para não poder desvalorizar nossa área, eu em 2011 fiquei sem emprego por 6 meses para não aceitar vagas com baixos salários, o que adianta você investir em inglês, tirar certificações, MBA, faculdade e ter experiências em diversas tecnologias e ganhar um salário de 1800 reais por mês. Essa realidade de hoje precisa mudar, as consultorias estão ganhando muito dinheiro e os funcionários pouco, muitas vezes mão de obra barata e não qualificada. isso precisa mudar. obrigado pela oportunidade. abc
337 - comentário - 23/08/16 - 10:14:57 - TELMA SANDRA AMORIM - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Srs. o que eu percebo atualmente no mercado de trabalho, primeiro, muitos analistas com experiencias deixaram de se atualizar em segundo lugar muitos recem formados querem se igualar há uma pessoa com anos de experiencia.
Quando falamos em TI a pessoa não só precisa saber utilizar a ferramenta de TI (baixa ou alta plataforma) como precisa conhecer o negocio que estará atuando, pessoas com experiencia sabem bem o que estou falando. precisa ter um conjunto de experiencia e conhecimento, eu sempre procuro fazer cursos, já ministrei aula na faculdade, tenho 2 MBA_s e muita experiencia.
Antigamente só quem tinha experiencia era aceito, como era um profissional caro as empresas passaram a buscar os recem formados, hoje todos estão bem esclarecidos, precisamos de experiencia e conhecimento. Boa Sorte a todos.
338 - comentário - 23/08/16 - 10:16:48 - Luiz Augusto Coelho - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que muitas empresas estejam se escondendo atrás da crise econômica para forçar uma redução salarial no mercado. As empresas que realmente passam por alguma dificuldade, abrem mão dos funcionários mais experientes e diminuem algumas vezes a qualidade contratando funcionário com ou pouca ou sem experiência alguma. Assim os executivos podem justificar as reduções de custos em suas áreas e manter a mesma quantidade de funcionários. Pelo que tenho acompanhado, o mercado está melhorando, vagamente é verdade, mais está. Contudo muitas empresas ainda insistem na prática do baixo salário (normalmente salário de júnior e experiência de sênior). Ao meu ver, não se trata apenas da crise e sim da postura das empresas.
apipesq
339 - comentário - 23/08/16 - 10:28:51 - Flavio Candido - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado está desvalorizado é verdade, mas não está parado e não parou de crescer. A crise de desemprego não afeta diretamente os profissionais de TI, sim os salários baixam e existem demissões, mas há muitas vagas e oportunidades, principalmente com implementações de novos sistemas que diminuem custos. Quanto a salários, acredito que não seja o melhor dos mercados no Brasil, você não fica desempregado, porém dificilmente ganha muito bem. Línguas e certificações são algo muito, mas muito importantes para quem almeja melhores cargos.
340 - comentário - 23/08/16 - 10:29:31 - Yuno - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

As empresas estão usando a crise como desculpa para explorar os profissionais capacitados oferecendo salários muito baixos
341 - comentário - 23/08/16 - 10:32:55 - Bruno Moura - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Muitas empresas, pagam muito abaixo do mercado, os profissionais altamente qualificados, muitas vezes acabam se sujeitando a salários inferiores para em utras palavras não _morrer de fome_ com a desenfreada economia e cenário atual e o crescente numero de profissionais no mercado, muitas empresas acabam acumulando tarefas e funções e uma unica vaga, colocando a desculpa na _economia_, como eu vi em comentários anteriores, algumas empresas optam por fechar vagas e acumular atributos profissionais em um único colaborador, e em muitos caso acabamos nos sujeitando a isto para não ficar desempregado.
Eu sou a favor de uma revisão salarial completa no mercado, bem como receber por hora e sem limite de quanto podemos trabalhar, seguindo a mesma metodologia de países de primeiro mundo.
343 - comentário - 23/08/16 - 10:41:45 - Valmir Santos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Para ser um profissional reconhecido atualmente é necessário não só obter as principais certificações do mercado, mais ser um profissional ativo e enxergar a necessidade do negócio da empresa. Se antecipar as necessidades do cliente interno e/ou externo.
Nada mudou. A diferença é que hoje custa muito mais para os profissionais de TI estarem atualizados para atender todos os requisitos que são exigidos e desejados no ato da contratação.
Se fosse apontar um culpado pela situação do mercado, apontaria os profissionais que não se organizam em um sindicato forte e não têm respeito e ética entre si.
dbassocia
344 - comentário - 23/08/16 - 10:45:43 - Hiri - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A situação atual do mercado é triste. O que me atraiu há 10 anos atrás foi o alto valor de salário que via amigos e parentes receberem, fora os benefícios trazidos. Hoje meu salário tem o mesmo valor, em reais, do que um amigo recebia há 10 anos atrás. Porém, o poder de compra, graças a inflação, é totalmente menor nos dias de hoje.
O que não entendo é, se existe um déficit tão grande de profissionais em TI, porque ainda existem vagas com salários tão baixos? Acredito que o problema está nos profissionais também, visto que, se sujeitam a baixos salários que as empresas oferecem, mas também entendo que, muitas vezes, ou é isso ou é ficar desempregado.
Contudo, tenho a esperança de que em breve possa haver uma reviravolta nesta situação e voltemos a ser reconhecidos.
Boa sorte a todos nós.
345 - comentário - 23/08/16 - 10:49:34 - Marcus Vinicius Começanha Silv - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mais grave não é a redução dos salários, com o encolhimento da economia já era esperado tal posição por parte da empresas, principalmente as consultorias, que no cálculo do seu _k_ para margem de lucro não abre mão das remuneração do 1° e 2° escalão e reserva financeira, desta forma achata os salários de seus profissionais _mão na massa_. Porém acho o mais grave as políticas dos RH´s na formação do perfil ideal para contratação de profissionais, cito nível sênior acima de 39 anos já estão descartados, imaginem então quem já passou dos 50 anos ??, estes profissionais gozam de perfeita e irrefutável capacidade de produção e constante evolução a que são submetidos, além da bagagem de experiência e maturidade na profissão.. Num país onde precisamos trabalhar até aos 60 e talvez 70 anos com a nova proposta do governo, é uma crueldade condená-los a exclusão do mercado. Isto sim é grave !
346 - comentário - 23/08/16 - 11:07:22 - Eduardo Aparecido de Oliveira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Interessante ver essa afirmação de que a área é menos atrativa aos mais jovens.
Eu não conheço outra área que se possa ter um retorno salarial relativamente alto para uma necessidade baixa de experiência.
Quanto aos demais pontos, TI está sendo afetado, mesmo que de forma tímida, a essa crise econômica que estamos vivendo. O tempo de recolocação no mercado tem sido bem mais alto para os profissionais de infra do que para os de desenvolvimento, pelo menos é o que tenho acompanhado no Linked In.
Eu mesmo acabei me sujeitando a ganhar um pouco menos na empresa que estou, porém, estou a menos de 2,5 Km de casa e em um ambiente bem tranquilo para se trabalhar.
Talvez com a idade (hoje tenho 33) você acabe buscando um equilíbrio maior entre a qualidade de vida e dinheiro.
348 - comentário - 23/08/16 - 11:24:52 - Massaiti Assanome - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Primeiramente gostaria de agradecer pela oportunidade e parabenizar a APinfo pelo trabalho que realiza.
Comparando com salários de outras áreas, estamos muito defasados, dada a importância que exerce o profissional de TI.
Devido a forte concorrência e necessidade de especialização, muitos profissionais acabam sendo sacrificados nesta questão e no volume de tarefas a realizar. Existe grande exigência e o baixo fator salarial.
É um caso emergente.
Hospitalhd
349 - comentário - 23/08/16 - 11:33:03 - Luciano - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Interessante ver que os números refletem a realidade que vivo, e que a situação da desvalorização do profissional pode ser invertida com o menor interesse dos jovens. Eu até tentei entrar no mercado de Cobol, mas há uma exigência de experiência, que vai se mostrar um problema no futuro, já que é um nicho reduzido para conseguir essa experiência é complicado.

Obrigado pelo convite APInfo, e parabéns pelo esforço para o tratamento destes dados.
350 - comentário - 23/08/16 - 11:40:07 - Fabio Azevedo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Esta pesquisa afirma uma realidade dos últimos anos em relação a desvalorização do profissional de TI, embora seja reconhecida a extrema importância da área, as empresas buscam reduzir gradativamente os salários do profissionais. Isto pode se tornar um risco, pois profissionais menos qualificados poderão ocupar estas posições, ou ainda profissionais com qualificação e experiência reduzem seus salários em busca de uma recolocação o que em um curto espaço de tempo pode gerar a desmotivação.
É vital que haja uma valorização da profissão, para atrair jovens e remunerar adequadamente aqueles que já estão na área.
351 - comentário - 23/08/16 - 11:42:54 - Marcio Santana - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Parabéns pelo APINFO pela iniciativa e por todos os serviço que vem prestando de forma gratuita e transparente para os Profissionais de TI durante estes anos. A pesquisa reflete uma visão precisa de como o mercado de TI esta no momento. Certamente tem credibilidade
352 - comentário - 23/08/16 - 11:55:35 - Gabriel Vieira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Parabéns para o APinfo pela colaboração que tem dado a milhares de profissionais de TI e RH mantendo este site. A pesquisa salarial para o ano de 2016 reflete o que o mercado esta vivendo.
GOC
353 - comentário - 23/08/16 - 11:56:49 - João Lucas - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Muito interessante os resultados. O site APinfo está sempre de parabéns. Por um lado fico até satisfeito de ver que muito jovens não estão procurando mais a profissão por 2 motivos. Primeiro por que nos últimos anos a profissão ficou muito banalizada, o que acabou desvalorizando o trabalho e o preço dos serviços. E sem segundo lugar por que isto mostra que as pessoas que decidem entrar no mercado estão mais maduras e devem levar a profissão mais a sério.
354 - comentário - 23/08/16 - 12:46:58 - Rodrigo Arem - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

É bem complexo falar sobre salário na área de T.I, mas deixarei uma breve opnião.

1º Não há regulamentação na área, cada empresa, rh, enfim _cria_ ou não um cargo e paga o que quer.

2º Muuuito se pede, acho que até por falta de conhecimento, ou não, para pagar um salário que ninguém consegue viver.

3º Hoje a faculdade é uma obrigação _ter diploma_, mas se o profissional além da faculdade não tiver certificações, que irão _falar por ele_ em uma entrevista, teoricamente dependendo da vaga ficará fora, ou vai ter que contar com um QI ou aceitar as vagas _escravas_ que muita empresa oferece.

4º Não Têm jeito, se quiser ter um bom emprego, salário, estabilidade profissional, estude, tenhas uma duas quantas for necessário _Certificações_, ai o salário será só uma consequência do seu conhecimento.
355 - comentário - 23/08/16 - 12:55:20 - Onofre - 187.231.14****

Gostei da pesquisa, fica claro que a invasão que tivemos com pessoas vindo de todos os cantos para trabalhar em TI, esta no fim. No médio ou longo prazo haverá um equilíbrio maior e quem for qualificado vai receber um bom salário.
356 - comentário - 23/08/16 - 13:03:11 - Sidney - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acho que além de salário deveria haver a pesquisa de satisfação Empregado X Empresa e Empresa x Empregado. Quem segue qual padrão, predomina-se qual e por quanto tempo tornou-se viável o funcionário ou a empresa que bateu o pé em sua tecnologia, documentação e qualidade e se viveu por X anos dessa pesquisa.
Tendências vão e voltam assim como a inflação, certificações, diplomas, qualidade técnica acima da qualidade pessoal. Pessoas fazem sistemas mas os sistemas ou linguagem não podem mandar nas pessoas, ou podem? rs
Hospitalhd
357 - comentário - 23/08/16 - 13:08:08 - Tiago Soares da Silva - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acho que meu comentário se resumiria em dizer que nosso segmento virou uma grande prostituição.

Hoje você encontra inúmeras pessoas que apenas iniciam a carreira na área, devido a rumores que os profissionais de TI ganham altos salários, e o pior, que não fazemos nada!

E com essa alta demanda de _mão de obra_, começa a barganha por salários e cargos.

Qualificação em Tecnologia vai muito além de gostar de games ou celulares, e sim a capacidade de usar a logica para gerar produtos e resultados a diversos segmentos.

Diplomas não refletem ao total conhecimento de profissionais de TI, comparado ao de pessoas que a anos vivenciam o dia a dia de um departamento e se deparam com casos, que nenhuma faculdade vai ensinar a contornar. Chego até a dizer que fóruns de discussão se tornam uma grande ferramenta de conhecimento.
358 - comentário - 23/08/16 - 13:25:57 - Danilo Santos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Achei o resultado da pesquisa satisfatório.
Gostaria de deixar dois comentários sobre o maior tempo de recolocação e os salários baixos. Desde 1998 nunca havia enfrentando uma crise que tivesse impactado a TI porém desta vez foi diferente, o tempo de recolocação realmente está maior. Sobre os salários sempre houve uma grande desvalorização das empresas em relação ao salário dos profissionais e os mesmos que aceitam trabalhar por baixos salários, porém com a crise essa prática acaba se consolidando e até porque as contas precisam ser pagas. Desta forma, uma acaba influenciando o outro.
Por fim, a pesquisa é um indicador de médio a longo prazo para definir os pontos a serem trabalhados em nossas carreiras. Parabéns APinfo.
359 - comentário - 23/08/16 - 13:29:05 - Adriana Camargo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A pesquisa demonstra o que senti dolorosamente na pele. Tivemos uma desvalorização extrema de salários e ao mesmo tempo aumento de expectativa dos perfis. Dentre os comentários que li aqui está a falta de regulamentação, também concordei com esse ponto.
Lendo a pesquisa, há o pessimismo no mercado por conta da crise, espero que o mercado como um todo melhore, a economia precisa voltar a andar.
360 - comentário - 23/08/16 - 13:38:07 - Alberto J - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que estamos em constante evolução e a TI sempre está norteando esta evolução constante, e que os profissionais devem acompanhar essa evolução.

A saturação do mercado de TI não se deve a diminuição da qualificação para entrada no setor, mas sim pela difusão da TI no ambiente globalizado. O analista sênior de 6 anos atras é o júnior de hoje, já que o acesso as informações são muito mais simples e temos hoje ferramentas muito mais simplificadas para desenvolver atividades complexas.

Acompanho sempre muitos profissionais questionando sobre queda de salario e desvalorização dos cargos, claro isso existe sim, mas vale lembrar que com a mudança também vem o surgimento de novos cargos com salários melhores.

O diferencial hoje marca a faixa salarial. Analista sênior de ontem que não se aperfeiçoou virou o júnior de hoje e assim consequentemente teve queda salarial.
dbassocia
361 - comentário - 23/08/16 - 14:12:17 - David - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A pesquisa contém dados bastante relevantes e agrega na visibilidade da aréa de tecnologia da informação.
Entretanto um tópico que pode ser mais explorado é o mercado de startups brasileiras. Onde a exigencia tecnica é muito mais alta, a quantidade de cargos de gerencia é menor, mas a remuneração (seja CLT ou PJ) é muito superior as médias de mercado.
362 - comentário - 23/08/16 - 15:37:46 - jony novaretti - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Essa crise baixou ainda mais o salários dos profissionais de TI, que já vinha baixando devido a grande quantidade de profissionais.

Aqueles que se prostituem e as empresas que contratam os prostitutos vão pagar pela falta de qualidade. Todos aqui já viram casos de insucesso, onde o cliente ficou a ver navios, pq o sistema simplesmente se tornou um problema invés de solução.

Isso é um tanto perigoso. Já vi de perto um cliente não querer nunca mais contratar serviços de TI, pq por duas vezes seu sistema não se tornou realidade, ou seja, menos um cliente para contratar nossos serviços.

Enfim, torço muito para que a área não se banalize, pois amo essa profissão e não me vejo fazendo outra coisa.
363 - comentário - 23/08/16 - 21:14:57 - GEORGE - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Existe pouca oferta para a demanda de colaboradores da área de TI, mas não acredito que isso causou a degradação dos salários que ao meu ver, estão estagnados, também não foi a crise, pois passamos por isso todos os dias devido a concorrência. Lembro que também existem softwares com processos completos que atende quase 100% das necessidades dos clientes

O maior fator na minha visão é a tecnologia que avança a cada dia, deixando assim muitas tarefas que há alguns anos atrás necessitava de maior demanda de desenvolvimento A supressão de cargos é outros fator, Ex. analista de BD +um programador linguagem X se tornou um ANALISTA PROGRAMADOR SENIOR BLASTER BD MULTI LANGUAGE.

Bom, podemos até discutir se tenho razão ou não, mas deixar de investir em si mesmo e ficar esperando sentado fazendo mi mi mi e ser valorizado, neste caso, neste caso, já era em pouco tempo na área.

ABS
363 - Réplica - 24/08/16 - 09:45:35 - Renan - 187.203.41****

George, seu ponto é bastante válido.

Antigamente para qualquer relatório simples era necessário a atuação dos profissionais de TI, para criar um site era necessário um programador e um designer e assim por diante.

Atualmente poderosas ferramentas de software permitem que usuários resolvam diretamente muitas das suas demandas, qualquer usuário ou pequena empresa é capaz de criar um site simples, sem depender de profissionais de TI.

Só não perde o bonde o profissional que busca o domínio de tecnologias mais complexas.
GOC
364 - comentário - 23/08/16 - 22:03:24 - Francislei - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A cada dia o mercado está mais exigente, porém a remuneração é baixa. Infelizmente muitos não se capacitam, com o passar do tempo alguns ficam desatualizados, porém querendo um cargo superior. De tanto insistirem, alguns conseguem e outros não. Dos 8 anos que trabalho na área, nunca vi Gerentes e Dev tão ruins. Parece que ninguém se aprofunda em suas respectivas área, ficam no achismo, sendo levando pela onda. Dev que acham que 8 hrs do dia é o suficiente para evoluir. No final temos: Falta de profissional qualificado, projetos cancelados, projetos com problemas, profissionais que acham que são os bons, porém não passam de pessoas acomodadas.
365 - comentário - 24/08/16 - 01:58:20 - Feitosa - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Vou falar da minha área que é desenvolvimento.
É verdade que o Brasil está atravessando um momento bastante conturbado.
Eu nunca vi tanta exigência em termos qualitativos e se oferecer tão pouco em termos salariais.
Ínumeros profissionais são descartados, ignora-se toda a sua trajetória profissional.
Fala-se que é importante manter-se atualizado, então o profissional se esforça, investe em cursos caros etc..., mas quando ele tenta ingressar na nova linguagem ou fazer uso da nova tecnologia, lhe é então exigido praticamente domínio total.
Na minha opinião ele deveria receber a oportunidade de estagiar naquela nova linguagem ou especialidade, com certeza todos sairiam ganhando: a empresa, o profissional e o mercado.
Um abraço e muito obrigado.
366 - comentário - 24/08/16 - 09:25:39 - RAFAEL CITRO - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O que percebemos é que a cada dia que passa há mais profissionais no mercado, menos qualificação e as exigências aumentando de forma progressiva. Em um mercado muito instável sem definições claras e sem rumo o que veremos é cada vez mais, os custos aumentarem e a remuneração diminuir.
367 - comentário - 24/08/16 - 09:44:14 - Miguel Angelo Zanini - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A crise foi se agravando desde 2002 e nada foi feito para isso, na área de TI ocorreram muitas mudanças e as empresas e ou consultorias estão abusando dos profissionais de TI, sendo muitos tratados como trapo velho e desprezados, mas se esquecem que ao contrário da Europa e outros lugares, quanto mais experientes mais valorizados, e exigem muitas vezes para a vaga em questão algo que não necessitam, simplesmente para ter, ao invés de capacitar seus funcionários preferem despedir e contratar alguém que acabou de se formar sem experiência, simplesmente porque tem um idioma a mais ou um certificado que nunca usou, e quando os problemas aparecem ae sim convocam os mais experientes para consertar os erros dos outros só porque o custo era menor, e os salários cada vez menor e repito, estão se aproveitando sem necessidade oferecendo salários ridiculos incondizente.

Sds!!!
apipesq
368 - comentário - 24/08/16 - 10:09:51 - Tiago Miller do Nascimento - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Hoje está muito difícil equilibrarmos o valor da nossa mão de obra. Do final da década de 90 até hoje, sabemos que a busca por especialização em TI aumentou e muito, inclusive por pessoas não entusiastas da área, mas atraídas pelo bom salário prometido. Porém, vemos que isso contribuiu para a poluição do mercado de trabalho. Exemplo disso são as vagas com _enviar pretensão salarial_. Todo cargo deveria ter sua faixa estabelecida, fica claro aqui o leilão realizado pelas empresas.
Certamente um entusiasta de TI além da sua formação, se especializou em diversas outras, possui grande informação de pesquisas pessoais, o que o leva a ter certeza que possui maior conhecimento e que sim, tem que vender seu produto mais caro. Porém, infelizmente, qualquer empresa visa apenas uma coisa, _dinheiro_. Quanto menos gasto, mais lucro. A formula é simples, 2 é maior que 1 e pronto.
368 - Réplica - 24/08/16 - 10:20:50 - CARLOS ROBERTO CARDOSO DOS REI - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sim esta é a cultura adotada pela maioria das empresas e até certo ponto entendo que seja uma prática positiva para uma empresa mas em contrapartida vejo também que sim existem muitos profissionais e que o nosso mercado esta cada vez mais saturado de maus profissionais. eu passei por esta situação por diversas vezes e pedi um valor que para eu como profissional seria o justo e me traria satisfação mas recebi diversas contrapropostas que eram bem inferiores ao que eu desejava e hoje sou muito insatisfeito com a area de TI... nosso sindicato não preza pelo bem estar dos profissionais, entendo que tenha que ser bom para os dois empregado e empregador mas hoje temos uma visão extremamente unilateral e quem esta sendo explorado e mau pago somos nós!!!.
368 - Réplica - 24/08/16 - 10:46:19 - Oswaldo - 201.133.11****

Carlos,

Como em muitas vezes você pediu um valor que considerava justo e a empresa ofereceu um valor mais baixo, o mais provável é que existam profissionais no mercado com um conhecimento semelhante ao seu e que trabalham por um valor mais baixo.

A única forma de você resolver isto é aumentar seu nível de qualificação, ou buscar uma outra área dentro da própria TI, que não esteja saturada.

A empresa sempre vai buscar o melhor profissional pelo salário mais baixo e quando as contas chegarem no final do mês os profissionais com os valores defasados terão que aceitar as ofertas, infelizmente não tem como mudar isto.
369 - comentário - 24/08/16 - 10:18:58 - Bruno - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Para DBA Oracle Senior, o valor de mercado hoje é entre R$90 à R$130,00 como PJ e entre R$10.000,00 à R$15.000,00. Estes últimos, para vagas que solicitam conhecimento em produtos como Oracle RAC, DataGuard e para sustenção de ambientes de alta criticidade. O que vejo acontecendo no mercado ultimamente é a grande quantidade de profissionais não qualificados se vendendo como Srs, submetendo-se à faixas salariais inferiores e por muitas vezes depreciando o valor/hora de todos da categoria que são altamente capacitados e esforçados.
Pecados
370 - comentário - 24/08/16 - 10:21:11 - Ferreira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito no _Ser para ter_!
As vagas estão ai. Em toda a parte, porém não temos ESPECIALISTAS, coisa que o mercado está pedindo cada vez mais.

Seja diferenciado(a) para ter um salário diferenciado!
371 - comentário - 24/08/16 - 10:21:21 - Junior Alencar - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado de TI está cada à cada dia mais decepcionante. Consultorias fazem leilões cada vez mais _evidentes_ com os colaboradores (que por acaso são seres humanos (rs)).
À cada dia mais exigente e mais _barato_ a vida profissional de consultores de TI está se tornando uma incógnita, pois se quanto mais o profissional se qualifica, maior deve ser sua remuneração, porém, quanto mais ele se qualifica menor fica a janela de oportunidades devido à procura por profissionais _baratos_.

A realidade é essa infelizmente.
372 - comentário - 24/08/16 - 10:23:05 - Cardoso - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Atualmente mesmo em meio a crise existe empresa defasando o salário da categoria, demitindo profissionais qualificado alegando corte de pessoal e recontratando outras com a mesma qualificação ou superior e pagando menos justificando crise mesmo a empresa não sendo influenciada diretamente com a crise. Por outro lado vem aumentando a demanda de ofertas de cursos afim de aprimorar a qualificação dos profissionais, tenho observado pessoas que estão aproveitando o momento para buscar qualificação afim de melhorar sua posição e melhorar sua posição e salário.
373 - comentário - 24/08/16 - 10:24:42 - Leandro Sousa - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que todas as oportunidades deveriam ter um piso salarial e requisitos pré-definidos, pois hoje devido todos acreditarem em bons salários muitos pessoas se aventuram e aceitam qualquer valor para realizar todo tipo de tarefa, as vezes em áreas totalmente diferente no segmento por exemplo atuar com infra, sistema e DBA ao mesmo tempo, apenas para embarcar na área e com isso ocorre a desvalorização dos profissionais e também não é possível estabelecer os requisitos necessários para cada tipo de área a ser atuada pelo profissional.

Ressaltando que o mercado está menos aquecido que alguns anos atrás.
Pecados
374 - comentário - 24/08/16 - 10:38:28 - Jessica S. Paula - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

_Miguel Ângelo Zanini_
A crise foi se agravando desde 2002 e nada foi feito para isso, na área de TI ocorreram muitas mudanças e as empresas e ou consultorias estão abusando dos profissionais de TI, sendo muitos tratados como trapo velho e desprezados, mas se esquecem que ao contrário da Europa e outros lugares, quanto mais experientes mais valorizados, e exigem muitas vezes para a vaga em questão algo que não necessitam, simplesmente para ter, ao invés de capacitar seus funcionários preferem despedir e contratar alguém que acabou de se formar sem experiência, simplesmente porque tem um idioma a mais ou um certificado que nunca usou, e quando os problemas aparecem ai sim convocam os mais experientes para consertar os erros dos outros só porque o custo era menor, e os salários cada vez menor e repito, estão se aproveitando sem necessidade oferecendo salários ridículos não condizente.
375 - comentário - 24/08/16 - 10:43:39 - JOSE ANTONIO RODRIGUES JUNIOR - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Ao meu ver, todas as funções da área de tecnologia da informação deveriam ter um órgão regulamentador igual a engenharia tem o CREA.
Infelizmente o profissional de Tecnologia é visto como _o cara do TI_, muitas vezes trabalhando em infa, redes, sistemas e não recebendo por se quer uma dessas funções.
Portanto vejo que a solução para nossa área é um órgão regulamentador, não me importo em pagar 30,00...50,00 mês para um órgão contanto que não seja possível um profissional de TI trabalhar por menos do que o piso salarial de sua função, somente assim seremos reconhecidos!
375 - Réplica - 24/08/16 - 10:46:19 - Ednei Felipe Faleiro Rodrigues - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Tu tens razão. Não ter um sindicato torna bem mais difícil a fiscalização, a definição de piso e até os requisitos para preencher uma vaga.
376 - comentário - 24/08/16 - 10:48:36 - Alexandre Passere Borges - 189.62.204****

Acredito que seja a relação de alguns fatores :

- Maior concorrência de consultorias para oferecer valores mais baixos aos clientes (diminuição do orçamento do projeto)
- Aumento de profissionais na área de TI
- Profissionais com conhecimento muito alto que não sabem negociar valores
- Consultorias abrindo vagas para Sênior com salários absurdamente baixos
- Profissionais que aceitam quaisquer valor para não ficarem desempregados
- Lei da oferta e procura.

A qualidade foi deixada de lado, vamos focar no preço e quanto conseguimos lucrar.
API
377 - comentário - 24/08/16 - 10:50:28 - Eduardo Alexandre de Francisco - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Primeiro que a área de TI não tem padrão de cargos e nenhum órgão para fiscalizar o mesmo. Você investi em um curso técnico, faz uma graduação ou até um pós. E concorro a serviçosvaga com pessoas que simplesmente fizeram uma vídeo aula com noções de programação ou analise. Existem cursos muitos bons em vídeo aula, já fiz vários. Porém é interessante ter a graduação ou cursando a mesma para ter noções básicas de programação, analise ou na área que for atuar. Uma coisa engraçada é que conforme a região o salario muda de forma absurda, já participei de processos seletivos em cidades diferentes para o mesmo carga Analista Programador Senior onde o salário muda completamente. Outro ponto as empresas tem que entender que documentação é importante sim, pois só pensam na entrega do projeto e esquecem da manutenção.
378 - comentário - 24/08/16 - 10:56:39 - Rodrigo Delboni - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Não vejo aumento de profissionais de ti, em diversas revistas e pesquisas indica que ainda falta mão de obra especializada. O problema de um grupo maior de profissionais estarem com salarios baixos é não ter um orgão regulamentador e também um sindicato nacional forte. Não tendo isso, permite que as empresas maximizem ao maximo seu lucro com um contrato de serviço, bastando apenas que baixar o salario do profissional.
Este está no erro também, pois parace uma regra da busca de empregos: colocar a pretensão salarial mais alta, para a empresa contratante negociar um salario menor.
Afinal todos dependem de profissionais de ti, não eramos para ter uma profissão com salarios baixos. Alias, para informação, dos mercados de ti da américa látina, Brasil é o que paga, proporcionalmente, os salarios mais baixos.
379 - comentário - 24/08/16 - 11:22:42 - Jorge D. Abrahao - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Os salários em geral estão sendo achatados. O dos profissionais de informática não ficam de fora.
A exigência de certificações, capacitações fazem com que o profissional tenha que investir muito, e não
está tendo o retorno financeiro merecido. Observa-se uma evasão enorme dos profissionais para outras áreas.
380 - comentário - 24/08/16 - 11:29:38 - Ricardo Lino olonca - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sou contra a exigência de graduação para os cargos de TI por dois motivos:
1-Geralmente um profissional se forma na faculdade com cerca de 22, 23 anos. E com essa idade o profissional está em busca de um cargo operacional (técnico, analista, programador), mas a faculdade só mostra uma visão geral da área, uma visão mais de gestão. O profissional não aprendeu nenhuma ferramenta, viu programação muito basicamente, um pouquinho de banco de dados, mas tudo muito superficial. Com essa idade as empresas procuram um cara do tipo _mão-na-massa_.
2-Conheço muitos bons profissionais de TI que são formados em Administração, Contabilidade e Economia.
GOC
381 - comentário - 24/08/16 - 11:30:31 - Escilenio Silva - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O que eu ainda percebo no mercado de TI é uma insistência das Empresas em tratar os Profissionais de Ti como pessoal de terceira classe, o valor do conhecimento do funcionário não é reconhecido de modo algum, vejam-se os baixos salários em qualquer área pagos aqui no Brasil. A falta de um órgão de Classe Nacional que nos represente e regulamente a profissão. A Total falta de interesse em promover a Certificação dos funcionários como uma política de incentivo e investimento de curto prazo . A Visão míope do empresariado que vê somente a necessidade de mão de obra tecnológica altamente capacitada mas que não deseja de modo algum participar nesta capacitação ao qual considera onerosa e até mesmo prejudicial ao investimento destas mesmas Empresas, leva a este Hiato Vagas Ofertadas X Profissionais, ou seja mudar de carreira ou tentar uma nova em outro País com melhores condições.
382 - comentário - 24/08/16 - 11:33:32 - Ricardo Lino olonca - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Também sou contra a regulamentação da área, pelo menos ao nível do CREA, OAB, ou CRM. Acho que a certificação em uma ferramenta específica já atende esse requisito. Por exemplo, se uma empresa precisa de um DBA Oracle ela vai procurar um profissional com _certificação_ Oracle. O mesmo acontece para Linux, Windows, Java, etc. Acho que a área de TI, do jeito que está, é até mais exigente que as demais, pois você não vê certificação para Advogado Criminalista Advanced, por exemplo. O engenheiro também só tem o CREA, mas você não sabe se ele é _júnior_, _pleno_ ou _master_.
383 - comentário - 24/08/16 - 11:40:48 - Ricardo Lino olonca - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A ideia de piso salarial é uma faca de dois gumes. Já vi empresas que deixaram de contratar alguém por causa do piso muito alto. E para quem está procurando um primeiro emprego na área de TI é melhor ganhar 900 reais como HelpDesk e ganhar experiência do que deixar de ser contratado por causa do piso de 1200. É a lei da oferta e da procura. Sou mais favorável à livre negociação.
384 - comentário - 24/08/16 - 11:56:31 - Grazielle Rocha - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado de TI esta se aquecendo novamente, mas a faixa salarial vejo que varia muito, as vezes solicitam árias funções que não faria parte daquele cargo. Se padronizar não sei se vai ficar como a todos nós profissionais que só queremos ser valorizados. O jeito é sempre negociar ambos para que seja bom tanto para a empresa quanto para o profissional
Hospitalhd
387 - comentário - 24/08/16 - 12:11:46 - Ivan - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Mercado de TI esta voltando a aparecer mais vagas na região de SP e Grande ABC. O salário vai variar muito de acordo com experiência, certificações e até o modo que é negociado no ato do contrato. Pelo que tenho visto, um Sênior pode variar de 3k até 10k, dependendo da vaga e dos fatores que citei acima.

Infelizmente ainda somos tratados como _menino da informática_ pelas empresas, mas existem algumas exceções.
388 - comentário - 24/08/16 - 12:14:43 - Carlos Antonio Rodrigues - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sempre fui um usuário do site Apinfo (muito bom),mas infelizmente atualmente com outros sites e outras redes sociais não está fácil conseguir alocação no mercado. Já fiz inscrições por outros sites e até agora nada. Já enviei propostas com os mais variados salários e mesmo assim nada.
389 - comentário - 24/08/16 - 12:16:40 - David Pedro Cassa - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acho que as empresa exigem muitas certificações, cursos, linguas e o retorno por todo este investimento é muito baixo. Se colocarmos na ponta do lápis o tempo de estudo, cursos e o valor gasto para obter tais certificações, notamos que o retorno salarial é muito baixo.

Acredito desta forma que tais exigências acabaram virando mais modismo do que necessidade.
390 - comentário - 24/08/16 - 12:24:42 - Paulo Sousa - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Parabéns pela pesquisa
dbassocia
391 - comentário - 24/08/16 - 12:39:32 - Lucas - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Muito boa a pesquisa, muitas empresas querem que saibamos tudo e muitas coisas que nem serão usadas, e com o salário la em baixo
392 - comentário - 24/08/16 - 12:53:31 - Bruno - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Vivemos atualmente um grande crise para os profissionais de TI.
Empresas cada vez pedindo mais conhecimento(Inglês, espanhol, certificações, cursos, pós, etc)
Porem o salario ridiculo.

Esses dias vi uma vaga pedindo certificação CCNA com inglês e espanhol fluente para pagar míseros R$1200,00... Sem comentários.
393 - comentário - 24/08/16 - 12:56:51 - André - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O problema do mercado de TI atualmente, ao meu ver, é o grande número de consultorias que exigem muito e querem pagar pouco ao profissional. Salvo algumas exceções, o salário está muito defasado pelo tanto de conhecimento solicitado. Sem contar que quando você é alocado em alguma empresa cliente, é praticamente esquecido no projeto, ficando sem perspectiva de crescimento.
394 - comentário - 24/08/16 - 13:35:26 - Rodrigo Mastropietro - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que a pesquisa espelha muito bem a realidade do mercado de TI brasileiro. Escassez de profissionais qualificados em nível pleno e sênior e abundância em nível júnior. O que vejo é uma maior valorização financeira de profissionais experientes e baixa valorização de iniciantes. Verifica-se uma quantidade enorme de pessoas orbitando em torno do mercado de TI sem realmente ter se envolvido em nenhuma atividade-fim nessa área. São os burocratizadores de um mercado que se volta exatamente para um pensamento oposto. Não sabem valorar a mão de trabalho nessa área e dão extremo peso para diplomas e certificados formais, realmente secundários em nossa área. Países mais desenvolvidos já enxergam essa realidade e o resultado é um êxodo sem precedentes de profissionais experientes para o mercado exterior.
GOC
395 - comentário - 24/08/16 - 14:00:33 - Leandro - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Realmente estamos desvalorizados financeiramente, e até moralmente...

As vezes ter que ouvir seu aprendiz dizer que preferem sair porque o posto de gasolina está pagando melhor é lamentável....
396 - comentário - 24/08/16 - 14:15:54 - Danilo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Os salários estão defasados, não acompanham a inflação. Ademais as empresas tem muitas exigências sobre conhecimentos e não estão dispostas a pagar pelo profissional. Em razão disso vemos profissionais pouco preparados p/ as funções exercidas, afinal são muitas.
Acredito que essa posição por parte das empresas vai desacelerar o mercado profissional, porque menos jovens vão querer entrar p/ a área. Muito esforço em obter conhecimento p/ baixo retorno financeiro.
397 - comentário - 24/08/16 - 14:37:52 - wagner fernandes - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Ti...Ti...

Nunca trabalhei em outro setor, ja tive dias de bonança, tinha orgulho de falar que trabalhava com redes de computadores. Porém com o passar do tempo, nossa profissão ao invés de ser valorizada caminha na contramão das expectativas, salarios defasados, alta concorrência e claro os absurdos que os contratantes pedem, varia de simples suporte à usuario até programação!Pedem 400 tipos de skill diferente para pagar dois mil reais...O que sinto pela minha profissão hoje não mudou em nada, amo o que faço, mas esta cada dia mais dificil permanecer na função...Não desconsiderando a _ tia do café _ mais em muitos casos, ela acaba ganhando mais do que um profissional de TI.
398 - comentário - 24/08/16 - 15:22:52 - Diego Lopes da Silva - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Trabalho com TI a 9 anos, passei por suporte, infra, QA, automação e hoje trabalho como desenvolvedor.
Infelizmente, o profissional de TI ainda não e bem valorizado no Brasil é ridículo a faixa salarial que muitas empresas pagam.
dbassocia
399 - comentário - 24/08/16 - 15:40:24 - Tiago Falbi - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O cenário 2016 para salários do mercado de TI está bem abaixo das expectativas, isso é um reflexo do grande números de profissionais fora do mercado.

Assim as empresas e consultorias pagam pouco, pois alguém aceitará o convite devido a sua siatuação financeira. Poucas empresas estão contratando como CLT, a maior oportunidade é para PJ.
400 - comentário - 24/08/16 - 15:41:28 - Edson Oliveira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Uma frase que resume tudo o que penso referente a área atualmente.
_É tanta qualidade que exigem para dar emprego, que não conheço um patrão com condições de ser empregado_. Ariano Suassuna (1927-2014)
401 - comentário - 24/08/16 - 16:11:08 - Charonn Caroano - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que passamos pela maior e pior crise que já tivemos, o resultado foi desanimador.

Apesar disto a economia brasileira é muito informal, muitos ganham sem declarar, então aparentemente o desastre causado por nossa queridíssima ex-presidente afastada está mudando para um cenário mais animador.

Sim, muitos perdemos o emprego, inclusive eu com mais de 6 anos de empresa, porém o mercado de Analise de Sistemas é muito amplo e a dica do momento é abrir a sua mente para as diversas áreas e clientes, eu mesmo sai do ramo bancário e estou atualmente com clientes de vendas no varejo e detalhe ganhando mais(incrível), porém mesmo assim ainda acho que estou com o salário abaixo do conhecimento exigido para a experiência que tenho em Mainframe.

Não desistam, a oportunidade está ali cabe a você se adaptar ao mercado. =)
402 - comentário - 24/08/16 - 18:28:31 - Abrahão P. Santos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A área de TI está com uma oferta de profissionais muito grande, por esse motivo tomei conhecimento de que certas empresas praticamente realizam _leilão_ de vagas, contratando quem aceita receber menos. Isso principalmente nas terceirizadas, sejam elas grandes ou não.
GOC
403 - comentário - 24/08/16 - 21:01:48 - Wilton José da Silva - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Devido a crise o mercado esta cada vez mais desanimador na área de TI . Perdi meu emprego em dezembro de 2015 devido a crise e muitos dos meus amigos também, a maioria ainda não conseguiu uma nova relocação..Muitas empresas estão exigindo muitos skills dos profissionais e o salário oferecido está muito baixo.
404 - comentário - 24/08/16 - 21:34:11 - Jose A M Lima - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Realmente a área de TI esta sofrendo com a crise atual, vemos muito oba oba do marketing na tv mas a realidade é outra, estou desempregado com 25 anos de atuação na área, fiz várias entrevistas que pareciam resultar em sucesso mas após ser indagado pela idade o entrevistador passava a me tratar como senhor, resolvi alterar o formato do curriculum colocando a idade, conclusão ninguém mas me contactou, completei 57 anos. E o salario, hó.
405 - comentário - 24/08/16 - 21:57:51 - Clovis Radicchi Filho - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acho que todo problema de salario de TI, pode-se definir nesta frase: Matar um Leão por dia está muito difícil. Mas muito mais difícil é espantar as ANTAS em volta do Leão
406 - comentário - 25/08/16 - 07:41:02 - Diogo Carvalho - 187.34.237****

Desistir nunca... Nos últimos anos o mercado de ti tem desvalorizado muito não apenas por causa da crise, mas por causa dos profissionais que vem ganhando conhecimento com a internet e vende como se tivesse estudado. Com isso as empresas vem exigindo certificado de áreas opostos se trabalho com administração de Windows pra quer vou ter certificado Linux, CCNA e por aí vai. Recrutadores que são leigos em TI, empresas de gerenciamento denprofissionais que super faturam entre outros fatores que faz Noa profissionais de ti ser desvalorizado. Com isso surge o apinfo pra divulgar e compartilhar informações relevantes sobre ti, porém muitos rh não conhece este excelente meio de comunicação para os profissionais de ti. Vida longa ao apinfo
Hospitalhd
407 - comentário - 25/08/16 - 08:13:10 - Vinicios - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que muito em função da crise, o mercado de TI, tem diminuído a quantidade de vagas, fazendo com que novos profissionais tenham mais dificuldades em ingressar no mercado e salários cada vez mais baixos. Algumas áreas estão virando um _Novo Telemarketing_ apenas para suprir coisas muito pontuais. Apesar de ter muitas vagas ainda assim não se apresenta oportunidades de trabalho e as empresas estão investindo menos na capacitação de novos profissionais o que também é uma pena, pois dificulta galgar novos patamares de cargos, uma vez que a qualificação estagnada e cursos no mercado muito caros. Mais ainda com toda essa dificuldade vejo que é uma das áreas que mais tem necessidades de profissionais.
408 - comentário - 25/08/16 - 08:18:38 - Denis de Lara - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Migrei da área de infra para área de desenvolvimento e é perceptível a mudança de salários e pressão sofrida.
Ainda fica a quem do que realmente seria justo, visto pois o gasto que temos com estudos, livros, certificações, provas de certificações. Isso sem contar no tempo gasto com tudo isso, que muitas vezes deixamos nossas famílias em casa para atender certas necessidades de mercado.
408 - Réplica - 25/08/16 - 08:22:07 - Eduardo Spaki - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Hoje, nem marketing, nem gerência, nem mesmo médicos funcionam sem a TI. A mesma deve ser valorizada e bem tratada, visto toda a pressão e estresse que recebe. O baixo investimento deve ser revertido.
Isso acontece muito no Brasil, mas se o país quer melhorar, deve ser pela ciência e tecnologia.
410 - comentário - 25/08/16 - 08:29:45 - Carlos Amaral - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A crise tem afetado todos os segmentos do mercado, em uma verdadeira bola de neve : menos vendas, menos clientes, menos postos de trabalho, menos serviços. Tudo isto gera diminuição de pessoal e, principalmente, de custos, em todas as empresas.
Outro reflexo disto, é que os salários também despencam, pois há muita mão de obra para pouca demanda_ acaba conseguindo colocação aquele que se sujeitar a menores salários.
Por sorte trabalho em uma empresa que valoriza e respeita o profissional de todas as formas_ a melhor empresa onde já trabalhei até hoje.
dbassocia
411 - comentário - 25/08/16 - 08:34:01 - João Roberto - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Creio que os resultados da pesquisa são frutos, além da crise política e econômica, a não regulamentação da atividade e a exigência de capacitação em áreas fora do foco de atuação, além de recrutadores não especializados na área de TI.
412 - comentário - 25/08/16 - 08:39:16 - Armando - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Gostei bastante da pesquisa, para mim fica claro que o caminho é o aprimoramento do inglês e buscar novas linguagens e certificações.

A tecnologia e o mercado avançam em ondas.

O cara que esta bem hoje, por exemplo, com PHP e Mysql, pode não ter mais mercado em três ou cinco anos.

O profissional de TI tem que ser igual a surfista, estar atento as ondas e escolher aquelas em que deseja surfar.
413 - comentário - 25/08/16 - 08:47:02 - Yury Veiga Pires - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

As empresas precisam motivar mais os funcionários. Só querem saber de cortar e cortar.
414 - comentário - 25/08/16 - 08:57:14 - Armando Penna Ríspoli Filho - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Algumas informações/ constatações bastante preocupantes, não só aquelas referentes à situação atual do nosso mercado (baixos salários, pessimismo em relação à economia), como também as que dizem respeito ao futuro do profissional de TI (média alta de idade, pouca atratividade para os mais novos), pois, por mais que haja um possível aumento da remuneração, o impacto para o país de não termos mão-de-obra interna na área pode ser muito grande. Aqui, vale uma sugestão: saber como ficou a entrada/ saída de profissionais do país com a recessão.
GOC
415 - comentário - 25/08/16 - 09:18:02 - Dagmar Nakamura - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O que temos feito para melhorar nossa empregabilidade?
Não acredito em crise, o problema não esta no pais ou nas empresas, a questão sempre está em nós. Não adianta ficar reclamando, sempre há profissionais arrojados e sem medo do futuro que trocam de empresas para ganhar mais ou empreendem seus sonhos. É muito fácil ficar em uma empresa que não possui os nossos valores, reclamando que não somos valorizados e mantendo medo das mudanças. Estudemos mais e valorizemos nossa imagem! o resto é consequência.
415 - Réplica - 25/08/16 - 09:48:18 - Érika - 188.106.12****

Concordo totalmente.

Você é quem deve dirigir sua própria vida.

Algumas pessoas acham mais fácil colocar a culpa no Brasil, na crise, nas empresas, no governo, no sindicato, nas faculdades, no pessoal de RH, nos demais profissionais de TI e etc.

A pergunta sincera que devemos fazer é :

O que temos feito para melhorar nossa empregabilidade ?

Neste ponto a pesquisa traz informações importantes, para quem deseja fazer um bom planejamento de carreira, lembrando que planejamento de carreira quem faz é você e não as empresas, ou o acaso.
416 - comentário - 25/08/16 - 09:27:21 - Julio Cesar - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que ainda há uma grande oferta para profisisonais do segmento. No entanto, pelo que tenho visto, os requisitos aumentaram e os salários ainda parecem aquém para alguns casos.

Independente da faixa etária e experiência, os requisitos estão sempre muito discrepantes com os salários oferecidos.
417 - comentário - 25/08/16 - 09:58:41 - Allan - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O Mercado de TI está uma vergonha e não é de hoje, há tempos se cobra formação superior, certificação, fluência em inglês, para se pagar mil reais.
Querem profissionais cada vez mais preparados pagando cada vez menos. Os empregadores tem de entender que ou é alguem que aceita ganhar pouco, ou alguém bom.
Por conta disto que está tendo uma grande debandada dos profissionais mais antigos e gabaritados da área, só no meu circulo de convivência ja somos em 5 (Todos com formação superior em mais de 10 anos de experiência) que abandonamos a TI por outra área.
Senhores empregadores, querem um bom profissional, paguem bem a ele, ou não reclamem de contratar analfabetos funcionais.
apipesq
417 - Réplica - 25/08/16 - 10:31:17 - escilenio jose da silva - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Concordo Plenamente com você Allan, e da forma como estamos indo a saida de pessoal gabaritado da área de TI será cada vez maior!!!!!, que em sã consciência vai fazer cursos técnicos, depois superior ou uma pós e pior investir uma fortuna em certificações do próprio bolso para ganhar parcos mil reais, segurar buchas e uma pressão estúpida por eficiência e produtividade dentro de uma equipe onde todos procuram novos empregos por melhor salário todos os dias da operação?. só sendo louco mesmo.
418 - comentário - 25/08/16 - 10:12:59 - Gustavo Santos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado de TI vem piorando com o passar dos anos. A exigência de conhecimento na maioria das vezes não é compatível com o salário oferecido e muito menos com o tipo de atividade exercida. Também é quase inexistente a preocupação com o empregado pelas empresas, não há um plano de carreira incentivador, um aumento de salário é sempre um valor ínfimo.
419 - comentário - 25/08/16 - 10:31:07 - Sandro Xavier - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Bom..

Sabemos que muitas vezes o bom profissional não está apenas _escondido atrás de certificação_ mas sim em sua experiência no dia a dia.
Mesmo com essa experiência, infelizmente o mercado vem oferecer vagas de emprego para que tem faculdade, certificações e cursos, um salário muito inferior e sem contar com a exigências para atender os requisitos da vaga.
Se a pessoa não for certificada a chance dela concorrer a uma vaga é minima, mesmo assim, pode ter grande chance de ser contratado devido a sua experiencia que a pessoa certificada não tem!
Um termo muito chulo que utilizávamos na faculdade, é que existem muitos(as) prostitutos(as) no mundo de TI, aceitando baixos salários.
Eu acho uma vergonha nas exigências que são impostas, pois em sua contratação muitas vezes não são utilizadas nem 1% que exigiram. Portanto, os empresários devem valorizar mais as pessoas no mercado.
419 - Réplica - 25/08/16 - 10:55:33 - Julio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sandro, concordo plenamente com o que você colocou. Trabalhei mais de 40 anos na área, desde quando os Mainframes IBM eram tudo o que havia quando se falava em computadores, vi o crescimento de outras plataformas, como Windows, o desaparecimento de outras, como Novell. Tive bons salários, e agora estou desempregado, mesmo com toda a experiência acumulada. As empresas conseguiram tirar todo o atrativo que havia em se trabalhar nessa área, forçando os salários para baixo e exigindo cada vez mais diplomas e certificações (que muitas vezes não são necessários nem utilizados), sem valorizar a experiência, mas isso só aconteceu porque como você disse, existem muitos que se "prostituem" aceitando salários miseráveis. Não é a toa que os jovens não se sentem mais atraídos.
Pecados
420 - comentário - 25/08/16 - 10:53:59 - Anderson Ramalho - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que com a alta margem de desemprego os salários te TI, assim como as oportunidades, caíram muito.
421 - comentário - 25/08/16 - 11:36:17 - Vanio Almeida - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acho que os salários dos profissionais de TI estão muito a abaixo da média de outros países, somos muito poucos valorizados.
Nessa crise observei que os salários estão cada vez mais baixos.
422 - comentário - 25/08/16 - 11:39:31 - Carlos Alexandre Rui Dias - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Hoje o mercado da Ti esta mais competitivo, exigindo cada vez mais, principalmente em questões de conhecimentos, aperfeiçoamento dos profissionais da área. Existem algumas empresas no mercado que não investem em seus analistas ou mesmo profissionais. Outras empresas possuem_ plano de carreira e salários compatíveis com a área. Incentivando até mesmo o aperfeiçoamento.

Outras empresas exigem qualificações e o salário totalmente desatualizado ou mesmo defasado.

att


Carlos Dias
423 - comentário - 25/08/16 - 11:40:39 - Tiago dos Santos Gomes - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A região da baixada santista (Litoral de SP) tem uma imensa demanda de serviços de T.I. porém, pagando muito menos do que a região da Capital.

O que aqui um Analista de Suporte Técnico recebe em média R$ 1.400 com benefícios mínimos, em SP é oferecido o dobro e com muito mais benefício.

Se você é de T.I. tem que ir pra SP, em Santos/SP é mão de obra especializada por um preço baixo.
Pecados
425 - comentário - 25/08/16 - 11:55:19 - Eduardo Reis - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Bom dia,
De acordo com o atual momento da situação econômica do nosso país, o mercado está cada vez mais cruel devido a procura maior que a demanda, o que torna os valores bem menos rentáveis, portanto com essa questão política se definindo, acredito e tenho fé que os projetos saíram do papel e as empresas retornarão os seus investimentos para área de TI procurando automatizar cada vez mais as informações e assim conseguir uma rentabilidade maior.
426 - comentário - 25/08/16 - 11:57:35 - David Fernandes - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Olá!

Entendo que o mercado de TI sofreu sim com a crise. Não tanto quanto outras áreas, mas foi afetado.
Com isso, para garantir uma vaga a saída tem sido uma certificação. Mas hoje cursos para certificação tem se tornado um mercado a parte, tal qual existe para Concursos Públicos.
Com isso vejo o mercado de TI igual ao serviço público. Muitos títulos, teorias e nada de soluções.
Assim como as faculdades, onde não se formam mais pensadores, mas só repetidores de ideias.
A TI existe para inovação!
Vejo gente, graduada, que fala que é programador mas não entende lógica!
Eis o motivo dos baixos salários e porque há pessoas que aceitam.
Mas, o quê os profissionais tem a oferecer? São realmente solucionadores de problemas ou apenas mais uma analista? Tem capacidade, de verdade, para uma boa remuneração?

Enquanto isso ainda for uma inequação, o mercado continuará em decadência.
426 - Réplica - 25/08/16 - 12:00:03 - David Fernandes - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Obrigado pela oportunidade de poder expressar minha opinião.
427 - comentário - 25/08/16 - 14:32:29 - Luís - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado está muito ruim para os profissionais de TI, tanto pelas exigências para ser contratado como para o retorno financeiro/salário. Exigem domínio sobre linguagens e anos de experiência sendo que há muitos profissionais que buscam iniciar e simplesmente não conseguem. Estou fora do mercado e sinceramente tenho cogitado em mudar de área ... simplesmente porque não consigo começar.
API
429 - comentário - 25/08/16 - 15:03:12 - Felipe - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Há migração entre áreas no mercado de TI mas acredito que o movimento é cíclico. Além do mais, existe todo o retrocesso econômico do país, dificultando. O mercado de TI nacional é imapctado, mas como temos muitas multinacionais estrangeiras, elas estão menos afetadas. O que acontece é que a oferta de profissionais aumentou. Obviamente isto dificulta para quem não está no mercado ou tem pouca experiência. Os valores em TI são reflexo disto, mas ainda é possível conseguir bons valores dependendo da sua capacidade de negociação.
430 - comentário - 25/08/16 - 15:58:14 - Marcelo dos Santos Junior - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acho que a regulamentação com o estabelecimento de pisos mudem o cenário ruim que a área de TI enfrenta.
431 - comentário - 25/08/16 - 17:47:27 - bom - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado de TI continua a todo vapor, mas uma possível regulamentação nas áreas deve desestimular novos profissionais.
432 - comentário - 25/08/16 - 18:11:20 - Rodinei de Jesus - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A área de TI vem crescendo mais e mais a cada dia, com isto, vem a valorização de nosso trabalho e mais oportunidades de trabalho para todos.
GOC
434 - comentário - 25/08/16 - 20:40:33 - Leonaldo Vieira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Apesar da crise, ainda considero o mercado de TI como bom, uma vez que as oportunidades continuam aparecendo. Claro que não é o auge do mercado, pois a economia passa por um momento delicado, mas mesmo assim não tenho visto colegas desempregados, pelo contrário todos estão trabalhando. Quanto ao salário, tenho notado muita resistência das empresas em conceder aumentos, por isso, a rotatividade tem aumentado, pelo menos onde trabalho, pois muitos profissionais tem visto essa como a unica saída para conseguir um aumentar sua renda.
435 - comentário - 25/08/16 - 20:45:40 - Gustavo Pilotto Diehl - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Fica muito claro o reflexo da crise brasileira na área de TI. Mesmo sofrendo menos que outras áreas, o downsizing das equipes é constante, as renegociações de valores com PJ´s também e o efeito cascata continua.
Mesmo para bons profissionais nas empresas dos mais diversos tamanhos, a instabilidade vem rondando como nunca. Só temos que torcer que a economia entre nos eixos e retome o moroso crescimento brasileiro, que é melhor do que nada.
Acredito, como muitos falam, que com a redução do interesse dos mais jovens pela área de TI a relação oferta e demanda se equalize.
E acredito ainda mais que bons profissionais dificilmente ficam sem uma colocação, mesmo que o tempo tenha aumentado um pouco. Só dificulta o fato de termos que lidar com uma certa canibalização salarial versus uma enorme exigência de conhecimento que algumas empresas vem praticando.
437 - comentário - 25/08/16 - 21:40:06 - Anildo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Muito válido para verificar o mercado e se posicionar dentro dele.
Parabéns !
438 - comentário - 26/08/16 - 08:10:07 - Francisco - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Não existe um termo que defina corretamente Tecnologia da Informação, quando você está procurando novas oportunidades na área. Isso graças as empresas de RH e Head Hunters. Vejo que muitas empresas prestadoras de serviços contratam pessoas de outras áreas, ou sem experiências nenhuma em T.I, para prestar serviços terceirizados em grandes corporações, e com isso o salário de um profissional de T.I qualificado ou que tenha feito uma faculdade na área de T.I seja desvalorizado.
Por muitas vezes me deparo com as exigências de uma determinada vaga que não condiz com a função a ser exercida. Nunca lhes dão um retorno sobre o resultado da entrevista. Por vezes empresas tem preconceitos de idade, sexo, raças, e de regiões do país do candidato. Não sei se isso parte por conta das empresas de RH, ou das empresas que contratam os serviços dessas empresas de recrutamentos e RH.
Hospitalhd
439 - comentário - 26/08/16 - 09:53:02 - Lelis - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Pessoal, funciona assim.
O crescimento econômico do país sempre oscilou. Nós de TI, quando o crescimento está baixo, ficamos deslocados. E aí é preciso se adaptar para não quebrar. Nem os próprios aposentados conseguem um valor real compatível com a inflação: imagine nós! Ainda somos um país de substituição de importação. Precisamos de tecnologia para crescer, mas sem crescimento ninguém contrata tecnologia. Sou desenvolvedor/arquiteto e trabalho com web e mobile. Posso dizer que já perdi muitos processos e até emprego por questão de salário. O fluxo é simples: crise política_ fuga de investidores externos_ redução de custo nas empresas domésticas_ corte de pessoal_ aumento da oferta de desempregados_ diminuição de valores ou aceitação de valores sem reajuste. Estou nesse ciclo há 10 anos. Posso dizer que em muitos casos omito minhas qualificações para poder conseguir uma vaga.
440 - comentário - 26/08/16 - 10:03:56 - Anna Cristina Ramos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Infelizmente mulheres não conseguem muito dentro da área de TI. Estou na área há 30 anos desenvolvendo mas como não sou da área, sou bióloga, não consigo o salário correspondente ao meu conhecimento. Na hora de tirar dúvidas nos procuram ma no salário ainda é bem menor de que muitos homens mais novos e com bem menos experiência e conhecimento. Um canudo é importante para muitas empresas independente de ser real ou não.
441 - comentário - 26/08/16 - 10:04:43 - Carlos Soares Dias - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Bom, em primeiro lugar, continue estudando e pesquisando pois o mercado irá melhorar uma hora_ Se envolva num projeto pessoal, usando umas tecnologias atrativas.

Agora sobre o mercado atual, para mim está péssimo. Meu salário é o pior da minha vida profissional, no momento, com toda a evolução que tive durante todos esses anos, ganho menos do que há 8 anos.

Mas podia ser pior, eu podia estar desempregado e com meu cartão de crédito explodindo ai todo mês.
442 - comentário - 26/08/16 - 10:07:29 - Adauto Antonio Polizeli - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado está muito ruim para os profissionais de TI, tanto pelas exigências para ser contratado como para o retorno financeiro/salário tem empresas que esta aproveitando a crise e jogando os salários bem baixos e exigindo cada vez mais dos candidatos. Exigem domínio sobre linguagens e anos de experiência sendo que há muitos profissionais que buscam iniciar e simplesmente não conseguem estou tentando entrar na área de SAP ja tem alguns anos e ate hoje somente entrevistas e nenhuma oportunidade concreta para atuar, fiz academia e treinamentos mas ate hoje nada de oportunidade. Estou atuando no mercado de TI mas em outras áreas que não gostaria de estar atuando e cada dia parece que fica mais distante o caminho para a tao sonhada área que pretendo seguir.
dbassocia
443 - comentário - 26/08/16 - 10:08:10 - Davi Elias Santos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Bom pessoal,

A questão de salario hoje para profissionais de T.I na minha opinião é por motivo de desvalorização , hoje os profissionais de T.I não são vistos mais como antigamente, qualquer pessoa hoje que conheça um pouco de informatica ja acha que pode ser de T.I e as empresas muitas vezes para ter um custo baixo acaba contratando esses profissionais e com isso marginaliza os salarios, ja participei de processos onde a vaga exigia uma porção de experiencia com salario bem abaixo do que o cargo exigia e pelo crise o profissional acaba aceitando.
444 - comentário - 26/08/16 - 10:09:23 - Alexandre Soares de Oliveira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Percebi que a pesquisa refletiu de forma clara a realidade quando aborda o aumento da oferta de profissionais ( sendo eles formados ou não na área ) e com isto a clara redução nos salários, poque apesar da empresas necessitarem cada dia mais da tecnologia, elas também precisam reduzir seus custos operacionais para se manterem competitivas. Então cabe a todos bom profissional saber vender seu trabalho e torna-lo mais atraente para desta forma se manter no mercado com bom retorno financeiro.
445 - comentário - 26/08/16 - 10:18:08 - Bruno Ventura - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Bom dia,

Mesmo em um momento de crise no país , o mercado de T.I ainda oferece um número de oportunidades considerável . Porém uma parcela dos profissionais de T.I ainda não tem sido valorizada , tanto em questões de remuneração , quanto em quanlidade de vida dentro da vida profissional . Hoje as empresas exigem do profissional o dominio de uma quantidade astronômica de tencologias pagando um salário desproporcinal , as jornadas de trabalho em muitros casos são maiores do que o permite por lei.
446 - comentário - 26/08/16 - 10:21:57 - Zebedeu - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Mesmo com a crise o mercado de TI no geral ainda está bom.
O momento é mais favorável aos profissionais qualificados.
É importante ficar de olho nas novas tendências da tecnologia e quebras de paradigmas.
Atuo com ERP e Mobile e não posso reclamar.
GOC
447 - comentário - 26/08/16 - 10:25:15 - Saulo Mercadante - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Bom dia.
Se manter no cargo, ativo e atualizado cada vez mais difícil.
O que vejo em vários anúncios, me da a impressão uma porcentagem das empresas contratantes, usam a bandeira da crise para cada vez oferecem um salário menor para as vagas que oferecem além de pedir um conhecimento senhor para um salário de Junior.
Com a crise, com cada vez mais pessoas desempregadas, quando empregado, fica cada vez mais difícil ter uma acréscimo em salário ou mesmo concorrer a vagas com salários maiores que o ja ganha.
448 - comentário - 26/08/16 - 10:44:12 - Antonio Candido - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Conforme já foi falado em outros comentários o mercado de TI continua aquecido para os profissionais bem qualificados, entretanto tenho notado uma diminuição no pacote de benefícios oferecido pelas empresas, acredito estar altamente relacionado à crise um exemplo disso é a dificuldade de encontrar empresas que reembolsem a certificação (exame) é obvio que em momento de crise fica mais difícil para profissionais Jr investirem em certificação mas é o preço que se paga para poder chegar a novos patamares é necessário realizar um esforço e investir em certificações (ainda que de base como CCENT,ITIL,MTA, entre outras) quando não for possível ao menos deve-se considerar realizar cursos que tem aos montes de forma gratuita e com certificado de participação e se possível cursos de ERPs /Cloud e Virtualização para os profissionais de infra. um forte abraço à todos, espero ter ajudado.
449 - comentário - 26/08/16 - 11:44:38 - Edilson - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O momento é de renovação em todos os sentidos. Salários oferecidos por uma parte das empresas são menores e o nível exigência aumentou. É necessário ser manter atualizado em relações as novas tecnologias e as mudanças de paradigmas e principalmente ser capaz de vender o trabalho de cada profissional, pois muitas vezes o profissional é bom, mas, não consegue demonstrar isto em uma entrevista.
450 - comentário - 26/08/16 - 11:54:41 - Laurence Milani - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que as de forma geral os salarios estão mais baixos em relação a qualificação. Eu recentemente mudei de empresa, minha preferencia seria o regime CLT, mas os valores CLT estão incompativeis com minha qualificação, como ja foi dito anteriormente. Sinto que o mercado esta aquecido para profissionais altamente qualificados, até falando de mim, continuo buscando as boas oportunidades CLT, algo que noto em alguns colegas, muitas vezes não fazem a conta correta para equilibrar o valor de oportunidades PJ e CLT, a quantidade de beneficios precisam ser incorporados sempre de forma anual, principalmente as férias (30 dias em casa recebendo SEM trabalhar)!
apipesq
451 - comentário - 26/08/16 - 11:56:42 - Leandro Reis - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Percebo uma tendência a sucatear cada vez mais o mercado de TI em 2016.
Muitas vagas mascaradas como dev, onde na verdade o profissional acaba trabalhando como suporte técnico. O salário, que deveria aumentar, acaba ficando no patamar de suporte.
452 - comentário - 26/08/16 - 12:37:48 - Alisson Rafael R. Santos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado de TI atualmente me parece estar indo na mesma direção da economia em geral. Por mais que o mercado continue aquecido, tenho visto um tendência clara de diminuição salarial e aumento das exigências e qualificações técnicas do profissional. Há uns 10 anos atrás, quando comecei a trabalhar profissionalmente a área de TI era almejada por dois fatores em geral: a paixão pela informática(que é o meu caso) e os altos salários pagos. Hoje já não vejo mais assim. Muitos adentram na área de tecnologia e não acabam decolando devido a muitos fatores, sendo que um deles é a ilusão de se achar que vai ganhar muito de forma fácil e tranquila. A tendência que enxergo neste momento é o mercado de TI ficar cada vez mais acirrado e com salário mais baixo. Salário altos e bons benefícios somente para os muito experientes ou aqueles que fazem parte de um seleto grupo que possui alta formação.
453 - comentário - 26/08/16 - 13:12:26 - Raul Gonçalves Branco Junior - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Hoje o mercado esta começando a aquecer, porem no começo do ano passado (2015) até atual, os salários de T.I estão passando por leilão. As empresas pedem pretensão salarial deixando muitos profissionais desconfortável para dar um valor de mercado. Pois com a falta de vagas e a demanda acerbada dos profissionais de T.I, as empresa oferecem muio a menos do mercado, e descartando os profissionais de qualidade pelo controle de preços.
454 - comentário - 26/08/16 - 13:32:06 - Fabio Martins - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Por causa da Crise que o Brasil está passando, temos uma demanda muito grande de profissionais desempregados, e com isso, as vagas estão ficando escassas e com a grande oferta de mão de obra, os salários estão caindo.
Se o Brasil não resolver sua questão politica, tributária e fiscal, vamos ainda sim ter mais problemas, pois hoje pagasse impostos muito altos sobre os salários e produtos.
Veja meu caso, fui dispensado em Outubro de 2015, fiquei desempregado até Junho de 2016, aceitei uma vaga de Analista de Suporte com salario 1/3 do que eu ganhava, para não ficar desempregado. Melhor pouco na mão, que nada.
dbassocia
455 - comentário - 26/08/16 - 13:49:02 - Rafael Baptista de Campos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Devido a crise Brasileira, a demanda de vagas e novos projetos estão reduzidas.
Com a taxa de desemprego aumentando e poucas vagas, os salários oferecidos estão a cada dia mais baixos.
O momento atual sugere mantermos nossa posição atual do buscarmos outras oportunidades.
456 - comentário - 26/08/16 - 13:57:29 - Bruno - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Olá!

Como todos sabem, os grandes salários são destinados aos melhores preparados. Porém, percebo que iniciantes tem grandes dificuldades de ingressar suas carreiras. Cada vez mais estão solicitando altos conhecimentos até para estagiários e trainees. Sei que as empresas procuram profissionais altamente qualificados. Mas aqueles que não tem oportunidades se frustram e até desistem. Esse é meu quadro atual. Terminei a faculdade e não estou bem colocado no mercado. Estou sem emprego atualmente. Falta um pouco de oportunidade por parte das empresas. Ninguém dedica cinco anos e meio de estudos se não gostar do que está estudando ou pretendendo trabalhar. Espero retornar ao mercado e continuar minha caminhada o quando antes. Pensem bem antes de saírem de seus empregos. Algumas empresas estão pagando bem menos devido o quadro atual. Valorizem sempre seus conhecimentos e esforços pessoais!!!
457 - comentário - 26/08/16 - 14:46:26 - MICHAEL VAMBASTER MARTINS - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Ainda estou a procura de uma vaga para estágio. A exigência do Inglês e QI está acima de tudo, entretanto nunca desistir. Os retornos também são raros e sempre que tive acabei realizando entrevistas mas não passei. O Apinfo foi o site em que mais tive retorno e mais confiável que achei para buscar vagas. Vejo que tem muita vagas para quem já possui experiência e grande conhecimento técnico. Quanto ao salários, por conta da crise muitas empresas estão solicitando a pretensão salarial na qual o candidato tem o risco de ser leiloado e a empresa acaba optando em um ótimo funcionário com salário reduzido, sem reconhecer seu valor real e toda sua trajetória para ter todo o conhecimento e experiência. Entretanto, muitos estão aceitando para tentar se manter. Acredito que com a melhora da economia as empresas voltem a reconhecer o valor real de cada funcionário de TI.
458 - comentário - 26/08/16 - 14:58:45 - Rafael - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Infelizmente sobre salário o mercado está péssimo, hoje ganho metade do ganhava, mas com a crise que o Brasil passa é melhor pingar do que secar. Mas não culpo apenas a crise tem muita coisa por traz do baixo salário, que não vou comentar aqui.
O Mercado de TI a minha areá de Routers _não caiu_, _AFUNDOU_, não contrata e quando contrata é para ganhar pouco, e tem que saber mais.
Coisas que não entendo?:
- Cada vez mais as empresas pedem mais conhecimentos, mais certificações etc...
- E como isso é possível se os salários estão pela metade!?_

Fica ai um pouco do q eu penso.... Vlw Apinfo pelo convite....
Hospitalhd
459 - comentário - 26/08/16 - 15:16:58 - Rogério - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado de trabalho está em crise, como em qualquer outro deste país. Não basta simplesmente fazer certificações e cursos (apesar de sua importância). Na crise, os profissionais qualificados e _prontos_ tem vantagens sobre aqueles que iniciam sua jornada. Geralmente, empresas procuram funcionários _generalistas_ deixando apenas em último caso os _especialistas_. Este tipo de situação se configura no seguinte quadro: (Alta Certificação + Experiência + Salários baixos). Mesmo quem começa a estudar agora, terá dificuldades, porque este tipo de movimentação é muito dinâmico. Outra coisa que causa calafrios em muitos e em momentos como esse se tornam cruciais é a _regulamentação_ da profissão de Analista, Tecnólogo e Técnico, através do CREI e CONFEI. (Aliás, em que pé isso anda no Congresso?). Isso serviria para estabelecer teto mínimo e evitaria a _prostituição_ da profissão.
460 - comentário - 26/08/16 - 15:43:25 - Luciano - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Por causa da crise realmente quem trabalha em TI precisa se _virar nos 30_ para sobreviver. Falta reconhecimento, um salário melhor e mais oportunidades. Exigem demais e pagam de menos. Torço para que as coisas melhorem para nós.
461 - comentário - 26/08/16 - 16:18:56 - sergio luiz palma cunha - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A valorização da Profissão e dos profissionais em Ti vive um momento de stress, vemos a completa desvalorização das competências e do seu investimento em especializações e em reciclagens. Tenho isso como exemplo, fiz uma longa carreira e me especializei bastante. Foram Três faculdades, pós e Mba e mesmo assim, quando preciso competir com alguém que saiu de uma Faculdade, sem experiência e ´´manhas´´ requeridas por nós, perco a concorrência devido aos 1.000r que querem pagar a esse ser em formação.
462 - comentário - 26/08/16 - 16:44:29 - Alan Deivison Meira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Estou na área a 8 Anos , uma área extremamente competitiva , difícil crescimento , porem e possível colher frutos incríveis , uma vez que entra na área você consegue com esforço e dedicação mover montanhas . O problema e entrar na área . As exigências são enormes e o salario baixo , O Brasil como um todo não valoriza os profissionais . o mercado e aquecido pois hoje todos as empresas tem um departamento de Tecnologia , o principal obstaculo que enfrentamos é mostrar que: o investimento na área pode-se trazer frutos incríveis . Acredito que tecnologia da informação tem um grande futuro pela frente .
GOC
464 - comentário - 26/08/16 - 23:20:59 - Guilherme Carvalho - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Estou iniciando minha carreira na área de Ti, sou formado em Sistemas de Informação, e vejo que vivemos em tempos difíceis, ao falarmos sobre os salários e a expectativa do mercado, tenho cada dia mais certeza da competitividade na qual nos encontramos, pude perceber que as oportunidades ofertadas exigem cada vez mais do nível de conhecimento do profissional em áreas especificas e gerais, onde os salários não variam muito com relação a profissionais com mais experiência, ou seja ter uma posição hoje em dia independente de seu nível é algo que deve ser cultivado e valorizado ao máximo pelo contratado.
Tenho esperança de uma melhora e aquecimento do mercado, estou vivenciando também o desemprego que afetou milhares pessoas, mas devemos tentar enxergar como reestruturação futura para o mercado, novas oportunidades, e o aumento não só de nosso de conhecimento interpessoal e técnico.
465 - comentário - 27/08/16 - 00:18:17 - Janaina Silva - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Atuo na área de TI a quase 20 anos no total. Vi diversas mudanças ocorrerem, principalmente no grande aumento de certificações em diversos segmentos. Porém, não vejo relacionamento entre quantidade de certificações, ou títulos acadêmicos com a valorização salarial. Vejo que cada vez mais estamos nos qualificando, o que realmente devemos fazer para não ficarmos obsoletos, mas o nosso investimento não é refletido nos salários, ou se for, é irrelevante. Ponto este mais grave ainda no momento de crise que estamos passando, onde profissionais extremamente qualificados que realmente investiram em suas carreiras, aceitam propostas de trabalho com valores muito inferiores aos seus títulos e experiência. Tem que gostar da profissão, se sentir realizado com ela e sempre investir em conhecimento, mas não associe todo este esforço e investimento com retorno financeiro.
466 - comentário - 27/08/16 - 05:41:12 - Ricardo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

As empresas exigem mais certificação, mais experiência e mais qualificação em novas contratações com os salários cada vez mais baixos. Ouvimos falar da crise econômica e seus efeitos no mercado de trabalho. Mas não fica explícito o que as empresas estão fazendo para se aproveitar da crise e gerar novos negócios. Os profissionais de TI estão em constante atualização, acompanhando o mercado, verificando tendências e se preparando para atendê-las. As empresas possuem ferramentas para isso, podemos citar SWOT, As Cinco Forças de Porter, 5W2H, Business Model Canvas, entre outras. Por qual motivo as empresas estão perdendo oportunidades ao invés de simplesmente culpar a crise? Por qual motivo faz exigências pagando baixos salários? Creio que as empresas já analisaram o cenário, e decidiram que vale a pena manter o negócio funcionando com uma mão de obra mais barata até a situação melhorar.
467 - comentário - 27/08/16 - 10:51:03 - Jonas Valereo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Bom dia a todos trabalho a 14 anos na área de informática, mas estou com dificuldade de ingressar na área profissionalmente, não tenho graduação ainda mas sou formado em técnico em informática, o que deve fazer, ainda não posso da muitas opiniões para ajudar outros profissionais da área, mas garanto o site APinfo é uma excelente Plataforma de mercado de trabalho na área de Tecnologia e Ciência e Inovação. Obrigado a todos
Hospitalhd
468 - comentário - 27/08/16 - 12:50:33 - Alexei Dimitri Diniz Campos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Olá a todos!
Eu trabalho no Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, na parte de Suporte (Técnico). Infelizmente, não tinha experiência para tentar vaga de Analista Programador (Superior).
Ao contrário do que pensava, a Diretoria de TI do TCE trabalha bastante. Atendemos a mais de 3000 órgãos jurisdicionados (fiscalizados pelo TCE) e a mesma quantidade de pessoas no âmbito interno, incluindo Unidades Regionais do Interior.
Ganho bem, mas trabalho proporcionalmente. Só sinto falta de uma coisa: treinamento. A primeira vez que ouço sobre um sistema é quase sempre da boca de quem está com problema com ele.
Procurei por muito tempo (2010 a 2015) oportunidades no setor privado, mas percebi que é muito mais fácil para quem já trabalha na área, mesmo sem formação, conquistar boas vagas. Muito QI.
Tem muita gente despreparada se formando nas faculdades, diminuindo o salário médio.
469 - comentário - 27/08/16 - 14:56:31 - Silas Paixão - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Trabalho com Ti desde 1997, nessa profissão conquistei muitos objetivos na minha vida, o que posso dizer, sobre perspectiva para quem vai ingressar ou é da área, sempre faça atualização dos seus conhecimento, nunca mais nunca mesmo, fique acomodado com seu conhecimento e trabalho atual, escolhemos atuar numa área competitiva onde as oportunidades são para poucos, quem não tem experiência, tem que ralar muito para conseguir sobreviver, os salários são baixos, falo baixo, não por questão de reclamar, ex: o coitado do zelador onde moro, que não saber escrever corretamente seu nome, ganha mais que muitos profissionais de ti pleno que estudou anos e anos, não que o coitado do zelador deva ganhar menos, quero dizer que nossa profissão não é valorizada por determinadas empresas, na verdade esse é um problemas de várias profissões no Brasil, a valorização depende de cada empresa.
471 - comentário - 28/08/16 - 11:59:28 - Elton Campos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado atualmente está sofrendo muito devido à crise atual do Brasil.
À área de TI está saturada, muitos profissionais em nível Junior, e Pleno e poucos em nIvel Senior.
Isso está causando um downgrade salarial em todos os níveis.
Profissionais de nível Senior CLT estão sendo demitidos aos montes, e as empresas têm preferido contratar os recém-formados para cobrir o buraco, o que infelizmente acaba por diminuir a qualidade do serviço entregue ao cliente!

Vai melhorar, mas os próximos 2 anos será de, no mínimo, retração salarial!
Sorte a todos, pois nos dias de hoje, a competência, nível de conhecimento e profissionalismo não são mais garantia de se manter um bom emprego!
472 - comentário - 28/08/16 - 23:23:26 - Luiz Augusto - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Existem muitos currículos na área de TI, mas poucos são profissionais realmente qualificados e que gostam da profissão.

Devido a altos salários e uma falsa imagem de profissão fácil (pessoas que ganham teclando em redes sociais o dia todo) temos muitas pessoas ingressando nessa área. Mas depois que entram e vêem o que realmente é, vão se _sustentando_ na área por achar difícil mudar de profissão e começar tudo novamente.

E por não gostarem do que fazem se preparam pra melhorar seus currículos e os discursos de entrevista, mas não se capacitam na profissão.

Ao meu ver, esse é o motivo de tamanha rotatividade nessa área. Apinfo é um exemplo de dezenas de novas vagas diariamente.
dbassocia
473 - comentário - 28/08/16 - 23:30:46 - Eduardo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Mesmo em períodos de crise, o mercado de TI vem sendo referência para recuperação da economia nacional, visto que muitos empresários acabam se calçando na tecnologia para melhorar rendimentos e enxugar custos.

No geral, vemos cada vez mais profissionais de nível Júnior e Pleno surgindo no mercado e os com maior senioridade vem ficando cada vez mais raros, profissionais que realmente valem a pena pois resolvem os problemas na medida certa que a empresa deseja, com isso acabam sendo valorizados, pois a oferta é menor que a procura.
474 - comentário - 29/08/16 - 09:17:56 - Sérgio Queiroz - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado atualmente está sofrendo muito devido à crise atual do Brasil.
Muitos profissionais em nível Junior, sendo contratados para substituir os profissionais mais seniors.
Isso está causando uma queda drástica nos salarios em todos os níveis.
As empresas estão focando mais em diminuir o valor de folha e se esquecem que o nível de satisfação do cliente está baseada no nível de entregas e a senioridade e comprometimento. O que levará um tempo muito maior dos profissionais recém formados.
Eu acredito que esse senário irá melhorar quando o Brasil voltar a crescer.
Precisamos continuar nos qualificando, pois assim ainda podemos fazer a diferença.
Boa Sorte a todos!
475 - comentário - 29/08/16 - 11:39:53 - Vanessa - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A situação econômica do Brasil passa por um momento muito difícil e delicado. Tirar alguma conclusão nesse momento é _chover no molhado_. Necessitamos de muita resiliência tanto do Empregador como do Empregado. Juntos vamos vencer essa situação complicada.
476 - comentário - 29/08/16 - 11:51:36 - Rogério Freire de Melo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Além do salário estar reduzido, as vagas na área de TI estão muito mais exigentes perante as certificações, fiquem atentos as oportunidades pois tem empresas contratando profissionais na área de TI, e após o término da resolução dos problemas sanado, estão demitindo os mesmos está tenso...
GOC
477 - comentário - 29/08/16 - 11:52:55 - Tiago - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que há no Brasil uma banalização do profissional de TI. É impressionantes as vagas de oportunidade de trabalho que recebe em meu e-mail onde as empresas solicitam que os profissionais conheçam de Hardware, Software, Redes, Infra-estrutura, Programação, Monitoramento, etc, etc. Ou seja,. misturam área distintas dentro da TI e solicitam que o profissional saiba de tudo porém, com um sala´rio cada vez menor! A crise é claro que ajuda nessa questão, mais tantos os profissionais da área também não estão se valorizando.
477 - Réplica - 30/08/16 - 16:54:30 - Lucas Ferreira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Somos contratados por pessoas de humanas que não sabem a diferença entre um cabo UTP e um cabo coaxial, e que se deixam levar por impressões em vez de currículo e qualificação. Precisamos de regulamentação, substituir a máfia sindicalista que por força da lei nos tira contribuição por órgão liberal eleito que defenda os interesses da categoria.
478 - comentário - 29/08/16 - 11:54:43 - Daniel Cirillo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que um dos maiores desafios de quem trabalha com T.I seja conciliar qualidade de vida com boa remuneração. Acredito que o trabalho remoto, no estilo Home Office, seja um fator de extremo potencial para que finalmente consigamos adquirir uma melhor conciliação nesses dois campos.
479 - comentário - 29/08/16 - 11:59:36 - Rocavalcante - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

No Brasil como um todo há uma certa banalização e até _prostituição_ para quem trabalha com T.I, atualmente oferecem vagas para profissionais e exigem que sejam fluentes em várias linguagens e o salário não acompanha as exigências.
apipesq
482 - comentário - 29/08/16 - 12:11:41 - Silas Tailer - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

As empresas brasileiras em sua grande maioria continuam com a visão de que a área de Tecnologia da Informação não é um fator competitivo e apenas gera gastos desnecessários ao core business. Enquanto não houver um entendimento real da importância deste setor, seus profissionais continuarão sendo desprestigiados e desvalorizados.
Dito isso, contudo, acredito que estamos em um setor privilegiado diante da crise econômica do Brasil. Apesar dos cortes contínuos que a maior parte das empresas está realizando o setor de TI é um dos menos afetados pois novas tendencias tecnológicas como o IoT e o Big Data surgem no horizonte.
Sendo justamente no surgimento dessas novas tendências tecnologias que novas oportunidades surgem para profissionais dispostos a encarar desafios.
Portanto, creio que TI ainda é um setor em crescimento e que seus profissionais sofrerão menos que os das demais áreas.
483 - comentário - 29/08/16 - 12:33:23 - Carlos Y. Hayashi - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Há muitas vagas sendo oferecidas, porém vejo que o índice de contratação é baixo. Mesmo profissionais graduados e certificados tem encontrado dificuldades.
484 - comentário - 29/08/16 - 12:38:26 - Leonardo dos Santos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

As empresas andam exigindo demais para atribuições simples. Geralmente pedem fluência em duas línguas estrangeiras, graduação completa experiência de anos, para gerenciar uma rede de 30 máquinas.
485 - comentário - 29/08/16 - 12:40:58 - Rafael Oliveira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Este ano completo 10 anos na área e pelo meu network, vejo que existem sim muitas oportunidades, apesar da crise, vejo que nossa area não foi tão afetada como outras, porém é claro foi afetada.

Apesar de uma boa oferta de vagas a remuneração não tem um aumento, o que vejo é que cada vez mais as empresas, exigem mais e pagam o mesmo.

Outro problema serio é que muitas empesas ainda não aprenderam que o setor de TI pode ser estratégico e não simplesmente um custo necessário.

Como ponto positivo realmente vejo que nossa área ainda é boa na crise, e a comunidade e disseminação de conhecimento ainda está em alta.
Pecados
486 - comentário - 29/08/16 - 12:47:54 - Paulo Eduardo Zandonadi - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Enxergo o mercado de TI no atual momento onde temos excelentes profisionais desempregados e outros com menor qualificação empregados devido a diferença de custos. Muitas empresas não enxergam o trabalho daquele profissional, acham que ele não faz nada, mas na realidade ele está lá muitas vezes sentado em sua mesa resolvendo/desenvolvendo uma solução para que os clientes (seja 1 ou 1000) não fiquem sem acesso ao sistema por ex.
As empresas também não enxergam em TI que os custos são considerados como investimento e não como despesa. Acontece muitas vezes quando ha necessidade de um novo serviço e para tal precisa de um servidor. Então o profissional analisa a necessidade e aponta a configuração do servidor que atenda a necessidade, posteriormente o projeto é apresentado para a diretoria e eles reprovam por ser caro e então fala pra usar desktop de qualquer jeito.
487 - comentário - 29/08/16 - 12:49:14 - João Paulo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

- Pelo que tenho percebido de amigos e mesmo em busca de vagas, é a quantidade de exigências que um profissional de T.I precisa ter para conquistar um espaço, e eu nem quero entrar no mérito de competitividade e qualificação, quero apenas deixar uma certa frustração quanto as exigências não acompanhar os salários.

- Outra coisa que pode assustar quem está iniciando na área como eu, estágios, diversas vagas exigem experiência, é bem contraditório, mas é a realidade do mercado Brasileiro, empresas contratam com título de estágio, não pagam impostos e reduzem o salário, mas esquecem de reduzir as responsabilidades.

Lembrando que sou adepto a qualidade de vida, mas também não irei me sujeitar a ganhar qualquer trocado, assim que adquirir qualificações para assumir um cargo importante dentro de uma empresa.
488 - comentário - 29/08/16 - 12:53:09 - Juan Andrade - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Os salários não acompanham as exigências do mercado.
489 - comentário - 29/08/16 - 12:54:09 - Régis - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Um dos problemas que estão usando como solução é a Terceirização de Tudo, nas minhas ultimas colocações fiquei como terceiro, mais tinha que responder como funcionário da empresa, mais a diferença de salario era e é muito grande. Tinha que gerenciar sistemas que as próprias empresas criadoras, já tinham descontinuados ou queriam cobrar para mante-los. E relação aos salários, não sei aonde os contrantes pensam nos valores, noto que pessoas com varias certificações, terão salario de iniciantes, mais com responsabilidades de chefe, com cargas horarias ou horários que ninguém quer. teriam muito mais para comentar mais ficaria muito fora do tema, ex: projeto de crescimento, reconhecimento de igualdade entre os sexos. Como agora estamos copiando tudo, poderiamos copiar o modelo americanos de trabalho, quanto mais qualificado maior o salario.
Pecados
490 - comentário - 29/08/16 - 12:56:57 - Marcos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Caros colegas,
Li muitos comentários parecidos, citando a crise econômica como um dos principais fatores para a redução dos salários da área. Não estão errados. As empresas se aproveitam dessa situação para desligar quem já está na função há tempos fazendo praticamente a mesma coisa e contratar alguém com menos experiência e pagar menos_ não se preocupam muito com a qualidade do serviço prestado, pois em pouco tempo aquele profissional estará no mesmo nível daquele que foi desligado. Isso acontece por um simples motivo: qualquer um pode ser um profissional de TI. Aquele seu vizinho que sabe um pouco mais de smartphone pode ser considerado um profissional de TI.
Uma das soluções que vejo para isso é a regulamentação da profissão.
Continuem estudando e mantenham-se preparados. Nos momentos de crise é que aparecem boas oportunidades. Lembrem-se: sorte = preparação * oportunidade.
Abraço
491 - comentário - 29/08/16 - 13:06:01 - Douglas Passos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Muitas consultorias são guiadas apenas pelo dinheiro, querendo lucro acima de tudo. Contratação de pessoas sem experiencia, não com a intenção de dar uma oportunidade, mas simplesmente para oferecer o menor salario e para o cliente _VENDEM_ este profissional como júnior ou até mesmo como pleno. Se aproveitam da crise para contratar profissionais plenos com salario de júnior e cobram dos seus clientes os valores de um profissional de nível de liderança ou gestão.
Devemos fugir dessa consultorias _boca de porco_. A crise está ruim, mas continuem procurando as oportunidades e quando acharem, AGARREM.
492 - comentário - 29/08/16 - 13:23:21 - Rafael - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Trabalho com T.I desde 2009, pouco tempo, entretanto os problemas são os mesmos, tais como: pedem mais do que querem pagar, as vagas para estagiários tem a mesma descrição de uma vaga para pleno/sênior. Reajustes salariais abaixo da inflação_ as consultorias vendem o serviço de um junior como se fosse sênior. Não estão nem aí para a qualidade e o valor do produto que está sendo desenvolvido e etc.
Pois, sempre fui contra uma regulação mais rígida, mas pouco a pouco, começo a mudar de opinião.
494 - comentário - 29/08/16 - 13:56:51 - RENAN S GALINDO - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sou profissional da área de T.I. desde 2007, comecei atuando como Help Desk e fui crescendo aos poucos, em 2009 passei a trabalhar com ERP, e desde então minha carreira se desenvolveu de tal maneira que superou minhas expectativas, o que projetei a 5 anos atrás consegui atingir com 3 anos, não me considero um privilegiado, pois existem colegas da mesma área que estão bem ou até melhores. Mas concordo com a perspectiva, pois hoje não tenho mais tanto otimismo como antes, vejo também que os jovens são cada vez menos e que a recolocação está mais complicada. Porém parto do principio que muitos se frustram porque acabam entrando na área apenas pensando nos bons salários e vão descobrir lá na frente que não era bem isso que queriam pra vida, aos alunos que ministro treinamento de ERP, cerca de 30% não tem certeza se gostam do que estão cursando, estão mais preocupados em ganhar bem.
API
495 - comentário - 29/08/16 - 14:00:04 - Adolfo Thiago Del Caro - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Bom dia

Percebi em várias oportunidades que o contratante está cada vez mais exigindo e pagando menos, porém por outro lado, tenho encaro isso como um desafio, um estimulo para aprender mais e mais.
Dessa forma consegui aumentar meus conhecimentos, utilizando a _crise_ para me especializar, lógico que não vou ceder também por qualquer salário, sei que não está fácil, mas tenho que me valorizar e vender o meu (peixe) da melhor forma possível.

Algumas vagas que andei vendo, estão com o salário baixo e pedindo coisa absurdas, como Inglês Fluente e Espanhol Fluente, não que não seja necessário, é de extrema importância hoje em dia saber falar o Inglês, mas o salário não paga ao menos os anos de estudos de quem por exemplo fez 5 anos de inglês.

Temos que nós valorizar !!!!!
496 - comentário - 29/08/16 - 14:25:30 - Lilian - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Nosso mercado de TI sempre foi melhor em comparação às outras áreas, porém, somos contratados com grandes responsabilidades, excesso de trabalho e exigências que não condiz com o salário atribuído ao cargo que somos contratados. As empresas já exigiam muito sem a crise, agora com a crise elas estão aproveitando para desligar os bons profissionais, sobrecarregar os que ganham pouco ou até mesmo contratar pessoas que não tem experiências e conhecimento o suficiente para exercer tal função. Consequentemente são admitidos com baixo salário em comparação ao profissional anterior e superfaturam na venda dos serviços.

Não temos wualidade de vida, as férias são quebradas e só tiramos no tempo que eles querem é não no nosso tempo é somos psicologicamente afetados porque se não pisamos na linha podemos ser avaliados com nota baixa e perder o cargo.
497 - comentário - 29/08/16 - 14:31:25 - Rodrigo Fernando dos Santos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sou profissional da área de TI desde 2002 e posso garantir categórica mente que o excesso de cursos para a área, baixa formação e a grande oferta da mãe de obra, estão fazendo nossos salários despencarem. Alem disso ainda temos a terceirização em massa aliado a contratação PJ.
Qdo entramos no mercado estamos vorazes por desenvolvimento profissional, as empresas sabendo disso partem diretamente para os treineiros e estagiários, nada de qualidade mas sim redução de custo. Nós somos custo aos olhos dos patrões e se for pra reduzir, eles vão reduzir.

Não temos mais administradores de empresas como antigamente, o negócio e maximizar os lucros, espremer os funcionários e cortar custos.

Abraço a todos.

_Uma vida de sucesso se faz com 5% inspiração e 95% transpiração_ by Silvio Santos
499 - comentário - 29/08/16 - 14:33:06 - Viviane Gomes - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Nos últimos quatro anos tenho sentido uma crescente desvalorização do profissional de TI, comparativamente ganho menos hoje do que a cinco anos atrás. O aumento da entrada de profissionais sem qualificação pode ter sido o grande agravante.
É necessário um melhor enquadramento de vagas que hoje apresentam perfis muito genéricos, atraindo profissionais de diversos setores para o mercado de TI.
GOC
499 - Réplica - 29/08/16 - 18:48:38 - Christian - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Hoje como senior ganho equivalente ao que ganhava a 14 anos atraz qua do éra estagiário caso for corrifir inflação
500 - comentário - 29/08/16 - 14:49:50 - Fernanda Porto Zanin - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Trabalho com TI a mais de 10 anos e infelizmente a regulamentação da área já passou da hora.
Vejo empresas exigindo experiencia sênior de profissionais júnior e pagando salario júnior para profissionais sênior.
Estudamos e nos qualificamos por anos e as empresas não querem pagar um salario condizente com a nossa experiência/qualificação.
A falta de regulamentação faz com que qualquer pessoa possa atuar na área isso dificulta a nossa posição no mercado e torna a nossa profissão um leilão de quem paga menos!!
501 - comentário - 29/08/16 - 14:59:12 - Valfrid Couto - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Estou no mercado desde 1994, quando era estagiário e, realmente, a realidade do mercado mudou muito. Tenho na equipe hoje profissionais terceirizados que estão como _sênior_ e que tem performance inferior aos júniores treinados internamente na empresa e não estou falando em relação ao negócio, mas apenas tecnicamente.

Concordo também com a Fernanda Porto Zanin. As empresas hoje não pagam de forma condizente com as exigências, mas talvez, parte da culpa, são de profissionais desqualificados como citei acima.
501 - Réplica - 29/08/16 - 18:45:33 - Christian - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

É cada vez mais me sinto prejudicado por estes....
Hospitalhd
502 - comentário - 29/08/16 - 15:49:48 - Francisco Lessa - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Desde 2012 estou nas telecomunicações, onde percebo uma grande diferença nos salários. O mercado mudou, ser certificado CCNA nem sempre é o suficiente para as exigências atuais de mercado. Depende de onde quer chegar, pois certificações não é somente sair por aí adquirindo e agregando ao currículo. Tem-se que ter objetivo. Os salários são uma variação gigantesca. Vale sempre o quanto pesa e nunca o quanto se deve pagar pelo profissional. Algumas empresas possuem programas de incentivo ao profissional, outras exigem, mas não dão espaço. Acredito que esse mercado tende a sucumbir-se e acabar gerando um produto de profissionais totalmente diferente do que temos hoje. A internet está aí, é uma realidade e não podemos considerar uma rede simplesmente como um monte de máquinas conectadas entre si. Falta valorização dos profissionais em TI e Telecomunicações onde há uma rivalidade grande.
503 - comentário - 29/08/16 - 15:55:19 - Vanderlei - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Atuo em TI a muitos anos e entendo que em momento de crise as empresas tentam reduzir custos com a remuneração de salários, porém deveriam pensar mais na longevidade de seus negócios.
Tenho visto empresas demitirem profissionais do mais alto valor para trocar por profissionais mais baratos, perdendo o expertise do negócio.
No decorrer dos anos esta prática vai cobrar um Alto Preço, na perda de oportunidades e multas que virão por projetos mal executados e com baixo nível de qualidade.
A formação de um profissional de alta qualidade leva anos de investimento e dedicação e estamos jogando pela janela muitos profissionais, que estão em busca de outras profissões por não verem futuro na área de TI. Esta é uma situação muito critica.
503 - Réplica - 29/08/16 - 18:42:29 - Christian - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Cada vez mais pessoas tem o mesmo sentimento... precisamos nor unir para diminuir esta desvalorização do profissional
504 - comentário - 29/08/16 - 15:58:45 - Antonio Marcos Teixeira da SIl - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Vejo que hoje em dia o mercado está bastante diferente, a quantidade maior de vagas estão nas empresas terceirizadas, estas empresas exigem uma qualificação elevada, mas com salários ínfimos. Os melhores salários se encontram nas vagas diretas onde o funcionário pertence a empresa e não a terceiros. As empresas que contratam diretamente fazem um filtro melhor e exigem o que precisam para determinada vaga e com salários mais justos, já as terceirizadas exigem tudo e mais um pouco, porém não querem pagar salários de acordo com as exigências.
dbassocia
505 - comentário - 29/08/16 - 16:05:10 - Eduardo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Minha opinião é comum a muitos:
- A área está prostituída, então bons profissionais perdem chances para profissionais inferiores que se sujeitam a trabalhar por qualquer remuneração_
- Não existe diferenciais para profissionais de TI (Idiomas, Certificações, Cursos, Formações), qualquer conhecimento que você tenha adquirido, seja qual a ideologia, por mais que seja até mesmo de outro foco, pode ser _desejável_ em uma descrição de _oportunidade_ de emprego_
- Pede-se o Sênior Multitarefa e paga-se o estagiário que tira cópias, ou seja, os salários estão muito aquém do que se solicita do profissional.
Por esses motivos que estou repensando a carreira de 10 anos em TI, e provavelmente irei mudar de área.
505 - Réplica - 29/08/16 - 18:39:01 - Christian - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Concordo com você e hoje tenho o mesmo sentimento
506 - comentário - 29/08/16 - 17:47:48 - Julio Cesar Biscardi - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Fantástica a apresentação e a abrangência da pesquisa da APinfo. Não vejo tanta informação relevante gerada por uma pesquisa igual a veiculada pela APinfo. Parabéns pelo trabalho e dedicação nestes anos todos em prol da categoria.
507 - comentário - 29/08/16 - 18:36:16 - Christian ulson - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Vejo pelo resultado da pesquisa e pelo próprio mercado em que convivo que esta cada vez mais dificil achar uma vaga com um valor adequado. A maioria das empresas esta exigindo cada vez mais de um profissional de TI e pagando cada vez menos, vejo que não é levado em consideração que este profissional deve se alguem de confiança, muitas vezes visualizando informações confidências e mantendo sigilo , sobre as mesmas. Vejo também que oa próprios profissionais ja não estão dando o decido valor a seus afazeres, aceitando trabalhar cada vez por menos. No meu caso por exemplo, estudo a 14 anos e ja trabalhei com diversas tecnologias, e sempre se tem algo a mais para se aprofundar, vejo que esta cada vez mais dificil da empresa custear os estudos e cursos de especialização.
GOC
508 - comentário - 29/08/16 - 21:19:04 - Enderson Moderno - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

APinfo está de parabéns, excelente pesquisa.
Há uma drástica redução salarial no mercado, a pesquisa retrata com exatidão o cenário atual.
509 - comentário - 29/08/16 - 21:47:51 - Tomás Vásquez - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Parabéns pela pesquisa. O profissional competente faz o mercado. A alta exigência é uma constante desde que me conheço por gente. Cabe a cada um encontrar seu potencial e fazer-se destacar. Profissionais na média têm seu valor definido pelo mercado. Os que se esforçam definem seu valor. Ninguém
510 - comentário - 29/08/16 - 23:19:35 - Julio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

APinfo é top mesmo, alem de proporcionar boas oportunidades de emprego totalmente gratuitas para seus usuários, proporcionam vários assuntos relacionados a área de TI.
511 - comentário - 29/08/16 - 23:26:06 - Daniel - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Parabéns Apinfo
apipesq
512 - comentário - 30/08/16 - 00:46:11 - Cesar - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acabo de passar por um processo de outsourcing passando a trabalhar em uma empresa de ti terceirizada. Confesso que está sendo muito extenuante a transição, pois como muitos dos colegas reportaram, as demandas e cobranças aumentaram, porém com a equipe de analistas reduzida. O conhecido _mais por menos_.
Creio que o número de oportunidades em ti tenha reduzido também pelo fato dos profissionais não se aventurarem em busca de novos desafios, mantendo se no trabalho, mesmo que a custa de muito stress e pressões.
513 - comentário - 30/08/16 - 08:40:51 - olimpoo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Muito bom essa pesquisa, Fato que esta acontecendo em empresas grandes de TI de alguns com salários altos e sendo mandado embora para que outras pessoas mais jovem entra com salário baixo e claro que vai aceitar do jeito que esta o nosso país, mas com todo conhecimento que temos e que ainda procuramos essa fase tende a passar e a crescer mas sempre aperfeiçoando a cada dia o no profissional.
514 - comentário - 30/08/16 - 09:00:17 - Convidado - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Muito legal a pesquisa, parabéns e obrigado !
515 - comentário - 30/08/16 - 09:17:11 - Vinicus de Castro - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Ótima pesquisa, sou novo em TI, sou estagiário em programação, mesmo com a difícil situação do nosso Brasil vejo muitas vagas de estagio e oportunidades de TI(aqui em São Paulo), tenho amigos já atuando a tempos na área e estão muito satisfeitos também.

Otima pesquisa, parabens ao Apinfo.
dbassocia
516 - comentário - 30/08/16 - 09:24:53 - Carlos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Excelente pesquisa, reflete o cenário atual do mercado de T.i!
517 - comentário - 30/08/16 - 09:26:38 - CUCS - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Obrigado pelo convite. Na minha humilde opinião TI está na UTI no Brasil. Estão querendo Tony Stark mas querem pagar salário de Severino Silva, isso quando o cargo não é válido com sua real função... Exemplo no meu serviço anterior era Suporte Técnico Jr. de T.I. olha atividades me impostas Ar-Condicionado, Iluminação do CD, Grupo Gerador, Quadros Elétricos, Questionamento com Eletropaulo sobre queda de energia Elétrica e entre outras coisas... Sabe oque pior seu Coordenador chega em vc diz pra vc ter promoção vc precisa entender o negócio da empresa... Mas mesmo eu estando ciente de todas atividades e seus impactos no negócio... isso não credencia meu entendimento do negócio... é tenso...
518 - comentário - 30/08/16 - 09:46:12 - Adler Coelho Santos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Obrigado pela oportunidade de expor minha opinião. No meu ver a grande questão da nossa área, é que ela se comporta de acordo com o mercado. Se o mercado está bom, haverá boas oportunidades, se o mercado estiver ruim, haverá uma baixa demanda e consequentemente salários mais baixos. Felizmente ou infelizmente a área de TI é global, nós estamos presentes em qualquer tipo de negócio. E nós sofremos o impacto direto do tipo de ramo em que atuamos. Acho que esse é um dos fatores preponderantes para a escassez do interesse de jovens pelo mercado de TI_ um mercado oscilante de demandas.
519 - comentário - 30/08/16 - 09:50:24 - Lucas Daniel - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acho que falta na pesquisa os valores do pessoal de mobile.
Tenho visto gente com R$14.000 PJ em Android e iOS 15k
Hospitalhd
520 - comentário - 30/08/16 - 09:51:19 - Moacir - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

sou prestador de serviços como PJ aprox R$ 9000 tenho 1 semana de ferias remuneradas, a crise impactou muito e os projetos diminuiram significativamente,
521 - comentário - 30/08/16 - 09:53:47 - Fernando - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Na minha opinião é um absurdo pedir tantas qualificações, ensino superior e certificações para ganhar 1500,00 + VR.

Fernando
Analista de TI

Obrigado pela oportunidade!
521 - Réplica - 30/08/16 - 09:58:29 - Felipe - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Fernando, o problema dessa questão é que quem faz estas solicitações é o RH, que não conhece nada de TI e vai colocando o que acha na Internet.
O problema é que tem gente que aceita esta prostituição de nosso conhecimento, fazendo com que fiquemos a merce.
522 - comentário - 30/08/16 - 09:56:29 - Felipe - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Olá, bom dia!
Obrigado pela oportunidade de poder dar a minha opinião sobre este assunto
Vejo que a cada dia os salários estão mais baixos, por não termos um Conselho Regional de nossa profissão, o que faria com que nossa profissão fosse mais valorizada, acaba sendo mais viável fazer um curso do que ter feito a faculdade, gastar tempo e dinheiro para que no final perca a vaga de emprego para alguém que fez um curso básico e que prostitui o mercado de TI. Uma solução é criar um CRTI (Conselho Regional de Tecnologia da Informação), para assim valorizarmos nosso estudo e formação e podendo ter a possibilidade de um salário mais justo.
Oportunidades no nosso mercado tem muitas, porém com preços salários abaixo do valor que deveria ser pago, infelizmente.
GOC
524 - comentário - 30/08/16 - 10:05:16 - Bruno - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Trabalho a alguns anos como Designer de Interface e Desenvolvedor Front-end no mercado de desenvolvimento de software. Tenho percebido, a cada ano, um aumento no numero de vagas, o que não vejo com os valores dos salários.
525 - comentário - 30/08/16 - 10:06:19 - Rodrigo Capuski - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sou front-end. A pesquisa expõe com clareza o mercado de TI brasileiro. Aumento de demanda gradual com queda de qualidade devido ao aumento de empresas e profissionais interessados apenas no salário.
Apesar da TI ter sofrido menos com a crise atual, quando comparada com outras áreas, ela teve uma queda expressiva. Recolocação ficou mais lenta e os salários menores.
No geral, sem levar em conta a crise, eu creio que o problema seja a falta de valorização do profissional pelas empresas, que querem uma qualidade e habilidades de ponta, mas pagando salário de júnior. Por parte dos profissionais, o problema é que muitos não se importam com qualidade, não buscam se aperfeiçoar. A impressão que dá é que são pessoas que se animaram com o alto valor dos salários e vieram para a TI apenas por isso. O que gerou aumento de mão de obra e queda de qualidade, ocasionando a baixa de salários.
526 - comentário - 30/08/16 - 10:06:42 - Danilo Severiano - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Eu sou novo no mercado, e o que tenho visto é que as pessoas que acabam de sair da faculdade tem sempre aquela dificuldade, empresas pedem muito por pouco, poucas empresas dão a oportunidade de treinar os novos, claro que um jovem que sai da faculdade não quer começar la em cima, mas acho que faltam oportunidades, eu tive sorte de entrar em uma empresa que investiu e investe em mim, com treinamentos e etc, o resultado é uma via de mão dupla.
527 - comentário - 30/08/16 - 10:07:41 - Ronaldo Gomes - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A pesquisa foi muito bem realizada, os resultados a gente não só lê como vive com estes números.
Uma sugestão é separar a forma de contratação em 3 faixas, taxiamento na pista (início), decolagem (meio) e voo de cruzeiro (maturidade), pois no início não nos preocupamos muito com a forma, na parte de decolagem além de crescimento profissional, temos também formação de nossas famílias e criação de filhos, onde benefícios como bons planos de saúde, seguro de vida e custeio de escolas me parecem ser mais no meio CLT, e na parte de voo de cruzeiro, onde já temos network, reservas financeiras, filhos criados e imagino que menos impostos começam a pesar na decisão do meio de contratação.
Hospitalhd
529 - comentário - 30/08/16 - 10:08:27 - Flávia - 177.103.12****

Muito boa a pesquisa.

Achei interessante a questão dos estagiários, antigamente as empresas contratavam muito mais pessoas para esta função, atualmente só as grandes empresas o fazem.

As pequenas mudaram o nome de estagiário para Assistente de TI, desta forma não precisam seguir a lei do estágio.

Isto dificulta muito quem quer iniciar na área.
530 - comentário - 30/08/16 - 10:09:06 - Henrique - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Trabalho a 5 anos da ara de desenvolvimento e engenharia de qualidade de software, e observo um grande quantidade de vagas com salários mixaria, querendo perfis profissionais e certificações, exorbitante para o nível baixo da vaga.
531 - comentário - 30/08/16 - 10:11:24 - Jonatha - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Excelente pesquisa, acredito que o profissional de tecnologia deve aprender a se auto valorizar, pois o empregador sempre terá a visão de pagar menos pelo melhor profissional, e em contra partida o profissional sempre vai querer ganhar mais.
Pessoalmente estou sempre estudando e tirando certificações, quando a empresa não valoriza esta pro atividade de buscar mais conhecimento e aplicar internamente na empresa, agradeço a oportunidade e vou em busca de outra, sempre avaliando o que estou pedindo com o que está sendo ofertado no mercado, lógico dentro da minha capacidade profissional sem se supervalorizar.
Acompanho as pesquisas da apinfo e elas sempre me deram um bom direcionamento quanto a esse assunto.
532 - comentário - 30/08/16 - 10:14:36 - Ricardo Moura - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Tenho 22 anos de carreira, sendo que somente 3 anos trabalhei registrado, há quem acha que a melhor forma de contratação é um registro, mas hoje não vejo no mercado uma colocação com registro que pague o mesmo que recebo hoje, anos atrás realmente a concorrência salarial era muito maior e os valores recebidos eram muito mais atraentes. Se for comparar meus recebimentos de anos atrás aos dias de hoje estão muito defasados. Acho um absurdo você pagar cursos para certificações caríssimos, faculdades e pós mais caras ainda e o seu salário não é compatível. Tudo aumentou, escolas, materiais, alimentação, transportes e não temos equiparação nenhuma, porque não temos nenhum órgão olhando para os profissionais de tecnologia, os sindicatos que não funcionam e trabalham para as empresas e cada vez mais a mão-de-obra estrangeira esta sendo utilizada e muitos profissionais mudando de área.
dbassocia
534 - comentário - 30/08/16 - 10:19:11 - Willyson Santos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Pesquisa é essencial para parametrização do que está ocorrendo no mercado. Acredito que para quem está começando sua carreira na área e importante contar com locais onde possam ser extraídos os dados necessários para que o profissional seja valorizado.
Parabéns APinfo, continue com este excelente trabalho.
535 - comentário - 30/08/16 - 10:30:20 - Anderson - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Olá, bom dia!
Obrigado pela oportunidade de poder dar a minha opinião sobre este assunto
Vejo que a cada dia os salários estão mais baixos, por não termos um Conselho Regional de nossa profissão, o que faria com que nossa profissão fosse mais valorizada, acaba sendo mais viável fazer um curso do que ter feito a faculdade, gastar tempo e dinheiro para que no final perca a vaga de emprego para alguém que fez um curso básico e que prostitui o mercado de TI. Uma solução é criar um CRTI (Conselho Regional de Tecnologia da Informação), para assim valorizarmos nosso estudo e formação e podendo ter a possibilidade de um salário mais justo.
Oportunidades no nosso mercado tem muitas, porém com preços salários abaixo do valor que deveria ser pago, infelizmente.
536 - comentário - 30/08/16 - 10:58:20 - Fabio Jorge - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Bom trabalho na área de telecom já a algum tempo e vejo que o mercado esta exigindo muito qualificação e uma formação acadêmica pra pagar uma mixaria de salário.
537 - comentário - 30/08/16 - 11:04:05 - Leandro Ramos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Primeiramente parabenizar a APInfo pela iniciativa de realizar essa pesquisa, aonde quem tem tem a ganhar é o próprio profissional de TI. Tem muitas empresas, não todas, que não querem pagar um salário digno ao profissional que se mata de estudar e se profissionalizar, sendo assim tem que partir de nós a autovalorização e não aceitar migalhas.
GOC
538 - comentário - 30/08/16 - 11:12:37 - José Leite Jr - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

por um tempo acreditei que a experiencia era fator fundamental na contratação, hoje na situação em que o pais esta creio que isto tenha mudado um pouco. Vejo vagas descritas para profissionais juniores, com requisitos de profissionais seniores. oferecendo salários mais baixos, importante é continuar acreditando pois tenho a certeza que esta faze passará.Obrigado pela iniciativa.
539 - comentário - 30/08/16 - 11:15:59 - Alexandre Santana - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Os salários em área de Infraestrutura de TI estão em queda livre. Área de Suporte, Análise e Administração de Redes estão em queda. Deixou de ser uma área atrativa. Area em alta é desenvolvimento, gestão, Banco de Dados. Parabéns a Apinfo pela pesquisa. Nos norteia bastante na escolha da area na qual atuar e em que ocasião atuar.
540 - comentário - 30/08/16 - 11:28:01 - Bruno Boin - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Bom dia,

Vejo que com o mercado ainda em baixa, a concorrência tem aumentado muito para as vagas de TI disponiveis, o que possibilita que o contratante seja mais exigente e ofereça salarios mais baixos.

Alguns ramos ainda possuem uma grande oferta de vagas, Desenvolvimento que é sempre bem dinamico e Business Intelingence que está em alta.

Acho importante a pessoa que está atrás de uma vaga não se intimidar pela pedida do contratante, muitos pedem conhecimento em diversas áreas, mas a maioria dos candidatos não possuem metade, conhecimento tecnico se adquire cada vez com mais facilidade, ainda mais com as diversas plataformas de cursos online que existem hoje. O mais importante é a postura profissional e a dedicação para realizar aqui que é proposto.
541 - comentário - 30/08/16 - 11:29:24 - Paulo Sergio Pollo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A pesquisa da APINFO faz um raio-x que se não for a pura realidade, está muito próxima dela. O mercado de TI ainda tem muitas oportunidades, mas como o número de pessoas chegando também é grande, faz com que os salários se nivelem por baixo. Atualmente estou parado, tenho 25 anos de experiência no mercado de TI, mas não consigo achar uma colocação e não é por causa de salário, já me desapeguei a isso faz tempo, quero apenas uma oportunidade para mostrar o meu talento, mas está difícil e acredito que tenho perdido muitas oportunidades por causa da minha experiência, já pensei em tirar itens do meu CV, pois quem está contratando, muitas vezes tem um CV com menos experiência que o meu e isso acaba assustando.
Tenho 47 anos e não consigo uma oportunidade, já cheguei a pensar em começar de novo em outra área, mas vou continuar insistindo com TI, ainda tenho muita lenha para queimar.
apipesq
542 - comentário - 30/08/16 - 11:58:48 - Raissa - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Muito obrigada por informar a novidade no site da APInfo
543 - comentário - 30/08/16 - 12:19:17 - Ruben Correia - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Boa Tarde,
É uma grande honra poder expressar minha opinião neste fórum, o apinfo é uma grande dádiva á nós profissionais de Tecnologia da Informação.
O mercado de TI é altamente abrangente embora o nosso país esteja enfrentando a crise, profissionais que estão bem preparados não ficam desempregados, com relação ao salário não há como dizer que existe apenas bons salários, particularmente na área de programação tem vagas que não exigem tanto conhecimentos e pagam um bom salário, assim como, há vagas que exigem muitos conhecimentos com salários baixos ou seja entendo que o salário depende da empresa.
544 - comentário - 30/08/16 - 12:23:34 - CAROLINA - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Percebo que atualmente os salários estão abaixo do esperado. Principalmente para as áreas de TI voltadas a suporte técnico e Infraestrutura. Há poucas vagas, além de exigir muita qualificação profissional, essas áreas estão oferecendo empregos com salários baixos comparado a tabela de salários oficial de TI e houve um grande aumento na quantidade de pessoas procurando emprego. Vejo que muitos profissionais com conhecimento elevado estão aceitando qualquer emprego que ofereça segurança e benefícios, mesmo que não seja a quantidade esperada. Isso faz com que as empresas ofereçam baixo salário e consiga recurso, além de aumentar ainda mais ao número de pessoas com pouco conhecimento/qualificações desempregadas. Pois as corporações podem contratar profissionais com currículo excepcionais pelo mesmo salário que contrataria uma pessoa com pouca experiência/qualificação.
545 - comentário - 30/08/16 - 12:42:38 - Luiz Henrique Rufino - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Extremamente fundamental para que os profissionais de TI possam exigir rendimentos coerentes com a sua qualificação e os contratantes passem a respeitar os profissionais com rendimentos dignos a qualificação dos profissionais de TI. Os profissionais de TI precisam crescer e respeitar essas pesquisas para não banalizar cargos e salários no mercado profissional.
Pecados
546 - comentário - 30/08/16 - 12:42:55 - Carlos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sem dúvida, está havendo uma redução dos salários. E os bons profissionais, que podem, já saíram do país.
547 - comentário - 30/08/16 - 13:02:32 - Elaine Costa - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Realmente o que está na pesquisa é uma realidade. Mas entendo que o profissional que tiver mais preparo não fica muito tempo sem colocação.
A falta de bons profissionais ainda é grande. A quantidade aumentou, mas a qualidade ainda está baixa.
548 - comentário - 30/08/16 - 13:20:09 - Lucas Ferreira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Precisamos primeiramente de um órgão liberal, com membros eleitos que possam dar sequência em seus cargos se atenderem aos interesses da categoria: salários, definição de atribuições a cargos, plano de carreira e etc. Muito do caos de oportunismo instalado se deve aos sindicatos que aí estão, preocupados somente com contribuições compulsórias ou induzidas. Vemos que a meritocracia perde espaço a cada ano que passa. Selecionadores deveriam conhecer de fato sobre as tecnologias existentes (geralmente são pessoas de humanas sem o devido suporte), não ignorar todo um currículo baseando-se apenas em certificações e baixas pretensões salariais, quando não, sequer sabem distinguir entre as diversas áreas (infraestrutura, redes, desenvolvimento, suporte, banco de dados). Sem regulamentação, continuarão as vagas solicitando certificação e fluência no inglês que oferecem o salário de um iletrado.
549 - comentário - 30/08/16 - 13:27:41 - RENATO MOREIRA DE ARAUJO - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acho que a pesquisa realmente ilustra como o mercado de T.I está, como sempre as empresas preferem pagar menos a um profissional devido a grande demanda de profissionais existentes, e o pior é que qualificação não é sinônimo de emprego, quando é oferecido um bom salario para uma vaga com certeza a empresa está esperando um profissional com bons conhecimentos porque provavelmente ela está com sérios problemas que são gerados devido a contratação de pessoas menos qualificadas por um salario menor.
Pecados
550 - comentário - 30/08/16 - 13:56:31 - Augustus118 - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que hoje o Mercado de TI esteja em baixa quanto ás oportunidades oferecidas, embora muitas áreas ainda estejam em desenvolvimento (principalmente com tecnologias novas, modelos de processos, CRM e etc).
Creio que irá demorar muito tempo até que as coisas voltem a ficar favoráveis para todos da área,no que a melhor dica é ficar atento ás tendencias do Mercado e a tecnologias que estejam em crescimento pelo Mundo e no Brasil.
Metodologia Ágil, ao meu ver, é a grande bola da vez dessa década: vejo cada vez mais um numero crescente de profissionais se especializando nisso e mais projetos/clientes solicitando esse tipo de metodologia.
551 - comentário - 30/08/16 - 14:23:42 - Elton Alex Silva - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Os destaques apresentados nos mostram o cenário atual da TI. As certificações assim como outros idiomas ainda atuam como diferenciais importantes em um currículo. Algo que podemos pensar no futuro e ter uma tabela com os principais núcleos tecnológicos existentes no Brasil, onde os profissionais podem encontrar as melhores oportunidades salariais.
552 - comentário - 30/08/16 - 15:00:37 - heverton m mabuti - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acho muito interessante e bom para avaliarmos e entender um pouco mais a nossa área. Quer dizer a área de TI esta muito diferente de alguns anos.
Eu sou um remanescente da velha guarda, coboleiro que tenta se adaptar as exigências do mercado. Tenho certeza que mais alguns anos o mercado vai melhorar para o profissional competente, isto porque a próxima geração de gestores serão melhor qualificado,.

abraço
Heverton Massao mabuti
553 - comentário - 30/08/16 - 15:04:47 - Hérico Amorim de Moraes - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sobre a questão salarial. É nítido que a maior parte dos profissionais com o passar dos anos, continuam com os salários defasados e acumulando cargos, principalmente nos dias atuais, com esta recessão.

Isso desanima os jovens que estão prestes a entrar no mercado de trabalho, por outro lado, quem já tem experiência, também não consegue recoloção imediatamente.

Acredito que num futuro próximo essas condições serão revistas e teremos um cenário parecido com o passado, onde os profissionais mais _velhos_ serão super valorizados.
API
554 - comentário - 30/08/16 - 15:29:24 - Jayme Tosi Neto - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Desde que vim para a capital (São Paulo) passei por uma infinidade de entrevistas. Recebi todo tipo de propostas de trabalho e faixas salariais. Além de ter feito muito network e trocado esses conhecimentos adquiridos entre todos. Infelizmente, o mercado de TI já era ruim antes de começar essa crise, agora piorou muito.
Não digo ruim em termos de quantidade de vagas. Pois é difícil um profissional de TI ficar desempregado. O problema é que os ambientes de trabalho costumam ser inóspitos para a profissão, as faixas salariais - em relação as exigências - eram ruins e agora pioraram. É uma área super requisitada e necessária para as empresas, mas ao mesmo tempo super desvalorizada e banalizada.

Levando em conta tudo que já vi e ouvi a respeito, quando a crise acabar, a remuneração não promete melhorar. Deve permanecer a mesma de hoje em geral. Infelizmente.
556 - comentário - 30/08/16 - 17:13:11 - Renan - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Moro em uma cidade pequena do interior do Paraná, os empregos de TI são poucos e geralmente não são muito bem pagos. A maioria que se forma vai embora, mas mesmo assim dependendo acaba não compensando as vezes, a verdade é que no Brasil o profissional de TI tem que ter 20 anos de experiência e 50 certificações para conseguir um salário razoável.
557 - comentário - 30/08/16 - 18:16:07 - Jean Marcel - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Matéria, muito bem elaborada e objetividade, retrata muito bem nossa situação atual e a desvalorização dos profissionais das diversas areas de TI.
558 - comentário - 30/08/16 - 20:05:12 - Denise - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Conforme exposto, a área de TI, vem sofrendo uma grande desvalorização, o que ao meu ver, se deve, também, por uma falta de regulamentação da área!
Vejamos que, existem muitos profissionais, que aprendem uma tecnologia qualquer, através de estudos autônomos. Com isso, e em muitos dos casos, passamos a concorrer com profissionais menos qualificados, entretanto, possuidores talvez, de uma vasta experiência profissional. O que neste caso, leva o profissional a aceitar um salário menor, em detrimento a sua falta de qualificação formal, e assim, as empresas se aproveitam de tal situação para reduzir os salários.
GOC
559 - comentário - 30/08/16 - 21:57:27 - Antonio Carlos Leite Junior - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Boa Tarde,
É uma grande honra poder expressar minha opinião neste fórum, o apinfo é uma grande dádiva á nós profissionais de Tecnologia da Informação.
O mercado de TI é altamente abrangente embora o nosso país esteja enfrentando a crise, profissionais que estão bem preparados não ficam desempregados, com relação ao salário não há como dizer que existe apenas bons salários, particularmente na área de programação tem vagas que não exigem tanto conhecimentos e pagam um bom salário, assim como, há vagas que exigem muitos conhecimentos com salários baixos ter certificações e nível superior e pagar um salário totalmente defasado
560 - comentário - 30/08/16 - 23:04:16 - Edmundo Júnior - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

No que eu percebo em relação a salários, está acontecendo com a área de TI o que já aconteceu com a área de direito, administração, enfim, áreas que tem muita mão de obra terá uma oferta maior que a procura e isso é inevitável. Logo, se a oferta é menor, o pagamento se tornará menor. Independente da área, a qualificação não é mais um item obrigatório e sim o que o profissional tem de diferencial é o que o mantém no mercado de trabalho, seja em programação, banco, BI, MIS, projetos, infra, etc. Estão pedindo cada vez mais, para pagar menos.
561 - comentário - 31/08/16 - 00:15:02 - Lucas Augusto - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

E com grande honra que eu venho expressa minha opnião no forum!

O que eu vejo hoje em dia que o mercado de trabalho esta muito mas exiginte com que trabalha com TI, estão pedido muitas habilidades dos profissionais mas ao mesmo tempo não quer paga um preço justo pelo trabalho do profissional que esta ali oferencendo suas habilidades, tempo, dedicação, anos de estudos para esta aprimorando.

Outra coisa que vejo também são as novas pessoas que querem entra nesse mercado de trabalho e não consegue pois não tem experiência ou não esta cursado um faculdade, na minha opnião isso deveria mudar pelo menos um pouco, as empresas deverias dar mas oportunidades para as pessoas mas jovens que não experiência e ainda não teve a chance de entra em uma faculdade.
562 - comentário - 31/08/16 - 00:34:44 - Fabio Ferreira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Fato é que pouca coisa tem mudando na área nos últimos anos, a não ser a crise que agora é utilizada como motivo para diminuir salários, sumir com as boas vagas e aumentar, ainda mais, a procura por Jedi em TI para receber como Júnior. Enfim, nada novo embaixo do sol.
Hospitalhd
563 - comentário - 31/08/16 - 06:37:34 - Milton Nakayama - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acho que os salários, dependem muito da região e até mesmo do ramo da empresa que trabalha. Empresas de T.I. mesmo estão pagando menos, empresas do setor financeiro (bancos), estão pagando mais. A crise afetou algumas áreas mas, pro profissional que correr atrás, é um bom momento pra tentar mudar de emprego e tentar se valorizar... mas sem loucuras, ok?
564 - comentário - 31/08/16 - 08:06:40 - Álvaro de Moraes Júnior - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Hoje na área de T.I em geral, por causa desta crise, e muitos profissionais disponíveis, a barganha de um bom salário, ou projeto esta muito acirrada e com valores bem baixos.
Logicamente existe o fator região, porém ainda sim, insiste em ter um valor abaixo de mercado. Até mesmo porque, custo em qualquer projeto é um impedante.
Espero que o mercado se aqueça e o mercado volte a contratar e ter bons ganhos novamente.
565 - comentário - 31/08/16 - 08:07:01 - Giba - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que a área sofre diretamente com a crise que o pais vem enfrentando, pois, como tenho notado e ouvido muitos amigos que estão ativos no mercado, o ano de 2016 passa por uma recessão muito grande e vários projetos e investimentos estão sendo cortados. O resultado negativo da economia impacta diretamente no salário dos profissionais e cada vez mais vejo pessoas com menos experiencia ocupando as vagas boas do mercado e deixando os mais experientes sem escolha para não aceitar uma redução considerável para recolocação no mercado.
566 - comentário - 31/08/16 - 08:54:24 - Andre Ricardo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que a área de TI é muito para qualquer corporação, na minha opinião em questão de salários ainda é baixo e também as empresas deveriam ajudar mais na parte de treinamentos para os colaboradores.
dbassocia
567 - comentário - 31/08/16 - 08:56:36 - Roberto - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Estamos passando por uma verdadeira reenstruturação no mercado de TI. As empresas não mais contratam profissionais diretamente e sim por intermédio de consultorias que não tem o menor respeito com a situação do profissional além claro de ser mais um para dividir o pedaço do bolo. Isso sem falar nos PJ´s. Outro ponto interessante que tenho acompanhado é a tendência de demissão dos atuais profissionais mais experientes e a contratação de perfis intermediários com salários até 45% menores e em contra partida, os profissionais experientes ficar no mercado para concorrer com estes profissionais intermediários o que obrigatoriamente reduz o salários.
568 - comentário - 31/08/16 - 09:07:55 - Marcio Cesar - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Os salários hoje em dia caíram muito, e as qualificações exigidas aumentaram. Sendo que se você tem ou não experiência não é a questão e sim os cursos e diplomas.
569 - comentário - 31/08/16 - 09:09:13 - Diego Figueiredo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Bom dia,
O que observo no mercado de TI é que as empresas buscam cada vez mais profissionais muito bem capacitados com diversas experiências abrangendo atividades desde suporte até mesmo tarafes de coordenadores, porém a remuneração é muito baixa.
Para quem não tem/teve oportunidade de fazer uma faculdade, mas possui alguma certificação ou até mesmo uma boa experiência já vi casos do mercado não contratar tal profissional que domina o cenário proposto, por falta de faculdade e tão logo contratar uma profissional Junior que levará no mínimo 12 meses para poder andar sozinho dependendo do ambiente. Com a _crise_ que afeta o País é curriqueiro observar empresas desvalorizando cada vez mais a mão de obra de seus colaboradores devido ao momento no País, portanto para haver melhora o profissional deve agarra ao máximo a oportunidade concedida e ser cordial, proativo e agradecer a Deus.
570 - comentário - 31/08/16 - 09:15:04 - Dimas Silva - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Salários muito abaixo dos valores corretos . Empresas que exigem muitos pré requisitos , e fora as empresas terceirizadas que contratam profissionais de TI e não cumprem com carga horária correta e benefícios . Temos que lutar por uma regulamentação para as profissões de TI em geral. So assim teremos salários e benefícios dignos .
GOC
571 - comentário - 31/08/16 - 09:32:12 - Fernando Torrigo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O salario esta de acordo com o conhecimento do profissional, porem, conheço pessoas que domina bem mais que eu e ganha menos, ou pessoas que ganham mais que eu conhecendo menos, ou seja, fica um pouco injusto esta questão de salario em T.I. Muitas empresas não sabem selecionar os candidatos.
572 - comentário - 31/08/16 - 09:32:23 - Paulo Lopes - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

As empresas cobram cada vez mais conhecimento, e pagam extremamente pouco quando levamos em consideração o salário em relação não apenas ao conhecimento, mas a experiência adquirida.
573 - comentário - 31/08/16 - 09:32:26 - Rosimeire Bueno Alves - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Em um país onde o número de desempregados aumenta a cada dia, fica claro que as empresas irão exigir cada vez mais qualificações, certificações dos profissionais e nenhum incremento de salário será realizado. Infelizmente a experiência de anos dos profissionais não é mais levada em consideração.
574 - comentário - 31/08/16 - 09:57:35 - Rocha - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Hoje com a crise econômica cada vez mais a vagas estão sendo concorridas no mercado, profissionais experientes que perderam seus corgos estão no mercado concorrido e com receio de prolongar sua busca de recolocação acaba aceitando salário abaixo em relação a suas competências, e as empresas que estão contratando acaba tirando proveito dessa situação pois recurso bom e barato é tudo que um projeto precisa, mas na media salários em TI entre júnior a sênior entre 3k até 7k é o que encontramos pelo mercado.
apipesq
575 - comentário - 31/08/16 - 10:02:11 - André - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Reitero os comentários anteriores, onde as empresas estão se aproveitando da situação do mercado onde vários profissionais estão à procura de recolocação, com isso, achatando a remuneração.
576 - comentário - 31/08/16 - 10:17:31 - Adriana - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acho o mercado de trabalho de TI injusto, uma vez que grande maioria das empresas cobram muito conhecimento porém o salario não corresponde, estando na área de TI é necessário a manutenção do conhecimento, está manutenção tem um custo alto e poucas empresas investem nos funcionários. Por fim acredito que as empresas pagem os funcionários equivalente ao respectivo conhecimento e invistam na qualidade do conhecimento de seus funcionários, ao optar por um salário em conta também opte em investir fortemente na aquisição de conhecimento do funcionário.
577 - comentário - 31/08/16 - 10:44:09 - Felipe Aurélio de Melo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Minha opinião é que atualmente a dificuldade está em todas as áreas e seguimentos, mas como aconteceu no passado onde todos queriam fazer o curso de administração de empresas ou similar, hoje existem muitos estudante e profissionais iniciantes hipnotizados pela tecnologia buscando atuar na área de TI. Essa evolução natural faz com que profissionais mais maduros sejam obrigados a buscar diplomas e certificações que comprovem seus conhecimentos de _Sênior_ que antigamente não era necessário, já os jovens vem com sede de aprendizado, absorvendo todo conhecimento que conseguem, muitas vezes aceitando receber bem menos que um profissional experiente, mas pra realizar a mesma função, desta forma gerando essa situação que vivemos.
Com 34 anos me vi obrigado a fazer faculdade e provas de certificações, algo que anos atrás pensava ser uma besteira pra minha atividade de Programador ADVPL.
578 - comentário - 31/08/16 - 10:44:34 - Sergio Greiffo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Com base na situação econômica do país, as empresas estão aproveitando o momento para uma redução drástica dos salários, tendo em vista a disponibilidade de profissionais.

Como a oferta está muito maior que a demanda, profissionais com maior experiência e, consequente maior remuneração, estão sendo expelidos do mercado, tendo que buscar alternativas individuais para a manutenção de sua renda.

O mercado tem buscado competências altíssimas em troca de salários muito baixos e os profissionais disponíveis estão sendo forçados a aceitar essa oferta.

A consequência disso é a perda de conhecimento e a consequente diminuição da qualidade dos resultados obtidos, trazendo uma falsa impressão de incompetência para o setor.

Como disse, a alternativa é a oferta de consultoria de alto nível, cobrando valores condizentes com os resultados obtidos aliado a vivência dos profissionais.
dbassocia
579 - comentário - 31/08/16 - 11:09:26 - Cleber Muniz de Oliveira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Bom dia!, acompanho a APinfo, a alguns anos, hoje estou numa ótima Empresa pela intermediação da APinfo, a qual agradeço muito, no começo não tive muita credibilidade mas quando me cadastrei através de um dos Professores da Faculdade, tive a surpresa de fazer parte de uma Multinacional Alemã da qual faço parte a 3 anos. Parabéns!! ao Site pela grandes oportunidades que dão aos velhos e aos iniciantes na nossa área e por ser uma pagina simples e pratica. Valeu!!
579 - Réplica - 31/08/16 - 11:18:28 - Cleber Muniz de Oliveira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Hoje os mercado está cada vez mais competitivos e muitas empresas em crise, sendo assim acabam oferecendo salários abaixo do esperado, com isso muitos profissionais optam por prestarem serviços como PJ, abrindo seu próprio negocio, outros partem para especializações cursos e mais cursos, para tentar se realocar.
580 - comentário - 31/08/16 - 11:18:16 - Leandro Machado Pereira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredite que dependendo da área, a empresa pode estar crescendo, ou estar em recessão, ou simplesmente estagnada.

No caso da minha, ela está estagnada e sem perspectiva nenhuma de promoção de funcionários.

Na área de desenvolvimento, os conhecimentos são cada vez maiores, desenvolvedores estão sendo que ser devops com os mesmos salários.

A maioria dos System Admin foram demitidos ficando apenas 2 para administrar um grande portal de esportes e dezenas de subsistemas.

A hora é de estudar e se especializar, pois a crise vai passar e quando o país voltar a crescer, vão faltar profissionais.
581 - comentário - 31/08/16 - 11:18:47 - Maria Leila Couto - 191.255.25****

Nosso país está vivendo uma crise política e econômica. Hoje temos um número muito grande de pessoas disponíveis do mercado. As empresas estão mais exigentes nas contratações. O que tenho visto é que as empresa de TI estão contratando profissionais com diversas experiências. Para pagar salários muito baixo.
Hospitalhd
582 - comentário - 31/08/16 - 11:36:34 - Alexandre Bueno - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Estou em uma empresa que vem passando por um momento difícil, recentemente fechou a unica filial que possuía no interior de São Paulo, e demitiu por volta de 20% do seu pessoal. Estou tentando encontrar um novas oportunidades, pois a empresa não possui perspectiva de crescimento e não valoriza seus funcionários, porém, estou tento dificuldade.
583 - comentário - 31/08/16 - 12:09:08 - Bruna - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado está bem concorrido, ainda mais com a crise e tudo mais. Muitas empresas usam a desculpa da crise para pagar salários inferiores. Na empresa que trabalho, temos uma equipe reduzida, porém muito funcional, as faixas salariais não são muito altas, e não posso afirmar que está na média do mercado. Eles valorizam os funcionários que possuem, com a flexibilidade, home office, e coisas afins. As pessoas formadas hoje em dia está com problemas de conseguir cargos com salários justos, porém isso não é verdade, as empresas não pagam o que deveria, então a faculdade acaba sendo apenas um diferencial e não um requisito, isso levo em conta o salário. Pois tem muitas empresas que o requisito é ter ensino superior completo, porém pagam como se não houvesse graduação.
584 - comentário - 31/08/16 - 12:20:15 - Raul Barbosa da Silva - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Bom, primeiramente quero deixar meu agradecimento por ser um dos convidados a participar dessa pesquisa.

Hoje no nosso ramo de trabalho, na área ade tecnologia, infelizmente somo fadados a sempre estar atualizados e em alta performance, não que isso seja uma coisa ruim, mas olhando pra outras áreas, somos os profissionais que sempre que temos que correr atras de uma colocação no mercado, mas ao mesmo tempo ficamos a mercê da boa vontade da empresa que prefere investir em outras coisas na empresa, do ter uma boa TI. E no nosso mundo atual sem uma boa não se tem uma boa empresa, mas ainda existem empresários que preferem usar métodos arcaicos.
E em relação ao nossos salários, não somos pagos como realmente deveríamos, é como se fosse um mercado ou feira, onde cada um coloca o seu preço por cargo na área de TI.
Obrigado pelo convite!
585 - comentário - 31/08/16 - 12:23:16 - Breno Marini - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A crise não impacta diretamente o setor de TI, sofremos o reflexo de nossas áreas clientes e essas sim são influenciadas pela balança comercial.

Junto com a crise vem o oportunismo corporativo que se faz valer do mercado estar com abundância de profissionais, que apesar de sérios e competentes, possuem famílias e obrigações financeiras que lhes forçam a aceitar as vagas nas condições disponíveis no mercado.

Atuo na migração e absorção de tecnologias, ou seja, alguma empresa menor desaparecerá ou sofrerá grandes cortes e cito de exemplo a TAM que comprada pela Chilena LAN, virou LATAM Airlines, cortou 40% de pessoal, desvinculou consultorias brasileiras e abandonou o Oracle como ERP que respondia por 75% da demanda de sua área de TI. Agora com SAP, quem se adaptou continua e o resto volta ao mercado já saturado.

Desejo boa sorte a todos, mas principalmente aos desalocados!
GOC
586 - comentário - 31/08/16 - 13:17:43 - Adilson Del Nero - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Bom não se discute pela situação que Pais vem passando e por causa disso as Empresas acabam reduzindo os salários, vi a pesquisa de salários e não condis com a realidade, porque estou tentando me recolocar no mercado de trabalho e os salários oferecidos estão bem abaixo, sem contar nas exigências que estão pedindo, um nível de conhecimento bem maior para um salário bem menor e sem contar com o fator IDADE, a sua experiencia e capacidade já não contam mais e sim se você aceita o salário que lhe é oferecido.
587 - comentário - 31/08/16 - 13:40:24 - Jay Ndiaye - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Primeiramente, gostaria de agradecer pela convite de participar nesta pesquisa.

O mercado de TI e ERP tem sofrido muito nestes últimos anos. Talvez por mera coincidência podemos apontar dificuldades em alguns setores tais como energia, petróleo e gas ( preço cain de $100+ para $30-).
* A política de algumas empresas aguardando a turbulência do mercado acalmar para investir em novos projetos.
* A indefinição em relação aos modelos de infra-estrutura tais como in-hous, SAAS, PAAS, Clouds, etc.
* A oferta para empresas de soluções ERP deficientes,que não dão possibilidade de integração robusta para suprir as necessidades das mesmas.
+ A política de reduzir custos das empresas e consequentemente cortar projetos ou manter soluções inadequadas para operar suas empresas, correndo riscos de relatórios deficientes.

As empresas devem continuar em investir em tecnologia e inovação.
588 - comentário - 31/08/16 - 15:02:37 - Danilo Trindade - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Gostaria de agradecer pelo convite para participar desta pesquisa.

Sou novo nesta área, ainda não tenho experiência e não trabalhei diretamente com TI, embora seja minha busca constante.

Acredito que hoje o profissional sofre não só por falta de qualificação, mas também por empresas não oferecerem condições ou treinamentos para uma determinada área de exigência. Sem contar que mesmo não tendo experiência nós iniciantes sofremos, porque mesmo cheio de vontade de crescer e aprender as empresas não olham para isso com uma perspectiva boa embora entende-se que existe urgências e precisam de pessoas experientes. Mas isso faz com que bons e/ou futuros profissionais sejam dispensados.

Quanto ao salário é fato que paga-se muito pouco para uma grande lista de exigências, exemplo disso são as exigências de um profissional altamente qualificado para um salário de um estagiário.
590 - comentário - 31/08/16 - 15:25:58 - Fabio Pereira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que ainda seja possível ganhar bem ou pelo menos acima da média do mercado, o problema em TI se chama generalização, alguma empresas por culpa nossa não vem vantagem em contratar um especialista em um segmento ou tecnologia, pois a grande maioria acha que falar varias _linguás_ e melhor do que ser fluente em duas apenas, mas acho que isso vem de nossa cultura onde se pregava que o individuo tinha de possuir mais de uma profissão e com isso tinha varias possibilidades, aliado a isto temos o cenário atual que não nos favorece, mas de certo modo filtra bastante.
Hospitalhd
591 - comentário - 31/08/16 - 15:32:36 - Rafael - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Obrigado pelo convite.
Por conta da crise, muitas empresas se acham no direito de se aproveitar da situação e ofertar vagas com salários baixíssimos e cobrando do candidato um conteúdo muito extenso de conhecimentos.
Acredito que a única forma de justificar tais salários seja através de capacitação e oferta de cursos aos profissionais das empresas. Somente cobrar conhecimento sem reconhecer o profissional por isso não é interessante.
592 - comentário - 31/08/16 - 15:32:52 - Fabiano Gonçalves - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

No momento estou em uma empresa multinacional espanhola na qual tenho o papel de pre-vendas e coordenação de projetos. O cenário atual que eu vejo é que as empresas do setor está nivelando os salários por baixo, para desempenhar funções criticas dentro dos seus clientes, como estou em vendas analiso que este nivelamento não é só um oportunismo das empresas de tecnologia, mas também o cliente não quer pagar tao caro pelo serviço prestado por falta de orçamento ou a existência de um orçamento muito apertado devido a deflação da economia ter atingido seu negocio. O que aprendemos com isso, eu vejo muitos profissionais buscando conhecimentos inclusive em outras áreas para serem mais flexíveis as mudanças e é inevitável sairmos deste momento econômico com a profissão mais forte e solidificada, porém somente quem está fazendo a lição de casa irá continuar, por conta deste efeito irreversível.
593 - comentário - 31/08/16 - 15:35:01 - Henrique - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

No tange à demanda do mercado por profissionais com domínio de tecnologias modernas de desenvolvimento front-end (era pós jQuery), é perceptível o quão raros são os desenvolvedores realmente atualizados, com bagagem e experiência em projetos relevantes.

Mesmo em um cenário de crise, há uma demanda latente no mercado por um desenvolvimento qualificado e consistente, principalmente em uma área de atuação em que é normal profissionais sem especialização se aventurar e dizer que _sabe_, ou mesmo que é _fácil_: o desenvolvimento front-end web.

No conjunto da obra, faltam profissionais qualificados tecnicamente para preencher esta lacuna. Saber HTML, CSS e jQuery hoje em dia significa apenas que você sabe o abecedário. Criar palavras, frases, artigos, livros... aí o buraco é mais em baixo.
594 - comentário - 31/08/16 - 15:41:31 - Felipe Andrade da Silva - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Atualmente eu estou em busca de recolocação no mercado, mas o APInfo tem nos dado um link direto com os head hunters das empresas de TI o que facilita essa busca. Quanto a questão salarial, hoje temos a grande maioria das empresas nivelando os salários bem abaixo do esperado e padrões de mercado, vejo inumeras vagas com skill bem elevadas pagando salários de analistas que estão iniciando no mercado.
dbassocia
595 - comentário - 31/08/16 - 15:53:42 - EDUARDO UBIRATAN M. FERREIRA - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acho que muitos fatores foram decisivos para a desvalorização dos profissionais de TI, mas o maior deles é a ganância dos empresários que contratam profissionais recém saídos da faculdade para poder pagar um salário muito mais baixo que o merecido. Como esses profissionais estão com ânsia de entrar no mercado de trabalho aceitam os salários baixos, prejudicando assim os _veteranos_.
596 - comentário - 31/08/16 - 16:00:33 - Gilmar Carvalho de Oliveira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Obrigado por terem me convidado, inclusive foi graças à APINFO que estou empregado, quero agradecer duplamente!

O mercado de TI sempre terá espaço para profissionais que gostam de desafios, claro que alem dos desafios precisamos nos sentir bem remunerados, infelizmente o país não esta no seu melhor momento, e isso prejudica até mesmo em conseguir um trabalho bem remunerado, o que seria um emprego bem remunerado? depende do ponto de vista de cada trabalhador na área TI ou em qualquer outra área, hoje a maioria das vagas anunciadas na área de TI vem com um salario médio de R$ 1500,00 por incrível que possa parecer estão oferecendo isso até para analistas de TI, quando procurava emprego eu decidi que eu não deveria mais me preocupar em ganhar bem, passei a optar por instituições ao invés de empresa, por justamente ter sido demitido devido corte, hoje trabalho em uma instituição.
597 - comentário - 31/08/16 - 16:02:49 - Acácio Lima Rocha - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Atualmente estou em uma grande empresa com um salario acima da media, claro que nunca estamos satisfeitos, buscamos sempre melhorias em nossa vida profissional e pessoal porém esta tudo uma maravilha
O profissional deve-se valorizar ao maximo e mostrar swu potencial para assim garantir algo melhor no presente ou futuro.
598 - comentário - 31/08/16 - 16:09:10 - Alexandre Marques - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Concordo com a maioria dos pontos em destaque da pesquisa.

A crise econômica e, principalmente, a da Petrobras, afetou diretamente o mercado de TIC, fazendo com que os salários desabassem em relação aos anos anteriores. Vejo que hoje a certificação não é mais um ponto que desperta interesse de empresas ou que proporcionem salários maiores.

O que mais choca é o aumento do tempo de realocação de profissionais, a redução de salário para se realocar e a quantidade de skills para qualquer vaga em relação ao cargo oferecido.
GOC
599 - comentário - 31/08/16 - 16:18:32 - Juliana Sampaio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Obrigada pelo convite.

A área de Tecnologia é muito boa.

Entretanto, tenho notado uma queda de profissionais que realmente ama o que faz, que se entrega, claro que remuneração, ambiente e clima organizacional faz toda a diferença no cotidiano. Percebi que muitos desejam mudar de área por conta de estresse, má gestão e etec.
600 - comentário - 31/08/16 - 16:25:43 - salrio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

hoje o mercado por conta da crise, as empresas estão pedindo demais para o pouco salario que eles oferecem, varias certificações, inglês avançado, cursos e mais cursos, especializações, e um salario de 1500 isso quando não é bem menos, entendemos que a economia esta péssima e o brasil está passando por um processo dificil, porem as empresas tem que se conscientizar que ao pedir tantas qualificações o minimo exigido do contratado seja um salario adquado.
601 - comentário - 31/08/16 - 16:29:54 - alexandre faria - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Como sempre bastante séria e comprometida . Mostra a descrepancias da nossa área e como sofremos em trabalhar em uma area sem regulamentacao legal vigente .
Ai voce tem cargos como minimo de R$2000 e topo de até R$10.000 numa mesma area de conhecimento.
E vale lembrar que na crise as ofertas sao geridas pelas demandas, ou seja muita gente boa precisando e mercado pagando baixo.
602 - comentário - 31/08/16 - 16:44:52 - Cavalcante - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Achei a pesquisa muito boa, para planejar a carreira não adianta ter saudades do passado, ou ficar reclamando do presente, é preciso olhar para a frente.

O que vejo é que esta crise e os baixos salários vão servir para dar uma saneada na área, aqueles que estavam em busca apenas de um bom salário sem ter muita afinidade com TI vão cair fora, por bem ou por mal.

Toda crise passa, quando esta estiver no fim, quem tiver preparado vai se dar bem, as empresas estarão contratando e haverá pouca mão de obra efetivamente qualificada para disputar as vagas.

Quem investiu em desenvolvimento de aplicativos móveis a 3 ou 4 anos, esta ganhando muito dinheiro agora, quem entrar hoje vai pegar só o final da onda.
apipesq
603 - comentário - 31/08/16 - 17:14:40 - Gilso - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Quero deixa explicita a minha completes decepçao em relaçao a área de To, estou multo decepcionado, pois como estudante de Ti, esperava muitas oportunidades. Pois antes e durante o curso sempre ouvi que era uma ótima área, que tinha diversas oportunidades, que falta profissionais no Mercado. Porém ninguém e nenhum epresa da oportunidade pra quem não tem experiencia, ou seja estudantes e proficionais iniciantes ficam desempregados e decepcionados, pois é uma verdadeira mafia, se você conhecer alguém já inserido no Mercado suas chances vai de 0 a 50%, casa contrario, todo seu investimento de tempo e dinheiro foi em vão. Por conta dessa dificuldade estou desempregado e consequentemente tive que tracar a matricula. Gostaria de saber, alguma faculdade forma profissionais de TI já com experiencia? Pois é só isso que o mercado aceita, peofissionais experientes (kkkkkkk ipocresia)
604 - comentário - 31/08/16 - 17:16:42 - Almir Junior - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Agradeço o convite.

No momento me encontro empregado porem possuo um perfil que costumo acompanhar o mercado de trabalho, vagas, novas tecnologias e tenho notado que ainda nos encontramos em um cenário que as empresas necessitam de um profissional com uma gama de conhecimentos porem não valorizado por isso, claro que com a atual situação econômica que enfrentamos colabora para esse atual cenário além de geralmente algumas das empresas contratantes serem conservadoras ao que a tecnologia agrega no seu negocio, creio que para o profissional sair desse cenário é continuar se aprimorando com novas tecnologias, novas técnicas enfim sabemos que o pais enfrenta uma crise que tem afetado o setor mas não podemos nos acomodar com isso pois T.I ainda continua sendo uma área promissora onde a cada ano vão sendo criadas empresas e cada vez mais elas dependam da tecnologia.
605 - comentário - 31/08/16 - 17:35:34 - Sueli - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Achei bem interessante a pesquisa, realmente por conta da crise econômica na qual passamos as oportunidades no mercado estão bem reduzidas, particularmente já passei por algumas situações que reflete isso. Hoje estou empregada e recebo um pouco acima da média do mercado, porém estou em busca de outras oportunidades e o mercado está exigindo muito e pagando pouco, além disso não tem muitas oportunidades para pessoas acima de 40 anos, não estamos sendo analisados pela experiência e sim pelos títulos que ao meu ver não garante que a pessoa será um bom funcionário.

Obrigada pelo convite!
606 - comentário - 31/08/16 - 17:51:07 - Wallace - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Primeiramente quero agradecer pela oportunidade. Pelo que tenho pesquisado ultimamente a àrea de Ti cresceu muito no Brasil. Mas a média salarial ainda é muito baixo pelo grau de qualificação que é exigido pelas empresas. A ti hoje é o coração da empresa seja ela qualquer ramo que estejam inseridas, o profissional tem que ser bem remunerado com isso ele se motiva para procurar se aperfeiçoar e fazer um trabalho com qualidade. No momento estou muito satisfeito com o trabalho que venho exercendo na empresa onde estou empregado, a empresa onde estou realmente reconhece o esforço e a qualidade de cada funcionário e gratification muito bem cada um. Mas isso é uma exceção, pois a maioria pagam bem abaixo do que é o correto. Quando é bom no que se faz, você tem valor no mercado e quando a empresa reconnece isso ela valorize muito bem o profissional.
Pecados
607 - comentário - 31/08/16 - 18:44:27 - Sidnei Frascolli - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Existe ainda uma confusão por parte do empregador sobre quais são as capacidades técnicas necessárias para ocupação de um cargo em tecnologia da informação. Pede-se muito para cargos que não exigem tanto e paga-se pouco.
608 - comentário - 31/08/16 - 19:38:28 - Flávio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Obrigado pelo convite e pela oportunidade de expressar minha opinião.
Sobre a pesquisa achei-a muito realista e realmente espelha a grave crise econômica e seus desdobramentos no mercado de trabalho, mostrando-nos o alto nível de desemprego com percentual de 40% sendo praticamente 18% entre 6 e 9 meses de desemprego.
609 - comentário - 31/08/16 - 19:53:56 - Felipe Pedral Cunha - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Boa noite, Obrigado pelo convite, fico lisonjeado em poder expressar minha opinião no fórum desse site que já me ajudou com muitas oportunidades. Hoje, está escancarado que o mercado de trabalho no geral não passa pelos seus melhores dias, e o reflexo disso está causando vários sintomas no mercado de T.I. Ao pensar, que uma vez a área de Tecnologia demandava a maior parte das vagas na qual não se encontravam profissionais para preenche-las, hoje as oportunidades estão mais escassas e no geral o salario também as vezes não está nos patamares satisfatórios. Isso só mostra o verdadeiro problema que o país passa no momento.
610 - comentário - 31/08/16 - 20:02:16 - Guilherme Barbosa - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Primeiramente agradeço o convite e concordo com as informações da pesquisa.

Além dos baixos salários, constantemente somos obrigados a exercer funções das quais não fomos contratados. Seguindo este assunto, raramente são ofertadas promoções ou bonificações para atender as atividades exercidas.

Empresas geralmente utilizam esse meio de contratação exigindo um alto nível de conhecimento prevendo utilizar o funcionário em demais atividades.

Além de manterem equipes reduzidas sobrecarregando o funcionário visando apenas lucro e pecando na qualidade.
Pecados
611 - comentário - 31/08/16 - 20:08:57 - Antonio Carlos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Os salários pagos, de fato, não refletem o tamanho do investimento necessário para se manter atualizado.
Um conselho de classe para a categoria seria interessante. Mas é necessária uma ampla participação dos profissionais da área para definí-lo. Antes de criar um conselho precisamos de uma União de associações da área.
O desinteresse de muitas pessoas pela área deve-se, penso eu, ao fato de que não é, de forma nenhuma, uma área facil. Muitos pensão apenas em salario e empregabilidade e se esquecem dos espinhos da profissão.
A idade tem sido um empecilho quando deveria ser uma oportunidade.
As terceirizacões tem sido muito danoso para a qualidade dos produtos de TI ao transformar profissionais de uma área criativa em meros operários.
Por uma maior união dos profissionais de TI.
611 - Réplica - 31/08/16 - 23:17:13 - Valdinei Santos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Concordo contigo, precisamos de um conselho regional que de fato lute por nós, os salários estão muito defasados em relação ao investimento e a terceirização é muito danosa para nós, profissionais de TI.
612 - comentário - 31/08/16 - 20:49:31 - Filipe Lima - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Infelizmente em várias Cadeias do ramo de atividades nossa área é a mais que sofre com as oscilações do mercado, pois a área de TI ainda e vista como custo e não investimento para as empresas, e nesses tempos de crise o salário está cada vez mais defasado, para não ficarem fora do mercado vários profissionais qualificados estão reduzindo suas remunerações chegando a níveis que, não desmerecendo outras funções, profissões estamos a níveis de salários de trabalhos não qualificados que não exigem certas graduações e especializações.
outro ponto que abordo é os processos seletivos os recrutadores estão exigindo em certas vagas experiências que fogem do padrão do profissional, pois o mesmo pode-ser até ter noção de várias vertentes da área mas é quase impossivel ele ser especialista em todas as vertentes, e os salários não correspondem as exigências impostas aos recrutadores.
613 - comentário - 31/08/16 - 21:29:57 - Alex Jose Alves - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Nós estamos em uma situação difícil quanto para trabalhadores ou empreendedores, com isso afeta em nossos benefícios financeiro com remuneração baixa e não valorizado seu funcionário fazendo outras contratações com remuneração muito inferior pelo seu requisito.
API
614 - comentário - 31/08/16 - 22:10:33 - Robson Cardoso - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Os salários do mercado de TI ?
Como uma piada de péssimo gosto das empresas ofertando um bom salário na sua visão.
O mercado de TI no Brasil apresenta-se como uma peça luxuosa de exposição, tendo como foco pricipal o cliente como um semi DEUS, devido a frágilidade das empresas em sua enorme maioria empreiteiras de serviços e consultorias. , nomes muito bonitos para exaltar uma simples negociação numa ponta para _generosamente_ ofertar uma oportunidade de emprego e com um salário extremamente vergonhoso e desonroso.
O tema aqui é salário não fugindo e definindo em uma simples palavra DEPLORÁVEL, mas é fácil de deduzir um salário ridículo e empresas cada vez mais aparentando luxo inesistente a oportunidade faz valer empresas com salários cada vez mais próximo de bolsa família.
TI no Brasil é um fiasco, é o que merecemos é o temos a quem as empresas querem enganar ?
615 - comentário - 31/08/16 - 22:38:55 - Bruno Cunha - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Concordo com os outros comentarios sobre o excesso de tarefas que as empresas estão designando aos seus funcionarios, muitas vezes gerando desgaste e desmotivação. É bom que o funcionario exerça funcoes diferenciadas, mas isso não pode gerar um execesso, pois causará um trabalho de baixa qualidade.
616 - comentário - 31/08/16 - 23:13:27 - Valdinei Santos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O salário na área de TI está muito aquém daquilo que nós profissionais merecemos.
617 - comentário - 31/08/16 - 23:46:37 - Luiz - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acho que a área está virando um leilão de salários, depois reclamam que faltam profissionais competentes no mercado. Cobram competência mas na hora de contratar o que pesa muitas vezes é quem aceita ganhar menos.
GOC
618 - comentário - 01/09/16 - 02:34:36 - Lucas Santos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A triste realidade é que certificações ou cursos não são certeza de de salário melhor. As empresas continuam com sua exigências em habilidades mas poucas pagam o que o profissional realmente vale.
Falta também incentivo por parte das empresas, formar profissionais, investir em cursos etc.
619 - comentário - 01/09/16 - 06:34:09 - Renato De Souza Ferreira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Mercado de TI é um dos setores que não pararam de contratar no Brasil, mais venho percebendo uma baixa oferta de salario. as vagas são ofertada com uma serie de requisitos muito grande de conhecimentos específicos , porem as empresas não pagam realmente o que o profissional de T.I realmente merece.
620 - comentário - 01/09/16 - 06:59:50 - Cesar - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Estou procurando emprego já tem uma 2 anos. A área de T.I tem ofertas, porém as empresas hoje em dia querem uma pessoa que saiba inglês fluente, programação, Banco de dados entre outros e só pagam R $1.300,00. Eles precisam valorizar mais os funcionários.
621 - comentário - 01/09/16 - 08:03:47 - Bechelli - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Estou desempregado a um ano e meio. A área de TI tem várias ofertas, mas tem empresas que querem pessoas com inglês ou alemão ou japonês fluente. Como uma pessoa sem emprego vai conseguir pagar um curso destes. Eles não estão nem aí com os funcionários e os salários a partir de R$ 1.000,00.
Hospitalhd
624 - comentário - 01/09/16 - 11:01:09 - Paulo Cesar - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Estou empregado porem realmente o mercado esta se aproveitando do momento para abaixar o salario e exigir mais de um profissional, por outro lado acho que é uma boa oportunidade para dar um passo pra traz no cargo e galgar algo em um empresa conquistando o seu espaço e aproveitando o seu conhecimento.
625 - comentário - 01/09/16 - 11:20:54 - André Soares - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Particularmente acredito que o mercado de seleções na área de TI se aproveita da moda da _CRISE_, e deflaciona os salários.
Por muito tempo a área de TI era considerada custo para as empresas, hoje vejo que somente o investimento em TI, principalmente na área que trata das informações analíticas, que ajudarão as empresas saírem do sufoco.
626 - comentário - 01/09/16 - 11:59:48 - Cláudio de Miranda Cirne - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

É verdade que muitos dos empresários podem ter se aproveitado da crise como pretexto para achatar os salários oferecidos. No entanto, o que pode ocorrer em muitos dos casos, é que devido a crise, muitas empresas tiveram seu faturamento significativamente reduzido, seja por falta de clientes e/ou por falta de novos projetos (por parte dos clientes que pararam de demandar), obrigando assim as empresas demitir grande parte de seus profissionais, em alguns casos para contratar outros profissionais ganhando menos ou nos piores dos casos reduzindo mesmo o quadro de funcionários.
627 - comentário - 01/09/16 - 12:23:34 - Bruno Lucio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Na minha opinião a crise só veio dar embasamento a uma prática já antiga e abusiva , quanto a baixa demanda por parte de empresas ela não existe , TI hoje se faz tão necessário quanto respirar , o que tenho visto são baixos salários , cargos cujas habilidades exigidas não condizem com a realidade de muitos profissionais a não ser que você escolha ser um generalista ,vagas sendo preenchidas por estagiários com metade do valor se o mesmo fosse ofertado a um profissional já atuante no mercado.
dbassocia
628 - comentário - 01/09/16 - 12:25:21 - João Bitencourt - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Também concordo com os comentários sobre empresas estarem exigindo mais e pagando aquém do justo. O que percebo também é a grande preocupação com as pretenções salariais na hora das entrevistas. Como dizem, realmente apesar da crise, as vagas da área de TI continuam em grande quantidade em 2016, porém , acho que com a situação atual, as empresas estão cada vez exigindo mais e mais capacitação na hora das contratações e oferecendo vagas com remunerações cada vez menos atrativas do que se tinha em anos anteriores.
629 - comentário - 01/09/16 - 12:31:44 - Mauro Alves Catelli - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Outro fator que de mudança foi o fato das empresas mudarem a forma de contração, hoje tendo muito mais vagas como CLT do que as vagas de PJ
630 - comentário - 01/09/16 - 12:46:55 - Luciano Johannsen - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Na minha opinião a grande maioria das empresas, estão aproveitando esse momento de crise que economia esta passando e exigindo muito e pagando pouco, nesse caso acho uma vergonha e entramos no mérito de conhecimentos e certificações, mais empresas estão contratando errado e pagando mau.
631 - comentário - 01/09/16 - 12:48:21 - Ramalho - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Hoje o mercado de Tecnologia da Informação é muito injusto, pedem enormes qualificações para pagar salários relativamente baixo. Não a critério no que se é exigido, um exemplo é cobrar fluência em inglês por exemplo porem a empresa alem de atuar no mercado nacional não prospera atuar e ou se relacionar com o mercado estrangeiro e em seu quadro de funcionários não possuem esta qualificação, outro exemplo é exigir um perfil de desenvolvimento e conhecimentos de linguagem para uma área de infraestrutura, ou vice-versa. ou seja, falta coerência.
GOC
632 - comentário - 01/09/16 - 12:50:08 - Marcus Souza - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A meu ver, o número de profissionais na área vem aumentado muito como é citado na pesquisa. Mas a área de atuação e novas tecnologias também! Hoje temos por exemplo big data, cloud entre outras tecnologias que não existiam em 97.
O mercado de TI no Brasil é um dos mais justos, porque se você é um bom profissional, irá conseguir um cargo bem remureado.

Att.
633 - comentário - 01/09/16 - 12:52:15 - Pessoa Desconhecida - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Concordo com Luciano Johannsen, e acrescento que estão demitindo pessoas com mais experiência ( não necessariamente idosos ),e estas pessoas, extremamente qualificadas, não estão tendo oportunidade de reingressar no mercado, justamente pela questão de mão de obra iniciantes estarem ocupando estas vagas, apenas pela questão de salario. Alem de ser injusto, pode causar a queima de um profissional que esta começando, que poderia ter um futuro promissor, mas que está sendo exigido além de seus conhecimentos e experiência.
634 - comentário - 01/09/16 - 12:54:24 - Fernanda Vieira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado de TI, assim como outros setores, aproveitou-se da crise, não somente para solicitar mais qualificações com salários inferiores, mas também para substituir os profissionais mais antigos (com salários mais altos) por novos profissionais, e por muitas vezes, perde imensamente na qualidade, em um momento que este requisito é fundamental para boa concorrência, aferindo ainda mais o faturamento e consequentemente as ofertas de emprego. O desespero de alguns profissionais, devido ao desemprego, aceitando valores muito aquém do seu valor efetivo de mercado também tem prejudicado muito o setor.
635 - comentário - 01/09/16 - 12:54:33 - Harley Santana - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Com o crescimento e facilidade de se obter informações sobre qualquer profissão nas áreas, com certeza facilitou a depreciação dos cargos TI.

Embora algumas das grandes empresas ainda pagam um bom salário, a terceirização e a crise econômica do pais faz com que o candidato aceite quaisquer condições que uma empresa pedir, pois o candidato tem família e contas a pagar.

O mercado de TI é altamente amplo e complexo, onde um técnico de informática faz um trabalho totalmente que um Analista de B.I. Na qual dificulta para o candidato procurar uma vaga que ele seja qualificado e a empresa abrir uma vaga com o que ela realmente precisa.
Minha sugestão é a padronização de cargos na area de TI definindo um padrão de piso salarial na qual TODOS os sindicatos, Governo e Empresa entrem em acordo. Igual é feito no USA.

Abs
apipesq
636 - comentário - 01/09/16 - 12:58:07 - William Ferraz - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado de trabalho na área de T.I., atualmente, está muito saturado de bons profissionais e de _aventureiros_ que desprezam o conhecimento e depreciam salários, a exagerada carga tributária sobre salários na modalidade CLT também contribui para o agravamento da crise economica, bem como, a carga tributária também dificulta aos terceiros que consigam se estabelecer e viver adequadamente com os salários propostos, uma vez que tudo tem aumento, exceto salários.

Infelizmente, estamos em um momento complicado e a área de T.I., especialmente de infra estrutura, está cada vez mais desvalorizada e como aqueles que deveriam defender os trabalhadores (sindicatos) defendem apenas os próprios bolsos, não temos a quem recorrer, infelizmente a área está à cada dia menos atrativa.
637 - comentário - 01/09/16 - 12:59:17 - Adriano - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Creio que com a massificação da internet no cotidiano de todos os usuários, as informações ficaram mais fáceis de ser obtidas e com isso se fez necessário qualificações mais especificar em relação a cada área de atuação e com isso é necessário investimentos ainda maiores em treinamentos e certificações, porem a remuneração ainda não segue essa demanda.
638 - comentário - 01/09/16 - 13:10:53 - Silvio Bauer - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Concordo com a maioria dos comentários. Muitas empresas não sabem realmente o perfil do profissional necessário para a atividade. Vemos muito vagas do tipo _PMO JR_, _GP com experiencia e desenvolvimento JAVA, C#_, etc e muitas vezes estas vagas acompanham o _PROJETO PONTUAL DE 30 DIAS COM GRANDE CHANGE DE PRORROGAÇÃO_ e o _CURRICULOS SEM VALOR/HORA SERÃO DESCARTADOS_ o que demonstra simplesmente que a empresa não está interessada na real capacitação do candidato mas em qualquer um que seja barato para aumentar a margem de lucro. Trabalhei alocado em muitas empresas onde grande parte das equipes era composta por recursos que não sabiam fazer um SELECT mas eram vendidos como seniores e o cliente não entendia porque o produto final tinha péssima qualidade. Inevitavelmente qualidade e responsabilidade tem seu custo assim como dedicação e esforço tem seu preço.
639 - comentário - 01/09/16 - 13:19:56 - leonardo amaral - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Creio que pela demanda do desemprego onde ótimos profissionais buscam recolocação boa parte das empresas do mercado depreciam seus salarios e mesmo assim tem grande procura.
A realidade do mercado de TI assim como o mercado em geral esta cada vez mais fadada ao fracasso
dbassocia
640 - comentário - 01/09/16 - 13:28:14 - Elder - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Muito importante as informações da pesquisa para verificar como nós, profissionais de TI, estamos situados no mercado de trabalho. As exigências aumentaram e temos, mais do que nunca, nos atualizar/reciclar. Uma dica válida para o cenário atual (crise política e econômica) é se qualificar para que no futuro, após a crise, termos condições para sermos competitivos, ou acima disso, em processos seletivos.
641 - comentário - 01/09/16 - 13:36:30 - Carlos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado de TI, assim como outros setores, aproveitou-se da crise, não somente para solicitar mais qualificações com salários inferiores, mas também para substituir os profissionais mais antigos (com salários mais altos) por novos profissionais, e por muitas vezes, perde imensamente na qualidade, em um momento que este requisito é fundamental para a boa concorrência. Ocasionando os profissionais aceitar oportunidades que propõe valores muito inferiores a do seu valor efetivo de mercado.
642 - comentário - 01/09/16 - 13:39:11 - Higor Brito - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado de TI vem crescendo muito nos últimos tempos e mesmo com a crise o mercado tecnológico tem demonstrado certa estabilidade.
Todas empresas buscam talentos e profissionais extremamente qualificados, exigem inúmeros conhecimentos e experiências. Porém podemos perceber que na maioria das ofertas profissionais as exigências não condizem com a função proposta, nem mesmo para o nível da vaga e remuneração.
Acredito que um dos motivos da depreciação salarial é a necessidade, onde um profissional que se encontra desempregado e acaba aceitando um valor inferior oferecido, temos também os aventureiros como em diversas outras áreas.
Na minha opinião as empresas devem valorizar mais o conhecimento e a postura dos profissionais, e não esquecer que a empresa somos nós(Pessoas), e não uma simples máquina. Valorize seu recurso, reconheça seu trabalho, explore suas melhores qualidades.
644 - comentário - 01/09/16 - 13:49:20 - Marcelo Jose Bardella - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Tenho percebido de maneira geral, nas vagas colocadas pelo APINFO, que os salários de 2014/2015, tinham valores mais significativos do que os de 2015/2016.

Concordo que o mercado de trabalho, alterou-se consideravelmente, porém não justifica a queda salarial que as empresas vem empregando.

Afinal as contas 2014/2015 continuam as mesmas, porém com valores atualizados pela inflação, que as de 2015/2016. até mais porque a inflação vivida no momento atual é bem maior que de tempos anteriores.

Isso vem mostrar um certo descaso com a classe de trabalhadores de TI. Colocando assim todos os trabalhadores na berlinda salarial.
Hospitalhd
645 - comentário - 01/09/16 - 13:49:51 - Vinicius Carvalho dos Reis - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

No meu ponto de vista, tudo depende da gestão.
Nos últimos anos se formaram muitos analistas ou técnicos e pouco gestores de verdade.
Eu não falo somente de coordenadores ou supervisores, eu estou generalizando toda a cadeia hierarca e incluindo gerentes e principalmente Diretores.
Se hoje o depto de TI é visto como gasto, é por conta de gestores incapazes de implantar a cultura de que trabalhamos paralelo ao negócio.
No mundo globalizado e informatizado que vivemos, um não vive sem o outro. Somos vistos como gasto e dor de cabeça nas corporações.
E isso impacta justamente no quadrante de salários, na satisfação do profissional de TI e no interesse de novos talentos para esta área.
Se antes a tecnologia era salvadora e os profissionais _super herois_, hoje nós somos _o TI que é uma porcaria_.
646 - comentário - 01/09/16 - 14:18:09 - Victor Donda Cruz - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Tenho notado um aumento na quantidade de pessoas desempregadas da nossa classe, isso faz com que analistas sr ou pl, que já estão desempregado a algum tempo, tenham de reduzir a sua pretensão salarial, passando a concorrer _injustamente_, com aqueles que possuem uma pretensão menor devido a suas experiencias, ou seja, hoje sou analista Linux Pl, com uma pretensão dentro de minhas experiencias e o que o mercado dita como um salario justo, porém tenho participado de processos, onde analistas Sr, ou analistas plenos com muito mais experiencia que a vaga pede, também estão se inscrevendo com um salario igual ao meu, a conclusão é simples: _Contratar uma mão de obra muito acima do esperado pela empresa a um custo muito menor_.

Isso gera uma queda no nível de nossos salários, que já não são tão justos assim, mas como julgar? Todos temos contas e não podemos ficar para sempre esperando.
647 - comentário - 01/09/16 - 14:22:18 - Frederico Silveira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Ótima iniciativa
648 - comentário - 01/09/16 - 14:33:32 - FELIPE BRAZ - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A pesquisa, além de gerar dados para planejamentos e tomadas de decisões gerenciais, pode colaborar com estudantes e recém formados que buscam se encaixar ou entender melhor a área em que pretendem fazer carreira.

Saber a quantas anda o mercado também contribui para que as contratações sejam melhor acordadas e mais justas.
GOC
649 - comentário - 01/09/16 - 14:44:06 - Anderson Rodrigo Felix dos San - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acho os salários muito baixo, as empresas exigem muitas qualificações e a remuneração não é de acordo com o peso da vaga e com o valor justo do mercado.
650 - comentário - 01/09/16 - 15:11:31 - Adriano J.M. - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acho magnifico o mercado em São Paulo Capital, muitas oportunidades os salários são bons para quem trabalha com o modelo PJ, Tendo em mãos a autonomia que o mercado pede, chega a ser maravilhoso o progresso, em algumas experiências percebi que o entrevistador técnico pede tanta informação, que em seu projeto não utiliza nada do que é requisitado, Trabalho com Arquitetura JEE,MEAN e SOA, não me falta oportunidades, mas tudo ao seu tempo, tenho 4 ano de experiência no mercado.
651 - comentário - 01/09/16 - 15:23:33 - Sandro Rocha - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Na minha opinião os salários estão dentro do esperado ainda mais por conta da crise que atualmente estamos passando, porém a dificuldade que eu venho percebendo é sobre a chamada para as entrevistas, caiu bastante e acredito que o motivo seja o número muito grande de pessoas que estão em busca de uma nova oportunidade e acabam enchendo a caixa de email dos recrutadores que não tem tempo hábil para os inúmeros emails que acabam chegando.
As exigências eu to achando um pouco exagerada em alguns casos já vi algumas inclusive sendo motivo de piadas nas redes sociais, mas estou confiante que o mercado vai dar a volta por cima e se estabilizar novamente.
652 - comentário - 01/09/16 - 15:24:14 - Adilson Santos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

muito bom saber o que os especialista em Ti estão pensando do mercado.
Hospitalhd
653 - comentário - 01/09/16 - 15:34:10 - Marcia Regina - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Falar de salário é um assunto sempre polêmico. Acredito que quando estabelecerem uma definição justa de atividades para JR / PLENO / SÊNIOR / MASTER e ESPECIALISTA começaremos a melhorar a situação salarial de todos. Se já houver esse tipo de definição, então é melhor colocá-la em prática. Seria interessante organizar as atividades para casa função dependendo do porte de cada empresa. Na Microempresa o funcionário desempenha sozinho todas as funções de um departamento ou mais, portanto seu conhecimento é abrangente e o salário, na maioria das vezes, é menor que um JR das Grandes Empresas. O RH é mais confuso ainda, porque exige experiência de JR e Estagiário! Nesse caso o Especialista terá que ser um _deus_ ou será descartado, pois quando o JR chegar a SÊNIOR já terá experiência para resolver tudo e mais um pouco. Acho que falta coerência nessa hierarquia.
654 - comentário - 01/09/16 - 15:36:42 - Vinícius Araujo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Como muitos dos que comentaram, o momento é exatamente esse que estamos vendo, profissionais mais velhos sendo dispensados, por conta do alto custo, e os mais novos, geralmente sem muito tempo de carreira, literalmente sambam nas tarefas que exigem mais experiência. Isso causa uma perda significativa na qualidade, porém também serve como desafio para os mais jovens.
Os salários estão muito abaixo do esperado, na verdade as empresas oferecem vagas que exigem tantos requisitos que na verdade são muito dispersas com o que o profissional realmente vai fazer.
655 - comentário - 01/09/16 - 16:34:35 - Walter Rizzo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A pesquisa é bem completa e uma excelente ferramenta para balizamento do que o mercado está oferecendo.
No que se refere ao AD (Administrador de Dados), segundo o que tenho visto pelas descrições nos anúncios publicados no site, há uma confusão entre as atividades inerentes ao cargo de ADMINISTRADOR DE DADOS e as atividades do Administrador de Banco de Dados.
656 - comentário - 01/09/16 - 16:50:00 - Diógenes de Pétta - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

a tabela de salário está bom, mas tem que haver mais contatos para entrevistas.
dbassocia
657 - comentário - 01/09/16 - 16:53:48 - William Amarante Cipriano - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A Pesquisa é de grande importância, para que as pessoas possam interagir e adquirir opiniões e informações. Sobre os salários podem concretizar que as empresas não são coerentes , pois grande em sua maioria, oferecem salários baixos e os profissionais que não tem experiência acaba aceitando as vagas com baixos salários , o que acaba atrapalhando que já é profissional e experiente para exercer a função. O Mercado vem de mau a pior , com a crise econômica as empresas tendem a diminuir custos e isso impacta diretamente em todas as áreas , ai vem todo o cenário de salários baixos , quem ta parado infelizmente tem que aceitar . Acho que o sindicato deveria manter um padrão para salários TI.
658 - comentário - 01/09/16 - 17:37:00 - Maicon - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A pesquisa é bem completa e uma excelente ferramenta para parâmetro do que o mercado está oferecendo.

Mais o mercado em si esta com um déficit de vagas, devido a crise economia.
659 - comentário - 01/09/16 - 17:46:46 - luciana de oliveira souza - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

pesquisa é bem completa e uma excelente ferramenta para parâmetro
660 - comentário - 01/09/16 - 18:16:30 - Dalmar - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A pesquisa em si é excelente, porem o atual quadro econômico pelo o qual o pais esta atravessando esta fazendo com que os salários dos profissionais de TI estejam cada vez mais achatados. A consultorias que não se preocupam com a qualidade dos serviços ofertados e a busca desenfreada das mesmas por lucros e nada mais contribuem e muito para isso. Para algumas consultorias os funcionários são a ultima coisa importante, ou a coisa menos importante.
GOC
662 - comentário - 01/09/16 - 19:55:05 - Luiz - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Situação econômica, foi aproveitada por partes de algumas empresa para reduzir salários e benefícios,com número de jovens entrando no mercado de trabalho a concorrência por vagas especificas ficaram achatadas. Infelizmente o cenário econômico não consigo visualizar melhorias para o País
663 - comentário - 01/09/16 - 21:55:04 - Catia - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A area de TI sempre foi uma area desejada por muitos por ser uma area com excelentes remuneracoes. Infelizmente em 2016 esse quadro mudou grandemente, empresas ao disponibilizar suas vagas, descrevem como requisitos, conhecimentos em nivel senior e oferecendo cargo e salario a nivel de junior.
664 - comentário - 01/09/16 - 22:00:29 - Ligia - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Vejo ultimamente uma diferença grande do que as empresas precisam do que solicitam nas vagas.É comum ver uma infinidade de requisitos para uma vaga junior e um salario baixissimo. Pedem experiencia de 5 anos para uma vaga Jr. Vi cargos de gerente com salario de R$ 4000,00 solicitando uma gama imensa de conhecimento! Acho que desandou um pouco o mercado de TI.
665 - comentário - 01/09/16 - 23:00:22 - Clayton - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A pesquisa está de acordo com a realidade do mercado de TI. Podemos considerar que estamos lidando com empregadores oportunistas grandes exigências para baixíssima remuneração.
apipesq
665 - Réplica - 02/09/16 - 10:17:44 - Daniela - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Também tem o fato que as pessoas estão saindo da faculdade bem despreparadas, são junior e dps de 6 meses querem ser pleno e dps de mais alguns meses senior.
Acredito que os dois lados precisam ser ajustados.
666 - comentário - 01/09/16 - 23:23:31 - Thiago - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Ainda vemos ofertas de empregos que exigem muito conhecimento e oferecem pouco.
667 - comentário - 02/09/16 - 01:12:04 - Gabriel - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

De fato o mercado de TI passou e passa por muitas mudanças. Tanto em função das questões econômicas quanto em função da sua própria evolução. Atualmente, o mercado de Ti se tornou mais amplo e trouxe com essa mudança um ambiente colaborativo o qual elimina cada vez mais o conhecimento centralizado. Isso justifica, ao meu ver, os pontos da queda identificada quanto a questão salarial. Uns anos atrás, os profissionais que obtinham determinados conhecimentos eram extremamente valorizado e a menor parte se distribuiam em mão de obras das consultorias body shops. Evidente que isso ainda existe mas vejo uma evolução dos profissionais um movimento do mercado que nos exige uma habilidade de gerar conhecimento cada vez mais. Acredito que a valorização do profissional de TI atualmente está muito mais em outras competências do que simplesmente nos conhecimentos técnicos.
668 - comentário - 02/09/16 - 07:00:03 - Marcos Paulo - 177.189.26****

Estou com 39 anos, me dedico a estudar TI desde 1993, sao 23 anos, na área, e já vi de tudo. O momento do país é horrivel, porem na area de tecnologia é pior, pois empresas hoje qualificam um JR como Senior e um Senior como Jr. Salario de Service Desk que era uma área voltada a gestao, agora paga-se no maximo 1.500,00 e exige-se ITIL, COBIT entre outras qualificaçoes, a pergunta que eu venho fazendo é, porque um profissional se submete a isso ?
Estou realmente pensando em sair definitivamente da área e me dedicar a outras coisa. Um simples vendedor de loja (Casas Bahia ou afins) ganha no minimo R$ 4.500,00, e detalhe, apenas vende e vende. Vale a pena continuar?
Meu ultimo salario foi de 5.000,00 e se quiser voltar ao mercado terei que aceitar 50% deste valor. E onde iremos parar?
Pecados
669 - comentário - 02/09/16 - 08:20:10 - Matthaus Rodrigues - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Tenho 27 anos, sou formado em Redes de Computadores e atualmente trabalho como Coordenador de TI em um Colégio. Antes desse meu último emprego trabalhei em uma multinacional, na qual pagava salário exorbitantes como atrativo, depois de alguns anos lá, grande parte da minha equipe e eu fomos desligados, pois estávamos com salários altos e os novos contratados estavam aceitando salários de R$1.200,00 para realizar as mesmas funções.
Notei que o mercado de TI e os próprios analistas andam se _prostituindo_. A palavra é forte, mas esboça a realidade da nossa área. As empresas quando abrem uma vaga pedem que o candidato saiba programar em três linguagens distintas, trabalhar com banco de dados, infraestrutura e atender uma demanda de Help Desk pagando uma bagatela de R$1.500,00 e vários analistas com estudo avançado se sujeitam a esse disparate, como se a empresa fizesse um favor a classe!
671 - comentário - 02/09/16 - 10:13:18 - Daniela - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A pesquisa está ótima, mostra um dash do cenário atual do mercado.

O que mais impacta hoje o mercado são os salários e a formação da pessoa: as empresas querem um mundo de conhecimento e nao valorizam na hora do salário. Também acredito que as empresas tenham dificuldades em achar pessos boas com salário razoável, tendo em vista que os jovens de hoje saem da faculdade com uma formação fraca e querem ganhar muito em pouco tempo.
672 - comentário - 02/09/16 - 10:20:58 - Dario Nonato - 186.225.16****

Bom Dia a todos ! Estou com 28 Anos e formado em Tecnico de redes de computadores. Atualmente não trabalho diretamente com Redes mas nesse emprego que estou, tem algumas _ coisas _ que consegui adquirir no curso e colocar em pratica. Bom, realmente o preço pago por nossa competencia está muito abaixo, não concordo. Sei que nosso país está em uma crise financeira e que temos que trabalhar para conquistar nossos sonhos mas estamos vendedo a preço Barato os nossos conhecimentos. As empresas estão lucrando muito e nós, estamos apenas congelados. Deveria ter um verdadeiro reajuste Justo para os colaboradores!
673 - comentário - 02/09/16 - 10:21:00 - Eder Freire - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A crise está sendo matadora em todos os setores, é bacana ver como que ela está impactando, e também poder ver as comparações com anos anteriores.
Pecados
674 - comentário - 02/09/16 - 10:30:16 - Fabio Silva - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Salario no mercado de TI vem caindo para os níveis sem especializacao, chamados profissionais generalistas com superficial conhecimento em varias tecnologias, assim como suporte nivel basico.

Isso se da pelo fato da falta de normatizacao/regulacao da categoria, onde com um curso de 1 mes o profissional ja se coloca na posicao de especialista em TI.
675 - comentário - 02/09/16 - 10:34:00 - Daniel - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Tenho 25 anos. Sou formado em Análise e Desenvolvimento de Sistemas pela universidade UNIMONTE, trabalho como desenvolvedor de sistemas web (PHP) em uma grande empresa do ramo de material de construções. Mas desenvolvo o sistema interno da empresa. Percebo a redução absurda do salário do profissional de TI nos últimos anos. Meu salário onde trabalho atualmente está longe de ser o ideal, mas mesmo assim está bem acima da média do que tenho acompanhado. Penso em sair do país, pois da maneira em que se segue, não vejo o futuro aqui no Brasil com bons olhares.
676 - comentário - 02/09/16 - 10:41:06 - Reginaldo Machado - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A pesquisa deveria ser dividida por nível de cargo (junior,pleno,Senior e Especialista)
677 - comentário - 02/09/16 - 10:52:21 - Willians Pisaneschi Coutinho - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Pelo que sinto o volume de projeto diminuiu devido a falta de investimentos no País, porém profissionais bem qualificados e com boa experiência não tiveram tantos problemas em questão de salário e recolocação, porém para níveis mais baixos, a dificuldade foi maior devido a lei que impera desde que o mundo é mundo (oferta e procura) com menos oferta, salários mais baixos, não acredito que seja impacto da falta de regulamentação, pois nunca houve mesmo. Acredito que as coisas estão melhorando, pelos amigos e empresas parceiras, já estão com vagas em aberto devido a não achar profissional no perfil e com salário ok, pq as vagas abertas que precisa ser um ninja e pagam vale coxinha não contam neh, essas sempre tem vaga abertas.
API
678 - comentário - 02/09/16 - 10:53:48 - Samuel - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O que eu vejo, é um exigência absurda, pra salários muito baixos, principalmente em empresas de TI no centro do RJ.
E devido a crise, bons profissionais aceitam essas propostas indecentes, como isso gerando um circulo vicioso de salários ruins.
679 - comentário - 02/09/16 - 10:57:13 - Leandro Paulo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Atualmente nas vagas que vejo e nas entrevistas que já participei pude notar que são exigidas muitas coisas para um salário que não condiz com aquilo.
680 - comentário - 02/09/16 - 10:59:17 - Fabiano - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A pesquisa esta muito boa, principalmente por não se ater apenas a questão salarial.


O salário é apenas uma consequência, para ter um bom salário é necessário planejar bem a carreira e definir os seus objetivos. Não adianta ser uma sardinha e ficar reclamando junto com as outras que não é valorizado, as empresas em qualquer tempo e em qualquer lugar do mundo vão sempre procurar o melhor profissional pelo menor custo. Isto vale para TI e para todas as outras áreas.


A questão principal é o que fazer para ser um tubarão. O momento é de pensar no futuro, analisar o que estará em alta daqui a dois ou três anos e buscar este conhecimento. Não é fácil, não vai ter um monte de vídeo na youtube explicando, nem livros em português, mas se fosse fácil todo mundo fazia...
681 - comentário - 02/09/16 - 11:02:31 - carlos yutaka metoki - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

AS PORTAS DO MERCADO PARA QUEM TEM 55 ANOS , ESTAO SENDO FECHADOS
GOC
681 - Réplica - 02/09/16 - 11:22:55 - Joaquim - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

É muito reconfortante falar que não existe mercado para o pessoal mais velho, passa a impressão de que são vítimas e não há nada a ser feito.

Eu tenho 59 e conheço várias outras pessoas mais velhas que continuam ativas e muito valorizadas.

Qual a diferença ? Estas pessoas mantiveram-se sempre atualizadas, buscaram certificações, algumas empreenderam e criaram empresas de sucesso, outras aproveitam o grande networking obtido em todos estes anos e emplacam vários trabalhos como consultores e etc.

Agora para o o cara com 50 anos, que programa em Cobol, não fala inglês, trabalhou 20 anos na mesma empresa, não tem uma rede de contatos e as vezes nem tem um curso superior... bom nestes casos não tem mais o que fazer, a culpa é realmente do mercado e das empresas que são muito malvadas ...
681 - Réplica - 02/09/16 - 13:28:49 - Pessoa Desconhecida - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

É o preconceito de pessoas como o Sr.Joaquim que me fazem dar razão ao Sr. Carlos
682 - comentário - 02/09/16 - 11:06:14 - Fernando Jr - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Infelizmente o mercado de TI exige muito e paga pouco. Desestimulando muitos profissionais que querem seguir na carreira ou até mesmo iniciar nela. E isso não se deve somente a crise, pois antes dela o mercado já se encontrava assim, infelizmente.
683 - comentário - 02/09/16 - 11:16:29 - Carlos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado no brasil está complicado, desde a parte das empresas que tem oferecido baixos salários e exigindo grandes experiências, passando pela parte do RH que durante um processo seletivo, poucas vezes possuem o comprometimento de informar o candidato do andamento do processo seletivo (mesmo que o candidatado não seja o escolhido) e pra piorar, alguns funcionários que aceitam ganhar bem menos do que o normal do mercado para uma vaga, empurrando os salários todos para baixo.

E acredito ser um problema localizado daqui e não do mercado de TI , já que fora do país, o que te pedem , acima de qualquer curso, formação ou etc, é experiência, se você tem e sabe fazer o que é preciso, ganha o quanto merece, além do salário ser compatível com a exigência.
Hospitalhd
684 - comentário - 02/09/16 - 11:22:13 - ANDRE HL - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Excelente, muito bomter pesquisa salarial por estado, é uma ótima referência.
685 - comentário - 02/09/16 - 11:26:48 - Ednaldo Lucena - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado de TI só cresce e o profissional tem que ser eclético para acompanhar e não ficar de fora. Acredito que a questão salarial é resultado das experiências adquiridas nos anos de carreira, mas a crise no país tem influenciado muito.
686 - comentário - 02/09/16 - 11:26:56 - Leandro Araujo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O Mercado para profissionais de TI enfraqueceu muito de 2015 em diante, principalmente no RJ pois a Petrobras movimentava muito este mercado no estado. Outra questão é que as empresas, aproveitando este enfraquecimento, estão mais exigentes e querem um Profissional Senior pelo custo de um Profissionais Junior.

Ainda tem mais, com as mudanças sugeridas no congresso para a CLT, vai haver uma mudança significativa na relação entre empregador e empregado, que por consequência afetará nosso mercado de TI, mas ainda não podemos analisar se afetará da forma negativa ou positiva.

Ótima pesquisa, apresentou justamente o que é percebido no mercado de TI nos nossos dias.

Sucesso a todos !
687 - comentário - 02/09/16 - 11:32:10 - Marcos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Todos nós sabemos que nós mesmos somos responsáveis pelo trabalho que realizamos. Isso afeta diretamente nosso operacional de cada dia, pois o que de fato vale no final das contas é o quanto recebemos. Até ai é de direito, mas esquecemos que somos frutos de um mercado pouco organizado e que faça valer o valor real de cada um, das horas em claro e dedicação total ao conhecimento na hora que _der um pau no sistema_.... de qualquer maneira a necessidade tem um valor e sabemos o quanto custa.. por isso compactuo com os colegas, porque somos tratados a revelia quando discutimos _salário_ ... creio que um _marco_ tipo regulatório seria interessante no sentido de _nortear_ o profissional...
dbassocia
688 - comentário - 02/09/16 - 11:52:35 - Rosane Marchand - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado atual está complicado em função da crise política e econômica que estamos vivenciando no país inteiro. Neste período vi colegas competentes e qualificados serem desligados da empresa pelo fato de serem _caros_ demais, e logicamente o mercado foi inundado com profissionais que precisam trabalhar mesmo que seja para ganhar um valor hora menor. As exigências aumentaram, os salários e benefícios diminuíram. No sudeste muitos estão comentando que conseguiram se recolocar com perdas significativas que chegam até 50% do valor hora que tinham a um ano atrás. Muitos colegas tiveram que sair do país em busca de oportunidade e uma motivação para continuar na área de TI.
As empresas brasileiras não entendem que o profissional de TI tem um alto custo porque são capazes de agregar um valor inestimável aos produtos desenvolvido e aos serviços prestados.
689 - comentário - 02/09/16 - 11:56:02 - Paula - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Infelizmente o mercado de TI está um tanto complicado nos últimos tempos, muitas empresas demitiram seus profissionais. O que mais vejo são vagas que exigem muito e infelizmente não pagam de acordo com o perfil exigido. O profissional sempre tem que estar atualizado, fazendo cursos, tirando certificações mas o mercado também não pode achar que precisamos lavar, passar, cozinhar e tudo o mais.
690 - comentário - 02/09/16 - 12:04:16 - Victor - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado de TI é complicado, alguns RH solicitam que você tenha experiência em tudo mas te paga um salário baixo. Não há expectativa de melhoras por partes das empresas, são poucas que investem no funcionário ou pagam um salário digno.
691 - comentário - 02/09/16 - 12:08:11 - Renato - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado de TI esta muito complicado, vagas JR exigindo muita experiência e acabam não dando oportunidade para uma pessoa que esta começando na área agora, além dos salários baixos que oferecem que qualquer ajudante geral ou outra profissão que não necessita faculdade ganham por ai, já os profissionais de TI que tem estudos e cada vez são mais exigidos são obrigados a aceitar esses salários por falta de oportunidade e a necessidade de trabalhar.
GOC
692 - comentário - 02/09/16 - 12:20:43 - Ricardo de Oliveira A. Cintra - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que o mercado de T.I precisa de regulamentação. Uma dos principais problemas que vem ocorrendo no mercado é a terceirização. Hoje infelizmente com ausência de Regulamentação, qualquer pessoa sem qualificação acaba podendo entrar no mercado de trabalho aceitando baixo salário e incentivando a mão de obra barata. Com isto os profissionais que investiram tempo e dinheiro em certificações acabam tendo que aceitar baixo salário para poder continuar no mercado. Mercados como os de Analista Programador acabam ter um reflexo melhor no cenário pois necessitam de mais conhecimento para que possa atuar de forma eficiente forçando as empresas a exigir mais conhecimento e experiências. Eu mesmo trabalhei em uma empresa de suporte que fazia _Leilão Inverso_ para pagar menos exigindo muito pouco ou nenhum conhecimento, derrubando aqueles que dedicaram a vida pela profissão e preza a qualidade.
693 - comentário - 02/09/16 - 12:36:42 - kaiserlook - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Faço da opinião dos nossos colegas da classe de Tecnologia a minha, falta regulamentação de toda a categoria. Nos especializamos, gastamos muito em certificação e treinamentos e muitos que aprendem via Youtube, ou qualquer outro meio, aceitam trabalhar por valores absurdamente baixos.
O mercado informa que falta profissionais qualificados, porém em meu ponto de vista em nosso pais tem muitos profissionais de alto padrão, porém uma empresa prefere um estrangeiro e só por ser de outro pais está na vantagem, quando a oportunidade é para brasileiro o salario não condiz com o cargo.
693 - Réplica - 02/09/16 - 14:23:43 - Marcos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Faço do Kaiserlook as minhas palavras !
694 - comentário - 02/09/16 - 12:38:53 - Jeferson Sales - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado de T.I é um dos mais complicados, acredito que seja a area hoje no Brasil mais desvalorizada no mercado, pois estão terceirizando essa area com muita rapidez, contratando técnicos sem qualificações técnicas, colocando o salario muito abaixo, hoje quem é especializado esta com dificuldade de arrumar um emprego e exigir o salario correto, pois tem muitos _profissionais_ se prostituindo na area, e as empresas estão se aproveitando da crise e exigem varias funções (graduação, certificados, inglês avançado) e o salario muito abaixo do que seria o correto. Acredito que T.I poderia ter algum tipo de CREA ou OAB, assim iria dificultar que a area fosse tão prostituída por mãos de obras baratas e porcas.
apipesq
694 - Réplica - 02/09/16 - 14:22:46 - Marcos Ferreira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Faço do Jeferson as minhas palavras !
695 - comentário - 02/09/16 - 13:04:41 - VINICURTO - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que o nosso mercado anda em declínio para minha área de Mainframe.
E o trabalho para a área financeira de Bancos/Seguros/Cartões anda cada vez se restringindo pelas fusões, com por exemplo a saída do HSBC e o mesmo caso que ocorre com o Citibank. Desta forma, com maior demanda que oferta de empregos, só consigo ver uma redução dos pisos salários em todos os níveis.
Mas de qualquer forma, amo o que faço. E ainda não me vejo fazendo outra coisa...
696 - comentário - 02/09/16 - 13:10:37 - Darling - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que muita coisa ainda pode melhorar, uma situação que gostaria destacar que aconteceu comigo, estava trabalhando como analista de testes e registrado como tecnico de informatica junior, ganhando muito abaixo da função que exercia, como realmente precisava do trabalho fiquei um bom tempo nesse trabalho.
Regulamentação e fiscalização é uma opção.
697 - comentário - 02/09/16 - 13:10:48 - Fabiano - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

As áreas de teste estão em alta, podiam valorizar mais estes profissionais, que tem garantindo um alto nível de qualidade!!!
dbassocia
698 - comentário - 02/09/16 - 14:34:50 - Divino André Rosa - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Infelizmente os clientes dão preferência a serviços baratos e de baixa qualidade. E, em sendo assim, a qualificação dos profissionais não é tão valorizado quanto deveria ser. Então, precisamos estar atentos às ferramentas que nos proporcionam produtividade para ganharmos em volume de produção.
700 - comentário - 02/09/16 - 14:57:40 - Victor Leite - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Hoje em dia vejo mão de obra barata tomando lugar da mão de obra qualificada, hoje em dia o salario é o que importa, pelo problema da crise e economia, existem profissionais no mercado aceitando 50% a baixo do que é pago, pois necessita de um emprego.
Esse ano o mercado de T.I está sem condições.
Quem manteve seu emprego parabéns, pois hoje está um leilão de valores, as empresas estão mandando no mercado, como ela tem o emprego ela paga a baixo e sabe que irá ter uma boa concorrência de profissionais.
701 - comentário - 02/09/16 - 15:39:01 - Ricardo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A profissão de TI no Brasil é difícil, tem que ser regulamentada. Não há valorização do profissional no mercado.
Faço desenvolvimento. Net há um ano e quatro meses como estagiário, participei em alguns processos seletivos que era para programador júnior, no entanto estava participando candidatos com mais de 16 anos de experiência, e não foi em uma entrevista foi em varias.
A terceirização também prejudica o profissional, contratam muitos mais com a mão de obra barata, pois não exigem qualificação e isso diminui o salário também do profissional qualificado.
702 - comentário - 02/09/16 - 16:00:31 - Felix M. Alencastro Jr - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

É um prazer poder ser convidado a participar desse fórum
Nesse meus 15 anos na área, vi os salário serem achatados, a exigência aumentando como forma de filtro.
Há uma desvalorização do profissional em relação ao mercado de TI (SAP).
O Idioma está cada vez mais sendo obrigatório.
Creu que a solução é se especializar em outros módulo Sap, onde haja menos concorrência.
À entrada de consultoria vindo da Índia está contribuindo para esse achatamento salarial .
O que nos resta é qualificar cada vez mais.
Esse é o nosso futuro!
Att
Hospitalhd
703 - comentário - 02/09/16 - 16:20:02 - Ricardo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Salários ainda defasados, empresas exigindo muito mais do que o necessário para funções básicas e pagando muito abaixo do que seria correto para alguém com formação superior e certificações.
Capacitação sai caro!
704 - comentário - 02/09/16 - 16:58:01 - Reinaldo Carnevale Bernardes - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Essa opinião está sendo emitida em um momento no qual o Brasil está em um processo econômico recessivo, e para a área de TI o reflexo está muito agudo, considerando a restrição de oportunidades e a consequente redução da remuneração pela alta disponibilidade de profissionais qualificados, mas sem emprego. Temos que crer que essa situação é passageira e buscar alternativas e soluções para retomar o desenvolvimento de novas oportunidades. Assim espero. Obrigado pelo convite para apresentar minha opinião.
705 - comentário - 02/09/16 - 17:23:25 - Cesar Vilarim - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Se por um lado os salários não estão caindo, por outro também quase não sobe.
Estamos com valores médios muito semelhantes ao que se tinha como média de mercado há 6 anos atrás.
Isso independente de crise.
A crise atual só piorou a situação. Vheguei a receber propostas como PJ que ficavam mais de 10% abaixo do que eu recebia na mesma função 8 anos atrás... E não foi só uma.
706 - comentário - 02/09/16 - 20:52:38 - Adilson Paulo de Jesus - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Muito Grato pelo convite.
GOC
707 - comentário - 02/09/16 - 20:59:29 - Cristiano - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Grande portal de emprego
708 - comentário - 02/09/16 - 21:50:57 - Alexandre - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acho que o mercado de TI (principalmente o mercado voltado para a área de suporte) se fez valer da crise que se instalou em alguns setores, para assim forçar o trabalhador a aceitar reajustes que nem recuperam os prejuízos que teve com o aumento da inflação. Com isso o salario e benefícios do setor se tornaram cada vez mais defasados, se comparados com outras categorias, porem na contra mão do processo as empresas estão cada vez mais exigidos conhecimentos alem do necessário, chegando a ser ate absurdo em alguns casos, porem sem a devida remuneração ou o devido respeito com o profissional que gastou muito (tanto tempo quanto dinheiro) na sua qualificação.
Obrigado pela oportunidade de expressar minha opinião.
709 - comentário - 03/09/16 - 00:04:58 - Vinicius - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

vejo que cada vez mais se é exigido conhecimento abrangente em varias áreas tirando o foco do profissional em ficar bom em uma especialidade, felizmente fui uma pessoa fora da curva e dobrei meu salario esse ano pois havia focado em produtos e soluções Microsoft e esqueci o lado de programação, estudei mais do que devia e menos do que poderia aprendi uma terceira língua e finalmente conquistei uma vaga em uma grande empresa, porém meus colegas que são conhecedores natos de certas especialidades estão desempregados e não querem fazer parte dos _prostituidos_ do mercado e não estão aceitando salários baixos e estão procurando melhor e estudando e se certificando de alguma maneira almejando algo melhor.
710 - comentário - 03/09/16 - 02:39:24 - Bete Ramos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sou analista de sistemas focada a negócios e estou no mercado há mais de 30 anos. No momento estou a procura de uma nova oportunidade de trabalho. No entanto tenho recebido propostas vergonhosas da área de TI que sequer atingem 40% do último salário o que me faz repensar em uma nova profissão. Além de salários baixos para profissionais mega qualificados tem a questão da terceirização com vários modelos de contratação que nos priva a curto e longo prazo de usufruir de direitos e benefícios, Não é a toa que temos um crescente número de ações trabalhistas..
Hospitalhd
711 - comentário - 03/09/16 - 09:41:22 - Wellington Rodrigues - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sou Wellington tenho 26 anos, estou no ramo de TI a 10 anos.
Minha especialização é redes, como cabeamento estruturado, montagem de rack, configuração de servidores, entre outras qualidades.
Com todo esse conhecimento os salário são baixos, o que faz eu pensar em outras profissões.
712 - comentário - 03/09/16 - 10:35:39 - Rafael - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Tenho 5 anos de experiência em suporte e infraestrutura, pós graduação e certificados, mas meu salário é praticamente o mesmo de quando comecei a trabalhar. As empresas exigem cada vez mais conhecimento do profissional, para salários cada vez mais baixos, até porque se você não gostar, sempre tem alguem que está passando dificuldade e aceita essa exploração das empresas. Pro interior de São Paulo não há muitas vagas, o jeito é abrir seu próprio negócio ou mudar de área para ganhar dinheiro. Vejo que a terceirização quebrou o profissional de TI, pois na disputa de contratos, ganha quem oferece o valor mais baixo, e isso reflete diretamente no salário do terceiro, cabendo a nós ficarmos a mercê destas empresas mercenárias. Estou mudando ligeiramente de área e estudando programação, aparentemente tem mais vaga e paga um pouco melhor do que infra, melhor do que ter que trocar de área.
713 - comentário - 03/09/16 - 12:22:09 - Adriano de Paula - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Pesquisa muito bem feita. Com uma riqueza de detalhes e indicadores. Parabéns pelo trabalho!!
714 - comentário - 03/09/16 - 12:41:18 - Pedro Cerioni - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Estou no começo da carreira como Técnico de Suporte a Sistemas I. Mesmo sendo uma multinacional, a remuneração não condiz com o cargo, e a quantidade de tarefas desempenhadas, chegando a ser desmotivador em alguns casos.
dbassocia
715 - comentário - 03/09/16 - 13:00:15 - elvesj@yahoo.com.br - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Infelizmente nossa área se sujeita a muito tipo de barganha, ainda mais quando se esta desempregado, sempre oferecem o que querem e puxam sempre o salário para menos. O salário do profissional em si ainda esta neste nível, pois a mentalidade de muitos gestoresempresários ainda acham que a área de TI e somente custos, porque muitos não conseguem medir os ganhos, salvos os que conseguem ver os ganhos.
O salário esta na faixa tanto para PJ quanto CLT, somente tendo reajustes conforme as índices e acordos contratuais, mas estou na faixa desde 6 anos atrás.
716 - comentário - 03/09/16 - 15:45:12 - Cristiano Amorim - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Temos que ficar de olho pois a cada ano sinto que muitas pessoas ingressam na área com a finalidade apenas do dinheiro, projetos ruins estão sendo construídos, muita coisa sem sustentação. Vamos ficar de olho nisso!!!!!!!!!!!
717 - comentário - 03/09/16 - 16:37:34 - Sandra - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Infelizmente hoje não estão pagando tão bem, mesmo sendo PJ ou CLT.
Empresas contratando e pessoas tendo a mesma função e recebendo diferente, projetos ruins, não estão dando tanta importância as certificações que temos, enfim uma bagunça e salários péssimos.
718 - comentário - 03/09/16 - 16:58:07 - Humberto Nunes de Souza Filho - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Devido a crise que o país passa, os salários não estão tão atraentes.
GOC
719 - comentário - 04/09/16 - 07:29:28 - Lais Honorato - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Com a atual crise, as remunerações não estão de acordo com os cargos, a exigência também aumentou, existe muita demanda de bons profissionais disponíveis no mercado e as empresas estão oferecendo salários bem menos atrativos.
720 - comentário - 04/09/16 - 10:54:23 - Jailton Lopes - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Todos os setores estão passando por situação difícil, mas algumas empresas estão se valendo deste momento para colocar a culpa neste momento ou não paga o valor correto ou demite para contratar ao menor valor, mas com exigência ainda maior.
721 - comentário - 04/09/16 - 13:18:50 - Marcelo Rodrigues Silva - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado sempre irá atuar dessa forma....trocar um caro por um mais barato...principalmente enquanto nossa atividade não for regularizada, e você não tiver claro a formação requerida para os diversos profissionais envolvidos. O problema é mais antigo: O que é ser um analista de sistemas ? Qual a formação requerida ? Quando teremos uma classe que se preocupará mais em _ser_ reconhecida, do que ficar querendo tomar cerveja e ganhar para isso ?
722 - comentário - 04/09/16 - 13:34:40 - Erasmus - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Mantive a mesma pretensão salarial nos últimos 5 anos, e o salário permaneceu praticamente o mesmo, não acompanhou a inflação com as trocas de emprego. Passei mais de um ano desempregado e recentemente consegui uma oportunidade. Parece que a crise aumentou a discrepância salarial e a especulação de processos seletivos (vagas que não existem).
apipesq
724 - comentário - 04/09/16 - 17:43:03 - SEMIRAMIS MARQUES MOREIRA - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

As empresas dificilmente dão aumento por merecimento. Somente quando um funcionário quer se demitir da empresa que ela quer aumentar o salário. Triste mas é a realidade.
725 - comentário - 04/09/16 - 18:38:08 - Fabiano Nogueira de Sá e Sousa - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sou engenheiro, trabalho como analista de sistemas em C puro a 8 anos passando por varias empresas.
Uma coisa que percebo é que nos requisitos das vagas existe muita exigencia de conhecimento por um salário muito baixo, mas isso se deve ao fato de sempre ter gente q aceita fazer a mesma coisa por menos
Eu não aceito e isso é uma coisa que deve ser conversada na entrevista que deve ser uma via de mão dupla onde devemos questionar também, afinal a empresa não está fazendo um favor e sim um troca meu tempo e meu conhecimento pelo meu salário
Sempre que mudo de empresa é por um salário no minimo igual
Deus é Fiel
726 - comentário - 04/09/16 - 21:06:48 - Edgard Santos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sou analista desenvolvedor, tenho mais de 7 anos de experiência e trabalhei em vários tipos de empresas.
Nessa minha passagem percebi que os profissionais acabam aceitando qualquer coisa e não se valorizando. Com isso as empresas também optam em não valorizar o profissional e oferecendo salários baixos.
Uma coisa que vi em muitos países e pouco no Brasil é o empreendedorismo na área de T.I. O profissional tem um conhecimento grande mais não tirá proveito disso para montar seu próprio negócio.
727 - comentário - 04/09/16 - 22:43:55 - Fernando - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O que percebo é que as organizações exigem muitos skills e não pagam apropriadamente por isso, mas a culpa é também dos profissionais que aceitam receber muito menos que o valor adequado.
Pecados
728 - comentário - 04/09/16 - 22:44:33 - Cleberson Silva - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sou Analista de Infraestrutura TI, atuando no mercado a mais de 15 anos. A baixa demanda no mercado de trabalho tem feito com que o empregador deprecie o salário e, desnecessariamente, exija aptidões profissionais com as quais o profissional não irá atuar, gerando expectativas profissionais além da realidade, e consequentemente _turnover_ no quadro funcional.
729 - comentário - 05/09/16 - 07:47:36 - Mathias Villan - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Pessoal bom dia a todos sou Analista Programador a mais de 8 anos e realmente concordo com essa pesquisa do site _APInfo 2016 salários e mercado de TI_, comecei a pouco em um novo emprego e do ultimo para o novo emprego fiquei mais de 3 meses desempregado, e tive que aceitar proposta de salário inferior ao antigo para conseguir a vaga.


OBS: Consegui a vaga através do site da APInfo mais uma vez ^-^

Obrigado a todos e principalmente ao pessoal do site !!!
730 - comentário - 05/09/16 - 10:19:14 - Daniel - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Senhores, a triste verdade é que vagas são divulgadas e as exigências são enormes, querem contratar Pleno por Junior. Fora algumas empresas ao invés de contratar consultoria, fazem milhões de promessas e contratam profissional pedindo empenho, que ao passar o prazo de experiência será efetivado com melhorias, e ao provar seu potencial e conhecimento durante os 90 dias para conseguir a tal efetivação, vem a noticia do desligamento. Conheço vários profissionais que passaram por isso e fica muito difícil acreditar em alguma promessa de empresa nas entrevistas.
731 - comentário - 05/09/16 - 10:44:53 - Valéria Domingos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sou Analista de Recrutamento e Seleção, com 7 anos de experiência na área de TI, e a matéria em questão, retratou bem o cenário, houve um _explosão_ no mercado de TI, oferta, procura, profissionais se criando, enfim, é uma área de trabalho muito vasta, mas que precisa ter uma analise detalhada e minuciosa, sobre os cargos, funções, perfis, experiências e conhecimentos para cada perfil e cargo, pois são muitos que fazem o mesmo e poucos que fazem o diferente, isso gera uma desigualdade salarial enorme, as vezes o mesmo perfil ganha um salário enorme e o outro baixo, a necessidade, a grande demanda e o curto prazo para se atender projetos gera uma massa de profissionais que pedem o que querem, ganham mais do que a vaga pode pagar e só resolvem o problema, isso tem atendido, mas não é a solução.
Tem que ter respeito e honestidade entre empresa x profissional, só assim vai funcionar.
Pecados
732 - comentário - 05/09/16 - 11:07:34 - William - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Realmente estamos vendo uma grande defasagem ao que diz respeito a ti, Existem vários problemas em nossa área referente a salários e trabalho desenvolvido.
Hoje encontramos empresas que exige um nível sênior com salários de estagiário, acredito que grande parte deste problema vem das universidades e faculdades de TI que não prepara seus alunos para o mercado de trabalho , hoje se um aluno ingressar no curso sem experiência e após a conclusão ir para o mercado não conseguira desenvolver um trabalho com excelência, salvando alguns gênios.
Acredito que isso posso mudar com o tempo e termos uma competitividade igualitarista entre oferta e procura.
733 - comentário - 05/09/16 - 12:24:09 - Daniel - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Deveríamos ter um sindicato que obrigasse temos um piso salarial assim como as demais áreas, somos importantes quanto outras áreas pois tudo depende da tecnologia.
Quanto ao mercado não é que falta emprego, as empresas pedem demais e querem pagar pouco eu não saio da empresa que estou em busca de _aventura_.
733 - Réplica - 05/09/16 - 12:31:02 - Mario Apra - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Não caia nessa, o sindicato só faz gastar dinheiro alheio e não luta por nada. A livre concorrência e o mercado se ajustam, então se fizerem que nem você de "não aceitarem uma aventura", os empregadores terão que reajustar o salario da vaga para cima, devido à diminuição da demanda.
734 - comentário - 05/09/16 - 12:32:50 - Sergio Moreira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O cenario mudou bastante como mencionado na pesquisa houve um grande aumento de demanda para area de TI devido aos antigos salarios altos e como consequência disso o mercado inflacionou fazendo com que os altos salarios fossem diluidos na nova demanda atual de profissionais na area fazendo com o profissional altamente remunerado ter maior dificuldade para realocação e aceitando diminuir seu salario.
Vejo o cenario parecido a area de Direito onde no passado fora o status de ser advogado mas a boa remuneração fez com que muitos cursarem Direito e consequentemente isso inflacionou o mercado fazendo com que tornasse uma area mais dificil de ser bem remunerado ou pelo menos se alocar. Parace algo que pode acontecer com TI se continuar esse aumento de profissionais, mas que porem sempre havera demanda, mesmo que pequena é um pouco preocupante isso, por isso temos que ter um segundo plano.Obrg
API
735 - comentário - 05/09/16 - 12:49:55 - Antonio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O que mais está acabando com os profissionais de TI são as consultorias, que recebem muito bem das empresas mas pagam muito mal, não valorizam seus profissionais, alocam seus funcionários em clientes e os abandonam, não fazem o acompanhamento, não fazem avaliação de desempenho e muito menos possuem plano de carreira.
É uma pena que as consultorias estão dominando o mercado e nós que somos da áreas somos obrigados a trabalhar para alguma empresa sempre através dessas consultorias.
736 - comentário - 05/09/16 - 12:50:18 - Walter Mezzetti - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Muito Bom toda esse trabalho de análise feito por esse site
738 - comentário - 05/09/16 - 12:56:31 - Hugo Lopes - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Olá amigos,
Trabalho na área de TI há mais de 13 anos, inclusive já trabalhei na Europa e o que vejo no Brasil é empresas que exigem mais que um Sênior e vários requisitos e oferecem um salário de estagiário, são inúmeros requisitos e não há qualidade algum para o profissional, não há reconhecimento, esse profissional não se fez da noite para o dia, ele levou anos de estudo, cursos, formações, graduação, pós e certificações com muito afinco para receber um reconhecimento medíocre das empresas no Brasil, para mim acho que essa área já deu pois tu quer dar estabilidade e tranquilidade para a tua família, tu inicia sua jornada em uma empresa na qual se dedica de corpo e alma sem horário para voltar para casa, para a sua família e depois sem mais e menos é desligado, o profissional é tratado como um mero robô e para eu não desejo mais isso.
739 - comentário - 05/09/16 - 12:58:10 - Enrico Herrera - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sem chover muito no molhado, mas compartilho da mesma opinião que a maioria que li. Estou desempregado ja faz 3 meses, fiz apenas 1 entrevista nesse período, sou um profissional com mais de 10 anos no mercado de T.I. e o que percebo é que tanto consultorias quanto as empresas, e em função dessa _crise_, pois não sei até aonde é uma crise mesmo, estão desvalorizando o profissional capacitado, eles não querem profissionais qualificados, e sim mão de obra barata, e o que acontece é que JR e Estagiários estão tomando os lugares de Seniors, mas isso gerará uma crise futura no mercado, assim como esta acontecendo com pessoas que ja trabalham com isso a mais tempo.
GOC
740 - comentário - 05/09/16 - 13:05:47 - Alexandre Barbosa Lima - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Tenho mais de 15 anos, e sai de uma empresa em agosto do ano passado, e só fui realocado em fevereito em uma empresa que tenho de ser coordenador, gestor, analista e estagiário com um salario menor que estava acostumado, porém não estava aguetando tanto tempo e escolhendo emprego, as empresas estão usando crise como desculpa para vc por exemplo coordenador trabalhar como analista e assim economizar no salário.
741 - comentário - 05/09/16 - 13:06:56 - Jamil Rodrigues - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Devido a crise em que o pais atravessa e a grande demanda de profissionais na área Ti , vejo um certo abuso com relação a classe por parte dos empregadores e contratantes , embora a crise exista isso e fato nao justifica desvalorizar tanto um profissionais especializado , a diferença de salários e um absurdos no exercício de determinadas funções, hoje não se tem base de qto. ganha um Analista de sistema ou uma analista de suporte , sem contar que as exigências são tantas que nao corresponde ao salário oferecido a impressão que fica e que eles querem contratar um analista de suporte nao desmerecendo a classe claro , para fazer serviços de um analista de sistema SR ou PL. com isso reduzindo os custos , so que ai eu pergunto e a garantia e a qualidade do serviço será que seria a mesma ?
742 - comentário - 05/09/16 - 13:07:32 - Bruno Amaral - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Concordo com os demais colegas. Acredito que empresas estejam se aproveitando de uma situação de _crise_ política para cortar custos e gastos e com isso cortar pessoal _caro_ e contratar profissionais mais baratos. Cortar quadro é sinônimo de cortar custos e gastos.
743 - comentário - 05/09/16 - 13:11:26 - Elmer - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Quando comecei (2007) o mercado pagava bem pra qualquer profissional da área geral. Atualmente percebi que ainda há bons salários mas para recebê-los o profissional tem que atender DE FATO bastante requisitos. Claro que sempre vão existir as empresas que vão querer profissionais sêniors por preço de pleno/júnior e os profissionais que _aceitam_ trabalhar por menos que o valor de mercado deixando a disputa por vagas de certa forma, injusta.
A crise influenciou bastante nos sálarios oferecidos, é raro encontrar vagas de empregos por mais de R$6k (CLT) e tudo isso precisa ser analisado. No geral, acho que temos que seguir aquela frase que sempre ouvimos _na área de TI temos que nos manter atualizados_ a risca pra termos sempre um diferencial pra apresentar pra justificar um salário melhor.
Hospitalhd
744 - comentário - 05/09/16 - 13:13:55 - Thomaz de Aquino Oliveira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Atualmente no cenário de nosso setor está tendo muitos gastos e estamos sendo desvalorizados no mercado, a disputa de vagas esta cada dia mais difícil neste setor.
745 - comentário - 05/09/16 - 13:17:46 - Irton Medina - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Estou aproximadamente há 8 anos na área de Suporte e infraestrutura, porém o salário hoje não está adequado ao profissionalismo, pois são necessários vários cursos de certificações e mesmo assim é raro um salário acima dos 3K. Mesmo assim nesta área a atualização em cursos e tecnologias sempre será um diferencial.
746 - comentário - 05/09/16 - 13:20:10 - Renan Morais - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Pra variar, as empresas estão cada vez mais desvalorizando o profissional de TI, pois ultimamente o conjunto servidor_sistema estão cada vez mais estáveis, portanto sempre acham que não fazemos nada para contribuir a essa estabilidade.
Só que todas as empresas se esquecem que o que move uma corporação hoje em dia é o TI, então tenho fé que esse cenário um dia irá mudar, pois ta horrível os salários.
747 - comentário - 05/09/16 - 13:33:02 - felicio mauricio saccucci - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

obrigado pelo convite
dbassocia
748 - comentário - 05/09/16 - 13:35:49 - Hilton Machado - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Concordo com todos os colegas em quase tudo. Além da crise que o país está atravessando, as empresas estão buscando e _Justificando_ em cima desta situação o corte e a oferta de salários cada vez mais irrisórios numa disputa quase que a ferro e fogo entre os candidatos. Junta-se a este fator que TI é visto como gasto e não investimento pela gigantesca esmagadora das empresas e temos um binômio perfeito para esta desigualdade.
Visão sistêmica de TI como Gasto X Crise econômica.
749 - comentário - 05/09/16 - 13:37:30 - felicio m saccucci - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Estou a 30 anos no mercado, sai da área de MF e fui para microinformática acreditando que teria melhores remunerações e hoje vejo que se estivesse me mantido no Cobol estaria melhor. Contudo, venho me mantendo na área de projetos que me mantém na atividade com boas perspectivas. Mas sinto que a área funcional de TI também foi muito prejudicada com a evolução dos ERPs e pacotes.
750 - comentário - 05/09/16 - 13:41:32 - Desabafando - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Bom meus caros colegas e amantes de TI, é triste ver oque terceirização (quarteirização algumas vezes), tem feito com nossos salários. Claro outros fatores influenciam diretamente como o aceite de colegas para funções avançadas por salários miseráveis, valores que não condizem com o quanto investimos de tempo, dinheiro e vida, para nos mantermos atualizados. Infelizmente existe hoje uma exigência brutal por requisitos, para um salário mediano, por ora muito abaixo do justo, com o conhecimento do profissional, salário esse que em 99 % das vezes não supre um curso preparatório, o voucher de uma certificação. Bom, amamos oque fazemos, o desafio é dar o sangue para aprender mais, especializar-se com foco em sua área de escolha, fazer as pazes com o inglês e ampliar seu network. Desejo melhoras para nossa área, e a todos os colegas que vivem esse dilema.
751 - comentário - 05/09/16 - 13:45:47 - André Lourenço - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Olá, referente à pesquisa, é claro para TODOS que trabalham na área que somos mal pagos pelos serviços que prestamos. Não há hoje valorização do nosso ramo.
GOC
752 - comentário - 05/09/16 - 13:53:52 - Felipe - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Bom infelizmente nós profissionais de TI não somos valorizados.
Vejo vagas pedindo diversos cursos, certificações MBA pagando valores absurdos, mas infelizmente tem gente que necessita trabalhar e se sujeita a esse tipo de situação.
Poucas empresas valorizam o profissional de TI, e o que se mais vê e a terceirização do setor em diversas empresas o que causa uma rotatividade e uma falta de qualificação.
753 - comentário - 05/09/16 - 14:01:22 - Leonardotirj - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Boa Tarde à todos! Concordo plenamente com a pesquisa, por sinal parabéns ao APINFO que ainda continua fazendo esse tipo de pesquisa pra nos manter atualizados, porém infelizmente a situação não tem se mostrado favorável para os profissionais de TI e por muitas vezes me sinto indignado com o fato da mídia principalmente _Rede Globo_ mostrar que o mercado de TI está com muitas vagas e oportunidades. Eu também eu penso mas é claro tem muitas vagas de trabalho, que é totalmente diferente de emprego. Trabalho = Salário baixo, sem benefícios,praticamente zero de expectativa de crescimento / Emprego= Salário condizente com o cargo, com a formação e títulos do profissional, benefícios, plano de carreira entre outros pontos pra que estimule o profissional em desenvolvimento. Infelizmente profissional de TI hoje trabalha pelo amor à profissão e conta também com a sorte e muito networking.
754 - comentário - 05/09/16 - 14:04:25 - Marcelo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sou analista desenvolvedor, tenho 46 anos, e sinto hoje na pele um problema que jamais imaginei passar em TI. O preconceito quanto a idade. Vejo empresas que preferem profissionais juniores por conta do custo, mesmo que isso represente baixo conhecimento e experiência. Não se leva em conta o conhecimento adquirido, mas sim o custo que o profissional tem para a empresa. O resultado da pesquisa reflete em parte o que vivo hoje no país. Já reduzi muito meu padrão de vida, e meu valor de mercado, e mesmo assim tem sido muito difícil a recolocação. Como li de alguns colegas, hoje estamos ainda mais desvalorizados, somos explorados, mal vistos, nos negam oportunidades de crescimento, nos julgam pela idade, nos transformam em mão de obra barata. Resultado disso: baixa qualidade e mercado prostituído, sistemas mal feitos, retrabalhos contínuos (apaga fogo), stress, e baixa qualidade de vida.
755 - comentário - 05/09/16 - 14:08:24 - Maximiliano - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Boa Tarde à todos! Concordo plenamente com a pesquisa, por sinal parabéns ao APINFO que ainda continua fazendo esse tipo de pesquisa pra nos manter atualizados, porém infelizmente a situação não tem se mostrado favorável para os profissionais de TI.
apipesq
756 - comentário - 05/09/16 - 14:15:18 - Anderson Taborga - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sou analista desenvolvedor aproximadamente 6 anos, atualmente estou efetivado em uma das empresas que venho dando suporte a algum tempo como programador ABAP e funções _extras_, empresa de grande porte, tenho na minha rede de contatos, por volta de umas 150 pessoas que ao decorrer da minha carreira venho mantendo de forma sistemática e profissional, mantendo o que eu chamo de estar estável no mercado. Eu não acredito em carreira, isso é sistema global para agaria profissionais e criar uma competição motivacional do panorama de mercado dos sonhos. Com minha experiência, falo das bases salariais de maneira oriundo padrão BR fora do conceito e estão também cada vez mais enxutas com a realidade do estrangeiro, mas nada do que seguir caminhos alternativos e ter planos diferenciados para cada etapa, seja, analista ou desenvolvedor.
757 - comentário - 05/09/16 - 14:42:51 - RMMD - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

É incrivel o descaso e desvalorização que as empresas estão dando para a TI e seus profissionais.

Trabalho atualmente em uma empresa multinacional que a TI no Brasil é resumida a mim, todos os pontos são tratados por mim(Dev, Infra, Projetos, Telecom, Processos) e sem orçamento ou apoio da gestão.
Resumindo sou Gestor de TI com cargo de Analista, aceitei esta situação pois estava desempregado a muito tempo e preciso me manter trabalhando.

O mais desagradavel é que com a febre da transformação digital, na maioria das vezes encabeçada por areas de mkt e que restrigem o papel da ti nas empresas, estão difamando o papel da TI nas corporações e trasnformando a TI, em uma area de serviços gerais. Precisamos nos regulamentar, enfrentar e frear essa onda de desvalorização, desprezo e difamação para com a nossa area.

Menos panelinhas e mais profissionalismo.
758 - comentário - 05/09/16 - 14:43:42 - Diego Vieira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Salve comunidade DEV!! Sou Programador Sênior, venho atuando com Delphi na ultima década e vejo diariamente na minha busca implacável de atualização que muitas vezes que para se dar bem na nossa área, ou você está muito a frente da realidade atual do mercado, criando conceito ou desbravando tecnologias novas muito pouco difundidas e documentadas no ambiente nacional (o que se torna uma boa ideia para quem está começando cheio de neurônios e força de vontade), ou atrás, atendendo o imenso legado de grande empresas com sistemas desenvolvidos em linguagens antigas onde existe cada dia menos mão de obra qualificada devido a falta de interesse nas instituições de ensino em oferecer cursos do gênero. A única pergunta que me faço é até onde isso é sustentável?
759 - comentário - 05/09/16 - 14:47:34 - Sergio Ramos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Concordo plenamente! Parabéns para a APINFO que apesar de ser um site gratuito que ajuda a muitos a se recolocar no mercado ou até a achar uma colocação melhor que a atual, se preocupa em realizar uma pesquisa salarial com tantos dados relevantes e que também ajudam a pessoa a ver o nicho que vai atacar, pelos resultados das pesquisas apenas 33% das pessoas que responderam tem alguma certificação, sendo ela o ITIL, no meu ponto de vista é um número muito baixo, pois hoje quem está escolhendo a grande maioria pelo menos é o mercado! E isso faz com que os salários tenham uma queda muito acentuada neste período e as formas de contratação sejam as piores possíveis, a outra parte que tem certificados além do ITIL, com certeza nesse momento está se destacando e conseguindo oportunidades melhores.
dbassocia
760 - comentário - 05/09/16 - 14:51:57 - Maycon - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O maior absurdo que acontece no mercado brasileiro quando estamos falando de TI é a questão do salário para o estagiário, pois são poucas as empresas que realmente se importam em pagar bem para um funcionário que só irá colaborar seis horas por dia.

Todos aqui sabem o quanto é difícil estudar a área de tecnologia, pois demanda muita dedicação e prática e mesmo assim somos tão desvalorizados, já recebi propostas que estágio que me pagariam apenas R$ 600,00 / mês. Todos nós sabemos que isso não arca nem com o valor da faculdade.

Por isso gostaria que o mercado brasileiro fosse um pouco melhor para essa área de é tão valorizada em outros paises.
761 - comentário - 05/09/16 - 14:58:35 - Rogério Nascimento - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A pesquisa de Salários da APInfo é uma grande balisadora do mercado de TI.
Obrigado pelo serviço prestado no decorrer desses anos.
762 - comentário - 05/09/16 - 15:11:18 - Norton Paratela - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A _Pesquisa apinfo 2016_ nos mostra estatísticas interessantes, entretanto não pude ver o que os números falam para os profissionais acima de 50 anos.

Por outro lado, o cenário está mais do que claro quanto às tendências de mercado. Com base nas afirmações abaixo, pode-se concluir que o mercado de TI está sob alta retração.

1) A área esta menos atrativa para os mais jovens.
2) O tempo de recolocação esta maior
3) Mais profissionais tiveram que reduzir o salário para obter uma nova colocação.
4) Salários baixos continuam sendo o principal problema para 24% dos profissionais.

Não vi nada que abordasse a respeito de Gerente de Projetos. No mais, achei a pesquisa muito boa. Para mim particularmente, chego a conclusão que o mercado está muito trancado e desvalorizado.
763 - comentário - 05/09/16 - 15:23:34 - Cleuber Sousa - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Morei 10 anos em São Paulo e tive meus melhor salário, moro a 4 anos no Rio de Janeiro e tive meus piores salários da vida, não posso enfaticamente afirmar que isto ocorra a maioria dos profissionais de TI, mas hoje estão trocando um com salario de R$ 2.000,00 por quatro estagiários com Bolsa Auxilio de R$ 500,00 e sem experiencia.
Hospitalhd
764 - comentário - 05/09/16 - 15:41:31 - Carla Primpineli de Almeida Ma - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Gostei muito da pesquisa da Apinfo porque mostra a verdadeira situação do nosso país.
Moro em São Paulo e estou desempregada há 2 anos. Realmente o ramo de TI está muito difícil.As pessoas estão sendo empregadas são mais novas e aceitam salários mais baixos,pois estão ainda no começo de carreira.
765 - comentário - 05/09/16 - 16:25:20 - Fabio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Interessante essa pesquisa, mas é a mais pura realidade, profissionais na área de TI não tem seu valor reconhecido mesmo. Estou atuando na área de TI mas não onde queria, mas como eu sempre digo, conhecimento nunca é demais e estou aprendendo coisas novas, mas não deixando de lado o programador q hj sou... Falta incentivo das empresas em seus profissionais que acabam mudando de area ou até mesmo de empresa pelo pouco reconhecimento que se obtêm..
766 - comentário - 05/09/16 - 16:40:36 - Lucinmar Martins da Silveira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Interessante a pesquisa, pois mostra a realidade que estamos vivendo. A crise financeira afetou e está afetando o mercado de trabalho, espero que melhore de agora pra frente.
767 - comentário - 05/09/16 - 16:42:32 - Diogo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Estou na área desde 2012 quando me formei em ADS e atualmente o que mais me deixa indignado quando estou procurando emprego é a tal da pretensão salarial.
Como uma vaga pode ser divulgada sem ter um salário definido?
Na minha opinião as empresas têm se aproveitado da crise para barganhar mais por menos, uma vez que a procura está maior do que a demanda.
Vejo muitos colegas pedindo menos do que valem na pretensão em uma tentativa desesperada por recolocação.
O engraçado é que essas mesmas vagas não deixam de informar que candidatos com pretensão _a combinar_ serão desconsiderados.
Não vejo isso em outras áreas! Por que permitem isso na área de T.I.?
Graças a Deus estou trabalhando, mas continuo em busca de uma remuneração melhor!
GOC
768 - comentário - 05/09/16 - 16:46:18 - Elder Carrilho - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Percebo que nos últimos 3 anos a remuneração tem desvalorizado muito. Hoje muito em razão da atual situação do país, pois faltam vagas e sobra mão de obra. Nas últimas empresas que trabalhei percebo que o profissional de TI está se tornando um funcionário genérico (com raras exceções). Você precisa desempenhar na maioria dos casos, funções que não são pertinentes à sua especialização. Sem contar a cultura de não valorização da área de TI dentro da maioria das empresas.
769 - comentário - 05/09/16 - 17:08:32 - Douglas Gerente Projetos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Realmente o que chama mesmo atenção é a redução nas médias salariais, o que na minha opinião poderia ser esperada, porém não tão intensa como se demonstra.
Gostaria apenas que tivesse mais um item na pesquisa: _a faixa etária dos profissionais (empregados e desempregados)_, pois venho notando cada vez mais o espaço restrito para quem passa dos 40 anos. Falo isto por me encontrar nesta situação e identificar muitos comentários em todos os canais de comunicação. O profissional que passa desta idade parece que ficou invisível para o mercado, independente de currículo, qualificação, remuneração... Enfim tá difícil se recolocar !
Abraço a todos.
770 - comentário - 05/09/16 - 19:37:13 - Giancarlo Sposito - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Duro é dizer aqui que o descaso das empresas e seus avaliadores é hoje, sem dúvida, um dos maiores inimigos de todo profissional, estando eles também despreparados, deixam a desejar e plantam a luz da esperança de que vai dar certo, mas não dão retorno e deixam passar o tempo, sequer se dão ao trabalho de dizer _obrigado_.
Não somos cobrados em manter um feedback contínuo? E por quê é tão difícil quando nós tentamos obter um retorno?
A fragmentação do mercado de TI aumenta dia a dia, trocam a experiência nata pela inexperiência barata, sucateiam talentos - e por isso que não há a retenção de talentos - criando um _job rotation_ frenético e infinito. Enquanto não houver uma real e responsável distribuição de renda à todos, iremos continuar neste circo.
Vejo uma saída sim (ainda não imediata) mas tudo já está caminhando em sua direção, mas só depois de 2060 é que veremos essas mudanças.
772 - comentário - 05/09/16 - 20:18:08 - Wagner Fayterna - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A carteira de trabalho hj nada mais é do que a modernização da escravidão, mas a culpa é dos profissionais que nao se valorizam e aceitam os salários oferecidos pelas empresas que só visam o próprio benefício, oferecer um salário de 1.200 para um trabalhador independente de sua profissão é um verdadeiro descaso, mas infelizmente tem quem aceite, por isso ainda existe empresas se aproveitando das pessoas.
Hospitalhd
772 - Réplica - 05/09/16 - 23:14:35 - Reinaldo Lima - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

É exatamente o que eu penso, uma verdadeira vergonha, a área de TI esta totalmente desvalorizada.
773 - comentário - 05/09/16 - 22:58:28 - Fernando - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sou profissional de TI, já atuei em empresas de ramos diversos, e também em empresas que são de TI/Datacenter.Tenho 37 anos, desenvolvi minha carreira no estudo de certificações Microsoft e também VMWARE, tenho adquirido este conhecimento.
O mercado enxuto continua pedindo pessoas que sejam capazes de migrar os conhecimentos em produtos e serviços diferentes, já os salários mesmo com duas ou três tecnologias, muitas vezes acaba sendo o mesmo, sendo necessário mostrar resultados expressivos para subir. Como a economia e os índices não estão sobre nosso controle, temos que focar no que está, que é o estudo e a dedicação as novas tecnologias, exemplo o Cloud e o desenvolvimento de Apps, este tipo de coisa irá ficar por um tempo e assim ajudará profissionais a desenvolveram suas carreiras, é um caminho árduo, fica meus votos para esforço e dedicação para assim chegarem onde desejam, abraço!
774 - comentário - 05/09/16 - 23:25:39 - Reinaldo Lima - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado na área de informática Ti, esta cada vez mais desvalorizado, certas empresas deveriam ter vergonha de exigir tanto e pagar tão pouco, até 2006 eu ganhava razoavelmente bem, depois do último emprego de 2006 , demorei 18 meses para conseguir arrumar outro emprego, e pasme para ganhar 950,00, em 2006 ganhava 2.700, desde 1988 trabalho com informática , vim do Mainframe, Dos/Vse, MVS, participei de migração de sistema bancário do Mainframe para plataforma baixa, é to velhinho mesmo rs... , claro que no meu caso várias coisas estão pesando, a idade : 50, só o Ensino Médio, e um curso básico de Linux no Senai. Trabalhei com Rede Novell, Windows quase todos e Unix, trabalhei 10 anos no Digibanco, conhecia o processo que rodava em Mainframe de cabo a rabo, mexia com Cics, Roscoe, etc...e hoje estou desempregado, preciso de que me indique nessa área.
775 - comentário - 06/09/16 - 02:23:06 - Mônica Mancini - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A crise política e econômica atingiu muito fortemente a área de tecnologia e bem como as demais áreas. È uma pena que o Brasil não esteja investimento fortemente na educação e em busca de novas tecnologias em relação ao mercado.
Precisamos de educação, capacitação e as escolas preparem os profissionais para os novos desafios, caso contrário, será difícil manter a empregabilidade nestes tempos difíceis.
GOC
776 - comentário - 06/09/16 - 03:42:57 - Paulo Francisco Feltran Alves - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O jeitinho brasileiro se aproveita de todos momentos. Concordo com pessoas aceitarem salarios muito baixo e a desvalorização de seu trabalho como uma forma de sobrevivência e de manter dependentes. Mas na crise, a busca de ótimos profissionais por valores baixos e a redução dos valores intelectuais faz com que desmotive também o funcionário de se capacitar cada vez mais.
Infelizmente ainda temos líderes e de pencas, que não são capacitados para exercer a função, que de uma maneira ou outra ocuparam a posição, que tem medo de contratar uma pessoa capacitada para sua equipe, com medo que a pessoa possa o derrubar do cargo.
Então estamos vivendo um ciclo de luta quando nos aperfeiçoamos, buscando somente poucas que valorizam e incentivam, com líderes capacitados e inovadores que se arriscam ao erro e incentivam a capacitação, delegar funções e prezam a qualidade de vida do funcionário.
777 - comentário - 06/09/16 - 08:50:41 - Edson - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Mercado de TI por um lado aquecido pelo outro desmotivador, se da pelo fato da crise, que abre oportunidade com salários muito fora do mercado e exigindo cada vez mais qualificações. Eu trabalhei com BI, tive que ser Gerente de Projetos, Analista de requisitos, Desenvolvedor, DBA e Suporte, ainda tive que ouvir que ganhava muito para essa função. A empresa aproveitam desse situação de colocaram vagas com salários pequenos, pois ele sabem que sempre vai aparecer alguém que aceite esse salário.
778 - comentário - 06/09/16 - 10:07:13 - Falei a verdade - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Muitas empresas procuram profissionais altamente qualificados para atuar em mais de uma posicao ao mesmo tempo, porem querem pagar salaries que nao estao de acordo com o que exigem do professional.
Recentemente trabalhei como Gerente de Arquitetura e desenvolvimento em uma empresa muito grande, recebia salario de arquiteto, fazia atividade de Gerente, arquiteto e desenvolvedor.
Eu nao podia contratar profissionais qualificados, pois o salario oferecido para as vagas era muito baixo, entao tinha que sobreviver e me virar com o que tinha.
Vejo muitas empresas fazendo o mesmo, querendo sempre mais e oferecendo menos!
779 - comentário - 06/09/16 - 10:08:09 - Danillo Batista da Silva - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Época complica a quem busca uma nova oportunidade e muitas empresas demitem para contratar alguém com menor salário para a mesma função. Contudo ainda há uma esperança baseada na força de se aperfeiçoar no âmbito do mercado e assim galgar, basta ter foco.
apipesq
780 - comentário - 06/09/16 - 10:21:09 - Arthur - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Bom dia!
As empresas exigem cada dia mais profissionais extremamente capacitados e com vários cursos e certificações, com isso teremos apenas profissionais de TI _sangue azul_, muitos formandos desistem no começo da carreira pois o alto custo dos cursos e certificações obrigam os mesmos pagarem para trabalhar sem contar que uma certificação não te garante um emprego com alto salário.
Está mais que na hora de criarmos uma classe para os profissionais de TI, assim como temos para Médicos, engenheiros e afins.
780 - Réplica - 06/09/16 - 10:55:10 - Daniel - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Regular o mercado é sempre o pior estratégia possível, visto que dessa forma você reserva o mercado( não pela qualidade ) mas pelo preço, o que impacta sempre o consumidor final. É evidente que se o mercado de engenharia e da saúde fossem desregulados eles seriam obrigados a melhorar continuamente como nós, e a concorrência seria melhor. O problema da nossa área é que o profissional de T.I se comporta como se fosse um blue-collar worker ( peão de fábrica ) para trabalhar para grandes empresas, ao invés de tentar empreender e solidificar conhecimentos que lhe tragam uma boa experiência e resultados. Pela minha experiência com T.I ao contrário do que muitos dizem, não é empresa que vai te dar a experiência que almeja, mas você por conta própria vai forjar seu caminho nessa carreira. Até porque muitos cursos de tecnologia não significa nada se tu não constrói algo útil para sociedade.
781 - comentário - 06/09/16 - 10:25:23 - Marcos Orquiza - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Muitas mudanças na economia, afetando algumas empresas, causando demissões.
Por outro lado, vejo que o Mercado ainda esta devagar em relação a contratações, se bem que uma boa indicação é bem vista.
Em relação a salários, isso varia muito de empresa, vejo que a necessidade de trabalho para alguns, faz com que aceitem um salario um pouco abaixo do Mercado.
Acredito que no primeiro semestre de 2017 possa ocorrer uma melhora, tanto na oferta quanto na procura.
A certificação é muito bem vista, porem para certificar-se é necessario ter $$ e para tal sem trabalho fica inviavel.
782 - comentário - 06/09/16 - 10:34:01 - Pedro Silva - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Boa dia prezados, consegui meu primeiro estagio aqui na apinfo, e com 6 meses estou em uma multinacional.
O mercado está cada vez mais competitivo, agora com essa mobilidade e evolução rapida da area de t.i isso nos força a cada vez aprende mais e mais.
Antigamente a mudança demorava muito, hoje as empresas precisam de agilidade no negócio e precisam do seu time de t.i alinhado ao conjunto da empresa toda.
Não acredito na desvalorização do mercado de t.i e sim nos funcionários que aceitam um salario baixo.
Existem boas empresas e bons cargos porém com grandes responsabildade, a final quem quer entrar as 9 da manhã e sair as 22:00 ? não é pra todos não é verdade ? tendo familia filhos e lazer é bem dificil é para poucos.
Então vamos lá encarar a realidade como ela é. Escolha o que é bom pra você e não fique na zona de conforto parado esperando cair algo na sua mesa, levante pegue
Pecados
783 - comentário - 06/09/16 - 10:38:06 - Marcos Andrade - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Exigem muito conhecimento e a remuneração nao acompanha nem a inflação.
784 - comentário - 06/09/16 - 10:40:12 - Roger Soares - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Realista, infelizmente.
785 - comentário - 06/09/16 - 10:45:08 - Eduardo Nunes dos Santos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Salários achatados por conta da procura maior que oferta. Tenho visto também o retorno forte do CLT Flex junto ao mercado na tentativa de captar bons profissionais tentando oferecer algum benefício com atrativo porém com um valor final sempre abaixo da média de mercado.. Valores oferecidos muito abaixo do mercado em face das exigências para as oportunidades que aumentaram.. Mercado descompensado com a probabilidade de um grande Turn Over nos próximos meses, tendo em vista também as ofertas para trabalhos temporários de apenas 3 meses, onde os profissionais sem muitas opções estão arriscando..
786 - comentário - 06/09/16 - 10:46:22 - Tiago - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Há 2 (dois) anos atrás, estive em busca de emprego na área tecnologia e contábil. As empresas exigiam graduação nas duas áreas, inglês e experiência. Com 23 anos acredito que seja muito difícil conseguir tudo isso. Dessa forma, acabei trabalhando em outra área.
Pecados
787 - comentário - 06/09/16 - 10:48:54 - Ramon - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Vale ainda estudar Java? O mercado parece só ter vagas para Java Senior.
788 - comentário - 06/09/16 - 10:52:27 - Danilo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Salário achatado e pedindo muita qualificação, ou seja, muito investimento em estudo e certificações e pouco retorno financeiro. Isto também por causa da oferta e procura causado pela crise. Remuneração esta congelada desde 2012.
789 - comentário - 06/09/16 - 10:56:10 - Marcos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

As empresas ultimamente tem pedido tantas especializações que intimidam os candidatos por mais preparados que estejam, entendo que muitas vezes isso acontece por um descuido dos recrutadores que utilizam textos já formatados para cada tipo de vaga. Os salários normalmente não acompanham todo esse conhecimento pedido e tendem a contratar profissionais que aceitam um salário defasado o que no meu entender prejudica toda a classe de profissionais.
790 - comentário - 06/09/16 - 11:02:05 - Hugo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Embora o mercado no Brasil não esteja dos melhores pelos reflexos da crise econômica, algumas áreas estão em pleno crescimento. Análises de dados estratégicos de negócio e computação em nuvem cresce a cada dia.
Na empresa em que trabalho temos vagas abertas para profissionais experientes e não é fácil encontrar os candidatos preparados.
Isto me remete ao final dos anos 90, onde o conhecimento de médio para bom da lingua inglesa me possibilitou estudar Oracle, e me certificar como DBA, 8i, depois 9i, 10g, assim por diante.
E agora com as certificações AWS, agora com 42 anos.
Inglês e certificações estáveis na pesquisa, ou seja, sem crescimento!!
Se eu puder indicar algo que realmente te liberta para o conhecimento, é aprenda inglês!
Entre em empresas que te permitam crescer, parceiros menores de grandes empresas costumam dar este tipo de oportunidade, e estude. Boa Sorte!!!!
API
791 - comentário - 06/09/16 - 11:02:52 - Carlos Del Bianco - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Infelizmente não é só em TI, em todos os ramos de atividade no Brasil.
792 - comentário - 06/09/16 - 11:08:39 - Bruno - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Excelente pesquisa com informações reais e muito próximas o que é praticado no mercado.
792 - Réplica - 06/09/16 - 11:14:29 - Bruno - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Desconsiderar comentário acima. De fato há uma defasagem dos salários oferecidos atualmente devido a crise econômica, onde as empresas se aproveitam desse pretexto para puxar os salários oferecidos ainda mais para baixo.
793 - comentário - 06/09/16 - 11:16:46 - Cezar Khalili - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O site é muito bom mas devido a idade tenho pouquíssimas oportunidades. Mas sempre recomendo o site.
GOC
794 - comentário - 06/09/16 - 11:19:18 - Quirino - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Muito boa a pesquisa. além do salario estar caindo para os profissionais de TI, as exigências estão cada vez maiores.
795 - comentário - 06/09/16 - 11:20:59 - Ulysses - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Em virtude do desequilíbrio econômico que o país está passando, o que desencadeou uma quantidade gigantesca de desempregados, hoje, as empresas estão se aproveitando deste cenário e buscando profissionais com a mais alta qualificação e as mais diversas certificações, porém, remunerando com o valor inverso a todas essas exigências. Caberá a você escolher entre se sujeitar ao baixo salário, ou aguardar até que o mercado volte a aquecer, o que deverá ocorrer somente no segundo semestre de 2017. Mas não desanime, ainda tem empresas com planos de carreiras bem definidos e que não se enquadram nestes casos.
795 - Réplica - 06/09/16 - 13:03:55 - Lucas - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Descordo deste argumento em partes. Pois o mercado de T.I. já vem com índice de baixa remuneração desde antes da crise econômica. E foi especulado que em meados de o segundo semestre o país "começara" a se reerguer novamente. Torçamos nós profissionais da area de T.I. para que não leve anos para o mesmo se estabilizar novamente. Concordo plenamente com a parte de as empresas procurarem os profissionais mais qualificados com menor remuneração. pois os que chegam agora ao mercado de trabalho sem experiência aceitam essas baixas remunerações e as empresas se aproveitam dos mesmos para fazer corte de profissionais mais antigos sendo que em muitos casos os antigos treinam os novos para a real função designada após este período em que o novo funcionário adquiriu experiência se não se contentar com o salário será cortado como feito anteriormente.
796 - comentário - 06/09/16 - 11:36:41 - Otávio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Achei a pesquisa bem interessante, ela deixa claro algumas boas oportunidades para quem esta em busca de um planejamento de carreira.

Por outro lado acho curioso, nos comentários, que a maior parte das pessoas considera-se muito bem qualificada, mesmo quem escreve : proficional.

Segundo os dados, apenas 18% dos profissionais declaram-se fluentes em inglês, 67% não possuem nenhuma certificação e 28,7% possuem apenas o segundo grau ou superior incompleto.

O mercado esta ruim e algumas empresas abusam na hora de definir os requisitos, mas também será que não existe um pouco de condescendência das pessoas ao analisarem suas qualificações.
Hospitalhd
797 - comentário - 06/09/16 - 11:37:19 - Orlando Faria - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Com o agravamento da crise politica devido a entrada de políticos protegidos pela mídia / justiça estamos no submetendo a aceitar as imposições das empresas / industrias conforme o alinhamento de conduta promovida pela Fiesp que esta conseguindo nivelar por baixo salários / benefícios e mudanças em previdência e carga horária.
Pelo mesmo motivo que as empresas / industrias se unem para alinhar a conduta de desculpas e argumentos, a classe de TI necessita de uma nova postura para sim contrabalancear as imposições e cortes de direitos.
798 - comentário - 06/09/16 - 12:48:31 - Luciana - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Vendo a pesquisa salarial, me parece bem coerente, pelo menos para a região Sudeste.
Trabalho na área de consultoria de implantação de ERP há quase 15 anos com PJ, em uma das maiores Softwares do Brasil, tenho meu nome e trabalho reconhecidos. Na nossa área as mudanças e exigências por parte dos Órgãos Municipais, Estaduais e Federal são constantes, com isso é necessário estar sempre atualizado para acompanhar o mercado. Gosto do que faço, porém estou bastante preocupada, nunca vi a área de consultoria tão em baixa no quesito demanda, sei que isso é reflexo da situação atual do País.Porém acho muito difícil o mercado de trabalho(empresas) absorverem as mãos de obra de consultores que estiverem sem trabalho por dois motivos,primeiro a remuneração é alta para a empresa absorver e segundo é complicado para um consultor ficar sempre na empresa e mesmo cenário é quase sinônimo de estagnação.
799 - comentário - 06/09/16 - 13:22:07 - Ricardo Ribeiro de Souza - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Atualmente as empresas estão exigindo muitas qualificações entre elas, certificações, linguagens de programação, desenvolvimento etc ... porém o salário é baixo.
As pessoas (homens e mulheres) entre 20 e 30 anos buscam uma boa renda fixa para que possam assim iniciar novos projetos de vida porém, ao se depararem com o mercado de trabalho que atualmente pensam em fazer mais com menos +/- acabam se frustando.
Os baixos salários atuais se comparado com os salários do passado pode ser reflexo da crise mais eu tenho uma divergência quanto a isto, no Brasil infelizmente temos a moda do pegou colou ou seja, as empresas oferecem um salário extremamente baixo e exigem que os candidatos as vagas sejam profissionais extremamente qualificados que aceitam a oferta proposta gerando a desvalorização dos demais profissionais de TI no mercado causando insatisfação ao comparar (salario x função/ cargo).
800 - comentário - 06/09/16 - 14:51:37 - Fábio Bento - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Se há 20 anos atrás eram escassos profissionais de informática, hoje não está nem um pouco diferente, pois as empresas estão exigindo demais nas qualificações, e nem sempre, são contratados para executar todas as funções oferecidas, e quando encontram um profissional extremamente qualificado, ele não é remunerado como deveria ser, e muitas empresas se aproveitam disso para oferecerem salários baixos desvalorizando nós profissionais, e vezes num primeiro momento, você recusa um , recusa dois, até que você aceita, ás vezes por um salário menor ao que foi oferecido a 4 ou 5 meses atrás! E em um país onde a taxa de crescimento é de menos de 1%, acho que não podemos esperar grandes mudanças!
dbassocia
801 - comentário - 06/09/16 - 16:21:46 - Eduardo Alves da Silva - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Os salários da área de TI foram degradados devido a péssima qualidade dos profissionais que foram formados durante anos e anos por instituições de ensino de baixa qualidade e excelência. O resultado final é este, empresas insatisfeitas e profissionais mau remunerados. É um cenário triste pois, todos os profissionais pagam o preço desse processo.
802 - comentário - 06/09/16 - 17:30:27 - Marcia Sevilha - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Para quem está começando na carreira de TI, eu recomendo a busca por estágio em empresas que tenha um Programa de Estagio definido, com prazo e treinamento de formação para o futuro profissional que poderá vir a ser contratado pela empresa.
Buscar a fluência em Inglês e Espanhol para que futuramente possa participar de Projetos Internacionais.
Games, Projetos e Testes estão em alta! GoAhead!
803 - comentário - 06/09/16 - 19:54:56 - Leandro - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Olá a todos, para todos que têm interesses em entrar no mercado de TI, sendo eles como técnico de informática, programadores, analistas (negociando a venda de programas ou não), supervisor, gerente e etc.
1° Dedicação e curiosidade, TI sempre está se atualizando, ainda mais quando você vai para área de programação (sendo ela binária,lógica,web,orientada a objeto e outras).
2°Aprender Inglês. Linguagem C#, java, web, PHP, Android e outras, os seus códigos, sintaxes e etc estão em inglês. Além de você ter a oportunidade de ir a outro país tranquilamente, já que têm o inglês na bagagem.
3°Mercado Exigente, sim e muito as vezes. As empresas sempre vão precisar de profissionais qualificados e se aparecer alguém melhor eles não vão ter piedade de você.
Os salários podem variar muito de uma empresa para outra, por isso pesquisem bem onde vão trabalhar, pois há empresas boas e empresas ruins
804 - comentário - 06/09/16 - 20:33:47 - Thacio Soares - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Devido ao cenário atual do pais, o setor de TI também é afetado. Há um ano atras ainda lembro que para uma vaga de TI se haviam 10 pessoas era demais, agora com tudo isso rolando, uma unica vaga de TI já tem no minimo umas 30 pessoas pra competir! fora que o mercado de TI é conhecido também pela sua flexibilidade de horários (escalas devido a demanda e suporte 24hrs) porém agora parece que essas áreas também estão sofrendo com os efeitos econômicos do pais!
GOC
805 - comentário - 06/09/16 - 20:48:38 - Marcelo Raphael - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Área de desenvolvimento, sistemas, SAP, testes, Projetos. Essas áreas sempre estão em destaque já a alguns anos, porém, senti falta das áreas de Redes e Segurança, pois a 1o. está ligada com a sustentação da área de Cloud(nuvem) que irá crescer, e a 2o. é talvez a mais importante de todas.
Com relação a salários menores, logo que a economia retomar, e os projetos começarem a sair das gavetas das empresas, o valor de salário voltará rapidamente a um patamar mais correto. As bases salariais não serão negociadas usando o passando e sim no clima de melhoria, da nova perspectiva. Com relação a tempo de recolocação, creio que ainda se manterá maior, pelo motivo de termos muitos profissionais parados, mas deverá cair aos poucos. O percentual de satisfação não é o ideal, mas se pensarmos no ritmo alucinante e com stress que é a área de TI, até que está bom. Boa pesquisa Apinfo.
806 - comentário - 06/09/16 - 22:47:41 - Valdemir Miranda do Nascimento - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A APINFO, na minha opinião é um dos melhores sites da área de TI, na busca de Vagas, sempre que me vejo na situação de desempregado, utilizo este site para minha re-colocação, e normalmente atinjo meu objetivo.

Parabéns Apinfo.
807 - comentário - 06/09/16 - 23:55:13 - Kinho - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Relamente um site muito bom que tem boas vagas e dicas de serviço
808 - comentário - 07/09/16 - 00:21:49 - Ricardo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado muda muito e, a atualização profissional passa ser a mola mestra dos profissionais. Não está fácil se manter e seguir dentro da carreira escolhida sem buscar atualização.
apipesq
810 - comentário - 07/09/16 - 10:33:28 - Fernando - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O que tenho percebido é um achatamento salarial. Muitos colegas estão aceitando trabalhar por menos para não ficar desempregado.
Não percebi nos ambientes onde trabalhei o envelhecimento acentuado da pesquisa. Este fato é de certa forma prejudicial ao mercado, pois os custos de assistência médica dos empregadores que contratam CLT aumenta, em conseqüência, os salários tendem a diminuir e os candidatos mais velhos serem recusados.
811 - comentário - 07/09/16 - 12:09:47 - José Adailton Carvalho Reis - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Cada vez mais as empresas estão querendo estagiários com funções de Analistas, e analista com funções de gerencia, porem essa exigência não está atrelada ás faixas salárias deste país infelizmente.
Uma pena pois acredito que o maior reconhecimento de um profissional dentro de uma empresa deve ser transformado em remuneração, não somente em elogios e cargos que não alterem seu padrão de vida, por muitas vezes esse profissional tem que exercer mais funções por menos. más a culpa é nossa por aceitar salários tão baixos, se queremos a mudança deste cenário precisamos tomar um posicionamento diferente quando recebemos propostas _ridículas_ de emprego, enquanto nós da areá de TI não nos valorizarmos as empresas vão continuar a exigir estagiários fluentes em 2 ou 3 idiomas, que desempenhem funções de Analistas para ganhar seus R$ 1.500,00.
812 - comentário - 07/09/16 - 14:04:11 - ewerton da silva portella - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que todos pontos levantados na pesquisa são importantes para qualificação profissional da área, mas vale ressaltar que atender a todos eles demanda investimentos que por muitas vezes não está ao alcance a curto ou médio prazo. Nos cabe investir naquilo que é prioritário ao nosso domínio e universo. Infelizmente e talvez pela falta de interesse, não enxergo pontos positivo na regulamentação de nossa área exceto para ciências e engenharia.
Explanando brevemente a cerca de salários, observo como maior fator para a redução a relação ?competência X valor? deixando claro que não me refiro ao debito técnico dos profissionais, mas sim a redução da necessidade em conhecer minúcias técnicas para obter resultados satisfatórios no âmbito corporativo ?o que mais nos demanda hoje?.
813 - comentário - 07/09/16 - 18:17:27 - Roberto Augusto Nunes - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A pesquisa nos mostra em que ponto está a área de TI. A crise econômica fez com que houvesse um crescimento no numero de desempregados e as empresas estão aproveitando para colocar os salários bem abaixo do que realmente deveriam ser. Se vc não aceitar o valor oferecido tem muitos outros profissionais que aceitarão. Trabalho em TI desde 1971 e nunca vi nossos profissionais tão desvalorizados como hoje.
dbassocia
814 - comentário - 07/09/16 - 18:35:05 - Wagner Fernandes Lopes - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A pesquisa foi interessante, embora não tenha mostrado dados relativos a área de infraestrutura de redes, apresentou uma visão mais voltada ao desenvolvimento. Infelizmente vivemos em uma época onde os profissionais de TI não estão sendo muito valorizados, onde priorizam mais as certificações do que a experiência e o conhecimento de campo. Bem, é claro que uma certificação é importante, porém em uma situação real a experiência conta muito.
Como já foi mencionado, muitas empresas estão se aproveitando do momento em que o mercado está passando e empurrando para baixo os salários de TI, realmente estão muito baixos, mas isso em boa parte é culpa dos próprios profissionais, que estão se sujeitando a receber esses salários, em contra-partida não posso julgar quem os aceita, pois muitas vezes suas famílias dependem desses profissionais.
815 - comentário - 08/09/16 - 00:06:08 - Ana Menezes - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

De acordo com o resultado da pesquisa, fica clara a situação complicada que passamos no pais atualmente.
Falta de valorização e salários fora da média, principalmente no Nordeste.
É triste ver que uma área tão importante para todos os negócios seja tratada dessa forma.
816 - comentário - 08/09/16 - 08:17:41 - Ana Paula - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A pesquisa mostra a situação verdadeira do país para com o profissional de TI, aqui não somos muito valorizados, salário baixo e exigência alta, são poucas empresas que não exigem certificações e tudo mais, não tem legislação e qualquer pessoa se torna um profissional de TI, às vezes sem curso nenhum.Com a crise se agravou mais, muitos profissionais ficaram desempregado e estão aceitando o salário ainda mais baixo, acima de trinta anos é descartado. Parabéns Apinfo pela pesquisa.
817 - comentário - 08/09/16 - 12:09:11 - Alfredo Jose de Lima - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Com mais de 25 anos de experiencia em TI, tenho visto e experimentado muitas mudanças na area, positivas e negativas. A ultima pesquisa mostrou uma certa acomodação do mercado de TI, muito disso se deve a situação politica e economica do pais, cheio de incertezas.
O aumento da oferta de mão de obra no setor reduziu os salários e fez as empresas aumentarem os critérios para contratação, criando exigencias como: certificações e outros idiomas, além de reduzir o investimento interno em pessoas. E o que tenho percebido é que estas exigencias nem sempre são necessárias às vagas anunciadas, servido apenas como critério de filtro. Por outro lado tem ficado cada vez mais dificil a qualificação custeada pelo empregado, visto que os valores são totalmente fora da realidade brasileria.
Hospitalhd
817 - Réplica - 08/09/16 - 12:43:15 - Milton Calado - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

estou perto dos vinte anos na área e estou de acordo com a opnião do alfredo
818 - comentário - 08/09/16 - 12:23:53 - Rogerio Henrique - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A pesquisa demonstra como o mercado está .
Parabéns a pesquisa Apinfo.
819 - comentário - 08/09/16 - 12:37:10 - Jefferson - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

De acordo com o resultado da pesquisa, fica clara a situação complicada que passamos no pais atualmente. Falta de valorização e salários fora da média!
820 - comentário - 08/09/16 - 12:39:20 - cristhian - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Muito importante essa pesquisa, para que possamos ver a realidade e não o que as mídias publicam sobre o mercado de trabalho
GOC
821 - comentário - 08/09/16 - 12:44:04 - horacio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Interessante a pesquisa, e muito elucidativa.
822 - comentário - 08/09/16 - 12:45:25 - Hertz - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A pesquisa realmente e muito importante para que as empresas entendam, que os profissionais capacitados devem ser mais valorizados.
824 - comentário - 08/09/16 - 12:50:39 - Marcos Diez - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A pesquisa é importante para as empresas de certa forma ter uma referencia
825 - comentário - 08/09/16 - 13:01:43 - Luis Claudio Monteoliva - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

É bom ter um parâmetro sobre os salários praticados no mercado. Mas onde estão esses salários? Na prática é bem diferente, pois como a demanda de ofertas de emprego é menor que a oferta de profissionais, a remuneração oferecida pelas empresas e o absurdo de qualificação que as mesmas pedem, está fora da realidade.
Hospitalhd
826 - comentário - 08/09/16 - 13:19:40 - Diogo Pablo Dantas de Amorim - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

na minha opinião o salario do profissional de TI esta muito abaixo do esperado deveria ter uma reformulação geral pois muitas empresas exigem muito e pagam pouco e com a crise no pais muitas pessoas estão aceitando os valores, deveríamos nos unir e mudar isso. referente a pesquisa achei interessante mais sem impacto, realmente só uma pesquisa que não muda e nem mudara nada.
827 - comentário - 08/09/16 - 13:21:23 - Fabricio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A pesquisa é importante e válida para qualquer área de atuação, porém devido a crise econômica que o país enfrenta, a realidade é muito diferente.
Hoje pede-se uma qualificação absurda junto com experiência e se oferece um salário medíocre.
Além da antiga questão onde as pessoas que não possuem tais qualificações são contratadas por indicação de amigos ou parentes e assim é muito complicado de concorrer a uma vaga.
828 - comentário - 08/09/16 - 13:40:36 - Rafael Barcelos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Não li todas as opiniões ai descritas, mas tenho certeza de que muitos vão concordar comigo de que hoje as empresas estão querendo um programador, analista de infra, com telecom, que entende de eletricidade e saiba dirigir para levar o carro do chefe para lavar, e que no minimo saiba montar o budget da área e mandar as contas para o financeiro, pedindo segunda via se necessário! tudo isso para ganhar o salario da recepcionista. =( muito triste, por horas penso em mudar de área! mas amo o que eu faço e estudei muito, mas desanima! torcer para melhorar né! =/
829 - comentário - 08/09/16 - 13:41:59 - Thiago Brito - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Devido a grande crise e incógnita no qual o mercado brasileiro passa, o salario em geral reduziu drasticamente, e com o isso a maioria de nos que prestamos serviços e somos terceirizados, tivemos que nos adequar a essa nova realidade.
dbassocia
830 - comentário - 08/09/16 - 13:44:14 - ricardo siqueira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A pesquisa é importante, mais não significa que o profissional seja de boa qualidade. Nem sempre a qualidade em trabalhar com milhares de tecnologia indique um bom profissional. Hoje as empresa deveriam compreender que o comportamento de um profissional na empresa é muito importante para que se forme uma boa equipe de trabalho.
Um outro problema é o tempo x qualidade. Algumas consultorias pecam demais, visando o (dinheiro x profissional x qualidade) e acaba se perdendo na contração.
831 - comentário - 08/09/16 - 13:51:41 - Gerson - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Caros, boa tarde.
Pesquisa importante, sem dúvida. Só acrescentaria que seria muito desejável ter níveis de experiência, pelo menos os padrões Sr., Pl e Jr.
Fica meio complicado olhar e claramente não saber que nível de profissional tem aquela média de salário.
Abçs!
832 - comentário - 08/09/16 - 13:57:14 - Nathan Medeiros - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Pesquisa com nível de detalhe muito bom que nos possibilita uma visão ampla sobre a evolução e possibilidade de se traçar uma projeção do mercado para o curto e médio prazos. Conseguimos ver que o cenário econômico atual tem impactado diretamente a área, com a redução de salários, formas alternativas de remuneração e menor investimento, ou estagnação, em desenvolvimento, por parte dos profissionais.
Excelente inciativa, mais uma vez, da APINFO.
833 - comentário - 08/09/16 - 14:14:17 - Gleicy - 177.32.96.****

Minha opinião os salário na área estão muito abaixo, empresas pedindo profissionais com certificações e oferecendo um salário minino, sem falar no benefícios, A desvalorização do profissional na área é extrema.
GOC
834 - comentário - 08/09/16 - 14:24:46 - Andre Luiz G. de Oliveira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Olá hoje em dia mercado de trabalho na área de TI a diferença de salario esta muito alta, para quem possui faculdade e certificações os salários são melhores já quem tem somente nível técnico e poucas certificações ou nenhuma já fica difícil pois os salários ficam na faixa de 1000,00 reais e não mais que isso. Um diferencial é saber falar outra linguá de preferencia inglês.
835 - comentário - 08/09/16 - 14:38:32 - Stenio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

As grandes empresas estão se aproveitando da situação atual do país para baixar a faixa salarial dos profissionais de TI
836 - comentário - 08/09/16 - 14:44:01 - Matheus - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Olá, sou estudante de Sistemas de Informação, estou a procura de estágio e vejo que muitas empresas oferecem um salário muito baixo de acordo com os requisitos da vaga.
837 - comentário - 08/09/16 - 14:59:33 - Rodrigo de Lelles Santos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Realmente o os salários vem abaixando a cada ano, por fatores como o alto numero de profissionais que migraram pro mercado fugindo da crise em suas respectivas áreas, isso fez com que a media de salários exigidos diminuísse. A oferta de salários baixos e o desespero de vários profissionais em busca de recolocação no mercado fez com o que a negociação por salario ficasse complicada pra que atua na área e é qualificado. Oportunidades com bons salários ainda existem basta saber negociar e se valorizar como profissional.
apipesq
838 - comentário - 08/09/16 - 15:08:47 - Everton - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Os salários estão cada vez mais baixos e as demandas cada vez maiores, além das cobranças por entregáveis com mais e mais qualidade, assim fica difícil de exercermos nossa Profissão com amor e dedicação, vivemos uma realidade absurda, desorganizada e descontrolada, onde os profissionais aceitam valores baixíssimos para não ficarem desempregados, e isso não é devido a crise, já estamos passando por isso há um bom tempo, a crise só fez isso piorar bastante.
839 - comentário - 08/09/16 - 15:24:25 - Flavia - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Cada vez mais investimos em especializações, porém vemos que o mercado quer candidatos com muitas qualificações, para um baixo salário. São poucas as empresas que valorizam esses profissionais.
840 - comentário - 08/09/16 - 17:51:00 - marcelo.s40@outlook.com - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Realmente a lei da oferta e da procura esta muito desigual. Quando o mercado entra em crise nos de T.I é que sofremos o maior impacto, ou seja, muitos funcionários disponíveis no mercado, baixo salário.Vejo na area um circulo de profissionais com altos salários um grupo que um indica o outro para as melhores vagas no setor desta forma conseguindo os melhores empresas, isto é indiferente de certificações e qualificação, mas o network puro e simples. No demais as empresas querem profissionais altamente qualificados que se submetam a baixos salários. Fiquei 5 anos em uma empresa na crise 1 ano desempregado e hoje ganho 60% a menos que antes, mas sou pai de familia não tem muito oque fazer.
841 - comentário - 08/09/16 - 19:21:00 - ELDER - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O que o sindicato faz realmente pelos profissionais da área???
Pecados
842 - comentário - 08/09/16 - 21:54:46 - Eduardo Brigante - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado esta cada vez pior. existe uma oferta maior de profissionais, oriundos de TI e recém chegados ao mercado vindos de outras atividades, com formação inadequada, e com a esperança de melhores salários.
Esses profissionais derrubam nossa realidade, aceitam trabalhar por taxas menores e se sujeitam a qq tipo de trabalho e pressões desumanas e até violentas, com um ambiente de trabalho na maioria das vezes inadequado.
Por outro lado a exigência por certificações cresce a cada dia, tornando muito complicado o acesso a essas vagas.
Hoje uma grande parte das Consultorias e Empresas exigem tanta coisa para um novo colaborador, o que antes era exigido para dois profissionais.
Com isso paga-se menos, exige-se mais e o lucro dessas empresa só aumenta.
A crise forçou essas empresas a formatar novos modelos de negócios, tornando o mercado menor e para tudo no curto prazo.
843 - comentário - 09/09/16 - 07:59:21 - Anderson Dumont - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Entendo que as oportunidades continuam aparecendo pois o mercado está em constante expansão, porém a desvalorização dos profissionais da área é clara ao longo dos anos, mesmo considerando o fato que atualmente o conhecimento que um profissional da área precisa ter é muito mais vasto (Cloud, IoT, SDN, entre outras tecnologias). Poucas empresas ainda valorizam os funcionários, e quando valorizados, o grau de especialidade exigido geralmente é extremamente alto. As empresas que não vendem tecnologia ou não a tem como foco, em geral procuram por mão de obra barata e mesmo assim pedem que o candidato tenha certificações e expertise em diversas áreas e isso acaba desanimando a todos, tanto os que já estão na área quanto os que pretendem ingressar nela.
844 - comentário - 09/09/16 - 08:38:31 - E.R. - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Vejo muito mais os problemas relacionados a _escravidão_ que os profissionais de TI são submetidos. São horas extras em excesso muitas vezes sem pagamento, ordens que mais se assemelham a escravatura, clients e usuários que associam o pessoal de TI a uma _ralé_e por ai vai.
Mercado retraído ajuda a aumentar este clima.
845 - comentário - 09/09/16 - 08:40:40 - Adenilson - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que o bom salário é resultado de vários fatores e entre eles o momento da econonica, e isso é algo que dificilmente podemos influênciar em algo. Os outros fatores, tais como estudos, certificações, visão de mercado deve sempre ser pauta do bom profissional. Se o salário não se alterar em pequeno ou médico, a longo prazo ocorrerá.
Pecados
847 - comentário - 09/09/16 - 10:04:56 - Paulo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Pelo que vejo das vagas, as empresas querem que vc bata o escanteio e corra pra area pra cabecear, e oferecem salário de estágio.
848 - comentário - 09/09/16 - 10:09:36 - Juvenal Soares da Fonseca - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A TI (Tecnologia da Informação) é uma área que cada vez mais cresce com a pluralização da internet e com os processos de Globalização, porém o reconhecimento salarial e de carreira são deixados de lados, proporcionando profissionais de baixa qualidade e totalmente desmotivados. Um dos fatores para esse declínio é a falta de visão da importância da TI para tudo que existe ao nosso redor, respiramos informações a todo o tempo, e por que os profissionais dessa área, que necessitam de (um milhão de capacitações) para terem alguma posição no mercado?
849 - comentário - 09/09/16 - 10:48:24 - Alfredo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Bem, acredito que o mercado de TI há uns 8 anos atrás, passou por um grande BOOM no Brasil com várias tecnologias. Porém, a grande procura por se fazer um profissional e T.I. acarretou em profissionais mal preparados, consequentemente em tecnologias mal implementadas, sem comprometimento com o cliente. Tudo isso, e mais alguns outros fatores, ocasionaram numa bola de neve, que junto à crise econômica que estamos passando, fez com que o setor passasse à ser mais conservador, comedido. Logo, hoje, cenário de 2016, salários não estão mais tão altos, justamente por uma postura mais cautelosa que o mercado no geral está tendo. E isso espanta à todos. É momento de por um preço mais abaixo do normal, provar o valor que tem, pra depois receber um reconhecimento mais à altura.
850 - comentário - 09/09/16 - 10:51:13 - Thiago - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

As empresas acham que o profissional de TI deve conhecer tudo. Na realidade, o ideal é a segmentação, pois somos apenas 1. Você dificilmente irá encontrar um profissional com certificação CCNA e de programação. Os gerentes de TI são pessoas que não são da área de TI e não sabem o que procurar.
Outro problema é o funcionario aceitar qualquer salário. TI é uma área muito importante, se ela para, os outros departamentos irão parar também.
API
851 - comentário - 09/09/16 - 11:16:07 - Manu - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Os profissionais de TI no Brasil precisam lidar com diversos problemas, o primeiro é falta de comunicação de todas as áreas com TI, principalmente a área de arquitetura/ projetos no geral. O segundo problema é que as pessoas que são gerentes ou fazem o intermédio entre a TI e clientes não entendem nada e prometem tudo o que não se pode cumprir com o orçamento informado.
Terceiro problema, quem contrata acha que o profissional de TI é um BomBril,não somos e não temos a obrigação de saber infra de redes, programação, banco de dados e tudo o mais... as empresas precisam segmentar e contratar especialista em TI para contratar profissionais.
O salário, comparado com o salário nos EUA e até paises da LA é muito defasado. Na minha opinião o brasil não tem uma cultura de processos para lidar bem com TI ou nada para ser sincero. Isso gera mais estresse que o necessário para o profissional.
852 - comentário - 09/09/16 - 11:28:07 - Marco Antonio Mendonça - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acho a área de TI muito boa ainda e tem muito a crescer. Sinto falta de novas oportunidades principalmente para quem está iniciando na mesma. Tenho um filho de 19 anos e é formado em Ti, que não está conseguindo se realocar no mercado. Quando iniciei na área tive muitas oportunidade e até hoje permaneço na mesma. Acho que deveríamos criar um sindicato para lutar por nós Pj da área, pois pago uma fortuna todo mês de imposto e não vou me aposentar nunca, não tenho convenio médico, dentário, nada. Acho que para nós que pagamos tantos imposto isso tudo deveria ser gratuito. E deveríamos receber uma bolsa no caso de ficarmos desalocados. Existem diversos problemas muitas empresas estão muito preocupadas com prazo e estão esquecendo o principal que é a qualidade da entrega. Mesmo assim é uma área muito boa e vale a pena se dedicar para cada vez mais adquirir conhecimento.
853 - comentário - 09/09/16 - 11:29:29 - Luiz Carlos Vicente - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Gostaria de parabenizar a APINFO pela pesquisa, gostaria de fazer algumas pontuações, eu atualmente trabalho em Santa Catarina na Função de Analista de Infraestrutura Pleno e verifiquei que o salario para esta função esta foi apresentado muito acima da realidade da região, gostaria de saber qual foi as regiões porque em Florianópolis esses valores são muito abaixo.
O estranho foi que Santa Catarina tem salário maiores que o do Paraná.
854 - comentário - 09/09/16 - 13:17:53 - Edson Viana - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Me interessei pela área de TI ainda em outro curso universitário que realizei. Tenho 29 anos, estudo atualmente Engenharia da Computação, estou no penúltimo ano, porem diante da crise do Pais e pela falta de experiencias em relação área não consigo nenhum estagio. Atualmente o mercado esta exigindo muita habilidade de uma pessoa que simplesmente esta começando na área que precisa se encaixar em um setor e aprender a uma profissão para se qualificar mais e se identificar melhor com uma determinada área. Devido a deficiência de empregos atualmente o mercado está pagando muito abaixo e solicitando muito do candidato, solicitação profissionais com experiencias e habilidades de um profissional já _antigo_ na área, ou seja, percebo que a crise afetou os interesses de qualificação, as empresas querem um super profissional pagando como estagiário.
GOC
855 - comentário - 09/09/16 - 16:16:22 - André - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Devido à crise atual, o mercado de trabalho aqui no Brasil retraiu e cortou vagas em praticamente todos os segmentos. A área de TI sofre de um problema a parte, pois é comum a redução de quadro enquanto que os colaboradores remanescentes acumulam várias atividades. O que geralmente é aceito pelos profissionais, pois em muitos casos perder o emprego e tentar se realocar no mercado é muito mais difícil de administrar do que a sobrecarga de trabalho. Concordo com os colegas que comentaram que as faixas salariais apresentadas no site estão acima da realidade, pelo menos da realidade com a qual eu tenho contato. No meu caso, tenho 44 anos e estou ciente que nesta idade, apesar da experiência em desenvolvimento de software e gerenciamento de projetos em diferentes plataformas, é muito difícil se realocar no mercado quando necessário.
856 - comentário - 09/09/16 - 18:22:32 - Luciana Bueno - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A pesquisa não só reflete a situação econômica do país como também algumas questões do mercado: aumento do número de profissionais na área, empresas passaram a contratar juniores e cortar os cargos de seniores e, por fim, com a atual crise, pessoas altamente qualificadas se sujeitam a salários menores. Vejo anúncios exigindo uma super qualificação para salários baixíssimos. Espero que em breve a economia dê sinais de recuperação e com isso as empresas retornem com seus investimentos e seus projetos para que o mercado possa equalizar essa oferta de mão-de-obra e de qualificação x salários.
858 - comentário - 09/09/16 - 19:27:31 - Cristian - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Não há como não concordar com o impacto da crise no mercado de trabalho, não só em TI mas em todos os cargos.
67% dos profissionais não possuem nenhuma certificação, este número esta estável desde 2010. Porque a certificação só está sendo atrativa para a empresa que contrata que ganha descontos na licenças. A qualidade de certificação não é um diferencial em si. Fiz muitos treinamentos oficiais, mas o que tem agregado mesmo conhecimento técnico é internet e a experiência.
Não me sinto motivado a tirar nenhuma certificação.
Houve uma redução no número de profissionais favoráveis a regulamentação.
Acredito que só é a favor desta regulamentação quem tem graduação pois iria reduzir a concorrência mas o grande número de péssimos formados iria transforma a TI do Brasil em uma bela porcaria.
859 - comentário - 09/09/16 - 19:35:06 - Lucas Barbosa - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A crise não é uma desculpa para exigir mais de um cargo para estagiário, se consegue exigir mais conhecimento para uma pessoa e não garantir que irão ensinar no estágio, poderiam muito bem aumentar o salário de um estágio, hoje varia de 880,00 à 1200,00 reais.
Poderiam aumentar consideravelmente para 1400,00 à 1600,00 reais.
Hospitalhd
860 - comentário - 09/09/16 - 20:19:25 - Evandro - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A momento para investir é agora, no momento em que a economia está em baixa. A economia sempre foi e sempre será um ciclo de altos e baixos. Pode ser que um ciclo dure um pouco mais ou pode ser que ele dure um pouco menos. Investir em bom conhecimento e formação na carreira profissional sempre trará bons resultados no futuro.
861 - comentário - 09/09/16 - 22:03:47 - Paulo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A bem da verdade o segmento de TI não tem mais aquele glamour de outrora! Frente a busca dos diferenciais competitivos e dos resultados aflorados, as organizações têm colocado a especialização profissional de TI em um grau de dependência a qual estabelece uma concorrência acirrada no mercado trabalho! Isso faz com que, cada vez mais, haja um corpo qualitativo exemplar elevando as competências a preços menores, aliado as dificuldades econômicas (ou desconfiança das organizações) o volume destes cresce vertiginosamente.
862 - comentário - 10/09/16 - 07:45:08 - Andre - 177.143.55****

Antes de tudo gostaria de parabenizar a equipe AP Info, pelo trabalho que tem feito até hoje. De fato, o mercado de TI atual está muito mais concorrido que há vinte anos atrás. Logo, se tem mais mão de obra no mercado, o salário tende a ficar mais modesto. Portanto para que os profissionais continuem ativos no mercado, não há outra saída a não ser em estudar, para se manter atualizados com a tendência do mercado de trabalho.
863 - comentário - 10/09/16 - 08:59:43 - Ayrton Junior - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado de trabalho, atualmente, está terrível de se lidar. Onde, tempos atras, aqui em Curitiba, quem ficava desempregado se recolocava em poucas semanas, hoje já está passando para alguns meses. Engana-se quem pensa que é somente o efeito da política atual (sim, este é o principal do momento), pois isto já está ocorrendo há mais tempo. Salários minguados, falta de oportunidades e quando aparece algo temos que trabalhar por dois ou três ou até mais. Isso sem falar nos QI_s da vida...
Triste vida...!
dbassocia
864 - comentário - 10/09/16 - 14:14:04 - James McCormack - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Primeiramente, parabéns a APINFO pela pesquisa, e também pelo sucesso (ultimas 3 empregos para mim atraves do site). Com mais de vinte anos no mercado, hoje está ficando mais difícil. Estou vendo cortes na empresa aonde trabalho, e no cliente que atendo. Por sorte a minha experiencia e especialização ainda tem demanda, mas mesmo assim, posso ser a próximo a sair.
865 - comentário - 13/09/16 - 10:51:18 - Jota - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Estamos passando por momentos difíceis em nosso país. O mercado de TI que sempre foi aquecido no momento estamos sentindo bem o desaquecimento. E grande parte de projetos que temos estão congelados e sem perspectiva de fechamentos para os proximos meses. Esse ano nao acredito em melhoras. Vamos trabalhar o resto do ano para fazer um 2017 com sucesso.
866 - comentário - 13/09/16 - 10:55:29 - Fernando - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A APINFO sempre foi um uma fonte de trabalhos para mim, sempre trabalhei como PJ em projetos de desenvolvimento de sistemas de duração 1 a 2 anos, e na maior parte consegui através da APINFO. Hoje o mercado está um pouco mais acirrado e retraído, mas felizmente através de todos os projetos que eu já participei ao longo da minha carreira consegui manter algumas das empresas na qual fiz projetos como clientes até hoje, mas esse ano com certeza precisei trabalhar dobrado para prospectar serviços, pois os meus clientes não estavam dispostos a investir em melhorias ou novos sistemas tão facilmente.
867 - comentário - 13/09/16 - 11:02:45 - Claudecir da Silva Teixeira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado de TI atual é muito concorrido pelo que posso julgar. Percebesse que há mais mão de obra e isso faz com que a remuneração seja menor, porem falta qualificação nessa mão de obra, permitindo então que o bom profissional de TI (que estuda e esta sempre por dentro das novas tecnologias) se destaque e tenhas melhores salários. Vale lembrar também que o pais passa por um momento difícil e isso impacta em todos os setores !!!
GOC
868 - comentário - 13/09/16 - 11:08:39 - Henry Françozo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Olá pessoal da apinfo de modo geral!

Minha opinião sobre salário é que não tem um padrão e nem uma normalização hoje no Brasil. A maioria aceitando o que oferecem conforme a necessidade de cada um.

Sobre o mercado de T.I é excelente, em 6 anos trabalhei em mais de 11 empresas de T.I e não sou muito qualificado do modo que queria e nem o que o mercado pede, porém a instabilidade é muito grande e ,pra falar o português correto, nepotismo também afeta a rotatividade daqueles novos funcionários que em relação aos antigos parecem funcionários públicos em empresas privadas, nunca saem dos cargos , os novos nunca ficam estáveis e sempre fazem o que querem como se nada acontecesse realmente pelo fato de não acontecer nada no Brasil nas nossas leis como exemplo poderia em 2 anos de registro em carteira ser obrigado pelas empresas ou dispensar ou aumentar o salario por fora de reajuste anua.
869 - comentário - 13/09/16 - 11:11:41 - Yuri Mariano - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Não me considero um profissional com muita experiência no ramo do TI, mas percebo que é muito difícil ter um salário decente para quem está a pouco tempo. E para profissionais com mais gabarito, muitas vezes vivem uma instabilidade profissional, pois podem ser desligados a qualquer momento, uma vez que são considerados _caros_. É uma área que gosto muito, mas a injustiça que existe com relação à remuneração e valorização do profissional é de desanimar. Espero que o cenário mude no Brasil, e o profissional de seja mais reconhecido e valorizado.
870 - comentário - 13/09/16 - 11:22:42 - Sidnei da Cruz Marques - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Tenho percebido que as empresas estão aproveitando a crise para nivelar por baixo os salários de TI em geral,

vemos muitas vagas que tem que saber tudo e falar 2 ou 3 idiomas e o salário de JR
871 - comentário - 13/09/16 - 11:33:19 - Elton Castro Sousa - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que por causa da crise, as empresas estão mais interessadas em profissionais iniciantes para poder pagar salários mais baixos, e isso leva a uma queda geral dos salários, mesmo para profissionais sêniores.
Já fiz várias entrevistas (inclusive em inglês) onde percebi que fui bem avaliado, contudo percebi também que a minha pretensão salarial foi determinante para a minha não contratação.
apipesq
872 - comentário - 13/09/16 - 11:43:53 - Sabrina Souza Luz - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que o mercado de TI,l encontra-se bem concorrido, vide deste assunto apenas acho que há muitas vagas porém sem retornos algum... todos os dias entro na ferramenta em busca de oportunidades envio currículos diariamente com as descrições devidas, normalmente cobro nos emails nos dias seguintes do recrutador e quase ninguém responde, será que há alguma possibilidade de haver uma melhoria? Obrigada.
873 - comentário - 13/09/16 - 11:52:25 - Marcio Juliano Guidolin - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acho que o maior problema não é a crise, e sim as empresas que querem hoje um profissional com mais de 10 anos de experiência e que abrange todas as áreas, ou seja, além do famigerado inglês, tem que saber rede, programação, mobile, SAP, Banco de dados e etc, e te contratar como analista de suporte, e olhe lá! Aí considero sacanagem, sem dizer que daqui uns anos te dispensam pra não aumentar seu salário. Tá complicado se manter na área. Penso seriamente em mudar de profissão.
873 - Réplica - 13/09/16 - 12:41:43 - Eli Rodrigues - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Olá lamentavelmente é assim e sempre será! Estou na área a 25 anos. Após 8 anos em uma empresa de Comercio Eletrônico, sai pois eles me achavam um recurso muito caro. Sempre resolvi tudo em todos as plataformas. Estou e 1 anos no um dos maiores banco do Brasil e estou fazendo a diferença. Por isso a dica é sempre procurar algo onde seja valorizado. Como profissional e o mais importante. Como pessoa.
875 - comentário - 13/09/16 - 12:21:24 - Robertto Andrey - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Em momentos de crise e dificuldades o modo de se garantir no emprego é aumentar ou melhorar suas competências. E com exceção a área de TI que trabalhe, sempre algum novo desafio surgirá e com as competências desenvolvidas o mesmo será facilmente cumprido. O grande ponto resumindo é estar preparado, obter conhecimentos em gerenciamento de tempo e projetos precisa fazer parte dessas competências, porque em algum momento a situação vai pedir, e como encarar a oportunidade?
Buscar não apenas um diferencial mas sim desenvolvê-lo.
dbassocia
876 - comentário - 13/09/16 - 12:53:32 - Douglas - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Venho atuando na área a mais de 20 anos e essa movimentação dos salários para baixo ocorre sempre que há ma desculpa que pareça razoável para o contratante/empregador. Já estou como freelancer a 5 anos e não vejo como voltar, a não ser abrindo mão de liberdade, qualidade de vida, família, etc.
A coisa que acho mais interessante é a divulgação de vão faltar profissionais de TI, mas os salários continuam ridículos para muitas especialidades. Acredito que talvez - somente talvez - a regulamentação da profissão possa melhorar, de fato, a vida dos profissionais de TI. Esperemos.
877 - comentário - 13/09/16 - 14:48:57 - Cleisson - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Olá pessoal,

Sobre salário é que não tem um padrão e nem uma normalização e um bom sindicato que lute pela organização da nossa área hoje. Muita gente aceitando o que aparece, não somente por conta da crise que está nosso país, mais sim aceitam conforme a necessidade de cada um.
878 - comentário - 13/09/16 - 16:03:21 - Alex - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Estou na área de TI há 20 anos, e o que eu percebo que o salário está diminuindo, conforme comentários abaixo, esse fenômeno está ocorrendo por conta da crise e, as empresas tem argumentado a dificuldade de pagar os salários com base nos últimos anos, isso é compreensível, porem precisa de uma regulamentação, porque o custo e despesas pessoais tem aumentado a cada dia. Outro detalhe importante que em qualquer outra área uma pós graduação aumenta significativamente o salário, porem TI não tem o mesmo valor, é muito melhor investir em certificações, devido ao retorno financeiro.
879 - comentário - 13/09/16 - 17:33:39 - Beto - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Estou na área de T.I a 6 anos, e o que mais tenho visto é a desvalorização salarial, eu por exemplo no meu emprego atual que estou, comecei em outubro do ano passado, entrei ganhando quase a metade a menos que meus colegas de trabalho da mesma função, isso devido a crise, outra coisa é a falta de conhecimento de área de quem contrata, vejo as vezes muita exigências para vaga e não usa nem metade disso para a vaga.
Outra coisa faço pós graduação e notei como que fazer certificações tem muito mais peso que a própria pós, o que esta pesando muito para o profissional de T.I é o investimento caro e o salario cada vez menor.
Hospitalhd
880 - comentário - 13/09/16 - 18:29:27 - Jose Carlos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Realmente esta muito complicado área de TI, cada vez mais as empresas querendo um profissional Bombril, e com um salário cada vez menor, não sei se por causa de muita oferta de mão de obra e pouca demanda neste momento o ser vai ser um tendência do setor.
881 - comentário - 14/09/16 - 09:01:29 - Cláudio Duarte - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Francamente não vejo melhoras nesse quadro a muito tempo...

Me lembro que no ano passado uma empresa precisava de um número alto de profissionais para um datacenter, nesse caso estavam pagando salários até justos, porem depois de uns 6 meses começou a demitir o pessoal que estava com o salário a cima de 6 a 8 mil....

Penso que uma alternativa para ter bom salário atualmente é trabalhar como PJ e abrir mão dos direitos da CLT.
882 - comentário - 14/09/16 - 11:06:25 - Vinicius Sousa Jacobino - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Muito boa a pesquisa!

Parabéns APinfo
883 - comentário - 14/09/16 - 11:09:55 - Marcos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Na Região de Guarulhos onde trabalho a média salarial é muito baixa, Centro de São Paulo paga melhor.
O Grande problema é que se exige muita coisa e se paga pouco para o profissional. Mal da pra fazer os treinamentos e Reciclagens Ainda mais nesta crise, muita gente desempregada.
GOC
884 - comentário - 14/09/16 - 11:19:29 - Kelvin - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Os salários estão estagnados, paga-se um pouco melhor por uma particularidade ou outra, mais de modo geral o que se percebe e que tentam a cada ano diminuir cada vez mais a faixa salarial, e exigir cada vez mais.

Vejo que cobram que você seja generalista, fazendo de tudo, mais ao cobrar a contrapartida,te respondem que não é um especialista, e quando você mostra que é, voltam no inicio, dizendo que preferem um generalista.
885 - comentário - 14/09/16 - 11:22:50 - Aderbal Machado Ribeiro - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Comparado com outras profissões, o salário de TI não está ruim.
Levando em conta o custo de vida das grandes cidades, o salário está defasado como todos os demais.
Levando em conta o custo para treinamento e reciclagem, a defasagem se torna mais gritante chegando a desestimular a continuação e evolução nesta área.
Atualmente trabalho em consultoria de TI e devido ao freio dos bancos e os demais setores aos investimentos, as consultorias estão passando muito aperto para manter os profissionais em seus quadros.
886 - comentário - 14/09/16 - 11:23:56 - Leonardo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Os profissionais de TI sempre tiveram destaque em todos os segmentos , infelizmente o pais em crise e o mercado cada vez demitindo isso na minha ótica puxou o salario do profissionais para baixo, hoje um profissional de começo de carreira ganha salario minimo e um com muito experiência,certificação e idiomas ganha salario de junior. Precisamos rever os conceitos e unir mas a classe para quando a economia voltar a prosperá os _ patrões _ sejam obrigados a equiparar essa perda que os profissionais de TI perderam.
887 - comentário - 14/09/16 - 11:28:01 - Marcos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Infelizmente a àrea de T.I nas empresas é visto como um custo caro de se manter e grandes empresas com seus administradores que não tem formação na área de Ti acham que um profissional super qualificado tem que ganhar igual a outro profissional que dependendo da função não precisa se atualizar constantemente e fazer diversos cursos caros para se manter por dentro das mais diversas tecnologias.As empresas exigem formação em tudo que podem mas pagam somente o que acham que você merece.
Hospitalhd
888 - comentário - 14/09/16 - 11:45:40 - Wilizangela Ribeiro Marostica - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado de trabalho exige muito de qualquer profissional, não vejo a área de TI com uma exigência fora dos padrões das demais áreas. Acredito apenas que esta área atua em todas outras imagináveis dentro de uma organização e assim exige mais conhecimentos diverso do profissional e não especialização em uma determinada área.

Temos bons profissionais no mercado, mas cada dia me deparo com profissionais mais cômodos e menos interessados em novos conhecimentos, atualizações e estudos.
889 - comentário - 14/09/16 - 11:46:44 - Marcus Custódio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Eu acho que atualmente as empresas estão pedindo muitas quilificações para vagas de Jr ou pleno e as qualificações de Senior.
890 - comentário - 14/09/16 - 12:05:07 - Marcio Moura - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

São profissionais cada dia mais desvalorizados, onde isso inclui as quedas de salários e o profissional precisa saber e fazer cada dia mais para se manter na função e no emprego.
891 - comentário - 14/09/16 - 13:29:23 - Antonio Paviani - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Atualmente o mercado de trabalho está muito concorrido, uma graduação e uma certificação já não são mais suficientes, é preciso estar atento e estudar bastante.
Mas, eu vejo algumas vagas de emprego, onde é solicitado graduação e alguma certificação e o salário oferecido é muito inferior. Vejo que as empresas querem um profissional capacitado, com experiência, mas não quer pagá-lo tão bem assim. Acredito que deveria ter um equilíbrio. Pois assim, ficará muito difícil para os profissionais aceitarem o emprego.
dbassocia
892 - comentário - 14/09/16 - 14:31:04 - Leonardo Oliveira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado de TI tem crescido bastante no Brasil, mas infelizmente a formação dos profissionais não tem acompanhado esse crescimento e, em contra partida, os requisitos exigidos em uma vaga de emprego tem aumentado consideravelmente e, a meu ver, muitas empresas não se preocupam e/ou não querem investir no crescimento do profissional que é cada vez mais cobrado. Um ponto relevante da pesquisa é que _O percentual de profissionais fluentes em inglês permanece estável_ e isso na área de TI é um requisito fundamental, ademais esse fator também influência em outro quesito apontado na pesquisa que diz que _67% dos profissionais não possuem nenhuma certificação_, ou seja, em TI os melhores materiais de estudo e certificados são todos em inglês, portanto cabe ao profissional de TI investir neste conhecimento que muitas vezes é negligenciado.
893 - comentário - 14/09/16 - 14:50:54 - Bruno de Assis Portes - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado brasileiro quer pagar um salário baixo e contratar um profissional que domine todos os setores. Isso é um abuso, pagar pouco e querer muito
894 - comentário - 14/09/16 - 15:06:07 - Herminio Manaia Ferreira Loure - 179.208.24****

Tenho acompanhado a evolução do mercado de trabalho e notei um certo paradoxo. Os bancos procuram como clientes pessoas, de preferência com idade superior a 40 anos, carreira sólida e estabelecida, uma certa estabilidade financeira e futuro garantido. Por outro lado, esses mesmos bancos estão demitindo preferencialmente os profissionais com mais de 40 anos, bons salários e muito tempo de casa, alegando que eles não tem mais possibilidade de crescer na instituição. Se as coisas continuarem dessa forma e essa atitude se generalizar entre as empresas, em pouco tempo, todos os atuais bons clientes dos bancos serão desempregados,sem terem completado o tempo de recolhimento para a aposentadoria. Sem clientes, os bancos vão ter que mudar o seu público alvo e passar a procurar os muito ricos ou os mal assalariados como aqueles que trabalham para eles.
895 - comentário - 14/09/16 - 15:52:58 - Juvenal - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Estude e aprenda aquilo que vai ser usado como ferramenta para seu trabalho. Seja muito bom no que faz e, se quiser mudar para fazer outra coisa, repita o passo 1. Certificados não trabalham por você, apenas atestam que você passou em provas. Já o conhecimento aplicado, este sim fará alguém ser lembrado e requisitado. Mas é claro, se o mercado ainda não te conhece é preciso mostrar um conjunto de formação e de certificação para se abrirem as primeira portas.
GOC
896 - comentário - 14/09/16 - 20:14:44 - Luis Carlos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Para quem se mantem em seus trabalhos, o salario não se modificam a não ser por ajustes anuais, para quem sofre por algum motivo de redução, 30% pelo menos é a baixa o que leva os profissionais a cortarem algumas despesas, mesmo que a área de TI tenham vantagem, precisamos nos atualizar sempre !!
897 - comentário - 14/09/16 - 20:20:29 - Renato Junior - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Existem empresas que pedem tudo, e nao querem pagar o valor daquilo que necessitam. Isso acarreta em uma depreciação do mercado, pois existem pessoas que, em momento de dificuldade acabam se sujeitando a propostas desse tipo.

Estamos em momento de crise em nosso país, a tendencia é que esse quadro continue a se repetir, pelo menos por enquanto, mas isso pode também trazer malefícios para a própria empresa, uma vez que profissionais buscam conhecer um pouco de tudo para poder conseguir um emprego e nao se especializam em nada.
898 - comentário - 15/09/16 - 08:46:22 - Eder Anderson da Silva Rosa - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que as empresas ate a que eu estou no momento, desmerece o trabalho do pessoal de campo o pessoal de N2, pois a maior parte da carga de trabalho passa por nós, não temos nenhuma tipo de beneficios, estou a 3 anos na mesma empresa e ganhando o mesmo salario, isto é desestimulante, tenho filhos família, e com o salario abaixo do mercado não da nem vontade de trabalhar com Ti, acredito que vender pipoca no parque daria mais dinheiro.
899 - comentário - 15/09/16 - 08:59:47 - Toni - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Trabalho com infraestrutura de TI e nunca encontrei uma empresa que pagasse um salário decente para alguém da minha área. Falam em díficit de mão-de-obra em TI, mas as empresas querem funcionários que saibam tudo de todas as áreas e pagar um salário de estagiário.
Acabei abrindo uma MEI e faço atendimento nas empresas, só assim consegui ter uma rentabilidade maior do que como CLT.
apipesq
900 - comentário - 15/09/16 - 08:59:58 - Luis Alberto Wasoiznik - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Estou a procura de recolocação no mercado de TI e o que vejo hoje é um desmerecimento das ofertar de emprego e de salario. Hoje devido a grande oferta de mao de obra no mercado as empresas não conseguem mais valorizar os profissionais. O que esta sendo proposto nos processos seletivos é muito abaixo do mercado e também muito abaixo da qualificação que pedem.
Acho muito importante um trabalho serio de pesquisa salarial para que os recrutadores das empresas possam passar as suas respectivas diretorias os reais valores dos profissionais que estão no mercado de trabalho.
901 - comentário - 15/09/16 - 09:42:24 - Claudia Nakazawa - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Trabalho com R_S de T.I. há mais de 12 anos e o que percebi neste cenário atual de crise política e econômica, afetou todas as áreas e consequentemente a de T.I.
Não faz muito tempo que tínhamos muitas dificuldades de encontrar bons profissionais qualificados. Quando veiculávamos vagas na Apinfo muitas vezes não recebíamos nem retorno.
Hoje mudou muito: tem bastante profissional disponível e com ótimo perfil no mercado.
Para nós de Recrutamento e Seleção facilitou a busca e o atendimento das vagas para o requisitante.
Porém para os profissionais creio que piorou.
902 - comentário - 15/09/16 - 12:35:05 - Rafael de Carvalho - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Eu procuro um estágio por conta da minha faculdade e acho que existe sim muitas vagas nesse mercado, mas que não abrem tanto, e quando abrem, tem muitas pessoas concorrendo, para uma ou até duas vagas.
903 - comentário - 15/09/16 - 13:56:15 - Danilo Caldeira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

As empresas estão exigindo muitas competências e pagando um salário bem baixo, com um país que a taxa de inflação está em 8%a.a. Como um profissional que ganha 1500 por mês consiga evoluir e buscar novos conhecimento? Eu particularmente, estou na área, mas estudando muito sobre investimentos e como aplicar o suado dinheiro que ganho, pois o nosso futuro está incerto.
Pecados
904 - comentário - 15/09/16 - 15:29:51 - Raylton Nascimento de Sales - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O salário dos profissionais de TI não é compatível com o valor que a área tem para as empresas.
Em todos os seguimentos, seja ele, programação, infraestrutura ou banco, não é dada a valorização que realmente deveria.
905 - comentário - 15/09/16 - 15:40:27 - Ricardo Mazer Teixeira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Estou buscando recolocação no mercado desde novembro de 2014. Percebo uma grande onda das empresas buscando profissionais com salário menor, eis as vagas que estão surgindo, substituição de profissionais para redução do salário.
906 - comentário - 15/09/16 - 17:21:54 - Matheus Niza - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado de trabalho esta ruim em todos os seguimentos e com a área de TI não está diferente, a cada dia que passa ficamos sabendo que pessoas estão sendo desligadas de seus empregos e com o cenário atual, ficamos nos perguntando _Como estas pessoas farão para voltar ao mercado?_.

Entretanto, conheço pessoas que foram desligadas _por causa da crise_, ganhavam salários altos e suas ultimas formações foram a mais de 10 anos atrás. Pessoas assim, não vão voltar para o mercado mesmo.

Estamos passando por uma situação muito complicada, mas não podemos simplesmente ficarmos nos vitimizando e de braços cruzados esperando a _crise_ passar. Temos que nos especializarmos, tirarmos certificações e estudarmos cada dia mais , pois, apesar de toda essa crise, boas vagas estão aparecendo e é nesta hora que bons profissionais se destacam.
907 - comentário - 15/09/16 - 18:07:43 - Mabel - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado de trabalho de TI está ruim e muito fraco para Cobol/Mainframe pois aparecem pouquíssimas oportunidades e quando tem são projetos pequenos e temporários. Busco recolocação profissional nesta área há mais de um ano. Há muitos profissionais neste setor para vagas escassas. Fiz cursos de aperfeiçoamento em outras tecnologias, mas sem experiência ninguém me dá uma chance de colocar meus conhecimentos em prática.
Pecados
908 - comentário - 15/09/16 - 21:44:01 - ECMello T.I. - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Os valores/hora estão cada vez mais baixos para desenvolvedores. Estou atualmente ganhando R$14 a menos que no trabalho anterior, e se o atual se tornar anterior, vou deixar a área, pois resolvemos problemas que se desdobram em lucros altíssimos para o cliente final mas mesmo assim não somos valorizados por que há sempre outro profissional precisando de colocação e sendo obrigado a se prostituir por menos.
909 - comentário - 16/09/16 - 09:37:19 - Ricardo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A cada dia que passa o setor de a mídia diz que o setor de T.I cresce, mas na verdade está pior. As empresas nem estão mais buscando qualificação dos empregados para poderem pagar salários baixos. Estou totalmente desanimado com o setor. Em breve estarei mudando de profissão.
910 - comentário - 16/09/16 - 09:41:04 - Marcelo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Com o problema do mercado econômico, muitas empresas estão reduzindo o quadro de funcionários sobrecarregando a carga de trabalho para quem ficou e quando tem alguma oportunidade para contratação o valor é sempre muito abaixo do mercado, pois é a lei da oferta e procura. Hoje temos muitos profissionais no mercado de trabalho buscando uma recolocação.
A questão salarial no Brasil é muito complicada, pois não adianta ter um salário compatível com o mercado, pois a carga tributária está muito alta e com isso precisamos ter alguma forma de comlementar a renda, seja dando aulas, fazendo bicos, etc.
911 - comentário - 16/09/16 - 09:51:33 - Carlos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Minha opinião é que devido à crise política e econômica, o país empobreceu e isso afetou e vem afetando diretamente o seguimento de TI, que se viu obrigado a reajustar seus custos operacionais para tentar manter seus contratos competitivos.
Isso afetou diretamente o profissional da área com relação ao desemprego e a nivelação de perfil de conhecimento e desempenho por baixo, já que hj se exige muito mais por muito menos, pois os concorrentes daquela vaga não tão interessante, passaram a precisar dela para se recolocarem no mercado de trabalho.
Espero que o recomeço seja breve e que os investidores reajam pois tem muita gente qualificada querendo voltar a produzir.
API
912 - comentário - 16/09/16 - 09:54:18 - Emerson - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado de TI é muito bom no que diz respeito à vagas de emprego, porém a alta concorrência também é um problema, por se tratar de uma área vista por fora como _área que paga bem_.
O salários não são tão altos como achamos que é no início da carreira, mas pra quem ama a área, e sabe aproveitar todas as oportunidades é um ótimo negócio!
Não pensem apenas em salário, pensem na experiência que ganham, por esta vale mais que qualquer diploma.
913 - comentário - 16/09/16 - 10:16:12 - Fabio F. Lima - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A maior dificuldade desse mercado é aliar as capacidades técnicas adquiridas com experiências e o currículo de estudos que o candidato possui. Várias vezes fui preterido em vagas que minha experiência era bem maior que outros candidatos. Além disso as empresas não tem acesso à esse tipo de informação antes de selecionar o candidato.
914 - comentário - 16/09/16 - 11:13:44 - Bernardo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Rolo de rir quando vejo na TV falando _mercado de TI está sobrando vagas_.Tenho 43 anos, mais de 20 anos no mercado de TI e posso afirmar que o cenário não é bom seja para novos ou antigos profissionais. Vejo muitos amigos meus, profissionais do mais alto gabarito, sendo demitidos devido ao salário considerado _fora da faixa_ pela empresa onde logo em seguida a empresa repõe a vaga com dois ou mais profissionais trainee, ou seja, mera redução de custo sem nenhuma preocupação com qualidade.Para quem começa na área é aceitar o desafio de ganhar salários baixos, pressão elevada por resultados e _se virar_ para tirar várias certificações exigidas. Para quem já está há mais tempo na área o desafio é continuar nela e não desistir.
915 - comentário - 16/09/16 - 11:22:04 - Davi - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Decorrente da atual conjectura econômica, é crescente uma prática utilizada antes por uma reduzida fatia de empresas em reduzir custos de contratações. Pegar profissionais Jr para desenvolver um trabalho antes realizado por Seniors, é iludir-se com seus custos, no final a conta acaba sendo mais alta. Ainda nesta linha, muitos profissionais competentes e disponíveis no mercado estão aceitando valores muito inferiores aos antes recebidos apenas para não ficarem parados. As empresas, aproveitam-se desta oportunidade, chegam a oferecer até a metade do valor originalmente pago. Uma consequência clássica disso quando o mercado começar a esquentar será, a inevitável migração dos recursos para oportunidades mais vantajosas. Não acredito que as coisas voltem aos mesmos patamares que antes, acredito na recuperação de empresas e profissionais mas ambos terão que adaptar-se aos novos rumos.
GOC
917 - comentário - 16/09/16 - 11:31:07 - Antunes - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Gostei bastante da pesquisa, ela retrata praticamento os últimos 20 anos do mercado de TI no Brasil.
Passei pela fase áurea dos anos 90, onde um programador ganhava tão bem que comprava roupas de grife, tinha carros de luxo e viajava para o exterior.

Agora a situação é bem diferente, a crise ampliou as dificuldades que já vinham se apresentando. É muita gente concorrendo para poucas vagas.

Creio entretanto que ainda tem espaço para ganhar dinheiro, é só saber escolher bem a área e aprimorar seus conhecimento, a pesquisa ajuda bastante nisto.

Quando a crise acabar, novas oportunidades estarão disponíveis para que soube se antecipar a elas.
918 - comentário - 16/09/16 - 11:49:16 - Diego Paiva da Silva - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acho que é uma area muito desvalorizada as empresas querem um profissional que tem conhecimentos em varias tecnologias, com varias certificações e oferecem pouco e uma area onde acabamos esbarrando em profissionais que se sujeitam a certas condições de trabalhos. As empresas precisam valorizar mais os profissionais.
919 - comentário - 16/09/16 - 12:09:27 - Elson Ribeiro Botelho - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito também que é uma area muito desvalorizada as empresas querem profissionais que tenham conhecimentos em diversas platafortmas e tecnologias,e que as vezes nem são utilizadas, exigem certificações ma no entanto oferecem pouco é uma area onde acabamos esbarrando em profissionais que se sujeitam a certas condições de trabalhos. As empresas precisam valorizar seus profissionais e colocá-los em funções e atribuções onde haja melhor aproveitamento.
920 - comentário - 16/09/16 - 12:25:47 - Iremar Satiro - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Cresce a cada dia empresas que reduz custos contratando profissionais juniores com um salario muito abaixo de mercado, para realizar trabalho, antes realizado por Seniors, resumindo acaba realizando um trabalho sem qualidade que antes era executado com excelência. Além do mais, muitos profissionais estão trabalhando com salarios abaixo do mercado, devido a crise economica mais vamos torcer para superar esta crise, e nos valorizar mais profissionalmente.
Hospitalhd
921 - comentário - 16/09/16 - 12:33:12 - Cássio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Conheço muitas pessoas (eu mesmo inclusive) que pensam seriamente em mudar de área. Trabalho como desenvolvedor há 20 anos (tenho 37), e percebi uma mudança drástica no mercado de trabalho nos últimos anos, com muitos bons profissionais sem conseguir recolocação e outros tendo que aceitar salários bem abaixo do que era pago 5 anos atrás apenas para sobreviver. Não dá pra culpar quem se sujeita a receber menos, é a nossa realidade do momento, mas creio que a _crise_ vai passar e gradualmente a situação deve melhorar, só acho que não chegará ao patamar de antes para a área de TI.
921 - Réplica - 16/09/16 - 12:37:14 - Nerka - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Se souber inglês, antes de mudar de área, tente ver oportunidades na Irlanda!! https://www.techlifeireland.com/tech-careers/
Tente onde te valorizam!!
922 - comentário - 16/09/16 - 12:34:43 - Nerka - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Estou terminando o curso esse ano, mas tenho quase dois anos de experiência na área. Por enquanto, o que pude perceber, é que é um mercado:
1) Difícil de entrar 2)Difícil de mudar de cargo 3)Exigências absurdas ( vagas para jr. ou trainee exigindo experiência de pleno) 4) Desvalorizado.
Tirando as grandes empresas que são quase inacessíveis, as pequenas e médias empresas não têm paciência ou boa vontade. Pedem gente para cargos iniciantes com experiência profissional e conhecimentos de profissional pleno para pagar uma merreca.
922 - Réplica - 16/09/16 - 15:41:22 - Bernardo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Perfeita sua análise. Se tivesse tido este raciocínio seu há cerca de 20 anos teria ido para o setor público ou trabalhado com TI fora do país há muito tempo ou TI realmente é valorizada.
dbassocia
923 - comentário - 16/09/16 - 16:12:34 - Heloisa - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A pesquisa mostra que ainda existe lugar para profissionais com inglês, certificações e etc.

O problema é que o investimento financeiro desta qualificação não compensa o salário atualmente oferecido.

Nada contra as demais profissões, mas fazendo uma análise do esforço x salário :

Um porteiro ganha mais de mil reais por mês, sem precisar de curso superior.
Um Instrumentista ganha mais de quatro mil reais, sem precisar de inglês.
Um torneiro mecânico ganha mais de cinco mil sem precisar receber telefonema em casa e sair correndo para trabalhar na empresa sábado, domingos madrugadas e feriados.

O pessoal mais novo já percebeu esta distorção e esta optando por outras carreiras, para quem é mais velho fica mais difícil mudar e a pessoa vai se virando como dá.

No futuro haverá um apagão de mão de obra e os salários terão que aumentar novamente.
924 - comentário - 16/09/16 - 16:30:34 - Gisela Margarida Uhlmann - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A área de TI tem sido desvalorizada,com profissionais ganhando salários defasados e trabalhando além do horário do expediente normal.
925 - comentário - 16/09/16 - 21:57:40 - Fernando Rossi Junior - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A classe de profissionais de TI/Infraestrutura esta prostituída. Existem profissionais que fazer o serviço sem classe e cobram um valor irrisório e outros que tem know-how e capacidade. O problema que as vezes o resultado final é semelhante.
926 - comentário - 17/09/16 - 02:26:18 - Fabiano Lima - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Existem lugares bons e péssimos, como existem profissionais também!
_Quem sabe faz a hora, Não espera acontecer?.

Se você está aonde está é porque você merece esta aonde está, por que, muitos pensam com pensamentos limitados.

Reclamar é fácil, fazer alguma coisa para melhoria de uma certa situação e momento. Num seria muito melhor resolver e correr atras do que for bom para sua vida com satisfação pessoal e profissional plena.

Se coloque a frente e não na frente como uma barreira, quebre as barreiras e conquiste! Tenha o máximo de potencial, se aplique, estude, busque o conhecimento necessário focado e atualizado na sua area de trabalho e no que tem por volta dele para acrescentar. _Seja a causa e na_#771_o o efeito_

Seja bom no que faz, as empresas vão até você, faça com que elas se interesse e aprove seu trabalho e ponto.
GOC
927 - comentário - 18/09/16 - 13:49:19 - Paulo Rogério Martins Lopes - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Existe uma pressão econômica exercida no mercado de TI, com tendência negativa sobre os salários há mais de uma década. Com mais de 20 anos de experiência no setor, a cada troca de emprego vejo claramente o achatamento dos valores, num movimento inverso à inflação do período.

O que visualizo como fator é TI ter se tornado commodity para as empresas, com exceção óbvia no caso das startups de tecnologia, onde o risco deve ser levado em consideração. Apesar de cada vez mais presente e essencial, não é vista como determinante para o negócio, apenas mais uma área de custo visando adequar as necessidades do cliente, por muitas vezes sem contrapartida financeira.

Com os cargos administrativos praticamente acabando, muitas pessoas terminaram por migrar para TI, com qualificação duvidosa, agravando ainda mais o quadro.
927 - Réplica - 19/09/16 - 09:04:48 - Paulo Rogério Martins Lopes - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Parte do quadro econômico mundial, TI não está isenta de seus efeitos. Nas próximas décadas serão necessárias mudanças severas na economia, sem as quais uma proporção considerável das pessoas será excluída. Passamos por ciclos tecnológicos cada vez menores e o valor de um conhecimento técnico específico será reduzido à breves momentos financeiramente proveitosos. Novos tempos meus caros, preparem-se da maneira que puderem para o que há por vir.
928 - comentário - 18/09/16 - 17:51:10 - Alan Pinheito - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acho que o mercado de TI infelizmente está defasado. Hoje existe um abismo de salário entre o técnico de informática e o desenvolvedor sendo que um precisa do outro, então acho que estão fazendo injustiças com certas áreas de TI. Hoje um ajudante de pedreiro ganha mais que um tec de informática, nada contra os ajudantes de pedreiro que é um trabalho digno como outro qualquer, mas acho que depreciaram muito a área de TI que é essencial para qualquer segmento de trabalho.
929 - comentário - 19/09/16 - 00:07:08 - Anderson - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Existe uma demanda muito grande em busca de bons profissionais, e uma boa remuneração depende de seu conhecimento e experiencia. O mercado de Ti Oferece nº salários e cada profissional que deve buscar o melhor.
Tudo na vida é questão de acreditar e se desafiar, pensamento limitados não colocaram um bom $ em sua conta.
apipesq
930 - comentário - 19/09/16 - 09:19:50 - Carlos Ivan - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Atualmente temos uma pressão econômica forte no mercado de TI, a tendência é negativa sobre os salários. Com mais de 20 anos de experiência no setor, a cada troca de emprego vejo claramente o achatamento dos valores.
A TI se tornou commodity para as empresas, com exceção óbvia no caso das startups de tecnologia, onde o risco deve ser levado em consideração.
Cada vez mais presente e essencial, porem não é vista como determinante para o negócio, apenas mais uma área de custo visando adequar as necessidades do cliente.
Com os cargos administrativos praticamente acabando, muitas pessoas terminaram por migrar para TI, com qualificação duvidosa, agravando ainda mais o quadro.
931 - comentário - 19/09/16 - 09:32:37 - Alessandro Rossetti - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Apesar de o mercado de TI estar sempre aquecido, percebo (por e-mails de vagas recebidas) que a maioria das vezes, nossas profissões são subestimadas e inúmeras vezes, já vi vagas de supervisor e coordenador exigindo alta experiência e formação, pagando muito abaixo do esperado, menos do que um analista júnior recebe, por vezes.
O grande problema é, como o número de desempregados é muito grande, os profissionais acabam por vezes, tendo que se _rebaixar_ a um salário medíocre e muito abaixo do seu padrão por experiência/formação.
932 - comentário - 19/09/16 - 09:34:41 - Samir - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado de TI sofre hoje de um grande problema: é relativamente fácil conseguir emprego, o que impulsionou o número de cursos e profissionais na área. Mas para grande parte desses profissionais o atrativo do mercado é esse: facilidade de emprego. Estes profissionais não têm paixão pelo TI e escolheram o segmento apenas por não saberem o que fazer.

Com isso, há uma grande decepção por parte das empresas, que esperam funcionários competentes lendo currículos _enfeitados_, mas obtêm pessoas que _só fazem o mínimo_, que não se interessam por melhorias, que não _levam jeito_ para o TI e que não têm o raciocínio lógico e curiosidade esperados de alguém dessa área. As empresas passam então a exigir mais e/ou pagar menos para evitar esses problemas.

Quem sai perdendo somos nós: profissionais dedicados, apaixonados pelo TI e que só querem um salário justo.
933 - comentário - 19/09/16 - 09:36:14 - Alexandre Moralez - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Não sei se quero entrar em uma discussão que talvez não chegue a lugar algum, mas na experiência de pouco mais de 20 anos em TI, sempre esta área como uma das que mais sofre mudança perante todas as outras.
Cabe então tanto ao profissional quanto às empresas acompanhar tais mudanças. Manter-se atualização é fundamental em todas as área profissionais, mas em TI será sempre muito mais.
A necessidade de atualização constante em TI, tanto para as empresas como para os profissionais acabam causando um efeito em termos financeiros. A desvalorização do profissional de TI.
As empresas vêem a área de TI como despesa de alto custo, um mal necessário para a sobrevivência de uma empresa. Se este profissional não se atualizar por conta própria, será desvalorizado ainda mais, causando assim um dificuldade financeira ao profissional que terá de onerar seu ganhos.
dbassocia
934 - comentário - 19/09/16 - 09:49:12 - Andre Elvas - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que se a maior parte das empresas adotassem a cultura do investimento na capacitação dos profissionais de TI, com certeza o custo operacional delas será muito menor, além de ter mão de obra qualificada por profissionais do próprio corpo da empresa. Hoje vejo muitas empresas que optam pela terceirização para sanar problemas pontuais pagando às vezes altos valores por isso.

Investir no profissional gera motivação, ganho de produtividade, além de economia.
935 - comentário - 19/09/16 - 09:59:58 - Felix - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Hoje vejo muitas empresas que optam pela terceirização para sanar problemas financeiros, pagando às vezes altos valores por isso.Enquanto que a empresa terceirizada paga menos que o valor de mercado para seus profissionais de TI e oferecem poucos benefícios.
936 - comentário - 19/09/16 - 10:04:13 - Danilo Cássio Gonçalves - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Minha opinião é que devido a crise no País, os salários estão caindo. Porém acho que o profissional especialista, não deve aceitar salários sobrevalorizados e manter o foco, sempre estudando e se especializando cada vez mais
937 - comentário - 19/09/16 - 10:06:13 - Tavares - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Muito interessante a pesquisa. Dei uma olhada nos comentários do pessoal que esta realizado trabalhando em informática e o ponto em comum é certamente gostar muito da área. Nestes casos acho que o salário acaba sendo uma consequência, do esforço e do aperfeiçoamento contínuo.

Chama atenção também, como a área não esta mais atraindo jovens como antigamente, isto é bom, pois no médio prazo vai deixar de ter tanto paraquedista na área e os salários vão aumentar.

A crise é sempre uma oportunidade, quem buscar qualificação agora, vai se dar bem quando as coisas melhorarem.
Hospitalhd
938 - comentário - 19/09/16 - 10:12:39 - Anderson Lucio Castelaneli - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Foi muito bom ver os resultados, e como o futuro reserva boas noticias para que estiver na área, e é gratificante saber que não apenas eu mas a maioria, mesmo com os baixos salários e rendimentos continuam na área por amor a profissão e satisfação do que fazem.
939 - comentário - 19/09/16 - 10:19:16 - Antonio Tessari - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O que vemos no resultado da pesquisa é muito simples, é a lei da oferta e procura aliada à crise econômica. Obviamente que a crise influenciou na queda da faixa salarial mas devemos entender também que muita gente está buscando se formar na área de TI fazendo com que o mercado tenha, com o passar do tempo, mais profissionais disponíveis.
940 - comentário - 19/09/16 - 10:19:41 - FireEdge - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Bom primeiramente bom dia a todos....

Aqui deixo meu primeiro comentário a respeito da área..., Área que por esta trabalho desde os meus 18 anos, quanto a salário em T.I só tenho a dizer que esta meio defasado, mas também percebi que a maioria que hoje atua, é porque gosta mesmo e tem como paixão assim como eu que apesar de mandar centenas de currículos pela APINFO e outras, em 2 anos ainda não consegui recolocação e olhe que estou me atualizado fazendo cursos , certificações e tudo mais...Assim como nosso amigo comentou também percebi que há muitos jovenzinhos de espinha na cara se aventurando e tirando o emprego (vaga) de quem realmente entende e precisa ,,,.... pessoal desculpem o desabafo mas é resultado de muito nadar e não chegar a lugar algum ( RECRUTADORES ACORDEM) ...

Obrigado a todos que leram e se viram a minha semelhança de situação.
FireEdge
941 - comentário - 19/09/16 - 10:46:43 - Bruno Iamada - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

AO QUE SE REFERE AOS salários DOS PROFISSIONAIS DE T.I. - É de se espantar com algumas situações em que alguns profissionais se submetem a passar por uma fração de um salário no qual realmente o mesmo deveria ter. O mercado sempre diz:
_A oferta aos profissionais de T.I. cresce a cada ano, e falta profissional_.
quando na verdade deveria ser:
_O número de profissionais de T.I. diminui a cada ano, devido a baixos salários e altas exigências_

_T.I. no Brasil hoje, não é para quem gosta ou quer ganhar dinheiro, é para quem ama_
GOC
942 - comentário - 19/09/16 - 12:12:16 - Anderson A.A - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Bom dia.

Acho que neste tempos de crise algumas empresas tem algumas intenções malvadas em querer levar vantagem sobre o profissional, porque eu fui em empresa que estava com uma vaga de suporte técnico quando cheguei lá tinha que ser o mago da informática e ainda por cima falar inglês quando foi questionado o salrio...
Não acreditei que era só 840 reais ainda a recrutadora falou que o salário era competitivo.
Sei que não passei porque não sou um hiper técnico em informática e muita gente também foi desclassificado pelo mesmo motivo.
Acho que no Brasil não temos uma base necessária quando fala em T.I no Brasil, o governo devia regulamentar as bases salariais mesmo o apnifo fazendo um bom trabalho atualizando as bases acho que as empresas não correm atrás para dar valor ao profissional de T.I
943 - comentário - 19/09/16 - 12:35:14 - Renato Mota - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Hoje em dia vejo uma desvalorização surreal do profissional de TI no Brasil, as empresas são as grandes culpadas pelas atuais condições de trabalho. Elas estão em busca não do melhor profissional, mas sim do profissional mais barato.
Isso acarreta uma extrema baixa qualidade da mão de obra, gerado muito retrabalho e sobrecarga de profissionais com maior experiencia, que acabam assumindo a responsabilidades dos menos capaz.
Enquanto continuarmos aceitando baixos salários e aceitar um sindicato que não tem atuação nenhuma sobre o empresariado, isso nunca vai mudar.
944 - comentário - 19/09/16 - 12:50:15 - Thiago Augustus de Oliveira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Vários fatores influênciaram o declínio dos salários na área de TI. Acredito que o primeiro fator é o popularização no sentido de exclusividade de produtos e serviços. A migração rural/urbano handmade/tecnológio fez que com o aumento demanda de profissionais influência-se e muito na _baratização_ da área. Outro ponto é a ausência de um órgão (sindicato) de TI efetivo, acredito eu que, devido sermos um país de grãos e não tecnológico. Acredito que a crise econômica tenha o seu papel porém vejo que mais no número de vagas do que no valor. No geral a pesquisa é bastante consistente com o meu ponto de vista. E vivendo essa situação foi impusionado a buscar uma melhor fonte de renda fora do mercado brasileiro.
945 - comentário - 19/09/16 - 13:47:43 - Ilson Roberto Marins Pereira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Boa tarde!

Vejo os salários na área de TI como qltos ainda, mesmo com as desvalorizações recentes. Uma boa dica para entrar e se manter com um bom salário é investir em certificações e, lógico, no inglês. Não tem jeito. É dar para receber. É necessário investir para ganhar.
Hospitalhd
946 - comentário - 19/09/16 - 14:00:09 - Marco Leissmann - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Com certeza, para nos mantermos no mercado de TI e com bons salário é obrigatoriamente necessário estudar sempre, buscar certificações e no mínimo o domínio da língua inglesa. Escolher um caminho e certificar-se em todos os níveis. Assim os salários subirão conforme as certificações forem acrescentando no seu currículo.
947 - comentário - 19/09/16 - 14:03:30 - Ricardo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Todos já comentaram, sobre crise econômica, desemprego, etc. É fato que ano passado foi o caos na área de TI e outros segmentos, mas as ofertas ainda existem, de forma quantitativa e não qualitativa. Esse ano, já vejo com uma perspectiva melhor. Os salários são muito variados de empresa para empresa. Mas vejo em média um downgrade salarial grande. O estudo e aperfeiçoamentos são contínuos, obviamente, mas vejo as empresas sem um foco nos pré-requisitos. Pedem conhecimentos em várias tecnologias e que as vezes, nem são relevantes umas com as outras. O ideal é avaliar bem, a empresa em questão, seja por pacote de benefícios, poder usar tecnologias novas e com expectativa de muitos projetos, e bem como, ter plano de carreiras.
947 - Réplica - 20/09/16 - 10:06:20 - Leonardo Almeida - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Muito bom seu comentario, acabei de sair de uma empresa que na entrevista foi uma coisa e na realidade foi outra, sem planos de projetos e sem foco no que querem como empresa no futuro,
948 - comentário - 19/09/16 - 14:04:44 - George - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Pagando muito pouco
dbassocia
950 - comentário - 20/09/16 - 08:00:34 - Thiago - 187.22.59.****

Parabens apinfo pela iniciativa, a pesquisa mostra que o salários e beneficios que ja estavam caindo ao longo dos anos, se agravou com a crise econômica, como um caro colega aqui no forum colocou, em termos quantitativos, existem ainda muitas vagas, mas isso nãoo reflete em termos qualitativos
951 - comentário - 20/09/16 - 08:49:10 - Roger - 179.213.15****

O mercado de TI vem caindo já a alguns anos, com a crise econômica o cenário não é muito promissor refletindo nas ofertas de emprego e consequentemente nos salários, temos que nos manter sempre atualizados pois as exigências aumentam e os custos dos treinamentos e certificações são altos raramente refletindo na renda do profissional garantindo apenas em muitos caso o seu emprego, trabalho nesse mercado como desenvolvedor a 20 anos e hoje me encontro bem pessimista.
952 - comentário - 20/09/16 - 08:55:19 - Simone Schneider - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Estou descontente com a postura dos sindicatos, pois obrigam ás empresas a aumentarem o salário dos funcionários, com esta postura, algumas posições tem que ser fechadas para consiguirmos atingir o Budget de TI... Na empresa onde trabalho foram mandados embora funcionários excelentes por causa do aumento dados pelos Sindicatos...Foram contratados menos da metade pela metade do valor, e os meus antigos funcionários foram realocados em outras empresas pela metade do valor ou estão desempregados... Algo a se pensar... Será que não deveriam diminuir o valor dos salaries ou deixar de aumentar por dissídio para manter bons e antigos funcionários neste momento do País ?????....
954 - Réplica - 20/09/16 - 09:10:14 - André Mussi - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Simone, sua avaliação é pertinente. Contudo, os analistas econômicos em dez/2015 já sinalizavam que a inflação não ficaria abaixo dos 10% este ano. É sempre importante o alinhamento entre área financeira e os gestores técnicos na formulação do orçamento do ano para que essas ações sejam minimizadas.
GOC
955 - comentário - 20/09/16 - 09:02:44 - André Mussi - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Três indicadores me chamaram a atenção: Estabilidade do percentual de profissionais fluentes em inglês, 33% do total possuem algum tipo de certificação e o envelhecimento continua acentuado (não sendo assim tão atrativa para os jovens). Neste cenário fica claro o descompasso entre a expectativa e a realidade do profissional de TI dentro das empresas. A profissão pede flexibilidade de horários e as empresas ainda estão preocupadas com o regime de 8 horas por dia, das 8 as 18. Isso alinhado à alta pressão sofrida pelo segmento neste momento de crise torna-o ainda menos atrativo para os mais jovens. Precisamos mudar nosso modo de pensar, flexibilizando a carga horária, incluindo metas ousadas vinculadas à premiações, desenvolvendo características de gestão baseadas na meritocracia, ainda pouco exploradas no universo da TI.
955 - Réplica - 20/09/16 - 10:29:12 - Marco Antonio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

André, concordo plenamente com sua abordagem sobre o regime de trabalho "das 8 as 18" e incluo a questão de "ter o profissional dentro da empresa o tempo inteiro"_ o mundo de TI está globalizado e essas abordagens já deveriam ter sido superadas. Ou você confia na capacidade e comprometimento do profissional ou não. Parabéns, pelo comentário.
956 - comentário - 20/09/16 - 09:21:05 - Eduardo Vasconcelos Cezaretti - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Vejo a cada dia que passa, os profissionais da área de Suporte sendo mais desvalorizados, hoje me deparo com empresas buscando um _Super homem ou uma Super mulher_ pagando R$ 1200,00 ou R$ 1300,00. Atualmente estou desempregado, já com 13 anos de experiência, e está difícil, mesmo com essa experiência comprovada conseguir um salário bom com um cargo bom.

Meu último salário foi de R$ 3.500,00 como analista sênior, coisa rara de se encontrar nos dias de hoje,
957 - comentário - 20/09/16 - 10:02:09 - Leonardo Almeida - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Nestes últimos anos venho acompanhando a exigência cada vez maior na area de suporte e cada vez menor o salario. Eu perdi totalmente amor a essa profissão e estou buscando a realocação em uma nova area de preferencia na área comercial ou ser um empreendedor. Atualmente estou buscando a realocação no mercado de trabalho e aprendi também em uma entrevista a falar não caso a remuneração ser muito baixo.
apipesq
958 - comentário - 20/09/16 - 10:24:53 - Marco Antonio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sou profissional de TI desde meados dos anos 80 e vivi todas as transformações desta indústria, onde TI era quem _definia_ e os usuários apenas _utilizavam_ o que foi feito. Isso mudou muito e hoje vivemos em função do cliente.

Como passamos a ser contados como _commodities_, a valorização dos profissionais sofreu um declínio e as certificações passaram a ser mais valorizadas do que o conhecimento e a capacidade técnica do profissional_ ao meu ver isto também contribuiu significativamente para a redução salarial.

Mas como todo otimista, creio que ainda teremos de volta o nosso _boom_!
959 - comentário - 20/09/16 - 10:30:51 - Moacir - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Faz 1 ano e 8 meses que estou em busca de uma nova recolocação, trabalhei alocado numa instituição financeira por 9 anos em meio, e por causa do meu último salário (R$ 8.000,00), meus mais de 20 anos de experiência e minha formação, sou Bacharel em Ciência da Computação, Pós-graduado em Marketing e com MBA em Gestão de Negócios e Tecnologia, não chego nem na fase de entrevistas. Ora dizem que meu último salário era muito alto, e a proposta é muito inferior (mas nunca dizem qual é a proposta), ora que minha instrução é muito alta pra vaga. Já me disseram que eu era perfeito para a vaga, mas não iriam me contratar pq com o salário baixo eu logo iria procurar outro emprego. Como assim?
960 - comentário - 20/09/16 - 11:06:49 - Thiago Blitzkow - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Estamos em dias difíceis onde estamos vendo desvalorização na área de Help Desk, mesmo buscando qualificação esta muito defasada e com o passar dos dias mais difícil de se conseguir valorização, poucas empresas ainda possuem uma responsabilidade e qualidade para uma área de tal importância como a de Suporte, ainda vemos uma crise que esta fazendo com que mais pessoas migrem para a área em questão, uma área que podemos explorar Linux esta a crescer e muito, salários bons.
961 - comentário - 20/09/16 - 11:38:23 - Valter Santos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A reforma da previdência indicando idade minima de aposentadoria se pode ocorrer se as empresas contratarem pessoas com mais de 50 anos.
Sou profissional de TI, analista de sistemas SR, especialista em mainframe, possuo mais de 30 anos de experiencia, sempre em empresas de grande porte, principalmente no setor bancário, estou a mais de um ano em busca de oportunidade, acredito que pela minha idade (56 anos) os selecionadores nem me chamam para entrevista.
Pecados
962 - comentário - 20/09/16 - 11:39:02 - José Roque Júnior - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Atualmente vejo um mercado enfraquecido de oportunidades e as poucas que restam com baixos salários, na minha opnião isso além de reflexo da economia do nosso pais é também reflexo do alto número de profissionais na área. Antigamente era considerada a profissão do futuro, que tinha muitas vagas e altos salários, com isso todo mundo começou a cursar uma faculdade de TI, visto também que qualquer um passa em um vestibular, com isso o mercado inflou de mão de obra, diminuindo o número de vagas e as que restam pagando pouco, pois sempre tem um que aceita o baixo salário.
963 - comentário - 20/09/16 - 12:09:40 - Renato Altino Pereira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Olá, acho que os salários foram achatados de uma maneira geral. Então não me parece espelho da situação real. Eu diria até, que a maioria dos sálarios, onde se lê _mínimo_, é na verdade o máximo.
Obrigado.
964 - comentário - 20/09/16 - 13:08:15 - José Eduardo Libertuci - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

OLá, boa tarde.A pesquisa apresenta muitas informações úteis que mostram o direcionamento do setor de TI. Baseado no gráfico Sexo-Idade, aparentemente existe uma busca por pessoas com maior experiência o que me surpreende diante devido á busca por mão de obra mais barata frente á situação econômica do país. Acredito que seja efeito da diminuição dos salários de pessoas com idade mais avançado que, alinhado com a experiência, torna-se mais atrativo para contratação.
964 - Réplica - 20/09/16 - 13:21:44 - Renan - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Minha análise é diferente, o pessoal mais novo não escolhe a área de informática com a mesma intensidade que ocorria no passado.

Quem é mais velho, tem dificuldade para mudar de área e acaba ficando, mesmo recebendo valores mais baixos.

Com isto ocorre um envelhecimento geral dos profissionais.

Veja no gráfico de realização, que 7% não estão realizados, mas que consideram que agora é tarde demais para mudar.
Pecados
965 - comentário - 20/09/16 - 13:34:48 - Daniel Caldas de Moraes Cócolo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O fato é que muitas empresas _usam_ a crise para pagar menos. Trocam um ótimo profissional por outro bom a 20, 30% menos. Isso é normal. Da mesma forma que na época em que o mercado estava aquecido, um profissional mediano pedia 20, 30% a mais do que valia. Faz parte do jogo. O negócio é se qualificar e se tornar um bom profissional, ser _o cara_, independente de crise ou não. O bom profissional mesmo que não seja ou esteja adequado para uma determinada empresa ou situação, será aproveitado para outra, ganhando mais ou menos, isso é detalhe que vai e vem conforme a situação. O bom no mercado de T.I. é que você pode até ganhar menos, mas desempregado é difícil ficar, tem gente que _sobe no pedestal_ e não aceita ganhar menos, é a estratégia de cada um, o fato é que na nossa área sempre há demanda para o bom profissional. Em algumas áreas em T.I. a crise inclusive é uma oportunidade.
966 - comentário - 20/09/16 - 14:05:11 - Rodrigo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Excelente pesquisa, com informações muito interessantes.
967 - comentário - 20/09/16 - 16:57:15 - Ronaldo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Caros,

Concordo com os resultados da pesquisa, principalmente em relação a satisfação dos profissionais. Sou exemplo disso, pois o meu recado é que vale e sempre vai valer a velha receita de vestir a camisa da empresa, qualificar-se sem esperar que a empresa o patrocine. Cobol, foi onde inicie minha carreira, já as outras linguagens minha dica é SAP, assim como o Cobol, durante muitas décadas você vai ouvir falar dessa linguagem. O salario é um dos melhores do mercado atualmente.
968 - comentário - 20/09/16 - 17:04:07 - Antonio José - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A pesquisa é bastante interessante, mas acho que faltou, no itém idade ampliar a abertura de faixas, pois acima de 40 anos é um dado pouco significativo, quando a idade para aposentadoria beira os 65 anos de idade
GOC
969 - comentário - 21/09/16 - 01:47:18 - Tiago - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Alguns se enquadram, não foge muito da realidade, porém, em cidades menores e empresas onde a tecnologia não é muito presente, os funcionários estão muito abaixo desta tabela.
971 - comentário - 21/09/16 - 10:21:29 - Marcos Roberto Artimundo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Caros quero em primeiro lugar dar os parabéns por terem disponibilizado um tempo para a pesquisa, que no meu ponto de vista achei interessante.
Hoje não trabalho diretamente na área, mas, faço sempre trabalho como autônomo. Estou preste a abrir a minha loja de Assistência Técnica. Nos últimos 6 meses, sem muita divulgação posso dizer que consegui uma renda até que legal. O mercado infelizmente ainda oferece salários muito baixos. Por isso optei em ser PJ, grandes serão os desafios para mim, mas vou arriscar.
Falando em Certificações, acho um pouco caro algumas Certificações, um exemplo é a ITIL V3 que custa em média R$900,00 para te-la.
No mais os pontos são interessantes. Parabéns
972 - comentário - 21/09/16 - 10:22:57 - André - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Bom dia, cada empresa paga o que quer, sabendo que a procura é grande, e se a pessoa precisa trabalhar aceita o salário baixo, falta regulamentação do Governo, piso salarial, a categoria é desunida, pagar mais que 2.000,00 em infra é muito difícil, tenho um amigo desempregado que quando procura emprego elogiam o currículo dele, mas não querem pagar mais que 2.000,00, tenho sorte de estar em empresa grande, bons benefícios, mas o salário está baixo, dá para viver.
973 - comentário - 21/09/16 - 10:38:30 - Fabiana - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Bom dia, atualmente estou vendo muitas pessoas optando por sr PJ ao invés de CLT, e tudo isso em decorrência do desequilíbrio do mercado, pois as empresas estão jogando os salários lá embaixo. O mercado de TI tem muitas vagas porem o valor não é exatamente o que tínhamos a 2 anos atras, sem contar que estão pedindo para as vagas super profissionais, que devem saber de tudo e ter certificações de tudo.
Acredito que com essa super desvalorização do profissional acabaremos tendo profissionais migrando para outras áreas de atuação.
Abraço.
Hospitalhd
974 - comentário - 21/09/16 - 12:48:29 - Ailton Ferreira da Silva - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Super atual, simples e objetiva e aderente aos que prospectei no mercado e com colegas de trabalho.
975 - comentário - 21/09/16 - 14:20:16 - Luciano Benato - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Como sempre uma ótima fonte de informação e referência.
976 - comentário - 21/09/16 - 14:39:43 - Luiz - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Infelizmente a profissão de TI é uma profissão sem regulamentação o que implica em entidades de classe, que determinaria ao menos um piso e um teto salarial. E por falta disso, o mercado se torna um mercado sem referência, causando uma baixa considerável no valor dos salários nos últimos 10 anos. E até por esse fato um grande percentual do mercado atua com pessoa jurídica para conseguir ter a possibilidade de um ganho maior.
Isso sem contar que a exigência de mercado está a cada dia é maior, exigindo certificações e conhecimentos de tudo.
Tudo isso faz com que ótimos profissionais migrem para outras áreas, abrindo espaço para outros profissionais que tem toda as certificações mas pecam pela falta de profissionalismo.
977 - comentário - 21/09/16 - 16:12:04 - Italo Adriano B. C. Marcelino - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado de TI a um bom tempo está complicado. Ou monta sua própria empresa e ganha seu próprio dinheiro, ou fica a mercê de exploração e salários super baixos.

A pesquisa foi muito boa, aponta o descontentamento dos jovens com a área.
dbassocia
978 - comentário - 22/09/16 - 08:18:19 - GBC - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

TI ainda é um mercado de grande visibilidade e interesse da sociedade, mas a cada dia trabalhar neste ramo está se tornando uma verdadeira baderna. Se você olhar um médico ou advogado, cada hora é cobrada de forma perfeita e com timesheet sempre correto. Não existem duas cirurgias ou duas audiências ao mesmo tempo, correto? Já em TI, tudo é banco de horas e tudo é 24x7 sem descanso. Corte de custos levam as equipes a ter _cirurgias e audiências_ simultâneas, não permitindo descanso e o mínimo de qualidade de vida. Os médicos e os escritórios possuem os suplentes, em TI tudo é custo e não pode ter crescimento de headcount.

Como esta exigência aumenta, vejo que alguns salários são aumentados apenas para justificar a falta de qualidade de vida e compra da vida 24x7 do profissional, gerando um estresse coletivo e muitos conflitos dentro da própria categoria.
980 - comentário - 22/09/16 - 08:47:18 - Danilo Costa - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Com a qualidade de ensino no país não existe a mínima condição de que nenhum setor avance em nenhum sentido.
981 - comentário - 22/09/16 - 10:49:02 - Evaldo Ferreira Curcio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Muito poucas empresas contratando
982 - comentário - 22/09/16 - 11:39:03 - Remir - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Falta uma valorização dos profissionais do setor. Creio ser possível com a regulamentação da profissão e consequente criação dos Conselhos de classe.
GOC
983 - comentário - 22/09/16 - 14:49:51 - Marcélio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

As empresas de TI estão aproveitando o problema da crise em estão trocando seus funcionários experientes por recém formados ou outros profissionais que aceitam receber menos, desempenhando as mesmas tarefas, maximizando assim seus lucros (lucros que não são repartidos com os seus funcionários). A regulamentação da profissão poderia ajudar em manter um piso salarial para algumas áreas, mas este piso deve também levar em conta o valor para se manter atualizado. As empresas também deveriam ser obrigadas a direcionar uma parte de seus lucros para atualização de seus profissionais.
984 - comentário - 22/09/16 - 16:40:28 - Alvaro Lucena - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Uma ótima pesquisa, ja que hoje, o mercado que nos é vendido em tempos de graduação é um. Ja quando entramos nele, vemos uma grotesca mudança de valores e valorização.
985 - comentário - 22/09/16 - 20:36:58 - Igor Waterloo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Hoje não é mais o suficiente _Mata um leão por dia_ o mundo estar evoluindo e as empresas ainda não valorizam o profissional de TI. Contratando cada vez mais profissionais versáteis (fazem de tudo) mas sem uma base solida de conhecimento e/ou especialidade em uma área e sem falar no $$ que as vezes é uma piada.

Enquanto alguns estudam madrugadas a dentro e acordam bem cedo para trabalhar, outros assistem 1 hora de youtube e já se acham especialistas no assunto. E concorrem as mesma vagas onde muitas vezes a empresa se quer colocam alguém da área (profissional qualificado em TI) para avaliar. Aprovando muitas vezes quem estar mais arrumado ou mais apresentado por fora (mais vazio de conhecimento por dentro).
986 - comentário - 23/09/16 - 01:01:33 - Arthur Randis - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Infelizmente vemos uma desvalorização na categoria, sinto que cada dia que passa, perdemos espaço para profissionais pouco qualificados, que aceitam ganhar cada vez menos, gerando um descompasso no crescimento necessário da categoria. Hoje estamos enraizados em todos os seguimentos do mercado, porem, cada dia mais sendo terceirizados e menos valorizados. Então, aquele profissional que consegui-se manter um bom _politico_, consegui manter sua _boquinha_. Infelizmente passamos por situações, onde o politico é mais valorizado que o qualificado. Acredito que essa mudança deva partir de toda a classe, precisamos impor nosso valor no mercado, porque somos uma potencia adormecida.
apipesq
987 - comentário - 23/09/16 - 10:56:33 - Alexandre Narciso - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Hoje atualmente há uma baixa nesse ramo. Muitas empresas preferem profissionais com baixa qualificação, simples técnicos com cursos de baixa qualidade ao investir em profissionais com formação adequada e qualificada.
988 - comentário - 23/09/16 - 10:57:31 - Lima - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Atualmente a uma grande desvalorização da área de TI, empresas querendo escravizar o profissional de TI e pessoas que aprendem a formatar pelo youtube cobrando uma merreca para tal serviço, assim desvalorizando o profissional que realmente estudou e ta qualificado para o serviço. Acredito que no futuro os profissionais de TI sejam mais valorizados, o que não ocorre atualmente.
989 - comentário - 23/09/16 - 11:02:02 - Dennis Ramalho - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Com o mercado de empregos em baixa, as empresas acabam se aproveitando da situação para oferecer salários mais baixos, na verdade um oportunismo.
990 - comentário - 23/09/16 - 11:05:22 - Willian Domingues - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que a desvalorização dos profissionais da área de TI, ocorre pelo fato da terceirização de serviços se intensificar. Temos que admitir que não só a área de TI, o Brasil está se encaminhando pra isso. Tivemos recentemente uma provável aprovação da Lei de Terceirização, onde os sindicalistas estão batendo de frente. Não só a área está desvalorizada, mas os próprios profissionais estão se desvalorizando. Qualificação as vezes saem fora do jogo, pagar menos por um profissional recém formado, saindo das universidades, seja melhor do que valorizar um profissional com uma qualificação e experiência ampla.
dbassocia
991 - comentário - 23/09/16 - 11:18:37 - John Franklin Pedro Antonio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Os dados da pesquisa foram muito bem fundamentados. Uma coisa interessante é que a crise afetou todas as empresas nacionais e também multinacionais que possuem clientes nacionais. Já as empresas nacionais que trabalham com exportação, ou seja, de clientes internacionais, não sofreu e não sofre tanto com a crise atual que passamos!
992 - comentário - 23/09/16 - 11:18:58 - Armando - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Trabalho na área de informática a mais de 30 anos e as mudanças são constantes. O conhecimento deteriora-se em pouco tempo, coisas que eram difíceis de fazer no passado agora são simples.

Já aprendi mais de 20 linguagens, dentre elas algol, fortran, cobol e assembler, que atualmente já são me servem para nada.

Nas duas últimas vezes que meu notebook deu problema, achei um vídeo no youtube e eu mesmo fiz o conserto.

Obter conhecimentos básicos de informática esta cada vez mais simples, muitas pessoas estão no mercado e as empresas jogam o valor para baixo. Tudo dentro da normalidade, não adianta ficar reclamando ou querer remar contra a maré.

Quem quiser ter uma boa remuneração como profissional de TI, vai ter que buscar diferenciação, obter conhecimentos e qualificações que ainda são escassos, neste aspecto o resultado da pesquisa traz boas informações.
993 - comentário - 23/09/16 - 11:37:43 - Alfredo Menin - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Ola Pessoal, ao ler a Sintese/Resumo da Pesquisa. Temos que Observar que a qualificação Técnica ainda é pequena, a lingua estrangeira estagnou, as diversas formas de contratação ainda divergem da realidade, em relação a salários. Outro ponto importante que ao longo desses mais de 35 anos de area de TI, percebo que o conhecimento de Negócios e não somente o conhecimento técnico ainda é um TABU, pois ao ler os comentários de alguns, quase que a maioria descreve a insatisfação com as politicas de salários de beneficios e não vejo a partir dos 45 anos oportunidades para os mais experientes, ou seja, a classe de TI está mais jovem, porem com menos qualidade em relação a experiencia em Processos. Hoje vejo mais técnicos do que Especialistas em negócios. E Por fim, vejo que o ciclo de ERP´s 20 anos depois está estagnado em relação a serviços e voltando-se para Cloud o que fará perdermos espaço.
994 - comentário - 23/09/16 - 13:12:06 - LUIZ MARCOS DE LIMA MARTINS - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O quadro da área de TI no Brasil é realmente alarmante. Tenho 10 anos no seguimento e vejo muitos novos analistas ingressando no setor visando ganhos rápidos. A situação não está fácil pra ninguém. Hoje estamos sendo sugados e a média salarial só vem caindo. Enquanto não houver um conselho que regulamente a profissão, estaremos a mercê de empresas que somente exploram os funcionários. Hoje por exemplo não vejo grandes expectativas para os próximos anos devido uma falta de apoio com relação ao governo e empresas ligadas ao setor.
Hospitalhd
995 - comentário - 23/09/16 - 14:17:57 - Marco Antonio Munarolo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Ha alguns anos venho presenciando os cortes com mão de obra especializada no Brasil.
Anteriormente, o maior problema era ter experiência para concorrer a uma vaga. Hoje, vejo que as empresas estão a cada dia mais propensas a contratar funcionários com menos experiência e menos idade com o intuito de forma-los dentro da organização, ou seja, colaboradores que com pouca ou nenhuma experiência carregam menos vícios, são menos exigentes, tem a mente mais aberta para novas tecnologias e também tem salários mais baixos.
Nossa vida é formada por ciclos, creio que no final deste, profissionais mais experientes deverão colher bons frutos, a questão é: Quanto tempo durará este ciclo?
995 - Réplica - 26/09/16 - 12:56:06 - Nilton - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Essa é uma verdade, inclusive pauta de matérias na TV e sites. Mas, acredito que isso é algo que poucas empresas conseguem lidar, pois demanda tempo e dedicação para moldar um profissional a fim de torná-lo bem produtivo.
Nada substitui um profissional gabaritado, experiente, proativo e competente. Nessa área há sempre espaço para esse tipo de profissional.
Não podemos nos esquecer de manter sempre um bom networking.
996 - comentário - 23/09/16 - 17:35:45 - Felipe Rodrigues - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Suporte de TI ... Foi se o tempo que operações com computadores eram atividades complexas. Os profissionais de hoje já não são leigos como antigamente. O perfil do profissional esperado pelas empresas são de operadores independentes.Pessoas que sabem se virar sozinhas ... Com o acesso a informações rápido e fácil ,dúvidas e problemas podem ser resolvidos facilmente. Dispensando aquela ajudinha do helpdesk.Graças a essa independência e a evolução dos sistemas .. As coisas vem ficando mais simples e fáceis. Dispensando e diminuindo operadores da área. Empresas de hoje tem em mente que já não são mais escravas de infraestruturas e que isso só queima dinheiro desnecessário. Acho que Ti só esta em alta no mundo dos desenvolvedores. E para terminar a oferta e demanda de profissionais da área _#279_ algo que chega a assustar .Empresas pagando mixaria para profissionais astronautas.
997 - comentário - 23/09/16 - 18:53:44 - Cleverson Gomes - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Para ganhar um salário justo você precisa ser um bom profissional,com bons conhecimentos naquilo que faz, ser proativo e não trasferir responsabilidades por deficiência técnica, o que geralmente ocorre em grande parte dos casos!
Profissionalismo e Competência são palavras de ordem nesse setor.
Se porventura você não é reconhecido na Empresa onde trabalha, não se acomode troque de emprego.
GOC
997 - Réplica - 26/09/16 - 12:50:57 - Nilton - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Concordo plenamente. Vejo muitos profissionais acomodados e reativos. Tenho 14 anos nessa área, sou instrutor de cursos oficiais Microsoft. Essa área é para os fortes e competentes, que se destacam dos demais e mostra resultados. Não se pode exigir nada do mercado se você não possui essas virtudes. Fuja das empresas medíocres e que não te valorizam.
998 - comentário - 23/09/16 - 19:28:03 - Daniel Cesar - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Eu percebo que os profissionais nas vertentes de redes, infraestrutura e servidores estão cada vez menos representados e desvalorizados, e diferente de Big Data que é uma novidade, estas que citei são áreas base da TI e existem no mercado há muito tempo. Muitos estão aglomerados na subcategoria de _analista de suporte_, mesmo assim não param de crescer as exigências por especialização e experiência em diversos itens de caro investimento profissional. Aqui mesmo no APinfo vejo muito de programação e pouco do restante das inúmeras vertentes de TI, e isso tem dificultado toda a questão salarial e de competitividade em relação as competências cada vez mais exigidas. Até na pesquisa eu não me vi representado.
999 - comentário - 23/09/16 - 23:15:39 - LUIZ CARLOS MAZUQUIERI - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Com a desculpa da crise, os salários oferecidos estão cada vez mais vergonhosos e extorsivos, sem contar as exigências dos contratantes, usando e abusando do momento delicado do mercado, exigindo experiências que nunca serão utilizadas, fazendo do candidato um peão ou seria um palhaço nas mãos de recrutadores inescrupulosos e muitos sem nenhum preparo, por isso a dificuldade de muitos profissionais se recolocarem, sei que isso não é levado em consideração por muitos, pois estão trabalhando e acham que estão seguros, só que aqueles que estão do outro lado é que sentem na pele essas injustiças e todo esse descaso, é duro ver sua família passar por situações que você não tem como controlar e está sem esperança de uma recolocação.
1.000 - comentário - 24/09/16 - 00:39:22 - André - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Estou na área de TI há quase 10 anos e para eu sempre foi difícil conseguir algo fixo porque demorei pra ver o que gosto e me faz bem fazer mas agora com a crise as coisas só vem piorando,as empresas andam só pegando gente de 16 a 21 anos procurando seu 1º emprego e exigem requisitos que poucos possuem para as vagas enquanto que pessoas acima dos 21 anos que nunca tiveram carteira assinada não conseguem nem bico.
E pelo cenário atual parece que o panorama não vai melhorar tão cedo.
Hospitalhd
1.001 - comentário - 24/09/16 - 11:21:21 - José Joaquim de Godoy - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

As empresas tem diminuído as faixas salariais, graças ao caos politico e ao grande desemprego que vivemos. Aumentam a barra nos requisitos, buscando profissionais cada vez mais capacitados, porém não empregam recursos próprios para investir na capacitação técnica do profissional. Não sei se por medo de perde-lo para o mercado ou qualquer outra razão. O fato é, tanto o profissional quanto a empresa estão buscando o objetivo de ganhar cada vez mais, e no caso do profissional querendo fazer menos, sendo que a empresa quer que ele faça mais. Essa diferença na intensão e o _X_ da questão.
1.002 - comentário - 25/09/16 - 00:34:47 - Gustavo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sim, de fato a situação piorou ao longo dos anos, mas se comparado a muitas outras áreas do mercado de trabalho, TI ainda apresenta-se como uma alternativa com salários elevados pela jornada de trabalho média e elevado número de oportunidades, pois a oferta de profissionais de TI ainda é inferior à demanda das empresas e instituições.
1.003 - comentário - 25/09/16 - 16:31:53 - Morganna Giovanelli de Souza - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Apesar de já ter trabalho com TI, apenas agora considero que estou iniciando carreira. De qualquer forma, tentarei opinar de acordo com o contexto. A _crise_ afetou muitas áreas e isso causou impacto em todos os pontos em nossas vidas. Mas confesso que, quando apostei na área de TI como _ganha pão_, o fiz pensando que é uma das áreas que não corre grande risco de acabar. A tecnologia faz parte de nossas vidas de forma que sequer notamos mais e continuaremos precisando de tudo o que ela nos proporciona e ainda poderá nos proporcionar. Mesmo com tantos pontos negativos, principalmente em relação às exigências de experiência, salários não correspondentes ao esforço de uma função, profissões ainda não regularizadas corretamente, tantas desistências e opiniões ruins, sou apaixonada por TI. Há muito o que melhorar, mas ela não deixa de ser fascinante de forma exponencial a cada instante.
1.004 - comentário - 26/09/16 - 10:03:30 - Augusto Alves - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que a área de T.I foi a que menor foi afetada pela atual crise politica e econômica do país, porém muitos estão usando esse argumento, para contratar pessoas com uma exigência muito grande e com salários pequenos. Que na verdade é uma pratica bem comum na nossa área infelizmente.
Mas a opinião sobre o assunto é muio relativa à empresa onde trabalhamos, isso determina se você é realmente valorizado como profissional ou não, minha opinião pessoal é de que não vale a pena trabalhar em empresas de TI pequenas e ainda por cima terceirizadas, elas sucateiam muito a mão de obra, não oferecem melhorias e nem perspectivas.
Mas por outro lado, temos um leque gigantesco de caminhos que podemos trilhar, e ainda nos falta muito para nos regulamentarmos devidamente e sermos mais valorizados, para podermos deixar de ser os meninos da informática e passarmos a profissionais de tecnologia.
dbassocia
1.005 - comentário - 26/09/16 - 10:52:17 - Jéssica Macedo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A área de T.I foi afetada tanto quanto as demais áreas, pois como o mercado ficou com uma grande quantidade de profissionais as empresas se virão em uma posição em que a _procura_ estava maior que a oferta de trabalho. Com isso, colocarão os salários abaixo da qualificação e experiência dos profissionais. Outro ponto negativo é a falta de um órgão regulamentador da nossa área, pois hoje profissionais não qualificados podem disputar vagas sem o menor critério e isso prejudica mercado além de tentar minimizar o acumulo de funções, muito comum em algumas empresas.
1.006 - comentário - 26/09/16 - 11:09:30 - kenny - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Infelizmente as empresas estão pagando muito pouco e estão com muitas exigências.
1.007 - comentário - 26/09/16 - 11:27:32 - Alessandro Miranda - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A crise afeta todas as áreas, o momento das mudanças mais radicais, algo que sem crise não era possível, a ideia e objetivo de vários empresários e empreendedores são diminuir custos com maior qualidade possível para atender as novas oportunidade que virão.

Espero que no futuro próximo conseguimos obter bons frutos, na área da política, saúde e para mim o principal na educação.
1.008 - comentário - 26/09/16 - 12:47:05 - Nilton - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O que dizer dessa área que atuo há mais de 14 anos? Complicado como sempre, muita exigência sem cabimento por parte das empresas (mistura de segmentos e especializações com certificação, línguas, pós-graduação, experiência de anos) para pouca valorização, bem diferente de outros países, onde o profissional atua apenas com uma determinada área.
Sem falar no processo seletivo, lamentável o nível de preparação dos recrutadores. As empresas devem ter consciência de que a área de TI é exclusiva, se faz necessário um recrutador habilitado para selecionar os CVs e lidar com as entrevistas técnicas.
Isso tudo desmotiva, fica quem realmente gosta de TI. E os que ficam, uma coisa é fato: sempre devem buscar o aperfeiçoamento e atualização, não há outra maneira se quiser ter chances de crescimento. Esse mercado é para os fortes. E os fortes sempre têm os melhores cargos e salários.
GOC
1.008 - Réplica - 27/09/16 - 16:14:26 - André Sabino Petean Galvão - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Concordo com você a respeito dos recrutadores, inúmeras vezes recebi ligações de recrutadores(as) que nem sabiam pronunciar as siglas dos requisitos da vaga, é lamentável saber que essas pessoas fazem a primeira "peneira" nos CVs, sem ter noção alguma das diversas especialidades de TI.
1.009 - comentário - 26/09/16 - 13:06:47 - Carlos Eduardo Guedes Monteiro - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

São muitas exigências com salários muito baixos, você tem que praticamente saber tudo sobre um determinada linguagem para ser um analista/desenvolvedor júnior, ou seja, fazer o trabalho de um pleno ganhando muito menos.
1.011 - comentário - 26/09/16 - 14:59:30 - Orlando - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Jé encontrei gente trabalhando em TI e que era formado em biologia, turismo, administração, engenharia e etc. Parece que esta fase esta chegando ao fim e isto vai ser bom para quem realmente gosta e tem formação especializada na área.

Na área de TI é possível abrir uma consultoria, criar um software, fazer um aplicativo para celular e etc, acho que é área onde existem muitas oportunidades, mas é preciso ter uma ótima formação e qualificação.

Quando a economia voltar a aquecer, será a nossa vez, é só estar preparado.
1.013 - comentário - 26/09/16 - 16:15:38 - Rafael - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A área de TI está completamente estagnada, com muita gente que não sabe o que está fazendo.Acredito que a média salarial está sendo baseada nestes fatos e como a maioria das empresas não possui plano de carreira sólido, o profissional que é bom acaba pagando pelos outros.
apipesq
1.014 - comentário - 26/09/16 - 16:33:42 - Fabiano - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A grande maioria dos profissionais de TI faz uma graduação, escolhe uma área para especializar-se e, após isso, não procurar manter-se qualificado. Isso faz com que os profissionais rapidamente estejam defasados em relação às tecnologias atuais, gerando desconfiança dos demais gestores das organizações. O que desvaloriza sobremaneira os profissionais da área.
1.015 - comentário - 26/09/16 - 19:48:38 - Eder - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Assim como já dito por alguns colegas, a área de TI é muito complicada principalmente pelo fato dos recrutadores exigirem muita qualificação e a remuneração não ser condizente, sem contar o fato de em alguns casos a empresa exigir uma qualificação grande, porém, não usa parte das tecnologias exigidas que o profissional tenha conhecimento.
1.016 - comentário - 26/09/16 - 21:54:58 - andre - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A exigência é grande de fato, e muitas vezes descabidas. É possível perceber que as áreas gestacionais não conseguem aplicar os conceitos das metodologias na sua essência, e muitas vezes como apoio da desculpa _o mercado é assim_.
Mesmo estando no seculo XXI os conceitos de trabalho continuam da mesma forma que há décadas é vem sendo feito, muita pressão, não deixar o profissional na _zona de conforto_, dizer que tem que existir _atrito_ no ambiente de trabalho. E assim com todos esses argumentos a questão de rendimentos é muito bem maleável, de acordo com os interesses da gestão em nome da empresa. Não se aplicando a meritocracia.
Continua com o conceito de ter _conhecidos_ em cargos, e muitas vezes sem menor qualificação. Assim a qualidade fornecida ao cliente é pessima.
Acredito nos profissionais que gostam do que fazem para mudar esses métodos arcaicos definitivamente.
1.017 - comentário - 26/09/16 - 22:31:14 - Carlos Eduardo Alves luz - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Concordo em muito com o que dizem, os salários para os cargos são aceitáveis, porém as exigências não são compatíveis com os cargos oferecidos e nem com as funções executadas.
Pecados
1.018 - comentário - 27/09/16 - 09:25:06 - Gian Franco Ferraiuolo Jaque - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Os salários estão baixo e principalmente poucos benefícios, como PLR .
1.019 - comentário - 27/09/16 - 09:29:06 - Tavares - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Muito boa a pesquisa.
Normalmente as pesquisas focam apenas na parte salarial, nesta aqui eu consegui informações úteis, que ainda não tinha visto em nenhum outro lugar.
Dá para ter uma visão bem panorâmica do que vem acontecendo ao longo dos anos e desta forma preparar-se para o futuro.
1.020 - comentário - 27/09/16 - 09:53:41 - Vanessa - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Achei a pesquisa bastante válida. Sinceramente, percebo uma valorização maior para aqueles profissionais que trabalham efetivamente com programação (programadores/desenvolvedores/analistas de sistemas). Os profissionais que escolhem pelas áreas de negócio de TI, são mais desvalorizados (Service Desk, Qualidade, Processos). Entretanto, para todas as áreas percebo que as exigências de qualificação estão cada vez mais fortes, porém os salários não caminham na mesma velocidade.
1.021 - comentário - 27/09/16 - 10:13:29 - Chrystopher - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Quando nos referimos a palavra informática, as pessoas já respondem :_ Vc faz TI?_. Mas realmente não sabem o que é a informática em si.Os maiores problemas no mercado de TI , aqui no Brasil, são dois: A desvalorização da profissão dentro do mercado de trabalho e a falta de aprendizado adequado dentro das faculdades. Muitos afirmam que a informática no Brasil está _SUCATEADA_, em termos de valorização e conhecimentos. Porque um rapaz, que tem um curso de Gestão de TI ou programação, consegue um trabalho muito mais fácil do que outros que fazem curso de Tecnologia em redes de computadores? Simples: as empresas brasileiras atuam no sistema da demanda, ou _modinha_ de profissão, melhor dizendo. Não valorizam o conhecimento da pessoa através da prática, e sim, de um simples pedaço de papel chamado CERTIFICADO. Mesmo não sabendo quase nada de informática. Isso é TI no Brasil na real : SUCATA.
API
1.022 - comentário - 27/09/16 - 10:22:04 - Izaias Rodrigues de moura Juni - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Percebo ser muito importante conhecer mais de 1 tecnologia/ambiente, profissionais chamados Hibridos, são muito valorizados, ja aqueles que se prendem a plataformas especificas e/ou linguagens e tratam como religião, reduzem automaticamente seu espaço no mercado.
1.023 - comentário - 27/09/16 - 10:22:46 - Éder Oliveira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

É lamentável... área totalmente desvalorizada no país, é uma pena, pois no exterior há uma média de $4,000.00 mais ou menos para um funcionário qualquer de TI, seria ótimo uma regulamentação da área para diminuir um pouco o estrago. Simplesmente exige-se muito para pagar pouco, uma exploração de conhecimento.
1.024 - comentário - 27/09/16 - 11:26:27 - Rogério Maria - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Bom dia,

Infelizmente, estamos caindo em desvalorização dia após dia não só em função dessa _suposta_ crise do país, mas na grande maioria das vezes em função dos profissionais que se auto desvalorizam, aceitando trabalhar por baixos salários e quais quer condições, fazendo com a as empresas esqueçam o quesito _qualidade_ E VALORIZEM metas premiadas a qualquer preço.
Política implantada para alta produtividade e baixa qualidade, causando uma grande rotatividade no mercado, que toda vez que acontece o salário diminui ainda mais.
Efeito cascata, proporcionado pela medo do desemprego, metas sem qualidades e alto desvalorização pessoal e profissional.
V
1.025 - comentário - 27/09/16 - 11:46:18 - Rafael Martini - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Achei a pesquisa bastante válida. Sinceramente, percebo uma valorização maior para aqueles profissionais que trabalham efetivamente com programação (programadores/desenvolvedores/analistas de sistemas). Os profissionais que escolhem pelas áreas de negócio de TI, são mais desvalorizados (Service Desk, Qualidade, Processos). Entretanto, para todas as áreas percebo que as exigências de qualificação estão cada vez mais fortes, porém os salários não caminham na mesma velocidade.
GOC
1.026 - comentário - 27/09/16 - 16:04:53 - André Sabino Petean Galvão - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acho que existem dois motivos principais para a estagnação do número de profissionais certificados: o preço dos cursos é indexado ao dólar, que sofreu valorização frente ao real, e muitos cursos são ministrados em período integral (8 horas) durante uma semana, impedindo os profissionais que não podem dispor do tempo de expediente, porque querem fazer o curso por conta própria, e não por necessidade da empresa em que trabalham.
1.027 - comentário - 27/09/16 - 18:47:32 - Andro Gomes Laurentino - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Vejo que nos últimos tempos temos muitas pessoas se formando mas com pouca ou quase nenhuma experiência, e as empresas sabendo disso oferecem salários baixos e essas pessoas aceitam para entrar no mercado de trabalho, mas muitos entram e não tem interesse de uma especialização, as desculpas são variadas, desde curso caro, não ter tempo, guardar dinheiro para viagens, e deixam para depois o crescimento profissional. São poucos os que gostam da área, que mostram um diferencial, sao esses que a empresa tem que investir, para o melhor desenvolvimento do profissional e como consequência do setor e empresa. Infelizmente, muitos entram na área para ganhar dinheiro, e não entendem que o dinheiro é uma consequência de um ótimo trabalho. Os que amam a área são alguns gestores e devem passar isso para sua equipe, amor pelo que faz.
1.028 - comentário - 27/09/16 - 20:58:52 - Wendel Gustavo das Neves - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado de TI foi inundado com diversos profissionais, oriundos de diversas instituições que se encontram _descolados_ da realidade das empresas, as pessoas estão saindo da faculdade sabendo programar em xxx linguagens, para xxx bancos de dados mas não sabem conversar umas com as outras, ou entender uma ordem que seja composta por diversas partes/etapas. Diante disso as empresas estão oferecendo cada vez valores menores, pois a quantidade de pessoas no mercado + a queda da qualidade dos profissionais esta levando a contratação por atacado e depois diversas reclamações por falta de qualidade.
A TI encontra-se saturada, logo aqueles que saírem do _arroz com feijão_ e oferecerem algo novo, diferenciado e de qualidade serão aqueles que irão se destacar, seja com clientes de pequeno, médio ou grande porte.
1.029 - comentário - 27/09/16 - 23:12:23 - Henrique Santos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Percebo que as empresas estão sucateando a mão de obra, pagando pouco ou muito pouco, com mais de 15 anos na área percebo hoje uma dificuldade enorme em conseguir um bom emprego na área e que pague o valor adequado. As empresas preferem estagiários como mão de obra e pouco se importam com a qualidade do serviço oferecido. A terceirização da área também é preocupante, grandes empresas (Sulamérica, Santander, etc...) não contratam mais os desenvolvedores e administradores, jogam essa função na mão de outras empresas que sublocam a mão de obra, ganham nas costas do profissional e repassam os salários a um valor mais baixo do que recebem da contratante. Isso quando os terceirizados (outras empresas não citadas antes) cobram por serviço Senior mas faz mão de obra de estagiário. Esse mercado está muito prostituído.
Hospitalhd
1.029 - Réplica - 27/09/16 - 23:15:40 - Henrique Santos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Observando em um aspecto geral as vagas disponíveis no mercado: exige-se muita qualificação e oferecem valor incompatível (drasticamente abaixo) com a vaga.
1.029 - Réplica - 27/09/16 - 23:39:09 - Henrique Santos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Alguns chegam ao cúmulo de escrever na vaga: "Vaga para estagiário com experiência", e os requisitos são trilingue, experiência em todas as linguagens de programação, cisco, itil, cobit, agile, scrum, conserte PC, servidor, telefone, a máquina de café e também o vazamento da pia do banheiro.

Seria até divertido se não fosse a realidade. Assim como vagas de programador web que exigem Cobol, DB2, IBM Informix, C, Delphi... entre outras aonde percebemos que nem o gestor sabe pedir e nem o RH entende o que é pedido.
1.030 - comentário - 28/09/16 - 09:39:11 - Rodrigo Souza - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Muito rica a pesquisa, dá uma visão bem detalhada da área de TI e como tem sido as mudanças ao longo do tempo. Acredito que TI ainda tem muito mais oportunidades que outras áreas, mas para garantir uma boa remuneração é preciso estar sempre adaptando-se as novas necessidades do mercado.
1.031 - comentário - 28/09/16 - 09:44:50 - Ricardo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Percebemos que quando estamos analisando novas oportunidades de emprego as vagas oferecidas pedem profissionais a nível Junior e pleno para trabalhos que seriam se sênior e especialistas! Percebemos que essas
Demandas não visam por qualidade e sim por uma mão de obra um pouco mais em conta! Devido à grande crise financeira nos profissionais da área temos que conviver com essas dificuldades e as por algumas vezes tentar nos enquadrar um pouco nessa realidade!
dbassocia
1.032 - comentário - 28/09/16 - 09:49:10 - Roger Hayashi - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Infelizmente a maioria das empresas hoje pensam como os jovens, querem grandes lucros sem grandes esforços e com projetos de curto prazo. Acreditam que vão encontrar um _nerd_ recém saído da faculdade e que vai desenvolver um _novo Facebook_ pra empresa e por um custo baixíssimo. Com o mercado inundado de profissionais mal preparados e grande parte desinteressados as empresas exigem o mundo de conhecimento e oferecem um troco, além disso a maior parte destas empresas tem novos projetos _audaciosos_ sem nem mesmo ter um processo interno correto, por isso ao invés da contratação de profissionais experientes preferem a terceirização pois é mais fácil jogar a responsabilidade para outros e pagar para poder apenas reclamar do serviço prestado que já era ruim quando interno. É uma nova cultura que não está funcionando para a maioria das empresas e nem para os profissionais
1.033 - comentário - 28/09/16 - 10:24:34 - Osman Queiroz - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O que vejo como resultado da pesquisa é a tendencia continua de profissionais de TI se tornarem _commodities_ para as empresas. Ha grandes empresas fazendo offshore de mão de obra para reduzir custos operacionais, despejando no mercado, profissionais qualificados, o que faz com que a faixa salarial reduza. As empresas, cientes dessa tendencia, e muitas vezes tendo dificuldades financeiras, exigem cada vez, por menos. Não se buscam mais por especialistas, mas sim por generalistas, a despeito da perda de qualidade. O que vejo é que ainda teremos muitas turbulências e muitos _incidentes_ provocados por falta de experiencia ou conhecimento profundo da tecnologia operada, a um custo elevado para os clientes, que muitas vezes são enganados pelos fornecedores, pois esses não mantem profissionais responsáveis e bem treinados porque isso custa caro. Em fim, muito ainda a se conquistar!
1.034 - comentário - 28/09/16 - 10:31:04 - Leonardo Freitas - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Tem bastante coisa nesta pesquisa, parabéns APINFO.
Tive pouco tempo para analisar, mas vejam:
- a grande maioria do pessoal diz que está satisfeito, poucos querem mudar de área
- poucos ficam desempregados por muito tempo (mais de 2 meses)
- quando conseguem novo emprego, a grande maioria ou melhora de salário ou fica com o mesmo
- o pessoal tem melhorado a qualificação, mas ainda poucos estão dominando inglês

Sobre regulamentação, a maioria no momento está apoiando. Minha opinião pessoal é que sou sou contra a regulamentação, pois por enquanto enxergo apenas como mais um meio de criar um novo sindicato ou entidade de classe para pegar mais dinheiro dos trabalhadores.

Sucesso a todos.
1.035 - comentário - 28/09/16 - 10:35:59 - Gustavo Barreto - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

É um site muito bom para quem esta a procura de uma oportunidade de estagio na área de tecnologia, sempre aparece vagas novas em varias localidades de São Paulo.
GOC
1.036 - comentário - 28/09/16 - 13:34:40 - Luiz Fernando Monteiro Piovesa - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Muito interessante o histórico de salário. Não posso dizer muito, pois desde quando me formei em 2015 e não consegui vaga na área de T.I até hoje e o que recebo no final da entrevista é que não tenho experiência. Do que adianta propagandas na tv sobre a grande quantidade de vagas e o mercado não abre mão e especializa essa pessoa.
Apinfo é um ótimo site de vagas. O melhor até onde conheço. Não recebi nenhum feedback dos currículos que mandei a vagas que estão divulgadas aqui, mas vejo que é muita vaga em muitos segmentos.
1.037 - comentário - 28/09/16 - 13:38:26 - José Carlos Dadú Gouveia - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A pesquisa reflete a situação de crise que o pais está vivendo , salários em baixas , vagas fechando e tempo de recolocação maior mais isso tende a ir mudando conforme a economia sai desse momento de crise.
1.038 - comentário - 28/09/16 - 14:00:34 - Rodrigo Andrey de Carvalho - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Fontes de referência são de extrema importância tanto para profissionais quanto para empresas e não somente no momento da contratação*, principalmente em um cenário complicado como o apresentado no mercado de TI.
A pesquisa apresenta dados substanciais e dignos de cumprimentos, embora acredite que até mesmo para realização de uma pesquisa como esta sejam encontradas dificuldades, devido a não existência de uma padronização federativa de cargos e funções.
Quanto aos tipos de vínculos, nos casos de contratos PJ ainda vejo uma condição ilusória para os profissionais e cômoda para as empresas. Talvez, somente incentivos governamentais possam equilibrar essa relação.
1.039 - comentário - 28/09/16 - 15:06:00 - Grace Meirelles - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Gostei da iniciativa, o site Apinfo é sempre reconhecido pela ética com que se posiciona no mercado. Para a pesquisa acho os dados validos contudo faltam alguns cargos como Gerente de Segurança da informação e Coordenador de Segurança da Informação.
apipesq
1.040 - comentário - 28/09/16 - 16:45:34 - Gustavo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Primeiramente quero frizar o excelente serviço prestado pela APinfo, que é o melhor canal de busca de oportunidades de trabalho para profissionais de TI. Agora falando um pouco sobre o tema da pesquisa, eu acredito que as empresas ao se depararem com o desespero de enfrentar a ?crise?, como primeira opção buscam enxugar o orçamento, em muitos casos, empresas que tinham um setor de TI próprio decidem terceirizar para não ter que arcar com um setor TI ?caro?, é exatamente neste momento que se inicia uma série de problemas, busca de mão de obra barata = como diz o ditado popular ? O barato sai caro?. Em 99,9% das empresas o setor de TI carrega o coração do négocio, e neste caso uma ?econômia? pode causar um grande dano. Mas quero ressaltar tambem que ha empresas de consultoria sérias que prestam ótimos serviços de outsourcing no mercado, porem o custo sera praticamente o mesmo.
1.041 - comentário - 28/09/16 - 20:57:07 - Caio Cavalher - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Boa noite,

ótima iniciativa desse excelente site de empregos para profissionais de TI. Por idéias desse gênero podemos expressar e valorizar ainda mais nossa grande e vaste área, obrigado desde já pelo convite e oportunidade.
1.042 - comentário - 29/09/16 - 09:35:15 - Marcos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Parabéns pela excelente pesquisa.
Gostaria de sugerir para edições futuras que fossem incluídas questões sobre as fontes de formação dos profissionais: universidades, empresa, iniciativa própria, etc.
1.043 - comentário - 29/09/16 - 11:05:18 - Anonimo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Infelizmente nós profissionais de TI, estamos cada vez mais desvalorizados, muitas exigências, como contração de pessoas _faz tudo_ tirando oportunidades de quem se especializa em determinadas áreas, exige-se muito também na formação, investimos muito financeiramente e não temos o retorno esperado em termos de salários, pois oferecem salários abaixo da média e muitos profissionais estão abandonando a área e partindo para novas carreiras e oportunidades, um dos exemplos são os cursos de graduação que estão cada vez mais vazios.
dbassocia
1.044 - comentário - 29/09/16 - 11:07:35 - Flavio Augusto - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que as empresas exigem muito e pagam pouco.... Querem que tenha Inglês, curso superior, especialidades, pra pagar 1,300 absurdo.
1.045 - comentário - 29/09/16 - 11:08:33 - Fabio N Silva - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Primeiramente gostaria de agradecer a oportunidade de participar desta pesquisa. O site Apinfo é uma ótima ferramenta para unir oportunidades aos colaboradores. Nenhum site pago me deu tantos retornos quanto a Apinfo. Simples de cadastrar, poussui uma app super funcional e objetiva. Merecia ser um site pago, ainda bem que não é! Parabéns a equipe!!!
1.046 - comentário - 29/09/16 - 11:12:50 - Guilherme - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Bom dia.

Primeiro parabenizar pela iniciativa do site APinfo, pois é muito importante falar destes tópicos de uma das áreas que mais está crescendo no país.

Pra quem está começando nesta área, sugiro que busque cada vez mais se aperfeiçoar no que deseja seguir, é uma área com muitas oportunidades, porém, cada vez mais as empresas procuram profissionais bem qualificados.
Os salários variam muito, porém tem uma média boa. E claro que, quanto mais qualificado for o profissional, maior será a chance de obter o que se espera.

PS: *SE MANTENHA SEMPRE ATUALIZADO NO MERCADO*
1.047 - comentário - 29/09/16 - 11:16:42 - Elcio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

É bacana poder expor as opiniões sobre este tema _tão diversificado_. quando digo diversificado, refiro-me a discrepância adotada pelas empresas no tocante a Experiência do profissional X Remuneração. Sou bem enfático. Se vc é um Gerente de Tecnologia e recebe menos de R$ 10.000,00 de remuneração. Na boa....DEMITA seu Chefe ! Claro, tem empresas com receitas menores que por força de orçamento não conseguem pagar o que o profissional merece. Dou só um exemplo prático. Vc trabalha numa consultoria que presta serviço numa outra empresa (Médio e Grande Porte ), provavelmente vc é vendido para esta empresa num pacote de serviços de pelo menos uns 70mil reais. Já pensou quanto o Owner da sua consultoria ganha sobre você ?? E neste nosso momento delicado de Economia Fraca e desemprego, imagina por quanto o profissional acaba se vendendo ? Pensem !
Hospitalhd
1.048 - comentário - 29/09/16 - 11:20:52 - Rafael Magalhaes - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

APinfo é o melhor local de vagas para TI, isso é indiscutível.
Gostei da pesquisa sobre os salários. Faz com que nós profissionais da área tenha que se aperfeiçoar bastante para ser competitivo no mercado. Acredito que a media das vagas varia de região para região, sendo SP/Curitiba (na minha opinião) as que pagam melhor.
1.049 - comentário - 29/09/16 - 11:30:24 - Sami Henrique - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A maior parte das empresas no Brasil enxerga TI como despesa e não investimento, e, se rodeiam de projetos e profissionais que não agregam valor ao negócio, com isso, se cercam de motivos (sopa de letrinha na descrição das vagas) pra fazer você se inferiorizar de modo que possam te pagar pouco (plenos aceitando vagas de júnior).

Esse cenário aos poucos está mudando, empresas como Banco Neon, NuBank, Controly, Digio, Uber, NetFlix, WhatsApp, entre outras, estão mostrando o valor agregado da TI aplicada de forma inteligente.

Profissionais Full Stack Developer estão em alta, o domínio de muitas tecnologias é altamente valorizado em empresas que entendem TI como investimento. A cultura do fazer muito com pouco, menos é mais.

Uma motivação a todos, empreendam, sejamos os próximos a agregar valor no setor de TI dando menos espaços para as empresas que nos denigrem!
1.050 - comentário - 29/09/16 - 11:43:00 - Filomena Cristina Alves Batisa - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O Site do APinfo é um dos melhores, com as melhores vagas em destaque no mercado.
1.051 - comentário - 29/09/16 - 11:47:58 - Elaine Almeida - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Muito boa a pesquisa, encontrei informações sobre pagamento de contadores e a planilha que compara salário CLT x PJ, que me ajudou muito.
GOC
1.052 - comentário - 29/09/16 - 12:02:01 - Wagner Breggi - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Pesquisa excelente. Dá uma visão geral do recurso humana médio que está atuando nesse mercado tão importante que é o de Informática.
Parabéns a vocês da APInfo pela iniciativa.
1.053 - comentário - 29/09/16 - 12:23:13 - Thiago Rocha - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A pesquisa é bem completa permitindo uma visão ampla e abrangente do mercado de TI. Oferece uma boa referência para quem está no mercado ou procurar ingressar. Pode ser utilizada como benchmarking pelos profissionais da área para avaliarem suas posições em questões salariais, mas também oferece uma base comparativa do perfil do mercado permitindo com que o profissional de TI se prepare melhor para o mercado avaliando as exigências e buscando formas de se diferenciar.
1.054 - comentário - 29/09/16 - 13:53:31 - Douglas - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Excelente conteúdo. Os dados podem ser utilizados na formação de opinião e fomentar a proposição de ajustes e normalizações. Parabéns.
1.055 - comentário - 29/09/16 - 16:18:48 - Diego Santos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A pesquisa me ajudou bastante a ter uma noção exata de balizamento de salários no mercado de trabalho. Sempre que aparece alguma proposta eu a uso como parâmetro para negociação e também a indico para amigos, é sem dúvidas a fonte mais atualizada que encontrei na internet. Na atual crise tem sido de extrema importância ter essa informação uma vez que algumas empresas tentam baixar muito os salários...
Hospitalhd
1.056 - comentário - 29/09/16 - 16:25:05 - Edivaldo soares da silva - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Muito boa a matéria mas ainda continua fixada em contratações de profissionais que são alocados as empresas por tempo integral atrás de suas cadeiras, com foco tão somente em suas atividades fins.

O profissional de TI tem hoje a obrigação pelo seu potencial e capacidade técnica de estar muito mais próximo dos que lutam para manter a atividade de seus negócios, afim de os apoiar abrindo as fronteiras do impossível de ser feito.

Hoje todos os profissionais de TI desejam claro surfar com as melhores ferramentas de mercado, porem as empresas necessitam de nossa capacidade de operar com o melhor que eles dispõe, de modo seguro, criativo e escalável.

Se tivermos um olhar um pouco mais critico sobre o valor hora que as empresas pagam para o profissional de TI versus o que eles trazem de resultados objetivos, talvez esta necessidade de aproximação das áreas de negócios se justifique.
1.057 - comentário - 29/09/16 - 17:35:10 - Fernando Santos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A matéria muito agregadora pois serve de balizador para entrevistas e contratações.
1.058 - comentário - 29/09/16 - 18:54:43 - Cláudio shigueo mineta - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Os salários estão de acordo no mercado de trabalho, espero me ingressar na minha área de ti
1.059 - comentário - 29/09/16 - 21:52:36 - Michell - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Continuo como autônomo e o mercado pelo menos pra mim, só vem crescendo, mas isso leva em parte muito a displicência dos nossos colegas, trabalhando honestamente e com afinco, só temos a crescer. Primeira regra que eu tenho é prazo dado, é prazo comprido!
dbassocia
1.060 - comentário - 30/09/16 - 08:36:35 - Adriana - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado de TI deu uma queda brutal. Tanto em vagas como em valores. Consegui me recolocar em dezembro / 2015 mas hj tenho muito mais atribuições e um salário menor. Não estou contente. Já há 3 anos trabalho com valor inferior. Vejo q bons profissionais não estão sendo valorizados. Onde eu estava me ofereceram vaga CLT pra ganhar metade do q eu ganhava. Uma enorme humilhação pela experiência e dedicação à empresa.
1.061 - comentário - 30/09/16 - 08:39:26 - Darley Silva - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Muito bom!
1.062 - comentário - 30/09/16 - 08:53:50 - Claudecino Carneiro Leão - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Hoje me encontro desalocado (faz 11 meses), poucas entrevistas e desanimo total em relação a recolocação. Vejo muitos dos meus pares do passado com boa colocação no mercado de trabalho hoje. Observo que não maioria deles o que contou não foi capacitação profissional e sim capacitação politica.
Tenho observado que empresas pedem um nível extremamente elevado de compêtencia para pouca remuneração e por outro lado muita gente mentindo sobre competência que não possui. Em relação a modalidade de trabalho PJ x CLT, vejo uma grande migração para o lado CLT devido as incertezas para o PJ manter a sua empresa quando esta desalocado.
1.063 - comentário - 30/09/16 - 09:00:48 - osmar della paschoa jr - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O salário de T.I. está uma piada perto das exigências do cargo. É melhor imigrar tentar Europa, austrália ou América do norte que trabalhar pelo lixo que estão ofertando,
GOC
1.064 - comentário - 30/09/16 - 09:06:13 - Gustavo Gonçalves Tavares - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Recentemente dei inicio no registro como MEI (foi a solução que encontrei até o momento) devido há alguns meses desempregado e poucas entrevistas, e quando surge alguma entrevista o salário oferecido é uma vergonha de tão baixo, sem contar nas exigências e falta de conhecimento por parte das empresas ao tentar contratar um profissional de TI, sério, nunca vi um analista de infraestrutura ter que ser _jedi_ em desenvolvimento java, c#, .net, dentre outras e também ser _jedi_ em servidores linux, windows, firewall´s, SO Win/Unix/MacOS, para receber R$2000,00/mês. Compartilho da opinião do colega que mencionou que a profissão de TI, virou cargo _político_, não adianta somente se qualificar não, tem que fazer politicagem.
1.065 - comentário - 30/09/16 - 09:12:04 - Wanderson - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Os salários estão de acordo com a crise que as empresas principalmente do ramo de Varejo estão vivendo. Mas não acho que profissionais que se dedicam , estudam por anos e estão sempre se atualizando devam ser penalizados por isso.
1.066 - comentário - 30/09/16 - 09:20:07 - André Duarte - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Muito boa esta pesquisa serve para alinhar e elucidar para aqueles que estão ou pretendem ingressar no mercado de TI, onde poucos ganham ótimos salários e a grande maioria ganham salários inferiores aquilo que se propuseram a estudar e se dedicar em sua vida. E serve também para quem já esta inserido a tempos no mercado assim com eu.

Tenho um dado interessante sem desmerecer nenhuma profissão, mas existem motoristas de ônibus que faturam algo em torno de 3 mil reais logo no seu primeiro ano de trabalho, enquanto nós muitas vezes precisamos ser praticamente doutores na área pra conseguir um salário razoável.

A nossa área esta defasada a realidade é esta, há muitos profissionais desempregados onde a oferta de vagas é limitada, e muitas empresas tem se aproveitado disso para aumentar a exigência e reduzir os salários na hora de contratar.
1.068 - comentário - 30/09/16 - 10:21:51 - Cicero - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Estamos em um momento delicado da política e economia. Porém ainda não e momento de desespero, e algumas empresas estão usando esse cenário para se aproveitar, reduzindo o salário dos profissionais de T.I, ou seja demitindo os que ganham muito e contratando os que estão no mercado desesperado por nova colocação de trabalho, principalmente os jovem que estão iniciado agora, recém formados e pagando salários bem abaixo no normal.
apipesq
1.069 - comentário - 30/09/16 - 11:06:54 - Rafael Galdencio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Para quem trabalha com TI, parece continuar a mesma coisa. A percepção durante o passar do tempo é ofuscada pela correria do dia a dia, não tem como acompanhar essas coisas. A gente não sabe se o nosso salário está defasado de verdade, se o PJ compensa, se CLT é melhor mesmo... Alguns percebem a baixa participação das mulheres e a falta de incentivo para melhorar isso. Eu dei muita sorte de estar trabalhando num lugar bacana que me valoriza e entende meu trabalho. Mas é a minha visão, pela minha experiência.

Uma pesquisa mais detalhada é extremamente necessária para a compreensão do cenário atual, mas, mais uma vez, quem vai ter tempo de analisar tantas planilhas? Quem vai organizar a categoria e fazer o que precisa ser feito, que é informar de maneira clara a nossa situação?

Enfim, a pesquisa é legal, é o início de um caminho a trilhar, mas o caminho é longo.
1.070 - comentário - 30/09/16 - 15:31:47 - gilberto aguiar zandarim - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

È muito bom este pesquisa para você ter uma base dos salários
1.071 - comentário - 30/09/16 - 18:35:34 - Christian - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Importante pesquisa, pois estou desempregado_ sempre trabalhei como CLT e agora preciso cogitar a possibilidade de trabalhar PJ. E, neste caso, preciso ter noção da variação salarial por conta do vínculo contratual!
1.072 - comentário - 30/09/16 - 19:54:38 - Humberto Carnaça - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Prezados, boa noite!

Nesse ano de 2016 consegui um emprego aqui pelo APinfo que está pagando acima dos valores mais comuns da maioria das vagas que nos esbarramos por ai, porém na minha opinião o profissional da TI deveria ser mais valorizado por algumas empresas, algumas abusam na hora de solicitar requisitos nas vagas porém quando o assunto é boa remuneração deixam a desejar, então em uma escala de 0 a 10 a minha nota para os salários oferecidos no mercado de TI é 5
Pecados
1.073 - comentário - 01/10/16 - 22:20:17 - Alexander - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

É simplesmente um absurdo o que as empresas exigem de conhecimento com relação ao salário que estão dispostas a pagar. Um profissional de TI com mais de 10 anos de experiência, deve ganhar no mínimo R$ 5.000,00. Porém, as empresas estão se aproveitando desse momento de crise para pagar entre R$ 1.500,00 a R$ 2.500,00. É melhor esperar a crise passar e se aperfeiçoar com bons cursos do que aceitar essa exploração.
1.074 - comentário - 02/10/16 - 10:25:35 - Tom - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Pesquisa reflete bem a realidade do mercado atual, salarios e oportunidades reduzidas. A regulamentação do setor é indispensável, pois o modelo atual atrai todo tipo de picaretas, médicos, psicologos, todo tipo de gente desqualificada em TI vem para o setor.
1.075 - comentário - 03/10/16 - 01:22:50 - Marcos Neponuceno Ferreira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Estou a um ano desempregado, eu sempre trabalhei como CLT, agora eu trabalho como autônomo, mas mesmo assim eu estou procurando vagas e mandando currículos através da APinfo pra trabalhar como CLT, com essa crise o desemprego aumentou e o salário diminuiu, isso não continuar assim.
1.076 - comentário - 03/10/16 - 09:15:12 - Rodrigo Zauza Passos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Na minha percepção,o que é comum a todos os destaques apontados,é a maneira de consumir a TI. Ao longo de 25 anos de vivencia na área, a tecnologia evoluiu impulsionada pela maneira de como o mercado a consome.No início, éramos consultados para determinar como e quando fazer. Atualmente, fazemos parte apenas de um contexto produtivo cujo objetivo é a ?entrega?,de preferência, ao menor custo.Assim, tornamo-nos ?pai-de-santos? tecnológicos perdendo assim a moral (fazer a coisa certa e da melhor maneira possível).Na falta da moral,surgiram assim mecanismos de repressão e controle, travestidos de nomes bacanas e siglas infindáveis (PMI,PMBOK,ITIL,COBIT, etc).Com isso, a ética (que é a moral coletiva daqueles que atuam no contexto de produção de TI) deixa de ser instrumento de ?melhoria contínua? para ser instrumento de cerceamento à capacidade criativa e inovadora dos profissionais de TI.
Pecados
1.077 - comentário - 03/10/16 - 09:57:43 - Raiane - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Atualmente os salários não estão altos.
As empresas exige muito conhecimento para determinada vaga, sendo que na maioria das vagas nem um Sênior tem o tal conhecimento.
A exigência está cada vez maior para um salário muito baixo.
1.078 - comentário - 03/10/16 - 10:10:23 - Edvane Orsi - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Nossos representantes diretos, gestores e diretores preocupados com suas carreiras, esqueceram de onde partiram, desqualificam funcionários, desvalorizam nossos conhecimentos, ferem nossa imagem dentro das corporações, exigem verdadeiros absurdos dentro da área !
No inicio considerada a alma de uma empresa, a área de TI se tornou coadjuvante diante da covardia de seus líderes. Somos e seremos sempre a alma e o cérebro de uma empresa, todo o negócio é dependente de TI, devemos reger a orquestra, coordenar decisões, mostrar tendências e exigir um papel expressivo. Isso tem que partir de todos, postura e seriedade, coragem, parem de pensar apenas em suas carreiras, os srs. estão destruindo aquilo que os sustenta !
1.079 - comentário - 03/10/16 - 10:45:59 - Kim Swan - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sobre algumas vagas de Projetos, algumas empresas não estão inteiradas sobre as regras.
Para ter uma certificação PMP, é necessário ter 5 anos de experiência como, no mínimo, Líder de Projetos. Como uma vaga Júnior pode exigir esse nível de especialização do candidato?
O correto seria exigir a certificação CAPM, que é para iniciantes. Para obter essa certificação, só é necessário ter ensino médio completo e 23 horas de curso sobre o assunto.
É preciso ser justo na seleção de candidatos para vagas.
1.080 - comentário - 03/10/16 - 11:20:44 - Wanderlei Costa Bueno - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A pesquisa se encaixa muito bem no meu perfil principalmente no quesito _tempo de recolocação e salarios mais baixos_ estou desempregado a 14 meses e venho insistentemente tentando uma recolocação mesmo baixando o salario mas sem sucesso parabéns à Apinfo pela importante pesquisa.
API
1.081 - comentário - 03/10/16 - 12:26:22 - Antônio Carlos de Araújo L. F. - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Oportunidade nunca falta, o mercado de TI não é só no Brasil, é global. Quem sabe enxergar a oportunidade de verdade nunca vai ganhar merreca. Dica: Estudem Inglês
1.082 - comentário - 03/10/16 - 13:34:13 - Cleiton Greco Flor Lopez - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Oportunidades na área da Tecnologia nunca falta, mais as empresas exigem muito conhecimento do entrevistado.
1.083 - comentário - 03/10/16 - 14:07:03 - Erick Chagas - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Nos dias atuais não existe mais nenhuma empresa sem necessitar da TI, porém cada vez mais o mercado vem exigindo bastante, o que acaba havendo desfalque nas organizações. Nós como profissionais precisamos cada vez mais deixar um pouquinho de lado somente o _técinco_ e se adaptarmos cada vez mais ao negocio da empresa, integrando a TI ao negocio e se aproximando cada vez mais do executivo da organização.
1.084 - comentário - 03/10/16 - 14:25:13 - Marcelo Jose de sousa - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Os salarios tem se mantido abaixo das expectativas ainda para 2016!
Enquanto a hora trabalhada nos EUA gira em torno de R$ 15 a R$ 16 no brasil esta bem abaixo disso ainda!
As politicas de salario deveriam melhorar!!!!
Hospitalhd
1.085 - comentário - 03/10/16 - 18:13:23 - New - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Desempregado à 15 meses, sempre acompanhei as oportunidades do mercado mesmo quando empregado, pelo que tenho observado, sim a crise que estamos enfrentando influenciou muito nos salários oferecidos, porém as exigências são inversamente crescentes, se exige muito mais conhecimento, tempo e experiencia por um salário muito menor, as custas de um curso de TI hoje não são das mais acessíveis, dificultando o processo de empregabilidade.
Além disso, a Área de TI de qualquer empresa é a que mais consome receitas de um negócio, seja com energia elétrica, ar condicionado, equipamentos, etc. Há uma certa tendencia de que empresas que usam a TI como um meio, terceirizem parte ou grande parte de suas áreas de TI, resultando em leve aumento de empregos numa empresa especializada em prestação de serviços de TI, salários menores, custos menores e menos dor de cabeça para o contratante dos serviços.
1.086 - comentário - 03/10/16 - 19:01:12 - Silas Rocha costa - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acho que realmente estamos vivenciando um período crítico na economia de nosso pais. Apesar dos problemas, penso que não devemos focar nestas dificuldades apenas, creio que devemos tirar o melhor dela, creio que é neste momento que nós profissionais de Ti e áreas correlacionadas devemos nos desenvolver e agregar maior conhecimento pois o mercado a cada dia precisa de mais profissionais qualificados. Novas tecnologias estão surgindo, startups evoluem, novos conceitos inseridos na sociedade e ficção se torna algo do cotidiano. Precisamos mais do que em qualquer outro momento focar no conhecimento e não somente nos salários. Precisamos de dinheiro mas primeiro temos de dar o primeiro passo como T. Harv Eker escreveu em seu livro _Secrets of the Millionaire Mind _(O universo ajudará, guiará, apoiará e fará até milagres a seu favor. Mas, primeiro, você tem que se comprometer).
1.087 - comentário - 03/10/16 - 21:53:35 - Helvisklei - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado está passando por turbulência, mas não podemos desanimar porque tudo isso vai passar, é nessa hora que devemos sempre buscar cada vez mais a qualificação profissional para que na hora certa possamos progredirmos e nos realizarmos novamente na profissão que tanto amamos.Nuca desista e sempre acredite, você pode e você vai conseguir.
1.088 - comentário - 03/10/16 - 21:54:49 - Sueli de Souza Lima - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A palavra de ordem para as empresas é ?baixo custo?. Com isso, cada vez mais os projetos tem menos prazo e recursos para serem desenvolvidos e testados e com mão de obra mais barata seja especializada ou não. A crise no país deixou muitas pessoas desempregadas ou com baixos salários. Essa desvalorização do profissional de TI mudou a qualidade de vida desse pessoal e a tendência, mesmo quando a crise passar, é a permanência da desvalorização na remuneração do mesmo, pois o ?baixo custo? vai gerar ?maior lucro? para as empresas. O melhor reconhecimento e salário compatível nesse mercado seria a Regulamentação das Profissões de TI. Como tudo evolui, também devemos evoluir nesta área investindo nas novas tecnologias que estão surgindo, aproveitando este limão e fazendo uma limonada especializando-nos no que ainda há poucos profissionais, valorizando-nos pessoal e profissionalmente.
dbassocia
1.089 - comentário - 03/10/16 - 22:51:08 - Claudinei Lopes. - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Vejo em nosso país uma sociedade muito fragilizada, o cenário sócio econômico que vivemos é de empresas com uma grande insegurança em relação ao futuro. Profissionais de TI com pouca experiência e baixos salários vem sendo uma forma das empresas se manterem vivas. Isso leva cada vez a pensar que o experiente profissional de TI tem que lutar pelos seus direitos, valores e reconhecimentos.
1.091 - comentário - 04/10/16 - 08:45:44 - Lucas - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Há uma fase de turbulência no mercado. Eu estive desempregado por 5 meses e, pra não mudar de cidade, acabei me recolocando ganhando praticamente metade do que ganhava. É um período ruim, mas que vai passar. A lei de oferta e demanda não perdoa e por ter tantos profissionais disponíveis, com pouca oferta de vagas, os salários estão baixos. Isso é interessante, pois vai dar uma boa peneirada na área e um bom chacoalhão em todos. Logo estaremos de volta aos salários interessantes e os bons profissionais...
1.092 - comentário - 04/10/16 - 09:09:13 - Allan Guerreiro Carneiro - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Estou morando atualmente no estado do Rio de Janeiro, o mercado de trabalho para desenvolvedores está devagar, contudo, em São Paulo esta turbulência pareceu ter pouco impacto. O que posso dizer é para que o profissional de TI esteja sempre se atualizando, use o tempo que tiver para pesquisar novas tecnologias e desenvolver novos ramos de trabalho, com isso você terá mais chances.
1.093 - comentário - 04/10/16 - 09:12:17 - Adriano - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que esta fase de crise como tantas outras que ocorreram irá passar, estou bem otimista para os próximos anos, uma coisa que devemos ter em mente é que hoje em dia não adianta ficar dependente em uma tecnologia, infelizmente o mercado esta bem dinâmico e competitivo, desta forma além da sua especialidade, é necessário ter outros conhecimentos, precisa se aprimorar a cada dia e principalmente se reciclar. Somos bombardeados diariamente por novas siglas, nem acabamos de aprender algo e já é lançada uma versão aprimorada do que você aprendeu, a questão é não se abater com isso e seguir em frente pois será sempre assim. Lembro-me quando eu queria entrar na área em meados de 1998, muitos me diziam que este mercado já estava saturado de desenvolvedores de clipper, delphi e visual basic, ainda bem que eu não acreditei nisso e hoje estou realizado profissionalmente, mas ainda quero mais.
GOC
1.094 - comentário - 04/10/16 - 09:37:18 - Nuno Corte - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Infelizmente pelo momento atual de crise, algumas posições no mercado estão sendo leiloadas, de forma que quem pede a menor pretensão salarial leva a vaga, em alguns casos.

Isso faz com que os valores caiam e gera um ciclo vicioso. Acredito que com a maior oferta de vagas esse quadro se inverta, acho que em meados de 2017 o mercado já deve estar melhor.
1.095 - comentário - 04/10/16 - 10:08:37 - Paulo Souza - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado de TI está sofrendo muito nos últimos meses, há pouquíssimas vagas e há muitos profissionais fora do mercado. As empresas estão filtrando ao máximo e acredito que o fator remuneração é decisivo na hora de contratar, sem falar no fato de que muitas empresas estão desistindo do processo de contratação. Infelizmente muitos profissionais estão se prostituindo, no desespero, pedem remuneração menor, o que faz muitos profissionais mais experientes ficarem de fora.
1.096 - comentário - 04/10/16 - 10:12:39 - Bruno Luiz - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado de trabalho não está fácil, as empresas estão exigindo _experiências, conhecimentos, cursos, etc..._ fora do comum. Entendo que todos nós da área de TI tem a obrigação de se manter atualizado e sempre buscar novos conhecimentos, porém esses investimentos pessoais para se qualificar não estão trazendo retornos imediatos devido ao cenário que o país se encontra no momento. O que posso dizer é que temos que filtrar as opções e analisar bem as propostas, haverá momentos que isso não será uma opção, porém não podemos nos desvalorizar, pois tudo que conquistamos profissionalmente tem sim um grande valor. Acredito que o 2° trimestre de 2017 a situação melhore.
1.098 - comentário - 04/10/16 - 11:35:44 - Paulo Santos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O que ocorre com TI é que muito do que fazemos hoje e era inovação a alguns anos atras, acabou virando commodities. Os custos foram reduzidos devido a concorrência global, e profissionais que outrora eram disputados pelas empresas, hoje foram absorvidos por profissionais mais baratos. Esse cenário é cíclico, tem momentos em que uma tecnologia está em alta, e depois de algum tempo já não está mais. O valor do profissional está atrelado a três pilares, conhecimento, performance e relacionamento. Não vou valar de idade ou mesmo de QI (Quem Indica), claro que também influenciam, mas no geral eu acredito nos pilares que citei.
apipesq
1.100 - comentário - 04/10/16 - 13:44:11 - Quesia Rodrigues - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado de TI sempre será um dos mais promissores, ainda mais quando falamos de um futuro onde todos vivem conectados. É notório que a crise afetou nosso mercado, já que grande parte dos empregadores são consultorias e essas passaram pelo corte de custo de seus clientes, o que infelizmente, gerou redução no quadro. Mas, há muito espaço para profissionais que se qualificam, se capacitam e amam o que fazem. Tenho visto a área Mobile crescer bastante, o que pode ser uma oportunidade para quem quer agregar uma nova habilidade ao currículo. Creio que em breve as coisas vão melhorar e não podemos desistir de ser o _diferencial_ que o mercado procura. Talvez seja um momento oportuno, para revermos nossas metas, traçarmos um plano de carreira e avaliar nosso comportamento como _pessoa_, já que esse é um dos pontos que fazem diferença na escolha de um candidato.
quesiardsilva@gmail.com _ __s
1.101 - comentário - 04/10/16 - 15:06:45 - Robson Rodrigues Junior - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Há um desequilíbrio, ou desorganização no momento de definir os valores de salários. Pelo fato do setor não possuir um sindicato (não que eu seja a favor de um) ou órgão que sirva como guia para as empresas remunerarem categoricamente as muitas ramificações de funções da área de TI, os analistas de RH, na maioria das vezes, não sabem recrutar corretamente os profissionais de TI, de acordo com a demanda do problema ou projeto (analistas de sistemas para projetos de desenvolvimento, analistas de suporte ou infraestrutura para resolver problemas de infra, redes e etc), e também não sabem remunerar corretamente, muitas vezes desobedecendo ou ignorando o nível de preparo do candidato a vaga de TI (cursos técnicos, cursos superiores, pós graduação, MBA, certificações e etc). Vejo muitas vezes uma vaga solicitando ao candidato um curso superior, mas a remuneração não chega aos 1200 Reais.
1.102 - comentário - 04/10/16 - 17:18:43 - Tiago Seixas Cardoso - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Existe hoje no Brasil uma dicotomia de pensamentos extremistas quando se trata das áreas de atuação de profissionais de tecnologia, principalmente em se tratando de Desenvolvedores. De um lado estão os empresários contratantes que almejam encontrar um funcionário altamente capacitado e definem o salário de acordo com a base de lucro que terão no projeto, e de outro estão os funcionários que procuram um emprego na área que são capacitados porém os salários estão ridiculamente abaixo da valorização do conhecimento que esse empregado possui. Há uma total falta de normatização na definição de salários que devem ser pagos aos empregados levando em consideração a sua capacitação e o quanto o mercado pode pagar. O que impera na verdade é a Lei de Mercado, são poucas vagas e muitos profissionais, logo muitos se sujeitam à salários desumanos e apoiam cada dia mais a exploração de conhecimento.
1.103 - comentário - 04/10/16 - 18:29:20 - Jeanne Bueno - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Atualmente estamos vivendo uma fase de mudanças e transição, tal qual vivemos com a chegada da Internet, no que se refere a conceitos de entrega agil e infra/sw/plataforma como servico. A relação entre usuários finais, clientes e equipes de TI está sendo reformulada e existe, na minha opinião, muitos conflitos por conta de entendimento equivocado no que se refere a estas novas tecnologias, modismos, a exemplo das Fabricas de SW, e pressão exercida por aqueles que querem fazer uso de todas as maravilhas que este mundo moderno de TI diz oferecer. Como estou vivenciando todas estas mudanças, e estou enfrentando dificuldade para me posicionar com a minha experiência profissional neste novo cenário, me surpreendo um pouco os números da pesquisa, sobretudo a diminuição da entrada de jovens no mercado. quanto a remuneração, aho que segue sendo mais atraente do que outras carreiras.
dbassocia
1.104 - comentário - 04/10/16 - 20:49:49 - Guilherme Carvalho - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Bom, acabei de ser contratado na cidade de Belo Horizonte depois de alguns meses de procura.

Enquanto procurava emprego, senti que hoje existe muito profissional qualificado no mercado buscando por emprego por causa da crise, o que dificulta uma reinserção no mercado mesmo que você tenha um bom currículo. Trabalhei dois anos como analista de negócios e, quando apliquei para o mesmo tipo de vaga por agora, recebi feedback dizendo que minha experiência era insuficiente.

Hoje acabei e assinar meus documentos como Desenvolvedor Front-End (UI) e meu salário inicial foi fechado em R$ 3.000,00 bruto + R$ 1.200,00 de benefícios (vales).

Minha pretensão era de R$ 4.000,00, então não tenho do que reclamar, mas recebi feedback de entrevistas de outras empresas de que minha pretensão inicial estava fora de realidade. No entanto insisti na pretensão por conhecer o meu valor.
1.105 - comentário - 04/10/16 - 21:56:45 - Raul Almeida - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Concordo em partes, mas que de fato já foi uma profissão mais rentável isso foi. Porém as empresas buscam cada vez mais juniors e plenos com salários mais baixos, e os profissionais em início de carreiram aceitam praticamente qualquer valor e com o tempo não conseguem melhores oportunidades ou buscam ganhar mais pois outros fazem como eles e dificultam a valorização da mão de obra.
1.106 - comentário - 04/10/16 - 22:25:35 - Brenda Xavier - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Concordo plenamente com oq já foi comentado...
As empresas hoje em dia estão indo atras dos estagiários , juniors ou algo do gênero devido ao fato do pessoal novo começar aceitando qualquer coisa sem ter muita noção, e isso acaba desvalorizando a profissão
1.107 - comentário - 05/10/16 - 11:25:15 - Marco Pozzi - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Devido a queda de seus faturamentos atuais, as empresas estão mudando os seus perfis de contratação. Estão optando por contratar recursos com baixa experiência e assim com baixo salários para que o seus custos sejam mínimos, abdicando assim da qualidade do atendimento. Isto se deve mais pela achatamento dos valores de contratos com os clientes e também pela forma de mensuração destes contratos. Antigamente os contratos eram por alocação de mão de obra e assim as empresas garantiam uma margem de lucro. Hoje, com contratos por APF, as empresas estão com prejuízo, pois a maioria das contagens não espelha o esforço e isto se grava mais com os valores baixissimos do PF. A quebradeira de empresas é elevada. Enquanto os clientes, principalmente do governo, não se conscientizarem que estão fazendo uma economia _burra_, isto não vai melhorar.
Hospitalhd
1.110 - comentário - 05/10/16 - 12:25:05 - Cristina Dias - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sinto que as empresas se aproveitaram da crise para trocar profissionais caros por mais barato. O mercado se transformou em um leilão onde leva que dar mais por menos. Com isto, profissionais bons estão indo embora do Brasil.
1.111 - comentário - 05/10/16 - 12:42:42 - Renato Pedroso - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Eu entendo que o mercado de trabalho atual está reduzindo o salário não só da área de TI mas de qualquer área. Como se fosse uma lei da oferta e demanda, se temos mais desempregados e menos emprego no mercado, logicamente as empresas oferecerão um salário reduzido ou optarão por um emprego temporário, de um estagiário ou de freelancer.
É fato que um profissional qualificado terá seu valor para a empresa, mas e quanto existem muitos destes desempregados no mercado? Essa é a brecha que as empresas encontram para a possibilidade de ofertar salários reduzidos...
Ta certo que devemos nos valorizar, mas quando o momento é de crise, temos que optar para oque vier...Eu por exemplo estou desempregado, e pelas necessidades, vai ser difícil negar uma oferta de emprego só por que o salário não era o que esperava.
1.112 - comentário - 05/10/16 - 12:54:37 - Jow Xavier - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Percebi que no último ano e atualmente nesse o mercado de TI principalmente de desenvolvimento de sistemas, está muito nivelado por baixo, onde empresas querem pagar pouco e o principal é que os profissionais estão aceitando essa situação, talvez culpa da situação econômica do país. Mas fato que os profissionais não estão se valorizando e muito menos se atualzando para o mercado, prova disso é algumas pesquisas na internet, principalmente em site de freelacers o que claramente viso pelos valores enviados.
1.113 - comentário - 05/10/16 - 13:18:09 - Robson Rodrigues - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

pesquisa foi muito bem desenvolvida pena que as empresa não seguem essa teoria e essa pratica
GOC
1.114 - comentário - 05/10/16 - 13:18:15 - Marcelo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

No meu ver a área de TI em geral, esta muito mal amparada para determinar alguns critérios mínimos para a entrar na área e também para determinar um minimo aceitável para as oportunidades. Hoje os valores pagos são de acordo com a oferta e demanda e sem falar que existem profissionais que não são qualificados e as empresas aproveitam esses critérios e nivelam sempre por baixo os salários oferecidos. Porém esta escolha causa uma demanda de re-trabalho pois muitos projetos não são concluídos no tempo e custo previsto. O sindicado dos profissionais de tecnologia deveria ser mais atuante e fazer valer o seu propósito pois é descontado na folha de pagamento uma taxa pra nada. O mercado é uma bagunça a cada dia que passa e acaba gerando somente um efeito cadeia que no final todos são prejudicados. Se houvessem regras claras sobre como contratar e pagar os profissionais seria muito melhor.
1.115 - comentário - 05/10/16 - 13:26:01 - Renan - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Eu vejo que a nossa área de T.I ainda está bem no mercado, quando comparado com outras áreas.De fato essa crise em nosso país, fez com que muitas coisas retrocedessem. Muitas empresas abaixaram salários no mercado para a nossa mão de obra, e ainda estão fazendo com que o profissional de T.I faça coisas de 2 ou 3 analistas ou técnicos ao mesmo tempo, tem situações que isso é aproveitar-se da crise, porém vejo que muitas empresas não tem muito o que fazer.
1.116 - comentário - 05/10/16 - 13:49:44 - Edson Costa - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Em 20 anos de TI, vivenciei diferentes situações da Lei da Oferta e da Procura. No passado, tínhamos uma Procura muito grande de profissionais e no mercado não havia muitas pessoas qualificadas o que elevou os salários. Com o tempo, a oferta foi aumentando porem a mão de obra se qualificou, multiplicou e aliado a situação econômica favorável, nivelou os salários sem ter queda na procura pelas organizações.
Atualmente a situação econômica desfavorável, a Oferta de mão de obra maior que a procura por profissionais e a continua necessidade das corporações em manter seus processos automatizados, proporcionaram uma queda considerável nos salários de todas as áreas, sem exceção a área de Tecnologia da Informação.
1.117 - comentário - 05/10/16 - 14:37:24 - ANA LUCIA BARRETTA - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Eu acho que essa não é uma realidade somente para os profissionais de TI. Os salários no geral estão baixando, mas o mercado está começando a melhorar e as coisas podem se reverter. Acredito que uma tendencia seja a contratação PJ quando se torna possível se pagar mais pelo profissional contratado.
Hospitalhd
1.118 - comentário - 05/10/16 - 14:44:32 - Anderson de Souza Lopes - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Não há Projetos, leis, órgãos que nos amparem e façam as empresas cumprirem o mínimo para que os cargos, níveis e salários sejam respeitados. Bons profissionais deixam de ser contratados por algumas empresas, por estas julgarem estar pagando muito caro em um _técnico__ por outro lado pedem inúmeros conhecimentos que demandam estudo, tempo de experiência e etc.
1.119 - comentário - 05/10/16 - 14:53:16 - Alexandre Sanchez - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Nos últimos 10 anos o segmento que mais cresceu em TI foi o de Integração Sistêmica. Compor soluções de negócios modularizadas por sistemas diferentes, integrações entre legados e sistemas externos de diferente tecnologias sempre foram complexas, custosas e de extenso prazo.
A Integração sistêmica através de mensagens via HTTP (Web Services) sobrepôs mecanismos mais antigos como Servlet, EJB, RMI, ODBC e outros. Novos padrões de arquitetura como P2P, EAI e SOA foram criados para orientar e direcionar a melhor pratica de uso deste tipo de Integração. Um bom Integrador, sendo de sistemas, infraestrutura ou de dados, não encontra dificuldade em se manter alocado, Em geral, todo projeto de TI sendo construção de aplicações, portais, aplicativos de celular, sistemas financeiros e administrativos entre outros, requer algum tipo de Integração. E acredito que isto se manterá por muitos anos.
1.120 - comentário - 05/10/16 - 15:51:32 - ANTONIO - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Na minha humilde opinião o mercado de TI atual esta cada vez mais concorrido, exigem-se muito e pagam-se pouco esta é a atual situação do país no meu ponto de vista, como a concorrência é grande o salário é sucateado e acabamos aceitando qualquer tipo de proposta mesmo que seja 50% de seu ultimo salario apenas para sobrevivermos, infelizmente se você não aceita, existem outros 50 na fila que irão aceitar.
1.121 - comentário - 05/10/16 - 16:23:04 - Ricardo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Existe uma faixa salarial para cada área de TI. Contudo, nem todas as empresas seguem esta média de valor, pois a bagagem que o profissional leva, pode alterar o valor. Obviamente a empresa, independente do perfil, procura sempre reduzir seus custos, mas devido a necessidade do projeto acaba pagando o que pede. Neste caso, usam esta média salarial, rs. De qualquer forma, o valor que hoje pagam, seja o cargo que for, não esta tão fora da realidade das empresas. O mercado por sua vez, passou nestes últimos 5 meses, por um problema economico no país, onde as empresas optaram em não contratar. Mas agora, esta retornando, e oferecendo as oportunidades que sempre teve.
dbassocia
1.122 - comentário - 05/10/16 - 17:13:51 - Gilberto - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

todo o cenário atual, está conturbado, naturalmente as organizações tem diminuído cada vez mais os orçamentos, estreitando ainda mais para nos de TI, temos um enorme problema cultural, as empresas ainda não entenderam os benefícios que podem ter utilizando a TI como aliado em seus negócios.
porem com a onda da industria 4.0, temos uma grande oportunidade de mudar este cenário.
precisamos sim, evangelizar as empresas e apresentar as melhores práticas de negocio. assim teremos como mediar melhores salários / benefícios.
1.123 - comentário - 05/10/16 - 17:41:18 - Alexandre - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Estão acabando com a área de TI... analista de Suporte, tem que ter ITIL, CCNA e outras certificações que são caras e querem pagar de R$1200,00 a 1500,00 absurdo...
1.124 - comentário - 05/10/16 - 19:35:35 - Décio Bernardo dos Santos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Bom, infelizmente já faço parte das estatísticas de 12 Milhões desempregado no Brasil mais sempre tive registro de TI na minha CTPS e quando exercia a profissão meu salario até era acima da média pois sempre me destaquei nas empresas onde trabalhei e acabava tendo uma remuneração um pouco mais dos demais e sempre galguei cargos acima dos oferecidos, por isso agora não sei mais qual é o verdadeiro piso salarial de T.I. mais só sei que com essa crise os salários estão cada vez mais baixos e poucos profissionais qualificados para atender a demanda das vagas oferecidas pois a educação no Brasil esta cada dia mais deficiente, então por consequência esta formando maus profissionais que por sua vez oferece serviços de baixa qualidade e mão de obra barata onde se reflete em toda a categoria de T.I.
1.125 - comentário - 05/10/16 - 19:42:04 - André Claudinei Barsotti - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O Brasil esta passando por uma crise sem precedentes na nossa história recente e a área de Tecnologia esta sendo afetada, como todas as outras.
Estou em transição de carreira desde Maio/2016 e afirmo que o mercado esta mais complicado que a 10 anos, a exigência técnica é alta (bem como a necessidade de um diploma superior), mesmo para funções em que esses requisitos seriam desnecessário.
GOC
1.129 - comentário - 06/10/16 - 09:33:54 - Ezequiel Moscardi Sprocatti - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Hoje vivemos em crise, ultimamente o salário de um profissional de TI caiu muito, a demanda de projetos também caiu, porem no meio da crise que surge a oportunidade e a necessidade de um trabalho mais refinado, se exige uma qualificação melhor, de avançado para especialista, a média hoje salarial de TI varia de 1.200,00 a 4.000,00.
1.129 - Réplica - 06/10/16 - 10:02:44 - Marlon Mantovani Baruch - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Não só a média salarial e o número de ofertas de emprego, empresas com PF na área de TI tendem a contratar estagiários, muitas empresas estão usando o recurso de estagiários para manter número adequado de pessoal e pagar o mínimo, não que os empresários façam isso por ganância, mas sim por este momento de crise.
1.130 - comentário - 06/10/16 - 10:05:25 - UX Designer - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Meio em contramão a crise, a minha área anda bem aquecida. Muitas vagas surgindo e muitas empresas se preocupando não só com o funcionamento das coisas e sim o quanto é fácil utiliza-las. Saí de uma empresa no começo do ano e fiquei alguns meses em casa até começar a procurar outro, e até que não demorei muito para me realocar no mercado. A parte pior que percebi é a baixa nos salários, o mais difícil foi encontrar algo no valor que valeria a pena para mim.
1.131 - comentário - 06/10/16 - 10:14:31 - Felipe Silva - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Crise política que afeta o Brasil, faz com que 12 milhões de pessoas fiquem desempregadas, eu fiz parte desse grupo, após mais longos 5 meses apareceu uma nova oportunidade, no qual participei com vários excelentes profissionais (com mais conhecimentos que o meu) que estão nesse grupo e somente consegui a vaga, pois tinha mais um conhecimento (Em 2 módulos no SAP) que a empresa não incluiu no meu salario, mas está aproveitando para ajudar em outras frentes. Significa que precisa ter um diferencial nesse momento e os salários sofreram um achatamento grandioso, devido a grande oferta que existe disponível no mercado.
Essa falta de investimentos em melhorias e novos projetos, somente irá acabar quando essa crise política terminar e a nossa economia voltar crescer. Enquanto isso salários menores e cada vez mais profissionais perdendo seu emprego.
apipesq
1.132 - comentário - 06/10/16 - 10:30:47 - R.Theodoro - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Ola!
Estou passando por uma transição, atuava na área administrativa e logo percebi que é uma área saturada e não estava me empolgando, resolvi cair de cabeça no mercado de TI do qual sempre tive paixão.
Resumindo ate o momento estou aprimorando minhas skills e o mercado esta respondendo com algumas oportunidades legais, acredito que logo estarei atuando na área e agradeço a oportunidade de participar do fórum.
Absorvi muita informação lendo os comentários obrigado a todos.
Obs: Caso alguém tenha uma oportunidade estarei disponível.
1.133 - comentário - 06/10/16 - 10:31:40 - Hallysson Guimarães - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Quando estava no mercado de trabalho, na área de TI, meu salário estava desatualizado e independente do quão empenhada fosse a condução do meu trabalho, não havia reconhecimento.
A crise tem sido a justificativa para tudo nos últimos meses. As empresas a usam como desculpa para não oferecerem salários baixos para os profissionais que estão a procura de recolocação profissional e para não reconhecerem o empenho dos que estão trabalhando com dedicação.
É preciso haver a conscientização do valor do trabalho do profissional de TI, pois sem ele, voltaremos no tempo para a era do papel.
Estes profissionais tem que se dar valor que ser valorizados pelas empresas que os contratam.
1.134 - comentário - 06/10/16 - 10:36:30 - George Oliveira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Estou também em transição para uma outra possivel vaga e estou entre os 12 milhões de desempregados. Encontrei um mercado bem concorrido e com uma demanda de conhecimento profissional acima da média e com salarios achatados, a minha maior dificuldade tem sido obter uma media salarial justa ja que os valores cairam drasticamente. Devido a ma gestão de nossos governantes esse impacto esta ainda mais acentuado, conto com uma melhora nesta demanda nos próprios meses e enquanto isso vou me atualizado e me qualificando, recomendo o mesmo a todos. Abraços.
1.135 - comentário - 06/10/16 - 11:03:17 - Elder - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Os salários estão absurdamente abaixo do valor real a ser pago para o profissional, empresas estão se aproveitando do momento de _crise_ em que o país vive e estão jogando o salário lá em baixo. Fiquei 7 meses desempregado, algo que nunca tinha ocorrido. E tive que aceitar um emprego como técnico e ganhar nada menos que 1.650,00, Que com descontos recebo bem menos que isso. Lamentável, mas terei de deixar área depois de 16 anos de experiência.
Pecados
1.136 - comentário - 06/10/16 - 11:06:24 - Raul - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado de TI, a partir do acompanhamento prático, tem tido uma evolução diferente dos demais setores. Enquanto a inflação mede a elevação dos preços de produtos gerais, normalmente, as commodities, os produtos de TI sofrem uma redução constante do valor com o passar dos anos. Isto ocorre porque, com o avanço da tecnologia, os métodos de produção ficam mais baratos. A automação de meios digitais e novas ferramentas ampliam a capacidade dos profissionais. Um exemplo é que fazer um programa que tivesse uma apresentação visual há 20 anos atrás necessitava que fossem escritas centenas de milhares de linhas de códigos. Hoje você consegue uma apresentação visual gráfica, muitas vezes, sem escrever sequer uma linha de código. Atividades excessivamente técnicas tiveram uma redução de valor, enquanto o gerenciamento e testes visam garantir a integração e continuidade de produtos fornecidos.
1.137 - comentário - 06/10/16 - 11:11:47 - Gabriel Moreno - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Estou a procura de um emprego, assim como todos daqui. O que reparei esse ano foi o aumento de pessoas desempregadas em nossa área e a diminuição dos salários nas propostas. Enquanto nosso país, nossa área e nosso país luta por emprego, nossa luta continua, vamos nos especializando, aprimorando nosso conhecimento e nos tornando cada dia melhor nas atividades que executamos.
1.138 - comentário - 06/10/16 - 11:21:17 - Christiano - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Primeiramente, agradeço por ser convidado em estar participando da pesquisa em questão. Atualmente estou em busca de uma oportunidade de emprego como vários profissionais aqui neste fórum.
Este ano tive a sensação que para os profissionais de TI foi um pouco pior que o ano passado, digo isto pelo grande número de profissionais parados e/ou com oportunidades conquistadas mas que não satisfaça suas expectativas tanto no profissional, carreira e até mesmo salarial.
1.139 - comentário - 06/10/16 - 11:56:35 - Paulo Vitor - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Infelizmente deixei meu último emprego depois de 8 anos de empresa justamente por redução de custos, as empresas estão demitindo aqueles com salários mais altos e contratando mão de obra mais barata e na minha busca por recolocação estou esbarrando nisso , de todas as entrevistas nenhuma se quer se aproximou da remuneração anterior _ Com certeza esse ano está sendo um dos piores em respeito a salário e/ou remuneração e não vejo perspectiva de melhora.
Pecados
1.140 - comentário - 06/10/16 - 13:03:04 - Pedro Sampaio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Olá, primeiramente obrigado.

Este ano de fato está mesmo difícil as contratações de acontecerem. O mercado da TI por um lado, está cada desafiador, do mesmo jeito as empresas estão cada vez mais exigentes com os interessados ou empregados. Estou fora do mercado, mas me aprimorando e buscar me especializar mais.
Espero dentro em breve entrar de novo neste mundo desafiador da TI.
Gostei muito de ler os comentários aqui feito. Absorvi muito.
Não desistamos, irmãos.
1.141 - comentário - 06/10/16 - 13:08:49 - Thiago Ruckert - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Ao meu ver o mercado de TI está defasado devido ao excesso de mao de obra desempregada e baixos salários
1.142 - comentário - 06/10/16 - 13:28:26 - Andre - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Primeiramente Obrigado,

Bom infelizmente estou desempregado a quase 1 ano, muitas empresas estão dispensando funcionários mais antigos em troca de terceirização ou mão de obra mais barata, nosso país passa por um momento ruim economicamente, empresas procuram profissionais com o famoso perfil _Tikim_, um analista que saiba um Tikin de tudo, Windows, Linux, Cisco, C#,Java, SQL, Oracle e etc...tenho tido dificuldades por conta disso,tenho amplo conhecimento em ambiente mistos e heterogenio, mas o fator crucial ao meu ponto de vista, muitos profissionais bons, que estão sendo barrados por conta de certificações, ou seja, um profissional que trabalhou 3,5 a 10 anos como ADM de Redes, amplo conhecimento em Infraestrutura, sem certificação não tem um futuro muito promissor, investimentos em treinamentos tb estão com um custo elevado, bom espero ter contribuído. Parabéns pela iniciativa..
1.143 - comentário - 06/10/16 - 17:10:46 - ANDRE REIS DE SOUZA - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Fernando (equipe Apinfo) Obrigado pelo espaço
..
Finalizei minha Graduação 2007, Bacharelado Engª da Computação (UNIFAI), bem estou desempregado 1 ano e 3 meses para ser mais preciso, nossa área T.i está ficando muito instável colocando em uma balança o salario vai diminuindo e as exigências das empresas vão aumentado, sem brincadeira daqui uns anos o profissional formado em T.i irá ter que falar no minimo 3 línguas _fluentes_ e ter conhecimentos em todas a linguagens computacionais no minimo avançando rsrs e por fim conhecimentos sênior em todos Sistemas Operacionais , GANHANDO QUANTO ??? R$2000 reais ...
Se não for menos que isso .... @@/ PORR4
...
Hoje tenho 34 anos, mas já sou velho para as empresas acreditem, esperança para o nosso mercado não tenho .. estou me virando com algumas consultorias e projetos de Automação Robótica que é minha praia boa sorte aos colegas vlw
API
1.144 - comentário - 07/10/16 - 00:27:14 - Elaine Carmo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Posso dizer que 2015 e 2016 foram os anos mais difíceis em relação a trabalho. Sou formada, pós graduada, atuante em empresas CLT e leciono em cursos técnicos e graduação. Meu último emprego foi em uma consultoria, onde fui demitida em Maio deste ano, após um grande corte que já vinha ocorrendo durante minha gestação. Passado o período da licença maternidade, fui _contemplada_. Até 2014, sentia o mercado bem aquecido, tanto em empresas, como na educação. Hoje, até aula está difícil. Tenho esperança e fé que o mercado volte a crescer, mas duvido muito que os salários voltem a ser o que eram sem exigir tanto dos profissionais.
1.145 - comentário - 07/10/16 - 10:07:36 - Ricardo Santos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Atuo a mais de 30 anos em tecnologia, sem duvida os últimos 2 anos foram os mais desafiadores em termos de dinamismo, competitividade e oportunidades. O que percebemos é a redução de oportunidades profissionais, com muitos postos sendo perdidos e uma quantidade de profissionais altamente qualificados buscando uma recolocação, O efeito disso é um achatamento dos salários, pela simples regra mercadológia de oferta versus procura. Em termos de tecnologia, algumas novas tendêcias, focadas em agilidade e flexibilidade, estão reduzindo drasticamente os investimentos e, consequentemente, a venda de projetos com alto valor agregado, posso citar as migrações de infraestrura para Cloud. Cloud é um grande commodities, muitos vendors, valores agressivos e a redução do IT tradicional... TI terá de se reinventar, na minha opinião TI tem que falar em business, e mostrar seu valor
1.146 - comentário - 07/10/16 - 10:42:20 - Graziella - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Cada vez mais o mercado tem pedido muito para pagar pouco. É triste a realidade de até quem sai da faculdade, que tem que se sujeitar a ganhar mil reais, após anos em uma graduação tão difícil de adquirir. Precisamos de um órgão que nos apoie mais em defesa de salários mais justos com o que nos é exigido.
1.148 - comentário - 07/10/16 - 19:44:04 - Gustavo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Dizem que a crise não chegou a àrea de informática, mas , se não chegou, por que tem tantas empresas contratando estagiários? Alias, estagiários multifuncionais que exercem várias funções e não conseguem focar em um único papel dentro da empresa.Tudo pelo corte de custos,gerando este problema.E depois segue o ciclo de contratações temporárias...
Mas, esperamos que isso melhore com o tempo, é o que deve acontecer.
GOC
1.149 - comentário - 08/10/16 - 00:54:30 - jonatas siqueira de araujo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado da tecnologia da informação é muito grande. Eu vejo diversas oportunidades com muito pouco profissionais qualificados. Não é porque uma pessoa que se formou na faculdade ela é especialista no assunto e vai ganhar milhões no mês. A faculdade abre diversas portas. E as vezes algumas não corresponde ao seu perfil de entendimento. E assim se deixa levar ficando acomodado, sem fazer novos cursos onde você vai abrir sua mente para novos horizontes. Um passo de 4 anos foi dado agora é caminhar para novos desafios e aprender cair e superar novos objetivos. Agregue e lapida o que você mais conseguiu desenvolver fazendo novos cursos e assim você vai conseguir obter um grande avanço em um segmento e não em todos. Conhecimento nunca é demais e traz diversas possibilidades em novos degraus com novos rendimentos. Eu não vejo crise. A crise é quando você se estaciona para ver o que outras pes
1.150 - comentário - 08/10/16 - 17:43:12 - Eduardo Viana - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado de TI ainda é bem atrativo, porém o numero de vagas comparando Rio de Janeiro e São Paulo é muito diferente, em agosto/2016 realizei uma pesquisa somente na área de infraestrutura de TI e a diferença foi de 77 vagas no Rio e 2057 em SP.
O nível de exigência por parte dos empregadores também aumentou muito. Alguns anúncios chegam a ser engraçados, pedem conhecimento em todas as áreas, o profissional precisa conhecer infraestrutura, desenvolvimento, banco, redes e segurança. O pior é a proposta salarial que sempre é bem abaixo das expectativas. Sem contar que dificilmente o profissional terá conhecimento profundo em todas as áreas.

Quanto as certificações, percebo que com a alta do dólar e o numero de atualizações cada vez maior e em plena crise, provocou uma freada em alguns profissionais, deixando de renovar suas certificações.

Obrigado pelo convite!
1.151 - comentário - 09/10/16 - 21:41:39 - Paulo Dantas Ogrady Neto - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Como estou procurando vagas fora do país, observo muito que o nosso mercado tem que aprender mais com oque é praticado lá fora, não só em tecnologias e inovação etc. As empresas brasileiras precisam melhorar as condições de trabalho dos profissionais de TI se elas querem ter uma maior importância nesse mercado. Precisam trabalhar mais os profissionais como especialistas e não generalistas, pois com isso acabam perdendo o verdadeiro foco para o qual o profissional foi contratado.
1.153 - comentário - 10/10/16 - 10:18:30 - Sanches - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O mercado de TI é fantástico.
Particularmente atuei em diversas áreas, desde suporte a usuários, redes e hoje focado e me certificando na área de programação.
Porém atualmente as vagas e salários são piadas! As empresas querem você certificado (ITIL, JAVA ou C# e SCRUM), com inglês fluente pagando miseráveis 1.500,00?? Que piada!!!
Faculdade, Certificação e cursos não são fácil nem barato!

Sem contar agora a mania besta de contratar as pessoas como PJ MEI, exige-se sistemas quase completos com o fonte para os testes, paga uns 500,00 adicional e o cara que se vire com transporte, alimentação. Se você exige um salário maior para PJ tem a cara de PAU de dizer que você não se enquadra a PLENO por exemplo, mesmo tendo entregue um projeto seguindo padrões e funcional.

O Mercado de TI está cada vez mais prostituido, infelizmente!
Hospitalhd
1.154 - comentário - 10/10/16 - 12:47:51 - Alexandre Aparecido André - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Vejo um mercado com o passar do tempo, mais exigente e que seja jovem, o nosso país os profissionais estão envelhecendo, o governo exige trabalharmos até 65 anos, isso é um problema muito sério e difícil de lidar, ou outro grande pilar é o salário que você não consegue nunca ter a mesma faixa saindo de uma empresa para outra.
1.155 - comentário - 10/10/16 - 15:31:28 - Nivaldo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Muito boa a pesquisa, olhando os dados com atenção é possível ter uma boa ideia da situação atual na área de TI e até mesmo projetar algumas coisas que podem acontecer no futuro.
Gosto muito da área de TI, não me vejo trabalhando com outra coisa.
Não faltam oportunidades para profissionais que realmente fazem a diferença.
1.156 - comentário - 10/10/16 - 18:58:41 - Renan - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Muito boa essa pesquisa da APinfo. Mostra os resultados do boom da procura na área de TI muito bem. Me assustou o fato da desvalorização do profissional de TI, não pelo fato da queda salarial, mas também a diversas vagas que pedem mundos e fundos para o interessado na vaga e a remuneração fica muito aquém daquilo tudo que fora pedido. Outro fato que me chamou a atenção foi a de _Mais profissionais tiveram que reduzir o salário para obter uma nova colocação_, pois é algo que infelizmente estou passando na pele.
1.158 - comentário - 11/10/16 - 09:42:16 - Ronaldo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Excelente a pesquisa, descobri aqui informações que vinha buscando a muito tempo.
Os valores pagos a contadores e a planilha de comparação de salários PJ e CLT são alguns exemplos.
Antigamente qualquer um ganhava dinheiro com informática, agora o mercado esta mais seletivo, qualificação, certificação, inglês e empreendedorismo, são os caminhos do sucesso na área de TI.
Felizmente faço parte do grupo de 12% que esta totalmente realizado na área de TI.
GOC
1.159 - comentário - 17/10/16 - 18:15:58 - Cleyton - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Infelizmente houve uma precarização em TI, tanto na qualidade de novos profissionais quanto nas faixas salariais.
Com salários baixíssimos, somente profissionais iniciantes ou pessoas já fora do mercado aceitam essas péssimas condições impostas.
1.160 - comentário - 18/10/16 - 17:27:26 - Orlando Jorge Galantini - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Agradeço pelo convite para participar da pesquisa.
Atualmente estou em busca de uma oportunidade como vários profissionais aqui,
mais de 6 meses desempregado, o que nunca ocorreu anteriormente.
O nível de exigência dos empregadores aumentou muito.
Alguns anúncios chegam a ser engraçados, pedindo conhecimento do profissional de infraestrutura, desenvolvimento, banco,
redes e segurança.
Com proposta salarial bem baixo das expectativas, sem contar que dificilmente o profissional terá conhecimento profundo em todas as áreas.
Aproveitando do momento de crise em que o país vive, as empresas estão jogando o salário muito abaixo do esperado.
Muitas empresas usando o recurso de estagiários para manter número de pessoal e pagar o mínimo, o que muitas vezes afeta a qualidade
e cumprimento de datas dos projetos.
1.161 - comentário - 19/10/16 - 14:55:14 - Rafael Porto Maximo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Vejo que ano após ano, é exigido cada vez mais a capacitação profissional porém, os salários não acompanham estas requisições. Pelo menos em São Paulo, o sindicato não ajuda quanto deveria e fico com a impressão que todas as melhorias na área ficam cada vez mais difíceis, por exemplo o reajuste salarial que receberemos em duas partes este ano.
Acho que nós profissionais de TI devemos nos unir e valorizarmos nosso trabalho, certificações, conhecimentos, cursos. Valorizarmos nosso potencial e grande importância que área de TI tem, precisamos que as empresas percebam a importância que os profissionais de TI tem, para que no futuro sejamos recompensados de maneira justa.
Grato pelo convite
1.164 - comentário - 29/10/16 - 20:49:18 - Mary - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Olá.
Realmente é preciso realizar uma manutenção nos salários, pois muito se é investido para esta atualizado.
Obrigada
dbassocia
1.165 - comentário - 05/11/16 - 18:53:15 - Silvio Rogério Muniz - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Esta pesquisa é bastante útil, inclusive com relação ao mercado de PJ. Atualmente as empresas estão dando preferência pela contratação PJ, que é menos burocrática e com menores custos.
1.166 - comentário - 22/11/16 - 08:40:57 - francisco Ribeiro Araujo - 189.62.113****

Bom dia Pessoal! Realmente, esta pesquisa é uma foto nítida do cenário para os profissionais de TI hoje. Velhos tempos, em que podíamos escolher entre duas, três e até mais propostas de prestação de serviço com salários atraentes e compatíveis com o perfil do profissional, Agora com este cenário, somos obrigados a dançarmos conforme a música, acertando os nossos passos e mais ainda os dos outros. Mas com certeza, é uma área muito gostosa de se atuar e eu sou viciado....abraços!!
Página 1 de 1
Pular para a página:
X