O ponto de encontro dos profissionais de informática

APinfo

Fórum : Incluir sua opinião

O site se reserva o direito de excluir mensagens ofensivas e que não estejam relacionadas ao tema do forum atual.
Questões específicas sobre o site e seu funcionamento devem ser enviadas para: staff@apinfo.com

Envie seu comentário

* campos obrigatórios

Inglês fluente possibilita melhor salário em TI ?

Convidados : Profissionais com inglês fluente, cadastrados no site

1 - comentário - 11/07/19 - 12:55:00 - Jorge Pereira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Uso o inglês fluente de forma esporádica no meu trabalho
Acredito que sem ele não teria sido contratado.
No mercado atual, muitas empresa usam como filtro, acaba sendo como o nível superior, o fato do profissional ser formado, já o coloca em uma posição de destaque, mesmo que ele não utilize o conhecimento.
Obter fluência em inglês é caro e demorado, vale a pena para evolução pessoal e profissional, mas realmente não é fácil e pelo menos no mercado atual, as vagas não pagam um salário que compense este investimento.
Nada contra, mas um porteiro ganha R$ 1.500,00, sem faculdade ou inglês. Tem muita gente querendo pagar isto para profissional de TI, formado e com inglês.
2 - comentário - 11/07/19 - 13:17:37 - Paulo Oliveira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O inglês fluente melhora em muito as chances de uma boa carreira na área de TI. Quem não tem um determinado conhecimento técnico, pode obte-lo, com algum treinamento em prazo curto ou médio, inglês fluente já é uma coisa mais de longo prazo e bem mais cara.

O problema é que atualmente exigem nível superior, certificações e inglês fluente, pagando um salário que nem de longe compensa todo este investimento.

Outras áreas pagam melhor, para quem tem este tipo de qualificação.
3 - comentário - 11/07/19 - 13:22:06 - Julio Cesar - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Eu acredito que depende de varios fatores, se a empresa é multinacional ou tem contato constante com empresas de fora, outro ponto é que independente da vaga, na T.I. inglês é basico, ja que todas as tecnologias se utilizam do idioma como base.
Enfim, é importante, mas não imprescindível porque se alinha com o da vaga. No meu caso, por exemplo, a exigência era inglês/espanhol fluente, independente do conhecimento.
4 - comentário - 11/07/19 - 13:23:58 - Debora Torres - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Mais consciência e nada de atitude.
Vejo que a consciência em relação ao diferencial do inglês mudou, já que hoje em dia, muitas pessoas percebem que o inglês é fundamental na área de tecnologia. No entanto, ainda não há o impulso para a tomada de atitude. Ou seja os profissionais sabem que é importante, mas não fazem nada. Não vejo que os salários devem ser maiores por conta do conhecimento no idioma. Dado que seria o mínimo. Também vejo que as pessoas tem muito mais acesso a informação e a incentivos gratuitos. Para mim, basta querer. Sair da zona das desculpas e correr atrás.
GOC
4 - Réplica - 11/07/19 - 13:39:07 - Jonas - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Perfeito o comentário. Inglês é o básico no século 21.
5 - comentário - 11/07/19 - 13:31:16 - Fabio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

A exigência de inglês fluente é bem relativa porque, dependendo da vaga, o inglês é sempre muito utilizado. Para outras, apenas um conhecimento avançado já é suficiente. Não temos que generalizar, porém uma avaliação correta por parte dos recrutadores deve definir o nível de cada candidato, e se esse nível é aderente à vaga em questão. Tem empresas que acabam exagerando um pouco, mas depende de cada situação.
6 - comentário - 11/07/19 - 13:37:22 - Jonas - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Inglês é essencial. Não existe TI sem inglês. Vivemos num mundo globalizado, e gostando ou não, inglês é a língua dos negócios.
Trabalhei em empresas em SP onde o time todo estava espalhado pelo mundo e stakeholders em diferentes países.
Sem inglês a pessoa se fecha para a maior parte do conteúdo educacional e técnico produzido no mundo, ficando dependente de traduções que ou tardam a chegar ou nunca chegam.
Brasil não é uma ilha e deve sim persistir que o inglês seja obrigatório nos níveis acadêmicos e profissionais. Só assim teremos uma economia realmente global. Nenhum país desenvolvido vive só do mercado interno.
Vejo muitas reclamações de pessoas que falam que a vaga exige inglês mas não usam. Como empresa você quer funcionários que seja flexíveis para falar com um fornecedor ou cliente de fora do país. Inglês é o básico, não um adicional. É o analfabetismo do século 21.
6 - Réplica - 11/07/19 - 13:56:50 - Renan - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Concordo plenamente e ainda dou uma dica: se a vaga de emprego pede inglês fluente, e vc tem inglês fluente mesmo, mande o currículo em inglês.
apipesq
7 - comentário - 11/07/19 - 13:49:49 - Arnaldo T. Filho - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Não falar inglês torna o profissional deficiente, creio. Engana-se quem acredita que a exigência de algum domínio do idioma Inglês seja premissa apenas para projetos internacionais_ atualmente, grandes empresas de qualquer setor utilizam serviços de suporte ou serviços centralizados com atendimento em Inglês. Se tomarmos em consideração que a maioria da literatura e informação voltada para TI também se apresenta nessa linguagem (fóruns, documentações, cursos, palestras), torna-se espantoso que ainda existam pessoas que acreditam que o domínio de linguagem estrangeira seja opcional. Em relação a uma diferenciação de salário, não creio que deva haver relação entre o domínio do Inglês e uma possibilidade de melhoria na remuneração - note que chega a ser alarmante a quantidade de profissionais em cargos elevados que apresentam uma deficiência notável no domínio de línguas estrangeiras.
8 - comentário - 11/07/19 - 13:51:51 - Renan - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Inglês é mandatório pra uma carreira de sucesso. É mandatório para qualquer aprofundamento intelectual devido a imensa quantidade de informação disponível em inglês.
O problema é que muitas pessoas enxergam inglês como uma coisa chata, uma obrigação. Mas não percebem o valor que as traz em todos os sentidos_ não só trabalho, mas culturalmente. Portas se abrem para um universo de entretenimento, comunicação, experiências que enriquecem a vida.
Inglês não significa Estados Unidos, significa o mundo todo, do Canadá à Eslovênia, da Grécia às Filipinas.
Não querer aprender inglês é como não querer aprender a dirigir. É como não querer sair de casa, ver e entender o mundo.
Esta é a realidade, inglês é o passaporte para o mundo.
Trabalho há 5 anos na Alemanha com programação de games. Digo que aprendi por conta própria sem nunca ter estudado. Fui apenas guiado pelo próprio interesse.
9 - comentário - 11/07/19 - 13:56:37 - Priscilla Taschetto - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que na área de tecnologia inglês é fundamental tanto para os negócios quanto para o acesso a materiais educativos (que em sua maioria são em inglês). No entanto, percebo que várias empresas utilizam como filtro apenas, pois exigem o inglês, fazem até entrevista em inglês no processo seletivo, porém no dia a dia o profissional não necessita (é o meu caso atualmente). Referente a baixa taxa de profissionais fluentes não podemos generalizar falando que é falta de interesse do profissional... Vale lembrar que somos da área de tecnologia e que muitos profissionais não têm tempo suficiente para chegar no nível de fluência. Passar um tempo fora do país ainda é o meio mais rápido para se obter a fluência.
10 - comentário - 11/07/19 - 14:07:42 - Marcelo Valle - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Nunca entendi bem isso... Claro que ingles fluente eh essencial, quem nao tem estah atras. Ponto.
Nao entendo pq soh 21% tem... O Brasil deveria ser um pais bilingue, creio que aconteca por falta de recursos de boa parte da populacao, infelizmente.
Pecados
11 - comentário - 11/07/19 - 14:18:11 - Fabio Nagliati - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Concordo que o idioma é essencial na maioria das profissões.
Em TI, o idioma é quase obrigatório.
12 - comentário - 11/07/19 - 14:19:44 - Josmar Peixe - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Não uso o inglês diariamente, apenas ocasionalmente no trabalho. Não foi determinante na minha última contratação. Mas o inglês sim, é um filtro como outros skills que o candidato pode não usar no dia a dia mas, será um ativo no time e para a empresa. Quanto ao número de 21% é um pouco estranho se realmente não está ampliando. Mas idioma não se aprende rapidamente e para ficar fluente é um investimento alto. Independente se o caminho é por uma escola de idiomas no Brasil, intercâmbio ou professores nativos particulares. Então o avanço em ficar fluente pode esbarrar no financeiro ou no prazo.
13 - comentário - 11/07/19 - 14:34:22 - Abilio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sobre o uso diário real, acredito que varia de empresa para empresa. Na maioria das companhias brasileiras por onde passei, o contato com inglês falado era muito eventual, ou quase raro. Apenas contato com fornecedores, eventos e etc. Mas para leitura é bastante comum, dado que maior parte do material gerado para TI é em inglês.
Hoje em dia trabalho em uma companhia multinacional, e uso inglês quase que diariamente.
O conselho que dou é: mesmo que não use no seu dia a dia, inclua nas suas prioridades profissionais. Boas oportunidades em empresas multinacionais estão disponíveis, mas que requerem inglês avançado para fluente.
14 - comentário - 11/07/19 - 14:44:30 - Joaquim - 177.88.25.****

Diferente dos convidados do fórum, não tenho inglês fluente, mas estou no nível avançado.
Inglês sempre foi importante, mas no meu caso que aprendi depois de adulto, o custo e o tempo investido foram muito alto.

Boa parte do meu conhecimento em inglês foi bancado por empresas onde eu trabalhei, antigamente havia este tipo de investimento no profissional.

Morar no exterior é viável apenas para quem esta em início de carreira e possui Pai-trocinio.
Comecei a trabalhar com 13 anos, hoje parte do pessoal termina a faculdade, faz uma pós e depois pensa no assunto, enquanto faz um curso de inglês, assim é fácil.

Inglês é bom, Espanhol também esta ficando necessário, seu souber Alemão e Frances, melhor ainda, mas na real, tudo isto aliado ao conhecimento técnico que precisamos manter atualizado, frente aos salários pagos atualmente, não faz sentido.
Pecados
15 - comentário - 11/07/19 - 14:46:50 - Luiz Queiroz Filho - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

As tecnologias mudam rápido e vem chegando forte a internet das coisas, o inglês fluência é pré-requisito para quem quer trabalhar com tecnologia inovadora ou de ponta, 90% vem de fora, não dá para inovar sem inglês principalmente gestão.
Sem inglês limita-se à commodities de TI ( Windows / office / rede / PC / Software caixinha ... ), tem bastante profissional neste ramo assim pela lei da oferta e demanda os salários caem.
Inglês fluente é decisivo para trabalhar com TI em ambientes inovadores e globalizados onde quase sempre precisa pegar a tecnologia de fora e tropicaliza-la no Brasil.
Exemplos são SAP 1Client, ambientes industrias robotizados e automatizados como em montadoras... é raro ver conteúdo nacional, há poucos profissionais e os salários sobem para atrair estes poucos.
TI é um bom mercado, mesmo com crise, assim há comodismo dos profissionais sem ambição para o inglês.
16 - comentário - 11/07/19 - 14:56:54 - Hendrik - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Boa tarde Pessoal,

Independemente do emprego exercido, o idioma _Inglês_ é requisito básico para o dia a dia de todos, seja para trabalho ou lazer.

No que diz respeito ao profissional, trata-se de uma característica a mais para se conseguir a vaga almejada, não acredito que isso diferencie em valores salariais, pois se você tem inglês, você conseguirá um emprego melhor o qual consequentemente pagará um salário superior (mas não por causa do idioma e sim pelas responsabilidades associadas).
17 - comentário - 11/07/19 - 14:59:37 - Marcelo moreira gracadio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
NAO

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
NAO

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
SIM

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
POR QUE TORNAR-SE FLUENTE NECESSITA ESTUDAR UITO OU MORAR FORA DO PAIS. O QUE O PESSOAL MAIS VELHO NAO CONSEGUIRA...OS MAIS NOVOS, ENTRANDO NO MERCADO AGORA JA ESTAO VINDO COM A FLUENCIA
18 - comentário - 11/07/19 - 15:16:28 - Luis Talora - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Fui contratado para minha posição atual tendo como requisito inglês fluente e, de fato, uso inglês diariamente - tendo, muitas vezes, que conversar com membros do nosso time na Inglaterra, participar de conferências com eles, etc. Acho, no entanto, que muitas empresas usam mesmo o inglês como filtro.
API
19 - comentário - 11/07/19 - 15:50:05 - Fabio Cassanha - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O Inglês é importante sim tanto no desenvolvimento profissional com de relacionamento. Nas minhas últimas contratações meu inglês foi colocado a prova mas não utilizo-o diariamente.
Acredito que muitas empresas utilizam-se do fator língua estrangeria para selecionar os melhores canditados, mas isso pode não ser uma verdade. Cabe uma avaliação o qto este cargo terá a necessidade da língua estrangeira . O pq do não aumento de profissionais com a fluência em outras línguas, recai sobre a facilidade de ferramentas de tradução que já trabalham até mesmo em traduções simultâneas e recursos mais sofisticados .
20 - comentário - 11/07/19 - 16:00:04 - Jonas - 179.228.22****

Ingles é essencial para todos os profissionais de TI desde o processo de admissão, passando pelo desempenho diário e até para conseguir promoções. Para leitura de assuntos técnicos, indispensável para a atualização profissional não pode ser dispensado.
21 - comentário - 11/07/19 - 17:26:24 - Lauro Chericoni Neto - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Na minha visão o Inglês é um pré-requisito para quem trabalha com TI, independente do nível, pois nos deparamos diariamente com informações, sejam escritas ou faladas nesse idioma.
A fluência no inglês acaba sendo sim um filtro, pois para algumas vagas somente o inglês avançado não é suficiente, mas não acredito que isso venha a possibilitar melhores salários em todos os casos.
Acredito que as pessoas não invistam tempo e dinheiro para ter fluência no idioma, pois nem todas as vagas pedem esse nível.
Na minha visão a fluência em inglês ajuda, mas na maioria dos casos o conhecimento técnico sobrepõe o idioma.
21 - Réplica - 12/07/19 - 05:59:49 - Rodrigo - 77.249.108****

Hoje em dia trabalho na Holanda, sem nenhum conhecimento do idioma local, pois é totalmente dispensável o conhecimento de um idioma para o trabalho, existem aplicações que traduzem textos, imagens e som, o aprendizado do idioma é importante para se "ganhar tempo", mas totalmente dispensável, dito isso, assim mesmo a importância de se conhecer outro idioma continua grande por outros motivos, como culturais por exemplo.
GOC
21 - Réplica - 11/07/19 - 17:44:46 - VILMAR - 177.22.137****

Inglês para TI é imprescindível para qualquer função exercida.
Ter nível mais alto lhe permite assumir maiores responsabilidades, quiçá trabalhar para empresas do exterior, fato que provavelmente irá aumentar os seus ganhos consideravelmente.
Estudem inglês sem dó!
É isso aí.
22 - comentário - 11/07/19 - 19:25:25 - Cassianto Antonio de Oliveira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Dependento da atividade ou contato direto com cliente ou fornecedor esterno! faz diferença,
caso a oportunidade seja fora!
23 - comentário - 11/07/19 - 19:59:11 - Marcus - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim, uso diariamente em pelo menos metade do dia

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Sim, era necessário inglês fluente para a vaga

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Acredito que não, pois o inglês é necessário tanto para comunicação como para consultar manuais/dados técnicos/posts em sites estrangeiros

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Falta de investimento das empresas em qualificar melhor seus funcionários
24 - comentário - 12/07/19 - 05:55:34 - Rodrigo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia?
Agora que estou trabalhando fora do país, sim, mas quando no Brasil, muito raramente e somente quando era necessário suporte a sistema o qual era do exterior.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Determinante nunca, quando trabalhando no Brasil, diferencial sim.

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Sim, hoje em dia o aprendizado de qualquer idioma é geralmente desnecessário para as empresas brasileiras, com a tecnologia atual podemos conversar, ler e escrever em qualquer idioma, sem a necessidade de o conhecer.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Porque erroneamente as pessoas acham que faculdade e/ou certificação é tudo que precisam.
apipesq19
25 - comentário - 12/07/19 - 08:12:28 - Anderson Vavoliza - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Quando eu trabalhava no Brasil eu via que o idioma na maioria das vagas de emprego era somente mais um filtro por parte do RH.
O percentual de profissionais fluentes no idioma nao se amplia porque e preciso investir pesado em um intercambio para se apresentar como fluente no mercado. Pois ao meu ver, isso nao e algo que se consegue somente estudando no Brasil.
26 - comentário - 12/07/19 - 08:15:21 - Silvio - 179.209.20****

Os melhores salários para as melhores empresas demandam Inglês. Mercado Financeiro, na sua melhor parte é composto de empresas com presença Global, dessa forma o Inglês é de extrema relevância e esse tipo de empresa dá acesso a bônus anual.
27 - comentário - 12/07/19 - 08:16:36 - Marcos - 50.226.11.****

1 - Não. Em mais de 20 anos de experiência, usei o inglês poucas vezes. Normalmente, quando trabalhando para empresas estrangeiras ou quando precisei conversar com fornecedores estrangeiros. No mais, utiliza-se apenas inglês técnico. Óbvio, as experiências das pessoas são diferentes e essas necessidades variam de empresa para empresa. 2 - Hoje moro nos EUA, então, foi. 3 - O contratante não faz a menor ideia de porque pede isso. Na maioria dos lugares que trabalhei, eu falava inglês melhor que o dono da empresa que fazia essa exigência. 4 - Esse percentual é bastante complicado de ser avaliado. Primeiro porque o conceito de fluência é bastante amplo. Na verdade, quem nunca morou por muitos anos no exterior, ou não teve uma educação de primeira linha em escolas bilingues, deveria dizer que fala inglês avançado.
28 - comentário - 12/07/19 - 08:25:15 - Carlos Magno de Andrade Junior - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sim , influencia. Eu trabalho com a Oracle a mais de 20 Anos, trabalhei em varias multinacionais no Brasil, muito devido ao Ingles. Fui ACS/Consulting na Oracle e Global Support na IBM. Ha 4 anos moro em Luxemburgo trabalho com Oracle. No momento sou Fluente em Ingles e Frances. Fiauei 3 anos aqui em uma consultoria Oracle e agora atuo com Head of Database em um grande banco frances. Ingles atualmente e mandatorioe nao maos um diferencial, nao minha opiniao e basico. Alem de ter usado em varios treinamentos e certificacoes. Fiz treinamentos de exadata em UK com instrutores Ingleses dentro do datacenter da Oracle e a OCM 12c que tirei o ano passado tambem e toda em ingles.
GOC
29 - comentário - 12/07/19 - 08:48:15 - Lilian Dias do Nascimento - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia?
R: Não, nunca precisei, mas gostaria de usa-la para aprofundar os conhecimentos na língua.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação?
R: Não.

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
R: Eu acho que isso depende muito do perfil da empresa e com quem você vai trabalhar. Se tiver que ter contato com alguém do exterior, isso não seria apenas um filtro e sim uma necessidade para comunicação corporativa.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
R: Acho que por falta de incentivo da empresa ou por questões pessoais.
Eu mesma gostaria muito de fazer imersão aqui no Brasil ou Intercâmbio, mas infelizmente não tenho como custear isso sozinha.
30 - comentário - 12/07/19 - 09:16:43 - Rogério Sisti Peres - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sim, Inglês fluente, influencia, e muito. Meu currículo é em inglês e meu alvo são empresas multinacionais. Trabalhei nos EUA, e na África e a fluência do inglês ja determinou minha contratação nas melhores oportunidades nas quais já trabalhei. Na minha área aproximadamente 5% dos profissionais seniores tem fluência em inglês, ou seja, em um processo de seleção onde o inglês é determinante eu saio na frente. E sim, eu uso inglês p tempo todo pois toda a literatura de referencia que uso é em inglês e todo o suporte critico do software com que trabalho (SAP) é em inglês, tambem. Graças ao bom inglês já trabalhei em empresas como ExxonMobil e SAP Hosting nos EUA. Faz diferença, definitivamente.
31 - comentário - 12/07/19 - 09:34:57 - Geraldo Cesar Cantelli - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sim, conhecimentos em língua inglesa são muito importantes em nossa carreira em T.I.
Ministro cursos para a Oracle Academy em portugues mas há o contato com os superiores que estão fora do Brasil através de e-mails e às vezes reuniões online e telefone, e não poderia ministrar esses cursos, ainda que em português, sem conhecer inglês para as demais funções do cargo de uma multinacional.
Acredito que os profissionais devam investir em algo além do inglês técnico apenas.
32 - comentário - 12/07/19 - 10:01:47 - Thiago - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim, o idioma oficial do projeto é inglês, por ter consultores de diferentes países pela Europa e Ásia.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Eu não teria sido contratado se não fosse pelo inglês.

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Talvez – também pode demonstrar, de forma indireta, a vontade dos candidatos em aprenderem algo novo e se manterem atualizados.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Talvez nem todos os profissionais que falem inglês não se considerem “fluentes”. Talvez as pessoas pensem que a língua do futuro seja outra (ascenção da China, por exemplo) – mas para a nossa geração, uma geração de transição, ainda é vital, na minha opinião.
apipesq
33 - comentário - 12/07/19 - 10:10:33 - Rafael Komninos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Grato por ter sido convidado.
34 - comentário - 12/07/19 - 10:12:46 - Rafael Komninos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
sim, 100%

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Com certeza, pré-requisito.

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Com certeza, inglês é mandatório e pré-qualificatório para profissionais de alto performance.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
PME pensam em portugues e focam no mercado nacional somente.
35 - comentário - 12/07/19 - 10:17:21 - Felipe - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Inglês fluente possibilita melhor salário em TI ? Sim
1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ? Sim (mas nao no meu emprego)
2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ? Sim
3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ? Sim
4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ? Para esta pergunta fazer sentido deveriam informar as duas ultimas pesquisas e nao apenas a ultima, e usar numeros absolutos, nao relativos. Da forma que esta nao da nem pra entender a conclusão de nao esta ampliando.

O ingles tem muito valor na carreira de TI, mas nao aplicacao em muitos dos empregos. Infelizmente é muito comum exigirem o ingles inclusive nos empregos em que este nao se faz necessario.
36 - comentário - 12/07/19 - 10:46:30 - Paulo Henrique Rodrigues da Ma - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
R: Apesar de falar a lingua, não uso.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
R: Não.

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
R: Sim. As empresas pedem para ver qual o nível de cultura do candidato, pois, na minha opinião, as empresas aqui no Brasil, não valorizam a cultura do candidato e sim o que ele oferece.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
R: É simples: a falta de interesse e o alto custo de um bom curso de inglês (ou de outro idioma) faz com que este percentual não se amplie.
apipesq19
38 - comentário - 12/07/19 - 10:57:50 - Renan Niero - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim, todos os dias

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Sim. Como trabalho em uma multinacional e sou parte do time Global de Infraestrutura, é obrigatório a utilização do inglês.
39 - comentário - 12/07/19 - 10:58:53 - Renan Niero - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Acredito que não. Ainda hoje a grande maioria de Docs, KBs, treinamentos, etc_ estão em inglês. Você saber inglês dentro da área de tecnologia acaba se tornando algo intrínseco.
A questão não é o inglês ser filtro ou não. A necessidade de um profissional ágil, que tenha em mãos conhecimento em qualquer idioma o suficiente para que desenvolva um trabalho ou um troubleshoot rápido e eficiente pode depender de falar um outro idioma.
Vejo muito mais como “filtro” exigências profissionais absurdas como ter um leque todo de conhecimentos de IT sendo desenvolvimento, infraestrutura, processos – todos ao mesmo tempo, com anos de experiência para uma vaga Jr, e com salário de estagiário. Isso sim é um filtro para um mercado com muitos desempregados.
40 - comentário - 12/07/19 - 10:59:11 - Renan Niero - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Esta pergunta tem respostas muito amplas... Nestes meus quase 20 anos de profissão já vi de tudo um pouco.
- Pessoas que acreditam que por estar no Brasil e trabalhar em empresa nacional que não precisam ou dependem de outro idioma
- Pessoas que vieram de uma renda menor e nunca tiveram oportunidade de investir em inglês
- Pessoas que aceitam para si mesmas que “nunca/não consigo aprender outro idioma”
- Pessoas que até tem certa fluência, mas simplesmente tem vergonha/medo de serem julgadas pela forma que falam
41 - comentário - 12/07/19 - 11:17:21 - Paulo Rosa - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia?
Sim, seja para comunicação verbal ou para ler/redigir textos.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação?
Apesar da empresa ser multinacional americana, não foi fundamental, mas o Inglês ajudou muito, alavancou!

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados?
Para muitos cargos sim, quando não existe a necessidade de se comunicar ou ter de ler/redigir textos nessa língua, as empresas aproveitam a abundância de mão de obra e selecionam os que tem mais qualificações, mesmo que desnecessárias.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia?
Vários, tive colegas que não queriam aprender, outros que não conseguiam, por mais que se esforçassem, e outros que não se importavam, trabalhavam apenas em projetos locais.
GOC
42 - comentário - 12/07/19 - 11:40:28 - Virgilio Bomfim - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim, trabalho em uma equipe com mais de 10 nacionalidades.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Sim, nao apenas na ultima, mas nas ultimas 5. Na ultima em especial pois hoje estou trabalhando na Holanda.

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Nao, As empresas cada vez mais tem parceiros e funcionarios internacionais. Isso abre as portas da empresa e do funcionario para convites provindos do exterior.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia?
Deveria aumentar, pois cada vez mais vejo pessoas vindo do Brasil para o exterior. Mantida a tendencia, havera falta de profissionais falando ingles no mercado nacional.
43 - comentário - 12/07/19 - 11:47:46 - Kleber Guedes de Lucena - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
R: Não

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
R: Não

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
R: Sim

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
R: A fluência é proveniente da prática diária, do convívio com a língua. Acredito que pra grande maioria dos funções no Brasil, não há demanda dessa prática constante, o intercâmbio em si. Fatalmente o profissional não adquire fluência.
44 - comentário - 12/07/19 - 12:21:33 - Antonio Carlos Cassiano Dias - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Sim

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Não

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Porque a maioria dos profissionais atuam apenas no mercado brasileiro e, por consequência, não vê incentivo para investir tempo e dinheiro num outro idioma.
45 - comentário - 12/07/19 - 12:23:17 - Hudson Medeiros - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim, em conferências, emails e acesso à documentações.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Sim, não somente na última, mas nas 3 últimas. Todos os processos seletivos que tenho participado nos últimos 4 anos são para posições onde o inglês é mandatório.

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados?
Quando o mercado estava muito aquecido e a oferta de profissionais era pequena, o Inglês era apenas mais um filtro. Hoje em dia com a grande oferta de profissionais (inclusive com excelente nível de Inglês) por conta da recessão, o mercado tem mais opções e o Inglês acaba não sendo mais somente um filtro e sim um pré-requisito.
apipesq19
46 - comentário - 12/07/19 - 12:36:24 - Hudson Medeiros - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Qualquer área de conhecimento tem material produzido primeiro em Inglês, somente após algum tempo é traduzido para o Português e como em toda tradução existe perda de contexto, mesmo que pequena, o entendimento do material traduzido pode ser comprometido.

Primeiro precisamos evoluir na vontade de adquirir conhecimento, com isso perceberemos que não sabendo Inglês estaremos muito limitados, só então chegaremos no ponto em que aprenderemos Inglês naturalmente, culturalmente, para evoluir como sociedade e não somente para fins profissionais.

depois desenvolver a cultura de que saber Inglês é necessário para ampliar os esses conhecimentos
47 - comentário - 12/07/19 - 12:37:55 - Renne - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim, moro nos EUA.

2- Inglês foi determinante na sua última Contratação?

Mais importante que a última foi a primeira, no Brasil, para um estágio ótimo que me deu uma base muito boa. Sem o inglês não teria entrado. Concorria com alunos de ITA, USP, Unicamp etc. Minha universidade era de baixa reputação, o inglês me salvou nesse caso.


3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?

Com certeza, certa vez uma garota me avaliou e tinha um inglês bem básico. Um conselho que dou, pode falar que tem!

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
To achando esquisito isso aí... 1/5 dos TI falam bem pra caramba inglês? Proficiência profissional é bem diferente. Hj o Google ajuda, se entendendo um ao outro tá bom!
48 - comentário - 12/07/19 - 13:12:19 - Wagner Santos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Muito pouco

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Não.

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Sim, boa parte das empresas exige mas usasse muito pouco a língua.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
O profissional de TI além de se especializar cada vez mais no seu dia-a-dia atras de aperfeiçoamento e certificações, precisa também estudar inglês, muitas vezes a disponibilidade de tempo é escassa.
49 - comentário - 12/07/19 - 13:24:04 - Bruno - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Inglês fluente possibilita melhor salário em TI ?

NÃO no Brasil


Pontos para aprofundamento:

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?

NÃO, apenas técnico e o Google Tradutor resolve bem

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?

NÃO, nunca foi e as empresas Brasileiras não incentivam carreira internacional quando se trata de empresa multinacional

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?

SIM

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?

Porque não há bons cursos no Brasil, estudar fora é caro e demanda tempo, as empresas não valorizam isso de forma a retribuir financeiramente.
GOC
50 - comentário - 12/07/19 - 13:42:22 - jane soares - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Inglês fluente possibilita melhor salário em TI ?
Talvez eu seja 1 em 1 milhão mas sem dúvida falar inglês fluente não apenas me garantiu a vaga, mas durante a pre entrevista com o headhunter ele abriu que a posição pagava mais do que eu pedi e me alertou para pedir mais.

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
sim, fundamental para falar com dev e times nos estados unidos

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação?
sim. porem a empresa e multi nacional e fui transferida para a unidade de Miami

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados?
sim
4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
porque as escolas não ensinam e um bom curso custa caro. o governo devia incluir inglês como educação básica assim como acontece na india..
50 - Réplica - 12/07/19 - 14:41:04 - Paulo Gonçalves - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Esperar o Estado fazer algo por você é viver à mercê dele e continuar sendo escravo. Livre mercado. Cada um corre atras do seu e ponto. Nunca tive inglês e aprendi sozinho. Meu inglês é fluente. E NUNCA frequentei qualquer escola. É só querer ... aprendi, francês, espanhol (não o portunhol que todo mundo diz que fala), italiano ... e to me pegando no alemão ....nessa o bicho pega ...Mas vou conseguir. SEM ESTADO!!!!
51 - comentário - 12/07/19 - 14:38:12 - Paulo Gonçalves - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Vou responder às perguntas feitas:

1) Em TI você TEM QUE usar inglês todos os dias. Seja em uma pesquisa técnica, seja para participar de algum fórum ...
2) Inglês sempre foi fator determinante nas vagas que eu participei. E o inglês fluente me foi determinante.
3) Inglês É um excelente filtro para o mercado. Hoje não existe mais a desculpa do NÃO SEI, NÃO TIVE TEMPO, NA MINHA CIDADE NAO TEM ... Internet, amigo. Internet.
4) Vou ser bem sincero. De uma forma geral o brasileiro é preguiçoso. Não se esforça por nada. Aprender algo novo então? Nem matando. Óbvio que não aparenta haver uma evolução. Poucos de nós correm atrás, estudam, fazem e brilham. Muito poucos. E do jeito que a coisa anda, com essas novas gerações besuntadas de nutella, vai ser cada vez pior.
52 - comentário - 12/07/19 - 14:43:07 - Rosemberg - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Pela minha experiência posso afirmar que sim, as melhores posições no mercado de TI, estão em empresas de grande porte com clientes ou filiais fora do país o que exige do profissional o conhecimento de mais de um idioma e a fluência em inglês é um coringa neste cenário. No quadro de cargos e salários de empresas que atuei a fluência em inglês agregava em média 30% no salário inicial dos profissionais.
apipesq
53 - comentário - 12/07/19 - 14:55:40 - Carlos Augusto Alba Casalicchi - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim, somente 2 clientes (dos 15 que tenho) falam português.

Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Sim, 90% dos meus clientes são estrangeiros.

Clientes do Brasil, que não são multinacionais, consideram inglês como diferencial, mas somente exigem para leitura. E, mesmo as empresas que exigem inglês, não consideram como diferencial na hora da remuneração, consideram somente como exigência.

Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Empresas nacionais usam como filtro sim.

Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Empresas nacionais colocam como requisito, sendo que raramente ou nunca usam inglês. Não há incentivo no mercado brasileiro para ter inglês fluente.
54 - comentário - 12/07/19 - 15:12:59 - Fernando - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim.
2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Sim.
3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
No meu caso foi obrigatório pois o projeto era internacional. E com certeza é um filtro principalmente para projetos internacionais. Muitas vezes não conseguimos profissionais por não terem essa habilidade.
4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
O pessoal precisa estudar inglês, pelo que vejo no dia a dia, muitos tem esse desejo, mas não priorizam porque muitas vezes não precisam no trabalho.
55 - comentário - 12/07/19 - 18:47:37 - Douglas Maia - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

É muito importante, pois além de abrir muitas portas para vagas ao redor do mundo, podemos trabalhar com muitos profissionais e ferramentas de alto nível, de países em que a visão e o trabalho estão anos luz a nossa frente.
55 - Réplica - 12/07/19 - 18:51:16 - Douglas Maia - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Todos os dias, desde lendo manuais, ouvindo música e com os profissionais estrangeiros de minha área
2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Sim, falei com a recrutadora da empresa estrangeira.

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Sim e deve no caso de o profissional ser inserido nesse meio depois de sua contratação.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
A maior parte dos brasileiros não tem acesso a um curso ou suporte para conseguirem se auto gerirem e terem a motivação de saberem que podem ser auto didatas, pois todos têm potencial.
Pecados
56 - comentário - 12/07/19 - 22:28:10 - Luiz Rigonati - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia?
R: No cliente atual não, mas já precisei usar.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação?
R: Considerando apenas a entrevista não, mas se considerar todo o conhecimento que adquiri através de materiais em inglês (textos, palestras/eventos e vídeos) foi fundamental.

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados?
R: Pelo que percebo o inglês é usado como filtro somente quando é necessário.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia?
R: Penso que os que não são fluentes encontram vagas que não exigem isso. Então temos um mercado que absorve os não fluentes e um sistema de educação que não forma falantes de inglês.
57 - comentário - 14/07/19 - 11:38:29 - Roberto - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sim,, principlamente para empresas multinacionais.
Já usei muto , mas hoje não...ainda...
é um item muito desejado , filta sim.
é difícil aprender outra lingua.
58 - comentário - 14/07/19 - 16:41:37 - Fabio NC - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?

Sim, algumas reuniões por semana.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Sim. Foi fundamental, pois é mandatório para o cargo.

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Já fui contratado por ter o inglês avançado (na época) e nunca ter utilizado nesta empresa pelo qual passei. Por isso tenho a certeza que este filtro existe.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Desinteresse das pessoas, falsas crenças de que isso não significa nada.
59 - comentário - 15/07/19 - 09:28:51 - Antonio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim, sempre leio sites com conteúdo em Inglês, música, notícias, assisto canal de TV (CNN e Blomberg), etc. Viagens.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Sim, foi exigido. Aliás, como tenho este ponto a meu favor, priorizo vagas que exigem o Inglês como diferencial.
3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Numa empresa multinacional não, uma hora acaba sendo necessário.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Brasileiro sempre deixa as coisas para a última hora, só quando aperta o calo vão atrás. Se não ameaça o emprego ou dificulta encontrar um novo, fica onde está. Mas as gerações mais novas tem ido atrás disso, os pais se conscientizaram e estão dando esta oportunidade aos filhos.
Pecados
60 - comentário - 15/07/19 - 09:35:10 - Daniel Pinto de Almeida - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Sim, Leitura de sites e emails, construção de emails, documentos e apresentações em inglês. Reuniões semanais com clientes e fornecedores do exterior, viagens frequentes ao exterior.

2 - Não

3 - Não

4 - Infelizmente, o mercado deseja profissionais que falem o idioma, mas não estão dispostos à pagar nada a mais por isso. Isso desanima as pessoas a correrem atrás do aprendizado. Ademais, o brasileiro infelizmente não entende que aprender outro idioma requer disciplina, vontade e esforço, assim sendo, muitas vezes ele começa a aprender o idioma e já quer sair falando, como isso não ocorre, se frusta e desiste do curso.
61 - comentário - 15/07/19 - 09:35:51 - Danilo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Com toda certeza. Em um mundo globalizado todos cargos relacionados a tecnologia se beneficiam pela comunicação na língua inglesa.
62 - comentário - 15/07/19 - 09:42:23 - Daniel Putti - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ? Sim
2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ? SIm
3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ? Não, é um skill para empresas multinacionais.
4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ? Creio que por falta de conhecimento por parte destes profissionais, onde o inglês abre um mundo de oportunnidades melhores, os mesmos se acomodam com o mercado brasileiro, não tão exigente.
62 - Réplica - 15/07/19 - 09:47:09 - Ana Beatriz - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Totalmente. Foi o diferencial

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Não, é um fator determinante para muitas vagas/empresas

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Dificuldade com a língua, falta de tempo/recursos financeiros e falta de conhecimento de como o domínio da língua abre muitas portas
API
63 - comentário - 15/07/19 - 09:45:28 - Maicon Freitas - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Essa é uma daquelas perguntas que tendemos a começar com _depende_, pois realmente existem setores em que o inglês não é necessário para o desempenho da função, enquanto outros o exigem. O que podemos imaginar é que um cargo que exige inglês fluente tende a ter melhor remuneração, mas não é regra. Hoje me encontro no primeiro caso, além de leituras de artigos e pesquisa técnica, o inglês é raramente utilizado e não fazia parte dos requisitos para contratação. As vezes é uma forma de classificar os candidatos sim, pois entre tantos candidatos, pode ser um skill que demonstre a capacidade de aprendizado, pois não é uma tarefa fácil chegar na fluência em inglês.

A maioria dos projetos exigem pouca interação em outro idioma por todos os integrantes da equipe, acredito que poderíamos fazer a mesma correlação. Nos projetos digamos que 21% das equipes interagem com pessoas de outros países.
64 - comentário - 15/07/19 - 10:18:30 - Marcio Atanásio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia?
No emprego atual não, mas no anterior sim.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação?
Atual não, mas a anterior sim.
3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados?
Sim, utilizam como métrica para seleção, mesmo não sendo utilizado na vaga.
4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia?
Há falhas em se definir o que ser fluente. Muitos profissionais, afim de se valorizar, dizem ser fluentes mas sequer sabem os jargões corporativos. Portanto, há vários que se dizem fluentes mas na verdade são avançados. Fluência em uma língua se dá com vivência no país e a grande maioria dos brasileiros não tem essa oportunidade, seja quais forem os motivos (financeiro, não gostar, não ter ambição, etc).
65 - comentário - 15/07/19 - 10:29:55 - Raphael Silva - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Pontos para aprofundamento:
1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim
2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Sim
3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Em vários casos, me parece que sim
4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Investimento financeiro x tempo de dedicação disponível x disciplina pessoal
66 - comentário - 15/07/19 - 10:49:19 - Rogério Mueller - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Não.
2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Não.
3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Acredito que sim, mas não apenas com inglês, assim como outras siglas procuradas em currículos
4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia?
Acredito que em épocas de alto desemprego as pessoas estão focando em estudos com resultado mais imediato.

Agradeço também o espaço para dizer algumas coisas:
Trabalho com TI desde 2004. Uma única vaga na minha carreira que usei o inglês no dia a dia no Brasil foi quando trabalhei na IBM. Acho que existe uma propaganda que profissionais com inglês são necessários, mas entendo que o inglês fluente de verdade, que será usado todo dia é apenas em vagas específicas.
GOC
67 - comentário - 15/07/19 - 11:15:17 - Gustavo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim.
2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Sim.
3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?

Muitas vezes e usado como filtro, mas acredito que empresas maiores e multinacionais precisem de profissionais que falem ingles pois hoje em dia muitos projetos sao desenvolvidos com times de outros lugares do mundo.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia?

O Brasil nao tem a cultura de falar outros linguas e pouco convivemos com pessoas de outras nacionalidades, isso ajuda a nao se ter interesse pela lingua mas tambem a dificuldade financeira e muito grande, as pessoas acabam optando por fazer outras coisas. acredito ser uma assunto muito mais complexo do que isso. mas vale a pena a ser discutido .
68 - comentário - 15/07/19 - 11:15:44 - Debora Regina Stolai Devecchi - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim, mas se tivesse um inglês intermediário conseguiria também.
2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Não.
3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Num mundo cada vez mais digital, globalizado e sem fronteiras, inglês é uma necessidade natural, por isso diria que na maioria dos casos não, realmente são vagas específicas. De 4 processos seletivos que participei exigindo inglês fluente, somente 1 deles não era para trabalhar com inglês no dia a dia.
4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia?
Porque requer dedicação de horas semanais por vários meses/anos e estudo para migrar de intermediário para fluente, e aí muitos acabam buscando outras capacitações que tragam retornos mais imediatos.
68 - Réplica - 15/07/19 - 12:04:46 - Rocha - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O que é fluente? O maior problema que vejo é o pessoal com medo de tentar se comunicar. Ninguém quer gramática 100%, quer alguém que se comunique. Brasileiro é medroso, tem medo de "falar errado".
69 - comentário - 15/07/19 - 11:25:56 - Marcelo Paolillo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Por opcao pessoal eu uso ingles todos os dias da minha vida, pois assisto filmes em ingles e leio livros em ingles diariamente, principalmente agora que estoi desempregado. Mas ja tive de usar meu ingles em projetos internacionais onde o idioma ingles era mandatorio.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Sim.



3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Acho que as empresas que pedem ingles fluente, realmente necessitam desta habilidade entre seus profissionais, pois caso nao fosse necessario, isto restringiria muito a escolha.


4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
O brasileiro nao tem cultura de usar o ingles como uma segunda lingua, por fatores culturais.
apipesq19
70 - comentário - 15/07/19 - 11:29:38 - Fabino - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Inglês fluente é importante, mas deixar a responsabilidade toda por conta do profissional não esta correto.
O ideal seria o governo incentivar escolas com os dois idiomas e empresas dividirem os custos com os profissionais. Segundo a Cambridge English, são necessárias em média 1.200 horas para se obter inglês avançado. Considerando 10 horas por semana, dá cerca de 3 anos. O custo e o tempo são semelhantes ao de uma formação de nível superior.
70 - Réplica - 15/07/19 - 12:03:36 - Rocha - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Colocar a culpa nos outros é sempre mais fácil do que sentar a bunda na cadeira e estudar. Material de qualidade de graça (ou com custo baixo) existe aos montes.
71 - comentário - 15/07/19 - 12:02:28 - Rocha - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia?
Sim, e não conseguiria atuar nas últimas empresas se não tivesse inglês fluente.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação?
Com certeza!

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados?
Se você realmente fala inglês fluente (e é um bom profissional), não está desempregado, já que não precisa trabalhar apenas no Brasil. Existem centenas de vagas remotas no mundo todo.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia?
Medo e falta de interesse em investir no aprendizado. Muita gente coloca a culpa nas empresas que não investem para ajudar os profissionais a estudar, mas não tiram a bunda da cadeira para estudar sozinho (e achar emprego numa empresa que realmente invista na formação)
72 - comentário - 15/07/19 - 12:15:52 - Jose Luis - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Eu uso inglês como segunda língua na informática desde 2002. Não basta somente fazer cursos mas praticar com frequência, principalmente a conversação e a compreensão. Ver vídeos em inglês ajuda bastante, e como todos têm acesso à internet podem escolher a melhor opção.
Eu moro no exterior desde 2006 e sem inglês isto nunca seria possível, mesmo morando na Europa.
Todas as boas oportunidades requerem inglês fluente no mínimo, então se quiser um cargo melhor, trabalhar em uma empresa multinacional ou sair do Brasil, invista em aprender inglês corretamente.
Qualquer curso que faça vai te dar uma base mínima e terá que investir tempo de estudo e pratica pra aperfeiçoar.

Tera que se esforça para conseguir se sobressair em um mercado extremamente competitivo.
Hoje em dia, você não está competindo somente com brasileiros mas com pessoas do mundo inteiro.

Pense nisso e bom estudos
GOC
73 - comentário - 15/07/19 - 13:24:20 - Igor Nunes - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sim, ingles fluente é sinonimo de excelentes salários

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia?
Sim, trabalho para uma empresa estrangeira.
2 - Inglês foi determinante na sua última contratação?
Sim
3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados?
Já a algum tempo não tenho procurado vagas no Brasil, mas empresas Brasileiras tem me procurado não somente pelo ingles, mas pela minha experiencia em áreas específicas. Usar ingles como filtro se isso não faz parte do dia a dia da vaga é besteira.
4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia?
As pessoas não se interessam nem em aprender mais sobre tecnologia, quanto mais inglês. Parece que faculdade e certificação já é o topo da carreira. Tenho amigos que poderia indicar para vagas mas que não estão nem aí em aprender ingles.
74 - comentário - 15/07/19 - 13:43:56 - Marcio - 168.0.226.****

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ? Sim, empresa dos EUA 2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ? SIM 3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ? Sim 4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ? Acredito que a falta de conversação com nativos dificulta muito
75 - comentário - 15/07/19 - 14:04:20 - Rodrigo Cunha - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ? Esporadicamente tenho a necessidade de coversação e ou redigir e-mails, para estud/leitura diariamente.
2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Sim.
3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
O Inglês é essencial em algumas areas de TI, porem é mais utilizado como filtro.
4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Acredito que devido ao retorno não ser tão atraente, o Inglês já é considerado um requisito basico em determidos processos seletivos, mas ainda existem muitas atividades nas quais fluencia não é essencial, então muitos profissionais veem a possibilidade de trabalhar mesmo sem ter fluencia.
76 - comentário - 15/07/19 - 14:46:25 - Fabio Batista - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Bem, vou comentar sobre o ponto de vista da minha carreira. Na minha visão, sim. Possibilita.

Apesar de estar parado no momento, a quantidade de empresas (principalmente as multinacionais e grandes consultorias em TI) que tem me procurado para processos é relevantemente maior do que em tempos aos quais eu não dominava o idioma.

Este cenário certamente possibiilta uma pedida salarial ou de taxa/hora maior. Mesmo com o advento da internet, aplicativos e demais ferramentas, o Brasil ainda é um país muito carente de profissionais bilingues. Não só em relação a Inglês mas também ao Espanhol.
apipesq
77 - comentário - 15/07/19 - 15:10:05 - Rafael - 64.215.22.****

1-Sim, a maior parte da minha comunicaçao é em ingles no meu trabalho atual
2-Sim, totalmente
3-Ingles é de fato muito importante no TI especialmente em empresas multinacionais
4-Nao creio que nao esteja se ampliando, vejo que mais pessoas vem se tornando fluentes
78 - comentário - 15/07/19 - 16:21:52 - Sergio Lopes - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Só para pesquisa em alguns assuntos.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Não.

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Sim, mas já não é tão essencial.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Devido ao fato que não é fator decisivo, ou que da um aumento significativo no salário.
79 - comentário - 15/07/19 - 22:40:33 - Letícia - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1. Sim, para estudar.
2. Não.
3. Acredito que sim. E quem te avalia ou recruta geralmente sabe bem menos que eu.
4. Porque, apesar das facilidades do mundo web, os “profissionais” continuam com preguiça de estudar. E acredito que as novas gerações serão, na média, cada vez mais preguiçosos.
80 - comentário - 16/07/19 - 00:11:47 - Ronaldo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1-
Utilizo a todo instante. Atualmente, resido fora do Brasil, mas mesmo enquanto no Brasil, o inglês sempre foi necessário nas funções exercidas

2-
Com certeza foi para as três últimas.

3-
Ele é necessário se a empresa quiser estar à frente (recursos) e em multinacionais.
Ainda assim, há empresas no Brasil que absorvem profissionais sem inglês

4-
Minha percepção é que este percentual aumenta a cada dia, porém o Brasil ainda não investe no inglês, na educação formal. Para a maior parte da população, a decisão de aprender inglês ocorre tardiamente, e isso demanda muita motivação e tempo investido (nada fácil).
Cabe destacar que o fator motivacional é relativo. Boas oportunidades são as que atendem as expectativas do profissional no dado momento de sua vida. Se existem empresas que absorvem, é dada a opção ao profissional. Embora, em geral, melhores oportunidades estão para os fluentes.
apipesq19
81 - comentário - 16/07/19 - 03:38:54 - Deives - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim.
2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Sim, fundamental, pois se trata de uma vaga no exterior.
3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Creio que não. A necessidade é cada vez maior devido à globalização. Mesmo empresas menores estão precisando expandir seus horizontes, então o inglês deixa de ser um diferencial para ser algo realmente necessário.
4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Acredito que é porque a maioria dos profissionais não prioriza isso, mas já presenciei momentos em que a necessidade do inglês surgiu com urgência para alguns colegas que tiveram que fazer cursos intensivos para se adequarem. Vejo isso como algo que se tornará cada vez mais comum.
82 - comentário - 16/07/19 - 06:47:14 - Franklin - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Estou totalmente de acordo com o comentário 81.Essa também é minha opinião.
83 - comentário - 16/07/19 - 08:45:20 - Fábio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 -
Uso na minha vida pessoal. Minha leitura (artigos e livros) é predominantemente em inglês. Na vida profissional, só para troubleshooting de problemas.

2 -
Não sei. Posso afirmar que parte da entrevista foi em inglês e que o conhecimento do idioma foi solicitado porém nunca entendi o motivo. Poucas pessoas falavam e somente precisei usar duas vezes, anos depois da minha contratação.

3 -
Creio que não. Onde trabalho isso não é um requisito mandatório pois não há necessidade.

4 -
Eu acho que o percentual é menor que isso porque muita gente infla o currículo. Não acho que 10% da base de currículos conseguiria assistir a um filme em inglês sem legendas. O motivo maior seria a falta de necessidade. A fluência é o nível mais avançado e o nível intermediário de leitura já resolve mais de 80% da necessidade de quem trabalha com TI. As pessoas não vêem necessidade de ir além.
83 - Réplica - 16/07/19 - 08:57:11 - Renan - 177.85.21.****

Concordo plenamente, o inglês intermediário ou avançado resolve 80% das necessidades do profissional de TI.
Duvido que 21% consiga assistir um filme sem legendas.
Tenho um inglês avançado, entre aprofundar o inglês e obter mais certificações e conhecimento técnicos, fico com a segunda opção.
GOC
84 - comentário - 16/07/19 - 09:04:48 - Marco Aurelio do Amaral Rocha - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Um inglês fluente possibilita uma melhor comunicação. Comunicar é transmitir a informação onde o receptor consegue ter 100% de entendimento! Nas grandes companhias, a comunicação com estrangeiros é fundamental para o cumprimento das tarefas, então acho que ter fluência em inglês consegue um melhor salário. Lembre-se que hoje a maioria dos técnicos, time de especialistas, suporte a TI, governança de TI, estão no exterior (India, China, Singapura, Leste Europeu), então temos que nos aperfeiçoar em linguas!
85 - comentário - 16/07/19 - 09:06:08 - Felipe - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim, resido fora do país e inglês é a lingua comum usada no dia-a-dia
2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Sim, inglês foi pré-requisito junto da experiência profissional.
3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados?
Essa pergunta é muitro abrangente, depende do mercado e também da empresa.
O profissional de software engineering que tem um boa bagagem profissional deveria ter fluência no inglês para considerar (e ser considerado) em vagas não só no Brasil, mas de qualquer outro país, já que a maioria das empresas que recrutam para fora do país muito provavelmente usarão inglês como língua padrão.
86 - comentário - 16/07/19 - 09:07:55 - CASSIO MARIANI - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sem dúvida nenhuma, além de melhores salários no Brasil, lhe abre um leque de opções de mercado internacional, meu caso por exemplo que não só pelas qualidades técnicas, apenas com o adicional do Inglês fluente, foi possível minha mudança para a Europa junto com minha família para poder trabalhar aqui e conseguir um futuro melhor para meus filhos.
87 - comentário - 16/07/19 - 09:16:49 - Marcus - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

No meu atual emprego, utilizo o inglês todos os dias, a empresa é uma multinacional e a comunicação com os times de outras regiões é em inglês.
Neste emprego foi determinante falar inglês, a última fase do processo seletivo foi totalmente em inglês, para saber se eu era realmente capacitado.
Acho que o inglês fluente é utilizado como filtro por algumas empresas, mas não todas, algumas posições o inglês é realmente imprescindível.
Talvez o percentual de 21% não se amplie pois a maioria das pessoas está satisfeita com a posição atual(zona de conforto), não almejando ocupar cargos em empresas multinacionais ou posições fora do país.
apipesq19
88 - comentário - 16/07/19 - 09:19:58 - David Palmeira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acho inglês um requisito essencial pra se trabalhar com TI. Seja pela possibilidade melhor de leitura de materiais técnicos ou até pela própria essência de comandos e linguagens de programação em que tudo é inglês.
Para o processo de contratação no Brasil, acredito que seja um diferencial em um mercado competitivo, mas não acredito que seja determinante. Usei muito pouco inglês durante minhas experiências. Por outro lado, abre as portas para vagas fora do país ou até mesmo para trabalho em equipes multilíngues. Então, embora ainda acho que os empregos no Brasil utilizem pouco inglês, eu acho essencial para um profissional de TI.
89 - comentário - 16/07/19 - 09:28:49 - Daniel Gaya Campero - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Grandes empresas, especialmente as multinacionais, vão utilizar o inglês no dia-a-dia. Ter o idioma é necessário para aumentar nossa empregabilidade e conseguir as melhores vagas, melhores salários.
90 - comentário - 16/07/19 - 09:34:48 - Leon - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

(acentos prejudicados, teclado diferente)

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Todos os días, hoje em dia, pois moro fora do Brasil. Uso Espanhol e Ingles, porém nos 3 últimos anos no Brasil usava no projeto global do qual participava

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Foi imprescindível sim. Projeto em Sao Paulo, porém com time global na Suica

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Nao apenas isso, Ingles na área SAP, por exemplo, é fundamental, pois muitos projetos sao roll-out

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Eu nao vejo 21% dos profissionais fluentes na área que trabalho (SAP). Acredito que o percentual é mais baixo que isso. Além disso, qual o conceito de fluente? No Brasil falta classificacao tipo B1, B2, C1
91 - comentário - 16/07/19 - 09:38:19 - Leonardo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Utilizo um nível de inglês básico para programação, pois os comando da linguagem que utilizo são em inglês, sendo assim eu consigo entender melhor o funcionamento dos comandos por saber inglês.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Não foi, porem foi determinante quando trabalhei na IBM.
3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Acredito que inglês é apenas utilizado quando necessário, porem na área de programação nunca me foi pedido se sabia inglês ou não.
GOC
92 - comentário - 16/07/19 - 09:40:21 - Leonardo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ? Acredito que para uma pessoa dizer que tem fluência em inglês precisa ter passado pelo menos 6 meses em algum pais que tenha como idioma principal o inglês, pois quando não tem saído do brasil eu acredito que a pessoa tem inglês avançado e na minha opinião é por isso que existe poucas pessoas que realmente tem inglês fluente.
93 - comentário - 16/07/19 - 09:42:20 - Juliano Alves Cassoli - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Respondendo a pergunta diretamente: Sim, possibilita melhores ganhos na medida que você se torna um profissional destacado e com um perfil desejado para negócios com estrangeiros. Independente desta razão digamos, especifica para um determinado perfil de negocio, concordo com muitos de meus colegas de que a fluência no inglês é absolutamente importante para elevar o nível tecnico do profissional, na medida em que tem melhor compreensão da vasta produção de recursos, literatura e material da atividade em tecnologia. Não diria que ausência de inglês -fluente- o torna um profissional medíocre, mas com certeza é de valor menor no mercado de tecnologia.
94 - comentário - 16/07/19 - 09:43:52 - RODRIGO - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Bem direto
Ser falante de inglês mudará NADA na tua vida profissional em TI. Exceto se você estiver em alguma empresa multinacional, onde provavelmente estará atuando com negócios, gestão e não em tecnologia por si só. No geral é isso.

O que há para se compreender é que embora o Brasil seja um dos maiores produtores de software do mundo e com profissionais incríveis, a demanda é praticamente toda voltada para o mercado interno. O Brasil produz software para consumo próprio. Não tem muito sentido em saber falar inglês dentro desse contexto.

Porém ter um nível de inglês técnico, que te dê a possibilidade de buscar soluções em livros estrangeiros ou sites gringos na hora do aperto, isso sim se faz necessário. Tanto no trabalho cotidiano quanto numa possível contratação. Mas isso depende também do perfil da empresa. Mas esse é outro assunto.

Aprenda inglês mas para outros motivos.
95 - comentário - 16/07/19 - 10:14:13 - Luiz Henrique - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Em meus últimos empregos, a descrição da vaga exigia fluência na linguá inglesa, porem o próprio entrevistador e o gestor da área não falavam inglês, em qualquer nível! E nunca fora necessário utilizar o idioma no dia a dia, no máximo uma pesquisa na internet para me auxiliar em um problema diário.

Eu acredito que uma compreensão maior do idioma em questão é sempre bom! Uma ótima maneira de aguçar a memoria e de ter acesso a materiais mais completos, principalmente na área de Desenvolvimento.

No demais, muitas vezes o próprio brasileiro não sabe quase nada do seu idioma nativo! Erros graves de gramatica e até mesmo pessoas que não sabem _Falar_ são muito comum! Aprender inglês é importante? Sim! na área de TI e para a vida em si, uma pessoa que fala múltiplos idiomas, sera uma pessoa mais forte e inteligente.
apipesq
96 - comentário - 16/07/19 - 10:21:36 - Guilherme Lopes - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Falar ingles fluentemente com certeza possibilita um melhor salário. Por exemplo eu sou programador e por falar inglês a maioria dos meus contratos como prestador de serviço são para empresas fora do Brasil de forma remota. Os salarios pagos por empresa de fora são absurdamente mais altos, em um nível que chega a ficar dificil considerar pegar contratos no Brasil.
Nao posso dar minha opnião pra quem pretende trabalhar CLT, pois trabalho somente como prestador desde de 2009, e isso só é possível por falar ingles.
97 - comentário - 16/07/19 - 10:40:41 - Edward de Souza Venturin - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito sim que o Inglês Fluente ajuda muito em uma contração, visto que a língua é globalizada e sem dúvida o Profissional também precisou estudar se dedicar, mostrando assim pode ter um perfil que acredita no desenvolvimento pessoal e profissional.

Em minha última contratação não foi necessário saber falar inglês, porém acredito ser algo imprescindível, pois haverá momentos em será necessário utilizar, seja em uma viajem ou estudos mais aprofundados de assuntos em sua área de interesse.
98 - comentário - 16/07/19 - 10:43:42 - Lucas Fantinati - 201.188.63****

Não apenas possibilita como é um filtro. Muitas vagas, senão todas, para empresas multinacionais, exigem o nível de inglês básico para leitura devido a sistemas e e-mails em inglês. Conforme o profissional for subindo na carreira e desejar não apenas uma promoção, mas talvez migração para empresas multinacionais ou nacionais com relacionamento em países estrangeiros, o inglês fluente é obrigatório. Hoje, em pleno 2019, no mundo globalizado, na área de TI, esse tipo de questionamento me surpreende. Não entendo como ainda temos profissionais que não se importam em falar um segundo ou terceiro idioma. O inglês lhe permite não apenas abrir novas portas para novas oportunidades de emprego, mas expande de maneira exponencial suas possibilidades de comunicação e troca cultural. Seja através de livros não traduzidos, documentários sem legenda, viagens e cursos online em língua estrangeira.
98 - Réplica - 16/07/19 - 10:57:13 - Leonardo - 205.201.44****

Também não entendo como tem gente que não fala inglês fluente, ou que prefere estudar em escola pública e não nas particulares, ou que não começa a estudar inglês aos 5 anos, quando é muito mais fácil aprender.
Enfim, brasileiro é preguiçoso mesmo, basta ver como tem pouca gente rica no país.
Pecados
99 - comentário - 16/07/19 - 11:46:32 - Erick Riedel - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Em um mundo conectado, é indispensável possuir dominio do Inglês, sendo quase obrigatório o mesmo vir acompanhado do Espanhol. Fiz entrevistas em inglês e algumas posições pelas quais passei também pediam inglês... só o utilizei em 1 oportunidade dariamente, na multinacional em que trabalhei. Não acredito que seja um requisito para filtrar melhor os candidatos, mesmo porque uma maior qualificação, resulta em uma remuneração melhor, Respondendo DIRETAMENTE a pergunta, SIM, o inglês fluente possibilita um melhor salário em TI, pois permite ao profissional atender ao mercado externo, seja em multinacionais ou fábrica de softwares com capital estrangeiro. Quem acreditar que o ingles não é fundamental, estará abreviado e limitando sua carreira profissional.
100 - comentário - 16/07/19 - 11:54:11 - Marco Antonio Pugliese Seixas - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sem dúvida que ter Inglês fluente possibilita melhor salário em TI e ajuda muito na recolocação profissional.
Quanto aos motivos que levam as pessoas não buscarem esta formação, ou melhor, o estudo da língua inglesa, não pode ser atribuído apenas à preguiça, mas acredito mais na falta de condições socioeconômicas e culturais para tanto.
Vale ressaltar, que em países desenvolvidos, todos são alfabetizados em sua língua natal e no inglês. Aqui no Brasil não vejo um movimento neste sentido e este também é um fator muito determinante na falta de mais pessoas proficientes em inglês.
101 - comentário - 16/07/19 - 13:01:47 - Marcos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Inglês para TI não é diferencial ... É obrigatório ... Mesmo em empresa nacional com clientes nacionais ... As novidades chegam em inglês ...
102 - comentário - 16/07/19 - 16:08:47 - Ricardo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Ter inglês fluente abre muitas portas na área de TI, especialmente em cargos de gestão. Infelizmente não posso dizer que é algo que proporciona um maior salário, mas muitas empresas usam isto como fator de corte, mesmo não tendo que usar constantemente.
Quando se procura vaga em empresas multinacionais, aí é um fator fundamental.
Pecados
103 - comentário - 16/07/19 - 17:06:30 - André - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Ter Inglês fluente, ajuda sim, abre mais opções de empresas e projetos, tanto aqui no Brasil quanto poder concorrer uma vaga para outro país. Algumas empresas até colocam como requisito, colocam salário até maior que mercado, e as vezes nem utilizam o profissional em projetos que será necessário o uso do Inglês.
104 - comentário - 16/07/19 - 17:25:24 - vinicius obici lambert - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Tenho inglês fluente, teoricamente ajuda na contratação, mas nunca usei no trabalho.
Já fui a entrevistas que exigia inglês fluente e a verificação foi _What(i) do you do?_
No trabalho nunca usei (lógico, fora buscar por soluções para problemas em foruns no exterior ou releases nos sites da oracle).
Nos estudos ajuda absurdamente, pois não fica dependendo de intermediários e pode até se aperfeiçoar sem pagar um exorbitnacia nos cursos por aqui.
105 - comentário - 16/07/19 - 18:09:32 - Wesley - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Ter Inglês fluente com certeza te dá maior poder de negociação de salário. Eu utilizo o meu diariamente e na minha ultima negociação, se eu tivesse Inglês fluente na época teria entrado na empresa em um cargo diferente e com salário maior. Acredito sim que para alguns casos seja critério apenas de filtro pois não acho que sejam todas as empresas que precisam da fluência porém o candidato que possui, tem um diferencial e acredito que o percentual não cresce mais por deficiência do nosso sistema educacional e pela falta de necessidade das empresas efetivamente além é claro da falta de preocupação de cada um com capacitação também...
106 - comentário - 16/07/19 - 19:39:27 - Rose - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Não uso meus conhecimentos em inglês diariamente, apesar de ter sido requisito com relevância para as minhas últimas contratações.
Muitas empresas esperam apenas ter o profissional com essa habilidade pronta, caso precise. Há gestores que contratam pessoas fluentes, pois não querem aprender e assim tem o recurso disponível para fazer tradução em cursos e reuniões. Desta última forma, tenho utilizado bastante meus conhecimentos.
Acredito que muitas empresas utilizam o conhecimento em inglês para descartar candidatos, na seleção, sendo mais praticado em cargos de nível médio, como analistas, já que essas vagas acabam recebendo o maior volume de candidaturas.
Acredito que não temos um crescimento no número de profissionais com fluência no inglês por falta de dedicação no aprendizado, já que aprender o idioma precisa de dedicação e por achar que ter o nível intermediário é suficiente.
API
107 - comentário - 16/07/19 - 21:34:12 - Sergio Pausic - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Uso inglês diariamente para leitura de artigos em blogs e sites ligados à minha área, Governança de Dados, mas não para comunicação falada.
Falara inglês foi importante em uma das minhas contratações, pois atuei como gerente pre-vendas na Europa por breve tempo. Nas minhas atuações dentro do país não tive muitas oportunidades de usar o idioma.
Não acredito que o inglês seja usado apenas como filtro nas contratações_ a língua é determinante para que nos mantenhamos atualizados numa área e mercado em constante mutação, com o adventos de novas tecnologias e tendências. Para mim, ler, escrever e falar inglês com proficiência é determinante para o sucesso na carreira em TI.
_Apenas 21% dos profissionais são fluentes..._ - Acredito que seja por falta de interesse, por imediatismo e por facilidade de encontrar mão de obra barata, simples escrevedores de código.
108 - comentário - 17/07/19 - 08:31:04 - Marcelo Trindade Goncalves - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Cara concordo plenamento com o Sergio Pausic, também utilizo o inglês para interpretar
textos técnicos na área de redes /programação /iot e industria 4.0.
Conseguir entender videos que ensinam tecnologias novas é realmente necessário,
é Fato que 80% dos materiais mais atualizados de TI estão em inglês.
No entanto cabe ressaltar que apesar destes
21% de profissionais dominarem o inglês falado ou escrito ser pouco,
acredito que é prescindível falar/escrever na nossa área.
É imprescindível o inglês para fazer um workshop, dar uma palestra técnica ou algo comercial.

Na prática é _pretty important_ saber LER/INTERPRETAR a língua das tecnologias novas
para ser _MAKER_. Não importa se estão em mandarim ou inglês.
Menos é mais.
109 - comentário - 17/07/19 - 10:47:38 - Marcelo Pereira - 189.108.92****

Respondendo a pergunta: SIM. Inglês fluente possibilita melhor salário, em muitos casos o Inglês pode sobrepor certificações e bagagens profissionais, passei por isso neste inicio de ano, meu perfil técnico se encaixava a vaga mas o Inglês fluente me tirou do páreo. Para muitas vagas leitura e escrita não basta, o Inglês fluente pode sim dar um UP e juntamente com outras habilidades possibilitar salários mais confortáveis.
110 - comentário - 17/07/19 - 10:58:12 - Livia Maria de Oliveira Luna - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sim, inglês fluente permite um salário maior em TI. Na realidade, para as vagas que o inglês é realmente requerido, o salário pode variar em até 70% a mais para quem possui esta habilidade testada.
Atualmente eu não uso o inglês no dia a dia, portanto, não foi uma pré req no meu processo de seleção.
Temos muitas empresas multinacionais atuando no Brasil, para estas empresas, realmente o inglês é fator fundamental. A questão sobre o percentual de pessoas fluentes não evoluir ao longo dos anos, acredito que temos questões estruturais no Brasil que não permitem ou ainda, não fomentam a mudança deste quadro. A edução básica e publica deveria ensinar um segundo idioma de qualidade, mas, sabemos que estamos cada vez mais distantes de uma edução de pública de qualidade.
Um curso externo ou ainda intercâmbio não é acessível a todos, grande parte da população, desempregada, não pode custear.
GOC
111 - comentário - 17/07/19 - 11:11:20 - Leandro Costa - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Sim

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Também

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Educação fraca no Brasil, não investimento do profissional no idioma como cursos, aulas particulares e intercâmbio. O que foi chave na melhora do meu idioma foi 2 intercâmbios para fora do Brasil e dedicação no aprendizado, pois independente da escola o principal é o aluno.
112 - comentário - 17/07/19 - 11:23:07 - Leandro Tendeiro Moreira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Consido o inglês como essencial hoje em dia, não acredito que seja algo para ter um salário diferenciado. Hoje seria como ter faculdade, ou seja, um item obrigatório.
113 - comentário - 17/07/19 - 11:39:31 - Allan Bravos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Olá, vou falar sobre a diferença da minha experiência prática em grandes projetos de TI e o que se houve falar por aí.
Nós sabemos que TI é uma área muito dinâmica, e o conhecimento se torna obsoleto em alguns anos. Mas nem todo o conhecimento é igual. Lógica de Programação e fluência em idiomas são conhecimentos que não se perdem com os anos.
Ao longo dos anos, já trabalhei em projetos onde era necessário se comunicar em inglês no dia a dia. Hoje não tenho essa necessidade, mas fluência em inglês abre uma porta muito grande de acesso a conteúdos profissionais. E apesar do que se diz por aí (TV, internet e boca a boca), que fluência em inglês e espanhol são o mínimo para se conseguir um emprego, isso não é verdade. A maioria dos profissionais de TI não fala em inglês ou espanhol fluentemente.
A fluência em inglês pode significar salários maiores quando o projeto tem essa necessidade.
114 - comentário - 17/07/19 - 12:39:29 - Marcio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Trabalho em uma empresa inglesa, logo a fluência é fundamental.
Certamente existem muitas empresas que pedem inglês mas sem motivo, uma vez que a função talvez nunca exija que voce interaja em inglês com algum estrangeiro, principalmente quando pedem inglês intermediário. Ou você está hábil para interagir com outro idioma ou não está.
Acredito que falta prioridade e dedicação para os profissionais que desejam aprender ou aprimorar seu inglês. E não é um curso de idioma de 2 horas semanais que irá resolver esse problema, o máximo que irá conseguir é estagnar-se naquele Inglês Intermediário. Tão pouco é necessário uma experiência morando no exterior. Existem pessoas que moram há anos nos EUA ou UK e não falam inglês, como há pessoas que falam fluentemente sem frequentar nenhuma aula. A fluência SÓ é atingida com muita prática, e isso deve ser feito diariamente e em qualquer lugar.
apipesq19
115 - comentário - 17/07/19 - 14:15:05 - Monica - 179.191.78****

Não necessariamente, mas como costume dizer a meus alunos (sou analista de sistemas e professora de inglês), inglês não abre mais portas, mas as fecha. Com a globalização e negócios sendo feitos com qualquer parte do mundo, é fundamental poder se comunicar com qualquer pessoa e isso o inglês possibilita. Já trabalhei com projetos internacionais no Brasil e consegui a alocação graças ao Inglês, mas não houve influencia sob o salario.
116 - comentário - 17/07/19 - 18:27:59 - Luciane - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Trabalho ha muitos anos na área de TI e a maioria das empresas que participei de processos seletivos exigiam inglês, a prova técnica em inglês e entrevista em inglês. Não necessariamente a língua foi usada na empresa, mas para o processo era um filtro eliminatório. Conheci pessoas com gde conhecimento técnico mas que não conseguiram uma vaga por isso, como tb vi pessoas conseguir oportunidade sem conhecimento mas com o inglês.
Hj atuo em um projeto internacional e a comunicação e o trabalho é diretamente com o cliente então tem que realmente saber inglês. Não acho que influencia no ganho de um bom salário pois hj em dia o mercado exige diversas competências do profissional da área e não paga proporcionalmente porém o candidato pode ter um leque maior de vagas e um diferencial aos olhos do recrutador pois outro idioma ainda é um desafio pra qualquer profissional
117 - comentário - 17/07/19 - 20:24:35 - Carla Matos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Na maior parte das vezes, o inglês garante uma recolocação muito mais rápida, e proporciona o diferencial, mas não necessariamente um salário melhor, infelizmente.
118 - comentário - 18/07/19 - 00:06:46 - Adriana Garcia - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sem dúvida. Eu trabalho numa empresa multinacional e inglês é mandatório para muitos cargos.
GOC
119 - comentário - 18/07/19 - 08:27:03 - Victor Hugo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Mesmo que tu não use, em qualquer área, em qualquer empresa que preze, sim, influencia no salário.
120 - comentário - 18/07/19 - 10:30:28 - Isaque Guedes - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sim, Inglês fluente possibilita melhor salário pois dá ao profissional a oportunidade de trabalhar em Projetos e Atividades de maior valor agregado às empresas.

A quantidade baixa de profissionais fluentes em inglês é resultado de um Sistema de Educação fraco e de uma cultura do país que a excelência não é incentivada.

Todos os profissionais que conheço que buscaram proativamente as capacitações demandadas pelo mercado de TI tiveram em médio prazo reconhecimento e aumento de salário.

Se o profissional tem objetivos de melhorar seus ganhos financeiros e participar de projetos importantes, inglês fluente é determinante.
121 - comentário - 18/07/19 - 10:37:08 - Willy Kuchler - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Inglês fluente é apenas mais uma ferramenta dentre várias que profissionais de TI devem levar consigo. Acredito que não deve ser considerado como um diferencial no salário mas sim uma condição sine qua non.
121 - Réplica - 18/07/19 - 10:48:39 - Claudio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Não é uma questão de aumentar o salário (que sim influencia), mas grande parte das documentações estão em inglês, treinamentos, palestras... etc...

Só isso já te ajuda a se destacar no meio de uma multidão.
apipesq
122 - comentário - 18/07/19 - 11:18:56 - Eduardo Oliveira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O inglês é fundamental pra quem quer evoluir na carreira de TI. As grandes empresas simplesmente eliminam os currículos que não tem inglês. Me lembro de uma empresa de consultoria que trabalhei (uma das 3 maiores do mundo), onde fui dar referências de um amigo para o RH e ela me disse: _Ele fala inglês? Esse será meu primeiro filtro!_. Esse foi o conselho que dei também ao meu sobrinho que ainda está na faculdade, e ele já se posicionou muito bem na IBM. Um outro exemplo são as oportunidades internacionais. Nossa área é muito rica em oportunidades no mundo todo e tendo o inglês você terá oportunidade de trabalhar em outros países, eu por exemplo moro nos Estados Unidos há quase 4 anos. Boa sorte!
123 - comentário - 18/07/19 - 13:29:50 - Bruno - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Atualmente utilizo o inglês apenas para consulta foruns técnicos ou cursos.
Não foi determinante para contratação, mas acredito que é usado para filtro em um mercado com muitos desempregados.
As pessoas não se motivam pois não encontram como desafio diario a comunicação em outro idioma. Muitos ainda que coloquem como fluente em ingles nem sempre reflete a realidade.
124 - comentário - 18/07/19 - 13:37:58 - josé valdézio junior - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim.
2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Sim.
3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Sim, com certeza te deixa em vantagem em relaçao a qualquer um que nao tenha o conhecimento da língua.
4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Ingles é indispensável na área de TI. Nós falamos de ser fluentes mas eu acredito que nao existe fluencia em nenhuima lingua se vc nao viver em um país que fale essa língua por pelo menos 1 ano. Sendo assim nao me considero fluente, mas avançado, me comunico tranquilamente, mas fluencia eu acho que é outro nível.
125 - comentário - 18/07/19 - 13:59:29 - Leonardo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Empresas que pedem inglês exigem que o funcionário comunique-se com outras filiais da empresa para reporte de status de projetos, reporte direto à gestor estrangeiro, treinamentos,etc. Também, na área de tecnologia é comum fazer cada vez mais parte de times globais, onde você precisa trocar informações de projetos ou chamados entre equipes de todas as regiões. O número de profissionais com inglês ainda não se ampliou pela grande dificuldade de aprendizado após adolescência. Eu mesmo sofri demais para aprender inglês e pensei por vezes em desistir quando passava vergonhas em reuniões. Porém depois de 5 anos levando pedrada finalmente hoje consigo inclusive liderar reuniões. Acredito que as próximas gerações já crescerão falando inglês mais naturalmente, porém é preciso políticas públicas a fim de democratizar o acesso ao aprendizado do inglês com qualidade em escolas públicas.
apipesq19
125 - Réplica - 18/07/19 - 14:14:01 - Leonardo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

**** correção: *vergonha e não vergonhas :-)
complementando acima: devemos encarar o inglês como algo extremamente necessário para os próximos 5 ou 10 anos. Uma dica que dou a quem ainda não fala, é aprender a falar "na raça", sem se preocupar em ser tão correto gramaticamente, e depois ir focando em paralelo para aprender a gramática. Digo isso pois no início eu tinha muita vergonha de falar errado alguma coisa e isso me travava. Com o tempo e após estudar gramática vi que muitos colegas de outros países inclusive nativos falavam cada um um inglês muito particular, com alguns vícios de gramática ou gírias. Sem contar os franceses, indianos, africanos, que falam um ingles normalmente bem diferente. Se posso deixar uma dica é essa: enfia a cara em aulas de conversação, assistir tudo o que puder em inglês, e não ter vergonha no começo. Depois o nível de gramática que você (continua)
125 - Réplica - 18/07/19 - 14:15:30 - Leonardo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

parte 3..

o nível de gramatica que vc precisa depende dos seus objetivos. Quanto mais gerenciais os cargos almejados, mais polido deverá ser seu inglês. Por outro lado, se pretendes passar a vida em cargos mais operacionais, um inglês mais técnico e pragmático já se faz bastante suficiente.
126 - comentário - 18/07/19 - 14:40:23 - Denis - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Apenas para leitura de artigos técnicos. Dentro da empresa em si não utilizo


2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Foi um diferencial, mas não foi algo mandatório


3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Eu creio que sim, a grande maioria das empresas exige inglês mas no dia-a-dia o funcionário não utiliza. A impressão que tenho é que utilizam o idioma apenas como filtro

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Não sei responder.
127 - comentário - 18/07/19 - 14:49:07 - Edson Taramelli - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que você ter inglês fluente só cria um diferencial, não chegando efetivamente a influenciar no salário, e eu explico por que. Se você esta em uma empresa nacional que não possua projetos internacionais, falar inglês fluente é tão necessário quanto falar japonês fluente pois não agrega absolutamente em nada aos resultados da equipe ou da empresa. Já se você esta em uma empresa multinacional ou até mesmo nacional mas que possua projetos internacionais, ter inglês fluente passa a ser pré requisito e novamente cai por terra a questão de se ter uma diferença de salário por se ter esta ferramenta a mais em seu perfil.
GOC
128 - comentário - 18/07/19 - 16:21:48 - Helber Carneiro - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
R- Sim

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
R - Sim

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
R - Acredito que não, mas há algum tempo principalmente em multinacionais os projetos são executados com frentes ou pessoas de outros paises e na maioria das vezes a comunicação padrão é o inglês.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
R - Acredito que ainda existem muitas pessoas que não se deram conta dessa necessidade ou por simples acomodação ainda conseguem _se virar_ sem o inglês fluente, porém, cada dia mais vemos que a necessidade já um realidade.
129 - comentário - 18/07/19 - 17:27:59 - Leandro Herrera - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
R: Sim

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
R: Não

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
R: É utilizado como filtro em multinacionais, mas é muito mais importante no dia-a-dia do profissional de TI para atualização e especialização técnica. A maior parte de boas fontes de informação está em língua estrangeira.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
R: Acredito que pela dificuldade de conciliar trabalho e vida familiar aliada a própria dificuldade de sair da zona de conforto e aprender uma nova língua. É um tipo de inteligência não encontrada em todas as pessoas. Para algumas certamente é mais difícil a construção da comunicação em outro idioma.
130 - comentário - 18/07/19 - 18:10:09 - Vitor - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
SIM

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
SIM

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Se não há necessidade de ter contato com mercado externo, então sim. Porém, o técnico e visão de mercado contam mais onde se não precisa do idioma.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Talvez possa ser pela baixa remuneração (em muitos casos). Existem desenvolvedores que ganham muito mais trabalhando para empresas sem falar um outro idioma do que os que falam. Então nesse ponto, não vejo o porque dedicar anos da vida aprendendo um idioma apenas para uso profissional.
131 - comentário - 18/07/19 - 19:46:38 - Allan Farias - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Sim inclusive o próprio processo seletivo foi em inglês.

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Sim é usado, mas não apenas como filtro, quando usado, mesmo que não sendo obrigatório, o recrutador visa e espera o emprego dessa habilidade para que traga qualquer tipo de resultado positivo, uma vez que optou por um candidato com o idioma inglês.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Achei a melhor pergunta do fórum! O Brasil por TRADIÇÃO não tem uma cultura de aprender inglês, o mundo inteiro fala inglês, menos no Brasil. Não temos um skill completo do idioma. Temos uma avaliação baixa já no âmbito da nossa língua portuguesa.
apipesq19
132 - comentário - 19/07/19 - 12:05:01 - Ygor Nascimento - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Sim

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Não

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Acredito que falta da maioria dos profissionais o interesse de melhorar sempre. O mundo está aí para que possamos dominar, mas precisamos falar o mínimo de inglês antes.
132 - Réplica - 19/07/19 - 14:54:03 - Bruno Cesar Carvalho - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Sim

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Depende da posição. Especialmente em multinacionais, mesmo que o inglês não seja utilizado é sim um filtro bastante utilizado no processo de seleção.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
A questão econômica virou uma importante muleta para que possamos "justificar" a falta de engajamento no estudo de idiomas, porém é um fenômeno brasileiro. Enquanto for possível alcançar posições que não exijam o inglês, dificilmente o profissional se movimenta nesse sentido. Eu mesmo resolvi estudar a fundo após ficar desempregado em 2010. Porém desde então venho tenho retorno desse investimento de vida.
133 - comentário - 19/07/19 - 14:48:39 - FABIANO PASSOS - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - O inglês é considerado a segunda lingua! trabalhar com TI e não falar o básico é complicado.
2 - Em todas as contratações o inglês fluente é um fator determinante. Ele diferencia.
3 - Não! o Inglês se tornou requisito.
4 - O % nao aumenta por que as pessoas não se propoe a perder meia hora - uma hora para praticar. Isso sempre vai fazer com que quem possua ingles fluente, esteja um passo a frente.
133 - Réplica - 19/07/19 - 14:56:41 - Rodrigo Hiroyuki Ito - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Sim

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados?
O inglês é determinante em uma seleção de candidatos, se tornando o diferencial quando aquele que a domina. No contexto atual, dominar a língua se torna um diferencial, porém isso já deveria ser algo considerado padrão para aqueles que querem se destacar de verdade.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Preguiça. Temos diversas formas de ampliar nosso dominar a língua hoje em dia.
GOC
134 - comentário - 19/07/19 - 15:00:08 - Alexandre Hirata - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim. Reuniões semanais e quase toda a comunicação diária via e-mail ou mesmo via IM é feita em inglês.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Sim.

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Não. É praticamente um pré-requisito nos dias de hoje.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Talvez porque o nível da educação no país parece estar em declínio. Além disso, existem várias posições no mercado que não exigem inglês fluente, mas os candidatos precisam ao menos conseguir ler em inglês, não necessariamente falar.
135 - comentário - 19/07/19 - 15:03:59 - Thiago Pallaro - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Inglês fluente possibilita melhor salário em TI ?
- Sim, acredito que a remuneração seja melhor pra quem tem fluência, porém não vejo grande reconhecimento por parte das empresas a quem realmente tem algo além do inglês técnico.

Pontos para aprofundamento:
1 - Sim - falado e escrito no escritório, e no meu tempo livre consumindo entretenimento (séries e filmes).
2 - Sim, pois presto serviços pros EUA e trabalho com americanos, indianos e filipinos.
3 - Sim, muitas vezes pra vagas onde o inglês fluente (ou mesmo básico) não é essencial. Já vi vagas que exigiam 4 a 5 anos de experiência em produtos que não haviam sido lançados a 2 anos.
4 - A maioria das vagas de TI exige inglês intermediário e/ou técnico voltado pra área, e a fluência exige mais anos e maior investimento por parte do profissional. Em alguns casos, acredito que falte também atualização do CV nos sites de vagas.
136 - comentário - 19/07/19 - 15:04:44 - FERNANDO LAGE BASTOS - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

- Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?

Sim, trabalho para clientes no exterior

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?

Sim
3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?

Sim, mas a importância dele em TI é inegável

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?

Muitos talvez ainda não se atentaram ao impulso que o inglês pode dar a carreira. No meu caso o inglês proporciona uma renda 2 vezes maior do que seria possível sem ele.
137 - comentário - 19/07/19 - 15:05:07 - Silvio de Paula - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim, diariamente as 4 habilidades

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?

Sim, mais até que o conhecimento técnico

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?

De forma alguma, já há muito tempo que o domínio do inglês é necessário para um melhor desempenho das atividades do ramo.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?

Falta de interesse eu diria. Muitos se acomodam na _zona de conforto_ e não se preocupam em melhorar o domínio do idioma. Conheço muitas pessoas com um nível de inglês sofrível que estão em cargos gerenciais e nao têm como prioridade a melhoria do idioma.
apipesq
138 - comentário - 19/07/19 - 15:05:41 - Lucas Timm - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia?
Sim.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação?
Nas quatro últimas, sim.

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados?
Não, inglês fluente é mais um requerimento real do que um filtro. A demanda aumentou para profissionais fluentes em inglês, e o tipo de trabalho executado também é diferente.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia?
Muitos também se dizem fluentes quando não são, mas desconheço essas estatísticas. De fato acredito que há desinteresse dos profissionais em aprender inglês, e que muitos são acomodados na profissão.
139 - comentário - 19/07/19 - 15:13:16 - Nívea Raimondi - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
R: Atualmente não.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
R: Não foi.

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
R: Acredito que possa ser sim. Com a quantidade de empresas multinacionais no pais, o idioma inglês se torna sim fator importante, mas temos muitas empresas brasileiras no mercado (como é a que eu trabalho) e o inglês de verdade não se torna algo determinante. Ter o conhecimento é válido de qualquer forma.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
R: Acredito que por falta de interesse e tempo dos profissionais em fazer cursos.
140 - comentário - 19/07/19 - 15:47:25 - Reginaldo Luciano de Araujo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Não utilizo o inglês fluente no dia a dia, mas utilizo o inglês para as pesquisas que realizo na internet.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Não.

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Sim, entendo desta forma. Detalhe importante, é tanta gente falando que tem inglês fluente sem ter que quando falo nas entrevistas que tenho os entrevistadores sempre olham com desconfiança.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia?
Falta de interesse dos profissionais, já que há inúmeros recursos disponíveis para isso, seja no computador, celular ou tablet.
141 - comentário - 19/07/19 - 18:01:06 - Nicole - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1- Sim utilizo não apenas para leitura e escrita de e-mails internos quanto em reuniões e conferências com times em outros países

2- Sim, pré-requisito classificatório

3- Cultura do País onde educação pública não é prioridade, para os já formados os
Motivos são diversos: falta de tempo, dinheiro ou interesse no estudo de uma segunda língua
Pecados
142 - comentário - 19/07/19 - 18:31:16 - Waldir Paulino - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Em um mundo cada vez mais conectado, o inglês continua sendo a linguagem tecnológica e de business do mundo. Quem não domina o inglês está fadado a não alcançar as melhores posições que requerem uma eficiente comunicação além das fronteiras do Brasil.
143 - comentário - 19/07/19 - 19:15:40 - Valquiria Herek - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sem sombra de dúvida. É um pré-requisito básico. Uma boa comunicação é fundamental para o sucesso de qualquer atividade e o inglês é um idioma mundialmente conhecido, facilitando na interação com as demais pessoas e sistemas, manuais.
144 - comentário - 19/07/19 - 20:31:54 - Marcello Kenji - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim, utilizo. Não apenas no trabalho mas no pessoal.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Não.

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Dependendo da vaga, sim.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Acredito que é devido ao Brasil não ampliar sua interação com o mercado internacional e a falta de interesse dos proprios brasileiros em não aprender uma 2a. lingua.
145 - comentário - 19/07/19 - 22:01:27 - Diego - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Estou morando no exterior, mas no Brasil eu trabalhava para uma multinacional americana, então utilizava ingles com frequencia

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Inglês nunca foi uma variável determinante para minhas posições, geralmente a parte técnica pesa mais.

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
São poucas empresas no Brasil que realmente precisam de alguem que fale ingles, geramente só as grandes corporações. Claramente que é um diferencial, mas se o perfil técnico é bom, inglês não é um problema.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
O mercado faz muita propaganda que precisa de ingles, mas realmente, poucas vagas vão precisar.
Pecados
146 - comentário - 19/07/19 - 22:57:45 - Rubens M - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sem duvida possibilita um salário melhor. Mas não somente o salário, mas melhores oportunidades.
Uso no meu dia-a-dia ha anos, e sem duvida o ingles foi o principal motivo, em um primeiro momento, como diferencial. Depois agreguei as competências técnicas que foram necessárias (e faco isso ate hoje), mas se eu não tivesse o ingles como segunda lingua, teria perdido uma oportunidade que mudou minha vida.
Tem algumas empresas que contratam profissionais que falam ingles so para constar no quadro, porque realmente não precisam. Porem são poucas, porque os profissionais que são fluentes acabam encontrando outras oportunidades, ou posso ate afirmar que as outras oportunidades e que acham o profissional.
Aconselho isso para todos: não deixem de aprender ingles. Depois voce pode aprender outras, como eu fiz. Mas o ingles e essencial, e as competências somam ao conjunto.
147 - comentário - 21/07/19 - 20:37:02 - Cristina Raimundo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O ingles é importantissimo, utilizo diariamente e nao dá para ter um ingles mediano, é necessario falar para conseguir as melhores vagas.
Através dele eu consegui migrar de area pois ninguem conseguia falar com os americanos em um projeto de implatação de Oracle EBS e eu comecei a participar de todas as reunioes para ajudar os especialistas que nao conseguiam compreender o que estava sendo solicitado pela matriz, com isso aprendi muito e me tornei uma tecnica melhor pois a informação chegava primeiro pra mim, hoje sou gestora de tecnologia com especialização em SAP.
Iniciei minha carreira em 98 e somente após falar ingles fluente (10 anos após conquistar a fluencia no idioma) minha carreira começou a decolar.
148 - comentário - 22/07/19 - 07:56:20 - Priscilla - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Eu uso o inglês porque trabalho para uma multinacional americana.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Sim

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Acredito que na área de TI saber falar inglês é determinante sim, principalmente para consultores que podem estar em projetos onde o inglês se faz necessário, além do inglês técnico.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Creio que porque as pessoas que não falam inglês fluente não têm o interesse em posições onde o inglês seria requerido. Mas com isso perdem oportunidades desafiadoras como trabalhar num ambiente multicultural além de posições com salários melhores. Como o salário de TI já é razoável, não existe essa ambição.
148 - Réplica - 22/07/19 - 09:42:29 - ENRIKE APARECIDO STOROLLI - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Eu acredito que no mundo da tecnologia não exista sem um inglês presente na execução diária do trabalho, sendo muito importante para quem deseja seguir em frente e ter uma carreira sólida em TI. O inglês é sim um fator decisivo em uma entrevista de emprego, principalmente se esta entrevista for para uma empresa multinacional, onde a maioria das vagas reside. Não acredito que isto seja um fator de se ter ou não um salário maior, porém é sim um fator decisivo na hora da contratação o que te garante uma renda e uma progressão de carreira para diversas áreas e melhores oportunidades sendo sim um grande diferencial.

Alinhando o inglês, "soft skills" como comunicação e negociação e a parte técnica em determinada área de TI, com toda certeza você irá se estabilizar e ter uma carreira plena e com muita oportunidade de crescimento o que te garantiria melhores salários.
API
149 - comentário - 22/07/19 - 09:24:59 - Kátia - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim, meu serviço exige comunicação com equipe do mercado externo.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Sim

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Acredito que seja utilizado como diferencial na contratação, não que seja essencial.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Dependendo a área de TI, apesar do inglês fazer parte da rotina diária, muitas vezes os clientes são internos, ou seja, formado por colaboradores da empresa, na grande maioria ,senão na totalidade, formada por brasileiros. Dessa forma a utilização da lingua inglesa acaba não sendo aplicada. Somente quando a comunicação entre equipes só é possivel atraves do uso da lingua inglesa, é que se faz necessário.
150 - comentário - 22/07/19 - 09:34:59 - Eulen Mesquita da Silva - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Não.

2 - Não foi determinante, mesmo retornando do exterior, o projeto no qual fui integrado não exigia nenhum tipo de comunicação em língua inglesa. Entretanto, por trabalhar em uma consultoria, estaria apto a integrar projetos internacionais caso haja necessidade/interesse.

3 - Acredito que não seja somente filtro. Realmente há vários clientes para outsourcing de mão de obra - seja ela qualificada ou de baixo custo - e isso exige algum nível de fluência, em especial se você tiver uma posição mais estratégica no time e você pode ser melhor remunerado por isso.

4 - Há dificuldades de se tornar fluente num país não falante da língua Inglesa. Cursos muito fracos e limitados. Mesmo com ferramentas digitais é difícil, mas sai mais barato do que estudar no exterior onde em 6 meses se evolui mais do que em 2 anos estudando por conta própria.
151 - comentário - 22/07/19 - 09:38:52 - Marcio Augusto Fajan - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia?
Não atualmente, mas já precisei utilizar em muitos projetos internacionais.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação?
Não.

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados?
No Brasil, infelizmente, sim. Apenas grandes corporações é que têm primado pelo idioma a fim de ser efetivamente utilizado.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia?
Acredito que o desenvolvimento dos profissionais com idiomas teve seu início na juventude, ganhando fluência quando ingressam no mercado profissional. São poucos os contatos que tenho que tornaram-se fluentes após ingressar no mercado de trabalho.
152 - comentário - 22/07/19 - 09:44:27 - Leonardo Schmidt - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim, somente para leitura.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Não.

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Infelizmente, sim.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
São muitas variáveis para responder esta pergunta precisamente, mas se reduzirmos o questionamento a _por quê os profissionais não se interessam em aprender inglês_, eu diria que o mercado está altamente permissivo por conta da falta de profissionais realmente capacitados, então essa exigência acaba se tornando secundária (um _filtro_, como na pergunta acima).
GOC
152 - Réplica - 22/07/19 - 09:47:55 - Alexandre de Souza Martins - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Sim
2 - Sim
3 - Acredito que sim.
4 - As pessoas não se interessam ou não investem nessa habilidade.
153 - comentário - 22/07/19 - 09:51:31 - ENRIKE APARECIDO STOROLLI - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Eu acredito que no mundo da tecnologia não exista sem um inglês presente na execução diária do trabalho, sendo muito importante para quem deseja seguir em frente e ter uma carreira sólida em TI. O inglês é sim um fator decisivo em uma entrevista de emprego, principalmente se esta entrevista for para uma empresa multinacional, onde a maioria das vagas reside. Não acredito que isto seja um fator de se ter ou não um salário maior, porém é sim um fator decisivo na hora da contratação o que te garante uma renda e uma progressão de carreira para diversas áreas e melhores oportunidades sendo sim um grande diferencial.

Alinhando o inglês, _soft skills_ como comunicação e negociação e a parte técnica em determinada área de TI, com toda certeza você irá se estabilizar e ter uma carreira plena e com muita oportunidade de crescimento o que te garantiria melhores salários.
154 - comentário - 22/07/19 - 10:54:03 - Gloria Angela Xavier - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Encerrei minha carreira na área de TI, após quase 40 anos de atividade. Somente quando eu trabalhei no Citibank eu utilizei o Inglês para relatórios. A língua inglesa foi um diferencial no meu CV mas não determinante. Infelizmente como a língua inglesa não é de domínio do brasileiro, por várias circunstâncias, ela se torna sim um filtro para seleção. Acredito que o principal motivo pela dificuldade do brasileiro em não ser fluente é a ausência de seriedade nos estudos.
155 - comentário - 22/07/19 - 11:58:55 - Davis Peixoto - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim, uso no meu dia a dia sim.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Sim, foi totalmente determinante.

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Na enorme maioria das vezes é mesmo apenas um filtro. Creio que conversação fluente em inglês é determinante apenas quando estritamente necessária. Mas o inglês técnico (leitura e escrita) é vital dentro da área, uma vez que a enorme maioria dos materiais de referencia estão em inglês.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Creio que o percentual de pessoas que não faz idéia do que é ser fluente em inglês e que o percentual de pessoas que dizem que são, mas não são, na verdade representa a maior parte desse percentual.
apipesq19
156 - comentário - 22/07/19 - 11:59:46 - Alexandre Farinelli - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Trabalhei em dua empresas multinacionais, na terceira onde trabalho hoje, o inglês faz parte do meu dia-a-dia. Nestas três empresas o inglês foi classificatório para a vaga, bem como a fluência, uma vez que interagimos com clientes e parceiros no mundo todo. Acredito que em muitas empresas o inglês seja usado como diferencial, mesmo que não utilize no dia-a-dia, pois na área de informática, sempre esbarramos com visitas, cursos e materiais em inglês. Eu acredito que o percentual de profissionais que buscam o inglês como segunda, ou terceira lingua, sempre vai tender à aumentar, uma vez que o inglês nos dias de hoje, é uma lingua de ligação, onde duas pessoas com outras linguas nativas, podem se comunicar em inglês_ o que também acho fantástico e encorajo sempre aprender uma nova lingua.
157 - comentário - 22/07/19 - 12:18:55 - Armando - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Muito, para leitura. Pouco para escrita. Nada para conversação.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Não.

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Em grande parte, sim. Mas na área de TI, inglês (pelo menos num bom nível para leitura) é essencial.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Acredito que hoje exista uma demanda tão grande pela aquisição de conhecimento de tantas novas tecnologias, que os profissionais tem que escolher entre isso e o aprendizado/aperfeiçoamento do conhecimento de uma língua estrangeira (mesmo que necessária).
E assim, da mesma forma que a maioria aprende apenas superficialmente as tecnologias com que tem que trabalhar, acaba não se aprofundando na língua também.
158 - comentário - 22/07/19 - 12:47:12 - Daniel Huanca Gutierrez - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Pontos para aprofundamento:
1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Muito, relacionado a leitura de KBs, videos de procedimento e manuais. Quanto a falar, sempre que necessário acionar algum fornecedor externo que tenha a central em outro pais é necessário uma interação.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
sim por conta das documentações técnicas e KBs de problemas conhecidos.

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Não poderia dizer, nos casos em que me pediram, sempre precisei utilizar.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Acredito que esteja relacionado ao custo e ao tempo necessário para se absorver.
Recebo diversas propostas de cursos ou métodos inovadores que no final da conta é mais do mesmo.
159 - comentário - 22/07/19 - 12:49:27 - Lucas de Paula Mello - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?o
R.: Us muito para leitura e assistir vídeos. Fluente não.
2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
R.: Não
3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
R.: Acredito que sim, a maior parte das vagas não necessita de um profissional com inglês fluente, mas o profissional deve ter no mínimo a capacidade de ler bem documentações técnicas, assim como entender vídeos com assuntos técnicos.
4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
R.: Devido a falta da necessidade de conversação frequente na maioria dos casos, assim como a possibilidade de realizar um intercâmbio.
GOC
160 - comentário - 22/07/19 - 18:16:41 - Luciano de Oliveira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Antes com Inglês intermediário... 2013-2014 desempregado 8 entrevistas 23 propostas de entrevistas
retorno positivo 2.
Com inglês fluente 2015 - Presente 16 entrevistas em uma semana e meia ( isso ocorreu em 2015) aprovados em 13 entrevistas - 3 não deram retorno escolhi onde trabalhar.

2019 - Demitido depois de 4 anos e 1 mês no dia 22 de abril do mesmo ano 8 entrevistas em dois dias contratado no dia 24 de Abril aprovado em 6 sem retorno em duas.

Em todas teve teste de inglês conversacional, uso o inglês no trabalho atual de 2 a três vezes no mês no antigo trabalho a todo momento a toda hora.

Agora tirem suas conclusões se no eu caso fez diferença, existem exceções em todos os lugares mas.. eu ainda vou aprender espanhol.
161 - comentário - 22/07/19 - 19:10:55 - Thiago Machado - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
R. Sim tanto no trabalho como no lado pessoal.
2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
R. Sim
3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
R. É um dos filtros.
4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
R. Acredito muitas pessoas tem dificuldade para aprender uma segunda lingua assim como tempo para chegar a um nível de fluencia.
162 - comentário - 22/07/19 - 20:00:13 - Saulo Araujo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim. No trabalho e para aprimorar meus conhecimentos.
2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Sim. Minha intrevista foi em Inglês. Me comunicava com o meu diretor em Inglês.
3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Com certeza. Acho que é um dos itens de eliminação. Deixou de ser apenas um filtro.
4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Na minha opinião esse é um problema estrutural da educação brasileira.
163 - comentário - 22/07/19 - 21:25:48 - Marco Damiani - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Com certeza, ainda mais em empresas que tem operação internacional. Não há como prescindir desse skill.
apipesq
164 - comentário - 22/07/19 - 22:00:03 - JOÃO PAULO CARVALHO - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ? Não, Embora trabalhe em empresa de grande porte utilizo apenas o ingles tecnico.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ? Não.

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ? Não. Generalizar não é recomendável mas acredito que existem poucas vagas de 5 a 15% para cargos que exijam ingles fluente.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ? Acredito que umas das causas é o custo elevado, normalmente a fluência é adiquirida após um período no exterior superior a 1 mês. Segundo motivo é que quem adquire fluência muda para o exterior onde os ganhos são mais atrativos além da excelente qualidade de vida. Treceiro e último é o pequeno número de vagas para quem possui fluência.
165 - comentário - 23/07/19 - 00:23:05 - Helton Silva - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ? Não.
2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ? Não
3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ? Acredito que pode ser um artifício em apenas alguns casos, mas não generalizaria.
4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia? Acredito que o custo benefício não se relaciona. Trabalhei em uma empresa chilena que a nova direção fazia questão que seus gerentes tivessem inglês mas nem mesmo o espanhol era usado.
166 - comentário - 23/07/19 - 15:46:06 - Edmur Filho - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ? Sim

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ? Sim

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ? Não. Por exemplo, no meu cargo, inglês é fundamental. Meu chefe é americano.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ? Acho que é uma falha do ensino brasileiro e também uma falta de visão dos profissionais brasileiros. Com Inglês, você estará aberto a mais oportunidades, não só no Brasil como no exterior.
167 - comentário - 23/07/19 - 17:25:07 - Douglas William F Esteves - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ? Sim. Há cinco anos na empresa em que pelo menos um e-mail tenho que ler, enviar ou responder escrito em inglês, entre meetings e treinamentos de hard/soft skills totalmente em inglês.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ? Sim. Desde o primeiro contato do RH para a vaga disponível, já me foi informado que era para um projeto global, imprescindível o inglês.

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ? Não. Hoje em dia as empresas estão muito globalizadas e sempre haverá a necessidade do inglês para a comunicação entre áreas, muitas delas em outro país.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ? Creio que o que mais pesa seja o valor, um bom curso/intercâmbio de inglês custa um valor razoável.
apipesq19
168 - comentário - 23/07/19 - 17:53:07 - Anderson Soares Pereira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ? Sim, falado e leitura.
2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ? Sim, entrevista e a redação foram feitas em Inglês.
3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ? Em alguns casos sim, uma forma de usar o funcionário em outra função.
4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ? Por diversos fatores, temos o hábito de só estudar um outro idioma se for realmente necessário, os cursos disponíveis são caros e muitos não são bons e a dedicação.
169 - comentário - 24/07/19 - 11:08:34 - Paulo PHP Silva - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia?
Não. Raros os cargos nos quais precisei usar. Apenas em grandes empresas multinacionais que foi necessário usar diariamente.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação?
Não foi determinante. Foi mais um diferencial, um destaque.

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados?
Não acredito nisso. Mas acho que inglês já deixou de ser diferencial e é obrigação. Já está na hora de pensarmos mais na 3ª língua que podemos aprender e aceitar que inglês já tem que saber por padrão.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Acredito que seja por acharem que estar em um nível intermediário já basta. E realmente basta na maioria dos casos, ser fluente exige mais esforço e contato frequente com a língua.
170 - comentário - 24/07/19 - 11:33:36 - Fabio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia?
Sim, trabalho em multinacional

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação?
Sim, é pré-requisito

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados?
Para algumas vagas é primordia. Já gerenciei um grande programa de BI na Europa, levei uma multinacional brasileira de TI para prestar serviço e a grande dificuldade deles era encontrar alguém senior e com inglês fluente. Ao final ficaram lá só por um tempo e fecharam a operação.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Deviamos nos dar conta da importância do inglês no mundo e prover inglês de qualidade a todos como segunda lingua. Poderiamos, pelo fuso horário, prestar serviços para EUA e Europa mas infelizmente não podemos no momento.
170 - Réplica - 24/07/19 - 11:40:45 - Jose Farias Junior - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1. Sim, trabalho em multinacional
2. Sim, é pré-requisito
3. Não acho, empresas que trabalham apenas no mercado nacional pode ser que façam esse tipo de exigências mas não vai ser oque vai definir se vai passar ou não. Mas para empresas multinacionais é essencial que a pessoa no mínimo possa se comunicar basicamente.
4. A educação no Brasil esta sucateada, nas escolas publicas não se tem cultura para educar uma criança em ingles, então o que resta são cursos particulares caríssimos e fora a dificuldade financeira para esses mesmos alunos poder fazer um intercambio e fazer a prova real que é a experiencia em falar a lingua com estrangeiros.
GOC
171 - comentário - 24/07/19 - 11:42:39 - Mauricio Hollo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Sim, com colegas de trabalho por ser empresa multinacional, usando inglês e espanhol

2 - Sim, pré-requisito. E o espanhol é considerado _plus_

3 - Não, apesar de algumas empresas usarem como filtro, na maioria dos empregos que tive era usual no dia a dia.

4 - Muitos profissionais no Brasil só correm atrás do inglês quando realmente surgi a dificuldade no dia a dia. Dificilmente o brasileiro é pró-ativo e se prepara para o que precisa no mercado de trabalho.
172 - comentário - 24/07/19 - 11:56:02 - Marcio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sim. COm certeza. Quanto mais qualificações maiores as chances de ser considerado. O ingles fluente hoje é condição para as melhores vagas de TI
173 - comentário - 24/07/19 - 11:56:21 - Adriano - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1. Sim, leitura, escrita e escuta. Falar, menos.

2. Não, mas acredito que se não tivesse a oferta teria sido pior.

3. O mercado de desenvolvimento de software não tem muitos desempregados. Alguém incapaz de ler textos técnicos em inglês fluentemente terá dificuldade em acessar a maior parte do conteúdo disponível na Internet, seja para aprender, tirar dúvidas etc, o que é particularmente ruim para um profissional de informática, área que evolui velozmente. Dito isso, acredito que para posições de entrada (_mais júnior_), pode ser um diferencial e não um requisito (em outras palavras, classificatório e não eliminatório).

4. Eu imagino que seja por falta de motivação e/ou empenho. Com a abundância de vídeos e textos na Internet, aprender leitura e escuta de forma auto-didata está ao alcance de todos a baixo custo.
174 - comentário - 24/07/19 - 12:00:00 - Luiz Augusto Coelho - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sim, uso diariamente.
apipesq19
175 - comentário - 24/07/19 - 12:15:12 - Edgar - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O idioma é essencial para o acesso ao conhecimento de TI, porém a fluência na língua não costuma retornar melhores salários mas é parâmetro de descarte ou desempate na escolha do profissional a ser contratado. O custo temporal e financeiro para alcançar excelência no idioma é alto e o retorno costuma ser desvalorizado pelas empresas.
176 - comentário - 24/07/19 - 12:45:02 - Endrigo Araújo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Inglês já foi chave para algumas contratações que eu tive na vida, inclusive em uma grande multinacional que utilizava uma tecnologia a qual eu não dominava. Eu procuro manter meu inglês afiado praticando todos os dias com amigos de outros países, assistindo filmes no idioma original e sem legendas ou jogando RPGs
177 - comentário - 24/07/19 - 13:39:03 - Rodolfo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sim, faço uso diariamente.
Inglês foi determinante na minha última contratação pois meu reporte direto é para fora do país. Além de trabalhar com times de outras regiões.
Em um mercado globalizado e times multi regionais, e especialmente para TI, é um filtro para o mercado. Tenho possibilidade de trabalhar em projetos em outras regiões por conta do idioma.
Houveram oportunidades de vagas abertas na empresa atual em que atuo onde as vagas não foram preenchidas, nem tanto pelo conhecimento técnico, mas pelo fato de conduzir discussões em inglês ser uma habilidade obrigatória e que não era preenchida pelos candidatos.
A fluência em parte é por conta da falta de exposição dos profissionais que níveis mais básicos e intermediários poderem se aperfeiçoar, mas em boa parte por acomodação de se desenvolver pois leva mais tempo em geral que atividades mais técnicas.
178 - comentário - 24/07/19 - 13:59:05 - Leandro Pra Baldi - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Não uso inglês diariamente e nunca utilizei, para conversação eou comunicação com outros colaboradores. Porém, para acessar material de apoio ou resolução de problemas ou até mesmo para apoiar a implantação de novas soluções, então a necessidade e uso passam a ser diários, pois mesmo hoje em dia grande parte desses materiais é em inglês.
Se meu inglês foi determinante ou não os avaliadores nunca me informaram, nem deixaram sequer claro se de fato estava sendo considerado até porque não faziam testes em inglês, se eu tivesse dito que falava russo o efeito teria sido o mesmo.
Assim como ter superior completo, ter determinadas certificações técnicas e experiência na função, o inglês é filtro na maioria dos casos.
O diferencial de ser fluente e conseguir se comunicar com clareza é pequeno. Muitos brasileiros não são fluentes nem em português.
GOC
179 - comentário - 24/07/19 - 14:09:12 - Wagner - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Não. Inglês por si só não é um fator chave quanto ao salário. Trabalho em multi nacionais, tendo que viajar ao redor do mundo, sendo que recebo feedbacks que sou escolhido para viajens justamente por falar bem o idioma, porém vários colegas que não viajam por não saber possuem salarios tão bons ou maiores quanto ao meu.

Apesar de ter muitas vagas que exigem inglês, também existem muitas outras que não exigem e pagam tão bem quanto, ou mais.
180 - comentário - 24/07/19 - 14:29:30 - Maker - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Eu utilizo inglês no dia a dia, trabalho em projetos internacionais sob a gerência do pessoal de fora.
Foi devido ao meu inglês que ingressei na empresa que trabalho atualmente, posteriormente demonstrei mais sobre meus skills.
Eu diria que inglês é apenas um filtro para empresas que prestam serviços para fora do país. Empresas que prestam serviços locais não se apegam muito a essa questão.
Acredito que o percentual de profissionais ainda é baixo devido a utilização dele, muitos profissionais não tentam iniciar se aprofundar na linguagem antes de ter a necessidade direta, e as empresas ainda não contratam muitos profissionais para depois praticarem a lingua. Então depende mais de um investimento pessoal no inicio.
181 - comentário - 24/07/19 - 15:02:42 - Carlos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

O inglês faz diferença em muitos resultados e pode ser um diferencial salarial, acredito que ainda tem muitos profissionais que não possuem um nível de ingles baixo e ficam na dependência de colegas que possuem. Isso para mim é uma defiencia em nosso país. Eu utilizo todos os dias.
182 - comentário - 24/07/19 - 15:52:55 - Felipe - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ? Hoje o Inglês é imprescindível para área de TI.
2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ? Sim, inclusive entrevista realizada em inglês.
3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ? Não, está cada dia mais tornando-se item obrigatório.
4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ? É necessário dedicação e vivência com o idioma, ou realizar atividades diárias com o idioma, para aumentar o nível e habilidade. Se não existir a possibilidade do uso do idioma, o correto é continuar aplicado no estudo e não parar de aprimorar e estar preparado para novos desafios ou oportunidades.
apipesq
183 - comentário - 24/07/19 - 16:30:17 - Douglas - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ? Sim
2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ? Sim
3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ? Não
4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ? Falta de oportunidade de contato com estrageiros no ambiente de trabalho ou na vida pessoal, ainda muitos não gostam ou ficam com receio de cometer erros na comunicação.
184 - comentário - 24/07/19 - 17:26:11 - João Lucas Macedo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia? Não. Apenas leitura e pesquisas para conseguir conteúdo melhor.
2 - Inglês foi determinante na sua última contratação? Não.
3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados? Sim.
4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia? Temos pouca interação direta com pessoa estrangeiro.
185 - comentário - 25/07/19 - 05:19:13 - Luiz Christofoletti - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia? Avançado, na minha opinião inglês fluente não é imprescindível a não ser para cargos de gerência.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação? Hoje sim pois estou trabalhando for do Brasil, mas em oportunidades anteriores não foi um fator de contratação, mas ajudou a me destacar na equipe e conseguir promoções.

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados? Acho que na área de TI existem outros filtros mais importantes como certificações, tempo de experiência e outros.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia? Falta de vergonha na cara.
186 - comentário - 25/07/19 - 08:42:12 - Juliano - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sim, especialmente para multinacionais.
Pecados
187 - comentário - 25/07/19 - 09:05:46 - Andrew Maia - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Para o dia dia de desenvolvedor o famoso Inglês Técnico ou Leitura é necessário pois é necessário buscar muito conteúdo de desenvolvimento em inglês. Não é necessário o dominio total da lingua pois os jargões de programação e desenvolvimento são sempre os mesmos.

O inglês fluente só é necessário para casos em ambientes de trabalho em que a empresa tenha necessidade de interagir com parceiros, clientes ou sede fora do país. E este cenário não é tão comum.

Ultimamente venho recebendo propostas de fora do país. Neste caso o inglês fluente abre portas para este tipo de oportunidade.
188 - comentário - 25/07/19 - 09:27:54 - Cinthia - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim, bastante.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Sim.

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Nessa área eu acredito que não.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Não sei, hoje em dia está mais fácil do que nunca aprender. Tem conteúdos on line gratuitos, é só pesquisar.
189 - comentário - 25/07/19 - 09:36:45 - Marcos Innocente - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sim, com certeza. Como os manuais técnicos são todos em inglês é praticamente obrigatória pelo menos um nivel avançado no idioma, e ainda servirá para se comunicar no dia a.dia com os.clientes
190 - comentário - 25/07/19 - 09:40:20 - L.A - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
- SIM, empresa global com interações com diversas nacionalidades.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
- SIM, inclusive com entrevistas em ingles e provas

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
- Não sei opinar, depende do jeito do time de RH pensar talvez.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
- Falta de vontade dos que não tem fluência na língua .
Pecados
191 - comentário - 25/07/19 - 09:43:52 - Elcio Abrahao - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Não, raramente, mais quando trabalhei em projetos no exterior utilizei o tempo todo.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Na última não, mais já foi determinante na escolha para trabalhar em multinacionais ou em times de desenvolvimento com equipes em outros países.

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Não, os profissionais estão sendo mais barrados pela incapacidade técnica do que por não falar inglês.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Com a atual escassez de mão de obra de TI já está difícil de encontrar profissionais capacitados tecnicamente, por isso ter inglês fluente passa a não ser importante para os profissionais que vão conseguir vagas de qualquer maneira.
192 - comentário - 25/07/19 - 09:45:04 - Édnei - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1) Não era frequente, era necessário quando precisamos conversar com algum engenheiro ou suporte no exterior.

2)Não.

3 )Até hoje, o inglês fluente no Brasil não foi determinante. Acredito que, somente uma vez, eu fui descartado na entrevista por causa do inglês.

4)Educação e mercado

Atualmente, eu estou a morar em Portugal e percebo a enorme diferença neste dois itens. Primeiramente, a educação é melhor cá, há disciplina de línguas é forte e os alunos saem do 12 ano já com fluência em pelo menos no Inglês (Ainda há o alemão, espanhol e o francês).
E o mercado cá também é diferente. A europa é integrada e é comum a troca de serviços entre os países. Muitos clientes das empresas portuguesas são estrangeiros. Diferente do Brasil, onde o mercado é mais interno. Por isso, o profissional brasileiro não tem necessidade de praticar ou desenvolver o inglês, já que as empresas não exigem.
193 - comentário - 25/07/19 - 10:13:34 - Francisco Almeida - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia?
R: Sim

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação?
R: Sim. Atualmente estou trabalhando numa empresa multinacional com sede nos USA e além de inglês fluente preciso do Espanhol no meu dia a dia porque trabalho com equipes em Miami, no México e em toda América Latina.

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados?
R: Talvez no anúncio e na primeira triagem do RH, mas constantemente vejo pessoas sem inglês fluente aprovadas em vagas que o exigem, até mesmo em multi nacionais.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia?
R: Talvez por preguiça ou falta de oportunidade/ tempo de aprender o idioma.
194 - comentário - 25/07/19 - 10:17:14 - Diego Pamplona - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1) Sim, trabalho com produtos de empresas americanas e toda semana preciso falar com os fornecedores.

2) Nas duas últimas empresas sim, pois precisei viajar pra fora à trabalho.

3) Atualmente sim, mesmo uma empresa que alega exigir, às vezes há setores que o profissional pode atuar sem a necessidade do inglês.

4) Diversos fatores. Um deles é o fato de que muitas empresas estrangeiras se adaptarem ao local de investimento/abertura de negócios. Isso acaba diminuindo a exigência do inglês fluente. Um segundo ponto seria a cultura da nova geração que não se vê obrigada ao esforço de aprender novos idiomas, foram acostumados com muitas facilidades e muitas vezes deixam pra correr atrás do aprendizado na última hora.
API
195 - comentário - 25/07/19 - 11:15:20 - Luiz Lassance - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Acredito que não possibilite em geral. Não vejo uma empresa oferecer remuneração diferente de acordo com o nível de fluência. Entretanto, se for considerado, como na pergunta 3, que sem um inglês fluente você seja filtrado na seleção das empresas, faria sim diferença, entre ter um salário e não ter.

1) Não, a empresa trabalha somente no mercado interno.

2) Não_

3) Acredito que sim_

4) O inglês é usado na empresa para leitura de documentação técnica, então se não for uma empresa que lida com clientes no exterior, não é necessário ao profissional chegar a um maior nível de fluência, fazendo com que os candidatos foquem em agregar conhecimentos técnicos a seus currículos.
196 - comentário - 25/07/19 - 13:21:56 - neliocardoso@gmail.com - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Com certeza além disto tive oportunidade de viajar o mundo e fazer treinamentos e trabalhar fora do Pais
197 - comentário - 25/07/19 - 14:57:00 - LaercioFPires - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia?
Não. Mas já trabalhei em empresa global onde fazia conference calls diariamente com outras equipes.
2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Sim, pois a equipe prestava um serviço global.
3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Não, na área de TI mesmo que não use no dia-a-dia é muito importante para quem precisa manter-se atualizado sobre novas tecnologias do mercado.
4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Cultura do nosso país não se valoriza o aprendizado do Ingles nas escolas publicas.
198 - comentário - 25/07/19 - 15:03:23 - Moises Francisco - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Pontos para aprofundamento:
1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim , 8 horas por dia
2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Sim, diferencial
3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
sim
4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
R: Tem profissiona que fica no comodismo, acha que ter conhecimento tecnico ja basta
GOC
199 - comentário - 25/07/19 - 16:55:31 - Evandro Marques Oliveira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês no seu dia a dia ?

Atualmente não.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?

Não, mas já trabalhei em multinacional e a fluência em inglês era obrigatório.

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?

Sim, mas não só inglês. Em um mercado com muitos desempregados fluência em outra língua, pós graduação, mestrado são filtros

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?

Estudar exige dedicação
200 - comentário - 26/07/19 - 05:47:26 - Michel - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1) Sim, a equipe em que trabalho atende projetos e suporte globais.

2) Sim.

3) Em alguns processos de seleção acredito que o inglês seja apenas usado como filtro, mas em outros, de fato sem fluência ou ao menos um nível avançado, seria muito difícil que o profissional conseguisse exercer sua função.

4) Falta de tempo devido ao próprio trabalho e questões financeiras que impedem custear bons cursos durante alguns anos ou até mesmo um intercâmbio.
201 - comentário - 26/07/19 - 16:16:31 - Fernando - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1- Sim, nossa equipe trabalhar com projetos internacionais.

2- Sim, devido ao suporte a clientes internacionais

3- Não vejo dessa forma, ja participei de processos seletivos onde o Ingles não era requisito, aqui mesmo onde trabalho determinadas vagas não é requisito o Ingles, somente para vagas de projetos internacionais, ai neste caso devido a real necessidade, o Ingles é utilizado como filtro.

4- Falta de tempo muitas vezes e até mesmo falta de interesse, temos a cultura de que o turista que vem para o Brasil deveria saber o portugues, quando na verdade nos deveriamos ser um país bilingue, devido ao tempo de estudo do ingles nas escolas de ensino fundamental, alem do que poucas escolas de ingles entregam o que prometem, muitas so desejam manter o aluno estudando la por varios anos com mensalidades caras.
202 - comentário - 26/07/19 - 16:20:34 - Sérgio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
- Raramente necessitei falar em inglês
2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
- Não
3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
- Espero que não pois entendo que se está aplicando um filtro, seja línguas ou proficiência em alguma tecnologia, é porque esse conhecimento é realmente necessário.
4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
- Muitos acreditam não ter problemas para conseguir uma nova colocação por não ter conhecimento em outra língua, não apenas o inglês. Por isso não estudam outra língua.
apipesq19
203 - comentário - 26/07/19 - 16:21:08 - Camila Dias da Silva - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Pontos para aprofundamento:
1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ? Sim, uso no meu dia-a-dia.
2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?Não, eu moro em Toronto, mas o projeto no qual atuo onde os contratados são brasileiros, isto foi uma premissa do corporativo para contratação, ser avançado em inglês.
3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ? Acredito que não, por mais que você não fala inglês, o inglês é uma habilidade que tem ser desenvolvida. Então se o ambiente corporativo oferece a oportunidade, o candidato vai se esforçar e conseguir desenvolver isto.
4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ? Pelo mesmo motivo que os candidatos não estão preparados ou a empresa não está apta a aceita candidato com nivel baixo.Inglês aprimora praticando
204 - comentário - 26/07/19 - 16:36:43 - Daniel Ribeiro - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Pontos para aprofundamento:
1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim, uso. A empresa onde trabalho foi comprada por um grupo investidor estrangeiro e passou a adotar políticas e processos da matriz americana... E tudo vem em inglês. Além disso, a maior parte dos grupos de discussão sobre desenvolvimento são em inglês.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Não pois quando eu entrei a empresa ainda era 100% Brasileira. Mas era exigido nível básico por causa daas tecnologias que usamos.

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Penso que, em TI, inglês é um pré-requisito e não saber inglês limita muito a capacidade do profissional. Então o inglês em si não é um filtro, mas sim a competência.
205 - comentário - 26/07/19 - 16:47:18 - Fausto Fonseca Lima - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sim.
Sem sombra de dúvidas o inglês é obrigatório para profissionais que procura destaque na carreira.
206 - comentário - 26/07/19 - 17:03:09 - Cleiton Souza - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim, uso.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Sim, sem dúvida.

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Acredito que sim, pois muitas operações não tem unidades de negócio fora do Brasil.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Acredito que o comodismo do profissional brasileiro é algo que faz com que a média não seja maior.
GOC
207 - comentário - 26/07/19 - 17:37:58 - Brunno Oldrine - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

- Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Sim

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Sim. Empresas/Recrutadores utilizam filtros como esses em baixa de mercado para contratar recursos super capacitados para a vaga por menos valores, ai se surpreendem quando os mesmos saem da empresa em alta de demanda.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Principalmente porque 21% fluente seja um valor equivocado. A mensuração hoje é bem variável o que dificulta ainda mais o sourcing correto dos candidatos. Além disso, como nem todas as vagas requerem uma fluência (item 3), a falta de prática não permite o desenvolvimento.
208 - comentário - 26/07/19 - 18:27:20 - Renato Dinhani - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim, todo dia para se comunicar com pessoas do mundo todo.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Sim, porque o cliente é internacional

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Não. Em casos como na empresa em que trabalho é um requisito mandatório porque o cliente é de fora e é necessário se comunicar com ele diariamente.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Porque no Brasil tem trabalho suficiente na área, inclusive para quem não sabe inglês, então não é necessário aprender para buscar novas oportunidades.

Por fim, não acho que saber inglês proporcione um salário melhor, porém acho que dá a oportunidade de trabalhar em mais empresas do que quem não sabe.
209 - comentário - 26/07/19 - 19:55:22 - André Ghirardelo Mora - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Inglês foi fundamental na minha vida, tanto profissional quanto academica, tanto que me proporcionou trabalhar no exterior, trabalho este que já estou há 5 anos.

Respondendo aos pontos:

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim, pois trabalho em país de língua oficial inglesa.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Na última com toda a certeza: mas no Brasil creio ter sido fator de desempate / pontos extras ao meu Curriculum.

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Acredito que não, nem todos os trabalhos exigem inglês fluente.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Desinteresse geral em aprender uma nova língua_ Custo envolvido em aulas_ Tempo para dedicação aos estudos.
210 - comentário - 27/07/19 - 08:56:49 - Carlos Eduardo Vasconcelos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - sim, trabalho em uma empresa francesa, mas o inglês que é a lingua oficial.. já que a empresa possui escritório em 27 países e o trabalho diário envolve todos países. 2 - a vaga era obrigatório falar em inglês e eu tive 7 entrevistas em inglês, então sim, foi essencial falar em inglês. 3 - na maioria das vezes, recebo muitas propostas e sei que é por causa do inglês. 4 - falta de contato com o inglês, as pessoas não costumam gostar também
apipesq
211 - comentário - 27/07/19 - 10:28:48 - Flavio Santos Filho - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Pontos para aprofundamento:
1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
R: Em minha vida profissional, somente em empresas de origem dos USA.
2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
R: Pesou sim mas não eliminou. Mas existem, posições e empresas que é fator determinante.
3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
R: Sim é a lei da oferta e procura. Quando o mercado esta saturado de mão de obra, os agentes aplicam filtros para captar os melhores e mais qualificados profissionais.
4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
R: Primeiramente não acredito em fluência se a pessoa não morou por pelo menos 5 anos no pais de língua inglesa. Você tem profissionais com proficiência em inglês, mas fluência é definitivamente requisito de pessoas nativas.
212 - comentário - 27/07/19 - 10:49:17 - Roselia Santana Pena - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sou apaixonada pela língua e por circunstânias da vida, me tornei autodidata e sigo estudando para obter um certificado de proficiência.

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
R: Sim, trabalho em uma empresa americana.
.
2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
R: Sim, e o espanhol também.
.
3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
R: Acredito que também seja necessidade. Na minha empresa, por exemplo, todas as ações são realizadas em conjunto por profissionais de vários países e o inglês é fundamental para que essa comunicação aconteça.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
R: Acredito que culturamente estudar idiomas não tenha sido valorizado no passado e aprender uma língua é desafiador.
213 - comentário - 27/07/19 - 11:02:21 - Helio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
- Na posição atual, não. No entanto, usei com bastante frequencia em outras empresas.
2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
- Não
3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
- Acredito que não. A necessidade do inglês está muito ligada às características da empresa e da posição a ser ocupada.
4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
- Não tenho conhecimento do público e amostragem da pesquisa, mas acredito que este percentual deve variar dependendo da empresa ou posição.
214 - comentário - 27/07/19 - 13:30:02 - Julio Cesar - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim, trabalho em uma empresa Americana e que possui escirórios em outras partes do mundo

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Sim, parte do meu time está espalhado em outras áreas, assim como a liderança está em outra região, portanto, inglês para esta comunicação torna-se fundamental

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Acredito que sim, que possa ser usado como filtro e isso gera um problema pois muitos candidatos que alegam bom conhecimento do idioma, são surpreendidos.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Pode haver uma série de razões. Dentre as quais podemos mencionar as culturais, o desafio de aprender um novo idioma em um nível suficiente para um relacionameto profisisonal.
apipesq19
215 - comentário - 27/07/19 - 14:20:53 - Marcio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim. Trabalhar com TI demanda atualização constante porque as tecnologias ficam obsoletas com muita velocidade_ este atualizar constante exige muito estudo e participação em foruns, simpósios e workshops,a maioria em inglês, ou seja, entender e se expressar na língua dos anglo-saxões e bretões é base.
2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Sim. Pré-requisito em empresa multinacional, com matriz nos Estados Unidos.
3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Não. A língua comercial mundial é o inglês_ empresas de espectro mundial a exigem.
4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Grande contingente de jovens no mercado sem a fluência, por conta do advento _mobile_, influenciando o percentual.
215 - Réplica - 27/07/19 - 18:59:33 - Agostinho Ferreira Teles Júnio - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Não atualmente com todo potencial que possuo. Já trabalhei por 12 anos com a língua.
2 - Não, mas talvez tenha dado um diferencial no currículo.
3 - Sim, acredito que sim.
4 - Eu percebo uma falta de visão do poder da comunicação com essa língua. Eu sei que muitos desenvolvem uma capacidade de leitura, mas ficam voltados apenas para leitura em TI. A minha prática foi com outros aspectos da vida. Eu sempre digo que para se aprender a comunicar bem, é preciso ler, mas ler além da necessidade de trabalho, obter uma visão cultural, quanto mais palavras aprendidas, mais segurança para falar e escrever.

Outro motivo, e a falta de incentivo das empresas. Eu observo que algumas empresas vêem o profissional apenas para preencher buracos, ao invés de investir em conhecimento.

Eu falo fluente inglês, me ajudou a ver outras perspectivas sobre minha vida pessoal e profissional.
216 - comentário - 27/07/19 - 21:41:53 - Rodrigo Farah Pinheiro Vilela - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

É uma pena pensarem assim!
Existem profissionais excelentes, mesmo sem terem Inglês. Eu falo inglês, mas mesmo assim, creio que esse tipo de padrão, imposto pelo mercado, muitas vezes sem necessidade real, atrapalha e se perde muito profissional bom, por uma coisa boba!
217 - comentário - 28/07/19 - 10:09:25 - Arthur - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Pontos para aprofundamento: 1- Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Comentário: Sim uso o inglês no meu dia a dia nos últimos 10 anos, e ele foi fundamental na minha ultima contratação (no exterior). Desde que obtive a certificação de fluência 3 anos atrás, ficou muito mais fácil atestar, além de incrementar minha confiança(achava que possuía intermediário, uma vez que aprendi sozinho). Já usava inglês em reuniões com clientes, fornecedores, parceiros e em eventos. Quanto ao ponto de porque o mercado Brasileiro parece estagnado em 21%, acredito que é pela força do mercado interno, poucas empresas sao internacionalizadas*
GOC
218 - comentário - 28/07/19 - 11:35:57 - Julio Miceli - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Agora não mais, pois estou desempregado há 5 anos, mas usava diariamente, com clientes, colegas e fornecedores.
2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Sim, com certeza foi determinante. Fomos terceirizados de uma multinacional europeia (onde o francês era a língua principal) para uma multinacional americana, portanto saber inglês foi muito importante.
3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Não creio, pois com a pluralidade de mercados interagindo no mundo, torna-se imprescindível conhecer a língua.
4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Não tinha conhecimento deste fato. Se o percentual não se expande, certamente é preocupante, pois o Brasil precisa se destacar no mercado mundial.
219 - comentário - 29/07/19 - 12:42:03 - PVV - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim
2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Sim, trabalho numa empresa estrangeira e inglês é a lingua oficial, além de minha função ter contato direto com equipes do mundo todo.
3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
No mercado de TI com certeza não, inglês é essencial por questões operacionais.
4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
O governo do nosso país ataca diretamente a qualidade e acesso a educação.
220 - comentário - 29/07/19 - 12:44:32 - Gamaliel Alexandrino - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1) não utilizava diariamente, esporadicamente, mais é divisor entre os profissionais.
2) não foi determinante, minha competência estava acima.
3) entendo que é um pré- filtro, para as vagas que buscam ter o idioma como fluente.
220 - Réplica - 29/07/19 - 12:51:02 - William Malanga - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ? Não
2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ? Não
3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ? Sim
4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ? Falta inserir o inglês como língua obrigatória no MEC.
apipesq19
221 - comentário - 29/07/19 - 13:11:45 - Marcos Lopes - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1. Sim.
2. Sim (obrigatório).
3. Creio que não, pois existem vagas onde idioma é indiferente.
4. Pela demanda de Idioma, empresas multinacionais estão evitando o Brasil devido a crise econômica prolongada, isso faz com que vagas com exigência de idioma esteja cada vez mais escassa.
222 - comentário - 29/07/19 - 14:03:49 - Mailton - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim, já que há pouco mais de um ano eu aceitei um emprego fora do Brasil, onde continuo até hoje.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Sim. Fiz várias entrevistas para a mesma vaga todas em inglês.

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
No Brasil, se você não trabalha diretamente em contato com algum fornecedor ou cliente externo, o inglês não é exigido e muitas vezes só se usa em caráter eliminatório.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Conversando com colegas Portugueses, Cheguei a conclusão que nosso ensino base do inglês nas escolas é muito fraco e que, para fins de empregabilidade, uma pós graduação ou certificação conta mais do que a fluência no Inglês.
223 - comentário - 29/07/19 - 14:20:36 - Amelia - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Não, infelizmente.
2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Não.
3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Até hoje não identifiquei qualquer oportunidade em que a segunda língua tenha me favorecido.
4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Não há investimento nos professores em nível básico, quem dirá de segunda língua. Não creio que se trata apenas de pouca fluência nas demais línguas, mas na educação em geral.
224 - comentário - 29/07/19 - 14:28:51 - Weverton - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim todos os dias!
2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Sim, trabalho fora do Brasil e sem ele não haveria nenhuma chance!
3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Depende do projeto, mas ele é um importante filtro para projetos internacionais e onde a língua exige leitura, fala e escrita em inglês
4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ? É algo que demanda tempo e esforço no aprendizado, há uma idade mais fácil para se aprender outra língua, no caso a infância, mas nas condições atuais fica difícil aos pais investirem em seus filhos. Mas é importante entender que mesmo que demande tempo, um dia você precisa começar e aprender a explorar as oportunidades que a língua possa proporcionar!
GOC
225 - comentário - 29/07/19 - 14:36:00 - Marcos conde - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Não uso no dia a dia inglês.
Nunca fui questionado sobre nível de inglês pois nenhum projeto que trabalhei em varias empresas grandes não eram com equipes ou participantes que falavam inglês. Já fiz sistemas para Alemanha mas usava um tradutor é uma professora de alemão. No projeto.
226 - comentário - 29/07/19 - 16:31:05 - Felipe Bazilho - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Pontos para aprofundamento:
1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?

Sim, todos os dias

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Sim, por se tratar de um projeto que envolve o time global é necessário conversar na língua inglesa nas reuniões.
3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?

Infelizmente em alguns casos sim.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?

Na minha opinião falta uma educação mais sólida no ensino fundamental e médio, a forma de complementar isso é utilizar a tecnologia para aprender hoje em dia existem várias plataformas para auxiliar no aprendizado sem ter que fazer um intercâmbio.
227 - comentário - 29/07/19 - 17:07:19 - George Ferro - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim, para contato com a matriz nos EUA.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Não, mas o espanhol foi por ser um projeto para o México

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Sim, mas ao contrário dos que as pessoas pensam quando um contratante coloca _Inglês fluente_. A análise é feita se você sabe se comunicar, não precisa ser necessariamente fluente. Empresas colocam isso para filtrar os candidatos, para não receberem currículos de gente que não sabe falar nem uma palavra em inglês (meu ponto de vista).

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Muitas pessoas acham desnecessário ter um segundo idioma. Elas precisam pensar em projetos globais, o crescimento é muito maior assim !!!!
228 - comentário - 29/07/19 - 18:51:09 - DANIELA PAULA MACHADO - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ? Sim mediante a projetos com envolvimento outros países
2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ? Sim tive uma entrevista com o CEO
3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ? É mais um filtro porém tem oportunidades onde ter o inglês te torna um candidato diferenciado
4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ? Requer investimento de tempo e dinheiro, e para manutenção continuar estudando e praticando
apipesq
229 - comentário - 29/07/19 - 19:09:37 - Marcos Araújo Neto - 177.205.16****

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ? Não, a fluência é um nível muito elevado, a maior parte do tempo apenas a leitura ou a escrita são necessários. Quando é preciso falar o uso é bastante elementar, 2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ? Nâo, mas a empresa solicitou um currículo em inglês. 3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ? Sim, algumas vezes o recrutador tem um nível péssimo ou faz perguntas usando um texto impresso com pronúncia sofrível. 4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia? Na realidade muitos profissionais de TI precisam de um nível em torno do B2 ou C1, a menos que trabalhe dando palestras ou como professor universitário.o Domínio da língua fica no C2 pelo quadro europeu, nem mesmo o Service Desk precisa deste nível
230 - comentário - 29/07/19 - 19:25:51 - Kleberson Felix Silva - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia?
Sim, em tudo: e-mails, relatórios, conversação...

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação?
Sim, sem ele seria impossível atuar nesta posição.

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Muitas vezes sim, mas em alguns casos, o inglês realmente se torna imprescindível.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia?
Falta de necessidade / interesse dos profissionais.
231 - comentário - 29/07/19 - 20:59:24 - Elton campos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Definitivamente a fluência no inglês lhe abre portas para tines globais, multinacionais e salários mais atrativos!

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim, falo, leio, escrevo, crio apresentações de indicadores de resultados, participo de reuniões com o cliente (de diversas partes do mundo), etc.
2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Não foi um divisor de águas e sim, um requisito básico para minha posição.

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Talvez para posições de entrada ou ainda em empresas pequenas ele pode ser usado como filtro diferenciador.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
É uma língua difícil, poucas chances de utilização no dia-a-dia enquanto você não tem um nível profissional diferenciado.
232 - comentário - 30/07/19 - 14:14:04 - Edson Horácio Junior - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim, meu chefe é americano e sempre conversamos em inglês. Além disso, todas as minhas pesquisas na área de TI, e na grande maioria dos outros tópicos também, são em inglês, por ter mais conteúdo disponível.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Sim, embora a fluência não fosse necessária, era um requisito ter uma boa noção de inglês para fazer pesquisas em inglês e resolver problemas mais fácil.

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Depende de quem faz o recrutamento, pessoas com bom senso só devem usar o inglês como filtro em vagas onde realmente é necessário, caso contrário, não deveria contar pontos.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Não sei... crise financeira? Preguiça?
Pecados
233 - comentário - 30/07/19 - 15:35:18 - Anderson - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim, lidamos com clientes americanos e diariamente existem reunioes que devem ser totalmente em ingles

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Sim foi, porem a empresa da suporte e treinamento para auxiliar e melhorar o nivel de ingles de seus funcionarios

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Depende muito do perfil de quem busca que pode usar nao apenas o ingles como filtro mas qualquer fator que seja necessario ou solicitado por quem quer contratar

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Escolas mal preparadas de linguas que ensinam apenas até o nivel B1 - CEFR, Poucas escolas relamente ensinam o ingles de nivel avançado e como nao temos uso da lingua no pais, fica ainda mais dificil
234 - comentário - 30/07/19 - 20:22:10 - Hildo Alves Feitosa Neto - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Não.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Não.

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Não, acredito que o inglês é item básico do profissional de TI. O dito inglês técnico é o mínimo que o profissional de TI deve ter em se falando de línguas.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
O inglês ensinado nas escolas é muito básico e a fluência só é adquirida com a utilização constante. Acredito que este percentual seja reflexo de brasileiros que moraram fora e retornaram ao Brasil, ou mesmo brasileiros que possuem emprego em multinacionais.
235 - comentário - 31/07/19 - 08:46:09 - Pamela - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim, o tempo todo. Trabalho em multinacional e faço parte de um time Global de suporte... o inglês é item básico. Meu chefe é americano.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Sim.

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Creio que depende da vaga. Em IT, imagino que inglês seja item básico, não diferencial. A maioria das linguagens, treinamentos e tudo mais são em inglês.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
A pesquisa é profissionais de IT em geral ou categorizada por função? Creio que com a globalização e novas tecnologias logo aumentaremos esse percentual.
236 - comentário - 31/07/19 - 13:07:25 - Ronaldo Aguiar - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente_
Sim, diariamente há 14 anos. Toda a minha comunicação a respeito de trabalho ocorre em inglês (conferencias por video e telefone , emails e chats). Toda a documentação é feita em inglês.

2 - Inglês foi determinante na contratação?
Sim. Felizmente quando eu consegui ingressar na empressa com um inglês intermediário. Mas o inglês fluente foi essencial para e desenvolvimento da minha carreira desde então.

3 - Inglês é usado apenas como filtro?
Em TI, boa parte das documentações são em ingles, alem disso o inglês permite que voce se comunique pessoas de qualquer parte do mundo de maneira muito direta no contexto de negocios e tecnologia. Profissionais com ingles tem mais potencial de comunicacão.

4 - Segundo pesquisa 21% são fluentes
Acredito que a fluencia só ocorre com a utlizacao regular do idioma, e muitas empresas nao exploram o mercado internacional.
Pecados
237 - comentário - 01/08/19 - 09:33:34 - Leonardo Rocha Oliveira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Em minhas últimas alocações sim, trabalhei em projetos com parceiros internacionais e é essencial para escrita, leitura e conversação.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Sim, inglês sempre foi um diferencial em minhas últimas contratações.

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Acredito que sim, no caso de profissões tecnológicas, ainda que, não se utilize diariamente, a exposição pode ocorrer de maneiras indiretas, como a necessidade de material técnico, participação em fóruns.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Aprender Inglês é uma construção, requer tempo e dedicação e alguns profissionais percebem isso tardiamente ou somente dão prioridade, quando o mercado cobra no desemprego.
238 - comentário - 01/08/19 - 09:57:49 - André Luis - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim, eu trabalho em um projeto internacional no qual tenho contato diariamente com o time dos E.U.A.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Sim devido a necessidade de estar em contato diariamente com o time dos E.U.A.

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
infelizmente muitas vezes as empresas exigem o inglês avançado/fluente apenas como filtro porque na maioria das vezes você não vai usar o inglês todo dia ao menos que trabalhe em um projeto internacional.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Os profissionais se concentram mais no aprendizado de novas tecnologias e só começam a fazer um curso de inglês a medida que isso passe a ser necessário no dia-a-dia do projeto.
239 - comentário - 01/08/19 - 17:02:22 - Gustavo - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Atualmente não utilizo no dia a dia, mas sempre que necessário comunicação urgente, sou chamado.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
Não.

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Depende da vaga. Mas no mínimo inglês técnico é absolutamente necessário para o profissional que almeje alçar vôos maiores.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
É realmente difícil se dedicar a um novo idioma, apesar de o inglês ser facilmente praticado, acredito que a rotina do dia a dia impossibilita que muitos tenham temp ohábil para se dedicarem.
240 - comentário - 04/08/19 - 16:29:24 - Newthon Gonçalves Junior - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sim, apesar de hoje existir muitas informações em português e tradutores automáticos, inglês fluente ainda é muito necessário no meio de TI devido as informações de ponta ainda virem em língua inglesa.
Não uso inglês com tanta frequência por trabalhar em uma empresa nacional porém em uma multinacional sempre usei.
Ele foi determinante na minha última contratação, apesar de ser uma empresa brasileira pois muitos dos nossos fornecedores são americanos.
Na área de TI não acredito que seja usado apenas como filtro pois como eu disse, as informações de ponta chegam primeiro em inglês antes de ser traduzido para outras línguas.
Apesar das pesquisas do Apinfo apontar que apenas 21% dos profissionais sejam fluentes em inglês, eu acredito que esse número seja maior se definirmos melhor o que seja ser fluente. Apesar de trabalhar na área de TI a 20 anos, eu mesmo não me considero fluente.
API
241 - comentário - 05/08/19 - 18:32:17 - João Marcos - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Utilizo inglês no meu dia a dia, principalmente para leitura de documentação técnica. Na posição atual não utilizo conversação, mas utilizei no meu emprego anterior, esporadicamente. Acho inglês técnico necessário para a posição, mas muitas empresas solicitam mais como uma forma de seleção de candidatos (filtro) do que realmente ser necessário um inglês fluente, principalmente para conversação no dia a dia.Todos profissionais acreditam que o inglês é importante, entretanto vejo que muitos não investem nessa frente por falta de tempo ou não ter tanta necessidade no dia a dia (muitas vezes o inglês para leitura de documentação técnica acaba sendo suficiente).
242 - comentário - 06/08/19 - 10:11:58 - Raphael Cenerini Pereira - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

Sim é um diferencial, trabalho em uma multinacional em projetos globais e inglês é tratado como português, o seu telefone toca e pode ser um Americano, indiano, Alemão, chinês. Reuniões são todas em inglês, e-mails. Basicamente 50% do dia utilizo o inglês e isso foi diferencial na contratação, no processo seletivo fui entrevistado por Alemães e Americanos.
243 - comentário - 06/08/19 - 17:45:21 - Marc Alves - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
Sim, lido com clientes americanos e canadenses no meu dia de trabalho. É muito dificil escrever um e-mail detalhando um problema e usando o business english para que você seja claro sem se estender muito.

2 - Inglês foi determinante na sua última contratação?
Sim, minha entrevista começou em português para explicar da vaga e logo virou para o inglês até o final.

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
Se a vaga exigir inglês fluente terá um filtro, ou o que eu imagino é se o RH espera muito curriculos para uma determinada funçao vai tentar filtrar os que estao investindo na carreira com outros idiomas.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ?
Aprender outro idioma exige dedicação além das aulas de inglês 2 ou
244 - comentário - 09/08/19 - 23:25:41 - Bodacious - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia? Sim, pois me mudei para o Canadá e trabalho com TI em uma empresa local de supply chain, onde a maioria dos funcionários são nativos.


2 - Inglês foi determinante na sua última contratação? Sim, pois caso não dominasse a língua não seria possível a contratação e nem o processo de imigração.

3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados? Depende da _senioridade_ exigida pela vaga: Não se filtra por inglês fluente em vagas de nível JR ou Pleno, pois as responsabilidades são incompatíveis com essa exigência.

4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia? O sistema educacional é deficiente, a prática no BR é limitada e existe uma enorme diferença entre inglês técnico/instrumental e o inglês fluente que se fala no dia a dia.
GOC
245 - comentário - 12/08/19 - 18:39:16 - Cristine Sato - *** CONVIDADO ESPECIAL ***

1 - Você usa inglês fluente no seu dia a dia ?
nada
2 - Inglês foi determinante na sua última contratação ?
não no atual, trabalho em empresa brasileira para instituição financeira tambem brasileira
3 - Inglês é usado apenas como filtro, em um mercado com muitos desempregados ?
na area de TI se vc não sabe ingles é difícil ler as publicações legais, demora meses até alguém refazer ou escrever algo na nossa língua.
4 - Segundo a última pesquisa do site apinfo, 21% dos profissionais são fluentes, por qual motivo este percentual não se amplia ? porque vivemos bem sem inglês porem não saber esse idioma limita aprendizado e vagas em multinacionais e vagas no exterior. Alem disso o brasileiro tem muita dificuldade de aprender algo depois de maduro, não só inglês mas atualizar-se em relação a carreira.
Página 1 de 1
Pular para a página:
X